Rita pp

4.431 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.431
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
58
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rita pp

  1. 1. Ilse Losa
  2. 2. Índice Introdução Ilse Losa Livros Publicados O mundo em que vivi Bibliografia Conclusão
  3. 3. Introdução O título do livro que eu escolhi ler chama-se O mundo em que vivi. É da autoria de Ilse Losa, a editora é Afrontamento, o livro é da 27ºedição e é um romance.
  4. 4. Ilse Losa A autora Ilse Losa era uma escritora portuguesa de origem alemã, de cultura judia. Nasceu numa pequena aldeia de Bauer, perto de Hannover, no Norte da Alemanha.Quando tinha cerca de 16 anos a família teve dificuldades financeiras: após a morte do pai o dinheiro não era suficiente para as despesas. Foi então que Ilse partiu para Londres para aperfeiçoar o inglês. Em Londres tomou conta de crianças e frequentou uma escola. Ao regressar à Alemanha os partidários de Adolf Hitler começavam a dominar o país. Tentou estudar e trabalhar em Berlim, mas como era judia teve de fugir do país para não ser levada para um campo de concentração. Assim, em 1934, em plena 2ª Guerra Mundial, acabou por refugiar-se em Portugal, mais propriamente no Porto.
  5. 5.  Casou-se com o arquitecto Arménio, adquirindo assim a nacionalidade portuguesa. Publicou romances, contos, crónicas, trabalhos pedagógicos e muitos livros para crianças. Fez também traduções de alemão para Português. Recebeu, em 1991 o Grande Prémio de Livros para Crianças atribuído pela Fundação Calouste Gulbenkian. Escreveu regularmente desde 1949, sendo o seu livro Um Fidalgo de Pernas Curtas muito conhecido e Contos de Eva Luna. Divulgou autores portugueses na Alemanha e trabalhou também para a televisão criando séries infantis. O livro A Quinta das Cerejeiras teve o Prémio Gulbenkian de Texto em 1982. Em 1984, Ilse Losa obteve o Grande Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças pelo conjunto da sua obra. Em 1998, devido à sua obra À Flor do Tempo, recebeu o Grande Prémio de Crónica da Associação Portuguesa de Escritores. Foi colaboradora de diversos jornais/revistas portugueses e alemães, estando representada em diversas antologias de autores portugueses. Faleceu no Porto, em 6 de Janeiro de 2006, com 92 anos.
  6. 6. Livros Publicados
  7. 7. O mundo em que viviEsta história passa-se na Alemanha durante a segunda GuerraMundial e fala de uma menina chamada Rose Frankfurter, daclasse média, frágil, de cabelo louro e de feições infantilmentelisas, que tivera uma infância difícil devido ao facto de ser judia.Vivia com os seus avós paternos, Markus e Ester, numa pequenacasa. O avô Markus era uma pessoa amável, calma e tinha umolhar sempre tristonho. Rose tinha uma adoração especial porele. A avó Ester era o oposto do avô Markus, pois esta era fria erígida, sendo que as suas duas palavras mais utilizadas eram:prático e económico, fazendo Rose passar a odiá-las desdemuito cedo. Quando dois tios de Rose, filhos dos seus avóspaternos, morrem, o seu avô Markus fica frágil, abatido e doente,o que entristece Rose. Posteriormente, este morre seguindo-se asua avó Ester. É então nessa altura, quando perde os avós, queRose vai viver com o pai, a mãe e os seus dois irmãos, mudandoa sua vida radicalmente.
  8. 8.  Passa a viver na cidade, onde entra na escola primária e onde não há discriminação pelo facto de ser judia. Já quando entra no Secundário não se sucede o mesmo, pois começa a perceber como são tratados os judeus, começa a sentir na pele o que era ser discriminado devido apenas ao facto de ser judia. Contudo também haviam coisas positivas na sua vida desde então, tal como o seu namoro com Paul, pessoa que a fazia feliz e que, de certa forma, a protegia. Os seus problemas começaram mais tarde com a morte do seu pai, que morreu com cancro. A sua mãe, não tendo como sustentar três filhos, teve de vender a sua casa. Rose decide então ir para Berlim a fim de trabalhar, contudo as crises de desemprego, do assassínio de Rathenau (ministro judeu), do aumento de influência e da vitória dos Nazis causam um distúrbio na sociedade e Rose, por ser judia, corria risco de vida. A sua grande sorte foi um oficial nazi ter simpatizado consigo, por ser loira e ter olhos azuis. Assim este dá-lhe o prazo de cinco dias para sair do país, escapando-se assim ao triste fim dos restantes judeus: o campo de concentração.
  9. 9. Conclusão Eu adorei ler este livro e aconselho-o a todas as pessoas. É um livro que me captou a atenção desde a primeira frase que li, e fiquei tão absorvida que foi difícil parar de o ler. Infelizmente tem um final trágico, mas apesar de tudo eu realmente adorei-o. A minha citação favorita foi dita pela protagonista quando esta uma vez se sentiu infeliz:• “E de novo quero aprender a chorar, desamparada e em silêncio, como as crianças.”
  10. 10. Bibliografia Livro “O mundo em que vivi” http://www.netsaber.com.br/resumos/ver_resum o_c_44467.html http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/tra b_estudantes/portugues/portugues_trabalhos/fic haleiturailselosa.html http://pt.wikipedia.org/wiki/Ilse_Losa Trabalho Realizado Por: Rita Lopes Nº 25, 7ºA

×