SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
De Jane Austen
•   Titulo:
•   Autora:
•   Editora:
•   Local de edição:
•   Data de edição:
Jane Austen nasceu 16 de dezembro de 1775 em Steventon e
faleceu na manhã do dia 18 de julho de 1817, tendo sido enterrada
na catedral de Winchester. Esta foi filha de George Austen e de
Cassandra Leight. Na actualidade, esta escritora inglesa, é
constantemente objeto de estudo académico.




                                       Baseado na aquarela feita por
Cassandra Austen, em1810               Cassandra Austen, autor
                                       desconhecido
• Período de leitura:
  – 13/12/2011
  – 27/12/2011
Apresentação Geral do Livro
• Esta história baseia-se numa típica família inglesa:
  Bennet. Esta família era composta por sete membros: a
  Senhora Bennet, o Senhor Bennet e as suas cinco filhas
  (Jane, Elizabeth, Lydia, Mary e Catherine).
• Tudo começa quando um jovem solteiro com
  rendimentos de cinco mil libras por ano, Mr. Bingley, dá
  um baile fazendo-se acompanhar pelas sua irmã e pelo
  seu amigo, Mr. Darcy.
• Na época que este livro representa a maioria das
  mulheres não trabalhava, então, a principal preocupação
  das mães era casar as filhas com alguém que lhes
  proporciona-se uma boa vida, a Senhora Bennet não era
  excepção.
• As suas filhas foram ao baile e Jane, que diziam ser a
  mais bonita, causou boa impressão, principalmente, aos
Apresentação Geral do Livro
• Pouco tempo depois, Jane acaba por adoecer e durante
  este período fica instalada na casa de Mr. Bingley.
  Elizabeth vai ter com a sua irmã e fica junto dela até
  regressarem para casa.
• Mr. Darcy apesar de continuar sem dar muita confiança a
  determinadas pessoas, confessou que achava Elizabeth
  airosa e agradável.
• Quando Jane e Elizabeth voltaram para casa o Senhor
  Bennet reuniu a família e anunciou que iam jantar na
  companhia do seu primo, William Collins. A Senhora
  Bennet não ficou muito agradada com a noticia pois este,
  quando o Senhor Bennet morrer estará na posição de
  poder expulsar Elizabeth, Jane, Lydia, Mary e Catherine
  da casa onde vivem quando bem entender.
• Na carta que William Collins escreveu este dizia que iria
  oferecer uma reparação à família por ser o herdeiro dos
  bens do Senhor Bennet, a sua reparação era casar-se
  com uma das suas filhas.
• A senhora Bennet informou logo que Jane, a escolhida
  do senhor Collins durante a primeira noite,
Apresentação Geral do Livro
• Lydia, uma das irmãs mais novas, intencionava ir a Meryton e
  todas as suas irmãs, excepto Mary, e até William Collins
  concordou a acompanhá-la.
• Na ida a Meryton foi-lhes apresentado o senhor Wickham.
• Após uma longo conversa com Wickham, Elizabeth ficou a
  conhecer um pouco mais do senhor Darcy, pois Wickham e
  Darcy conheciam-se desde infância.
• Com tudo o que o senhor Wickham lhe contou, Elizabeth ficou
  convencida de que Darcy se tratara de um homem de mau
  carácter, orgulhoso e desonesto.
• De volta a casa, todas receberam o convite do senhor Bingley
  para o tão esperado baile em Netherfield.
• Já no baile, Elizabeth dançou com o seu primo William Collins,
  que não tinha de todo jeito para dançar, e com o senhor Darcy,
  enquanto Jane dançou, apenas, com o senhor Bingley.
• Nesta noite foi dito a Elizabeth que o que Wickham lhe tinha
  contado era, de certo modo, era falso, mas Jane preferiu
  manter a sua opinião sobre ambos os cavalheiros, uma vez que
  estas informações lhe tinham sido concedidas por Bingley e
Apresentação Geral do Livro
• A senhora Bennet falou durante grande parte do tempo
  sobre as suas expectativas de ver Jane casada com o
  senhor Bingley, sendo interrompida algumas vezes pela
  sua filha Elizabeth pedindo-lhe para ser um pouco mais
  discreta ao expressar-se pois o senhor Darcy estava
  perto o suficiente para a conseguir ouvir. A senhora
  Bennet não ouviu as preces de Elizabeth e prosseguiu.
• No dia seguinte o senhor William Collins decidiu avançar
  e com todos os rigores pediu para ter uma audiência em
  privado com Elizabeth. Este propôs-lhe que fosse a sua
  futura esposa mas esta recusou o pedido. Esta resposta,
  disparatada aos olhos da sua mãe, deu origem a uma
  discussão que passado pouco tempo terminou, não
  alterando nada do que já tinha sido feito ou dito.
• Passado uns dias Jane recebeu uma carta onde vinha
  explicito de que o senhor Bingley, as suas irmãs e o
  senhor Darcy iam se ausentar durante todo o Inferno e
  que dava a entender que o senhor Bingley e a irmã do
  senhor Darcy, Georgina Darcy, tinham uma boa ligação e
  que poderiam vir a comprometerem-se um ao outro. Mas
Apresentação Geral do Livro
• Jane foi ganhando esperança de que Bingley
  regressasse a Netherfield. Mas rapidamente toda a
  esperança desapareceu, esta recebeu a noticia de
  que o Sr. Bingley, as suas irmãs e o Sr. Darcy iam
  permanecer em Londres.
• Entretanto, Jane também foi para Londres para
  casa do seu tio, o senhor Gardiner.
• O senhor Collins acabou por casar com Charlotte
  (amiga de Elizabeth), e passadas poucas semanas
  da ida de Charlotte para Hunsford, esta convida
  Elizabeth a ir lá visitá-la.
• Durante a visita foi informada de que estavam
  todos convidados para jantar em Rosings com
  Lady Catherine de Bourgh. No dia seguinte, o
  jantar correu muito bem, mas Lady Catherine de
  Bourgh fez questão de fazer imensas perguntas a
  Elizabeth, às quais Elizabeth ia respondendo.
  Passado quinze dias da estadia de Elizabeth em
Apresentação Geral do Livro
• Quando o senhor Darcy, que vinha acompanhado pelo
  Coronel Fitzwilliam, chegou, este dirigiu-se à casa de do
  senhor e da senhora Collins onde estava Elizabeth. Após os
  cumprimentos habituais e um pouco de conversa os
  cavalheiros retiraram-se.
• Durante o resto da semana o senhor e a senhora Collins e
  Elizabeth deixaram de ser convidados para ir a Rosings,
  somente no Domingo de Páscoa foram honrados com tal
  atenção.
• O grupo juntou-se todo na sala de estar de Lady
  Catherine e passaram um bom tempo.
• Um dia, ao passear pelo parque enquanto lia uma carta
  de Jane foi surpreendida pela presença do Coronel
  Fitzwilliam e depois de uma longa conversa esta
  descobriu de que tinha sido o senhor Darcy o culpada
  pela separação da sua irmã Jane e do senhor Bingley.
• Elizabeth tinha, mais ou menos, uma opinião formada
  sobre o senhor Darcy, mas esta revelação só a foi
  agravar ainda mais.
Apresentação Geral do Livro
• Algum tempo depois, o senhor Darcy foi até à casa
  onde Elizabeth se encontrava e confessou que
  estava a apaixonado por ela, devido à ideia que esta
  já tinha do senhor Darcy a resposta não foi a mais
  favorável para o cavalheiro. Ela acabou por
  crucificá-lo pelo facto de ter separado Jane de
  Bingley e por ter ignorado a vontade do seu pai
  relativamente a Wickham. O Sr. Darcy deu uma
  resposta breve e retirou-se.
• No dia seguinte, Elizabeth levantou-se e foi dar o seu
  passeio matinal e no principio recusou ir para o seu
  local preferido, pois sabia que o senhor Darcy
  costumava estar por lá, no entanto não resistiu a
  parar um pouco para olhar para o parque. Contudo o
  senhor Darcy avistou-a e aproximou-se dando-lhe
  uma carta, mas agilmente desapareceu da vista.
• A carta consistia na explicação das duas acusações
  feitas por Elizabeth na noite em que este se
  declarou. Elizabeth sentiu-se mal consigo própria
Apresentação Geral do Livro
• Depois de passar algum tempo com a família,
  particularmente com Jane, Elizabeth decidiu contar-
  lhe o que sucedera com o senhor Darcy.
• Passado algum tempo o senhor e a senhora
  Gardiner apareceram com os seus quatro filhos em
  Longbourn.
• Permaneceram em Longbourn durante a noite, mas
  partiram juntamente com Elizabeth. A senhora
  Gardiner expressou o desejo de voltar a Pemberley,
  e assim aconteceu.
• Depois de visitarem o interior da casa, todas se
  dirigiam para o rio, quando aparece o senhor Darcy.
  Este aproxima-se e cumprimenta todos com uma
  cortesia perfeita, aproveitando para convidar todos
  para voltarem no dia seguinte.
• Na manhã do dia seguinte Elizabeth teve o prazer de
  conhecer a irmã do senhor Darcy, aparecendo, logo
  de seguida, o senhor Bingley e a sua irmã. A
  senhora e o senhor Gardiner e Elizabeth acabaram
Apresentação Geral do Livro
• Passado alguns dias Elizabeth recebe uma carta de
  Jane que a deixa bastante perturbada, esta acaba de
  saber que a sua irmã mais nova fugiu com Wickham.
  Assim que conseguiu Elizabeth voltou para casa.
• O senhor Bennet recebeu várias cartas, mas a que
  recebeu do senhor Gardiner foi a mais explicita. A
  carta dizia que Wickham casava com a sua filha se
  garantisse à sua filha a sua parte das cinco mil libras
  outorgadas às suas filhas depois do seu falecimento
  e comprometer-se a pagar cem libras anuais. O
  senhor Bennet concordou mas achou que nenhum
  homem como Wickham casaria com uma rapariga
  com Lydia por tão pouco, concluindo de que o
  senhor Gardiner divia ter lhe dado algum dinheiro
  para o fazer casar-se.
• Lydia e Wickham casam-se e após este, o casal
  visitou Longbourn.
Apresentação Geral do Livro
• Lydia e Wickham casam-se e após este, o casal
  visitou Longbourn. Enquanto Elizabeth e a sua irmã
  mais nova Lydia, conversavam, esta descaiu-se e
  acabou por falar na intervenção do senhor Darcy no
  seu casamento. Elizabeth descobrio que, na
  verdade, não tinha sido o seu tio, o senhor Gardiner,
  que pagou uma quantia extra a Wickham, mas sim o
  senhor Darcy.
• No final, o senhor Bingley pôde levar o seu amigo
  Darcy até Longbourn.
• O senhor Bingley cria ficar a sós com Jane então
  propôs um passeio, Bingley, Jane, Elizabeth, Darcy e
  Kitty concordaram. Jane e Bingley deixaram-se ficar
  para trás para que pudessem falar sozinhos, e como
  era de esperar ficaram noivos. O senhor Darcy e a
  senhora Elizabeth, quando Kitty os deixou, falaram
  sobre os sentimentos de cada um e ficaram noivos.
Relação titulo - obra

• Na minha opinião, o titulo tem haver com a obra,
  pois ao longo do livro fui me apercebendo de que o
  orgulho e o preconceito é uma característica
  demonstrada pelas personagens em várias
  ocasiões.
Reação pessoal à obra

• Relativamente à obra em geral, este é um
  livro que exige muita concentração e que
  consegue transmitir-nos o que as
  personagens fazem, dizem e pensam, ou
  seja, permite-nos criar um cenário realístico
  na nossa imaginação.
Frases/Ideias relevantes

• “- Sei que é generosa demais para andar a brincar
  comigo. Se os seus sentimentos são ainda os
  mesmos que manifestou em abril passado, diga-mo
  imediatamente. O meu afeto e os meus desejos
  permanecem inalterados, mas basta uma palavra
  sua para que nunca mais lhe fale neste assunto.”



                                         pag. 239

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aparição - Vergílio Ferreira
Aparição - Vergílio FerreiraAparição - Vergílio Ferreira
Aparição - Vergílio FerreiraThaynã Guedes
 
Frei Luis de Sousa - Estrutura Clássica
Frei Luis de Sousa - Estrutura ClássicaFrei Luis de Sousa - Estrutura Clássica
Frei Luis de Sousa - Estrutura Clássicanelsonalves70
 
Trabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida Romântica
Trabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida RomânticaTrabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida Romântica
Trabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida RomânticaLuisMagina
 
Maias Episódio Corrida no Hipódromo
Maias Episódio Corrida no HipódromoMaias Episódio Corrida no Hipódromo
Maias Episódio Corrida no HipódromoPedro Oliveira
 
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo BrancoAmor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo BrancoLurdes Augusto
 
Amor de perdição
Amor de perdiçãoAmor de perdição
Amor de perdiçãolayssa09
 
AMOR DE PERDIÇÃO - SINTESE
AMOR DE PERDIÇÃO - SINTESE AMOR DE PERDIÇÃO - SINTESE
AMOR DE PERDIÇÃO - SINTESE RafaCabelo
 
Os Maias: Cap. I e II
Os Maias: Cap. I e IIOs Maias: Cap. I e II
Os Maias: Cap. I e IIsin3stesia
 
Uma análise da obra amor de perdição de
Uma análise da obra amor de perdição deUma análise da obra amor de perdição de
Uma análise da obra amor de perdição deFernanda Pantoja
 
Provas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo DescartesProvas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo DescartesJoana Filipa Rodrigues
 
Resumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de PerdiçãoResumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de PerdiçãoAlexandre R
 
Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI.
Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI. Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI.
Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI. Rita Magalhães
 
Os Maias de Eça de Queirós - personagens
Os Maias de Eça de Queirós - personagensOs Maias de Eça de Queirós - personagens
Os Maias de Eça de Queirós - personagensLurdes Augusto
 

Mais procurados (20)

Os Maias - Capítulo V
Os Maias - Capítulo VOs Maias - Capítulo V
Os Maias - Capítulo V
 
Aparição - Vergílio Ferreira
Aparição - Vergílio FerreiraAparição - Vergílio Ferreira
Aparição - Vergílio Ferreira
 
Frei Luis de Sousa - Estrutura Clássica
Frei Luis de Sousa - Estrutura ClássicaFrei Luis de Sousa - Estrutura Clássica
Frei Luis de Sousa - Estrutura Clássica
 
Trabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida Romântica
Trabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida RomânticaTrabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida Romântica
Trabalho sobre Os Maias - Episódios da Vida Romântica
 
Os Maias
Os MaiasOs Maias
Os Maias
 
Leonor
LeonorLeonor
Leonor
 
Frei Luís de Sousa, síntese
Frei Luís de Sousa, sínteseFrei Luís de Sousa, síntese
Frei Luís de Sousa, síntese
 
Maias Episódio Corrida no Hipódromo
Maias Episódio Corrida no HipódromoMaias Episódio Corrida no Hipódromo
Maias Episódio Corrida no Hipódromo
 
Educação n' os maias
Educação n' os maiasEducação n' os maias
Educação n' os maias
 
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo BrancoAmor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo Branco
Amor de Perdição (exceto cap. VI, VII, VIII) de Camilo Castelo Branco
 
O resumo de Os Maias
O resumo de Os MaiasO resumo de Os Maias
O resumo de Os Maias
 
Amor de perdição
Amor de perdiçãoAmor de perdição
Amor de perdição
 
AMOR DE PERDIÇÃO - SINTESE
AMOR DE PERDIÇÃO - SINTESE AMOR DE PERDIÇÃO - SINTESE
AMOR DE PERDIÇÃO - SINTESE
 
Os Maias: Cap. I e II
Os Maias: Cap. I e IIOs Maias: Cap. I e II
Os Maias: Cap. I e II
 
Uma análise da obra amor de perdição de
Uma análise da obra amor de perdição deUma análise da obra amor de perdição de
Uma análise da obra amor de perdição de
 
Provas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo DescartesProvas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo Descartes
 
Resumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de PerdiçãoResumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de Perdição
 
Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI.
Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI. Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI.
Os Maias - Capitulos XII, XV e XVI.
 
. Maias simplificado
. Maias simplificado. Maias simplificado
. Maias simplificado
 
Os Maias de Eça de Queirós - personagens
Os Maias de Eça de Queirós - personagensOs Maias de Eça de Queirós - personagens
Os Maias de Eça de Queirós - personagens
 

Semelhante a Orgulho e preconceito mª josé

50 tons de darcy
50 tons de  darcy50 tons de  darcy
50 tons de darcyrodesrocha7
 
Razão e sensibilidade_(sense_and_sensibility)_-_jane_austen
Razão e sensibilidade_(sense_and_sensibility)_-_jane_austenRazão e sensibilidade_(sense_and_sensibility)_-_jane_austen
Razão e sensibilidade_(sense_and_sensibility)_-_jane_austenADRIANA BECKER
 
Concepção dos personagens e perfil das relações sociais nos séculos XVII/XIX ...
Concepção dos personagens e perfil das relações sociais nos séculos XVII/XIX ...Concepção dos personagens e perfil das relações sociais nos séculos XVII/XIX ...
Concepção dos personagens e perfil das relações sociais nos séculos XVII/XIX ...Priscila Hilária
 
Barbara cartland à procura de uma noiva
Barbara cartland   à procura de uma noivaBarbara cartland   à procura de uma noiva
Barbara cartland à procura de uma noivaAriovaldo Cunha
 
Barbara cartland a cruz do amor
Barbara cartland   a cruz do amorBarbara cartland   a cruz do amor
Barbara cartland a cruz do amorAriovaldo Cunha
 
Ficha de leitura - Jane Eyre (Livro)
Ficha de leitura - Jane Eyre (Livro)Ficha de leitura - Jane Eyre (Livro)
Ficha de leitura - Jane Eyre (Livro)Janice Flora
 
Barbara cartland a flecha de cupido(1)
Barbara cartland   a flecha de cupido(1)Barbara cartland   a flecha de cupido(1)
Barbara cartland a flecha de cupido(1)Ariovaldo Cunha
 
Primeiro capitulo orgulho e preconceito
Primeiro capitulo   orgulho e preconceitoPrimeiro capitulo   orgulho e preconceito
Primeiro capitulo orgulho e preconceitopibidbar
 
Barbara cartland a falsa lady
Barbara cartland   a falsa ladyBarbara cartland   a falsa lady
Barbara cartland a falsa ladyAriovaldo Cunha
 

Semelhante a Orgulho e preconceito mª josé (12)

50 tons de darcy
50 tons de  darcy50 tons de  darcy
50 tons de darcy
 
Razão e sensibilidade_(sense_and_sensibility)_-_jane_austen
Razão e sensibilidade_(sense_and_sensibility)_-_jane_austenRazão e sensibilidade_(sense_and_sensibility)_-_jane_austen
Razão e sensibilidade_(sense_and_sensibility)_-_jane_austen
 
Concepção dos personagens e perfil das relações sociais nos séculos XVII/XIX ...
Concepção dos personagens e perfil das relações sociais nos séculos XVII/XIX ...Concepção dos personagens e perfil das relações sociais nos séculos XVII/XIX ...
Concepção dos personagens e perfil das relações sociais nos séculos XVII/XIX ...
 
.
..
.
 
Barbara cartland à procura de uma noiva
Barbara cartland   à procura de uma noivaBarbara cartland   à procura de uma noiva
Barbara cartland à procura de uma noiva
 
Last FL - Inês
Last FL - InêsLast FL - Inês
Last FL - Inês
 
Barbara cartland a cruz do amor
Barbara cartland   a cruz do amorBarbara cartland   a cruz do amor
Barbara cartland a cruz do amor
 
Ficha de leitura - Jane Eyre (Livro)
Ficha de leitura - Jane Eyre (Livro)Ficha de leitura - Jane Eyre (Livro)
Ficha de leitura - Jane Eyre (Livro)
 
Barbara cartland a flecha de cupido(1)
Barbara cartland   a flecha de cupido(1)Barbara cartland   a flecha de cupido(1)
Barbara cartland a flecha de cupido(1)
 
Primeiro capitulo orgulho e preconceito
Primeiro capitulo   orgulho e preconceitoPrimeiro capitulo   orgulho e preconceito
Primeiro capitulo orgulho e preconceito
 
Ema
EmaEma
Ema
 
Barbara cartland a falsa lady
Barbara cartland   a falsa ladyBarbara cartland   a falsa lady
Barbara cartland a falsa lady
 

Mais de fantas45

O principezinho mariana macedo
O principezinho   mariana macedoO principezinho   mariana macedo
O principezinho mariana macedofantas45
 
O velho e o mar pedro almeida
O velho e o mar   pedro almeidaO velho e o mar   pedro almeida
O velho e o mar pedro almeidafantas45
 
O nariz ricardo fagulha
O nariz   ricardo fagulhaO nariz   ricardo fagulha
O nariz ricardo fagulhafantas45
 
O estranho caso de benjamin button filipa rodrigues
O estranho caso de benjamin button  filipa rodriguesO estranho caso de benjamin button  filipa rodrigues
O estranho caso de benjamin button filipa rodriguesfantas45
 
O terceiro homem
O terceiro homemO terceiro homem
O terceiro homemfantas45
 
O cavaleiro da armadura enferrujada
O cavaleiro da armadura enferrujadaO cavaleiro da armadura enferrujada
O cavaleiro da armadura enferrujadafantas45
 
Lua de joana
Lua de joanaLua de joana
Lua de joanafantas45
 
Voa comigo valdemar
Voa comigo valdemarVoa comigo valdemar
Voa comigo valdemarfantas45
 
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatrizSexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatrizfantas45
 
Os sonhadores lourenço
Os sonhadores   lourençoOs sonhadores   lourenço
Os sonhadores lourençofantas45
 
O recruta ricardo carvalho
O recruta ricardo carvalhoO recruta ricardo carvalho
O recruta ricardo carvalhofantas45
 
Diário secreto de camila mariana macedo
Diário secreto de camila   mariana macedoDiário secreto de camila   mariana macedo
Diário secreto de camila mariana macedofantas45
 
Cherub francisco simões
Cherub   francisco simõesCherub   francisco simões
Cherub francisco simõesfantas45
 
A volta ao mundo em 80 dias joao rosa
A volta ao mundo em 80 dias   joao rosaA volta ao mundo em 80 dias   joao rosa
A volta ao mundo em 80 dias joao rosafantas45
 
Sexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagemSexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagemfantas45
 
Recados da mãe joana gonçalves
Recados da mãe   joana gonçalvesRecados da mãe   joana gonçalves
Recados da mãe joana gonçalvesfantas45
 
O principezinho rodrigo cordeiro
O principezinho   rodrigo cordeiroO principezinho   rodrigo cordeiro
O principezinho rodrigo cordeirofantas45
 
O principezinho rodrigo cordeiro
O principezinho   rodrigo cordeiroO principezinho   rodrigo cordeiro
O principezinho rodrigo cordeirofantas45
 
O perfume francisca
O perfume   franciscaO perfume   francisca
O perfume franciscafantas45
 

Mais de fantas45 (20)

O principezinho mariana macedo
O principezinho   mariana macedoO principezinho   mariana macedo
O principezinho mariana macedo
 
O velho e o mar pedro almeida
O velho e o mar   pedro almeidaO velho e o mar   pedro almeida
O velho e o mar pedro almeida
 
O nariz ricardo fagulha
O nariz   ricardo fagulhaO nariz   ricardo fagulha
O nariz ricardo fagulha
 
O estranho caso de benjamin button filipa rodrigues
O estranho caso de benjamin button  filipa rodriguesO estranho caso de benjamin button  filipa rodrigues
O estranho caso de benjamin button filipa rodrigues
 
Marley&eu
Marley&euMarley&eu
Marley&eu
 
O terceiro homem
O terceiro homemO terceiro homem
O terceiro homem
 
O cavaleiro da armadura enferrujada
O cavaleiro da armadura enferrujadaO cavaleiro da armadura enferrujada
O cavaleiro da armadura enferrujada
 
Lua de joana
Lua de joanaLua de joana
Lua de joana
 
Voa comigo valdemar
Voa comigo valdemarVoa comigo valdemar
Voa comigo valdemar
 
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatrizSexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
 
Os sonhadores lourenço
Os sonhadores   lourençoOs sonhadores   lourenço
Os sonhadores lourenço
 
O recruta ricardo carvalho
O recruta ricardo carvalhoO recruta ricardo carvalho
O recruta ricardo carvalho
 
Diário secreto de camila mariana macedo
Diário secreto de camila   mariana macedoDiário secreto de camila   mariana macedo
Diário secreto de camila mariana macedo
 
Cherub francisco simões
Cherub   francisco simõesCherub   francisco simões
Cherub francisco simões
 
A volta ao mundo em 80 dias joao rosa
A volta ao mundo em 80 dias   joao rosaA volta ao mundo em 80 dias   joao rosa
A volta ao mundo em 80 dias joao rosa
 
Sexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagemSexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagem
 
Recados da mãe joana gonçalves
Recados da mãe   joana gonçalvesRecados da mãe   joana gonçalves
Recados da mãe joana gonçalves
 
O principezinho rodrigo cordeiro
O principezinho   rodrigo cordeiroO principezinho   rodrigo cordeiro
O principezinho rodrigo cordeiro
 
O principezinho rodrigo cordeiro
O principezinho   rodrigo cordeiroO principezinho   rodrigo cordeiro
O principezinho rodrigo cordeiro
 
O perfume francisca
O perfume   franciscaO perfume   francisca
O perfume francisca
 

Último

Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 

Último (20)

Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 

Orgulho e preconceito mª josé

  • 2.
  • 3. Titulo: • Autora: • Editora: • Local de edição: • Data de edição:
  • 4. Jane Austen nasceu 16 de dezembro de 1775 em Steventon e faleceu na manhã do dia 18 de julho de 1817, tendo sido enterrada na catedral de Winchester. Esta foi filha de George Austen e de Cassandra Leight. Na actualidade, esta escritora inglesa, é constantemente objeto de estudo académico. Baseado na aquarela feita por Cassandra Austen, em1810 Cassandra Austen, autor desconhecido
  • 5. • Período de leitura: – 13/12/2011 – 27/12/2011
  • 6. Apresentação Geral do Livro • Esta história baseia-se numa típica família inglesa: Bennet. Esta família era composta por sete membros: a Senhora Bennet, o Senhor Bennet e as suas cinco filhas (Jane, Elizabeth, Lydia, Mary e Catherine). • Tudo começa quando um jovem solteiro com rendimentos de cinco mil libras por ano, Mr. Bingley, dá um baile fazendo-se acompanhar pelas sua irmã e pelo seu amigo, Mr. Darcy. • Na época que este livro representa a maioria das mulheres não trabalhava, então, a principal preocupação das mães era casar as filhas com alguém que lhes proporciona-se uma boa vida, a Senhora Bennet não era excepção. • As suas filhas foram ao baile e Jane, que diziam ser a mais bonita, causou boa impressão, principalmente, aos
  • 7. Apresentação Geral do Livro • Pouco tempo depois, Jane acaba por adoecer e durante este período fica instalada na casa de Mr. Bingley. Elizabeth vai ter com a sua irmã e fica junto dela até regressarem para casa. • Mr. Darcy apesar de continuar sem dar muita confiança a determinadas pessoas, confessou que achava Elizabeth airosa e agradável. • Quando Jane e Elizabeth voltaram para casa o Senhor Bennet reuniu a família e anunciou que iam jantar na companhia do seu primo, William Collins. A Senhora Bennet não ficou muito agradada com a noticia pois este, quando o Senhor Bennet morrer estará na posição de poder expulsar Elizabeth, Jane, Lydia, Mary e Catherine da casa onde vivem quando bem entender. • Na carta que William Collins escreveu este dizia que iria oferecer uma reparação à família por ser o herdeiro dos bens do Senhor Bennet, a sua reparação era casar-se com uma das suas filhas. • A senhora Bennet informou logo que Jane, a escolhida do senhor Collins durante a primeira noite,
  • 8. Apresentação Geral do Livro • Lydia, uma das irmãs mais novas, intencionava ir a Meryton e todas as suas irmãs, excepto Mary, e até William Collins concordou a acompanhá-la. • Na ida a Meryton foi-lhes apresentado o senhor Wickham. • Após uma longo conversa com Wickham, Elizabeth ficou a conhecer um pouco mais do senhor Darcy, pois Wickham e Darcy conheciam-se desde infância. • Com tudo o que o senhor Wickham lhe contou, Elizabeth ficou convencida de que Darcy se tratara de um homem de mau carácter, orgulhoso e desonesto. • De volta a casa, todas receberam o convite do senhor Bingley para o tão esperado baile em Netherfield. • Já no baile, Elizabeth dançou com o seu primo William Collins, que não tinha de todo jeito para dançar, e com o senhor Darcy, enquanto Jane dançou, apenas, com o senhor Bingley. • Nesta noite foi dito a Elizabeth que o que Wickham lhe tinha contado era, de certo modo, era falso, mas Jane preferiu manter a sua opinião sobre ambos os cavalheiros, uma vez que estas informações lhe tinham sido concedidas por Bingley e
  • 9. Apresentação Geral do Livro • A senhora Bennet falou durante grande parte do tempo sobre as suas expectativas de ver Jane casada com o senhor Bingley, sendo interrompida algumas vezes pela sua filha Elizabeth pedindo-lhe para ser um pouco mais discreta ao expressar-se pois o senhor Darcy estava perto o suficiente para a conseguir ouvir. A senhora Bennet não ouviu as preces de Elizabeth e prosseguiu. • No dia seguinte o senhor William Collins decidiu avançar e com todos os rigores pediu para ter uma audiência em privado com Elizabeth. Este propôs-lhe que fosse a sua futura esposa mas esta recusou o pedido. Esta resposta, disparatada aos olhos da sua mãe, deu origem a uma discussão que passado pouco tempo terminou, não alterando nada do que já tinha sido feito ou dito. • Passado uns dias Jane recebeu uma carta onde vinha explicito de que o senhor Bingley, as suas irmãs e o senhor Darcy iam se ausentar durante todo o Inferno e que dava a entender que o senhor Bingley e a irmã do senhor Darcy, Georgina Darcy, tinham uma boa ligação e que poderiam vir a comprometerem-se um ao outro. Mas
  • 10. Apresentação Geral do Livro • Jane foi ganhando esperança de que Bingley regressasse a Netherfield. Mas rapidamente toda a esperança desapareceu, esta recebeu a noticia de que o Sr. Bingley, as suas irmãs e o Sr. Darcy iam permanecer em Londres. • Entretanto, Jane também foi para Londres para casa do seu tio, o senhor Gardiner. • O senhor Collins acabou por casar com Charlotte (amiga de Elizabeth), e passadas poucas semanas da ida de Charlotte para Hunsford, esta convida Elizabeth a ir lá visitá-la. • Durante a visita foi informada de que estavam todos convidados para jantar em Rosings com Lady Catherine de Bourgh. No dia seguinte, o jantar correu muito bem, mas Lady Catherine de Bourgh fez questão de fazer imensas perguntas a Elizabeth, às quais Elizabeth ia respondendo. Passado quinze dias da estadia de Elizabeth em
  • 11. Apresentação Geral do Livro • Quando o senhor Darcy, que vinha acompanhado pelo Coronel Fitzwilliam, chegou, este dirigiu-se à casa de do senhor e da senhora Collins onde estava Elizabeth. Após os cumprimentos habituais e um pouco de conversa os cavalheiros retiraram-se. • Durante o resto da semana o senhor e a senhora Collins e Elizabeth deixaram de ser convidados para ir a Rosings, somente no Domingo de Páscoa foram honrados com tal atenção. • O grupo juntou-se todo na sala de estar de Lady Catherine e passaram um bom tempo. • Um dia, ao passear pelo parque enquanto lia uma carta de Jane foi surpreendida pela presença do Coronel Fitzwilliam e depois de uma longa conversa esta descobriu de que tinha sido o senhor Darcy o culpada pela separação da sua irmã Jane e do senhor Bingley. • Elizabeth tinha, mais ou menos, uma opinião formada sobre o senhor Darcy, mas esta revelação só a foi agravar ainda mais.
  • 12. Apresentação Geral do Livro • Algum tempo depois, o senhor Darcy foi até à casa onde Elizabeth se encontrava e confessou que estava a apaixonado por ela, devido à ideia que esta já tinha do senhor Darcy a resposta não foi a mais favorável para o cavalheiro. Ela acabou por crucificá-lo pelo facto de ter separado Jane de Bingley e por ter ignorado a vontade do seu pai relativamente a Wickham. O Sr. Darcy deu uma resposta breve e retirou-se. • No dia seguinte, Elizabeth levantou-se e foi dar o seu passeio matinal e no principio recusou ir para o seu local preferido, pois sabia que o senhor Darcy costumava estar por lá, no entanto não resistiu a parar um pouco para olhar para o parque. Contudo o senhor Darcy avistou-a e aproximou-se dando-lhe uma carta, mas agilmente desapareceu da vista. • A carta consistia na explicação das duas acusações feitas por Elizabeth na noite em que este se declarou. Elizabeth sentiu-se mal consigo própria
  • 13. Apresentação Geral do Livro • Depois de passar algum tempo com a família, particularmente com Jane, Elizabeth decidiu contar- lhe o que sucedera com o senhor Darcy. • Passado algum tempo o senhor e a senhora Gardiner apareceram com os seus quatro filhos em Longbourn. • Permaneceram em Longbourn durante a noite, mas partiram juntamente com Elizabeth. A senhora Gardiner expressou o desejo de voltar a Pemberley, e assim aconteceu. • Depois de visitarem o interior da casa, todas se dirigiam para o rio, quando aparece o senhor Darcy. Este aproxima-se e cumprimenta todos com uma cortesia perfeita, aproveitando para convidar todos para voltarem no dia seguinte. • Na manhã do dia seguinte Elizabeth teve o prazer de conhecer a irmã do senhor Darcy, aparecendo, logo de seguida, o senhor Bingley e a sua irmã. A senhora e o senhor Gardiner e Elizabeth acabaram
  • 14. Apresentação Geral do Livro • Passado alguns dias Elizabeth recebe uma carta de Jane que a deixa bastante perturbada, esta acaba de saber que a sua irmã mais nova fugiu com Wickham. Assim que conseguiu Elizabeth voltou para casa. • O senhor Bennet recebeu várias cartas, mas a que recebeu do senhor Gardiner foi a mais explicita. A carta dizia que Wickham casava com a sua filha se garantisse à sua filha a sua parte das cinco mil libras outorgadas às suas filhas depois do seu falecimento e comprometer-se a pagar cem libras anuais. O senhor Bennet concordou mas achou que nenhum homem como Wickham casaria com uma rapariga com Lydia por tão pouco, concluindo de que o senhor Gardiner divia ter lhe dado algum dinheiro para o fazer casar-se. • Lydia e Wickham casam-se e após este, o casal visitou Longbourn.
  • 15. Apresentação Geral do Livro • Lydia e Wickham casam-se e após este, o casal visitou Longbourn. Enquanto Elizabeth e a sua irmã mais nova Lydia, conversavam, esta descaiu-se e acabou por falar na intervenção do senhor Darcy no seu casamento. Elizabeth descobrio que, na verdade, não tinha sido o seu tio, o senhor Gardiner, que pagou uma quantia extra a Wickham, mas sim o senhor Darcy. • No final, o senhor Bingley pôde levar o seu amigo Darcy até Longbourn. • O senhor Bingley cria ficar a sós com Jane então propôs um passeio, Bingley, Jane, Elizabeth, Darcy e Kitty concordaram. Jane e Bingley deixaram-se ficar para trás para que pudessem falar sozinhos, e como era de esperar ficaram noivos. O senhor Darcy e a senhora Elizabeth, quando Kitty os deixou, falaram sobre os sentimentos de cada um e ficaram noivos.
  • 16. Relação titulo - obra • Na minha opinião, o titulo tem haver com a obra, pois ao longo do livro fui me apercebendo de que o orgulho e o preconceito é uma característica demonstrada pelas personagens em várias ocasiões.
  • 17. Reação pessoal à obra • Relativamente à obra em geral, este é um livro que exige muita concentração e que consegue transmitir-nos o que as personagens fazem, dizem e pensam, ou seja, permite-nos criar um cenário realístico na nossa imaginação.
  • 18. Frases/Ideias relevantes • “- Sei que é generosa demais para andar a brincar comigo. Se os seus sentimentos são ainda os mesmos que manifestou em abril passado, diga-mo imediatamente. O meu afeto e os meus desejos permanecem inalterados, mas basta uma palavra sua para que nunca mais lhe fale neste assunto.” pag. 239