O rapaz do rio rodrigo

1.060 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.060
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O rapaz do rio rodrigo

  1. 1. Trabalho elaborado por: Rodrigo Ferreira
  2. 2. INDICE- Ficha técnica do livro- Biobibliografia de Tim Bowler- Relatório de leitura- Apresentação geral do livro(resumo)- Personagens- Frases/Ideias marcantes- Reação pessoal á obra- Conclusão
  3. 3. Ficha técnica do livro Título : O Rapaz do Rio Autor : Tim Bowler Editora : Editorial Presença Local da edição : [s.l.] Data da edição : [s.d]
  4. 4. Bibliografia de Tim BowlerTim Bowler nasceu na localidade de Leigh-on-Sea, e foieducado na escola de Westcliff, uma escola só pararapazes, e na Universidade de East Anglia, onde estudouestudos suecos e escandinavos.Bowler escreveu obras como :- Caça tempestades ;- O Rapaz do Rio ;- Brincar com a morte ;- Sombras ;- Rock de dragões ;- Apocalipse .
  5. 5. Relatório de LeituraPeríodo de leitura : Dia de iniciação - 05/10/2011 Dia de Conclusão – 22/10/2011Relação título-obra :A obra fala-nos de uma jovem, Jess, e do seu avô e da forte ligaçãoque existia entre ambos. Num Verão, Jess foi passar alguns dias deférias com o avô, o que a deixou muito feliz, pois gostava muito dele,mas quando chegou a casa onde este cresceu soube que o avô tinhapouco tempo de vida. Apesar de muito doente, o avô da jovemdedicava-se a terminar um quadro a que chamou de “O Rapaz doRio”, pelo que a menina resolveu ajudá-lo e ambos reforçaram arelação que já tinham. Foi em redor deste quadro que se desenroloutoda a história e foram trabalhados os assuntos mais importantes.
  6. 6. Apresentação geral do livroA obra conta a história de uma rapariga que adorava nadar chamada Jess. Quando Jess nadava na piscina, o seu avô teve um ataque cardíaco. Como o avô era teimoso, apesar de doente quis ir de ferias. Foram para uma casa onde o avô cresceu. O avô levou com ele um quadro que estava a pintar chamado "O Rapaz do Rio", que era muito diferente dos outros que fizera. Nunca antes tinha dado um nome a um quadro.No quarto de Jess ouvia-se o som do riacho quecorria ao lado da casa onde passava as ultimasférias com o avô.
  7. 7. Numa manhã os pais de Jess foram dar um passeio, enquanto ela ficava a tomar conta do avô. Este tinha ficado a acabar o quadro. Nesse momento o avô teve outro ataque de coração, mas Jess prometeu que aquele episódio ficaria apenas entre eles.Depois desse acontecimento Jess foi dar um passeio e viu um rapaz na beira do riacho, mas num piscar de olho o rapaz tinha desaparecido. Desanimada, voltou para casa.À noite Jess voltou a ver o rapaz , desta vez junto ao rio. Desde essa altura passou a chamar-lhe, rapaz do rio.
  8. 8. No dia seguinte o avô voltou a pintar o quadro, mas desta vez quis que Jess se fosse embora. Ela afastou-se mas ficou a observar o avô de longe. Foi nesse preciso momento que o rapaz do rio reapareceu, e a jovem distraiu-se a olhar para ele. Desta vez Jess conseguiu vê-lo nadar e se nadava bastante bem e depressa, afastando-se.Quando Jess regressou não viu o avô. Este tinha desaparecido… Mais tarde Jess encontra-o. Estava dentro do “caixão”, a mala de viagem que o pai de Jess inventara.Alguns dias depois o avô chamou Jess para lhe dizer que tinha “desistido”… de pintar o quadro. Jess correu para o rio e chorou.
  9. 9. Foi nesse momento que reparou que o rapaz do rio estava atrás dela. Ela pediu-lhe um conselho acerca do avô e o rapaz disse-lhe para ser as mãos do seu avô, visto que ele não tinha força nas suas, e pediu-lhe que tivesse na nascente do rio na manhã seguinte para lhe fazer um favor.Jess seguiu os conselhos do rapaz e ajudou o avô a acabar o quadro, mesmo antes deste ir para o hospital. Mas quando terminou o quadro achou-o feio, muito pior do que antes da sua ajuda.De madrugada subiu a nascente ansiosa por saber que pedido tinha o rapaz do rio para lhe fazer, mas o pedido foi perturbador e ela não pode ajudá-lo.
  10. 10. Quando regressou a casa, o carro dos seus pais não estava lá, tal como os pais e o avô. Esperava-a Alfred que lhe contou que o avô tinha tido outro ataque e que estava muito mal, por isso, o pai e a mãe levaram-no para o hospital de Braymouth .Ao aperceber-se da gravidade do estado de saúde do avô, Jess atirou-se ao rio com dois objectivos: o de apanhar o rapaz do rio, na sua “viagem” e o de chegar a Braymouth para ir ter ao hospital.Jess causara muitas preocupações aos pais durante aquelas nove horas a nado. Quando a apanharam, os polícias levaram-na para o hospital, a pedido dos pais, mas já era tarde de mais, o avô morrera à meia hora.
  11. 11. Depois do funeral , no crematório, ela foi até à nascente do rio e espalhou, pouco a pouco,as cinzas do avô pelo rio abaixo.
  12. 12. Personagens- Jess ; - Avô ; - Pai ; - Mãe ; - Alfred ; - Sr. Gray ; - Srª Gray .
  13. 13. Frases/Ideias marcantes“Porém o espírito do rapaz do rio estava apenas nela.”Esta obra centra-se em quatros ideias principais e que marcam o desenvolvimento de toda a história. O autor aborda a vida, a morte, a perda de alguém que nos é querido e como isso influencia o desenvolvimento de uma pessoa.
  14. 14. Reação pessoal á obraSinceramente este não é o meu estilo de leitura preferido, é uma obra melancólica e muito parada e eu gosto de leituras com mais acção, no entanto reconheço que é uma história interessante e que nos faz pensar acerca do valor das pessoas para nós, principalmente quando morrem.
  15. 15. Conclusão Eu gostei de fazer este trabalho porque foi um trabalho interessante, embora a leitura da obra não tenha sido muito fácil, mas ajudou-me a pensar sobre os temas que o autor falou.

×