Zoologia pronto tassi e paula

9.488 visualizações

Publicada em

0 comentários
11 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.488
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
461
Comentários
0
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Zoologia pronto tassi e paula

  1. 1. Zoologia Zoologia para o Vestibular Zoologia ZOOLOGIA
  2. 2. ZOOLOG I A ZOOLOGIA
  3. 3. Características Gerais <ul><li>Poríferos; </li></ul><ul><li>Cnidários; </li></ul><ul><li>Platelmintos; </li></ul><ul><li>Asquelmintos; </li></ul><ul><li>Anelídeos; </li></ul><ul><li>Artrópodes; </li></ul><ul><li>Moluscos; </li></ul><ul><li>Equinodermos; </li></ul><ul><li>Cordados. </li></ul> ZOOLOGIA
  4. 4. Poríferos: esponjas <ul><li>Desenvolvimento embrionário: sem folhetos embrionários; </li></ul><ul><li>Tecidos: não definidos; </li></ul><ul><li>Corpo: </li></ul><ul><li>revestido por pinacócitos, interrompida por porócitos (óstios); </li></ul><ul><li>Cavidade interior – átrio, espongiocele e ósculo. </li></ul><ul><li>Alimentação: são filtradores, capturam seres unicelulares; </li></ul><ul><li>Reprodução: </li></ul><ul><li>Assexuada: brotamento ou regeneração; </li></ul><ul><li>Sexuada: sexuada por formação de larva móveis -anfiblástula e parenquímula). </li></ul> ZOOLOGIA
  5. 6. Cnidários: corais, águas-vivas, anêmonas e hidras <ul><li>Desenvolvimento embrionário: diblásticos; </li></ul><ul><li>Tecidos: epiderme com células sensoriais (mioepiteliais) e cnidócitos e gastroderme; </li></ul><ul><li>Corpo: </li></ul><ul><li>Pólipo: forma fixa, cilíndrica, abertura bucal rodeada de tentáculos; </li></ul><ul><li>Medusa: vida livre, arredondada, boca na face inferior e tentáculos na periferia do corpo; </li></ul><ul><li>Exoesqueleto: presença de exoesqueleto na epiderme de corais; </li></ul><ul><li>Alimentação: digestão intracelular e extracelular; </li></ul><ul><li>Reprodução: </li></ul><ul><li>Assexuada: brotamento ou estrobilização (o corpo se divede em várias partes); </li></ul><ul><li>Sexuada:sexo separado, fecundação externa, formação de larva ciliada -plânula. </li></ul> ZOOLOGIA
  6. 8. Platelmintos: planárias, solitárias e esquistossomos <ul><li>Desenvolvimento embrionário: triblásticos e acelomados </li></ul><ul><li>Tecidos: a mesoderme dá origem aos preenchimentos entre os órgãos; </li></ul><ul><li>Corpo: achatado e alongados, com duas regiões distinguíveis: cabeça e região caudal; </li></ul><ul><li>Alimentação: alguns parasitas; </li></ul><ul><li>Reprodução: </li></ul><ul><li>Assexuada: por laceração (corpo dividido em duas partes); </li></ul><ul><li>Sexuada: tênia (hermafroditas ou monóicas) e esquistossomos (dióicos). </li></ul> ZOOLOGIA
  7. 10. Asquelmintos: Ascaris , filária, ancilóstomo <ul><li>Desenvolvimento embrionário: triblásticos, pseudocelomados; </li></ul><ul><li>Tecidos: epiderme secreta cutícula, película resistente; </li></ul><ul><li>Corpo: vermes cilíndricos, afilados nas extremidades; </li></ul><ul><li>Alimentação: parasitas, primeiro a apresentar tubo digestório completo (boca e anus); </li></ul><ul><li>Reprodução: </li></ul><ul><li>Sexuada: na maioria, sexo separado e fecundação interna. </li></ul> ZOOLOGIA
  8. 12. Anelídeos: minhocas, poliquetas e sanguessugas <ul><li>Desenvolvimento embrionário: triblásticos, únicos celomados e segmentados; </li></ul><ul><li>Tecidos: epiderme com cutícula externa; </li></ul><ul><li>Corpo: com segmentação (metâmeros) externa e interna; </li></ul><ul><li>Alimentação: diversa e sistema digestório variando de acordo com o tipo de alimentação; </li></ul><ul><li>Reprodução: podem ser hermafroditas com fecundação cruzada (classe Oligochaeta-minhoca) e de sexos separados (classe Polychaeta- Nereis. </li></ul> ZOOLOGIA
  9. 14. Artrópodes: insetos, crustáceos, aracnídeos, quilópodes, diplópodes <ul><li>Desenvolvimento embrionário: triblásticos, celomados. </li></ul><ul><li>Tecidos: exoesqueleto de quitina; </li></ul><ul><li>Corpo: segmentado por anéis fundidos formando tagmas, recoberto por exoesqueleto de quitina e cera. Realizam ecdise; </li></ul><ul><li>Alimentação: diversificada com aparelhos bucais adaptados; </li></ul><ul><li>Reprodução: Assexuada </li></ul><ul><ul><li>Os sexos são separados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Artrópodos aquáticos: fertilização externa; </li></ul></ul><ul><ul><li>Artrópodos terrestres: fertilização interna. </li></ul></ul> ZOOLOGIA
  10. 16. Moluscos : caracóis, lulas <ul><li>Desenvolvimento embrionário: triblásticos, celomados. </li></ul><ul><li>Tecidos: </li></ul><ul><li>Corpo: dividido em três partes: cabeça ou região cefálica, pé e massa visceral, a maioria secreta concha calcária e não são segmentados; </li></ul><ul><li>Alimentação: apresentam boca semelhante a uma língua com pequenos dentes de quitina que tritura o alimento; </li></ul><ul><li>Reprodução: Sexuada </li></ul><ul><ul><li>Os sexos são separados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Artrópodos aquáticos: fertilização externa; </li></ul></ul><ul><ul><li>Artrópodos terrestres: fertilização interna. </li></ul></ul> ZOOLOGIA
  11. 18. Equinodermos: estrelas-do-mar, lírios-do-mar e ouriços-do-mar <ul><li>Desenvolvimento embrionário: triblásticos, celomados. </li></ul><ul><li>Tecidos: corpo recoberto por epiderme, sob a qual está o esqueleto com placas calcárias e espinhos; </li></ul><ul><li>Corpo: de simetria metâmera, ou seja, corpo dividido em cinco planos em volta da boca; </li></ul><ul><li>Alimentação: há equinodermos com dentes (lanterna-de-aristóteles), estrelas-do-mar são carnívoras, ofiúros colhem detritos orgânicos; </li></ul><ul><li>Reprodução: </li></ul><ul><li>Os sexos são separados; </li></ul><ul><li>Fecundação externa, passando por estágios larvais; </li></ul><ul><li>Com capacidade de regeneração. </li></ul> ZOOLOGIA
  12. 20. CORDADOS por Ana Paula Cruz
  13. 21. Cordados <ul><li>CARACTERÍSTICAS EXCLUSIVAS </li></ul><ul><li>Notocorda- Bastão flexível- Sustentação – Nos Vertebrados Substituída pela coluna vertebral. </li></ul><ul><li>Tubo Neural Dorsal- Origina o sistema nervoso central e aparece acima da notocorda; </li></ul><ul><li>Fendas Braquiais na Faringe- Em algumas espécies presentes apenas no embrião - Desaparece nos cordados terrestres; </li></ul><ul><li>Cauda Muscular- pós anal apresenta diferentes graus de desenvolvimento e pode estar ausente no adulto. </li></ul>
  14. 22. Cordados <ul><li>ORGANISMOS EM QUE O DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO APRESENTA </li></ul><ul><li>Blástula- gastrula- Folhetos germinativos (tecidos embrionários); </li></ul><ul><li>Celomados- mesoderma forma uma cavidade oca entre a ectoderma e o endoderma; </li></ul><ul><li>Protostômicos - Blastóporo dá origem a boca; </li></ul><ul><li>Deuterostômicos - Blastóporo dá origem ao ânus; </li></ul>
  15. 23. Principais Subdivisões do Filo dos Cordados <ul><li>PROTOCORDADOS </li></ul><ul><li>Urocordados </li></ul><ul><li>Cefalocordados </li></ul><ul><li>VERTEBRADOS </li></ul><ul><li>Peixes </li></ul><ul><li>Anfíbios </li></ul><ul><li>Répteis </li></ul><ul><li>Aves </li></ul><ul><li>Mamíferos </li></ul>
  16. 24. Urocordados <ul><li>Filtradores </li></ul><ul><li>Marinhos; Sésseis; </li></ul><ul><li>Morfologia - Corpo Coberto por uma TÚNICA exoesquelética; faringe perfurada altamente desenvolvida; </li></ul><ul><li>Notocorda e o Cordão nervoso – ausentes no adulto; </li></ul><ul><li>Reprodução – Assexuada; são monóicos </li></ul>
  17. 25. Cefalocordados <ul><li>Morfologia - formato pisciforme e achatados bilateralmente; </li></ul><ul><li>Nortocorda ocupa a maior parte dos corpos; </li></ul><ul><li>Habitat - animais de vida marinha; </li></ul><ul><li>Reprodução - são dióicos com fecundação externa; </li></ul><ul><li>As fendas branquiais servem para a filtração de alimentos em suspensão na água. </li></ul>
  18. 26. Peixes <ul><li>Morfologia - Corpo hidrodinâmico alongado; ausência de patas e presença de nadadeiras; </li></ul><ul><li>Pele – com escamas; </li></ul><ul><li>Todos os seus representantes são de ambiente aquático; </li></ul><ul><li>Respiração - brânquial; </li></ul><ul><li>Reprodução – Sexuada, fecundação interna condrictes e externa osteíctes. </li></ul>
  19. 27. Osteíctes <ul><li>Endoesqueleto ósseo; </li></ul><ul><li>Opérculo – osso que recobre as brânquias; </li></ul><ul><li>Habitat – aquático; </li></ul><ul><li>Possuem órgão especializado - bexiga natatória - interior preenchido por gases desprendidos de glândulas de gás; </li></ul><ul><li>Corpo recoberto por escamas dérmicas; </li></ul><ul><li>Presença de glândulas produtoras de muco na pele; </li></ul>
  20. 28. Condrictes <ul><li>Endoesqueleto cartilaginosos; </li></ul><ul><li>Não possuem bexiga natatória – precisam ficar em movimento constante para conseguir nadar. </li></ul><ul><li>Possuem 5 pares de fendas branquiais; </li></ul><ul><li>Fecundação interna; são ovíparos, ovovivíparos e vivíparos; </li></ul><ul><li>Possuem dismorfismo sexual; </li></ul><ul><li>São carnívoros. </li></ul>
  21. 29. Anfíbios <ul><li>Morfologia – 4 pares de patas no adulto, olhos com pálpebras, larva hidrodinâmica – são os primeiros tetrápodes; </li></ul><ul><li>Pele – permeável e glândulas mucosas – sujeita a desidratação; </li></ul><ul><li>Respiração cutânea e pulmonar nos adultos, branquial na fase larval. </li></ul>
  22. 30. Anfíbios <ul><li>Desenvolvimento é indireto (há fase larval) </li></ul><ul><li>As larvas possuem respiração exclusivamente branquial – são dependentes da água; </li></ul><ul><li>Reprodução – Sexuada dependente da água; fecundação externa. </li></ul>
  23. 31. Répteis <ul><li>Primeira classe de vertebrado totalmente independente do meio aquático. </li></ul><ul><li>Morfologia – tetrápodes – alguns com carapaça; </li></ul><ul><li>Pele – impermeável com queratina e placas córneas; </li></ul><ul><li>Respiração – pulmonar; </li></ul><ul><li>Reprodução – sexuada, fecundação interna, ovos com casca e anexos embrionários – adaptação ao meio terrestre. </li></ul>
  24. 32. Répteis <ul><li>Hábitos alimentares; </li></ul><ul><li>Cobras – carnívoras </li></ul><ul><li>Iguanas – Herbívoras </li></ul><ul><li>Desenvolvimento direto – não há fase larval; </li></ul><ul><li>São abundantes e mais diversificados em regiões de clima quente – heterotérmicos. </li></ul>
  25. 33. Aves <ul><li>Morfologia – corpo aerodinâmico, penas, ossos pneumáticos, bico córneo; </li></ul><ul><li>Pele – Impermeável com queratina, glândulas uropigianas; </li></ul><ul><li>Respiração – pulmonar; </li></ul><ul><li>Reprodução – sexuada, fecundação interna, ovos com casca e anexos embrionários; </li></ul>
  26. 34. Aves <ul><li>Desenvolvimento direto; não existe fase larval; </li></ul><ul><li>Controle térmico – homeotérmicos; </li></ul><ul><li>Adaptações do vôo - asas associadas a musculatura peitoral desenvolvida; ossos pneumáticos; ausência de bexiga; forma aerodinâmica do corpo; pulmões com anexos – sacos aéreos. </li></ul>
  27. 35. Mamíferos <ul><li>Morfologia – Pêlos, músculo diafragma, glândulas mamárias, ouvido médio com 3 ossículos; </li></ul><ul><li>Pele – impermeável, com pêlos; </li></ul><ul><li>Respiração – pulmonar; </li></ul><ul><li>Controle térmico – homeotérmicos; </li></ul><ul><li>Reprodução – Sexuada, fecundação interna, protérios ovíparos, metatérios marsupiais, eutérios placentários. </li></ul>
  28. 36. Mamíferos <ul><li>Placentários </li></ul><ul><li>Artiodáctilos – Número par de dedos nas patas e cascos; </li></ul><ul><li>Carnívoros – Dentes caninos e predadores; </li></ul><ul><li>Cetáceos – animais aquáticos sem membros posteriores, parecidos com peixes; </li></ul><ul><li>Primatas – crânio grande e encéfalo desenvolvido. </li></ul>
  29. 37. Mamíferos <ul><li>Monotermados – ovíparos – não possuem placenta; </li></ul><ul><li>Marsupiais – as fêmeas possuem bolsa de pele no abdome - marsúpio – o qual os filhotes imaturos se desenvolvem; </li></ul>
  30. 38. CRITÉRIOS UTILIZADOS PARA DIVISÃO DA CLASSE DE VERTEBRADOS <ul><li>Mandíbulas; </li></ul><ul><li>Patas - divide peixes dos restantes; </li></ul><ul><li>Esqueleto ósseo - divide osteíctes e condrictes; </li></ul><ul><li>Pele impermeável - divide os anfíbios dos demais vertebrados terrestres; </li></ul><ul><li>Homotermia – divide os vertebrados terrestres em répteis e demais; </li></ul><ul><li>Glândulas mamárias e pêlos – separa aves de mamíferos. </li></ul>
  31. 39. Filogenia dos Cordados

×