SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
Universidade do Estado da Bahia – UNEB
               Departamento de Ciências Exatas e da Terra – DCET
                   Curso: Licenciatura em Ciências Biológicas
                      Disciplina: Estágio Supervisionado II
                            Docente: Claudia Regina
                      Discente: Cristiane Silva Nascimento




                        PLANO DE AULA SEMANAL 01




COLÉGIO: ESTADUAL BRAZILINO VIEGAS
PERÍODO: 14 DE OUTUBRO DE 2010
REGENTE: CRISTIANE SOUZA
TEMA: Digestão


Tempo previsto: 100 minutos (2 aulas).


Subtema:
     Aspectos gerais da digestão;
     O processo digestivo;
     Enzimas digestivas;
     A digestão no ser humano;
     Regulação da digestão.


OBJETIVOS
    Descrever como ocorre o processo de digestão no ser humano;
    Conhecer os órgãos que compõem o sistema digestório;
    Manusear dois comprimidos efervescentes a fim de realizar experimento sobre a
       mastigação (experimento em anexo);
    Levantar dúvidas acerca dos conteúdos explanados.
CONTEÚDOS


- Conceituais
    Compreensão do processo digestivo;
    Descrever como as enzimas digestivas agem no nosso organismo;
    Caracterização dos órgãos que compõem o sistema digestório.


- Procedimentais
    Observação da explanação do conteúdo;
    Levantamento de dúvidas acerca dos conteúdos explanados;
    Observação do experimento realizado em sala.


- Atitudinais
    Validação da importância da digestão para a manutenção fisiológica do ser
       humano;
    Interessar-se por aspectos relacionados ao corpo humano;
    Conscientização da importância de conhecer a estrutura dos órgãos que
       compõem o sistema digestivo.


PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
Discussão;
Resolução de atividade (em anexo);


       Sequência didática:
       A aula se iniciará com uma breve apresentação dos alunos para melhor
entrosamento com a sala. Logo após as apresentações o tema (digestão) será exposto,
com diálogo e demonstrações didáticas com o uso de data show e utilizando o quadro
quando necessário.
       Dois comprimidos efervescentes serão manuseado a fim de realizar experimento
que ajudem a entender a importância da mastigação.
       Haverá a exibição de um vídeo para melhor aprendizagem e logo após um
exercício será proposto para fixar o assunto.
 Recursos didáticos
Data show, piloto, quadro branco, dois comprimidos efervescente, dois copos com água.


AVALIAÇÃO
Participação na aula e resolução do exercício.


OBSERVAÇÃO
       Os alunos se demonstraram bastante interessados.
       Pude perceber que os vídeos chamaram bastante a atenção deles. Alguns fizeram
perguntas e tiraram dúvidas ao decorrer dos slides.
       Quando o experimento com os comprimidos efervescente foi feito em sala notei
que o interesse foi maior, todos fizeram questão de ver o experimento.


REFERÊNCIAS


    JUNIOR, César da Silva e SEZAR, Sasson. Biologia volume II 2ª série, Seres
       Vivos: estrutura e função 8ª edição. Editora: Saraiva 2005.


    LOPES, Sônia e ROSSO, Sérgio. Biologia volume único. Editora: Saraiva São
       Paulo 2005.
Anexo
COLÉGIO ESTADUAL BRAZILINO VIEGAS
Professora regente: Cristiane Souza
Estagiária: Cristiane Silva Nascimento
Série: 2º ano


                                Atividade de Biologia

   1- Qual é o papel da digestão?
       Transformar as moléculas grandes e complexas dos alimentos em outras,
       pequenas, simples e solúveis.


   2- A digestão abrange dois processos, o mecânico e o químico. Explique como
       eles ocorrem.
    Mecânico: Corresponde a mastigação, a deglutição e a o peristaltismo que são
       controlados por ação nervosa, voluntária ou não.
    Químico: Depende da produção e ação de numerosas enzimas e de outras
       substancias auxiliares que são reguladas por ação nervosa e hormonal.


   3- Quais são os órgãos que compõem o sistema digestivo humano?
       Boca, faringe, esôfago, estomago,intestino delgado, intestino grosso, reto e ânus.


   4- Sabemos que a bile é uma substância produzida pelas células do fígado e
       armazenada na vesícula biliar, é uma solução amarelo-esverdeada e sem
       enzimas digestivas. Explique qual é a sua função e como ela age no nosso
       organismo?
       Tem uma forte ação emulsificante, que funciona como um verdadeiro
       detergente, transformando as gorduras em finíssimas partículas, facilitando sua
       digestão pelas lípases do suco pancreático e do suco intérico (intestinal). Além
       da ação laxativa, a bile favorece a absorção das vitaminas lipossolúveis que se
       encontram misturadas as gorduras dos alimentos em digestão.
5- A digestão se inicia na boca com a mastigação e a atividade da amilase
   salivar ou ptialina (enzima digestiva contida na saliva). Qual é a glândula
   que produz a ptialina?
   Glândulas salivares


6- A parede do duodeno produz enzimas digestivas e nessa região do intestino
   delgado desembocam canais provenientes de dois órgãos que são exclusivos
   dos vertebrados. Quais são eles?
   O fígado e o pâncreas


7- O produto final da digestão e parte da água e dos sais minerais passa do
   intestino delgado para a circulação. Que nome se dá a esse processo?
   Absorção




                                                                      Sucesso!
Experimento


Materiais:
      2 copos com água, 2 comprimidos efervescentes

Procedimento:
       Triture um dos comprimidos sobre uma folha de papel. Coloque
simultaneamente o tablete inteiro em um copo com água e o triturado no outro.

Conclusão
       O triturado se dissolve bem mais rápido. Essa é uma das características
da digestão: quanto menores os pedaços de alimento, mais rapidamente os
nutrientes presentes nele são absorvidos pelo organismo.
Slides




                                                                  O que é digestão ?


                                                                  • É o conjunto de reações químicas por meio das
                                                                    substancias complexas;

                 Digestão                                         • A ingestão de grandes moléculas, como proteínas,
                                                                    lipídios e alguns glicídios, exigem que elas sejam
                                                                    transformadas em moléculas menores para que
                                                                    possam ser utilizadas pelas células.




                                                                           O Processo Digestivo
            As Enzimas Digestórias
• Cada tipo de enzima é                                           • Processos Mecânicos: mastigação, deglutição
  capaz    de    digerir                             pH 7,0         e o peristaltismo;
  somente determinada                                pH 2,0

  espécie de molécula
                                                   pH 8,0 – 9,0
  presentes         nos
  alimentos;                                       pH 8,0 – 9,0


                                                   pH 8,0 – 9,0
                                                                  • Processos Químicos: ação dos sucos
                                                  pH 8,0 – 9,0
                                                                    digestórios no nosso organismo. Esses sucos
                                                  pH 8,0 – 9,0      contem enzimas digestórias.
                                                  pH 8,0 – 9,0



                                                  pH 8,0 – 9,0




                                                                  • A digestão se inicia na boca com a mastigação e a
         A Digestão no Ser Humano                                   atividade da amilase salivar ou ptialina (enzima
                                                                    digestiva contida na saliva), a ptialina é produzida
                                                                    pelas glândulas salivares;
                           O tubo digestivo apresenta
                              as seguintes regiões:
                             boca, faringe, esôfago,              • O bolo alimentar é empurrado para a faringe de
                               estômago, intestino
                           delgado, intestino grosso,
                                                                    onde passa para o esôfago e deste para o
                                       reto                         estomago.
                                     e ânus.
• A ligação do esôfago com o estômago é feita
  por meio de uma esfíncter muscular chamado
  esfíncter da cárdia;                                             • Os movimentos peristálticos do estômago facilitam a
                                                                     atuação do suco gástrico e empurram o quimo para
                                                                     o intestino delgado;
• No estômago, o alimento sofre a ação da
  pepsina, enzima digestiva produzida por                          • Entre o estômago e o intestino delgado existem um
  glândulas da parede do estômago;                                   esfíncter muscular chamado esfíncter pilórico
                                                                     (mantém o alimento no estômago e impede o
                                                                     retorno do alimento parcialmente digerido).
• Glândulas da parede do estomago produzem o
  ácido clorídrico (HCI).




                                                                     • A parede do duodeno produz enzimas digestivas e
                                                                       nessa região do intestino delgado desembocam
• O intestino delgado se divide em três regiões:                       canais provenientes do fígado e do pâncreas;

                                                                     • O fígado: é uma glândula tubular composta
  Duodeno: região
  mais anterior e
                     Jejuno:      região
                     mediana que mede
                                           Íleo:        região
                                           posterior que mede
                                                                       modificada, pesa cerca de 1,5 kg, desempenha várias
  mede cerca de 25   cerca de 4,5 m        cerca de 1,5 m              funções como armazenamento de glicogênio, síntese
  cm
                                                                       de uréia degradação de álcool entre outras. Produz a
                                                                       bile.




• Bile: é formada em parte por resíduo do                        • Quilificação: é a transformação final do alimento que
  metabolismo do colesterol e da degradação de                     ocorre no intestino delgado;
  hemácias e por bicarbonato, e em parte por
  substâncias que emulsionam gorduras;                                  Produto final da digestão (intestino delgado)
• O pâncreas: produz bicarbonato e várias enzimas                                  a circulação = Absorção.
  digestivas que são liberadas no duodeno;
  Duodeno: ocorre o processo final da digestão. No               • Vilosidade: aumenta a superfície de absorção
  jejuno e no íleo ocorre 90% da absorção dos
  nutrientes.
• A porção final do intestino delgado, o íleo, comunica-
• Capilares sanguíneos: recebem aminoácidos, glicose       se com a porção inicial do intestino grosso, o ceco
  e sais minerais, levam o alimento digerido para o        intestinal. Associado ao ceco existe a apêndice
  fígado, de onde é distribuído para todo o corpo ;        vermiforme, praticamente sem função na espécie
                                                           humana;
• Capilares linfáticos: recolhem a água e os lipídios,    • O restante do intestino grosso se divide em
  tem fundo cego, são denominados de vasos                cólon ascendente, cólon transverso, cólon
  quilíferos, não passam pelo fígado e lançam seus        descendente e reto.
  produtos na circulação sanguínea;




 O Controle dos Processos Digestivos
• Os processos digestivos são controlados pelo sistema
  nervoso autônomo e por hormônios;                                              Origd!
                                                                                  b aa


                                                                                              Cristiane Silva Nascimento

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório de observação
Relatório de observaçãoRelatório de observação
Relatório de observaçãoArte Tecnologia
 
Aula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aulaAula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aulaKarlla Costa
 
Modelo banner 90 x 120
Modelo banner 90 x 120Modelo banner 90 x 120
Modelo banner 90 x 120PotenzaWD
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPwww.estagiosupervisionadofip.blogspot.com
 
Algumas considerações para o uso do Teste das Trilhas na avaliação neuropsico...
Algumas considerações para o uso do Teste das Trilhas na avaliação neuropsico...Algumas considerações para o uso do Teste das Trilhas na avaliação neuropsico...
Algumas considerações para o uso do Teste das Trilhas na avaliação neuropsico...Amer Hamdan
 
Neurofarmacologia da neurotransmissão GABAérgica e glutamatérgica
Neurofarmacologia da neurotransmissão GABAérgica e glutamatérgicaNeurofarmacologia da neurotransmissão GABAérgica e glutamatérgica
Neurofarmacologia da neurotransmissão GABAérgica e glutamatérgicaCaio Maximino
 
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de Aprendizagem
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de AprendizagemAula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de Aprendizagem
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de AprendizagemFernando S. S. Barbosa
 
Teste inteligencia multiplas
Teste inteligencia multiplasTeste inteligencia multiplas
Teste inteligencia multiplasLeila Miranda
 
Plano de aula - Plantas medicinais
Plano de aula - Plantas medicinaisPlano de aula - Plantas medicinais
Plano de aula - Plantas medicinaisLucianaOliveira403
 
Carta de-intencao-modelo
Carta de-intencao-modeloCarta de-intencao-modelo
Carta de-intencao-modeloEzinalva Lima
 
O ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológiasO ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológiasRenato De Souza Abelha
 
Plano de aula de ciencias
Plano de aula de cienciasPlano de aula de ciencias
Plano de aula de cienciasRosinhamk
 
Volição, psicomotricidade, e pensamento
Volição, psicomotricidade, e pensamentoVolição, psicomotricidade, e pensamento
Volição, psicomotricidade, e pensamentoCaio Maximino
 

Mais procurados (20)

Relatório de observação
Relatório de observaçãoRelatório de observação
Relatório de observação
 
Aula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aulaAula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aula
 
Modelo banner 90 x 120
Modelo banner 90 x 120Modelo banner 90 x 120
Modelo banner 90 x 120
 
Resenha de filme pdf
Resenha de filme   pdfResenha de filme   pdf
Resenha de filme pdf
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
 
Algumas considerações para o uso do Teste das Trilhas na avaliação neuropsico...
Algumas considerações para o uso do Teste das Trilhas na avaliação neuropsico...Algumas considerações para o uso do Teste das Trilhas na avaliação neuropsico...
Algumas considerações para o uso do Teste das Trilhas na avaliação neuropsico...
 
Neurofarmacologia da neurotransmissão GABAérgica e glutamatérgica
Neurofarmacologia da neurotransmissão GABAérgica e glutamatérgicaNeurofarmacologia da neurotransmissão GABAérgica e glutamatérgica
Neurofarmacologia da neurotransmissão GABAérgica e glutamatérgica
 
Fitoterapia
FitoterapiaFitoterapia
Fitoterapia
 
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de Aprendizagem
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de AprendizagemAula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de Aprendizagem
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de Aprendizagem
 
Teste inteligencia multiplas
Teste inteligencia multiplasTeste inteligencia multiplas
Teste inteligencia multiplas
 
Plano de aula - Plantas medicinais
Plano de aula - Plantas medicinaisPlano de aula - Plantas medicinais
Plano de aula - Plantas medicinais
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Apresentação: Fundamentos da Psicopedagogia
Apresentação: Fundamentos da PsicopedagogiaApresentação: Fundamentos da Psicopedagogia
Apresentação: Fundamentos da Psicopedagogia
 
Carta de-intencao-modelo
Carta de-intencao-modeloCarta de-intencao-modelo
Carta de-intencao-modelo
 
Relatório do pibid
Relatório do pibidRelatório do pibid
Relatório do pibid
 
O ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológiasO ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológias
 
Plano de aula de ciencias
Plano de aula de cienciasPlano de aula de ciencias
Plano de aula de ciencias
 
Exemplo. plano de aula
Exemplo. plano de aulaExemplo. plano de aula
Exemplo. plano de aula
 
Volição, psicomotricidade, e pensamento
Volição, psicomotricidade, e pensamentoVolição, psicomotricidade, e pensamento
Volição, psicomotricidade, e pensamento
 
Relatório do projeto
Relatório do projetoRelatório do projeto
Relatório do projeto
 

Semelhante a Plano de aula digestão 1

Plano de aula 01 sistema digestório
Plano de aula 01 sistema digestórioPlano de aula 01 sistema digestório
Plano de aula 01 sistema digestóriofamiliaestagio
 
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpoAula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpoRodrigoSousa736857
 
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptx
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptxFISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptx
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptxRonaldoAlves313237
 
Fisiologia - Sistema Digestorio
Fisiologia - Sistema DigestorioFisiologia - Sistema Digestorio
Fisiologia - Sistema DigestorioPedro Miguel
 
Aula 8º ano - A digestão dos alimentos
Aula 8º ano - A digestão dos alimentosAula 8º ano - A digestão dos alimentos
Aula 8º ano - A digestão dos alimentosLeonardo Kaplan
 
Fisiologia do sistema digestivo
Fisiologia do sistema digestivoFisiologia do sistema digestivo
Fisiologia do sistema digestivoDyandra Fernanda
 
Corpo humano 8o ano sistema digestório parte 2
Corpo humano 8o ano   sistema digestório parte 2Corpo humano 8o ano   sistema digestório parte 2
Corpo humano 8o ano sistema digestório parte 2Nahya Paola Souza
 
Sistema digestório.pptx
Sistema digestório.pptxSistema digestório.pptx
Sistema digestório.pptxSmiaSantos7
 
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5Maria Freitas
 
Aula 09 sistema digestório
Aula 09   sistema digestórioAula 09   sistema digestório
Aula 09 sistema digestórioJonatas Carlos
 
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos AlimentosComo Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos AlimentosTookmed
 

Semelhante a Plano de aula digestão 1 (20)

Plano de aula 01 sistema digestório
Plano de aula 01 sistema digestórioPlano de aula 01 sistema digestório
Plano de aula 01 sistema digestório
 
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpoAula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
 
Histo fisiologia i
Histo fisiologia iHisto fisiologia i
Histo fisiologia i
 
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptx
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptxFISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptx
FISIOLOGIA E DIGESTÃO HUMANA .pptx
 
Fisiologia - Sistema Digestorio
Fisiologia - Sistema DigestorioFisiologia - Sistema Digestorio
Fisiologia - Sistema Digestorio
 
Aula 8º ano - A digestão dos alimentos
Aula 8º ano - A digestão dos alimentosAula 8º ano - A digestão dos alimentos
Aula 8º ano - A digestão dos alimentos
 
Fisiologia do sistema digestivo
Fisiologia do sistema digestivoFisiologia do sistema digestivo
Fisiologia do sistema digestivo
 
Corpo humano 8o ano sistema digestório parte 2
Corpo humano 8o ano   sistema digestório parte 2Corpo humano 8o ano   sistema digestório parte 2
Corpo humano 8o ano sistema digestório parte 2
 
Seminário fisiologia
Seminário fisiologiaSeminário fisiologia
Seminário fisiologia
 
Módulo 7 e 8 – sistema digestorio.alpha.2015
Módulo 7 e 8 – sistema digestorio.alpha.2015Módulo 7 e 8 – sistema digestorio.alpha.2015
Módulo 7 e 8 – sistema digestorio.alpha.2015
 
Módulo 7 e 8 – sistema digestório. Alpha 2015
Módulo 7 e 8 – sistema digestório. Alpha 2015Módulo 7 e 8 – sistema digestório. Alpha 2015
Módulo 7 e 8 – sistema digestório. Alpha 2015
 
Módulo 7 e 8 – sistema digestorio
Módulo 7 e 8 – sistema digestorioMódulo 7 e 8 – sistema digestorio
Módulo 7 e 8 – sistema digestorio
 
fisiologia sis digest
fisiologia sis digestfisiologia sis digest
fisiologia sis digest
 
Sistema digestório.pptx
Sistema digestório.pptxSistema digestório.pptx
Sistema digestório.pptx
 
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
 
07. sistema digestivo
07. sistema digestivo07. sistema digestivo
07. sistema digestivo
 
1 sistema digestivo
1 sistema digestivo1 sistema digestivo
1 sistema digestivo
 
Aula 09 sistema digestório
Aula 09   sistema digestórioAula 09   sistema digestório
Aula 09 sistema digestório
 
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos AlimentosComo Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
 
Sistema digestório.pptx
Sistema digestório.pptxSistema digestório.pptx
Sistema digestório.pptx
 

Mais de familiaestagio

Cronograma cetep iv unidade
Cronograma  cetep iv unidadeCronograma  cetep iv unidade
Cronograma cetep iv unidadefamiliaestagio
 
Cronograma cetep iv unidade
Cronograma  cetep iv unidadeCronograma  cetep iv unidade
Cronograma cetep iv unidadefamiliaestagio
 
Planos de unidade corrigido
Planos de unidade corrigidoPlanos de unidade corrigido
Planos de unidade corrigidofamiliaestagio
 
Planos de aulas o correto
Planos de aulas  o corretoPlanos de aulas  o correto
Planos de aulas o corretofamiliaestagio
 
Plano de unidade adriana fernanades e deiseane meireles
Plano de unidade adriana fernanades e deiseane meirelesPlano de unidade adriana fernanades e deiseane meireles
Plano de unidade adriana fernanades e deiseane meirelesfamiliaestagio
 
Plano de aula adriana fernandes viii
Plano de aula adriana fernandes viiiPlano de aula adriana fernandes viii
Plano de aula adriana fernandes viiifamiliaestagio
 
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)Plano de aula adriana fernandes vii (prova)
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)familiaestagio
 
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)Plano de aula adriana fernandes vii (prova)
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)familiaestagio
 
Plano de aula adriana fernandes vi ( estudo dirigido)
Plano de aula adriana fernandes vi ( estudo dirigido)Plano de aula adriana fernandes vi ( estudo dirigido)
Plano de aula adriana fernandes vi ( estudo dirigido)familiaestagio
 
Plano de aula adriana fernandes v (teste)
Plano de aula adriana fernandes v (teste)Plano de aula adriana fernandes v (teste)
Plano de aula adriana fernandes v (teste)familiaestagio
 
Plano aula adriana fernandes iv
Plano aula adriana fernandes ivPlano aula adriana fernandes iv
Plano aula adriana fernandes ivfamiliaestagio
 

Mais de familiaestagio (20)

Portfólio ulisses
Portfólio   ulissesPortfólio   ulisses
Portfólio ulisses
 
Portfólio daniel
Portfólio   danielPortfólio   daniel
Portfólio daniel
 
Plano de aula 05
Plano de aula 05Plano de aula 05
Plano de aula 05
 
Plano de aula 04
Plano de aula 04Plano de aula 04
Plano de aula 04
 
Plano de aula 04
Plano de aula 04Plano de aula 04
Plano de aula 04
 
Plano de aula_03[1]
Plano de aula_03[1]Plano de aula_03[1]
Plano de aula_03[1]
 
Plano de aula 02
Plano de aula 02Plano de aula 02
Plano de aula 02
 
Plano de aula 01
Plano de aula 01Plano de aula 01
Plano de aula 01
 
Cronograma cetep iv unidade
Cronograma  cetep iv unidadeCronograma  cetep iv unidade
Cronograma cetep iv unidade
 
Cronograma cetep iv unidade
Cronograma  cetep iv unidadeCronograma  cetep iv unidade
Cronograma cetep iv unidade
 
Cronograma
CronogramaCronograma
Cronograma
 
Planos de unidade corrigido
Planos de unidade corrigidoPlanos de unidade corrigido
Planos de unidade corrigido
 
Planos de aulas o correto
Planos de aulas  o corretoPlanos de aulas  o correto
Planos de aulas o correto
 
Plano de unidade adriana fernanades e deiseane meireles
Plano de unidade adriana fernanades e deiseane meirelesPlano de unidade adriana fernanades e deiseane meireles
Plano de unidade adriana fernanades e deiseane meireles
 
Plano de aula adriana fernandes viii
Plano de aula adriana fernandes viiiPlano de aula adriana fernandes viii
Plano de aula adriana fernandes viii
 
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)Plano de aula adriana fernandes vii (prova)
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)
 
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)Plano de aula adriana fernandes vii (prova)
Plano de aula adriana fernandes vii (prova)
 
Plano de aula adriana fernandes vi ( estudo dirigido)
Plano de aula adriana fernandes vi ( estudo dirigido)Plano de aula adriana fernandes vi ( estudo dirigido)
Plano de aula adriana fernandes vi ( estudo dirigido)
 
Plano de aula adriana fernandes v (teste)
Plano de aula adriana fernandes v (teste)Plano de aula adriana fernandes v (teste)
Plano de aula adriana fernandes v (teste)
 
Plano aula adriana fernandes iv
Plano aula adriana fernandes ivPlano aula adriana fernandes iv
Plano aula adriana fernandes iv
 

Plano de aula digestão 1

  • 1. Universidade do Estado da Bahia – UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra – DCET Curso: Licenciatura em Ciências Biológicas Disciplina: Estágio Supervisionado II Docente: Claudia Regina Discente: Cristiane Silva Nascimento PLANO DE AULA SEMANAL 01 COLÉGIO: ESTADUAL BRAZILINO VIEGAS PERÍODO: 14 DE OUTUBRO DE 2010 REGENTE: CRISTIANE SOUZA TEMA: Digestão Tempo previsto: 100 minutos (2 aulas). Subtema:  Aspectos gerais da digestão;  O processo digestivo;  Enzimas digestivas;  A digestão no ser humano;  Regulação da digestão. OBJETIVOS  Descrever como ocorre o processo de digestão no ser humano;  Conhecer os órgãos que compõem o sistema digestório;  Manusear dois comprimidos efervescentes a fim de realizar experimento sobre a mastigação (experimento em anexo);  Levantar dúvidas acerca dos conteúdos explanados.
  • 2. CONTEÚDOS - Conceituais  Compreensão do processo digestivo;  Descrever como as enzimas digestivas agem no nosso organismo;  Caracterização dos órgãos que compõem o sistema digestório. - Procedimentais  Observação da explanação do conteúdo;  Levantamento de dúvidas acerca dos conteúdos explanados;  Observação do experimento realizado em sala. - Atitudinais  Validação da importância da digestão para a manutenção fisiológica do ser humano;  Interessar-se por aspectos relacionados ao corpo humano;  Conscientização da importância de conhecer a estrutura dos órgãos que compõem o sistema digestivo. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Discussão; Resolução de atividade (em anexo); Sequência didática: A aula se iniciará com uma breve apresentação dos alunos para melhor entrosamento com a sala. Logo após as apresentações o tema (digestão) será exposto, com diálogo e demonstrações didáticas com o uso de data show e utilizando o quadro quando necessário. Dois comprimidos efervescentes serão manuseado a fim de realizar experimento que ajudem a entender a importância da mastigação. Haverá a exibição de um vídeo para melhor aprendizagem e logo após um exercício será proposto para fixar o assunto.
  • 3.  Recursos didáticos Data show, piloto, quadro branco, dois comprimidos efervescente, dois copos com água. AVALIAÇÃO Participação na aula e resolução do exercício. OBSERVAÇÃO Os alunos se demonstraram bastante interessados. Pude perceber que os vídeos chamaram bastante a atenção deles. Alguns fizeram perguntas e tiraram dúvidas ao decorrer dos slides. Quando o experimento com os comprimidos efervescente foi feito em sala notei que o interesse foi maior, todos fizeram questão de ver o experimento. REFERÊNCIAS  JUNIOR, César da Silva e SEZAR, Sasson. Biologia volume II 2ª série, Seres Vivos: estrutura e função 8ª edição. Editora: Saraiva 2005.  LOPES, Sônia e ROSSO, Sérgio. Biologia volume único. Editora: Saraiva São Paulo 2005.
  • 5. COLÉGIO ESTADUAL BRAZILINO VIEGAS Professora regente: Cristiane Souza Estagiária: Cristiane Silva Nascimento Série: 2º ano Atividade de Biologia 1- Qual é o papel da digestão? Transformar as moléculas grandes e complexas dos alimentos em outras, pequenas, simples e solúveis. 2- A digestão abrange dois processos, o mecânico e o químico. Explique como eles ocorrem.  Mecânico: Corresponde a mastigação, a deglutição e a o peristaltismo que são controlados por ação nervosa, voluntária ou não.  Químico: Depende da produção e ação de numerosas enzimas e de outras substancias auxiliares que são reguladas por ação nervosa e hormonal. 3- Quais são os órgãos que compõem o sistema digestivo humano? Boca, faringe, esôfago, estomago,intestino delgado, intestino grosso, reto e ânus. 4- Sabemos que a bile é uma substância produzida pelas células do fígado e armazenada na vesícula biliar, é uma solução amarelo-esverdeada e sem enzimas digestivas. Explique qual é a sua função e como ela age no nosso organismo? Tem uma forte ação emulsificante, que funciona como um verdadeiro detergente, transformando as gorduras em finíssimas partículas, facilitando sua digestão pelas lípases do suco pancreático e do suco intérico (intestinal). Além da ação laxativa, a bile favorece a absorção das vitaminas lipossolúveis que se encontram misturadas as gorduras dos alimentos em digestão.
  • 6. 5- A digestão se inicia na boca com a mastigação e a atividade da amilase salivar ou ptialina (enzima digestiva contida na saliva). Qual é a glândula que produz a ptialina? Glândulas salivares 6- A parede do duodeno produz enzimas digestivas e nessa região do intestino delgado desembocam canais provenientes de dois órgãos que são exclusivos dos vertebrados. Quais são eles? O fígado e o pâncreas 7- O produto final da digestão e parte da água e dos sais minerais passa do intestino delgado para a circulação. Que nome se dá a esse processo? Absorção Sucesso!
  • 7. Experimento Materiais: 2 copos com água, 2 comprimidos efervescentes Procedimento: Triture um dos comprimidos sobre uma folha de papel. Coloque simultaneamente o tablete inteiro em um copo com água e o triturado no outro. Conclusão O triturado se dissolve bem mais rápido. Essa é uma das características da digestão: quanto menores os pedaços de alimento, mais rapidamente os nutrientes presentes nele são absorvidos pelo organismo.
  • 8. Slides O que é digestão ? • É o conjunto de reações químicas por meio das substancias complexas; Digestão • A ingestão de grandes moléculas, como proteínas, lipídios e alguns glicídios, exigem que elas sejam transformadas em moléculas menores para que possam ser utilizadas pelas células. O Processo Digestivo As Enzimas Digestórias • Cada tipo de enzima é • Processos Mecânicos: mastigação, deglutição capaz de digerir pH 7,0 e o peristaltismo; somente determinada pH 2,0 espécie de molécula pH 8,0 – 9,0 presentes nos alimentos; pH 8,0 – 9,0 pH 8,0 – 9,0 • Processos Químicos: ação dos sucos pH 8,0 – 9,0 digestórios no nosso organismo. Esses sucos pH 8,0 – 9,0 contem enzimas digestórias. pH 8,0 – 9,0 pH 8,0 – 9,0 • A digestão se inicia na boca com a mastigação e a A Digestão no Ser Humano atividade da amilase salivar ou ptialina (enzima digestiva contida na saliva), a ptialina é produzida pelas glândulas salivares; O tubo digestivo apresenta as seguintes regiões: boca, faringe, esôfago, • O bolo alimentar é empurrado para a faringe de estômago, intestino delgado, intestino grosso, onde passa para o esôfago e deste para o reto estomago. e ânus.
  • 9. • A ligação do esôfago com o estômago é feita por meio de uma esfíncter muscular chamado esfíncter da cárdia; • Os movimentos peristálticos do estômago facilitam a atuação do suco gástrico e empurram o quimo para o intestino delgado; • No estômago, o alimento sofre a ação da pepsina, enzima digestiva produzida por • Entre o estômago e o intestino delgado existem um glândulas da parede do estômago; esfíncter muscular chamado esfíncter pilórico (mantém o alimento no estômago e impede o retorno do alimento parcialmente digerido). • Glândulas da parede do estomago produzem o ácido clorídrico (HCI). • A parede do duodeno produz enzimas digestivas e nessa região do intestino delgado desembocam • O intestino delgado se divide em três regiões: canais provenientes do fígado e do pâncreas; • O fígado: é uma glândula tubular composta Duodeno: região mais anterior e Jejuno: região mediana que mede Íleo: região posterior que mede modificada, pesa cerca de 1,5 kg, desempenha várias mede cerca de 25 cerca de 4,5 m cerca de 1,5 m funções como armazenamento de glicogênio, síntese cm de uréia degradação de álcool entre outras. Produz a bile. • Bile: é formada em parte por resíduo do • Quilificação: é a transformação final do alimento que metabolismo do colesterol e da degradação de ocorre no intestino delgado; hemácias e por bicarbonato, e em parte por substâncias que emulsionam gorduras; Produto final da digestão (intestino delgado) • O pâncreas: produz bicarbonato e várias enzimas a circulação = Absorção. digestivas que são liberadas no duodeno; Duodeno: ocorre o processo final da digestão. No • Vilosidade: aumenta a superfície de absorção jejuno e no íleo ocorre 90% da absorção dos nutrientes.
  • 10. • A porção final do intestino delgado, o íleo, comunica- • Capilares sanguíneos: recebem aminoácidos, glicose se com a porção inicial do intestino grosso, o ceco e sais minerais, levam o alimento digerido para o intestinal. Associado ao ceco existe a apêndice fígado, de onde é distribuído para todo o corpo ; vermiforme, praticamente sem função na espécie humana; • Capilares linfáticos: recolhem a água e os lipídios, • O restante do intestino grosso se divide em tem fundo cego, são denominados de vasos cólon ascendente, cólon transverso, cólon quilíferos, não passam pelo fígado e lançam seus descendente e reto. produtos na circulação sanguínea; O Controle dos Processos Digestivos • Os processos digestivos são controlados pelo sistema nervoso autônomo e por hormônios; Origd! b aa Cristiane Silva Nascimento