Sobre nosso livro energia no mundo e no brasil

409 visualizações

Publicada em

O lançamento do livro ENERGIA NO MUNDO E NO BRASIL ocorrerá no dia 08 de maio de 2015 na Sala de Eventos da Livraria Saraiva (Espaço Castro Alves) do Salvador Shopping cuja programação é a seguinte:
1. 19h às 19h30min- Apresentação do conteúdo do livro pelo autor
2. A partir das 19h30min- Sessão de autógrafos
Obs: Durante a sessão de autógrafos será servido coquetel aos presentes

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
409
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sobre nosso livro energia no mundo e no brasil

  1. 1. ESCLARECIMENTOS SOBRE NOSSO LIVRO “ENERGIA NO MUNDO E NO BRASIL” E SEU PRINCIPAL OBJETIVO Energia é um insumo essencial para os seres humanos e para o desenvolvimento econômico e social. Pode-se afirmar que a necessidade mais básica dos seres humanos é a busca de energia para manter seus corpos em funcionamento. Nos primórdios da história da humanidade, há 750.000 anos, o fogo representou um marco importantíssimo porque com o uso da energia térmica puderam cozinhar seus alimentos e se aquecer. A domesticação dos animais lhe propiciou a energia mecânica necessária ao transporte, à agricultura, etc. Há alguns milênios, a energia hidráulica dos rios e a eólica passaram a ser também utilizadas. No entanto, somente com o advento da Revolução Industrial, há cerca de três séculos, é que o uso e a produção de energia assumiram conotação fundamental na substituição de homens e animais pelas máquinas. Desde o domínio do fogo até o advento da Revolução Industrial ocorrida na Inglaterra em 1786 não houve grande evolução na forma da humanidade utilizar a energia. Porém, com a Revolução Industrial e o consequente processo de industrialização, a necessidade de energia aumentou e novas fontes primárias, com maior densidade energética, foram introduzidas. A utilização do carvão mineral como fonte de energia marcou o fim da era da energia renovável representada pelo uso da madeira e dos parcos aproveitamentos hidráulicos e eólicos, para iniciar-se a era não renovável da energia, a era dos combustíveis fósseis. O uso da eletricidade e a invenção das máquinas elétricas no século XIX, juntamente com a introdução dos veículos automotores, lançaram as bases para a introdução da moderna sociedade de consumo, caracterizada por uma intensidade energética nunca vista na história da humanidade. Não existem dúvidas de que as atividades humanas sobre a Terra provocam alterações no meio ambiente em que vivemos. Muitos destes impactos ambientais são provenientes da geração, manuseio e uso da energia. A principal razão para a existência dos impactos ambientais provenientes da geração, manuseio e uso da energia reside no fato de que o consumo mundial de energia primária proveniente de fontes não renováveis (petróleo, carvão, gás natural e nuclear) corresponde a aproximadamente 88% do total, cabendo apenas 12% às fontes renováveis. Esta enorme dependência de fontes não renováveis de energia tem acarretado,
  2. 2. além da preocupação permanente com a possibilidade de esgotamento destas fontes, a emissão de grandes quantidades de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera, que em 2013 foi da ordem de 36,3 bilhões de toneladas, aproximadamente 3,9 vezes a quantidade emitida em 1960 (9,3 bilhões de toneladas). Como consequência do uso excessivo de combustíveis fósseis, o teor de dióxido de carbono na atmosfera tem aumentado progressivamente, levando muitos especialistas a acreditarem que o aumento da temperatura média da biosfera terrestre, que vem sendo observado há algumas décadas, seja devido ao “Efeito Estufa” provocado por este acréscimo de CO2 e de outros gases na atmosfera, já denominados genericamente “gases de efeito estufa”. Se não houver redução imediata na emissão de gases de efeito estufa, os meios de adaptação não serão suficientes, e a vida no planeta ficará ameaçada. As mudanças climáticas provocadas pelo aquecimento global não deixarão nenhuma parte do globo intacta. O aquecimento global é produzido pela atividade humana (antropogênico)no planeta e também por processos naturais, como a decomposiçãoda matéria orgânicae as erupções vulcânicas, que produzem dez vezes mais gases que o homem. Os gases responsáveis pelo aquecimento global derivados da atividade humana são produzidos pelos combustíveis fósseis usados nos carros, nas indústrias e nas termelétricas, pela produção agropecuária e pelas queimadas nas florestas. A partir da Revolução Industrial, o nível de CO2 - um dos gases principais do efeito estufa - aumentou 31%. Sendo o CO2 um gás que absorve radiação infravermelha (calor), com a ampliação de sua concentração nas mais altas camadas da atmosfera a temperatura tende a subir. O CO2 aumentou em concentração de 280ppm (partes por milhão), em 1850, para 365ppm,em 2000.As projeções indicam concentração da ordem de 700ppm no fim do século XXI. A concentração de gases nas mais altas camadas da atmosfera faz com que o calor resultante produzido na Terra fique aprisionado e não seja enviado para o espaço. Desse modo, a atmosfera atua como uma cobertura ou como o vidro de uma estufa, daí o nome efeito estufa. O efeito estufa é um processo natural. Entretanto, quando a concentração dos gases estufa é excessiva, mais calor fica retido na atmosfera. Caso não haja redução das mudanças climáticas, os cientistas preveem impactos severos e irreversíveis para a humanidade e para os ecossistemas. Meios de vida serão
  3. 3. interrompidos por tempestades, por inundações decorrentes do aumento do nível do mar que pode submergirmuitas ilhas e cidades litorâneas e por períodos de secae extremo calor em todo o mundo. Eventos climáticos extremos podem levar à desagregação das redes de infraestrutura e serviços. Há risco de insegurança alimentar, de falta de água, de perda de produção agrícola e de meios de renda, particularmente em populações mais pobres. No livro ENERGIA NO MUNDO E NO BRASIL, o leitor terá acesso a informaçõessobre os cenários de energia no mundo e no Brasil, o potencial e o papel das energias renováveis no Brasil, bem como sobre o sistema de energia requerido para o Brasil e para o mundo visando evitar a ocorrência de mudança catastrófica no clima da Terra. Em suma, com este livro, pretende-se conscientizar os cidadãos sobre a necessidade de lutar pela reestruturação dos sistemas energéticos visando evitar a mudança climática catastrófica resultante do aquecimento global, bem como apontar as estratégias que possibilitem compatibilizar a produção e o uso da energia com o meio ambiente global. O lançamento do livro ENERGIA NO MUNDO E NO BRASIL ocorrerá no dia 08 de maio de 2015 na Sala de Eventos da Livraria Saraiva (Espaço Castro Alves) do Salvador Shopping cuja programação é a seguinte: 1. 19h às 19h30min- Apresentaçãodo conteúdo do livro pelo autor 2. A partir das 19h30min- Sessão de autógrafos Obs: Durante a sessão de autógrafos será servido coquetel aos presentes

×