SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
OS PRINCIPAIS DESAFIOS DA NOVA ADMINISTRAÇÃO DE SALVADOR E
COMO SUPERÁ-LOS

Fernando Alcoforado*

Após a desastrosa administração do ex-prefeito João Henrique, o atual prefeito, ACM
Neto, tem a árdua missão de superar os problemas atuais de Salvador e planejar a cidade
para o futuro sem contar com o apoio dos governos federal e estadual. Os principais
problemas de Salvador na atualidade são os seguintes: 1) a crise financeira municipal;
2) o esvaziamento econômico do município; 3) o congestionamento de veículos; 4) a
ocupação desordenada do solo urbano; 5) a degradação do Centro Histórico; e, 6) a falta
de infraestrutura de serviços nas praias da cidade. Além de superar os problemas atuais
do município, o atual prefeito terá que planejar o futuro de Salvador visando
transformá-la em uma cidade sustentável que atenda as necessidades da geração atual,
sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias
necessidades compatibilizando o meio ambiente com os fatores econômico e social.
Para superar a crise financeira atual, a prefeitura de Salvador precisa reduzir seus custos
ao estritamente necessário e elevar suas receitas com a dinamização da atividade
econômica do município e o combate à sonegação fiscal. A redução dos custos implica
na adoção de medidas de economia nos gastos dos serviços prestados pela prefeitura
com a eliminação de desperdícios e a racionalização de suas atividades, a redução do
número de secretarias e órgãos e o alongamento do pagamento das dívidas do
município. A elevação das receitas do município depende da adoção de medidas que
contribuam para dinamizar sua economia que começa com o combate a seu processo de
esvaziamento econômico.
Para superar o esvaziamento econômico de Salvador, que resultou da
desindustrialização do município iniciada na década de 1970, da perda de atratividade
turística da cidade no confronto com outras capitais do Nordeste e com as localidades
do litoral norte da Bahia e do fato de serem insuficientes suas atividades de comércio e
serviços, é preciso que haja uma estratégia consistente de desenvolvimento do turismo,
da indústria cultural, do comércio e serviços da cidade. Por sua vez, para fazer frente ao
crescente congestionamento de veículos na cidade urge a adoção de medidas drásticas
haja vista o fato de diariamente as ruas de Salvador receberem novos carros em
circulação, o que tem agravado os problemas como trânsito lento e congestionamentos.
As estatísticas mostram que, diariamente, são licenciados entre 160 e 170 novos
automóveis em nossa cidade e, se não houver melhoria no trânsito, muito em breve será
impraticável se deslocar de carro em Salvador. Para superar o crescente
congestionamento de veículos, a prefeitura precisa reduzir o uso do veículo privado na
cidade expandindo e melhorando o serviço dos transportes públicos, incentivando os
transportes coletivos de empresas a serem utilizados por seus empregados, o uso de
veículos compartilhados e o uso inclusive de motocicletas e bicicletas. Devem ser
adotadas também medidas repressivas, tais como, políticas de estacionamento (preços,
restrições,...), combate ao estacionamento ilegal (multas, reboques…), pedágios urbanos
e faixas exclusivas para ônibus com o controle rigoroso da prefeitura.
Para superar a ocupação desordenada do solo urbano, é preciso que, inicialmente, a
prefeitura apresente uma nova proposta de Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e
Legislação do Uso do Solo à Câmara Municipal com a efetiva participação da

                                                                                         1
Sociedade Civil com um teor diferente do encaminhado pelo ex-prefeito João Henrique
no apagar das luzes que beneficia a especulação imobiliária. Além da especulação
imobiliária, outro fator de ocupação desordenada do solo do município diz respeito às
invasões de áreas da cidade (encostas e baixadas) por populações de baixa renda devido
ao déficit habitacional existente que é de cerca de 170 mil unidades habitacionais,
segundo dados de 2005 da Fundação João Pinheiro, fato este que está a exigir medidas
urgentes, sobretudo para construir novas unidades habitacionais, restringir novas
invasões, urbanizar as invasões existentes, realizar obras de contenção de encostas e
remover as populações de baixa renda residentes em áreas de risco. Os problemas
relacionados com a ocupação desordenada do solo urbano de Salvador devem ser
solucionados com a elaboração de um plano de desenvolvimento urbano para Salvador
em bases sustentáveis.
Para superar a degradação do Centro Histórico de Salvador, que abriga o maior acervo
barroco do mundo fora da Europa, além de guardar monumentos da época do Brasil
colônia, que poderia gerar milhões de reais à economia da cidade e encontra-se em
processo de arruinamento, é preciso criar novos mecanismos de gestão dos espaços
culturais, melhorar os acessos ao Centro Histórico e ampliar a competitividade de suas
atividades econômicas. Por sua vez, para superar a falta de infraestrutura de serviços nas
praias da cidade, é preciso elaborar um projeto de reurbanização da orla de Salvador
incluindo a reforma e ampliação do Aeroclube Plaza Show para melhorar a
infraestrutura de serviços oferecidos à população e aos turistas.
Para planejar o futuro de Salvador visando transformá-la em uma cidade sustentável,
torna-se um imperativo obter economias de energia nas edificações, nas indústrias e nos
meios de transporte em geral contribuindo, dessa forma, para a redução das emissões
globais de carbono e, consequentemente, do efeito estufa. Neste sentido, é preciso fazer
com que os veículos automotores e equipamentos de usos domésticos e industriais
tenham maior rendimento, as edificações sejam projetadas objetivando o máximo de
economia de iluminação, refrigeração e calefação e as indústrias sejam modeladas no
sentido de requererem o mínimo de recursos energéticos e matérias-primas,
contemplando também a autoprodução de energia com o uso de resíduos de seus
processos de produção e, finalmente, a utilização de novas alternativas de transporte
desde a bicicleta até aqueles de alta capacidade baseadas em ferrovias, dentre outras
iniciativas.
Para Salvador se tornar sustentável, é preciso também combater a poluição da terra, do
ar e da água e reciclar os resíduos sólidos descartados nos aterros sanitários da cidade. É
absolutamente necessário reduzir também as desigualdades sociais, contemplando a
adoção de medidas que contribuam para o atendimento das necessidades básicas da
população de Salvador, tais como alimentos, vestuário, habitação, serviços de educação
e saúde, emprego e uma melhor qualidade de vida. Para que haja desenvolvimento
sustentável, é preciso, portanto, que todos os habitantes de Salvador tenham atendidas
suas necessidades básicas e lhes sejam proporcionadas oportunidades de concretizar
suas aspirações a uma vida melhor. O grande desafio é pensar em todas as partes
relacionadas ao desenvolvimento de Salvador de forma sistêmica, englobando aspectos
econômicos, sociais, ambientais e, também, de desenvolvimento regional ao contemplar
também sua relação com a Região Metropolitana de Salvador.

Salvador está a exigir um planejamento estratégico de longo prazo com base no
desenvolvimento sustentável elaborado com ampla participação da Sociedade Civil.

                                                                                         2
Para superar os problemas atuais de Salvador e planejar a cidade para o futuro sem
contar com o apoio dos governos federal e estadual, a atual administração municipal
deve buscar o apoio decisivo da Sociedade Civil organizada comprometida com o
desenvolvimento de Salvador atendendo ainda o que estabelece o artigo 45 do Estatuto
da Cidade que institui a gestão democrática da cidade com a participação da população
e de associações representativas dos vários segmentos da comunidade, de modo a
garantir o controle direto de suas atividades e o pleno exercício da cidadania.

*Fernando Alcoforado, 73, engenheiro e doutor em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Regional
pela Universidade de Barcelona, professor universitário e consultor nas áreas de planejamento estratégico,
planejamento empresarial, planejamento regional e planejamento de sistemas energéticos, é autor dos
livros Globalização (Editora Nobel, São Paulo, 1997), De Collor a FHC- O Brasil e a Nova (Des)ordem
Mundial (Editora Nobel, São Paulo, 1998), Um Projeto para o Brasil (Editora Nobel, São Paulo, 2000),
Os condicionantes do desenvolvimento do Estado da Bahia (Tese de doutorado. Universidade de
Barcelona, http://www.tesisenred.net/handle/10803/1944, 2003), Globalização e Desenvolvimento
(Editora Nobel, São Paulo, 2006), Bahia- Desenvolvimento do Século XVI ao Século XX e Objetivos
Estratégicos na Era Contemporânea (EGBA, Salvador, 2008), The Necessary Conditions of the
Economic and Social Development- The Case of the State of Bahia (VDM Verlag Dr. Müller
Aktiengesellschaft & Co. KG, Saarbrücken, Germany, 2010), Aquecimento Global e Catástrofe
Planetária (P&A Gráfica e Editora, Salvador, 2010), Amazônia Sustentável- Para o progresso do Brasil e
combate ao aquecimento global (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2011) e
Os Fatores Condicionantes do Desenvolvimento Econômico e Social (Editora CRV, Curitiba, 2012), entre
outros.




                                                                                                        3

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 6 planejamento urbano e amb
Aula 6   planejamento urbano e ambAula 6   planejamento urbano e amb
Aula 6 planejamento urbano e ambGiovanna Ortiz
 
A RecuperaçãO Da Qualidade Urbana 1
A RecuperaçãO Da Qualidade Urbana 1A RecuperaçãO Da Qualidade Urbana 1
A RecuperaçãO Da Qualidade Urbana 1Maria Adelaide
 
Um breve histórico do planejamento urbano no brasil
Um breve histórico do planejamento urbano no brasilUm breve histórico do planejamento urbano no brasil
Um breve histórico do planejamento urbano no brasilPaulo Orlando
 
atividade de geografia
atividade de geografiaatividade de geografia
atividade de geografiaBroma Spazi
 
METRÔ: AGENTE DE TRANSFORMAÇÕES URBANAS NA FREGUESIA DA AMEIXOEIRA, EM LISBOA
METRÔ: AGENTE DE TRANSFORMAÇÕES URBANAS NA FREGUESIA DA AMEIXOEIRA, EM LISBOAMETRÔ: AGENTE DE TRANSFORMAÇÕES URBANAS NA FREGUESIA DA AMEIXOEIRA, EM LISBOA
METRÔ: AGENTE DE TRANSFORMAÇÕES URBANAS NA FREGUESIA DA AMEIXOEIRA, EM LISBOADiamantino Augusto Sardinha Neto
 
Avaliaçao completa urbanização
Avaliaçao completa urbanizaçãoAvaliaçao completa urbanização
Avaliaçao completa urbanizaçãoDiana Souza
 
Problemas urbanos
Problemas urbanosProblemas urbanos
Problemas urbanosjpnesteves
 
Valorização do solo completo final setembro 2014
Valorização do solo completo  final setembro 2014Valorização do solo completo  final setembro 2014
Valorização do solo completo final setembro 2014Rogério Silveira
 
Lei complementar 11 plano diretor
Lei complementar 11  plano diretorLei complementar 11  plano diretor
Lei complementar 11 plano diretorgtcmpdir
 
Afinal, O que é Favela?
Afinal, O que é Favela?Afinal, O que é Favela?
Afinal, O que é Favela?Pedro Mallet
 
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º AnoSoluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano713773
 
Seminário construções sustentáveis – 19 11-2010 – apresentação de carlos leite
Seminário construções sustentáveis – 19 11-2010 – apresentação de carlos leiteSeminário construções sustentáveis – 19 11-2010 – apresentação de carlos leite
Seminário construções sustentáveis – 19 11-2010 – apresentação de carlos leiteFecomercioSP
 
Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)Idalina Leite
 
Planejamento Urbano: Alcances e Limites
Planejamento Urbano: Alcances e LimitesPlanejamento Urbano: Alcances e Limites
Planejamento Urbano: Alcances e LimitesHelena Degreas
 
Engenharia urbana modulo ii avaliação
Engenharia urbana modulo ii avaliaçãoEngenharia urbana modulo ii avaliação
Engenharia urbana modulo ii avaliaçãoIsa Guerreiro
 
Déficit habitacional na_cidade_de_são_paulo-final
Déficit habitacional na_cidade_de_são_paulo-finalDéficit habitacional na_cidade_de_são_paulo-final
Déficit habitacional na_cidade_de_são_paulo-finalJorge Silva
 
Maringá 64 anos: manter o desenvolvimento é construção coletiva
Maringá 64 anos: manter o desenvolvimento é construção coletivaMaringá 64 anos: manter o desenvolvimento é construção coletiva
Maringá 64 anos: manter o desenvolvimento é construção coletivaEnio Verri
 
Compacto politica publica da habitação
Compacto politica publica da habitaçãoCompacto politica publica da habitação
Compacto politica publica da habitaçãoJohnny Maguera
 

Mais procurados (20)

Aula 6 planejamento urbano e amb
Aula 6   planejamento urbano e ambAula 6   planejamento urbano e amb
Aula 6 planejamento urbano e amb
 
A RecuperaçãO Da Qualidade Urbana 1
A RecuperaçãO Da Qualidade Urbana 1A RecuperaçãO Da Qualidade Urbana 1
A RecuperaçãO Da Qualidade Urbana 1
 
Um breve histórico do planejamento urbano no brasil
Um breve histórico do planejamento urbano no brasilUm breve histórico do planejamento urbano no brasil
Um breve histórico do planejamento urbano no brasil
 
atividade de geografia
atividade de geografiaatividade de geografia
atividade de geografia
 
METRÔ: AGENTE DE TRANSFORMAÇÕES URBANAS NA FREGUESIA DA AMEIXOEIRA, EM LISBOA
METRÔ: AGENTE DE TRANSFORMAÇÕES URBANAS NA FREGUESIA DA AMEIXOEIRA, EM LISBOAMETRÔ: AGENTE DE TRANSFORMAÇÕES URBANAS NA FREGUESIA DA AMEIXOEIRA, EM LISBOA
METRÔ: AGENTE DE TRANSFORMAÇÕES URBANAS NA FREGUESIA DA AMEIXOEIRA, EM LISBOA
 
Avaliaçao completa urbanização
Avaliaçao completa urbanizaçãoAvaliaçao completa urbanização
Avaliaçao completa urbanização
 
Problemas urbanos
Problemas urbanosProblemas urbanos
Problemas urbanos
 
Valorização do solo completo final setembro 2014
Valorização do solo completo  final setembro 2014Valorização do solo completo  final setembro 2014
Valorização do solo completo final setembro 2014
 
Arquitetos em Maringá
Arquitetos em MaringáArquitetos em Maringá
Arquitetos em Maringá
 
11 plano diretor compilado
11 plano diretor compilado11 plano diretor compilado
11 plano diretor compilado
 
Lei complementar 11 plano diretor
Lei complementar 11  plano diretorLei complementar 11  plano diretor
Lei complementar 11 plano diretor
 
Afinal, O que é Favela?
Afinal, O que é Favela?Afinal, O que é Favela?
Afinal, O que é Favela?
 
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º AnoSoluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
Soluções para os problemas urbanos - Geografia 11º Ano
 
Seminário construções sustentáveis – 19 11-2010 – apresentação de carlos leite
Seminário construções sustentáveis – 19 11-2010 – apresentação de carlos leiteSeminário construções sustentáveis – 19 11-2010 – apresentação de carlos leite
Seminário construções sustentáveis – 19 11-2010 – apresentação de carlos leite
 
Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)
 
Planejamento Urbano: Alcances e Limites
Planejamento Urbano: Alcances e LimitesPlanejamento Urbano: Alcances e Limites
Planejamento Urbano: Alcances e Limites
 
Engenharia urbana modulo ii avaliação
Engenharia urbana modulo ii avaliaçãoEngenharia urbana modulo ii avaliação
Engenharia urbana modulo ii avaliação
 
Déficit habitacional na_cidade_de_são_paulo-final
Déficit habitacional na_cidade_de_são_paulo-finalDéficit habitacional na_cidade_de_são_paulo-final
Déficit habitacional na_cidade_de_são_paulo-final
 
Maringá 64 anos: manter o desenvolvimento é construção coletiva
Maringá 64 anos: manter o desenvolvimento é construção coletivaMaringá 64 anos: manter o desenvolvimento é construção coletiva
Maringá 64 anos: manter o desenvolvimento é construção coletiva
 
Compacto politica publica da habitação
Compacto politica publica da habitaçãoCompacto politica publica da habitação
Compacto politica publica da habitação
 

Destaque

Alexandra chicaiza
Alexandra chicaizaAlexandra chicaiza
Alexandra chicaizaChaparraAle
 
Competências do Profissional da Informação
Competências do Profissional da InformaçãoCompetências do Profissional da Informação
Competências do Profissional da Informaçãoanammjorge
 
Jerek alexandro
Jerek alexandroJerek alexandro
Jerek alexandrojerek1998
 
Semana 21 25 julio quien soy para los otros
Semana 21 25 julio quien soy para los otrosSemana 21 25 julio quien soy para los otros
Semana 21 25 julio quien soy para los otrosCOPE Pérez
 
Maestro de oferta de ingeniería en sistemas semestre 2/2014
Maestro de oferta de ingeniería en sistemas semestre 2/2014Maestro de oferta de ingeniería en sistemas semestre 2/2014
Maestro de oferta de ingeniería en sistemas semestre 2/2014Magno Edwin Calizaya Ajhuacho
 
Trabajo grupal la crisis y la educacion
Trabajo grupal la crisis y la educacionTrabajo grupal la crisis y la educacion
Trabajo grupal la crisis y la educacionalbertomessi25
 
Carta pblica al_iii_congreso_del_psuv-1
Carta pblica al_iii_congreso_del_psuv-1Carta pblica al_iii_congreso_del_psuv-1
Carta pblica al_iii_congreso_del_psuv-1Noticiero Capital
 
Pontificia universidad catolica del ecuador sede esmeraldas
Pontificia universidad catolica del ecuador sede esmeraldasPontificia universidad catolica del ecuador sede esmeraldas
Pontificia universidad catolica del ecuador sede esmeraldasBuenaventura_Joselin
 
O crescimento desordenado das cidades e o imperativo do desenvolvimento suste...
O crescimento desordenado das cidades e o imperativo do desenvolvimento suste...O crescimento desordenado das cidades e o imperativo do desenvolvimento suste...
O crescimento desordenado das cidades e o imperativo do desenvolvimento suste...Fernando Alcoforado
 
Aprendizaje colaborativo
Aprendizaje colaborativoAprendizaje colaborativo
Aprendizaje colaborativoSebas Duarte
 
Como os setores produtivos e de infraestrutura podem contribuir para a defesa...
Como os setores produtivos e de infraestrutura podem contribuir para a defesa...Como os setores produtivos e de infraestrutura podem contribuir para a defesa...
Como os setores produtivos e de infraestrutura podem contribuir para a defesa...Fernando Alcoforado
 
Instituto mexicano del petroleo
Instituto mexicano del petroleoInstituto mexicano del petroleo
Instituto mexicano del petroleo240713
 
Focando no SmartGrid: Visão e Atuação da Telefonica
Focando no SmartGrid: Visão e Atuação da Telefonica Focando no SmartGrid: Visão e Atuação da Telefonica
Focando no SmartGrid: Visão e Atuação da Telefonica Telefónica IoT
 

Destaque (20)

Tec. exp
Tec. expTec. exp
Tec. exp
 
Alexandra chicaiza
Alexandra chicaizaAlexandra chicaiza
Alexandra chicaiza
 
Competências do Profissional da Informação
Competências do Profissional da InformaçãoCompetências do Profissional da Informação
Competências do Profissional da Informação
 
Jerek alexandro
Jerek alexandroJerek alexandro
Jerek alexandro
 
Socializacion de proyecto formativo
Socializacion de proyecto formativoSocializacion de proyecto formativo
Socializacion de proyecto formativo
 
Semana 21 25 julio quien soy para los otros
Semana 21 25 julio quien soy para los otrosSemana 21 25 julio quien soy para los otros
Semana 21 25 julio quien soy para los otros
 
Maestro de oferta de ingeniería en sistemas semestre 2/2014
Maestro de oferta de ingeniería en sistemas semestre 2/2014Maestro de oferta de ingeniería en sistemas semestre 2/2014
Maestro de oferta de ingeniería en sistemas semestre 2/2014
 
Trabajo grupal la crisis y la educacion
Trabajo grupal la crisis y la educacionTrabajo grupal la crisis y la educacion
Trabajo grupal la crisis y la educacion
 
Carta pblica al_iii_congreso_del_psuv-1
Carta pblica al_iii_congreso_del_psuv-1Carta pblica al_iii_congreso_del_psuv-1
Carta pblica al_iii_congreso_del_psuv-1
 
virus
virusvirus
virus
 
Pontificia universidad catolica del ecuador sede esmeraldas
Pontificia universidad catolica del ecuador sede esmeraldasPontificia universidad catolica del ecuador sede esmeraldas
Pontificia universidad catolica del ecuador sede esmeraldas
 
O crescimento desordenado das cidades e o imperativo do desenvolvimento suste...
O crescimento desordenado das cidades e o imperativo do desenvolvimento suste...O crescimento desordenado das cidades e o imperativo do desenvolvimento suste...
O crescimento desordenado das cidades e o imperativo do desenvolvimento suste...
 
Aprendizaje colaborativo
Aprendizaje colaborativoAprendizaje colaborativo
Aprendizaje colaborativo
 
Como os setores produtivos e de infraestrutura podem contribuir para a defesa...
Como os setores produtivos e de infraestrutura podem contribuir para a defesa...Como os setores produtivos e de infraestrutura podem contribuir para a defesa...
Como os setores produtivos e de infraestrutura podem contribuir para a defesa...
 
Instituto mexicano del petroleo
Instituto mexicano del petroleoInstituto mexicano del petroleo
Instituto mexicano del petroleo
 
Bienvenidos inigemm 2
Bienvenidos inigemm 2Bienvenidos inigemm 2
Bienvenidos inigemm 2
 
Storyboard
StoryboardStoryboard
Storyboard
 
Likes and dislikes1
Likes and dislikes1Likes and dislikes1
Likes and dislikes1
 
Focando no SmartGrid: Visão e Atuação da Telefonica
Focando no SmartGrid: Visão e Atuação da Telefonica Focando no SmartGrid: Visão e Atuação da Telefonica
Focando no SmartGrid: Visão e Atuação da Telefonica
 
El acrosport
El acrosportEl acrosport
El acrosport
 

Semelhante a Os principais desafios da nova administração de salvador e como superá los

Como superar os gigantescos problemas econômicos sociais e ambientais de salv...
Como superar os gigantescos problemas econômicos sociais e ambientais de salv...Como superar os gigantescos problemas econômicos sociais e ambientais de salv...
Como superar os gigantescos problemas econômicos sociais e ambientais de salv...Fernando Alcoforado
 
As fragilidades na sustentabilidade urbana de salvador
As fragilidades na sustentabilidade urbana de salvadorAs fragilidades na sustentabilidade urbana de salvador
As fragilidades na sustentabilidade urbana de salvadorFernando Alcoforado
 
Avaliação do plano salvador 500
Avaliação do plano salvador 500Avaliação do plano salvador 500
Avaliação do plano salvador 500Fernando Alcoforado
 
Loulé - Grandes Testemunhos. Intervenção de António Covas
Loulé - Grandes Testemunhos. Intervenção de António CovasLoulé - Grandes Testemunhos. Intervenção de António Covas
Loulé - Grandes Testemunhos. Intervenção de António Covasloule25a
 
Programa CDU Ponte de Lima Autárquicas 2009
Programa CDU Ponte de Lima Autárquicas 2009Programa CDU Ponte de Lima Autárquicas 2009
Programa CDU Ponte de Lima Autárquicas 2009cduptl
 
Audiência pública são leopoldo 18.11.2011
Audiência pública são leopoldo   18.11.2011Audiência pública são leopoldo   18.11.2011
Audiência pública são leopoldo 18.11.2011janainagazola
 
Os desafios da economia de salvador
Os desafios da economia de salvadorOs desafios da economia de salvador
Os desafios da economia de salvadorFernando Alcoforado
 
O imperativo de cidades sustentáveis
O imperativo de cidades sustentáveisO imperativo de cidades sustentáveis
O imperativo de cidades sustentáveisFernando Alcoforado
 
Apostila arquitetura
Apostila arquiteturaApostila arquitetura
Apostila arquiteturaAna Cristina
 
Industrialização no Vale do Paraíba
Industrialização no Vale do Paraíba Industrialização no Vale do Paraíba
Industrialização no Vale do Paraíba Isabela Santos
 
Plano salvador 500 é uma mera carta de intenção
Plano salvador 500 é uma mera carta de intençãoPlano salvador 500 é uma mera carta de intenção
Plano salvador 500 é uma mera carta de intençãoFernando Alcoforado
 
Como tornar as cidades sustentáveis
Como tornar as cidades sustentáveisComo tornar as cidades sustentáveis
Como tornar as cidades sustentáveisFernando Alcoforado
 
Planejamento Urbano - Nível Federal
Planejamento Urbano - Nível FederalPlanejamento Urbano - Nível Federal
Planejamento Urbano - Nível FederalChawana Bastos
 
Plano Diretor de Itaboraí
Plano Diretor de ItaboraíPlano Diretor de Itaboraí
Plano Diretor de ItaboraíItalo Malta
 
PROPOSTA DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE CAUCAIA -2013 - ABORTADA
PROPOSTA DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE CAUCAIA -2013 - ABORTADAPROPOSTA DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE CAUCAIA -2013 - ABORTADA
PROPOSTA DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE CAUCAIA -2013 - ABORTADAEri Brasil
 
Goiania cidade planejada que deve ser repensada
Goiania cidade planejada que deve ser repensadaGoiania cidade planejada que deve ser repensada
Goiania cidade planejada que deve ser repensadaRodrigo Cuetiki Ribeiro
 
As Cidades Como Atores Políticos.pdf
As Cidades Como Atores Políticos.pdfAs Cidades Como Atores Políticos.pdf
As Cidades Como Atores Políticos.pdfnicollyvaz1
 

Semelhante a Os principais desafios da nova administração de salvador e como superá los (20)

Como superar os gigantescos problemas econômicos sociais e ambientais de salv...
Como superar os gigantescos problemas econômicos sociais e ambientais de salv...Como superar os gigantescos problemas econômicos sociais e ambientais de salv...
Como superar os gigantescos problemas econômicos sociais e ambientais de salv...
 
As fragilidades na sustentabilidade urbana de salvador
As fragilidades na sustentabilidade urbana de salvadorAs fragilidades na sustentabilidade urbana de salvador
As fragilidades na sustentabilidade urbana de salvador
 
Avaliação do plano salvador 500
Avaliação do plano salvador 500Avaliação do plano salvador 500
Avaliação do plano salvador 500
 
Loulé - Grandes Testemunhos. Intervenção de António Covas
Loulé - Grandes Testemunhos. Intervenção de António CovasLoulé - Grandes Testemunhos. Intervenção de António Covas
Loulé - Grandes Testemunhos. Intervenção de António Covas
 
Programa CDU Ponte de Lima Autárquicas 2009
Programa CDU Ponte de Lima Autárquicas 2009Programa CDU Ponte de Lima Autárquicas 2009
Programa CDU Ponte de Lima Autárquicas 2009
 
Audiência pública são leopoldo 18.11.2011
Audiência pública são leopoldo   18.11.2011Audiência pública são leopoldo   18.11.2011
Audiência pública são leopoldo 18.11.2011
 
Os desafios da economia de salvador
Os desafios da economia de salvadorOs desafios da economia de salvador
Os desafios da economia de salvador
 
COLAPSO URBANO
COLAPSO URBANOCOLAPSO URBANO
COLAPSO URBANO
 
O imperativo de cidades sustentáveis
O imperativo de cidades sustentáveisO imperativo de cidades sustentáveis
O imperativo de cidades sustentáveis
 
Apostila arquitetura
Apostila arquiteturaApostila arquitetura
Apostila arquitetura
 
Industrialização no Vale do Paraíba
Industrialização no Vale do Paraíba Industrialização no Vale do Paraíba
Industrialização no Vale do Paraíba
 
Plano salvador 500 é uma mera carta de intenção
Plano salvador 500 é uma mera carta de intençãoPlano salvador 500 é uma mera carta de intenção
Plano salvador 500 é uma mera carta de intenção
 
Como tornar as cidades sustentáveis
Como tornar as cidades sustentáveisComo tornar as cidades sustentáveis
Como tornar as cidades sustentáveis
 
Planejamento Urbano - Nível Federal
Planejamento Urbano - Nível FederalPlanejamento Urbano - Nível Federal
Planejamento Urbano - Nível Federal
 
Plano Diretor de Itaboraí
Plano Diretor de ItaboraíPlano Diretor de Itaboraí
Plano Diretor de Itaboraí
 
Lei7400 08
Lei7400 08Lei7400 08
Lei7400 08
 
PROPOSTA DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE CAUCAIA -2013 - ABORTADA
PROPOSTA DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE CAUCAIA -2013 - ABORTADAPROPOSTA DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE CAUCAIA -2013 - ABORTADA
PROPOSTA DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE CAUCAIA -2013 - ABORTADA
 
86 JTR 15 à 30 de novembro de 2013
86 JTR 15 à 30 de novembro de 201386 JTR 15 à 30 de novembro de 2013
86 JTR 15 à 30 de novembro de 2013
 
Goiania cidade planejada que deve ser repensada
Goiania cidade planejada que deve ser repensadaGoiania cidade planejada que deve ser repensada
Goiania cidade planejada que deve ser repensada
 
As Cidades Como Atores Políticos.pdf
As Cidades Como Atores Políticos.pdfAs Cidades Como Atores Políticos.pdf
As Cidades Como Atores Políticos.pdf
 

Mais de Fernando Alcoforado

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO Fernando Alcoforado
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENFernando Alcoforado
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?Fernando Alcoforado
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...Fernando Alcoforado
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHFernando Alcoforado
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...Fernando Alcoforado
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALFernando Alcoforado
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGEFernando Alcoforado
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALFernando Alcoforado
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 Fernando Alcoforado
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...Fernando Alcoforado
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...Fernando Alcoforado
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...Fernando Alcoforado
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...Fernando Alcoforado
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDFernando Alcoforado
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE Fernando Alcoforado
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOFernando Alcoforado
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...Fernando Alcoforado
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELFernando Alcoforado
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILFernando Alcoforado
 

Mais de Fernando Alcoforado (20)

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
 

Os principais desafios da nova administração de salvador e como superá los

  • 1. OS PRINCIPAIS DESAFIOS DA NOVA ADMINISTRAÇÃO DE SALVADOR E COMO SUPERÁ-LOS Fernando Alcoforado* Após a desastrosa administração do ex-prefeito João Henrique, o atual prefeito, ACM Neto, tem a árdua missão de superar os problemas atuais de Salvador e planejar a cidade para o futuro sem contar com o apoio dos governos federal e estadual. Os principais problemas de Salvador na atualidade são os seguintes: 1) a crise financeira municipal; 2) o esvaziamento econômico do município; 3) o congestionamento de veículos; 4) a ocupação desordenada do solo urbano; 5) a degradação do Centro Histórico; e, 6) a falta de infraestrutura de serviços nas praias da cidade. Além de superar os problemas atuais do município, o atual prefeito terá que planejar o futuro de Salvador visando transformá-la em uma cidade sustentável que atenda as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades compatibilizando o meio ambiente com os fatores econômico e social. Para superar a crise financeira atual, a prefeitura de Salvador precisa reduzir seus custos ao estritamente necessário e elevar suas receitas com a dinamização da atividade econômica do município e o combate à sonegação fiscal. A redução dos custos implica na adoção de medidas de economia nos gastos dos serviços prestados pela prefeitura com a eliminação de desperdícios e a racionalização de suas atividades, a redução do número de secretarias e órgãos e o alongamento do pagamento das dívidas do município. A elevação das receitas do município depende da adoção de medidas que contribuam para dinamizar sua economia que começa com o combate a seu processo de esvaziamento econômico. Para superar o esvaziamento econômico de Salvador, que resultou da desindustrialização do município iniciada na década de 1970, da perda de atratividade turística da cidade no confronto com outras capitais do Nordeste e com as localidades do litoral norte da Bahia e do fato de serem insuficientes suas atividades de comércio e serviços, é preciso que haja uma estratégia consistente de desenvolvimento do turismo, da indústria cultural, do comércio e serviços da cidade. Por sua vez, para fazer frente ao crescente congestionamento de veículos na cidade urge a adoção de medidas drásticas haja vista o fato de diariamente as ruas de Salvador receberem novos carros em circulação, o que tem agravado os problemas como trânsito lento e congestionamentos. As estatísticas mostram que, diariamente, são licenciados entre 160 e 170 novos automóveis em nossa cidade e, se não houver melhoria no trânsito, muito em breve será impraticável se deslocar de carro em Salvador. Para superar o crescente congestionamento de veículos, a prefeitura precisa reduzir o uso do veículo privado na cidade expandindo e melhorando o serviço dos transportes públicos, incentivando os transportes coletivos de empresas a serem utilizados por seus empregados, o uso de veículos compartilhados e o uso inclusive de motocicletas e bicicletas. Devem ser adotadas também medidas repressivas, tais como, políticas de estacionamento (preços, restrições,...), combate ao estacionamento ilegal (multas, reboques…), pedágios urbanos e faixas exclusivas para ônibus com o controle rigoroso da prefeitura. Para superar a ocupação desordenada do solo urbano, é preciso que, inicialmente, a prefeitura apresente uma nova proposta de Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e Legislação do Uso do Solo à Câmara Municipal com a efetiva participação da 1
  • 2. Sociedade Civil com um teor diferente do encaminhado pelo ex-prefeito João Henrique no apagar das luzes que beneficia a especulação imobiliária. Além da especulação imobiliária, outro fator de ocupação desordenada do solo do município diz respeito às invasões de áreas da cidade (encostas e baixadas) por populações de baixa renda devido ao déficit habitacional existente que é de cerca de 170 mil unidades habitacionais, segundo dados de 2005 da Fundação João Pinheiro, fato este que está a exigir medidas urgentes, sobretudo para construir novas unidades habitacionais, restringir novas invasões, urbanizar as invasões existentes, realizar obras de contenção de encostas e remover as populações de baixa renda residentes em áreas de risco. Os problemas relacionados com a ocupação desordenada do solo urbano de Salvador devem ser solucionados com a elaboração de um plano de desenvolvimento urbano para Salvador em bases sustentáveis. Para superar a degradação do Centro Histórico de Salvador, que abriga o maior acervo barroco do mundo fora da Europa, além de guardar monumentos da época do Brasil colônia, que poderia gerar milhões de reais à economia da cidade e encontra-se em processo de arruinamento, é preciso criar novos mecanismos de gestão dos espaços culturais, melhorar os acessos ao Centro Histórico e ampliar a competitividade de suas atividades econômicas. Por sua vez, para superar a falta de infraestrutura de serviços nas praias da cidade, é preciso elaborar um projeto de reurbanização da orla de Salvador incluindo a reforma e ampliação do Aeroclube Plaza Show para melhorar a infraestrutura de serviços oferecidos à população e aos turistas. Para planejar o futuro de Salvador visando transformá-la em uma cidade sustentável, torna-se um imperativo obter economias de energia nas edificações, nas indústrias e nos meios de transporte em geral contribuindo, dessa forma, para a redução das emissões globais de carbono e, consequentemente, do efeito estufa. Neste sentido, é preciso fazer com que os veículos automotores e equipamentos de usos domésticos e industriais tenham maior rendimento, as edificações sejam projetadas objetivando o máximo de economia de iluminação, refrigeração e calefação e as indústrias sejam modeladas no sentido de requererem o mínimo de recursos energéticos e matérias-primas, contemplando também a autoprodução de energia com o uso de resíduos de seus processos de produção e, finalmente, a utilização de novas alternativas de transporte desde a bicicleta até aqueles de alta capacidade baseadas em ferrovias, dentre outras iniciativas. Para Salvador se tornar sustentável, é preciso também combater a poluição da terra, do ar e da água e reciclar os resíduos sólidos descartados nos aterros sanitários da cidade. É absolutamente necessário reduzir também as desigualdades sociais, contemplando a adoção de medidas que contribuam para o atendimento das necessidades básicas da população de Salvador, tais como alimentos, vestuário, habitação, serviços de educação e saúde, emprego e uma melhor qualidade de vida. Para que haja desenvolvimento sustentável, é preciso, portanto, que todos os habitantes de Salvador tenham atendidas suas necessidades básicas e lhes sejam proporcionadas oportunidades de concretizar suas aspirações a uma vida melhor. O grande desafio é pensar em todas as partes relacionadas ao desenvolvimento de Salvador de forma sistêmica, englobando aspectos econômicos, sociais, ambientais e, também, de desenvolvimento regional ao contemplar também sua relação com a Região Metropolitana de Salvador. Salvador está a exigir um planejamento estratégico de longo prazo com base no desenvolvimento sustentável elaborado com ampla participação da Sociedade Civil. 2
  • 3. Para superar os problemas atuais de Salvador e planejar a cidade para o futuro sem contar com o apoio dos governos federal e estadual, a atual administração municipal deve buscar o apoio decisivo da Sociedade Civil organizada comprometida com o desenvolvimento de Salvador atendendo ainda o que estabelece o artigo 45 do Estatuto da Cidade que institui a gestão democrática da cidade com a participação da população e de associações representativas dos vários segmentos da comunidade, de modo a garantir o controle direto de suas atividades e o pleno exercício da cidadania. *Fernando Alcoforado, 73, engenheiro e doutor em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Barcelona, professor universitário e consultor nas áreas de planejamento estratégico, planejamento empresarial, planejamento regional e planejamento de sistemas energéticos, é autor dos livros Globalização (Editora Nobel, São Paulo, 1997), De Collor a FHC- O Brasil e a Nova (Des)ordem Mundial (Editora Nobel, São Paulo, 1998), Um Projeto para o Brasil (Editora Nobel, São Paulo, 2000), Os condicionantes do desenvolvimento do Estado da Bahia (Tese de doutorado. Universidade de Barcelona, http://www.tesisenred.net/handle/10803/1944, 2003), Globalização e Desenvolvimento (Editora Nobel, São Paulo, 2006), Bahia- Desenvolvimento do Século XVI ao Século XX e Objetivos Estratégicos na Era Contemporânea (EGBA, Salvador, 2008), The Necessary Conditions of the Economic and Social Development- The Case of the State of Bahia (VDM Verlag Dr. Müller Aktiengesellschaft & Co. KG, Saarbrücken, Germany, 2010), Aquecimento Global e Catástrofe Planetária (P&A Gráfica e Editora, Salvador, 2010), Amazônia Sustentável- Para o progresso do Brasil e combate ao aquecimento global (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2011) e Os Fatores Condicionantes do Desenvolvimento Econômico e Social (Editora CRV, Curitiba, 2012), entre outros. 3