SlideShare uma empresa Scribd logo

O mundo rumo ao colapso total

1) Dois pensadores, John Casti e Edgar Morin, argumentam que o colapso da civilização é provável devido à complexidade crescente e interconectividade dos sistemas globais. 2) John Casti usa modelos matemáticos para estudar como eventos imprevisíveis ("eventos X") podem desencadear o colapso de sistemas complexos interligados. 3) Edgar Morin defende que a sociedade global precisa superar a barbárie e o individualismo ocidental através de uma transformação interior das mentes e das

1 de 3
Baixar para ler offline
1
O MUNDO RUMO AO COLAPSO TOTAL?
Fernando Alcoforado*
Não apenas pensadores como Immanuel Wallerstein, Jacques Attali. Eric Hobsbawn e
François Chesnais, entre outros, prognosticaram ou prognosticam um futuro catastrófico
para a humanidade no século XXI. A eles se juntam mais dois pensadores: John Casti,
matemático e ph.D, especialista em teorias dos sistemas e da complexidade e, Edgar
Morin, antropólogo, sociólogo e filósofo francês, pesquisador emérito do CNRS (Centre
National de la Recherche Scientifique de Paris). Sobre o futuro da humanidade, John
Casti o aborda em seu livro O Colapso de Tudo - Os Eventos Extremos que Podem
Destruir a Civilização a Qualquer Momento (Rio: Editora Intrínseca Ltda., 2012) e
Edgar Morin em seu livro Vers l’abîme ? (Rumo ao abismo ?) (Cahiers de L’Herne,
2007).
Segundo John Casti, nossa sociedade está se tornando tão interligada e complexa que o
colapso é quase inevitável. Casti inaugurou no início de 2012 o X-Center, um centro de
estudos sediado em Viena para analisar a possibilidade de desastres e desenvolver
modos de preveni-los. John Casti usa a matemática e modelos de computador para
analisar sistemas complexos, nos quais a ação de diversos indivíduos e organizações se
soma para produzir resultados inesperados. No X-Center, em Viena, John Casti
desenvolve modelos para estudar os possíveis eventos, quais as condições que levam à
sua ocorrência e como impedi-los.
Até agora, John Casti já realizou uma parceria com o governo da Finlândia, para prever
possíveis cenários catastróficos no país, e começa a estudar a mesma situação na Coreia
do Sul. Segundo seu diagnóstico, Casti afirma que a humanidade vive hoje uma
sobrecarga de complexidade. Todas as infraestruturas necessárias para manter o estilo
de vida atual estão construídas extremamente dependentes umas das outras. Para
exemplificar, Casti afirma que a internet depende da energia elétrica, que por sua vez
depende das usinas de carvão, gás, nucleares ou hidrelétricas, que, por sua vez,
dependem da internet. O problema é que quando a complexidade se torna grande
demais, o sistema pode entrar em colapso inesperadamente. Casti chama essa ruptura de
um evento X.
Essa expressão, evento X, é uma abreviação para evento extremo. Além disso, na
matemática o X representa o desconhecido. Todos os eventos X são similares tendo um
componente muito aleatório, que é o gatilho que dá início ao evento, mas é possível
prever o contexto em que ele pode ocorrer. É o que Casti está tentando fazer no X-
Center ao desenvolver alguns modos de antecipar as condições dos eventos X. Segundo
Casti, a humanidade ficou mais vulnerável a um evento extremo. As infraestruturas
mundiais atuais são similares a um castelo de cartas. Por causa de toda a conectividade
entre nossas infraestruturas, não é preciso um choque muito grande para derrubar todo o
sistema. Se alguém pega uma gripe em alguma parte do planeta, por exemplo, ela pode
rapidamente ser transmitida para outra parte e se tornar uma pandemia global. Estamos
mais vulneráveis do que nunca.
Em seu livro O Colapso de Tudo, Casti apresenta os cenários de uma interrupção
generalizada e duradoura da internet, do esgotamento do sistema global de
abastecimento de alimentos, de um pulso eletromagnético continental que destrói todos
2
os aparelhos eletrônicos, do colapso da globalização, da destruição da Terra pela criação
de partículas exóticas, da desestabilização do panorama nuclear, do fim do suprimento
global de petróleo, de uma pandemia global, da falta de energia elétrica e de água
potável, de robôs inteligentes que sobrepujam a humanidade e da deflação global e do
colapso dos mercados financeiros mundiais.
Por sua vez, em seu livro Vers l’abîme ? Edgar Morin considera a inevitabilidade do
desastre que ameaça a humanidade em que, segundo ele, o improvável se torna possível.
O título do livro sob a forma de interrogação trata da certeza do abismo. “A humanidade
evitará esse desastre ou recomeçará a partir do desastre? A crise mundial que se abre e
se amplifica conduz ao desastre ou à superação?” Edgar Morin prova que a crise
mundial se agravou e o pensamento político dominante é incapaz de formular uma
política de civilização e de humanidade. O mundo está no início do caos, e a única
perspectiva é uma metamorfose, com o surgimento de forças de transformação e
regeneração. Na crise planetária, a única perspectiva de salvação encontra-se no que
trará simultaneamente conservação e transformação, uma verdadeira metamorfose.
Segundo Morin, essa transformação deve ser desenvolvida no interior de cada
indivíduo, na modificação irremediável das mentalidades.
Morin afirma que a Modernidade criou três mitos: o de controlar o universo, o do
progresso e da conquista da felicidade. O enorme desenvolvimento da ciência, da
tecnologia, da economia, do capitalismo, tem aumentado de forma inédita a invenção,
mas também a capacidade de destruição. A razão herdada do Iluminismo impôs a idéia
de um universo totalmente inteligível. O progresso científico e técnico permitiu como
sempre a emancipação humana, mas a morte coletiva também se tornou possível como
nunca antes. Golden Age (idade de Ouro) e idade de horror! Ora aqui está um tema
muito atual: o que perdemos quando ganhamos o progresso? Morin defende a tese de
que o progresso traz consigo a certeza da morte. Este século é a maior promessa e
também a maior ameaça! Os progressos tecnológico, científico, médico, social, se
manifestam na forma de destruição da biosfera, destruição cultural, criação de novas
desigualdades e de novas servidões. O desenvolvimento ignora qualquer coisa que não
seja calculável e mensurável, desintegrando as artes da vida e da sabedoria de culturas
antigas. A racionalização baseada no cálculo é reduzida ao econômico ignorando a vida,
os sentimentos das pessoas.
Morin defende a tese de que a sociedade mundial ainda não é civilizada, ao contrário, é
bárbara. Barbárie, crueldade, sombra da morte, individualismo ocidental precisam ser
superados por uma revolução na interioridade psíquica das pessoas. Infelizmente, as
políticas governamentais ignoram a necessidade de reforma das mentes e das pessoas.
Ao lado disto, uma nova classe dominante e exploradora surgiu, pior do que as
anteriores. Este século é o da maior promessa e também da maior ameaça. Morin
preconiza que a Sociedade Mundial deve resistir ao mundo do terror. Nós estamos
diante do afundamento do Iluminismo e de suas promessas. O imprevisto chegou
representando uma constatação pertubadora. Isto faz com que seja aberta a necessidade
de uma verdadeira transformação na organização social, por uma sociedade de novo
tipo, uma sociedade- mundo.
Fica bastante evidenciada pelas visões de John Casti e Edgar Morin que a humanidade
tem que construir uma nova sociedade, sociedade-mundo como propõe Morin. Esta
sociedade-mundo que incorpore todos os povos do mundo inteiro só será viável se for
conduzida por um governo mundial democrático e que seja capaz de planejar e controlar
3
os sistemas caóticos que ameaçam a sobrevivência da humanidade e evitar o colapso de
tudo como prevê Casti. Só assim será possível evitar a depressão da economia mundial,
a exaustão dos recursos naturais do planeta especialmente água e petróleo, o
crescimento desordenado das cidades e a mudança climática catastrófica global, além do
descontrole dos sistemas de internet e de energia e da emergência de pandemias globais.
O grande obstáculo ao advento de um governo mundial é representado pelos governos
nacionais, sobretudo pelas grandes potências, que não abrem mão de sua soberania. As
grandes potências não aceitam um governo mundial para continuarem sua dominação
em escala mundial e os governos dos demais países se aferram à defesa de suas
soberanias se opondo à existência de um governo mundial porque acham que ele será
exercido pelas grandes potências com o aprofundamento de sua dominação. Os
governantes de todos os países precisam adquirir a consciência de que o caos que
caracteriza a operação dos sistemas mundiais atuais nos planos econômico e ambiental
resulta de sua ingovernabilidade que só será alcançada com a existência de um governo
mundial ou um consórcio de todos os países do mundo imbuídos do propósito de fazer
frente à ameaça que paira contra a sobrevivência da civilização e da própria humanidade
e promover o progresso em benefício de todos os povos do mundo. Só assim, a
humanidade evitará o abismo do colapso total.
*Fernando Alcoforado, 73, engenheiro e doutor em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Regional
pela Universidade de Barcelona, professor universitário e consultor nas áreas de planejamento estratégico,
planejamento empresarial, planejamento regional e planejamento de sistemas energéticos, é autor dos
livros Globalização (Editora Nobel, São Paulo, 1997), De Collor a FHC- O Brasil e a Nova (Des)ordem
Mundial (Editora Nobel, São Paulo, 1998), Um Projeto para o Brasil (Editora Nobel, São Paulo, 2000),
Os condicionantes do desenvolvimento do Estado da Bahia (Tese de doutorado. Universidade de
Barcelona, http://www.tesisenred.net/handle/10803/1944, 2003), Globalização e Desenvolvimento
(Editora Nobel, São Paulo, 2006), Bahia- Desenvolvimento do Século XVI ao Século XX e Objetivos
Estratégicos na Era Contemporânea (EGBA, Salvador, 2008), The Necessary Conditions of the
Economic and Social Development- The Case of the State of Bahia (VDM Verlag Dr. Müller
Aktiengesellschaft & Co. KG, Saarbrücken, Germany, 2010), Aquecimento Global e Catástrofe
Planetária (P&A Gráfica e Editora, Salvador, 2010), Amazônia Sustentável- Para o progresso do Brasil e
combate ao aquecimento global (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2011) e
Os Fatores Condicionantes do Desenvolvimento Econômico e Social (Editora CRV, Curitiba, 2012), entre
outros.S

Recomendados

O colapso da ideia iluminista de progresso
O colapso da ideia iluminista de progressoO colapso da ideia iluminista de progresso
O colapso da ideia iluminista de progressoFernando Alcoforado
 
Capitalismo, ciência, tecnologia e barbárie
Capitalismo, ciência, tecnologia e barbárieCapitalismo, ciência, tecnologia e barbárie
Capitalismo, ciência, tecnologia e barbárieFernando Alcoforado
 
LIVRO “A HUMANIDADE AMEAÇADA E AS ESTRATÉGIAS PARA SUA SOBREVIVÊNCIA” DE FERN...
LIVRO “A HUMANIDADE AMEAÇADA E AS ESTRATÉGIAS PARA SUA SOBREVIVÊNCIA” DE FERN...LIVRO “A HUMANIDADE AMEAÇADA E AS ESTRATÉGIAS PARA SUA SOBREVIVÊNCIA” DE FERN...
LIVRO “A HUMANIDADE AMEAÇADA E AS ESTRATÉGIAS PARA SUA SOBREVIVÊNCIA” DE FERN...Fernando Alcoforado
 
O fracasso do iluminismo e da modernidade na construção da felicidade e do p...
O  fracasso do iluminismo e da modernidade na construção da felicidade e do p...O  fracasso do iluminismo e da modernidade na construção da felicidade e do p...
O fracasso do iluminismo e da modernidade na construção da felicidade e do p...Fernando Alcoforado
 
COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...
COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...
COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...Fernando Alcoforado
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

éTica sustentabilidade 2010
éTica sustentabilidade 2010éTica sustentabilidade 2010
éTica sustentabilidade 2010Jean Bartoli
 
A fraude do_aquecimento_global
A fraude do_aquecimento_globalA fraude do_aquecimento_global
A fraude do_aquecimento_globalAmorim Albert
 
O tempo das utopias mínimas viáveis
O tempo das utopias mínimas viáveisO tempo das utopias mínimas viáveis
O tempo das utopias mínimas viáveisLucio Borges
 
Globalização releitura da obra de zigmunt bauman
Globalização releitura da obra de zigmunt baumanGlobalização releitura da obra de zigmunt bauman
Globalização releitura da obra de zigmunt baumanSilvânio Barcelos
 
Zygmunt bauman-globalizacao-as-consequencias-humanas
Zygmunt bauman-globalizacao-as-consequencias-humanasZygmunt bauman-globalizacao-as-consequencias-humanas
Zygmunt bauman-globalizacao-as-consequencias-humanasCarol Amaral
 
Globalização releitura da obra de zigmunt baumam
Globalização releitura da obra de zigmunt baumamGlobalização releitura da obra de zigmunt baumam
Globalização releitura da obra de zigmunt baumamSilvânio Barcelos
 
A degradação dos valores: o que restou da nossa cultura...
A degradação dos valores: o que restou da nossa cultura...A degradação dos valores: o que restou da nossa cultura...
A degradação dos valores: o que restou da nossa cultura...Giba Canto
 
Abstrato do Livro de Carlos Julio - A Economia do Cedro
Abstrato do Livro de Carlos Julio - A Economia do CedroAbstrato do Livro de Carlos Julio - A Economia do Cedro
Abstrato do Livro de Carlos Julio - A Economia do CedroCarlos Alberto Júlio
 
Para entrar no terceiro milênio
Para entrar no terceiro milênioPara entrar no terceiro milênio
Para entrar no terceiro milênioaugustodefranco .
 
A Ecologia E O Tempo Do Fim
A Ecologia E O Tempo Do FimA Ecologia E O Tempo Do Fim
A Ecologia E O Tempo Do FimHugo Hoffmann
 

Mais procurados (14)

éTica sustentabilidade 2010
éTica sustentabilidade 2010éTica sustentabilidade 2010
éTica sustentabilidade 2010
 
Erika
ErikaErika
Erika
 
A fraude do_aquecimento_global
A fraude do_aquecimento_globalA fraude do_aquecimento_global
A fraude do_aquecimento_global
 
O tempo das utopias mínimas viáveis
O tempo das utopias mínimas viáveisO tempo das utopias mínimas viáveis
O tempo das utopias mínimas viáveis
 
Neomalthusianismo
NeomalthusianismoNeomalthusianismo
Neomalthusianismo
 
Globalização releitura da obra de zigmunt bauman
Globalização releitura da obra de zigmunt baumanGlobalização releitura da obra de zigmunt bauman
Globalização releitura da obra de zigmunt bauman
 
Zygmunt bauman-globalizacao-as-consequencias-humanas
Zygmunt bauman-globalizacao-as-consequencias-humanasZygmunt bauman-globalizacao-as-consequencias-humanas
Zygmunt bauman-globalizacao-as-consequencias-humanas
 
Globalização releitura da obra de zigmunt baumam
Globalização releitura da obra de zigmunt baumamGlobalização releitura da obra de zigmunt baumam
Globalização releitura da obra de zigmunt baumam
 
Geografia vol3
Geografia vol3Geografia vol3
Geografia vol3
 
A degradação dos valores: o que restou da nossa cultura...
A degradação dos valores: o que restou da nossa cultura...A degradação dos valores: o que restou da nossa cultura...
A degradação dos valores: o que restou da nossa cultura...
 
Geografia vol12
Geografia vol12Geografia vol12
Geografia vol12
 
Abstrato do Livro de Carlos Julio - A Economia do Cedro
Abstrato do Livro de Carlos Julio - A Economia do CedroAbstrato do Livro de Carlos Julio - A Economia do Cedro
Abstrato do Livro de Carlos Julio - A Economia do Cedro
 
Para entrar no terceiro milênio
Para entrar no terceiro milênioPara entrar no terceiro milênio
Para entrar no terceiro milênio
 
A Ecologia E O Tempo Do Fim
A Ecologia E O Tempo Do FimA Ecologia E O Tempo Do Fim
A Ecologia E O Tempo Do Fim
 

Destaque

마케팅 전략
마케팅 전략마케팅 전략
마케팅 전략의철 김
 
Alejandra lissette cabrera mayorga
Alejandra lissette cabrera mayorgaAlejandra lissette cabrera mayorga
Alejandra lissette cabrera mayorgaAlejandraLis
 
Hispanic immigration- Benson, Berry, Cooney, Stillwater
Hispanic immigration- Benson, Berry, Cooney, StillwaterHispanic immigration- Benson, Berry, Cooney, Stillwater
Hispanic immigration- Benson, Berry, Cooney, Stillwaterrcdubis
 
Bios. javier river.
Bios. javier river.Bios. javier river.
Bios. javier river.river95
 
Carreras universitarias diapositivas
Carreras universitarias diapositivasCarreras universitarias diapositivas
Carreras universitarias diapositivasRobertoSullonAguirre
 

Destaque (9)

마케팅 전략
마케팅 전략마케팅 전략
마케팅 전략
 
Alejandra lissette cabrera mayorga
Alejandra lissette cabrera mayorgaAlejandra lissette cabrera mayorga
Alejandra lissette cabrera mayorga
 
Licenciatura en Economía
Licenciatura en EconomíaLicenciatura en Economía
Licenciatura en Economía
 
Graficos
GraficosGraficos
Graficos
 
Namorados euteamo
Namorados euteamoNamorados euteamo
Namorados euteamo
 
Hispanic immigration- Benson, Berry, Cooney, Stillwater
Hispanic immigration- Benson, Berry, Cooney, StillwaterHispanic immigration- Benson, Berry, Cooney, Stillwater
Hispanic immigration- Benson, Berry, Cooney, Stillwater
 
Economia carrera
Economia carreraEconomia carrera
Economia carrera
 
Bios. javier river.
Bios. javier river.Bios. javier river.
Bios. javier river.
 
Carreras universitarias diapositivas
Carreras universitarias diapositivasCarreras universitarias diapositivas
Carreras universitarias diapositivas
 

Semelhante a O mundo rumo ao colapso total

OS COLAPSOS QUE AMEAÇAM A HUMANIDADE NO SÉCULO XXI E COMO EVITAR SUAS NEFASTA...
OS COLAPSOS QUE AMEAÇAM A HUMANIDADE NO SÉCULO XXI E COMO EVITAR SUAS NEFASTA...OS COLAPSOS QUE AMEAÇAM A HUMANIDADE NO SÉCULO XXI E COMO EVITAR SUAS NEFASTA...
OS COLAPSOS QUE AMEAÇAM A HUMANIDADE NO SÉCULO XXI E COMO EVITAR SUAS NEFASTA...Faga1939
 
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundo
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundoO progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundo
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundoRoberto Rabat Chame
 
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundo
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundoO progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundo
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundoFernando Alcoforado
 
A crise intelectual do pensamento na era contemporânea e como superá la
A crise intelectual do pensamento na era contemporânea e como superá laA crise intelectual do pensamento na era contemporânea e como superá la
A crise intelectual do pensamento na era contemporânea e como superá laFernando Alcoforado
 
Texto32 P7
Texto32 P7Texto32 P7
Texto32 P7renatotf
 
LIVRO - Terra Pátria - EDGAR MORIN.pdf
LIVRO - Terra Pátria - EDGAR MORIN.pdfLIVRO - Terra Pátria - EDGAR MORIN.pdf
LIVRO - Terra Pátria - EDGAR MORIN.pdfFlaviaGasparin3
 
Ai urgencia de um ethos mundial
Ai urgencia de um ethos mundialAi urgencia de um ethos mundial
Ai urgencia de um ethos mundialInês Sagula
 
COMO FAZER COM QUE AS UTOPIAS PLANETÁRIAS SE REALIZEM VISANDO A CONSTRUÇÃO DE...
COMO FAZER COM QUE AS UTOPIAS PLANETÁRIAS SE REALIZEM VISANDO A CONSTRUÇÃO DE...COMO FAZER COM QUE AS UTOPIAS PLANETÁRIAS SE REALIZEM VISANDO A CONSTRUÇÃO DE...
COMO FAZER COM QUE AS UTOPIAS PLANETÁRIAS SE REALIZEM VISANDO A CONSTRUÇÃO DE...Faga1939
 
O descarte do ser humano na era pós moderna
O descarte do ser humano na era pós modernaO descarte do ser humano na era pós moderna
O descarte do ser humano na era pós modernaFernando Alcoforado
 
Novo_Livro_Prof_Sousa_Lara-63555972 (1).docx
Novo_Livro_Prof_Sousa_Lara-63555972 (1).docxNovo_Livro_Prof_Sousa_Lara-63555972 (1).docx
Novo_Livro_Prof_Sousa_Lara-63555972 (1).docxEduardoNeto70
 
O fracasso do neoliberalismo no mundo
O fracasso do neoliberalismo no mundoO fracasso do neoliberalismo no mundo
O fracasso do neoliberalismo no mundoFernando Alcoforado
 
Crise intelectual atual do pensamento exige novo iluminismo
Crise intelectual atual do pensamento exige novo iluminismoCrise intelectual atual do pensamento exige novo iluminismo
Crise intelectual atual do pensamento exige novo iluminismoFernando Alcoforado
 
666 nova ordem_mundial
666 nova ordem_mundial666 nova ordem_mundial
666 nova ordem_mundialJosé Silva
 
Globalização e pós modernidade aula de geografia prof. silvânio barcelos
Globalização e pós modernidade aula de geografia prof. silvânio barcelosGlobalização e pós modernidade aula de geografia prof. silvânio barcelos
Globalização e pós modernidade aula de geografia prof. silvânio barcelosSilvânio Barcelos
 
A sociedade em rede TEDXCuritiba com Gil Giardelli
A sociedade em rede TEDXCuritiba com Gil GiardelliA sociedade em rede TEDXCuritiba com Gil Giardelli
A sociedade em rede TEDXCuritiba com Gil GiardelliGil Giardelli
 

Semelhante a O mundo rumo ao colapso total (20)

OS COLAPSOS QUE AMEAÇAM A HUMANIDADE NO SÉCULO XXI E COMO EVITAR SUAS NEFASTA...
OS COLAPSOS QUE AMEAÇAM A HUMANIDADE NO SÉCULO XXI E COMO EVITAR SUAS NEFASTA...OS COLAPSOS QUE AMEAÇAM A HUMANIDADE NO SÉCULO XXI E COMO EVITAR SUAS NEFASTA...
OS COLAPSOS QUE AMEAÇAM A HUMANIDADE NO SÉCULO XXI E COMO EVITAR SUAS NEFASTA...
 
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundo
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundoO progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundo
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundo
 
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundo
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundoO progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundo
O progresso e o desenvolvimento ameaçados no mundo
 
Tecnociência
TecnociênciaTecnociência
Tecnociência
 
A decadência da humanidade
A decadência da humanidadeA decadência da humanidade
A decadência da humanidade
 
A crise intelectual do pensamento na era contemporânea e como superá la
A crise intelectual do pensamento na era contemporânea e como superá laA crise intelectual do pensamento na era contemporânea e como superá la
A crise intelectual do pensamento na era contemporânea e como superá la
 
Texto32 P7
Texto32 P7Texto32 P7
Texto32 P7
 
LIVRO - Terra Pátria - EDGAR MORIN.pdf
LIVRO - Terra Pátria - EDGAR MORIN.pdfLIVRO - Terra Pátria - EDGAR MORIN.pdf
LIVRO - Terra Pátria - EDGAR MORIN.pdf
 
Ai urgencia de um ethos mundial
Ai urgencia de um ethos mundialAi urgencia de um ethos mundial
Ai urgencia de um ethos mundial
 
COMO FAZER COM QUE AS UTOPIAS PLANETÁRIAS SE REALIZEM VISANDO A CONSTRUÇÃO DE...
COMO FAZER COM QUE AS UTOPIAS PLANETÁRIAS SE REALIZEM VISANDO A CONSTRUÇÃO DE...COMO FAZER COM QUE AS UTOPIAS PLANETÁRIAS SE REALIZEM VISANDO A CONSTRUÇÃO DE...
COMO FAZER COM QUE AS UTOPIAS PLANETÁRIAS SE REALIZEM VISANDO A CONSTRUÇÃO DE...
 
O descarte do ser humano na era pós moderna
O descarte do ser humano na era pós modernaO descarte do ser humano na era pós moderna
O descarte do ser humano na era pós moderna
 
Novo_Livro_Prof_Sousa_Lara-63555972 (1).docx
Novo_Livro_Prof_Sousa_Lara-63555972 (1).docxNovo_Livro_Prof_Sousa_Lara-63555972 (1).docx
Novo_Livro_Prof_Sousa_Lara-63555972 (1).docx
 
O fracasso do neoliberalismo no mundo
O fracasso do neoliberalismo no mundoO fracasso do neoliberalismo no mundo
O fracasso do neoliberalismo no mundo
 
Crise intelectual atual do pensamento exige novo iluminismo
Crise intelectual atual do pensamento exige novo iluminismoCrise intelectual atual do pensamento exige novo iluminismo
Crise intelectual atual do pensamento exige novo iluminismo
 
Paradigmas
ParadigmasParadigmas
Paradigmas
 
Paradigmas
ParadigmasParadigmas
Paradigmas
 
666 nova ordem_mundial
666 nova ordem_mundial666 nova ordem_mundial
666 nova ordem_mundial
 
Fluzz pilulas 32
Fluzz pilulas 32Fluzz pilulas 32
Fluzz pilulas 32
 
Globalização e pós modernidade aula de geografia prof. silvânio barcelos
Globalização e pós modernidade aula de geografia prof. silvânio barcelosGlobalização e pós modernidade aula de geografia prof. silvânio barcelos
Globalização e pós modernidade aula de geografia prof. silvânio barcelos
 
A sociedade em rede TEDXCuritiba com Gil Giardelli
A sociedade em rede TEDXCuritiba com Gil GiardelliA sociedade em rede TEDXCuritiba com Gil Giardelli
A sociedade em rede TEDXCuritiba com Gil Giardelli
 

Mais de Fernando Alcoforado

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO Fernando Alcoforado
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENFernando Alcoforado
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?Fernando Alcoforado
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...Fernando Alcoforado
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHFernando Alcoforado
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...Fernando Alcoforado
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALFernando Alcoforado
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGEFernando Alcoforado
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALFernando Alcoforado
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 Fernando Alcoforado
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...Fernando Alcoforado
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...Fernando Alcoforado
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...Fernando Alcoforado
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...Fernando Alcoforado
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDFernando Alcoforado
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE Fernando Alcoforado
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOFernando Alcoforado
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...Fernando Alcoforado
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELFernando Alcoforado
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILFernando Alcoforado
 

Mais de Fernando Alcoforado (20)

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
 

O mundo rumo ao colapso total

  • 1. 1 O MUNDO RUMO AO COLAPSO TOTAL? Fernando Alcoforado* Não apenas pensadores como Immanuel Wallerstein, Jacques Attali. Eric Hobsbawn e François Chesnais, entre outros, prognosticaram ou prognosticam um futuro catastrófico para a humanidade no século XXI. A eles se juntam mais dois pensadores: John Casti, matemático e ph.D, especialista em teorias dos sistemas e da complexidade e, Edgar Morin, antropólogo, sociólogo e filósofo francês, pesquisador emérito do CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique de Paris). Sobre o futuro da humanidade, John Casti o aborda em seu livro O Colapso de Tudo - Os Eventos Extremos que Podem Destruir a Civilização a Qualquer Momento (Rio: Editora Intrínseca Ltda., 2012) e Edgar Morin em seu livro Vers l’abîme ? (Rumo ao abismo ?) (Cahiers de L’Herne, 2007). Segundo John Casti, nossa sociedade está se tornando tão interligada e complexa que o colapso é quase inevitável. Casti inaugurou no início de 2012 o X-Center, um centro de estudos sediado em Viena para analisar a possibilidade de desastres e desenvolver modos de preveni-los. John Casti usa a matemática e modelos de computador para analisar sistemas complexos, nos quais a ação de diversos indivíduos e organizações se soma para produzir resultados inesperados. No X-Center, em Viena, John Casti desenvolve modelos para estudar os possíveis eventos, quais as condições que levam à sua ocorrência e como impedi-los. Até agora, John Casti já realizou uma parceria com o governo da Finlândia, para prever possíveis cenários catastróficos no país, e começa a estudar a mesma situação na Coreia do Sul. Segundo seu diagnóstico, Casti afirma que a humanidade vive hoje uma sobrecarga de complexidade. Todas as infraestruturas necessárias para manter o estilo de vida atual estão construídas extremamente dependentes umas das outras. Para exemplificar, Casti afirma que a internet depende da energia elétrica, que por sua vez depende das usinas de carvão, gás, nucleares ou hidrelétricas, que, por sua vez, dependem da internet. O problema é que quando a complexidade se torna grande demais, o sistema pode entrar em colapso inesperadamente. Casti chama essa ruptura de um evento X. Essa expressão, evento X, é uma abreviação para evento extremo. Além disso, na matemática o X representa o desconhecido. Todos os eventos X são similares tendo um componente muito aleatório, que é o gatilho que dá início ao evento, mas é possível prever o contexto em que ele pode ocorrer. É o que Casti está tentando fazer no X- Center ao desenvolver alguns modos de antecipar as condições dos eventos X. Segundo Casti, a humanidade ficou mais vulnerável a um evento extremo. As infraestruturas mundiais atuais são similares a um castelo de cartas. Por causa de toda a conectividade entre nossas infraestruturas, não é preciso um choque muito grande para derrubar todo o sistema. Se alguém pega uma gripe em alguma parte do planeta, por exemplo, ela pode rapidamente ser transmitida para outra parte e se tornar uma pandemia global. Estamos mais vulneráveis do que nunca. Em seu livro O Colapso de Tudo, Casti apresenta os cenários de uma interrupção generalizada e duradoura da internet, do esgotamento do sistema global de abastecimento de alimentos, de um pulso eletromagnético continental que destrói todos
  • 2. 2 os aparelhos eletrônicos, do colapso da globalização, da destruição da Terra pela criação de partículas exóticas, da desestabilização do panorama nuclear, do fim do suprimento global de petróleo, de uma pandemia global, da falta de energia elétrica e de água potável, de robôs inteligentes que sobrepujam a humanidade e da deflação global e do colapso dos mercados financeiros mundiais. Por sua vez, em seu livro Vers l’abîme ? Edgar Morin considera a inevitabilidade do desastre que ameaça a humanidade em que, segundo ele, o improvável se torna possível. O título do livro sob a forma de interrogação trata da certeza do abismo. “A humanidade evitará esse desastre ou recomeçará a partir do desastre? A crise mundial que se abre e se amplifica conduz ao desastre ou à superação?” Edgar Morin prova que a crise mundial se agravou e o pensamento político dominante é incapaz de formular uma política de civilização e de humanidade. O mundo está no início do caos, e a única perspectiva é uma metamorfose, com o surgimento de forças de transformação e regeneração. Na crise planetária, a única perspectiva de salvação encontra-se no que trará simultaneamente conservação e transformação, uma verdadeira metamorfose. Segundo Morin, essa transformação deve ser desenvolvida no interior de cada indivíduo, na modificação irremediável das mentalidades. Morin afirma que a Modernidade criou três mitos: o de controlar o universo, o do progresso e da conquista da felicidade. O enorme desenvolvimento da ciência, da tecnologia, da economia, do capitalismo, tem aumentado de forma inédita a invenção, mas também a capacidade de destruição. A razão herdada do Iluminismo impôs a idéia de um universo totalmente inteligível. O progresso científico e técnico permitiu como sempre a emancipação humana, mas a morte coletiva também se tornou possível como nunca antes. Golden Age (idade de Ouro) e idade de horror! Ora aqui está um tema muito atual: o que perdemos quando ganhamos o progresso? Morin defende a tese de que o progresso traz consigo a certeza da morte. Este século é a maior promessa e também a maior ameaça! Os progressos tecnológico, científico, médico, social, se manifestam na forma de destruição da biosfera, destruição cultural, criação de novas desigualdades e de novas servidões. O desenvolvimento ignora qualquer coisa que não seja calculável e mensurável, desintegrando as artes da vida e da sabedoria de culturas antigas. A racionalização baseada no cálculo é reduzida ao econômico ignorando a vida, os sentimentos das pessoas. Morin defende a tese de que a sociedade mundial ainda não é civilizada, ao contrário, é bárbara. Barbárie, crueldade, sombra da morte, individualismo ocidental precisam ser superados por uma revolução na interioridade psíquica das pessoas. Infelizmente, as políticas governamentais ignoram a necessidade de reforma das mentes e das pessoas. Ao lado disto, uma nova classe dominante e exploradora surgiu, pior do que as anteriores. Este século é o da maior promessa e também da maior ameaça. Morin preconiza que a Sociedade Mundial deve resistir ao mundo do terror. Nós estamos diante do afundamento do Iluminismo e de suas promessas. O imprevisto chegou representando uma constatação pertubadora. Isto faz com que seja aberta a necessidade de uma verdadeira transformação na organização social, por uma sociedade de novo tipo, uma sociedade- mundo. Fica bastante evidenciada pelas visões de John Casti e Edgar Morin que a humanidade tem que construir uma nova sociedade, sociedade-mundo como propõe Morin. Esta sociedade-mundo que incorpore todos os povos do mundo inteiro só será viável se for conduzida por um governo mundial democrático e que seja capaz de planejar e controlar
  • 3. 3 os sistemas caóticos que ameaçam a sobrevivência da humanidade e evitar o colapso de tudo como prevê Casti. Só assim será possível evitar a depressão da economia mundial, a exaustão dos recursos naturais do planeta especialmente água e petróleo, o crescimento desordenado das cidades e a mudança climática catastrófica global, além do descontrole dos sistemas de internet e de energia e da emergência de pandemias globais. O grande obstáculo ao advento de um governo mundial é representado pelos governos nacionais, sobretudo pelas grandes potências, que não abrem mão de sua soberania. As grandes potências não aceitam um governo mundial para continuarem sua dominação em escala mundial e os governos dos demais países se aferram à defesa de suas soberanias se opondo à existência de um governo mundial porque acham que ele será exercido pelas grandes potências com o aprofundamento de sua dominação. Os governantes de todos os países precisam adquirir a consciência de que o caos que caracteriza a operação dos sistemas mundiais atuais nos planos econômico e ambiental resulta de sua ingovernabilidade que só será alcançada com a existência de um governo mundial ou um consórcio de todos os países do mundo imbuídos do propósito de fazer frente à ameaça que paira contra a sobrevivência da civilização e da própria humanidade e promover o progresso em benefício de todos os povos do mundo. Só assim, a humanidade evitará o abismo do colapso total. *Fernando Alcoforado, 73, engenheiro e doutor em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Barcelona, professor universitário e consultor nas áreas de planejamento estratégico, planejamento empresarial, planejamento regional e planejamento de sistemas energéticos, é autor dos livros Globalização (Editora Nobel, São Paulo, 1997), De Collor a FHC- O Brasil e a Nova (Des)ordem Mundial (Editora Nobel, São Paulo, 1998), Um Projeto para o Brasil (Editora Nobel, São Paulo, 2000), Os condicionantes do desenvolvimento do Estado da Bahia (Tese de doutorado. Universidade de Barcelona, http://www.tesisenred.net/handle/10803/1944, 2003), Globalização e Desenvolvimento (Editora Nobel, São Paulo, 2006), Bahia- Desenvolvimento do Século XVI ao Século XX e Objetivos Estratégicos na Era Contemporânea (EGBA, Salvador, 2008), The Necessary Conditions of the Economic and Social Development- The Case of the State of Bahia (VDM Verlag Dr. Müller Aktiengesellschaft & Co. KG, Saarbrücken, Germany, 2010), Aquecimento Global e Catástrofe Planetária (P&A Gráfica e Editora, Salvador, 2010), Amazônia Sustentável- Para o progresso do Brasil e combate ao aquecimento global (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2011) e Os Fatores Condicionantes do Desenvolvimento Econômico e Social (Editora CRV, Curitiba, 2012), entre outros.S