SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 57
Baixar para ler offline
18º CBENC- CONGRESSO
BRASILEIRO DE ENGENHEIROS CIVIS
   8 a 11 de novembro de 2012-
         SALVADOR/BAHIA


   O FUTURO É A ENGENHARIA
   Engo. Fernando Alcoforado
O FUTURO É A ENGENHARIA
• Engo. Fernando Alcoforado
1. A EVOLUÇÃO DA ENGENHARIA NO MUNDO DA
   ANTIGUIDADE À ERA CONTEMPORÂNEA
2. O FUTURO DA ENGENHARIA NO MUNDO E
   COMO ELA PODERÁ CONTRIBUIR PARA O
   PROGRESSO DA HUMANIDADE
3. PERSPECTIVAS DE EVOLUÇÃO DA ENGENHARIA
   NO BRASIL E COMO ELA PODERÁ CONTRIBUIR
   PARA O SEU PROGRESSO ECONÔMICO E SOCIAL
4. PORQUE O FUTURO É A ENGENHARIA.
O FUTURO É A ENGENHARIA




1. A EVOLUÇÃO DA ENGENHARIA NO
  MUNDO DA ANTIGUIDADE À ERA
  CONTEMPORÂNEA
A ENGENHARIA NA ANTIGUIDADE
• DESDE OS PRIMÓRDIOS DA
  HUMANIDADE, MUITA GENTE SE OCUPOU DE
  DIVERSAS TAREFAS QUE HOJE SÃO
  ATRIBUIÇÕES DO ENGENHEIRO, E AÍ ESTÃO
  PARA PROVAR AS INCONTÁVEIS E
  MAGNÍFICAS OBRAS DE ENGENHARIA NA
  ANTIGUIDADE.
• O PRIMEIRO ENGENHEIRO FOI
  PROVAVELMENTE IMHOTEP QUE PROJETOU E
  SUPERVISIONOU A CONSTRUÇÃO DA
  PIRÂMIDE DE DJOSER NO EGITO, UMA
  PIRÂMIDE DE DEGRAUS EM SAQQARA, POR
  VOLTA DE 2630 A.C.- 2611 A.C.
FAROL DE ALEXANDRIA
PIRÂMIDES DO EGITO
JARDINS SUSPENSOS DA BABILÔNIA
ACRÓPOLE DE ATENAS
PARTENON DE ATENAS
AQUEDUTO ROMANO
VIA ÁPIA
VIA ÁPIA
COLISEU DE ROMA
TEOTIHUACÁN NO MÉXICO
PIRÂMIDES MAIAS
PIRÂMIDE INCA EM MACHU PICHU
PIRÂMIDE ASTECA
GRANDE MURALHA DA CHINA
GRANDE MURALHA DA CHINA
IMHOTEP PROJETOU E SUPERVISIONOU A
CONSTRUÇÃO DA PIRÂMIDE DE DJOSER NO
               EGITO
A ENGENHARIA DE BASE CIENTÍFICA
• AS OBRAS DE ENGENHARIA, DESDE A
  ANTIGUIDADE ATÉ O SÉCULO XV FORAM
  MUITO MAIS FRUTO DO EMPIRISMO E DA
  INTUIÇÃO DO QUE DO CÁLCULO E DE UMA
  VERDADEIRA ENGENHARIA.
• LEONARDO DA VINCI E GALILEU GALILEI, NOS
  SÉCULOS XV E XVII, POR EXEMPLO, PODEM
  SER CONSIDERADOS OS PRECURSORES DA
  ENGENHARIA DE BASE CIENTÍFICA PORQUE O
  QUE ELES FIZERAM ERA REGIDO POR LEIS
  FÍSICAS E MATEMÁTICAS.
LEONARDO DA VINCI COMO
         CIENTISTA E ENGENHEIRO
• LEONARDO DA VINCI É REVERENCIADO NÃO APENAS COMO
  PINTOR MAS TAMBÉM POR SUA ENGENHOSIDADE
  TECNOLÓGICA AO CONCEBER IDEIAS MUITO À FRENTE DE SEU
  TEMPO, COMO UM PROTÓTIPO DE HELICÓPTERO , UM TANQUE
  DE GUERRA, O USO DA ENERGIA SOLAR, UMA CALCULADORA, O
  CASCO DUPLO NAS EMBARCAÇÕES, E UMA TEORIA
  RUDIMENTAR DAS PLACAS TECTÔNICAS.
• ALGUNS DE SEUS PROJETOS FORAM CONSTRUÍDOS DURANTE
  SUA VIDA E ALGUMAS DE SUAS INVENÇÕES MENORES, COMO
  UMA BOBINA AUTOMÁTICA E UM APARELHO QUE TESTA A
  RESISTÊNCIA À TRAÇÃO DE UM FIO ENTRARAM PARA O MUNDO
  DA INDÚSTRIA.
• COMO CIENTISTA, FOI RESPONSÁVEL POR GRANDE AVANÇO DO
  CONHECIMENTO NOS CAMPOS DA ANATOMIA, DA ENGENHARIA
  CIVIL, DA ÓTICA E DA HIDRODINÂMICA.
GALILEU GALILEI, PAI DA CIÊNCIA MODERNA,
      COMO CIENTISTA E ENGENHEIRO
• GALILEU GALILEI FOI PERSONALIDADE FUNDAMENTAL NA REVOLUÇÃO
  CIENTÍFICA.
• GALILEU GALILEI DESENVOLVEU OS PRIMEIROS ESTUDOS SISTEMÁTICOS
  DO MOVIMENTO UNIFORMEMENTE ACELERADO E DO MOVIMENTO DO
  PÊNDULO. DESCOBRIU A LEI DOS CORPOS E ENUNCIOU O PRINCÍPIO DA
  INÉRCIA E O CONCEITO DE REFERENCIAL INERCIAL, IDEIAS PRECURSORAS
  DA MECÂNICA NEWTONIANA.
• GALILEU GALILEI MELHOROU SIGNIFICATIVAMENTE O TELESCÓPIO
  REFRATOR E COM ELE DESCOBRIU AS MANCHAS SOLARES, AS
  MONTANHAS DA LUA, AS FASES DE VÊNUS, QUATRO DOS SATÉLITES DE
  JÚPITER, OS ANÉIS DE SATURNO, AS ESTRELAS DA VIA LÁCTEA. ESTAS
  DESCOBERTAS CONTRIBUÍRAM DECISIVAMENTE NA DEFESA DO
  HELIOCENTRISMO.
• GALILEU GALILEI DESENVOLVEU AINDA VÁRIOS INSTRUMENTOS COMO A
  BALANÇA HIDROSTÁTICA, O COMPASSO GEOMÉTRICO QUE PERMITIA
  MEDIR ÂNGULOS E ÁREAS, O TERMÔMETRO DE GALILEU E O PRECURSOR
  DO RELÓGIO DE PÊNDULO.
• O MÉTODO CIENTÍFICO , EMPÍRICO, DEFENDIDO POR
  GALILEU, CONSTITUI UM CORTE COM O MÉTODO ARISTOTÉLICO MAIS
  ABSTRATO UTILIZADO NESSA ÉPOCA. DEVIDO A ISTO, GALILEU É
  CONSIDERADO O "PAI DA CIÊNCIA MODERNA".
O NASCIMENTO DA ENGENHARIA
           MODERNA
• O NASCIMENTO DA ENGENHARIA MODERNA FOI
  CONSEQUÊNCIA DE DOIS GRANDES
  ACONTECIMENTOS QUE OCORRERAM NA HISTÓRIA
  DA HUMANIDADE NO SÉCULO XVIII: A REVOLUÇÃO
  INDUSTRIAL NA INGLATERRA E O MOVIMENTO
  FILOSÓFICO E CULTURAL DENOMINADO DE
  ILUMINISMO NA FRANÇA.
• NA MEDIDA EM QUE SE DESENVOLVIAM AS
  CIÊNCIAS MATEMÁTICAS E FÍSICAS, A ENGENHARIA
  FOI SE ESTRUTURANDO, MAS SOMENTE NO SÉCULO
  XVIII FOI POSSÍVEL CHEGAR-SE A UM CONJUNTO
  SISTEMÁTICO E ORDENADO DE DOUTRINAS, QUE
  CONSTITUÍRAM A PRIMEIRA BASE TEÓRICA DA
  ENGENHARIA.
O FUTURO É A ENGENHARIA



2. O FUTURO DA ENGENHARIA NO
  MUNDO E COMO ELA PODERÁ
  CONTRIBUIR PARA O PROGRESSO
  DA HUMANIDADE
O FUTURO DA ENGENHARIA NO
             MUNDO
• O FUTURO DA ENGENHARIA NO MUNDO DEPENDE
  BASTANTE DA FORMAÇÃO QUE O ENGENHEIRO
  VENHA A TER NOS ANOS FUTUROS A SER
  MINISTRADO PELAS ESCOLAS DE ENGENHARIA.
• PARA CONTRIBUIR PARA O PROGRESSO DA
  HUMANIDADE, SERIA DESEJÁVEL QUE A FORMAÇÃO
  DO ENGENHEIRO DO FUTURO FOSSE ORIENTADA
  NO SENTIDO DE QUE O MESMO ADQUIRA UMA
  VISÃO TOTALIZANTE DAS ENGENHARIAS
  ESTABELECENDO AS RELAÇÕES ENTRE AS PARTES E
  O TODO EM SEU CONJUNTO AO CONTRÁRIO DO
  QUE OCORRE EM MUITOS PAÍSES DO
  MUNDO, INCLUSIVE NO BRASIL, NA
  ATUALIDADE, QUE IMPÕE O CONHECIMENTO
  FRAGMENTADO DE ACORDO COM AS
O PERFIL DO ENGENHEIRO DO
                  FUTURO
•   PARA CONTRIBUIR PARA O PROGRESSO DA HUMANIDADE, O ENGENHEIRO DO
    FUTURO DEVERIA SER PREPARADO PARA VALORIZAR OS ASPECTOS SOCIAIS (O
    SER HUMANO) E AMBIENTAIS (A NATUREZA), ALÉM DOS ASPECTOS TÉCNICOS E
    ECONÔMICOS, NO EXERCÍCIO DE SUAS ATIVIDADES.
•   O PROFISSIONAL DA ENGENHARIA DO FUTURO DEVERIA SER PREPARADO PARA
    ASSUMIR SUA IDENTIDADE COM TODOS OS SERES HUMANOS PROCURANDO
    NÃO COMPROMETER COM SUAS ATIVIDADES O FUTURO PLANETÁRIO DO
    GÊNERO HUMANO COM O DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS QUE ATENTEM
    CONTRA A VIDA NO PLANETA COMO, POR EXEMPLO, AQUELES QUE AGRIDAM O
    MEIO AMBIENTE DO PLANETA E ALIMENTAM A GUERRA.
•   O ENGENHEIRO DO FUTURO DEVERIA APRENDER A INCORPORAR AS INCERTEZAS
    ABORDADAS PELAS VÁRIAS ÁREAS DA CIÊNCIA E A DELINEAR ESTRATÉGIAS QUE
    PERMITAM A SOCIEDADE ENFRENTAR OS IMPREVISTOS, O INESPERADO
    COMO, POR EXEMPLO, OS TERREMOTOS E FENÔMENOS ATMOSFÉRICOS.
•   O ENGENHEIRO DO FUTURO DEVERIA ADQUIRIR A CAPACIDADE DE FAZER COM
    QUE A ENGENHARIA CONTRIBUA PARA QUE AS RELAÇÕES HUMANAS NO
    MUNDO SAIAM DE SEU ESTADO BÁRBARO ATUAL AO SE OPOR À GUERRA E
    PUGNAR PELA CONSTRUÇÃO DE UM NOVO MUNDO BASEADO NA COOPERAÇÃO
    ENTRE TODOS OS SERES HUMANOS.
A FORMAÇÃO DO ENGENHEIRO DO
            FUTURO
  FORMAÇÃO
                     NOSSA PROPOSTA: FORMAÇÃO DO FUTURO
    ATUAL
                                              Pós-graduação
Engenharias:       Graduação:                 em Engenharia:
-Civil                                       -Civil
-Elétrica          -Engenharia               -Elétrica
-Mecânica          Básica                    -Mecânica
-Química           complementada             -Química
--Minas            por:                      --Minas
-Metalurgia                                  -Metalurgia
-Aeronáutica       -Computação               -Aeronáutica
          e
-Aeroespacial      -Economia                 -Aeroespacial
--Naval/ Militar   -Ciências Sociais         --Naval/ Militar
--Industrial       -Meio Ambiente            --Industrial
- Computação       -Gestão                   - Computação
-Mecatrônica       empresarial, de           -Mecatrônica
-Agronômica        projetos e obras          -Agronômica
--Florestal        -Inovação                 --Florestal
--Alimentos        tecnológica               --Alimentos
                                             -Genética
O FUTURO É A ENGENHARIA


3.PERSPECTIVAS DE EVOLUÇÃO DA
  ENGENHARIA NO BRASIL E COMO
  ELA PODERÁ CONTRIBUIR PARA O
  SEU PROGRESSO ECONÔMICO E
  SOCIAL
DESAFIOS ATUAIS PARA A
      ENGENHARIA BRASILEIRA
• MELHORIA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO
  DO BRASIL EM TODOS OS NÍVEIS
• REESTRUTURAÇÃO DOS CURSOS DE
  ENGENHARIA
• ELIMINAÇÃO DA INSUFICIÊNCIA DO NÚMERO
  DE ENGENHEIROS NO PAÍS
• AUMENTO DA PARTICIPAÇÃO DO BRASIL NA
  CORRIDA À INOVAÇÃO AO NÍVEL GLOBAL
ENGENHEIROS FORMADOS
      POR ANO

 ENGENHEIROS FORMADOS POR ANO

 PAÍS              FORMADOS
 China                400 mil
 Índia                250 mil
 Rússia               100 mil

 Coréia do Sul        80 mil

 Brasil               48 mil
A DEMANDA DE ENGENHEIROS NO
•
             MERCADO DE TRABALHO RESIDE
    UMA DAS CAUSAS DA INSUFICIÊNCIA DE ENGENHEIROS NO BRASIL
    NO FATO DE MUITOS DELES NÃO TRABALHAREM NA PROFISSÃO.
•   SEGUNDO O IPEA, EM 2008, O NÚMERO DE GRADUADOS EM ENGENHARIA
    ERA DE APROXIMADAMENTE 750 MIL PROFISSIONAIS, ENQUANTO QUE O
    ESTOQUE DE EMPREGOS FORMAIS NAS OCUPAÇÕES TÍPICAS DESTES
    TRABALHADORES ERA DE 211,7 MIL.
•   PARA CADA DOIS GRADUADOS EM ENGENHARIA TRABALHANDO COM
    CARTEIRA ASSINADA EM OCUPAÇÕES TÍPICAS DE SUA FORMAÇÃO, HÁ
    OUTROS CINCO EM UMA DAS SEGUINTES SITUAÇÕES: EXERCENDO OUTRAS
    OCUPAÇÕES, DESEMPREGADOS, EXERCENDO ATIVIDADES COMO
    PROFISSIONAIS NÃO ASSALARIADOS, TRABALHANDO EM OUTROS PAÍSES OU
    SIMPLESMENTE FORA DO MERCADO DE TRABALHO.
•   O BRASIL PRECISA DE MAIS 150 MIL ENGENHEIROS ATÉ O FINAL DE 2012,
    SEGUNDO DADOS DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA (CNI), POR
    CAUSA DE INVESTIMENTOS NO SETOR DE ENERGIA, INFRAESTRUTURA E A
    DESCOBERTA DO PRÉ-SAL. UMA DAS ÁREAS COM MAIOR NECESSIDADE DE
    PROFISSIONAIS É A DE PETRÓLEO E GÁS.
•   O IPEA ESTIMA QUE EM 2015, CASO O CRESCIMENTO DO PIB FIQUE EM 5%
    AO ANO, SERÃO NECESSÁRIOS 1,155 MILHÕES DE ENGENHEIROS. E, COM
    CRESCIMENTO DE 7% AO ANO, SERÃO NECESSÁRIOS 1,462 MILHÃO DE
    ENGENHEIROS. A PROJEÇÃO PARA 2022 APONTA A NECESSIDADE DE 1,565
    MILHÕES DE ENGENHEIROS EM OCUPAÇÕES TÍPICAS.
O PRÓ-ENGENHARIA
• PARA SUPERAR O PROBLEMA DA INSUFICIÊNCIA DE
  ENGENHEIROS NO BRASIL, O GOVERNO LANÇOU, EM 2011,
  O PRÓ-ENGENHARIA.
• ELABORADO POR UMA COMISSÃO DE ESPECIALISTAS
  NOMEADA PELA COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE
  PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES), O PROJETO PREVÊ
  INVESTIMENTOS DE R$ 1,3 BILHÕES.
• O OBJETIVO DO PROJETO É AMPLIAR O NÚMERO DE
  ENGENHEIROS FORMADOS NO PAÍS – A PARTIR DE 2016 – E
  REDUZIR A TAXA DE EVASÃO NOS CURSOS DE ENGENHARIA.
• ENTRE 2000 E 2009, O NÚMERO DE FORMANDOS DE
  ENGENHARIA SALTOU DE 22,8 MIL PARA 48 MIL.
• APESAR DO CRESCIMENTO, A PARTICIPAÇÃO DE
  ENGENHEIROS NO UNIVERSO DE FORMADOS NAS
  UNIVERSIDADES BRASILEIRAS CAIU DE 7% PARA MENOS DE
  6%. COMO FORMA DE COMPARAÇÃO, NA CHINA, 35% DOS
  FORMANDOS NAS UNIVERSIDADES SÃO ENGENHEIROS; E NA
  COREIA DO SUL, 25%.
O FUTURO É A ENGENHARIA



4.PORQUE   O    FUTURO   É   A
  ENGENHARIA.
ONDE A ENGENHARIA SE FAZ
             PRESENTE
• NAS FÁBRICAS
• NOS CANTEIROS DE OBRAS HABITACIONAIS E DE
  INFRAESTRUTURA
• NAS UNIVERSIDADES, NOS LABORATÓRIOS
  CIENTÍFICOS, NOS CENTROS DE PESQUISAS
  TECNOLÓGICAS
• NOS TRANSPORTES, NA PRODUÇÃO DE ENERGIA, NAS
  COMUNICAÇÕES, NA PRODUÇÃO DE
  ALIMENTOS, ENTRE OUTROS EMPREENDIMENTOS
• NA OFERTA DOS CHAMADOS SERVIÇOS DE
  ENGENHARIA.
O FUTURO É A ENGENHARIA



GRANDES OBRAS DE ENGENHARIA NA
      ERA CONTEMPORÂNEA
INDÚSTRIAS
MINERAÇÃO
AGROPECUÁRIA
USINA HIDRELÉTRICA DE TRÊS
   GARGANTAS NA CHINA
USINA HIDRELÉTRICA DE ITAIPU
EMPIRE STATE BUILDING EM NEW
            YORK
CAPITAL GATE EM ABU DHABI NOS
  EMIRADOS ÁRABES UNIDOS
KINGDOM TOWER, MAIOR EDIFÍCIO DO MUNDO
AINDA EM FASE DE PROJETO, QUE SERÁ CONSTRUÍDO
     NA CIDADE DE JEDDAH, ARÁBIA SAUDITA
PONTE MAIS LONGA DO MUNDO SOBRE O MAR DE
  36,48 QUILÔMETROS CONSTRUÍDA NA CIDADE
       LITORÂNEA DE QINGDAO NA CHINA
PONTE RIO-NITERÓI
PONTE MAIS LONGA DO MUNDO SOBRE O
MAR DE 36,48 QUILÔMETROS CONSTRUÍDA NA
 CIDADE LITORÂNEA DE QINGDAO NA CHINA
AEROPORTOS
RODOVIAS
FERROVIAS
AVIÕES A JATO
FOGUETES ESPACIAIS
NAVIOS
SHOPPING-CENTERS
ESTÁDIO DE FUTEBOL
MAIOR ACELERADOR DE PARTÍCULAS
          DO MUNDO
PORQUE O FUTURO É A ENGENHARIA
• A TECNOLOGIA E O CONHECIMENTO COMEÇAM A ABRIR A CORTINA DE UM
  FUTURO RICO E PROMISSOR PARA A HUMANIDADE. SUA INFLUÊNCIA SOBRE
  O SOCIAL, O ECONÔMICO E O POLÍTICO TRANSFORMARÁ TOTALMENTE A
  ESTRUTURA DA NOSSA SOCIEDADE.
• OS ENGENHEIROS SÃO AGENTES TRANSFORMADORES DESSA NOVA
  REALIDADE. É O ENGENHEIRO QUEM TRANSFORMA O CONHECIMENTO
  DESENVOLVIDO NOS LABORATÓRIOS EM PRODUTOS QUE VÃO MELHORAR A
  VIDA DAS PESSOAS.
• É O ENGENHEIRO O ELEMENTO PRINCIPAL DA REVOLUCIONÁRIA
  TRANSFORMAÇÃO SILENCIOSA QUE OCORRE NO MUNDO MODERNO. O
  COMPROMISSO DA ENGENHARIA É COM O SER HUMANO E COM A
  SOCIEDADE.
• A ENGENHARIA DEVE SER ENTENDIDA COMO UMA CULTURA, ABERTA PARA A
  SOCIEDADE, ATIVA NA PROMOÇÃO DE SEU DESENVOLVIMENTO
  PROCURANDO COMO PROPÓSITO A MELHOR QUALIDADE DE VIDA.
• COMO O DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DEPENDE
  FUNDAMENTALMENTE DA CAPACIDADE EM ENGENHARIA, PODE-SE AFIRMAR
  QUE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA ESTÃO
  INTIMAMENTE RELACIONADAS.
• OS ENGENHEIROS SÃO OS MAIORES RESPONSÁVEIS PELA CONCRETIZAÇÃO
  DAS INOVAÇÕES GERADAS PELA REVOLUÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA OU
  TERCEIRA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL EM CURSO.
• A ENGENHARIA É ESTRATÉGICA PARA O PROGRESSO DA HUMANIDADE.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Memorial descritivo pavimentação asfáltica em ruas estruturantes julho 2012
Memorial descritivo pavimentação asfáltica em ruas estruturantes julho 2012Memorial descritivo pavimentação asfáltica em ruas estruturantes julho 2012
Memorial descritivo pavimentação asfáltica em ruas estruturantes julho 2012OLHO ABERTO PARANÁ
 
Nt 28 2014-gas-liquefeito-de-petroleo-parte-1-manipulacao-utilizacao-e-centra...
Nt 28 2014-gas-liquefeito-de-petroleo-parte-1-manipulacao-utilizacao-e-centra...Nt 28 2014-gas-liquefeito-de-petroleo-parte-1-manipulacao-utilizacao-e-centra...
Nt 28 2014-gas-liquefeito-de-petroleo-parte-1-manipulacao-utilizacao-e-centra...waltermoreira
 
Manual do desenho universal
Manual do desenho universalManual do desenho universal
Manual do desenho universalWillian De Sá
 
Projeto de estrutura i e ii
Projeto de estrutura i e iiProjeto de estrutura i e ii
Projeto de estrutura i e iicharlessousa192
 
Eletrotecnica integrado[1]ifpe
Eletrotecnica integrado[1]ifpeEletrotecnica integrado[1]ifpe
Eletrotecnica integrado[1]ifpeDaniel Paiva
 
Ntc 905200 2014 - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;
Ntc 905200 2014  - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;Ntc 905200 2014  - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;
Ntc 905200 2014 - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;Marcelo Godoy
 
Projeto de Interiores Residenciais - Iluminação
Projeto de Interiores Residenciais - IluminaçãoProjeto de Interiores Residenciais - Iluminação
Projeto de Interiores Residenciais - Iluminaçãodanilosaccomori
 
Reações de Apoio em Estruturas
Reações de Apoio em EstruturasReações de Apoio em Estruturas
Reações de Apoio em Estruturascamilapasta
 
3 planeamento, gestão de projectos e desenvolvimento participativo
3   planeamento, gestão de projectos e desenvolvimento participativo3   planeamento, gestão de projectos e desenvolvimento participativo
3 planeamento, gestão de projectos e desenvolvimento participativoUniversidade de Coimbra
 
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação PúblicaGestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação PúblicaDanielle Almeida Ribeiro
 
Levantamento de carga
Levantamento de cargaLevantamento de carga
Levantamento de cargaCarlos Melo
 

Mais procurados (20)

Memorial descritivo pavimentação asfáltica em ruas estruturantes julho 2012
Memorial descritivo pavimentação asfáltica em ruas estruturantes julho 2012Memorial descritivo pavimentação asfáltica em ruas estruturantes julho 2012
Memorial descritivo pavimentação asfáltica em ruas estruturantes julho 2012
 
Manual de Arborização
Manual de Arborização Manual de Arborização
Manual de Arborização
 
Nt 28 2014-gas-liquefeito-de-petroleo-parte-1-manipulacao-utilizacao-e-centra...
Nt 28 2014-gas-liquefeito-de-petroleo-parte-1-manipulacao-utilizacao-e-centra...Nt 28 2014-gas-liquefeito-de-petroleo-parte-1-manipulacao-utilizacao-e-centra...
Nt 28 2014-gas-liquefeito-de-petroleo-parte-1-manipulacao-utilizacao-e-centra...
 
INSTALAÇÕES HIDRO - SANITÁRIAS.
INSTALAÇÕES HIDRO - SANITÁRIAS.INSTALAÇÕES HIDRO - SANITÁRIAS.
INSTALAÇÕES HIDRO - SANITÁRIAS.
 
Eletrotecnica basica
Eletrotecnica basicaEletrotecnica basica
Eletrotecnica basica
 
Manual do desenho universal
Manual do desenho universalManual do desenho universal
Manual do desenho universal
 
Projeto de estrutura i e ii
Projeto de estrutura i e iiProjeto de estrutura i e ii
Projeto de estrutura i e ii
 
Eletrotecnica integrado[1]ifpe
Eletrotecnica integrado[1]ifpeEletrotecnica integrado[1]ifpe
Eletrotecnica integrado[1]ifpe
 
Sistemas estruturais ii
Sistemas estruturais iiSistemas estruturais ii
Sistemas estruturais ii
 
Ntc 905200 2014 - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;
Ntc 905200 2014  - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;Ntc 905200 2014  - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;
Ntc 905200 2014 - acesso de micro e minigeração distribuida ao sistema copel;
 
Aula 05 Planejamento e Controle de Obras
Aula 05 Planejamento e Controle de ObrasAula 05 Planejamento e Controle de Obras
Aula 05 Planejamento e Controle de Obras
 
Expressao grafica i ufpr
Expressao grafica i ufprExpressao grafica i ufpr
Expressao grafica i ufpr
 
Projeto de Interiores Residenciais - Iluminação
Projeto de Interiores Residenciais - IluminaçãoProjeto de Interiores Residenciais - Iluminação
Projeto de Interiores Residenciais - Iluminação
 
Reações de Apoio em Estruturas
Reações de Apoio em EstruturasReações de Apoio em Estruturas
Reações de Apoio em Estruturas
 
05 noções de desenho técnico
05   noções de desenho técnico05   noções de desenho técnico
05 noções de desenho técnico
 
Aula 03 sistemas estruturais 1 alexandre
Aula 03 sistemas estruturais 1  alexandreAula 03 sistemas estruturais 1  alexandre
Aula 03 sistemas estruturais 1 alexandre
 
3 planeamento, gestão de projectos e desenvolvimento participativo
3   planeamento, gestão de projectos e desenvolvimento participativo3   planeamento, gestão de projectos e desenvolvimento participativo
3 planeamento, gestão de projectos e desenvolvimento participativo
 
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação PúblicaGestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública
Gestão Eficiente de Sistemas de Iluminação Pública
 
Aula 01 Planejamento e Controle de Obras
Aula 01 Planejamento e Controle de ObrasAula 01 Planejamento e Controle de Obras
Aula 01 Planejamento e Controle de Obras
 
Levantamento de carga
Levantamento de cargaLevantamento de carga
Levantamento de carga
 

Destaque

Engenharia, Gestão e Mídia do Conhecimento - Aula 3/3
Engenharia, Gestão e Mídia do Conhecimento - Aula 3/3Engenharia, Gestão e Mídia do Conhecimento - Aula 3/3
Engenharia, Gestão e Mídia do Conhecimento - Aula 3/3Roberto C. S. Pacheco
 
Elisabeth Dudziak Cobenge 2003 Competencia informacional do engenheiro
Elisabeth Dudziak Cobenge 2003 Competencia informacional do engenheiroElisabeth Dudziak Cobenge 2003 Competencia informacional do engenheiro
Elisabeth Dudziak Cobenge 2003 Competencia informacional do engenheiroElisabeth Dudziak
 
Engenharia de requisitos introdução
Engenharia de requisitos   introduçãoEngenharia de requisitos   introdução
Engenharia de requisitos introduçãoSilmar De Freitas
 
Introdução a engenharia pdf
Introdução a engenharia pdfIntrodução a engenharia pdf
Introdução a engenharia pdfJessica Vieira
 
Aula01 introducao a_engenharia_2012_1_mvc
Aula01 introducao a_engenharia_2012_1_mvcAula01 introducao a_engenharia_2012_1_mvc
Aula01 introducao a_engenharia_2012_1_mvcMarcelo Santiago
 
Introdução à Engenharia de Produção - Visão Geral
Introdução à Engenharia de Produção - Visão GeralIntrodução à Engenharia de Produção - Visão Geral
Introdução à Engenharia de Produção - Visão Geralelonvila
 
Pesquisa sobre o perfil do engenheiro
Pesquisa sobre o perfil do engenheiroPesquisa sobre o perfil do engenheiro
Pesquisa sobre o perfil do engenheirolahud
 
Responsabilidade social na engenharia 3
Responsabilidade social na engenharia  3Responsabilidade social na engenharia  3
Responsabilidade social na engenharia 3Rodrigo Bressan
 
Engenharia da Sustentabilidade
Engenharia da SustentabilidadeEngenharia da Sustentabilidade
Engenharia da SustentabilidadeAdriana Mendes
 
Apresentação de Introdução à Engenharia de Produção
Apresentação de Introdução à Engenharia de ProduçãoApresentação de Introdução à Engenharia de Produção
Apresentação de Introdução à Engenharia de ProduçãoMarcel Gois
 
Inteligências multiplas
Inteligências multiplasInteligências multiplas
Inteligências multiplasDalila Melo
 
Aulas 01 e 02 introducao engenharia civil
Aulas 01 e 02   introducao engenharia civilAulas 01 e 02   introducao engenharia civil
Aulas 01 e 02 introducao engenharia civilSilas Rocha
 
Introdução a engenharia walter antonio bazzo - 6ª edição
Introdução a engenharia   walter antonio bazzo - 6ª ediçãoIntrodução a engenharia   walter antonio bazzo - 6ª edição
Introdução a engenharia walter antonio bazzo - 6ª ediçãoAna Cristina Ribeiro
 

Destaque (20)

Engenharia e Mercado de Trabalho
Engenharia e Mercado de TrabalhoEngenharia e Mercado de Trabalho
Engenharia e Mercado de Trabalho
 
Engenharia, Gestão e Mídia do Conhecimento - Aula 3/3
Engenharia, Gestão e Mídia do Conhecimento - Aula 3/3Engenharia, Gestão e Mídia do Conhecimento - Aula 3/3
Engenharia, Gestão e Mídia do Conhecimento - Aula 3/3
 
IV O ENGENHEIRO
IV O ENGENHEIROIV O ENGENHEIRO
IV O ENGENHEIRO
 
Elisabeth Dudziak Cobenge 2003 Competencia informacional do engenheiro
Elisabeth Dudziak Cobenge 2003 Competencia informacional do engenheiroElisabeth Dudziak Cobenge 2003 Competencia informacional do engenheiro
Elisabeth Dudziak Cobenge 2003 Competencia informacional do engenheiro
 
Engenharia de requisitos introdução
Engenharia de requisitos   introduçãoEngenharia de requisitos   introdução
Engenharia de requisitos introdução
 
Introdução a engenharia pdf
Introdução a engenharia pdfIntrodução a engenharia pdf
Introdução a engenharia pdf
 
Introdução á engenharia
Introdução  á engenharia   Introdução  á engenharia
Introdução á engenharia
 
Aula01 introducao a_engenharia_2012_1_mvc
Aula01 introducao a_engenharia_2012_1_mvcAula01 introducao a_engenharia_2012_1_mvc
Aula01 introducao a_engenharia_2012_1_mvc
 
Introdução à Engenharia de Produção - Visão Geral
Introdução à Engenharia de Produção - Visão GeralIntrodução à Engenharia de Produção - Visão Geral
Introdução à Engenharia de Produção - Visão Geral
 
Engenharia verde
Engenharia verdeEngenharia verde
Engenharia verde
 
Pesquisa sobre o perfil do engenheiro
Pesquisa sobre o perfil do engenheiroPesquisa sobre o perfil do engenheiro
Pesquisa sobre o perfil do engenheiro
 
Estruturas de aço_aula1
Estruturas de aço_aula1Estruturas de aço_aula1
Estruturas de aço_aula1
 
Responsabilidade social na engenharia 3
Responsabilidade social na engenharia  3Responsabilidade social na engenharia  3
Responsabilidade social na engenharia 3
 
Engenharia da Sustentabilidade
Engenharia da SustentabilidadeEngenharia da Sustentabilidade
Engenharia da Sustentabilidade
 
Introdução à Engenharia de Produção - 01
Introdução à Engenharia de Produção - 01Introdução à Engenharia de Produção - 01
Introdução à Engenharia de Produção - 01
 
Estruturas%20 metalicas
Estruturas%20 metalicasEstruturas%20 metalicas
Estruturas%20 metalicas
 
Apresentação de Introdução à Engenharia de Produção
Apresentação de Introdução à Engenharia de ProduçãoApresentação de Introdução à Engenharia de Produção
Apresentação de Introdução à Engenharia de Produção
 
Inteligências multiplas
Inteligências multiplasInteligências multiplas
Inteligências multiplas
 
Aulas 01 e 02 introducao engenharia civil
Aulas 01 e 02   introducao engenharia civilAulas 01 e 02   introducao engenharia civil
Aulas 01 e 02 introducao engenharia civil
 
Introdução a engenharia walter antonio bazzo - 6ª edição
Introdução a engenharia   walter antonio bazzo - 6ª ediçãoIntrodução a engenharia   walter antonio bazzo - 6ª edição
Introdução a engenharia walter antonio bazzo - 6ª edição
 

Semelhante a O Futuro da Engenharia e seu papel no progresso econômico e social do Brasil

VIVA O DIA DO ENGENHEIRO DO BRASIL, UM DOS GRANDES RESPONSÁVEIS PELO PROGRESS...
VIVA O DIA DO ENGENHEIRO DO BRASIL, UM DOS GRANDES RESPONSÁVEIS PELO PROGRESS...VIVA O DIA DO ENGENHEIRO DO BRASIL, UM DOS GRANDES RESPONSÁVEIS PELO PROGRESS...
VIVA O DIA DO ENGENHEIRO DO BRASIL, UM DOS GRANDES RESPONSÁVEIS PELO PROGRESS...Faga1939
 
HISTÓRIA DA ENGENHARIA NO BRASIL, ENGENHEIROS CIVIS, MERCADO DE TRABALHO, E S...
HISTÓRIA DA ENGENHARIA NO BRASIL, ENGENHEIROS CIVIS, MERCADO DE TRABALHO, E S...HISTÓRIA DA ENGENHARIA NO BRASIL, ENGENHEIROS CIVIS, MERCADO DE TRABALHO, E S...
HISTÓRIA DA ENGENHARIA NO BRASIL, ENGENHEIROS CIVIS, MERCADO DE TRABALHO, E S...Giovane Betinelli
 
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporânea
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporâneaOs cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporânea
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporâneaFernando Alcoforado
 
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporanea
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporaneaOs cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporanea
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporaneaRoberto Rabat Chame
 
A CONTRIBUIÇÃO DA ENGENHARIA AO PROGRESSO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO AO LONGO D...
A CONTRIBUIÇÃO DA ENGENHARIA AO PROGRESSO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO AO LONGO D...A CONTRIBUIÇÃO DA ENGENHARIA AO PROGRESSO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO AO LONGO D...
A CONTRIBUIÇÃO DA ENGENHARIA AO PROGRESSO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO AO LONGO D...Faga1939
 
meioambiente2017sergio.ppt
meioambiente2017sergio.pptmeioambiente2017sergio.ppt
meioambiente2017sergio.pptCarlaDantas24
 
A Importância da Revolução Industrial no Mundo.pdf
A Importância da Revolução Industrial no Mundo.pdfA Importância da Revolução Industrial no Mundo.pdf
A Importância da Revolução Industrial no Mundo.pdfRAFAELASCARI1
 
Aula 1 - Engenharia, Ciência e Tecnologia.pptx
Aula 1 - Engenharia, Ciência e Tecnologia.pptxAula 1 - Engenharia, Ciência e Tecnologia.pptx
Aula 1 - Engenharia, Ciência e Tecnologia.pptxLeonardoCardoso43425
 
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambienteA evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambienteDireitoCivilContemporaneo
 
História da tecnologia (1).pptx
História da tecnologia (1).pptxHistória da tecnologia (1).pptx
História da tecnologia (1).pptxLinaKelly3
 
AULA 1-2-3-4_2022-2_autalizado2.pptx
AULA 1-2-3-4_2022-2_autalizado2.pptxAULA 1-2-3-4_2022-2_autalizado2.pptx
AULA 1-2-3-4_2022-2_autalizado2.pptxNeilaPinto
 

Semelhante a O Futuro da Engenharia e seu papel no progresso econômico e social do Brasil (20)

O futuro é a engenharia
O futuro é a engenhariaO futuro é a engenharia
O futuro é a engenharia
 
VIVA O DIA DO ENGENHEIRO DO BRASIL, UM DOS GRANDES RESPONSÁVEIS PELO PROGRESS...
VIVA O DIA DO ENGENHEIRO DO BRASIL, UM DOS GRANDES RESPONSÁVEIS PELO PROGRESS...VIVA O DIA DO ENGENHEIRO DO BRASIL, UM DOS GRANDES RESPONSÁVEIS PELO PROGRESS...
VIVA O DIA DO ENGENHEIRO DO BRASIL, UM DOS GRANDES RESPONSÁVEIS PELO PROGRESS...
 
HISTÓRIA DA ENGENHARIA NO BRASIL, ENGENHEIROS CIVIS, MERCADO DE TRABALHO, E S...
HISTÓRIA DA ENGENHARIA NO BRASIL, ENGENHEIROS CIVIS, MERCADO DE TRABALHO, E S...HISTÓRIA DA ENGENHARIA NO BRASIL, ENGENHEIROS CIVIS, MERCADO DE TRABALHO, E S...
HISTÓRIA DA ENGENHARIA NO BRASIL, ENGENHEIROS CIVIS, MERCADO DE TRABALHO, E S...
 
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporânea
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporâneaOs cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporânea
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporânea
 
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporanea
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporaneaOs cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporanea
Os cinco grandes desafios da engenharia brasileira na era contemporanea
 
50 anos de engenharia
50 anos de engenharia50 anos de engenharia
50 anos de engenharia
 
A CONTRIBUIÇÃO DA ENGENHARIA AO PROGRESSO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO AO LONGO D...
A CONTRIBUIÇÃO DA ENGENHARIA AO PROGRESSO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO AO LONGO D...A CONTRIBUIÇÃO DA ENGENHARIA AO PROGRESSO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO AO LONGO D...
A CONTRIBUIÇÃO DA ENGENHARIA AO PROGRESSO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO AO LONGO D...
 
Revista ien50anos
Revista ien50anosRevista ien50anos
Revista ien50anos
 
Grupo 01
Grupo 01Grupo 01
Grupo 01
 
meioambiente2017sergio.ppt
meioambiente2017sergio.pptmeioambiente2017sergio.ppt
meioambiente2017sergio.ppt
 
Engenharia Nua e Crua
Engenharia Nua e CruaEngenharia Nua e Crua
Engenharia Nua e Crua
 
Industrialização Pioneira
Industrialização PioneiraIndustrialização Pioneira
Industrialização Pioneira
 
Aula01 novo modelo
Aula01 novo modeloAula01 novo modelo
Aula01 novo modelo
 
A Importância da Revolução Industrial no Mundo.pdf
A Importância da Revolução Industrial no Mundo.pdfA Importância da Revolução Industrial no Mundo.pdf
A Importância da Revolução Industrial no Mundo.pdf
 
GEOGRAFIA DAS INDÚSTRIAS.pptx
GEOGRAFIA DAS INDÚSTRIAS.pptxGEOGRAFIA DAS INDÚSTRIAS.pptx
GEOGRAFIA DAS INDÚSTRIAS.pptx
 
Aula 1 - Engenharia, Ciência e Tecnologia.pptx
Aula 1 - Engenharia, Ciência e Tecnologia.pptxAula 1 - Engenharia, Ciência e Tecnologia.pptx
Aula 1 - Engenharia, Ciência e Tecnologia.pptx
 
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambienteA evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
 
Nanotecnologia - IEM
Nanotecnologia - IEMNanotecnologia - IEM
Nanotecnologia - IEM
 
História da tecnologia (1).pptx
História da tecnologia (1).pptxHistória da tecnologia (1).pptx
História da tecnologia (1).pptx
 
AULA 1-2-3-4_2022-2_autalizado2.pptx
AULA 1-2-3-4_2022-2_autalizado2.pptxAULA 1-2-3-4_2022-2_autalizado2.pptx
AULA 1-2-3-4_2022-2_autalizado2.pptx
 

Mais de Fernando Alcoforado

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO Fernando Alcoforado
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENFernando Alcoforado
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?Fernando Alcoforado
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...Fernando Alcoforado
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHFernando Alcoforado
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...Fernando Alcoforado
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALFernando Alcoforado
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGEFernando Alcoforado
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALFernando Alcoforado
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 Fernando Alcoforado
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...Fernando Alcoforado
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...Fernando Alcoforado
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...Fernando Alcoforado
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...Fernando Alcoforado
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDFernando Alcoforado
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE Fernando Alcoforado
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOFernando Alcoforado
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...Fernando Alcoforado
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELFernando Alcoforado
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILFernando Alcoforado
 

Mais de Fernando Alcoforado (20)

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
 

O Futuro da Engenharia e seu papel no progresso econômico e social do Brasil

  • 1. 18º CBENC- CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHEIROS CIVIS 8 a 11 de novembro de 2012- SALVADOR/BAHIA O FUTURO É A ENGENHARIA Engo. Fernando Alcoforado
  • 2. O FUTURO É A ENGENHARIA • Engo. Fernando Alcoforado 1. A EVOLUÇÃO DA ENGENHARIA NO MUNDO DA ANTIGUIDADE À ERA CONTEMPORÂNEA 2. O FUTURO DA ENGENHARIA NO MUNDO E COMO ELA PODERÁ CONTRIBUIR PARA O PROGRESSO DA HUMANIDADE 3. PERSPECTIVAS DE EVOLUÇÃO DA ENGENHARIA NO BRASIL E COMO ELA PODERÁ CONTRIBUIR PARA O SEU PROGRESSO ECONÔMICO E SOCIAL 4. PORQUE O FUTURO É A ENGENHARIA.
  • 3. O FUTURO É A ENGENHARIA 1. A EVOLUÇÃO DA ENGENHARIA NO MUNDO DA ANTIGUIDADE À ERA CONTEMPORÂNEA
  • 4. A ENGENHARIA NA ANTIGUIDADE • DESDE OS PRIMÓRDIOS DA HUMANIDADE, MUITA GENTE SE OCUPOU DE DIVERSAS TAREFAS QUE HOJE SÃO ATRIBUIÇÕES DO ENGENHEIRO, E AÍ ESTÃO PARA PROVAR AS INCONTÁVEIS E MAGNÍFICAS OBRAS DE ENGENHARIA NA ANTIGUIDADE. • O PRIMEIRO ENGENHEIRO FOI PROVAVELMENTE IMHOTEP QUE PROJETOU E SUPERVISIONOU A CONSTRUÇÃO DA PIRÂMIDE DE DJOSER NO EGITO, UMA PIRÂMIDE DE DEGRAUS EM SAQQARA, POR VOLTA DE 2630 A.C.- 2611 A.C.
  • 7. JARDINS SUSPENSOS DA BABILÔNIA
  • 16. PIRÂMIDE INCA EM MACHU PICHU
  • 20. IMHOTEP PROJETOU E SUPERVISIONOU A CONSTRUÇÃO DA PIRÂMIDE DE DJOSER NO EGITO
  • 21. A ENGENHARIA DE BASE CIENTÍFICA • AS OBRAS DE ENGENHARIA, DESDE A ANTIGUIDADE ATÉ O SÉCULO XV FORAM MUITO MAIS FRUTO DO EMPIRISMO E DA INTUIÇÃO DO QUE DO CÁLCULO E DE UMA VERDADEIRA ENGENHARIA. • LEONARDO DA VINCI E GALILEU GALILEI, NOS SÉCULOS XV E XVII, POR EXEMPLO, PODEM SER CONSIDERADOS OS PRECURSORES DA ENGENHARIA DE BASE CIENTÍFICA PORQUE O QUE ELES FIZERAM ERA REGIDO POR LEIS FÍSICAS E MATEMÁTICAS.
  • 22. LEONARDO DA VINCI COMO CIENTISTA E ENGENHEIRO • LEONARDO DA VINCI É REVERENCIADO NÃO APENAS COMO PINTOR MAS TAMBÉM POR SUA ENGENHOSIDADE TECNOLÓGICA AO CONCEBER IDEIAS MUITO À FRENTE DE SEU TEMPO, COMO UM PROTÓTIPO DE HELICÓPTERO , UM TANQUE DE GUERRA, O USO DA ENERGIA SOLAR, UMA CALCULADORA, O CASCO DUPLO NAS EMBARCAÇÕES, E UMA TEORIA RUDIMENTAR DAS PLACAS TECTÔNICAS. • ALGUNS DE SEUS PROJETOS FORAM CONSTRUÍDOS DURANTE SUA VIDA E ALGUMAS DE SUAS INVENÇÕES MENORES, COMO UMA BOBINA AUTOMÁTICA E UM APARELHO QUE TESTA A RESISTÊNCIA À TRAÇÃO DE UM FIO ENTRARAM PARA O MUNDO DA INDÚSTRIA. • COMO CIENTISTA, FOI RESPONSÁVEL POR GRANDE AVANÇO DO CONHECIMENTO NOS CAMPOS DA ANATOMIA, DA ENGENHARIA CIVIL, DA ÓTICA E DA HIDRODINÂMICA.
  • 23. GALILEU GALILEI, PAI DA CIÊNCIA MODERNA, COMO CIENTISTA E ENGENHEIRO • GALILEU GALILEI FOI PERSONALIDADE FUNDAMENTAL NA REVOLUÇÃO CIENTÍFICA. • GALILEU GALILEI DESENVOLVEU OS PRIMEIROS ESTUDOS SISTEMÁTICOS DO MOVIMENTO UNIFORMEMENTE ACELERADO E DO MOVIMENTO DO PÊNDULO. DESCOBRIU A LEI DOS CORPOS E ENUNCIOU O PRINCÍPIO DA INÉRCIA E O CONCEITO DE REFERENCIAL INERCIAL, IDEIAS PRECURSORAS DA MECÂNICA NEWTONIANA. • GALILEU GALILEI MELHOROU SIGNIFICATIVAMENTE O TELESCÓPIO REFRATOR E COM ELE DESCOBRIU AS MANCHAS SOLARES, AS MONTANHAS DA LUA, AS FASES DE VÊNUS, QUATRO DOS SATÉLITES DE JÚPITER, OS ANÉIS DE SATURNO, AS ESTRELAS DA VIA LÁCTEA. ESTAS DESCOBERTAS CONTRIBUÍRAM DECISIVAMENTE NA DEFESA DO HELIOCENTRISMO. • GALILEU GALILEI DESENVOLVEU AINDA VÁRIOS INSTRUMENTOS COMO A BALANÇA HIDROSTÁTICA, O COMPASSO GEOMÉTRICO QUE PERMITIA MEDIR ÂNGULOS E ÁREAS, O TERMÔMETRO DE GALILEU E O PRECURSOR DO RELÓGIO DE PÊNDULO. • O MÉTODO CIENTÍFICO , EMPÍRICO, DEFENDIDO POR GALILEU, CONSTITUI UM CORTE COM O MÉTODO ARISTOTÉLICO MAIS ABSTRATO UTILIZADO NESSA ÉPOCA. DEVIDO A ISTO, GALILEU É CONSIDERADO O "PAI DA CIÊNCIA MODERNA".
  • 24. O NASCIMENTO DA ENGENHARIA MODERNA • O NASCIMENTO DA ENGENHARIA MODERNA FOI CONSEQUÊNCIA DE DOIS GRANDES ACONTECIMENTOS QUE OCORRERAM NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE NO SÉCULO XVIII: A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL NA INGLATERRA E O MOVIMENTO FILOSÓFICO E CULTURAL DENOMINADO DE ILUMINISMO NA FRANÇA. • NA MEDIDA EM QUE SE DESENVOLVIAM AS CIÊNCIAS MATEMÁTICAS E FÍSICAS, A ENGENHARIA FOI SE ESTRUTURANDO, MAS SOMENTE NO SÉCULO XVIII FOI POSSÍVEL CHEGAR-SE A UM CONJUNTO SISTEMÁTICO E ORDENADO DE DOUTRINAS, QUE CONSTITUÍRAM A PRIMEIRA BASE TEÓRICA DA ENGENHARIA.
  • 25. O FUTURO É A ENGENHARIA 2. O FUTURO DA ENGENHARIA NO MUNDO E COMO ELA PODERÁ CONTRIBUIR PARA O PROGRESSO DA HUMANIDADE
  • 26. O FUTURO DA ENGENHARIA NO MUNDO • O FUTURO DA ENGENHARIA NO MUNDO DEPENDE BASTANTE DA FORMAÇÃO QUE O ENGENHEIRO VENHA A TER NOS ANOS FUTUROS A SER MINISTRADO PELAS ESCOLAS DE ENGENHARIA. • PARA CONTRIBUIR PARA O PROGRESSO DA HUMANIDADE, SERIA DESEJÁVEL QUE A FORMAÇÃO DO ENGENHEIRO DO FUTURO FOSSE ORIENTADA NO SENTIDO DE QUE O MESMO ADQUIRA UMA VISÃO TOTALIZANTE DAS ENGENHARIAS ESTABELECENDO AS RELAÇÕES ENTRE AS PARTES E O TODO EM SEU CONJUNTO AO CONTRÁRIO DO QUE OCORRE EM MUITOS PAÍSES DO MUNDO, INCLUSIVE NO BRASIL, NA ATUALIDADE, QUE IMPÕE O CONHECIMENTO FRAGMENTADO DE ACORDO COM AS
  • 27. O PERFIL DO ENGENHEIRO DO FUTURO • PARA CONTRIBUIR PARA O PROGRESSO DA HUMANIDADE, O ENGENHEIRO DO FUTURO DEVERIA SER PREPARADO PARA VALORIZAR OS ASPECTOS SOCIAIS (O SER HUMANO) E AMBIENTAIS (A NATUREZA), ALÉM DOS ASPECTOS TÉCNICOS E ECONÔMICOS, NO EXERCÍCIO DE SUAS ATIVIDADES. • O PROFISSIONAL DA ENGENHARIA DO FUTURO DEVERIA SER PREPARADO PARA ASSUMIR SUA IDENTIDADE COM TODOS OS SERES HUMANOS PROCURANDO NÃO COMPROMETER COM SUAS ATIVIDADES O FUTURO PLANETÁRIO DO GÊNERO HUMANO COM O DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS QUE ATENTEM CONTRA A VIDA NO PLANETA COMO, POR EXEMPLO, AQUELES QUE AGRIDAM O MEIO AMBIENTE DO PLANETA E ALIMENTAM A GUERRA. • O ENGENHEIRO DO FUTURO DEVERIA APRENDER A INCORPORAR AS INCERTEZAS ABORDADAS PELAS VÁRIAS ÁREAS DA CIÊNCIA E A DELINEAR ESTRATÉGIAS QUE PERMITAM A SOCIEDADE ENFRENTAR OS IMPREVISTOS, O INESPERADO COMO, POR EXEMPLO, OS TERREMOTOS E FENÔMENOS ATMOSFÉRICOS. • O ENGENHEIRO DO FUTURO DEVERIA ADQUIRIR A CAPACIDADE DE FAZER COM QUE A ENGENHARIA CONTRIBUA PARA QUE AS RELAÇÕES HUMANAS NO MUNDO SAIAM DE SEU ESTADO BÁRBARO ATUAL AO SE OPOR À GUERRA E PUGNAR PELA CONSTRUÇÃO DE UM NOVO MUNDO BASEADO NA COOPERAÇÃO ENTRE TODOS OS SERES HUMANOS.
  • 28. A FORMAÇÃO DO ENGENHEIRO DO FUTURO FORMAÇÃO NOSSA PROPOSTA: FORMAÇÃO DO FUTURO ATUAL Pós-graduação Engenharias: Graduação: em Engenharia: -Civil -Civil -Elétrica -Engenharia -Elétrica -Mecânica Básica -Mecânica -Química complementada -Química --Minas por: --Minas -Metalurgia -Metalurgia -Aeronáutica -Computação -Aeronáutica e -Aeroespacial -Economia -Aeroespacial --Naval/ Militar -Ciências Sociais --Naval/ Militar --Industrial -Meio Ambiente --Industrial - Computação -Gestão - Computação -Mecatrônica empresarial, de -Mecatrônica -Agronômica projetos e obras -Agronômica --Florestal -Inovação --Florestal --Alimentos tecnológica --Alimentos -Genética
  • 29. O FUTURO É A ENGENHARIA 3.PERSPECTIVAS DE EVOLUÇÃO DA ENGENHARIA NO BRASIL E COMO ELA PODERÁ CONTRIBUIR PARA O SEU PROGRESSO ECONÔMICO E SOCIAL
  • 30. DESAFIOS ATUAIS PARA A ENGENHARIA BRASILEIRA • MELHORIA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO DO BRASIL EM TODOS OS NÍVEIS • REESTRUTURAÇÃO DOS CURSOS DE ENGENHARIA • ELIMINAÇÃO DA INSUFICIÊNCIA DO NÚMERO DE ENGENHEIROS NO PAÍS • AUMENTO DA PARTICIPAÇÃO DO BRASIL NA CORRIDA À INOVAÇÃO AO NÍVEL GLOBAL
  • 31. ENGENHEIROS FORMADOS POR ANO ENGENHEIROS FORMADOS POR ANO PAÍS FORMADOS China 400 mil Índia 250 mil Rússia 100 mil Coréia do Sul 80 mil Brasil 48 mil
  • 32. A DEMANDA DE ENGENHEIROS NO • MERCADO DE TRABALHO RESIDE UMA DAS CAUSAS DA INSUFICIÊNCIA DE ENGENHEIROS NO BRASIL NO FATO DE MUITOS DELES NÃO TRABALHAREM NA PROFISSÃO. • SEGUNDO O IPEA, EM 2008, O NÚMERO DE GRADUADOS EM ENGENHARIA ERA DE APROXIMADAMENTE 750 MIL PROFISSIONAIS, ENQUANTO QUE O ESTOQUE DE EMPREGOS FORMAIS NAS OCUPAÇÕES TÍPICAS DESTES TRABALHADORES ERA DE 211,7 MIL. • PARA CADA DOIS GRADUADOS EM ENGENHARIA TRABALHANDO COM CARTEIRA ASSINADA EM OCUPAÇÕES TÍPICAS DE SUA FORMAÇÃO, HÁ OUTROS CINCO EM UMA DAS SEGUINTES SITUAÇÕES: EXERCENDO OUTRAS OCUPAÇÕES, DESEMPREGADOS, EXERCENDO ATIVIDADES COMO PROFISSIONAIS NÃO ASSALARIADOS, TRABALHANDO EM OUTROS PAÍSES OU SIMPLESMENTE FORA DO MERCADO DE TRABALHO. • O BRASIL PRECISA DE MAIS 150 MIL ENGENHEIROS ATÉ O FINAL DE 2012, SEGUNDO DADOS DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA (CNI), POR CAUSA DE INVESTIMENTOS NO SETOR DE ENERGIA, INFRAESTRUTURA E A DESCOBERTA DO PRÉ-SAL. UMA DAS ÁREAS COM MAIOR NECESSIDADE DE PROFISSIONAIS É A DE PETRÓLEO E GÁS. • O IPEA ESTIMA QUE EM 2015, CASO O CRESCIMENTO DO PIB FIQUE EM 5% AO ANO, SERÃO NECESSÁRIOS 1,155 MILHÕES DE ENGENHEIROS. E, COM CRESCIMENTO DE 7% AO ANO, SERÃO NECESSÁRIOS 1,462 MILHÃO DE ENGENHEIROS. A PROJEÇÃO PARA 2022 APONTA A NECESSIDADE DE 1,565 MILHÕES DE ENGENHEIROS EM OCUPAÇÕES TÍPICAS.
  • 33. O PRÓ-ENGENHARIA • PARA SUPERAR O PROBLEMA DA INSUFICIÊNCIA DE ENGENHEIROS NO BRASIL, O GOVERNO LANÇOU, EM 2011, O PRÓ-ENGENHARIA. • ELABORADO POR UMA COMISSÃO DE ESPECIALISTAS NOMEADA PELA COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES), O PROJETO PREVÊ INVESTIMENTOS DE R$ 1,3 BILHÕES. • O OBJETIVO DO PROJETO É AMPLIAR O NÚMERO DE ENGENHEIROS FORMADOS NO PAÍS – A PARTIR DE 2016 – E REDUZIR A TAXA DE EVASÃO NOS CURSOS DE ENGENHARIA. • ENTRE 2000 E 2009, O NÚMERO DE FORMANDOS DE ENGENHARIA SALTOU DE 22,8 MIL PARA 48 MIL. • APESAR DO CRESCIMENTO, A PARTICIPAÇÃO DE ENGENHEIROS NO UNIVERSO DE FORMADOS NAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS CAIU DE 7% PARA MENOS DE 6%. COMO FORMA DE COMPARAÇÃO, NA CHINA, 35% DOS FORMANDOS NAS UNIVERSIDADES SÃO ENGENHEIROS; E NA COREIA DO SUL, 25%.
  • 34. O FUTURO É A ENGENHARIA 4.PORQUE O FUTURO É A ENGENHARIA.
  • 35. ONDE A ENGENHARIA SE FAZ PRESENTE • NAS FÁBRICAS • NOS CANTEIROS DE OBRAS HABITACIONAIS E DE INFRAESTRUTURA • NAS UNIVERSIDADES, NOS LABORATÓRIOS CIENTÍFICOS, NOS CENTROS DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS • NOS TRANSPORTES, NA PRODUÇÃO DE ENERGIA, NAS COMUNICAÇÕES, NA PRODUÇÃO DE ALIMENTOS, ENTRE OUTROS EMPREENDIMENTOS • NA OFERTA DOS CHAMADOS SERVIÇOS DE ENGENHARIA.
  • 36. O FUTURO É A ENGENHARIA GRANDES OBRAS DE ENGENHARIA NA ERA CONTEMPORÂNEA
  • 40. USINA HIDRELÉTRICA DE TRÊS GARGANTAS NA CHINA
  • 42. EMPIRE STATE BUILDING EM NEW YORK
  • 43. CAPITAL GATE EM ABU DHABI NOS EMIRADOS ÁRABES UNIDOS
  • 44. KINGDOM TOWER, MAIOR EDIFÍCIO DO MUNDO AINDA EM FASE DE PROJETO, QUE SERÁ CONSTRUÍDO NA CIDADE DE JEDDAH, ARÁBIA SAUDITA
  • 45. PONTE MAIS LONGA DO MUNDO SOBRE O MAR DE 36,48 QUILÔMETROS CONSTRUÍDA NA CIDADE LITORÂNEA DE QINGDAO NA CHINA
  • 47. PONTE MAIS LONGA DO MUNDO SOBRE O MAR DE 36,48 QUILÔMETROS CONSTRUÍDA NA CIDADE LITORÂNEA DE QINGDAO NA CHINA
  • 56. MAIOR ACELERADOR DE PARTÍCULAS DO MUNDO
  • 57. PORQUE O FUTURO É A ENGENHARIA • A TECNOLOGIA E O CONHECIMENTO COMEÇAM A ABRIR A CORTINA DE UM FUTURO RICO E PROMISSOR PARA A HUMANIDADE. SUA INFLUÊNCIA SOBRE O SOCIAL, O ECONÔMICO E O POLÍTICO TRANSFORMARÁ TOTALMENTE A ESTRUTURA DA NOSSA SOCIEDADE. • OS ENGENHEIROS SÃO AGENTES TRANSFORMADORES DESSA NOVA REALIDADE. É O ENGENHEIRO QUEM TRANSFORMA O CONHECIMENTO DESENVOLVIDO NOS LABORATÓRIOS EM PRODUTOS QUE VÃO MELHORAR A VIDA DAS PESSOAS. • É O ENGENHEIRO O ELEMENTO PRINCIPAL DA REVOLUCIONÁRIA TRANSFORMAÇÃO SILENCIOSA QUE OCORRE NO MUNDO MODERNO. O COMPROMISSO DA ENGENHARIA É COM O SER HUMANO E COM A SOCIEDADE. • A ENGENHARIA DEVE SER ENTENDIDA COMO UMA CULTURA, ABERTA PARA A SOCIEDADE, ATIVA NA PROMOÇÃO DE SEU DESENVOLVIMENTO PROCURANDO COMO PROPÓSITO A MELHOR QUALIDADE DE VIDA. • COMO O DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DEPENDE FUNDAMENTALMENTE DA CAPACIDADE EM ENGENHARIA, PODE-SE AFIRMAR QUE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA ESTÃO INTIMAMENTE RELACIONADAS. • OS ENGENHEIROS SÃO OS MAIORES RESPONSÁVEIS PELA CONCRETIZAÇÃO DAS INOVAÇÕES GERADAS PELA REVOLUÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA OU TERCEIRA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL EM CURSO. • A ENGENHARIA É ESTRATÉGICA PARA O PROGRESSO DA HUMANIDADE.