SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
1
A PUTREFAÇÃO DO GOVERNO MICHEL TEMER E DAS INSTITUIÇÕES
POLÍTICAS DO BRASIL
Fernando Alcoforado*
A pesquisa Data Folha divulgada recentemente mostra que a aprovação da governo
Michel Temer caiu a 7%, a menor em 28 anos. O governo Michel Temer é considerado
ótimo ou bom por apenas 7% da população, a menor marca registrada pela Pesquisa
Datafolha em 28 anos. Somente José Sarney ficou abaixo desse patamar, com 5% em
setembro de 1989. A gestão Temer é considerada ruim ou péssima por 69% do
eleitorado e regular por 23%. Em setembro de 1989, Sarney chegou a 68% de ruim ou
péssimo e 24% de regular. Em abril deste ano, a taxa de Temer de ruim e péssimo
estava em 61% e a de ótimo ou bom, em 9%. Aqueles que o consideraram regular
somavam 28% no final de abril. Temer consegue superar Dilma Rousseff que às
vésperas do impeachment tinha 63% de reprovação.
A taxa de ruim e péssimo de Temer atinge 73% entre o eleitorado feminino, 74% entre
os eleitores de 25 a 34 anos e 71% para aqueles cuja renda familiar mensal é de até dois
salários mínimos. No Nordeste, a reprovação a Temer fica acima da média, 77%, e no
Sul do País, fica abaixo de 61%. Entre os entrevistados com ensino fundamental
completo, a reprovação de Temer fica em 64% e sobe para 71% entre aqueles que
concluíram o ensino médio e 70% entre os com superior completo. O grupo pesquisado
de renda média familiar superior a dez salários mínimos, o governo Temer é
considerado bom ou ótimo por 15%, regular por 30% e ruim ou péssimo por 55%. Estes
últimos números mostram que os mais ricos são menos críticos do que a média da
população.
A Pesquisa Data Folha informa também que as Forças Armadas são a instituição em
que a população deposita mais confiança no País, enquanto o Congresso, a Presidência e
os partidos políticos caíram em descrédito. 40% da população diz confiar muito nas
Forças Armadas e 43% confiam um pouco. Outros 15% não confiam e 2% não
souberam responder. 49% dos homens e 31% das mulheres, 47% dos mais ricos e 58%
entre os eleitores do deputado Jair Bolsonaro confiam nas Forças Armadas. O
Congresso, que já não usufruía de tanta credibilidade, viu sua imagem se deteriorar
ainda mais em meio à crise econômica e política instalada no País. Hoje os índices de
confiança são os mesmos da Presidência (65% não confiam, 31% confiam um pouco e
3% confiam muito). Em agosto de 2012, 8% confiavam muito, 40% um pouco e 52%
não confiavam.
Os partidos políticos, por sua vez, têm hoje muita confiança de apenas 2% da
população, 28% confiam um pouco e 69% não confiam neles. Antes da Operação Lava
Jato revelar a corrupção sistêmica em partidos, a Pesquisa Data Folha indicava que 7%
confiavam muito, 41% um pouco e 52% não confiavam. A imprensa é a instituição de
segunda maior confiança dos brasileiros após as Forças Armadas, segundo o Datafolha:
22% disseram confiar muito nela, 49% um pouco e 28%, não, absolutamente. Entre os
jovens, a desconfiança é maior. Dos entrevistados de 16 a 24 anos, 10% confiam muito
na imprensa, 48% um pouco e 41% não confiam. Surpreende a Justiça não ser
enquadrada como confiável pela população brasileira.
A Pesquisa Data Folha indicou que a maioria do povo brasileiro pede a saída de Michel
Temer. A Pesquisa Datafolha realizada entre quarta (21/6) e sexta-feira (23/6), a maioria
2
dos entrevistados disse preferir que Temer deixe o cargo, via renúncia ou impeachment
aberto pelo Congresso Nacional. O levantamento registrou também o maior aumento da
impopularidade de Michel Temer, que tem seu governo avaliado como ruim ou péssimo
por 69% dos entrevistados. A pesquisa perguntou o que seria mais benéfico para o país,
considerando a crise política e a recuperação da economia: se Temer saísse do cargo ou
completasse o mandato (que vai até o final de 2018). Só 30% se disseram a favor de ele
ficar na Presidência; 65% acham que sua saída é o melhor para o Brasil.
A renúncia de Temer é defendida por 76% dos entrevistados. São contrários a essa
iniciativa 20% e 4% não souberam responder. Se Temer não renunciar, a taxa dos que
querem outro caminho para sua saída é ainda maior: 81% disseram ser a favor da
abertura de um processo de impeachment contra ele. A Câmara dos Deputados,
responsável por abrir eventuais processos de impeachment contra o presidente, já
recebeu diversos pedidos, protocolados por políticos de partidos como Rede e PSOL e
por entidades como a OAB. A queda na aprovação de Michel Temer vem acompanhada
de uma evolução na desconfiança em relação ao cargo que ele ocupa. Disseram "não
confiar" na Presidência da República 65% dos entrevistados, índice superior aos 58%
registrados em abril. A taxa é a mesma para o Congresso Nacional (deputados e
senadores) – só os partidos políticos têm rejeição maior (69%).
Na hipótese de Michel Temer deixar o cargo por renúncia ou impeachment, a maior
parte dos brasileiros prefere que o novo presidente seja eleito pela população. Esta
medida, que demanda mudanças na Constituição, é defendida por 83% dos
entrevistados. Do estrato da população que recebe mais de dez salários mínimos
mensais, 42% acham que o melhor para o País é que Temer não conclua o mandato
(57%), e o índice de favoráveis a seu impeachment ou à renúncia (68% e 67%,
respectivamente).
A situação de Michel Temer se agravou perante a população depois que ele foi gravado
secretamente em março deste ano pelo empresário Joesley Batista, da JBS, em uma
conversa na calada da noite fora da agenda no Palácio do Jaburu em que ambos trataram
da relação com o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso. Temer
é acusado por Rodrigo Janot de ter dado o seu aval para que Joesley comprasse o
silêncio de Cunha e de seu operador Lucio Funaro, que estão presos e ameaçam delatar.
O áudio foi entregue como prova na delação do empresário e deverá subsidiar três
denúncias contra Temer elaboradas pela Procuradoria-Geral da República por corrupção
passiva, obstrução de justiça e organização criminosa. As peças ainda não foram
apresentadas ao STF (Supremo Tribunal Federal) e, quando o forem, deverão ser
remetidas à Câmara dos Deputados. Ao envolver o Congresso Nacional, a situação de
Temer se torna ainda mais frágil.
Esta Pesquisa Data Folha deixa evidenciada a rejeição do governo Michel Temer pelo
seu fracasso como gestor da economia brasileira ao manter o falido modelo neoliberal
no País e pelo caráter antissocial configurado nas políticas de austeridade fiscal que
contribui para aprofundar a falência generalizada de empresas e o desemprego de 14
milhões de trabalhadores, de terceirização, da legislação trabalhista e previdenciária em
detrimento da população brasileira. A maioria esmagadora da população brasileira exige
a renúncia ou o impeachment de Michel Temer que está colhendo os frutos de seu
governo antissocial que ameaça o futuro do Brasil.
3
Estes números da Pesquisa Data Folha demonstram, não apenas a rejeição quase total da
população quanto à permanência de Temer no poder, mas, também, a rejeição quase
total da população em relação ao Congresso Nacional e aos partidos políticos que são
identificados como responsáveis pelo mar de lama que domina a vida política do País.
Surpreendente é o alto índice de confiança que a população brasileira deposita nas
Forças Armadas que se explica pela falência das instituições políticas (Congresso
Nacional e partidos políticos) e, também, pela desconfiança que a população tem em
relação ao Poder Judiciário (Supremo Tribunal Federal) que na Pesquisa Data Folha não
foi sequer considerada como confiável pelos brasileiros. Mas, o que esta pesquisa
demonstra, acima de tudo, é a putrefação das instituições políticas e jurídicas do Brasil
que só poderá ser resolvida com a convocação de uma nova Assembleia Constituinte
para fazer a reforma política, do Estado e da Administração Pública visando reordenar a
vida nacional. Fazer eleições indiretas com um Congresso Nacional desmoralizado
como o atual e eleições diretas com um Congresso Nacional e partidos políticos
desmoralizados como os atuais não resolverão os problemas do Brasil.
*Fernando Alcoforado, 77, membro da Academia Baiana de Educação, engenheiro e doutor em
Planejamento Territorial e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Barcelona, professor
universitário e consultor nas áreas de planejamento estratégico, planejamento empresarial, planejamento
regional e planejamento de sistemas energéticos, é autor dos livros Globalização (Editora Nobel, São
Paulo, 1997), De Collor a FHC- O Brasil e a Nova (Des)ordem Mundial (Editora Nobel, São Paulo,
1998), Um Projeto para o Brasil (Editora Nobel, São Paulo, 2000), Os condicionantes do
desenvolvimento do Estado da Bahia (Tese de doutorado. Universidade de
Barcelona,http://www.tesisenred.net/handle/10803/1944, 2003), Globalização e Desenvolvimento
(Editora Nobel, São Paulo, 2006), Bahia- Desenvolvimento do Século XVI ao Século XX e Objetivos
Estratégicos na Era Contemporânea (EGBA, Salvador, 2008), The Necessary Conditions of the
Economic and Social Development- The Case of the State of Bahia (VDM Verlag Dr. Müller
Aktiengesellschaft & Co. KG, Saarbrücken, Germany, 2010), Aquecimento Global e Catástrofe
Planetária (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2010), Amazônia Sustentável-
Para o progresso do Brasil e combate ao aquecimento global (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do
Rio Pardo, São Paulo, 2011), Os Fatores Condicionantes do Desenvolvimento Econômico e Social
(Editora CRV, Curitiba, 2012), Energia no Mundo e no Brasil- Energia e Mudança Climática
Catastrófica no Século XXI (Editora CRV, Curitiba, 2015) e As Grandes Revoluções Científicas,
Econômicas e Sociais que Mudaram o Mundo (Editora CRV, Curitiba, 2016). Possui blog na Internet
(http://fernando.alcoforado.zip.net). E-mail: falcoforado@uol.com.br.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aprovação do governo no município de São Paulo - Maio 2016
Aprovação do governo no município de São Paulo - Maio 2016Aprovação do governo no município de São Paulo - Maio 2016
Aprovação do governo no município de São Paulo - Maio 2016Miguel Rosario
 
Datafolha Mai/2017 - pesquisa intenção de voto para 2018
Datafolha  Mai/2017 - pesquisa intenção de voto para 2018Datafolha  Mai/2017 - pesquisa intenção de voto para 2018
Datafolha Mai/2017 - pesquisa intenção de voto para 2018Miguel Rosario
 
Datafolha - Pesquisa 3 de setembro de 2014
Datafolha - Pesquisa 3 de setembro de 2014Datafolha - Pesquisa 3 de setembro de 2014
Datafolha - Pesquisa 3 de setembro de 2014Miguel Rosario
 
Nordeste tem pior avaliação de Bolsonaro, diz CNI/Ibope
Nordeste tem pior avaliação de Bolsonaro, diz CNI/IbopeNordeste tem pior avaliação de Bolsonaro, diz CNI/Ibope
Nordeste tem pior avaliação de Bolsonaro, diz CNI/IbopePortal NE10
 
Public Affairs - Boletim Mensal | Julho 2018
Public Affairs - Boletim Mensal | Julho 2018Public Affairs - Boletim Mensal | Julho 2018
Public Affairs - Boletim Mensal | Julho 2018Burson-Marsteller Brasil
 
Tribuna classista 25
Tribuna classista 25Tribuna classista 25
Tribuna classista 25Anasor Searom
 
Pesquisa CNI/Ibope sobre a avaliação do governo Michel Temer
Pesquisa CNI/Ibope sobre a avaliação do governo Michel Temer Pesquisa CNI/Ibope sobre a avaliação do governo Michel Temer
Pesquisa CNI/Ibope sobre a avaliação do governo Michel Temer Aquiles Lins
 
Bolsonaro desaba em pesquisa XP/Ipespe
Bolsonaro desaba em pesquisa XP/Ipespe Bolsonaro desaba em pesquisa XP/Ipespe
Bolsonaro desaba em pesquisa XP/Ipespe Aquiles Lins
 
Pesquisa XP Ipespe fevereiro 2021
Pesquisa XP Ipespe fevereiro 2021Pesquisa XP Ipespe fevereiro 2021
Pesquisa XP Ipespe fevereiro 2021Paulo Souza
 
Pesquisa xp 2021 06
Pesquisa xp  2021 06Pesquisa xp  2021 06
Pesquisa xp 2021 06Editora 247
 
Datafolha - Junho 2017: Pesquisa presidencial para 2018
Datafolha - Junho 2017: Pesquisa presidencial para 2018Datafolha - Junho 2017: Pesquisa presidencial para 2018
Datafolha - Junho 2017: Pesquisa presidencial para 2018Miguel Rosario
 

Mais procurados (18)

Aprovação do governo no município de São Paulo - Maio 2016
Aprovação do governo no município de São Paulo - Maio 2016Aprovação do governo no município de São Paulo - Maio 2016
Aprovação do governo no município de São Paulo - Maio 2016
 
Pesquisa
PesquisaPesquisa
Pesquisa
 
Datafolha Mai/2017 - pesquisa intenção de voto para 2018
Datafolha  Mai/2017 - pesquisa intenção de voto para 2018Datafolha  Mai/2017 - pesquisa intenção de voto para 2018
Datafolha Mai/2017 - pesquisa intenção de voto para 2018
 
Datafolha - Pesquisa 3 de setembro de 2014
Datafolha - Pesquisa 3 de setembro de 2014Datafolha - Pesquisa 3 de setembro de 2014
Datafolha - Pesquisa 3 de setembro de 2014
 
Nordeste tem pior avaliação de Bolsonaro, diz CNI/Ibope
Nordeste tem pior avaliação de Bolsonaro, diz CNI/IbopeNordeste tem pior avaliação de Bolsonaro, diz CNI/Ibope
Nordeste tem pior avaliação de Bolsonaro, diz CNI/Ibope
 
Pesquisa XP
Pesquisa XP Pesquisa XP
Pesquisa XP
 
Tc 24
Tc 24Tc 24
Tc 24
 
Credibilidade
CredibilidadeCredibilidade
Credibilidade
 
Public Affairs - Boletim Mensal | Julho 2018
Public Affairs - Boletim Mensal | Julho 2018Public Affairs - Boletim Mensal | Julho 2018
Public Affairs - Boletim Mensal | Julho 2018
 
Discurso
DiscursoDiscurso
Discurso
 
Tribuna classista 25
Tribuna classista 25Tribuna classista 25
Tribuna classista 25
 
Pesquisa CNI/Ibope sobre a avaliação do governo Michel Temer
Pesquisa CNI/Ibope sobre a avaliação do governo Michel Temer Pesquisa CNI/Ibope sobre a avaliação do governo Michel Temer
Pesquisa CNI/Ibope sobre a avaliação do governo Michel Temer
 
Bolsonaro desaba em pesquisa XP/Ipespe
Bolsonaro desaba em pesquisa XP/Ipespe Bolsonaro desaba em pesquisa XP/Ipespe
Bolsonaro desaba em pesquisa XP/Ipespe
 
Pesquisa XP Ipespe fevereiro 2021
Pesquisa XP Ipespe fevereiro 2021Pesquisa XP Ipespe fevereiro 2021
Pesquisa XP Ipespe fevereiro 2021
 
Pesquisa xp 2021 06
Pesquisa xp  2021 06Pesquisa xp  2021 06
Pesquisa xp 2021 06
 
Datafolha 20 09
Datafolha 20 09Datafolha 20 09
Datafolha 20 09
 
Datafolha - Junho 2017: Pesquisa presidencial para 2018
Datafolha - Junho 2017: Pesquisa presidencial para 2018Datafolha - Junho 2017: Pesquisa presidencial para 2018
Datafolha - Junho 2017: Pesquisa presidencial para 2018
 
Vox populi
Vox populiVox populi
Vox populi
 

Semelhante a Queda de Temer a 7% e rejeição do Congresso

Av presidente michel_temer
Av presidente michel_temerAv presidente michel_temer
Av presidente michel_temerFernando Brito
 
Análise dos pré candidatos à presidência da república do brasil
Análise dos pré candidatos à presidência da república do brasilAnálise dos pré candidatos à presidência da república do brasil
Análise dos pré candidatos à presidência da república do brasilFernando Alcoforado
 
Urge a solução da crise política para salvar o brasil do colapso econômico
Urge a solução da crise política para salvar o brasil do colapso econômicoUrge a solução da crise política para salvar o brasil do colapso econômico
Urge a solução da crise política para salvar o brasil do colapso econômicoFernando Alcoforado
 
Novo pacto social para reordenar os sistemas econômico, político e social no ...
Novo pacto social para reordenar os sistemas econômico, político e social no ...Novo pacto social para reordenar os sistemas econômico, político e social no ...
Novo pacto social para reordenar os sistemas econômico, político e social no ...Fernando Alcoforado
 
Avaliação Dilma Rousseff
Avaliação Dilma RousseffAvaliação Dilma Rousseff
Avaliação Dilma RousseffCarlos Eduardo
 
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasil
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasilO esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasil
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasilFernando Alcoforado
 
Perfil ideologico-dos-brasileiros
Perfil ideologico-dos-brasileirosPerfil ideologico-dos-brasileiros
Perfil ideologico-dos-brasileirosGabriel Priolli
 
Exame ideia-25-de-junho
Exame ideia-25-de-junhoExame ideia-25-de-junho
Exame ideia-25-de-junhoEditora 247
 
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther Solano
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther SolanoO crescimento da extrema direita no Brasil - Esther Solano
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther SolanoMiguel Rosario
 
Public Affairs - Boletim Mensal | Junho 2018
Public Affairs - Boletim Mensal | Junho 2018Public Affairs - Boletim Mensal | Junho 2018
Public Affairs - Boletim Mensal | Junho 2018Burson-Marsteller Brasil
 
pesquisa CNT MDA Bolsonaro
pesquisa CNT MDA Bolsonaropesquisa CNT MDA Bolsonaro
pesquisa CNT MDA BolsonaroMatheusSantos699
 
Apostila CBTU - Conhecimentos gerais - Part#8
Apostila CBTU - Conhecimentos gerais - Part#8Apostila CBTU - Conhecimentos gerais - Part#8
Apostila CBTU - Conhecimentos gerais - Part#8Thomas Willams
 
Public Affairs - Boletim Mensal Julho 2017
Public Affairs - Boletim Mensal Julho 2017Public Affairs - Boletim Mensal Julho 2017
Public Affairs - Boletim Mensal Julho 2017Burson-Marsteller Brasil
 
Manter michel temer no poder é crime contra o brasil
Manter michel temer no poder é crime contra o brasilManter michel temer no poder é crime contra o brasil
Manter michel temer no poder é crime contra o brasilFernando Alcoforado
 
Resolução do Diretório Nacional do PT
Resolução do Diretório Nacional do PTResolução do Diretório Nacional do PT
Resolução do Diretório Nacional do PTEditora 247
 
Ac fr ogavyxks1zulyefifqh42xl08onk5hrlpadhbjlum0h4nfl0ke1vl7864wld3j8y0dbvcyl...
Ac fr ogavyxks1zulyefifqh42xl08onk5hrlpadhbjlum0h4nfl0ke1vl7864wld3j8y0dbvcyl...Ac fr ogavyxks1zulyefifqh42xl08onk5hrlpadhbjlum0h4nfl0ke1vl7864wld3j8y0dbvcyl...
Ac fr ogavyxks1zulyefifqh42xl08onk5hrlpadhbjlum0h4nfl0ke1vl7864wld3j8y0dbvcyl...Portal Ativo
 
Pesquisa sobre o governo Temer
Pesquisa sobre o governo TemerPesquisa sobre o governo Temer
Pesquisa sobre o governo TemerLuiz Carlos Azenha
 

Semelhante a Queda de Temer a 7% e rejeição do Congresso (20)

Av presidente michel_temer
Av presidente michel_temerAv presidente michel_temer
Av presidente michel_temer
 
Avaliacao dilma
Avaliacao dilmaAvaliacao dilma
Avaliacao dilma
 
Análise dos pré candidatos à presidência da república do brasil
Análise dos pré candidatos à presidência da república do brasilAnálise dos pré candidatos à presidência da república do brasil
Análise dos pré candidatos à presidência da república do brasil
 
Urge a solução da crise política para salvar o brasil do colapso econômico
Urge a solução da crise política para salvar o brasil do colapso econômicoUrge a solução da crise política para salvar o brasil do colapso econômico
Urge a solução da crise política para salvar o brasil do colapso econômico
 
Novo pacto social para reordenar os sistemas econômico, político e social no ...
Novo pacto social para reordenar os sistemas econômico, político e social no ...Novo pacto social para reordenar os sistemas econômico, político e social no ...
Novo pacto social para reordenar os sistemas econômico, político e social no ...
 
Avaliação Dilma Rousseff
Avaliação Dilma RousseffAvaliação Dilma Rousseff
Avaliação Dilma Rousseff
 
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasil
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasilO esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasil
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasil
 
Perfil ideologico-dos-brasileiros
Perfil ideologico-dos-brasileirosPerfil ideologico-dos-brasileiros
Perfil ideologico-dos-brasileiros
 
Exame ideia-25-de-junho
Exame ideia-25-de-junhoExame ideia-25-de-junho
Exame ideia-25-de-junho
 
O brasil desgovernado
O brasil desgovernadoO brasil desgovernado
O brasil desgovernado
 
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther Solano
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther SolanoO crescimento da extrema direita no Brasil - Esther Solano
O crescimento da extrema direita no Brasil - Esther Solano
 
Retratos 2018
Retratos 2018Retratos 2018
Retratos 2018
 
Public Affairs - Boletim Mensal | Junho 2018
Public Affairs - Boletim Mensal | Junho 2018Public Affairs - Boletim Mensal | Junho 2018
Public Affairs - Boletim Mensal | Junho 2018
 
pesquisa CNT MDA Bolsonaro
pesquisa CNT MDA Bolsonaropesquisa CNT MDA Bolsonaro
pesquisa CNT MDA Bolsonaro
 
Apostila CBTU - Conhecimentos gerais - Part#8
Apostila CBTU - Conhecimentos gerais - Part#8Apostila CBTU - Conhecimentos gerais - Part#8
Apostila CBTU - Conhecimentos gerais - Part#8
 
Public Affairs - Boletim Mensal Julho 2017
Public Affairs - Boletim Mensal Julho 2017Public Affairs - Boletim Mensal Julho 2017
Public Affairs - Boletim Mensal Julho 2017
 
Manter michel temer no poder é crime contra o brasil
Manter michel temer no poder é crime contra o brasilManter michel temer no poder é crime contra o brasil
Manter michel temer no poder é crime contra o brasil
 
Resolução do Diretório Nacional do PT
Resolução do Diretório Nacional do PTResolução do Diretório Nacional do PT
Resolução do Diretório Nacional do PT
 
Ac fr ogavyxks1zulyefifqh42xl08onk5hrlpadhbjlum0h4nfl0ke1vl7864wld3j8y0dbvcyl...
Ac fr ogavyxks1zulyefifqh42xl08onk5hrlpadhbjlum0h4nfl0ke1vl7864wld3j8y0dbvcyl...Ac fr ogavyxks1zulyefifqh42xl08onk5hrlpadhbjlum0h4nfl0ke1vl7864wld3j8y0dbvcyl...
Ac fr ogavyxks1zulyefifqh42xl08onk5hrlpadhbjlum0h4nfl0ke1vl7864wld3j8y0dbvcyl...
 
Pesquisa sobre o governo Temer
Pesquisa sobre o governo TemerPesquisa sobre o governo Temer
Pesquisa sobre o governo Temer
 

Mais de Fernando Alcoforado

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO Fernando Alcoforado
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENFernando Alcoforado
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?Fernando Alcoforado
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...Fernando Alcoforado
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHFernando Alcoforado
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...Fernando Alcoforado
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALFernando Alcoforado
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGEFernando Alcoforado
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALFernando Alcoforado
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 Fernando Alcoforado
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...Fernando Alcoforado
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...Fernando Alcoforado
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...Fernando Alcoforado
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...Fernando Alcoforado
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDFernando Alcoforado
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE Fernando Alcoforado
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOFernando Alcoforado
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...Fernando Alcoforado
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELFernando Alcoforado
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILFernando Alcoforado
 

Mais de Fernando Alcoforado (20)

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
 

Queda de Temer a 7% e rejeição do Congresso

  • 1. 1 A PUTREFAÇÃO DO GOVERNO MICHEL TEMER E DAS INSTITUIÇÕES POLÍTICAS DO BRASIL Fernando Alcoforado* A pesquisa Data Folha divulgada recentemente mostra que a aprovação da governo Michel Temer caiu a 7%, a menor em 28 anos. O governo Michel Temer é considerado ótimo ou bom por apenas 7% da população, a menor marca registrada pela Pesquisa Datafolha em 28 anos. Somente José Sarney ficou abaixo desse patamar, com 5% em setembro de 1989. A gestão Temer é considerada ruim ou péssima por 69% do eleitorado e regular por 23%. Em setembro de 1989, Sarney chegou a 68% de ruim ou péssimo e 24% de regular. Em abril deste ano, a taxa de Temer de ruim e péssimo estava em 61% e a de ótimo ou bom, em 9%. Aqueles que o consideraram regular somavam 28% no final de abril. Temer consegue superar Dilma Rousseff que às vésperas do impeachment tinha 63% de reprovação. A taxa de ruim e péssimo de Temer atinge 73% entre o eleitorado feminino, 74% entre os eleitores de 25 a 34 anos e 71% para aqueles cuja renda familiar mensal é de até dois salários mínimos. No Nordeste, a reprovação a Temer fica acima da média, 77%, e no Sul do País, fica abaixo de 61%. Entre os entrevistados com ensino fundamental completo, a reprovação de Temer fica em 64% e sobe para 71% entre aqueles que concluíram o ensino médio e 70% entre os com superior completo. O grupo pesquisado de renda média familiar superior a dez salários mínimos, o governo Temer é considerado bom ou ótimo por 15%, regular por 30% e ruim ou péssimo por 55%. Estes últimos números mostram que os mais ricos são menos críticos do que a média da população. A Pesquisa Data Folha informa também que as Forças Armadas são a instituição em que a população deposita mais confiança no País, enquanto o Congresso, a Presidência e os partidos políticos caíram em descrédito. 40% da população diz confiar muito nas Forças Armadas e 43% confiam um pouco. Outros 15% não confiam e 2% não souberam responder. 49% dos homens e 31% das mulheres, 47% dos mais ricos e 58% entre os eleitores do deputado Jair Bolsonaro confiam nas Forças Armadas. O Congresso, que já não usufruía de tanta credibilidade, viu sua imagem se deteriorar ainda mais em meio à crise econômica e política instalada no País. Hoje os índices de confiança são os mesmos da Presidência (65% não confiam, 31% confiam um pouco e 3% confiam muito). Em agosto de 2012, 8% confiavam muito, 40% um pouco e 52% não confiavam. Os partidos políticos, por sua vez, têm hoje muita confiança de apenas 2% da população, 28% confiam um pouco e 69% não confiam neles. Antes da Operação Lava Jato revelar a corrupção sistêmica em partidos, a Pesquisa Data Folha indicava que 7% confiavam muito, 41% um pouco e 52% não confiavam. A imprensa é a instituição de segunda maior confiança dos brasileiros após as Forças Armadas, segundo o Datafolha: 22% disseram confiar muito nela, 49% um pouco e 28%, não, absolutamente. Entre os jovens, a desconfiança é maior. Dos entrevistados de 16 a 24 anos, 10% confiam muito na imprensa, 48% um pouco e 41% não confiam. Surpreende a Justiça não ser enquadrada como confiável pela população brasileira. A Pesquisa Data Folha indicou que a maioria do povo brasileiro pede a saída de Michel Temer. A Pesquisa Datafolha realizada entre quarta (21/6) e sexta-feira (23/6), a maioria
  • 2. 2 dos entrevistados disse preferir que Temer deixe o cargo, via renúncia ou impeachment aberto pelo Congresso Nacional. O levantamento registrou também o maior aumento da impopularidade de Michel Temer, que tem seu governo avaliado como ruim ou péssimo por 69% dos entrevistados. A pesquisa perguntou o que seria mais benéfico para o país, considerando a crise política e a recuperação da economia: se Temer saísse do cargo ou completasse o mandato (que vai até o final de 2018). Só 30% se disseram a favor de ele ficar na Presidência; 65% acham que sua saída é o melhor para o Brasil. A renúncia de Temer é defendida por 76% dos entrevistados. São contrários a essa iniciativa 20% e 4% não souberam responder. Se Temer não renunciar, a taxa dos que querem outro caminho para sua saída é ainda maior: 81% disseram ser a favor da abertura de um processo de impeachment contra ele. A Câmara dos Deputados, responsável por abrir eventuais processos de impeachment contra o presidente, já recebeu diversos pedidos, protocolados por políticos de partidos como Rede e PSOL e por entidades como a OAB. A queda na aprovação de Michel Temer vem acompanhada de uma evolução na desconfiança em relação ao cargo que ele ocupa. Disseram "não confiar" na Presidência da República 65% dos entrevistados, índice superior aos 58% registrados em abril. A taxa é a mesma para o Congresso Nacional (deputados e senadores) – só os partidos políticos têm rejeição maior (69%). Na hipótese de Michel Temer deixar o cargo por renúncia ou impeachment, a maior parte dos brasileiros prefere que o novo presidente seja eleito pela população. Esta medida, que demanda mudanças na Constituição, é defendida por 83% dos entrevistados. Do estrato da população que recebe mais de dez salários mínimos mensais, 42% acham que o melhor para o País é que Temer não conclua o mandato (57%), e o índice de favoráveis a seu impeachment ou à renúncia (68% e 67%, respectivamente). A situação de Michel Temer se agravou perante a população depois que ele foi gravado secretamente em março deste ano pelo empresário Joesley Batista, da JBS, em uma conversa na calada da noite fora da agenda no Palácio do Jaburu em que ambos trataram da relação com o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso. Temer é acusado por Rodrigo Janot de ter dado o seu aval para que Joesley comprasse o silêncio de Cunha e de seu operador Lucio Funaro, que estão presos e ameaçam delatar. O áudio foi entregue como prova na delação do empresário e deverá subsidiar três denúncias contra Temer elaboradas pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva, obstrução de justiça e organização criminosa. As peças ainda não foram apresentadas ao STF (Supremo Tribunal Federal) e, quando o forem, deverão ser remetidas à Câmara dos Deputados. Ao envolver o Congresso Nacional, a situação de Temer se torna ainda mais frágil. Esta Pesquisa Data Folha deixa evidenciada a rejeição do governo Michel Temer pelo seu fracasso como gestor da economia brasileira ao manter o falido modelo neoliberal no País e pelo caráter antissocial configurado nas políticas de austeridade fiscal que contribui para aprofundar a falência generalizada de empresas e o desemprego de 14 milhões de trabalhadores, de terceirização, da legislação trabalhista e previdenciária em detrimento da população brasileira. A maioria esmagadora da população brasileira exige a renúncia ou o impeachment de Michel Temer que está colhendo os frutos de seu governo antissocial que ameaça o futuro do Brasil.
  • 3. 3 Estes números da Pesquisa Data Folha demonstram, não apenas a rejeição quase total da população quanto à permanência de Temer no poder, mas, também, a rejeição quase total da população em relação ao Congresso Nacional e aos partidos políticos que são identificados como responsáveis pelo mar de lama que domina a vida política do País. Surpreendente é o alto índice de confiança que a população brasileira deposita nas Forças Armadas que se explica pela falência das instituições políticas (Congresso Nacional e partidos políticos) e, também, pela desconfiança que a população tem em relação ao Poder Judiciário (Supremo Tribunal Federal) que na Pesquisa Data Folha não foi sequer considerada como confiável pelos brasileiros. Mas, o que esta pesquisa demonstra, acima de tudo, é a putrefação das instituições políticas e jurídicas do Brasil que só poderá ser resolvida com a convocação de uma nova Assembleia Constituinte para fazer a reforma política, do Estado e da Administração Pública visando reordenar a vida nacional. Fazer eleições indiretas com um Congresso Nacional desmoralizado como o atual e eleições diretas com um Congresso Nacional e partidos políticos desmoralizados como os atuais não resolverão os problemas do Brasil. *Fernando Alcoforado, 77, membro da Academia Baiana de Educação, engenheiro e doutor em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Barcelona, professor universitário e consultor nas áreas de planejamento estratégico, planejamento empresarial, planejamento regional e planejamento de sistemas energéticos, é autor dos livros Globalização (Editora Nobel, São Paulo, 1997), De Collor a FHC- O Brasil e a Nova (Des)ordem Mundial (Editora Nobel, São Paulo, 1998), Um Projeto para o Brasil (Editora Nobel, São Paulo, 2000), Os condicionantes do desenvolvimento do Estado da Bahia (Tese de doutorado. Universidade de Barcelona,http://www.tesisenred.net/handle/10803/1944, 2003), Globalização e Desenvolvimento (Editora Nobel, São Paulo, 2006), Bahia- Desenvolvimento do Século XVI ao Século XX e Objetivos Estratégicos na Era Contemporânea (EGBA, Salvador, 2008), The Necessary Conditions of the Economic and Social Development- The Case of the State of Bahia (VDM Verlag Dr. Müller Aktiengesellschaft & Co. KG, Saarbrücken, Germany, 2010), Aquecimento Global e Catástrofe Planetária (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2010), Amazônia Sustentável- Para o progresso do Brasil e combate ao aquecimento global (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2011), Os Fatores Condicionantes do Desenvolvimento Econômico e Social (Editora CRV, Curitiba, 2012), Energia no Mundo e no Brasil- Energia e Mudança Climática Catastrófica no Século XXI (Editora CRV, Curitiba, 2015) e As Grandes Revoluções Científicas, Econômicas e Sociais que Mudaram o Mundo (Editora CRV, Curitiba, 2016). Possui blog na Internet (http://fernando.alcoforado.zip.net). E-mail: falcoforado@uol.com.br.