spi9 psicologia e psicanálise cristã

3.621 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Espiritual
1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Isso simplesmente não existe! A Psicologia e Psicanálise não partem de pressupostos religiosos e de nenhuma ordem dogmática. Sigmund Freud fez críticas ferrenhas em relação ás religiões. Leia-se os textos (O futuro de uma ilusão e o mal estar na civilização)
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.621
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.342
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
146
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

spi9 psicologia e psicanálise cristã

  1. 1. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  2. 2. INTRODUÇÃO A fim de ajudar as pessoas, a psicologia cristã e o aconselhamento buscam estimular o desenvolvimento da personalidade; ajudar os indivíduos a enfrentarem mais eficazmente os problemas da vida, o s conflitos íntimos e as emoções prejudiciais; promover encorajamento e orientação para aqueles que tenham perdido alguém querido u estejam sofrendo uma decepção; e para assistir as pessoas cujo padrão de vida lhes cause frustração e infelicidade. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  3. 3. Além disso, a psicologia e o aconselhamento levam o indivíduo a uma relação pessoal com Jesus Cristo e seu alvo é ajudar outros a se tornarem, primeiramente discípulos de Cristo, desenvolver um bom ministério e depois estimularem outros. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  4. 4. A BÍBLIA RESPALDA O ACONSELHAMENTO: De acordo com a Bíblia, os cristãos devem ensinar tudo o que Cristo nos ordenou e ensinou. Isto inclui com certeza doutrinas a respeito de Deus, autoridade, salvação, crescimento espiritual, oração, a igreja, o futuro, anjos, demônios e a natureza humana. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  5. 5. Todavia, Jesus também ensinou sobre o casamento, interação entre pais e filos, obediência, relações entre as raças, e liberdade tanto para homens como para as mulheres. Ele ensinou igualmente sobre assuntos pessoais como sexo, ansiedade, medo, solidão, duvida, orgulho, pecado e desanimo. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  6. 6. Todas essas questões levam as pessoas procurarem ajuda do aconselhamento e terapêutica hoje. Quando Jesus tratava com as pessoas ele frequentemente ouvia suas perguntas e as aceitava antes de estimulá-las a pensar ou agir de modo diferente. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  7. 7. Às vezes dizia o que deveria fazer, mas também orientava as pessoas para que resolvessem os seus problemas através de indagações hábeis e divinamente orientadas. Ensinar o que Cristo ensinou inclui instrução na doutrina, mas abrange também ajudar as pessoas a se entenderem melhor com Deus, com o próximo e consigo mesma. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  8. 8. A PSICOLOGIA TEM CONDIÇÕES DE AJUDAR? A fim de ajudar e entender melhor o cristão, muitos líderes têm procurado as opiniões de psicólogos e outros profissionais que cuidam da saúde mental. A psicologia é naturalmente um campo de estudo altamente complexo e popular hoje em dia, tratando tanto do comportamento animal como o humano. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  9. 9. O estudante universitário que faz um curso introdutório a psicologia geral, encontra com frequência uma porção de estatísticas, termos técnicos e dados científicos sobre inúmeros tópicos aparentemente sem importância. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  10. 10. Os cursos a nível de seminário sobre o aconselhamento pastoral tendem a ser mais relevantes e concentrados nas pessoas. Mesmo assim o estudante talvez se perca num labirinto de teorias e técnicas pouco proveitosas quando se depara com um ser humano confuso e sofrendo. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  11. 11. Isto levou escritores a rejeitarem a psicologia, inclusive a área do aconselhamento e a concluir que a Bíblia é tudo o que o cristão interessado em ajudar as pessoas precisa, Jay Adams, por exemplo, argumenta que os psiquiatras e provavelmente os psicólogos, usurparam o lugar dos pregadores e acharam-se perigosamente tentando modificar o comportamento das pessoas e seus valores de maneira ímpia. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  12. 12. Este escrito de influência não vê qualquer possibilidade da psicologia ou ramos afins virem a auxiliar o líder de igreja a aconselhar mais eficazmente. Como um campo de estudo, a psicologia cientifica tem cerca de 100 anos de idade, durante o século passado, Deus permitiu que os psicólogos desenvolvessem instrumentos de pesquisas para o estudo do comportamento humano, e publicações profissionais para apresentarem suas descobertas. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  13. 13. Centenas de milhares de pessoas buscaram ajuda e os conselheiros profissionais, aprenderam o que faz as pessoas reagirem e como podem mudar. Nosso conhecimento está longe de ser completo e perfeito, mas a pesquisa psicológica cuidadosa e a análise de dados levaram a um vasto reservatório de conclusões sabidamente úteis aos aconselhados e a quem quer que se disponha a ajudar eficazmente as pessoas. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  14. 14. Até mesmo os que querem por de lado o campo da psicologia, usam frequentemente termos psicológicos em seus escritos de origem psicológica em seu aconselhamento. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  15. 15. INFLUÊNCIAS DA PSICANÁLISE, REICH E OUTROS Perls foi um profundo conhecedor do ser humano e foi buscar onde pôde os conhecimentos necessários a esta compreensão. Envolveu-se pessoalmente com alguns movimentos psicoterapêuticos e passou à sua Gestalt o que ali encontrou de positivo e útil à compreensão do homem. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  16. 16. Psicanálise: Freud escreveu em 1922 em As pedras angulares da terapêutica psicanalítica: “A afirmação concernente à existência de processos mentais inconscientes, a adesão à teoria da resistência e do recalque, a importância atribuída à sexualidade e ao complexo de Édipo; esses são os pontos essenciais de que trata a psicanálise, e também os fundamentos de sua teoria. Quem não os aceita de forma global, não poderá se incluir no rol dos psicanalistas”. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  17. 17. Eis Perls riscado da lista, sem apelação! ... Mas, afinal, ele não foi o único “excomungado” pelo mestre: Adler, Jung, Stekel, Rank, Reich e outros. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  18. 18. A Psicanálise É uma teoria nascida do trabalho de Sigmund Freud (1856- 1939), na Áustria, a partir de sua prática médico-clínica, e traz para a Psicologia uma grande contribuição que consiste em ter recuperado a importância da afetividade. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  19. 19. Tem como grande inovação a elaboração do conceito de inconsciente, tomado como seu objeto de estudo, e a descoberta da sexualidade infantil, rompendo assim com a tradição da Psicologia, até então definida como a ciência da consciência e da razão. Continuando seus estudos, FREUD formula A Segunda Teoria do Aparelho Psíquico, introduzindo os conceitos de ID, EGO e SUPEREGO, referindo-se aos três sistemas da personalidade. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  20. 20. PSICOLOGIA E FÉ Não é surpresa que a natureza favoreça genes que promovam uma inclinação à fé. Muitos estudos recentes sugerem que as pessoas religiosas podem viver mais do que os menos religiosos. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  21. 21. Um estudo com cerca de 4.000 pessoas na Carolina do Norte, por exemplo, descobriu que frequentadores da igreja tinham 46% menos riscos de morrer num período de seis anos do que aqueles que não frequentavam. Outro estudo envolvendo 126,000 participantes sugere que alguém de 20 anos de idade que vai a igreja poder viver sete anos a mais do que uma pessoa similar que não participa de práticas religiosas. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  22. 22. Em parte a religião costuma adotar estilos de vida mais saudáveis as pessoas não fumam, não bebem bebidas alcoólicas, e a fé pode dar força para que as pessoas superem doenças, afinal se a “crença nos placebos funciona, porque não a fé em Deus? ”. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  23. 23. Outra possibilidade envolver a química cerebral. “Genes” que promovem o espiritualismo põem fazer isso, em parte, ao estimular mensageiros químicos no cérebro como a Dopamina, que deixa as pessoas otimistas e sociáveis, e talvez mais disposição a ter filhos Dopamina é muito complexa, mas aparece ligada tanto ao espiritualismo quanto a promiscuidade, possivelmente explicando alguns escândalos da igreja. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  24. 24. Biologistas evolutivos também sugerem que uma inclinação ao espiritualismo pode ter feito antigos humanos, mais dispostos a seguir curandeiros, ou outros líderes que clamam apoio divino. Outra pesquisa sugere é que a sociedade pós-industrial, não vai deixar a religião para trás facilmente. A fé pode ser tranquila em muitos círculos hoje em dia, ou dirigida a ioga e meditação, mas não é algo que humanos podem facilmente abandonar. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  25. 25. Uma propensão a algum tipo de fé parece ser embutida em nós como uma parte profunda da existência humana, tão complexo e talvez inexplicável como o modo de amar e rir. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ
  26. 26. Uma propensão a algum tipo de fé parece ser embutida em nós como uma parte profunda da existência humana, tão complexo e talvez inexplicável como o modo de amar e rir. PSICOLOGIA E PSICANÁLISE CRISTÃ

×