9 capelania comunitária e social

6.019 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

9 capelania comunitária e social

  1. 1. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  2. 2. INTRODUÇÃO A ênfase da Capelania Comunitária é Assistencial, busca impactar a sociedade através de voluntários aonde se promove o crescimento de cada uma das áreas que as mesmas compreendem. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  3. 3. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL A Capelania Comunitária apoia o crescimento do caráter dos cidadãos e lês ajuda a que se convertam em pessoas integra em harmonia com os princípios de Deus. Promover o Reino de Deus no mundo de trabalho é nosso e por isso desejamos formar capelães que possam ser bênçãos na vida da Comunidade de nosso país. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  4. 4. Muito nos alegra ver que este trabalho não tem antecedentes locais nem regionais, entendemos que mesmo nasce do caráter criativo de Deus e nos converte em percussores de um programa que sem dúvidas beneficiará a todos. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  5. 5. O capelão sempre foi de grande utilidade nas corporações militares das forças nos tempos de guerra, quer em tempos de paz nos quartéis. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  6. 6. Este elemento, normalmente um teólogo aconselhando e fortalecendo a fé do indivíduo e do grupo em momentos difíceis, ressaltando os pontos importantes da doutrina cristã. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  7. 7. Este líder espiritual também é até hoje de grande valia nos hospitais, presídios, empresas e comunidades, onde ele preste assistência espiritual aos necessitados, confortando-o e animando-o, bem como à família deste em situações de risco de morte física e espiritual. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  8. 8. Mas, por que as comunidades brasileiras nunca utilizaram deste capelão para atender e assistir a população brasileira que se diz cristã, professando sua fé em Deus e nas Escrituras Sagradas? (Pressupõe que as comunidades) CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  9. 9. Muitos dos problemas das comunidades são de origem espiritual e podem ser resolvidos através de aconselhamentos. O elemento fundamental de uma comunidade ainda é o insubstituível homem, dotado de uma inteligência e uma alma ávida por sucesso e esperança. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  10. 10. Nele estão todo o potencial e capacidade de trabalho produto sucesso que se expressam através de sua crença e de seus valores espirituais, quer de uma maneira ele interage, diretamente ou indiretamente, com este Ser Criador e Todo Poderoso Deus. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  11. 11. Este projeto de Capelania Social quer despertar no Capelão que se deve investir na fé do homem, no programa de redução de crimes, prostituição, motivando aqueles que estiver descrente, desencorajado, abatido, inseguro e sem temor ao vício, a dependência química, o latrocínio e as desvirtua idades de um caráter pervertido e imoral. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  12. 12. Os psiquiatras e psicólogos estão atentos para este tipo de problemas, mas a grande verdade é que estes problemas têm origem na alma e mexe com o coração, com a fé, que somente um Capelão experimentado pode auxiliar pessoas, pelos sábios princípios das Sagradas Escrituras. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  13. 13. A enfermidade põe em evidência a fragilidade e a precariedade da existência humana. Ao mesmo tempo, abre a pessoa enferma para a tomada de consciência dos valores permanentes e transcendentes. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  14. 14. O enfermo, entregue aos cuidados dos outros, é levado também a descobrir a solidariedade como essencial para a realização humana. A recuperação da saúde pode então assumir o aspecto de uma “ressurreição”, de uma vida nova. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  15. 15. Há uma importância Evangélica Bíblica de dar assistência aos que estão com fome, nus, conforme escrito em Mateus 25:35-36. É ordem do Senhor Jesus; aperfeiçoa a fé conforme está escrito em Tiago 2:22. Capelania de Assistência em Ação Social com Fundamentação Bíblica: CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  16. 16. • Provérbios 22:6 – A responsabilidade do Assistente de Ação Social de Ensinar. • Mateus 25:35 – Levar para os asilos, creches não apenas o material como alguns mas principalmente AMOR e a ÁGUA DA VIDA pois assim os visitados por nós não mais serão carentes mas filhos de Deus tornando cada um cheio da glória do poder de Deus. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  17. 17. • Mateus 28:19-20 – Estamos com a responsabilidade de lembrar daqueles que são esquecidos pela sociedade. • Mateus 16:18 – As portas do inferno não podem prevalecer contra nós. • Isaías 61:1-3 – Façamos um ano sabático na vida dos visitados, libertando-os e transformando-os em carvalhos de justiça. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL
  18. 18. CONCLUSÃO O serviço de Capelania Evangélica na área de Assistência de Ação Social deve produzir UNIDADE nas denominações evangélicas pois prioriza os valores bíblicos que são comuns em todas, João 17:23. CAPELANIA COMUNITÁRIA E SOCIAL

×