7 capelania prisional

6.155 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

7 capelania prisional

  1. 1. CAPELANIA PRISIONAL
  2. 2. POR QUE UMA CAPELANIA CRISTÃ PRISIONAL? Porque é uma recomendação bíblica Lembrai-vos dos encarcerados, como se presos com eles – Hebreus 13:3. CAPELANIA PRISIONAL
  3. 3. O Senhor liberta os encarcerados – Salmo 146:7c. Porque não somente compadecestes dos encarcerados – Hebreus 10:34. Estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e fostes ver-me – Mateus 25:36. CAPELANIA PRISIONAL
  4. 4. A tônica de todos estes textos é a pessoa do encarcerado, sem dúvida alguma. E, pelo fato, obviamente de estar preso. Certo! Mas podemos ir um pouco mais além, na compreensão destes versículos. É que podemos aprender que eles apresentam razões cristãs para que isso seja feito CAPELANIA PRISIONAL
  5. 5. Porque no cárcere também ocorre a salvação Então, o carcereiro, tendo pedido uma luz, entrou precipitadamente e, trêmulo, prostrou-se diante de Paulo e Silas. Depois, trazendo-os para fora, disse: Senhores, que devo fazer para que seja salvo? Responderam-lhe: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa. E lhe pregaram a palavra de Deus e a todos de sua casa – Atos 16:29-32. CAPELANIA PRISIONAL
  6. 6. Não é preciso fazer uma exaustiva pesquisa para logo perceber que o assunto salvação no cárcere é recorrente em toda a Bíblia. Isto porque, a mensagem do Senhor Jesus, que é de salvação, libertação e graça não conhece barreiras e nem empecilhos. O Senhor faz o que quer, como quer e onde quer. E neste caso específico usa seus servos para atingir quem quer salvar. CAPELANIA PRISIONAL
  7. 7. O Senhor faz o que quer, como quer e onde quer. E neste caso específico usa seus servos para atingir quem quer salvar. CAPELANIA PRISIONAL
  8. 8. A família e o interno Presa com o interno está a sua família. Se não pelo espaço, porém pelo coração e a mente. O sofrimento é de ambos. CAPELANIA PRISIONAL
  9. 9. Mas podemos considerar que de alguma maneira, dependendo das circunstâncias, é a família que sofre mais. Sofre a ausência. Sofre a vergonha moral. Sofre pelo coração e a mente a amargura e a tortura de ter alguém nessas condições vexatórias. CAPELANIA PRISIONAL
  10. 10. Um trabalho de aproximação do Capelão do seu filho com a família, trará, de certa forma, um alívio, por saberá a família que alguém está “cuidando” dele. É uma maneira de amenizar a dor dos pais, mães, avós, filhos, esposas, etc. CAPELANIA PRISIONAL
  11. 11. O egresso e a família Buscando reatar sua vida social anteriormente deixada por causa do claustro, o egresso precisa tomar consciência de que alguma coisa mudou em tudo o que ele deixou no passado. A realidade não é a mesma. CAPELANIA PRISIONAL
  12. 12. Agora precisa ter paciência para reconquistar o que se perdeu com a sua ausência. É fundamental um apoio nesse momento. CAPELANIA PRISIONAL
  13. 13. Conclusão Quanto àqueles que precisam ser alcançados, me vem à mente um texto de Atos, onde Lucas relata o seguinte: Teve Paulo durante a noite uma visão em que o Senhor lhe disse: Não temas; pelo contrário, fala e não te cales; porquanto eu estou contigo, e ninguém ousará fazer-te mal, pois 18 tenho muito povo nesta cidade – 18:10. CAPELANIA PRISIONAL

×