AUDITÓRIO 1 
DESENVOLVIMENTO 
Por que o Cloud 
Services do Azure é o 
melhor dos mundos? 
Palestrante 
Fabrício Lopes Sanc...
Agenda 
• Do que estamos falando? 
• Roles != Websites 
• Cloud Services 
• Roles (web e worker) 
• Stateless 
• Deploymen...
Do que estamos falando? 
IaaS PaaS SaaS 
Cloud Services 
SQL Azure 
Azure Websites 
Armazenamento 
Mobile Services 
Media ...
Do que estamos falando? 
Cloud Services 
Web Roles 
Worker Roles
Do que estamos falando? 
Serviço de hospedagem 
Roles 
Instâncias 
Aplicação 
Web Worker 
Instância 1 Instância 2 Instânci...
Web Roles != Websites 
Azure Websites 
PaaS 100% fechado. 
Sites e aplicações pequenas. 
Web Roles 
PaaS flexível. 
Aplica...
Cloud Services. Worker Roles 
Worker Roles 
1 
Servidores virtuais com 
Windows Server sem IIS 
2 
Servidores otimizados p...
Cloud Services. Worker Roles 
Um exemplo clássico: 
Uma aplicação de envio de e-mails 
1. Página web exibe as mensagens e ...
Cloud Services. Web Roles 
Web Roles 
1 
Versão de servidor 
com IIS habilitado 
2 
Customizações 
possíveis 
3 
Stateless...
Cloud Services. Web Roles 
Um exemplo clássico: 
Aplicação “Cadê meu médico” 
1. Cadastro de médicos, cidades e especialid...
Stateless 
• Web Roles possuem instâncias 
• Instâncias são servidores e possuem discos de armazenamento virtuais 
• Os se...
Deployment 
Existem basicamente, 2 formas: 
Visual Studio Deployment Tool 
Web Deploy 
Apenas incremental 
Status report b...
Deployment 
Visual Studio Deployment Tool Portal do Microsoft Azure
Deployment 
Visual Studio Deployment Tool Portal do Microsoft Azure 
*.cspkg 
Armazena configurações básicas 
da aplicação...
Gerenciamento 
É possível gerenciar cloud services basicamente, através de 3 maneiras: 
1. Windows PowerShell 2. Portal We...
Demos. E mais demos. 
Iiiiiiiiiiiit’s time... 
1 
Visão do portal administrativo 
2 
Worker Role no 
emulador 
3 
Web Role...
Algumas dicas de quem já apanhou muito 
• Servidores e armazenamento são stateless 
• Sessions? Então... Cuidado. 
• Ajax?...
Por que é o melhor dos mundos? 
Você vai concordar... 
1 
Foco apenas na 
aplicação 
2 
Custo mais baixo 
que uma VM 
3 
P...
Perguntas? 
Se eu não souber, 
Ele sabe!
Obrigado por sua 
presença.
Por que Cloud Services é o melhor dos mundos?
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Por que Cloud Services é o melhor dos mundos?

822 visualizações

Publicada em

Cloud Services é o ambiente de plataforma disponível no Microsoft Azure que permite a desenvolvedores hospedar aplicações de forma robusta e segura. Nesta apresentação (realizada no Azure Summit Brasil 2014), apresento os principais aspectos deste ambiente.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
822
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
275
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Por que Cloud Services é o melhor dos mundos?

  1. 1. AUDITÓRIO 1 DESENVOLVIMENTO Por que o Cloud Services do Azure é o melhor dos mundos? Palestrante Fabrício Lopes Sanchez CIO na Conio Soluções em Tecnologia & ASP.NET/IIS MVP Twitter: @SanchezFabricio Blog: http://fabriciosanchez.com.br
  2. 2. Agenda • Do que estamos falando? • Roles != Websites • Cloud Services • Roles (web e worker) • Stateless • Deployment • Gerenciamento • Alguns cuidados no desenvolvimento • Por que é o melhor dos mundos? • Perguntas e respostas
  3. 3. Do que estamos falando? IaaS PaaS SaaS Cloud Services SQL Azure Azure Websites Armazenamento Mobile Services Media Services APIs { ... }
  4. 4. Do que estamos falando? Cloud Services Web Roles Worker Roles
  5. 5. Do que estamos falando? Serviço de hospedagem Roles Instâncias Aplicação Web Worker Instância 1 Instância 2 Instância 1 Instância 2 Instância 3
  6. 6. Web Roles != Websites Azure Websites PaaS 100% fechado. Sites e aplicações pequenas. Web Roles PaaS flexível. Aplicações de maior escala. !=
  7. 7. Cloud Services. Worker Roles Worker Roles 1 Servidores virtuais com Windows Server sem IIS 2 Servidores otimizados para tarefas assíncronas 3 Operações rodam em background 4 Escolha da dimensão e a quantidade das máquinas
  8. 8. Cloud Services. Worker Roles Um exemplo clássico: Uma aplicação de envio de e-mails 1. Página web exibe as mensagens e dispara novas 2. Uma tabela de mensagens para serem enviadas 3. Armazenamento de anexos e mensagens HTML Página web Gerencia listas e mensagens Tabelas Blobs Pilha Worker A 1.Ouve mensagens. 2. Para enviar mensagem, cria um ítem na lista para cada destinatário. Worker B 1.Empilha os ítens. 2. Empilha ítens enviados. 3. Remove ítem da pilha.
  9. 9. Cloud Services. Web Roles Web Roles 1 Versão de servidor com IIS habilitado 2 Customizações possíveis 3 Stateless (não esqueça) 4 Múltiplos servidores 5 Gestão: portal, PoweShell e ASMA 6 2 opções de deployment
  10. 10. Cloud Services. Web Roles Um exemplo clássico: Aplicação “Cadê meu médico” 1. Cadastro de médicos, cidades e especialidades 2. Consulta por nome, especialidade e cidade Cliente Aplicação web (MVC) Instância0 Instância1 Instância2 Serviços BD Web Role
  11. 11. Stateless • Web Roles possuem instâncias • Instâncias são servidores e possuem discos de armazenamento virtuais • Os servidores são stateless (quando possível) • Discos virtuais das VM Roles são stateless e isso pode acontecer a qualquer momento. Principais motivos: Be carefull! ;-) • Recovery para uma falha de hardware • Desfragmentação do datacenter • Reorganização da farm de armazenamento • Dentre outros.
  12. 12. Deployment Existem basicamente, 2 formas: Visual Studio Deployment Tool Web Deploy Apenas incremental Status report bem detalhado Configurações via ferramenta gráfica Portal do Microsoft Azure Independe do ambiente Upload simplificado Só depende do browser e da internet Configurações diretamente no XML
  13. 13. Deployment Visual Studio Deployment Tool Portal do Microsoft Azure
  14. 14. Deployment Visual Studio Deployment Tool Portal do Microsoft Azure *.cspkg Armazena configurações básicas da aplicação em questão como: configurações de acesso a serviços, banco de dados, etc. *.cscfg Armazena informações sobre o ambiente de execução, como: número de instâncias, pontos de entrada, etc.
  15. 15. Gerenciamento É possível gerenciar cloud services basicamente, através de 3 maneiras: 1. Windows PowerShell 2. Portal Web
  16. 16. Demos. E mais demos. Iiiiiiiiiiiit’s time... 1 Visão do portal administrativo 2 Worker Role no emulador 3 Web Role no emulador 4 Worker Role na produção 5 Web Role na produção
  17. 17. Algumas dicas de quem já apanhou muito • Servidores e armazenamento são stateless • Sessions? Então... Cuidado. • Ajax? Então... Cuidado. • SLA 99,95 apenas para 2 instâncias ou mais • CDN ajuda (e muito) • Cache ajuda (e muito) • Blobs ajudam (e muito) • SQL Azure ajuda (e muito) • Abuse de startup tasks
  18. 18. Por que é o melhor dos mundos? Você vai concordar... 1 Foco apenas na aplicação 2 Custo mais baixo que uma VM 3 Personalizações possíveis 4 Escala infinita (+performance) 5 Deployment simplificado 6 Sim limitação de banda de net
  19. 19. Perguntas? Se eu não souber, Ele sabe!
  20. 20. Obrigado por sua presença.

×