SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
 
Não  tenho  tempo  para  mais  nada... Ser  feliz  me  consome  muito.
Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como  uma ventania: depende de quando e como você me vê passar.
Eu acreditava em anjos. E, porque  acreditava, eles existiam.
Perder-se também é caminho.
Já que se há de escrever, que, pelo  menos, não se esmaguem - com palavras - as entrelinhas.
Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.
Não se preocupe em entender. Viver  ultrapassa  qualquer  entendimento.
Todos os dias, quando acordo, vou correndo tirar a poeira da palavra “amor”.
Há a vida que é para ser intensamente vivida. Há o amor, que tem que ser vivido até a última gota. Sem  nenhum  medo.  Não  mata.
Sempre conserve uma aspa à sua esquerda e outra  à sua  direita.
Que o medo alegre o desafio de  esperar!
Tenho medo de dizer quem sou: no momento em que tento falar, não exprimo o que sinto e o que sinto se transforma, lentamente, no que  eu digo.
Quando se ama, não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós.
Eu nem entendo mais aquilo que entendo.  Pois, estou infinitamente maior do que eu mesma ... então, não me alcanço.
Ouve-me. Ouve o meu silêncio. O que falo nunca é o que falo e, sim, outra coisa. Capta a “outra coisa” porque eu mesma não posso.
Você pode, até, me empurrar de um penhasco... E  daí? Eu adoro voar!
E  ninguém é eu.  E ninguém é você.  Esta é a solidão.
Minha alma tem o imaterial peso da solidão no meio de outros.
O que  erdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós.
Sou composta por urgências: minhas alegrias são intensas, minhas tristezas,  absolutas. Me entupo de  ausências, me esvazio de  excessos. Eu não caibo no  estreito... Eu só vivo nos  extremos... Clarice Lispector

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (14)

Clarice lispector
Clarice lispectorClarice lispector
Clarice lispector
 
Clarice lispector
Clarice lispectorClarice lispector
Clarice lispector
 
Clarice lispector
Clarice lispectorClarice lispector
Clarice lispector
 
Clarice lispector
Clarice lispectorClarice lispector
Clarice lispector
 
Reflexão
ReflexãoReflexão
Reflexão
 
30 Poemas De Amor Slide
30 Poemas De Amor Slide30 Poemas De Amor Slide
30 Poemas De Amor Slide
 
Não espere a próxima primavera para sentir o perfume de todas as flores..
Não espere a próxima primavera para sentir o perfume de todas as flores..Não espere a próxima primavera para sentir o perfume de todas as flores..
Não espere a próxima primavera para sentir o perfume de todas as flores..
 
O tempo escasseia
O tempo escasseia O tempo escasseia
O tempo escasseia
 
Mensagem
MensagemMensagem
Mensagem
 
Anna Maya
Anna MayaAnna Maya
Anna Maya
 
Anna maya
Anna mayaAnna maya
Anna maya
 
Lispector
LispectorLispector
Lispector
 
#Textos de Clarice Lispector# (by Fatinha)
#Textos de Clarice Lispector# (by Fatinha)#Textos de Clarice Lispector# (by Fatinha)
#Textos de Clarice Lispector# (by Fatinha)
 
Quemsoueu1
Quemsoueu1Quemsoueu1
Quemsoueu1
 

Destaque

Não te amo mais - Clarice Lispector
Não te amo mais - Clarice LispectorNão te amo mais - Clarice Lispector
Não te amo mais - Clarice Lispector
guest6d35e1
 
Se O Amor For Grande
Se O Amor For GrandeSe O Amor For Grande
Se O Amor For Grande
miriam catao
 
Antigas Fotografias
Antigas FotografiasAntigas Fotografias
Antigas Fotografias
miriam catao
 
Aprendendo com a tempestade
Aprendendo com a tempestadeAprendendo com a tempestade
Aprendendo com a tempestade
antonio ferreira
 
Brinquedos A Pedal E Biciclo
Brinquedos A Pedal E BicicloBrinquedos A Pedal E Biciclo
Brinquedos A Pedal E Biciclo
miriam catao
 
A descoberta do mundo - Clarice Lispector
A descoberta do mundo - Clarice LispectorA descoberta do mundo - Clarice Lispector
A descoberta do mundo - Clarice Lispector
Mima Badan
 
Dá-me tua mão - Clarice Lispector
Dá-me tua mão - Clarice LispectorDá-me tua mão - Clarice Lispector
Dá-me tua mão - Clarice Lispector
guestcca57e
 
Rifa Se Um CoraçãO
Rifa Se Um CoraçãORifa Se Um CoraçãO
Rifa Se Um CoraçãO
miriam catao
 

Destaque (20)

Não te amo mais - Clarice Lispector
Não te amo mais - Clarice LispectorNão te amo mais - Clarice Lispector
Não te amo mais - Clarice Lispector
 
Arte
ArteArte
Arte
 
As quatro leis da espiritualidade
As quatro leis da espiritualidadeAs quatro leis da espiritualidade
As quatro leis da espiritualidade
 
1 Anoitec
1 Anoitec1 Anoitec
1 Anoitec
 
Se O Amor For Grande
Se O Amor For GrandeSe O Amor For Grande
Se O Amor For Grande
 
Antigas Fotografias
Antigas FotografiasAntigas Fotografias
Antigas Fotografias
 
AMIGOS...
AMIGOS...AMIGOS...
AMIGOS...
 
Aprendendo com a tempestade
Aprendendo com a tempestadeAprendendo com a tempestade
Aprendendo com a tempestade
 
Brinquedos A Pedal E Biciclo
Brinquedos A Pedal E BicicloBrinquedos A Pedal E Biciclo
Brinquedos A Pedal E Biciclo
 
A descoberta do mundo - Clarice Lispector
A descoberta do mundo - Clarice LispectorA descoberta do mundo - Clarice Lispector
A descoberta do mundo - Clarice Lispector
 
Meu Deus
Meu DeusMeu Deus
Meu Deus
 
Viagem de Estudos do Meio - Fazenda Intervales - SP
Viagem de Estudos do Meio - Fazenda Intervales - SP Viagem de Estudos do Meio - Fazenda Intervales - SP
Viagem de Estudos do Meio - Fazenda Intervales - SP
 
2014 2 TRI LIÇÃO 5 - DONS DE ELOCUÇÃO
2014 2 TRI LIÇÃO 5 - DONS DE ELOCUÇÃO2014 2 TRI LIÇÃO 5 - DONS DE ELOCUÇÃO
2014 2 TRI LIÇÃO 5 - DONS DE ELOCUÇÃO
 
Desiderata
DesiderataDesiderata
Desiderata
 
Dá-me tua mão - Clarice Lispector
Dá-me tua mão - Clarice LispectorDá-me tua mão - Clarice Lispector
Dá-me tua mão - Clarice Lispector
 
Poema
PoemaPoema
Poema
 
Rifa Se Um CoraçãO
Rifa Se Um CoraçãORifa Se Um CoraçãO
Rifa Se Um CoraçãO
 
Practica6 120513122635-phpapp02
Practica6 120513122635-phpapp02Practica6 120513122635-phpapp02
Practica6 120513122635-phpapp02
 
Tudo passa
Tudo passaTudo passa
Tudo passa
 
Alma de Palhaço
Alma de PalhaçoAlma de Palhaço
Alma de Palhaço
 

Semelhante a Clarice Lispector and Umbrella arts

Capítulo 1
Capítulo 1Capítulo 1
Capítulo 1
heyleet
 
Capítulo 1
Capítulo 1Capítulo 1
Capítulo 1
heyleet
 

Semelhante a Clarice Lispector and Umbrella arts (20)

Clarice Lispector
Clarice LispectorClarice Lispector
Clarice Lispector
 
Lispector
LispectorLispector
Lispector
 
Lispector
LispectorLispector
Lispector
 
Lispector
LispectorLispector
Lispector
 
Lispector
LispectorLispector
Lispector
 
Lispector
LispectorLispector
Lispector
 
Lispector
LispectorLispector
Lispector
 
Duas Crônicas Poéticas de Pedro Chagas Freitas
Duas Crônicas Poéticas de Pedro Chagas FreitasDuas Crônicas Poéticas de Pedro Chagas Freitas
Duas Crônicas Poéticas de Pedro Chagas Freitas
 
Duas Crônicas Poéticas de Pedro Chagas Freitas
Duas Crônicas Poéticas de Pedro Chagas FreitasDuas Crônicas Poéticas de Pedro Chagas Freitas
Duas Crônicas Poéticas de Pedro Chagas Freitas
 
Ser transparente
Ser transparenteSer transparente
Ser transparente
 
Ser transparente
Ser transparenteSer transparente
Ser transparente
 
3 discerniment ser-transparente
3 discerniment ser-transparente3 discerniment ser-transparente
3 discerniment ser-transparente
 
Docemente - Livro.
Docemente - Livro.Docemente - Livro.
Docemente - Livro.
 
Eu, tu e três pontos...
Eu, tu e três pontos...Eu, tu e três pontos...
Eu, tu e três pontos...
 
Capítulo 1
Capítulo 1Capítulo 1
Capítulo 1
 
Ser transparente
Ser transparenteSer transparente
Ser transparente
 
Capítulo 1
Capítulo 1Capítulo 1
Capítulo 1
 
Para quem quiser ler
Para quem quiser lerPara quem quiser ler
Para quem quiser ler
 
PINTURAS E POESIAS
PINTURAS E POESIASPINTURAS E POESIAS
PINTURAS E POESIAS
 
Lettya nologia impirica (SER)
Lettya nologia impirica (SER)Lettya nologia impirica (SER)
Lettya nologia impirica (SER)
 

Mais de Fábio Póvoa (6)

Apresentação campanha Campinas Aqui é o Lugar
Apresentação campanha Campinas Aqui é o LugarApresentação campanha Campinas Aqui é o Lugar
Apresentação campanha Campinas Aqui é o Lugar
 
Apresentação da Rede Global de Empreendedorismo Campinas.
Apresentação da Rede Global de Empreendedorismo Campinas.Apresentação da Rede Global de Empreendedorismo Campinas.
Apresentação da Rede Global de Empreendedorismo Campinas.
 
Opportunity Recognition
Opportunity RecognitionOpportunity Recognition
Opportunity Recognition
 
International startup expansion Wayra jul/14
International startup expansion Wayra jul/14International startup expansion Wayra jul/14
International startup expansion Wayra jul/14
 
Lessons from an entrepreneur
Lessons from an entrepreneurLessons from an entrepreneur
Lessons from an entrepreneur
 
KPIs - Indicadores Chave de Performance
KPIs - Indicadores Chave de PerformanceKPIs - Indicadores Chave de Performance
KPIs - Indicadores Chave de Performance
 

Clarice Lispector and Umbrella arts

  • 1.  
  • 2. Não tenho tempo para mais nada... Ser feliz me consome muito.
  • 3. Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania: depende de quando e como você me vê passar.
  • 4. Eu acreditava em anjos. E, porque acreditava, eles existiam.
  • 6. Já que se há de escrever, que, pelo menos, não se esmaguem - com palavras - as entrelinhas.
  • 7. Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.
  • 8. Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa qualquer entendimento.
  • 9. Todos os dias, quando acordo, vou correndo tirar a poeira da palavra “amor”.
  • 10. Há a vida que é para ser intensamente vivida. Há o amor, que tem que ser vivido até a última gota. Sem nenhum medo. Não mata.
  • 11. Sempre conserve uma aspa à sua esquerda e outra à sua direita.
  • 12. Que o medo alegre o desafio de esperar!
  • 13. Tenho medo de dizer quem sou: no momento em que tento falar, não exprimo o que sinto e o que sinto se transforma, lentamente, no que eu digo.
  • 14. Quando se ama, não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós.
  • 15. Eu nem entendo mais aquilo que entendo. Pois, estou infinitamente maior do que eu mesma ... então, não me alcanço.
  • 16. Ouve-me. Ouve o meu silêncio. O que falo nunca é o que falo e, sim, outra coisa. Capta a “outra coisa” porque eu mesma não posso.
  • 17. Você pode, até, me empurrar de um penhasco... E daí? Eu adoro voar!
  • 18. E ninguém é eu. E ninguém é você. Esta é a solidão.
  • 19. Minha alma tem o imaterial peso da solidão no meio de outros.
  • 20. O que erdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós.
  • 21. Sou composta por urgências: minhas alegrias são intensas, minhas tristezas, absolutas. Me entupo de ausências, me esvazio de excessos. Eu não caibo no estreito... Eu só vivo nos extremos... Clarice Lispector