Pedofilia perigo digital - www.f2suporte.com/forum

1.563 visualizações

Publicada em

www.f2suporte.com/forum

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.563
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pedofilia perigo digital - www.f2suporte.com/forum

  1. 1. DÁRCIO DE JESUS 50 50 ISTOÉ/1829-27/10/2004
  2. 2. Pedofilia prolifera pela internet e transforma o Brasil no quarto país do ranking mundial da pornografia infantil ALAN RODRIGUES E MÁRIO SIMAS FILHO A nderson Batista tem 35 anos, é técnico em informática e está casado desde 1990 com a advogada Roseane Miranda, 32 anos. Eles moram em São José dos Campos, no interior de São Paulo, não têm filhos e podem ser considerados heróis de uma guerra surda que se trava pelos cinco continentes: o combate à pedofilia virtual. Em 1998, Anderson e Roseane navegavam por uma dessas disputa- das salas de bate-papo na internet e foram surpreendidos por uma imagem terrível: uma menina com cerca de oito anos de idade, ainda na fase de trocar os dentes, estava nua, acorrentada pelo pescoço e pelos braços e sendo violentada por um adulto. Impressionado, o casal passou a se empenhar em identificar aquela criança, com o intuito de levar o criminoso para a cadeia. Depois de buscar vários caminhos, Anderson e Roseane descobriram que a menina fazia parte de uma relação de crianças desaparecidas nos Estados Unidos e seu paradeiro jamais foi localizado. O homem que a estuprou não foi identificado até hoje. Desde 1998, porém, o casal corre atrás dos pedófilos virtuais e de responsáveis por páginas de pornografia infantil que se multiplicam na internet na mesma proporção com que cresce o número de usuários da rede mundial de computadores. “Criamos um site chamado Censura e recebemos denúncias de pedofilia na internet de todo o mundo. Encaminhamos as denúncias para as polícias do Brasil e do Exterior, mas os resultados ainda são muito tímidos e vivemos sofrendo ameaças”, lamenta a advogada Roseane.ISTOÉ/1829-27/10/2004 5151
  3. 3. ESPECIAL DESVIO DE CONDUTA Pedófilo, segundo entendimentos médicos e jurídicos, é todo o indivíduo adulto que sofre de um grave distúrbio de conduta sexual, com desejo compulsivo por crianças ou adolescentes, podendo ter característica homossexual ou heterossexual. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o indivíduo com pedofilia tem 16 anos ou mais e pelo menos cinco anos a mais que A cruzada protagonizada pelo casal ches, seja para recrutar suas vítimas, a criança pela qual sente atração. é admirável. Nesses seis anos de traba- principalmente nas salas de bate-papo. O transtorno costuma lho voluntário, Anderson e Roseane ela- Isso significa que uma criança conecta- se manifestar na adolescência boraram três dossiês com 6,8 mil de- da a um chat, por exemplo, pode estar e inicialmente leva o agressor núncias envolvendo páginas virtuais no sendo vítima de um aliciamento. E as a aliciar suas vítimas dentro do próprio círculo familiar. Brasil e no Exterior. O levantamento é crianças brasileiras estão bastante vul- Os pedófilos, em geral, alarmante e deixa claro que as vítimas neráveis a esse crime. são inseguros e tímidos dos pedófilos não são apenas crianças Segundo a Telefono Arcobaleno, as- em situação de abandono. Pelo contrá- sociação italiana para a defesa da in- rio, a barbárie atinge qualquer criança. fância, o Brasil ocupa o quarto lugar Imagens como a que impressionou o ca- no ranking mundial dos sites dedica-A VOZ DA LEI sal são cada vez mais fáceis de ser en- dos à pornografia infantil. A entidadePaulo Quintiliano, da Polícia Federal, contradas em qualquer computador ca- trabalha com informações do FBI (adefende uma legislação mais dura seiro. Basta estar conectado à internet Polícia Federal dos Estados Unidos), para ter acesso a elas da Interpol e de polícias de vários paí- ou, o que é pior, para ses. Em seu balanço anual de 2003, ca- que crianças internau- talogou pornografia infantil em 17.016 tas venham a ser víti- endereços na internet – desses 1.210 mas de um dos cri- são brasileiros. Número que diminuiu mes que mais proli- drasticamente nos últimos seis meses, feram no planeta. Pe- pois a legislação brasileira passou a con- dófilos de todos os siderar crime o fato de se publicarem na continentes encon- internet imagens de crianças em situa- FOTOS: ALAN RODRIGUES tram na rede mundial ção de abuso sexual. O problema é que um campo fértil e a medida não significa uma redução da praticamente impune criminalidade. “Na verdade, a única coi- para atuar – seja para sa que mudou foi a hospedagem dos si- satisfazer seus feti- tes. Saíram do Brasil para provedores52 ISTOÉ/1829-27/10/2004
  4. 4. de outros países”, diz Paulo Quintiliano, tiae – CNRV –, na capital paulista, car nessa criança o objeto para a expo-perito-chefe do setor de crimes cibernéti- também alerta para os perigos virtuais sição de fotografias em situações eróti-cos da Polícia Federal, em Brasília. a que estão expostas as crianças. “Pela cas. O outro é jogar para as crianças via online é mais fácil aliciar os pe- imagens pornográficas sem a menor ce-Problema caseiro – Há dez anos, quenos”, afirma. Foi identificado, se- rimônia e, a partir delas, estabelecer umos pedófilos precisavam recorrer a gundo Dalka, que o público-alvo des- vínculo promíscuo. Para isso, é frequenteclubes fechados para trocar informa- ses aliciadores são crianças internau- a estratégia de estabelecer um link entreções ou satisfazer seus torpes praze- tas com oito anos em média. “É que, uma palavra comum ao vocabulário dasres. Hoje não. “A internet facilita o nessa idade, as crianças têm pouca, crianças – como, por exemplo: kids, Mi-contato dos pedófilos com suas víti- ou quase nenhuma, capacidade de evi- ckey, ninfetas, chiquititas e outras – emas, pois nos chats e blogs eles assu- tar o assédio ou resistir a ele”, explica. os mecanismos de busca. Os menores,mem qualquer personalidade e usam alinguagem que mais cativa o interlocu- Palavras mágicas – Habilidosos, ostor virtual”, alerta Sandro D’Amato pedófilos criam mecanismos para atrairNogueira, membro da World Society crianças utilizando aof Victmology (W.S.V.), nos Estados própria linguagem in-Unidos, entidade internacional que es- fantil. A violência ci-tuda o comportamento das vítimas de bernética se concreti-crimes no mundo. Com um terreno tão za, basicamente, emfértil, os frutos dessa bandidagem são dois níveis: um delesconsideráveis. Estudos realizados consiste em conquis-pela Interpol avaliam que a porno- tar a garotada para agrafia infantil virtual movimenta cer- prática sexual ou bus-ca de US$ 5 bilhões anualmente. A psicóloga Dalka Chaves de Al- SHERLOCKSmeida Ferrari, coordenadora do Cen- Anderson e Roseane encaminharam trêstro de Referência às Vítimas de dossiês e acham osViolências do Instituto Sedes Sapien- resultados pífiosISTOÉ/1829-27/10/2004 53
  5. 5. ESPECIAL dentro de suas próprias casas ou até nas quérito (CPMI), que investigou a ex- escolas, digitam qualquer uma dessas ploração sexual de crianças e adoles- palavras numa pesquisa em sites de bus- centes no País. “Este é o terceiro dossiê ca e em poucos segundos estará diante que entregamos às autoridades desde que de centenas de imagens com conteúdo começamos o trabalho, mas os resulta- de pornografia infantil. dos têm sido pífios”, garante Anderson. Segundo levantamentos feitos pelo FBI e pela Interpol, não é raro encon- Guerra de todos – Apesar de consta- trar os aliciadores de menores em seus tar a ausência de resultados concretos próprios lares ou nos lares de colegui- para as denúncias, o casal do interior nhas das vítimas. “Às vezes, a criança paulista não desanima. “Entendemos que envia uma foto para um colega de clas- esse é um problema mundial e que to- se e essa imagem acaba caindo na rede dos estão juntando esforços para encon- dos pedófilos. Ou porque alguém ligado trar um caminho seguro”, diz Roseane. ao colega que recebeu a foto está numa Ela adverte, no entanto, que o Brasil rede de pedofilia, ou porque a imagem precisa rapidamente aprovar leis que re- foi colocada em algum blog e, com isso, primam, de forma dura, a posse, distri- se tornou pública”, alerta Anderson Ba- buição e comercialização dessas ima- tista, fundador do site Censura. No Bra- gens. De fato, nossa legislação está de- sil, pesquisas catalogadas pelo WSV fasada quando se tem como pano de fun- apontam que 80% das crianças que so- do a rede mundial de computadores. A freram qualquer tipo de abuso sexual fo- começar pela territorialidade. No Bra- ram agredidas dentro de casa. “Socorro, sil, mesmo quando um criminoso vir- sou uma fraca e preciso de ajuda. Des- tual é identificado, ele só será alcança- cobri que meu marido fotografa nossa do pela lei se estiver em território nacio- filha, de sete anos, nua, e troca essas nal. Ou seja, se um brasileiro hospeda imagens na internet...”. Esse desabafo no Exterior um site pornográfico e na- de uma mãe desesperada compõe uma quele país isso não for crime, ele não das 1.650 denúncias encaminhadas, há será punido. “A falta de uma legislação quatro meses, por Anderson e Roseane que criminalize inclusive a posse de ima- à Comissão Parlamentar Mista de In- gens de pornografia infantil e o repasse54 ISTOÉ/1829-27/10/2004
  6. 6. O empresário Esse “pirata cibernético”, ouvido por que na prática quase nada significa. Na ISTOÉ no início de outubro, tem pres- última semana, a reportagem de ISTOÉ Dissei colocou tado serviços diretamente ao FBI, prin- acessou com facilidade mais de 30 sites cipalmente no rastreamento das denún- de pornografia infantil, todos em portu- filtros no cias recebidas. “No Brasil fala-se muito guês. Em todos, as imagens são vendi- em planos, mas o que precisamos é de das por um preço médio de R$ 30 o kit computador ação. Devemos acelerar a implantação com cinco CDs contendo milhares de do plano nacional de combate à porno- fotos e oito horas de filme “de puro sexo de casa, mas grafia infantil”, cobra o coordenador do com garotas e adolescentes”. Centro de Defesa da Criança da Bahia – acredita que o Cedeca/BA, Valdemar Oliveira. “Siste- Paliativos – Enquanto não há uma le- maticamente encaminhamos as denún- gislação que permita um combate efe- melhor antídoto cias recebidas em nossa página na web tivo aos pedófilos virtuais, alguns pais é a conversa e ninguém está preso exatamente pela falta ESTUDO MUNDIAL e algumas escolas têm tomado medidas pali- franca com desse plano.” Em 2000, o site Cen- ativas. Uma dessas al- ternativas é usar pro- os filhos FOTOS: ALAN RODRIGUES sura recebeu a denúncia gramas especiais que de que um empresário filtram o conteúdo das do interior de São Paulo páginas de internet. estaria, através da inter- “Essas ferramentas so- net, vendendo um CD zinhas não resolvem o com dezenas de fotos problema, mas aju-dessas cenas por e-mail contribui para pornográficas de crian- dam, e muito”, garan-que o Brasil ocupe lugar de destaque no ças. Era uma denúncia te João Mendes de Al-ranking da pornografia virtual”, atesta exemplar. Além de con- meida, diretor da Es-Fábio Reis, mestre em criminologia in- ter a acusação, já havia cola Hugo Sarmento,ternacional pela Universidade de Shef- o nome do acusado, seu em São Paulo, que háfield, Inglaterra, e assessor técnico da endereço e o site utili- um ano adota o siste-Secretaria de Direitos Humanos da zado por ele para comer- ma em seus computa-Bahia. Ele potencializa o problema con- cializar as imagens. O dores. Desde então,siderando o fato de que os brasileiros caso foi levado à Vara D’Amato, da WSV, toda vez que qualquercomeçam a aderir à tecnologia digital da Infância e da Juven- descobriu que os aluno tenta abrir men-para a produção de fotos e vídeos. tude. Imediatamente o pedófilos usam os chats sagens ou sites que Como a pedofilia virtual transcende juiz determinou que o e adotam linguagem contenham material própria das criançasfronteiras e as leis variam muito de país empresário fosse condu- pornográfico o moni- para poder aliciá-laspara país, enfrentar o problema requer, zido ao fórum. Lá che- tor aparece com umano lugar de armamento sofisticado, co- gando, ele confirmou ser mensagem de quenhecimento técnico, contribuição por o dono das fotos e, como punição, teve aquele acesso não é permitido. A fil-parte dos provedores para bloquear sites que tirar o site do ar. Nada mais. Isso tragem desses conteúdos também con-criminosos e, acima de tudo, a colabo- porque, no Brasil, a lei não proíbe a venceu o empresário Artur Dissei aração de todos. No Brasil, felizmente, é posse desse tipo de material e na época implementar esse software no escritó-grande o número de anônimos empe- não proibia sequer sua divulgação. O rio e no computador de casa. “Nãonhados nessa briga. Até hackers estão site teve que sair do ar porque o empre- quero ser responsável por uma cica-emprestando seus conhecimentos a uma sário o utilizava para comercialização, triz incurável nos meus filhos”, garan-verdadeira cruzada. “Nossa proposta era o que já era proibido. Hoje, divulgar as te. “Mas nenhuma ferramenta é maisentrar nessa guerra e destruir tudo quanto imagens pornográficas envolvendo eficiente do que a presença e o diálo-é página pornográfica. Mas nos conven- crianças é crime, mas possuí-las não. O go entre pais e filhos.”ceram que isso era combater uma ilega-lidade com outra. Então, mapeamos ossites de pornografia que têm crianças e Essa reportagem é o resultado de projeto vencedor doencaminhamos para os endereços de de- 2º Concurso Tim Lopes de Investigação Jornalística,núncias”, conta um desses hackers, que realizado pela Andi e pelo Instituto WCF Brasil,por razões óbvias prefere o anonimato. com o apoio do Unicef, da OIT, da Fenaj e da Abraji.ISTOÉ/1829-27/10/2004 55

×