PRINCÍPIOS DE GENENEROSIDADE: Estudo 01 DÍZIMOS

1.392 visualizações

Publicada em

SERIE DE ESTUDOS PRINCÍPIOS DE GENEROSIDADE A LUZ DA BÍBLIA

Publicada em: Espiritual
  • Você deveria estudar mais, pois está muito 'inocente' no assunto dos dízimos. Confira como surgiram os dízimos eclesiásticos: Dízimos Eclesiásticos: Um Legado Católico Apostólico Romano.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui

PRINCÍPIOS DE GENENEROSIDADE: Estudo 01 DÍZIMOS

  1. 1. SÉRIE DE ESTUDOS: IEADCEMAR VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 1
  2. 2. E como podemos cumpri-la? IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA MGA/PR 2
  3. 3. A TAREFA DA IGREJA •Estender o Reino de Deus; •A partir deste princípio, se desenvolve toda a vida da Igreja; IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA MGA/PR 3
  4. 4. O QUE NECESITAMOS PARA CUMPRIR A GRANDE COMISSÃO? • Entender sua responsabilidade; • Comprometer-se e envolver-se no processo da Igreja; • Recursos financeiros para cumpri-la: Por meio dos dízimos e ofertas; IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 4
  5. 5. O princípio do Dar Deus é exemplo do dar Jo 3:16 IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR Dar sem esperar nada em troca 5
  6. 6. O PRINCÍPIO. • O dar é um ato de amor, porque demonstra, por meio da obediência seu amor a Deus. • O dar é um ato de fé, porque é confiar que Deus supre as nossas necessidades; IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 6
  7. 7. ONDE COMEÇA TUDO? • O pai da fé, Abraão foi o primeiro a entregar seus dízimos: Gen 14:17-20; Heb 7:4 • Foi por meio da Revelação que Abraão dizimou, já que este entendeu que a vitória obtida foi pela graça de Deus sobre sua vida. • É a expressão de que o que provê para o sustento é DeusIEADCEMAR - VILA forças e não as 7 MORANGUEIRA - MGA/PR humanas;
  8. 8. Por que dizimar? • Deus é um Deus justo: Suas demandas são baseadas em sua justiça perfeita. • O dízimo é a forma mais justa do dar, porque é baseado em uma quantidade proporcional as entradas. • Todos dão sem importar a quantidade, a mesma proporção, portanto, não existe um dízimo melhor do que outro IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 8
  9. 9. Dar dízimos • O dizimar é assunto de honestidade com Deus. “Todos os dízimos da terra, [...] pertencem ao Senhor; são consagrados ao Senhor. (Lev. 27:30) IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 9
  10. 10. Estabelecimento como princípio legal • O dízimo foi legalizado para que se tivesse uma administração adequada: Det 14:22 • A Lei determinou o propósito dos dízimos e ofertas: Sustento do Templo e a manutenção dos sacerdotes: Num 18:2124 • Deus determinou bênçãos e maldições pela sua atitude diante da reponsabilidade; IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 10
  11. 11. A Queixa de Deus •Tiraram de Deus a oportunidade de abençoa-los com oportunidades: Mal 3:9 IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 11
  12. 12. Princípio •O dízimo abre as oportunidades de Deus para a vida do que dizima: Mal 3:10 IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 12
  13. 13. O QUE DEUS PEDE • Mal 3:10 Trazei todos os dízimos à casa do tesouro – O DÍZIMO é a décima parte do que ganhamos como resultado do nosso trabalho; – Onde? A casa do tesouro era o lugar no Templo onde se depositava os dízimos e as ofertas; – Não é somente dar dinheiro: É dar nossa vida IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 13
  14. 14. O QUE DEUS PEDE • Para que haja mantimento na minha casa: Os dízimos devem ser usados para suprir as necessidades da Igreja: – As necessidades espirituais: Sustento dos pastores e os gastos ministeriais. – As necessidades materiais: Os gastos físicos relativos ao local e outros requisitos: 2 Cro 31:11-12 IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 14
  15. 15. O QUE DEUS PEDE • E depois fazei prova de mim nisto. –É a única passagem em toda a Bíblia que Deus nos pede para prová-lo: 2 Cro 31:10 –Provar, como se provam os metais para ver sua qualidade. IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 15
  16. 16. O QUE DEUS FARÁ • Se eu não vos abrir as janelas do céu. – Literalmente: Portas, cataratas, referindo-se as oportunidades dadas por Deus para alcançar o que foi determinado em favor do que dizimou. – Dizimar permite que as oportunidades de Deus se mostrem; IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 16
  17. 17. O QUE DEUS FARÁ • E não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. – Derramar: É como uma vasilha completamente esvaziada de seu conteúdo; nenhuma benção fica retida; – Como? Deus abençoará as obras de nossas mãos como resultado da entrega dos nossos dízimos; – Não tem nada a ver com dinheiro, mas com as 17 oportunidades de Deus. IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR
  18. 18. O QUE DEUS FARÁ • Reprenderei o devorador. –Reprender o devorador: Reprimir com autoridade o que se desfruta com a destruição, seja de fora ou de dentro; IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 18
  19. 19. Quem deve dar? • Todo crente que possui uma renda sem exceção; • Os pastores e os obreiros são os que devem dar o exemplo na entrega dos dízimos. IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 19
  20. 20. Como devem dar? •Princípio: Mat 5:20 •Com exatidão •Com regularidade •Com alegria: 2 Cor 9:2 IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 20
  21. 21. TODA HONRA E GLÓRIA AO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO Produzido por Fabio José da Silva Outros estudos no blog PERMANECER EM JESUS www.permaneceremjesus.com.br IEADCEMAR - VILA MORANGUEIRA - MGA/PR 21

×