A visão da Hart Energy sobre o mercado de combustíveis                   ciclo Otto no Brasil                       Raphae...
1. Principais aspectos da dinâmica atual do              mercado ciclo Otto
Comportamento do Consumidor na Escolha de         Combustíveis Otto (1) 100%                                              ...
Comportamento do Consumidor na Escolha de         Combustíveis Otto (2)                                      1.0          ...
Comportamento do Consumidor na Escolha de         Combustíveis Otto (3)                                     1.0           ...
Impacto da Crise Financeira na Oferta de Etanol   600                                                                     ...
Formação de Preços, E100 v. Gasolina C (1)USD 40.00          Media do valor da cana de acucar, Sao Paulo, USD/ton         ...
Formação de Preços, E100 v. Gasolina C (2)     USD 3.50     USD 3.00     USD 2.50     USD 2.00     USD 1.50     USD 1.00  ...
2. Projeções
Crescimento da Frota de Veículos Otto70                    Gasolina (esquerda)                                            ...
Preços da Gasolina C e EtanolUSD 1.80USD 1.60USD 1.40USD 1.20USD 1.00USD 0.80USD 0.60                                     ...
Produção de Cana de Açúcar v. Alocação de ATR  1,200                                                                      ...
Produção de Etanol 60                    Etanol Hidratado 50                 Etanol Anidro 40 30 20 10  0                 ...
Demanda Interna de Combustíveis90                  Etanol Hidratado (esquerda)                                            ...
Exportação Líquida de Etanol7.06.0                  Excedente disponivel para exportacao5.04.03.02.01.00.0-1.0-2.0-3.0    ...
Obrigado!    Raphael Hudson      Hart Energyrhudson@hartenergy.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Rafael hudson

926 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
926
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
204
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rafael hudson

  1. 1. A visão da Hart Energy sobre o mercado de combustíveis ciclo Otto no Brasil Raphael Hudson, Director de Pesquisas, América Latina Rio de Janeiro, 25 de Outubro de 2011
  2. 2. 1. Principais aspectos da dinâmica atual do mercado ciclo Otto
  3. 3. Comportamento do Consumidor na Escolha de Combustíveis Otto (1) 100% 1.00 90% 0.90 80% 0.80 70% 0.70 60% 0.60 50% Flexfuel (esquerda) 0.50 40% Etanol (esquerda) 0.40 Gasolina (esquerda) 30% Razao, Preco E100/Gasolina C (linha, direita) 0.30 20% 0.20 10% 0.10 0% 0.00 1970 1972 1974 1978 1980 1982 1984 1988 1990 1992 1994 1998 2000 2002 2004 2010 1976 1986 1996 2006 2008 Decisão entre o etanol e a gasolina sempre foi—e deve continuar a ser--uma questão econômica para o consumidor. Source: Hart Energy, based on Anfavea, EPE, ANP data
  4. 4. Comportamento do Consumidor na Escolha de Combustíveis Otto (2) 1.0 0.9 Razao de Precos E100/Gasolina C 0.8 0.7 0.6 Centro-Oeste Nordeste Norte 0.5 Sudeste Sul 0.4 0% 20% 40% 60% 80% Market Share do E100 na Frota FFV As diferenças regionais quanto ao consumo de etanol são bem conhecidas— mas há um grau de variação significativo dentro de algumas regiões. Source: Hart Energy
  5. 5. Comportamento do Consumidor na Escolha de Combustíveis Otto (3) 1.0 R² = 0.6997 Razao de Precos E100/Gaolina C 0.9 0.8 0.7 0.6 0.5 0.4 0% 20% 40% 60% 80% Market Share do E100 na FrotaFFVs Independente das variaçoes regionais, há uma relação bastante significativa entre preço e consumo a nível nacional. Source: Hart Energy
  6. 6. Impacto da Crise Financeira na Oferta de Etanol 600 20% 18% 500 16% 14% 400 12% 300 10% 8% 200 6% 4% 100 Cana moida (barras, esquerda) % de Area Reformada dos Canaviais (linha, direita) 2% 0 0% 93/94 94/95 95/96 97/98 98/99 99/00 00/01 02/03 03/04 04/05 05/06 07/08 08/09 10/11 96/97 01/02 06/07 09/10Falta de investimento nos canaviais—em um contexto com produtores sobre-endividadospor investimentos em expansão de capacidade durante 2005-2008—é uma grande causa da quebra da safra. Source: Hart Energy, based on UNICA, MAPA data
  7. 7. Formação de Preços, E100 v. Gasolina C (1)USD 40.00 Media do valor da cana de acucar, Sao Paulo, USD/ton Acucar Cristal, Sao Paulo, USD/50kgUSD 35.00 Acucar, Contrato 11, USD/50kgUSD 30.00USD 25.00USD 20.00USD 15.00USD 10.00 USD 5.00 USD 0.00 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 1997O preço do açúcar no mercado externo influencia o do mercado interno—o qual influencia o valor obtido pela cana de açúcar (e o etanol) no mercado interno. Source: Hart Energy based on CEPEA, Bloomberg & IBGE data
  8. 8. Formação de Preços, E100 v. Gasolina C (2) USD 3.50 USD 3.00 USD 2.50 USD 2.00 USD 1.50 USD 1.00 USD 0.50 Gasolina 87 AKI, Gulf Coast Custo medio de importacao/producao de Gasolina A USD 0.00 Jul-03 Jul-04 Jul-06 Jul-07 Jul-08 Jul-09 Jul-10 Jul-02 Jul-05 Jan-02 Jan-03 Jan-04 Jan-06 Jan-07 Jan-09 Jan-10 Jan-05 Jan-08 Jan-11Preços de gasolina no mercado interno, tradicionalmente, equilibraram períodos de alta e baixa em relação a mercados internacionais—mas estão defasados atualmente. Source: Hart Energy based on ANP, Bloomberg data
  9. 9. 2. Projeções
  10. 10. Crescimento da Frota de Veículos Otto70 Gasolina (esquerda) Etanol (esquerda) 10% Flexfuel (esquerda) Cresc. da Frota (linha, direita) 9%60 8%50 7%40 6% 5%30 4%20 3% 2%10 1% 0 0% 2011f 2013f 2014f 2015f 2016f 2017f 2018f 2019f 2012f 2020f 2001 2002 2004 2005 2007 2008 2010 2000 2003 2006 2009 Volume da frota de vehiculos do país continuará aumentando. Source: Hart Energy
  11. 11. Preços da Gasolina C e EtanolUSD 1.80USD 1.60USD 1.40USD 1.20USD 1.00USD 0.80USD 0.60 Gasolina C, USD/litroUSD 0.40 Etanol, USD/litroUSD 0.20 Etanol (paridade energetica), USD/litroUSD 0.00 2015f 2016f 2017f 2018f 2019f 2020f 2011f 2012f 2013f 2014f 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Preço do etanol deve se manter perto do nível de paridade energética entre os dois combustíveis. Source: Hart Energy, Informa Economics
  12. 12. Produção de Cana de Açúcar v. Alocação de ATR 1,200 55% 1,000 50% 800 45% 600 40% 400 35% 200 Cana Moida (colunas, esquerda) % de cana para prod. de acucar (linha direita) 0 30% 2011f 2012f 2013f 2014f 2015f 2016f 2017f 2018f 2019f 2020f 2001 2002 2003 2006 2007 2008 2009 2010 2004 2005 Safras dos próximos 2 anos provavelmente apresentação ritmos de crescimento modestos—mas a recapitalização do setor e melhorias nos canaviais devem ajudar uma eventual retomada de aumentos de produção mais significativos. Source: Hart Energy
  13. 13. Produção de Etanol 60 Etanol Hidratado 50 Etanol Anidro 40 30 20 10 0 2012f 2013f 2014f 2015f 2016f 2018f 2019f 2020f 2011f 2017f 2001 2002 2003 2004 2007 2008 2009 2010 2000 2005 2006Produção do etanol hidratado deve se recuperar, com o etanol anidro preenchendo os requerimentos da mistura obrigatória. Source: Hart Energy
  14. 14. Demanda Interna de Combustíveis90 Etanol Hidratado (esquerda) Etanol Anidro (esquerda) 80% Gasolina A (esquerda) % de uso do etanol na frota FFV80 70%7060 60%50 50%4030 40%20 30%100 20% 2012f 2013f 2014f 2015f 2016f 2017f 2020f 2011f 2018f 2019f 2000 2001 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2002 2003 2010 O consumo do etanol na frota de FFVs deve refletir a flutuação da razão de preços entre os dois combustíveis. Source: Hart Energy
  15. 15. Exportação Líquida de Etanol7.06.0 Excedente disponivel para exportacao5.04.03.02.01.00.0-1.0-2.0-3.0 2011f 2012f 2013f 2014f 2015f 2016f 2017f 2018f 2019f 2020f 2001 2002 2003 2004 2006 2007 2008 2009 2000 2005 2010 Não é provável que o Brasil vai poder atender a demanda (pelo menos a a curto e médio prazo) gerada pelos mandatos dos EUA e UE. Source: Hart Energy
  16. 16. Obrigado! Raphael Hudson Hart Energyrhudson@hartenergy.com

×