Erasmo2

719 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Erasmo2

  1. 1. Conferência Biodieselbr 2010 “Exemplo de sucesso: incentivando alternativas” 27 de Outubro de 2010 BSBIOS – PASSO FUNDO BSBIOS – MARIALVABSBIOS – PROG CANOLA
  2. 2. A BSBIOS – Referência no setor em qualidade e desenvolvimento sustentável Visão “Ser uma referência nacional em energia renovável” Marialva/PR Esmagamento de Grãos Passo Fundo/RS 6ª maior produtora brasileira de biodiesel Receita Líquida (2010E) R$ 600 Milhões Capac. de Produção 286 mil m³ Biod./ano Capac. de Esmagamento 2.5 mil ton/dia Iniciativa em produção de Biolubrificantes Biolubrificantes Usinas de Biodiesel Responsabilidade socialTecnologia & QualidadePreservação do meio ambiente
  3. 3. O Programa Nacional de Biodiesel em apenas 5 anos de existência obteve inquestionável sucesso econômico, social e ambiental A demanda criada pelo PNPB garantiu um mercado seguro para produção de culturas alternativas, teremos um incremento de 3 milhões de ton. p/ 2020 A industria já atende a demanda antecipada do B5, alcançando uma capacidade produtiva 2 vezes superior a demanda atual (2,5 Bi litros) Suporte a agricultora familiar através do Selo Social, e geração de 1,3 milhões de empregos ligados a cadeia de produção foram inserindo 103.000 Famílias da Agricultura Familiar Principais Destaques do Programa Nacional de Biodiesel (PNPB) Culturas Alternativas Incentivo a Produção Agricultura Familiar Economias de Divisas A mistura de 5% (B5) em vigor desde janeiro de 2010 permite uma economia de divisas de US$ 1,4 bilhão Responsabilidade Ambiental Para cada litro da nova mistura há redução de 3% em emissões de CO2
  4. 4. Características do setor de atuação Biodiesel Grãos Óleo Bruto Indústria de Óleos Vegetais Produtor de Biodiesel Produtor de Biodiesel Biodiesel Etanol EsmagamentoProdutor de Oleaginosas Agricultura Postos Mercado Consumidor Glicerina Para prosperar no setor, é necessário o controle de todas as variáveis da cadeia produtiva do biodiesel Cadeia Produtiva do Biodiesel Requer desenvolvimento agrícola Requer desenvolvimento tecnológico Requer desenvolvimento em logística Requer desenvolvimento em comunicação O produção de oleaginosas é peça fundamental para a cadeia. O desenvolvimento de culturas alternativas necessita de políticas específicas através de fomento financeiro e tecnológico
  5. 5. Com base na soja, os produtores de Biodiesel devem operar como agente incentivador às culturas alternativas Fonte: FGV Óleo de Algodão 2,5% Outros 5% Sebo Bovino 12,5% Óleo de Soja 80% Diversificação de matérias- primas Suporte Técnico Agricultores Fornecedores de sementes Esmagamento Produção de biodiesel Participação atual das Oleaginosas na produção de Biodiesel Logística de Suprimentos do Biodiesel Impencilhos ao desenvolvimento de culturas alternativas: tecnologia, financiamento, zoneamento agrícola e garantia de compra.
  6. 6. Agricultores Aliado as ações governamentais, bancos e federações, a BSBIOS tornou parte ativa no incentivo a diversificação de oleaginosas
  7. 7. O Programa de Culturas Alternativas BSBIOS foi criado a fim de incentivar a produção de oleaginosas como soja e outras A Canola apresenta vantagens na rotação, otimiza estrutura da soja e melhora a terra. Adicionalmente, origina farelo de elevada qualidade para ração animal Fonte: Balanço social sistêmico do biodiesel – Unisinos/Fiergs
  8. 8. A fim de potencializar o suprimento de culturas alternativas, a BSBIOS desenvolveu parcerias junto a pequenos produtores Fomento à Culturas Alternativas Inovações Tecnológicas Garantias aos Produtores Assistência Técnica Programa Desenvolvimento Regional Sustentável entre BSBIOS & Banco do Brasil Unidade de Fomento Compra da Produção
  9. 9. Dentre as culturas alternativas a Canola apresentou maior viabilidade para os produtores parceiros da BSBIOS Área, Produtividade e Produção - Safras 2009 & 2010 O maior área plantada de Canola concentra-se nos estados do Sul do Pais, onde a cultura apresenta também o maior aproveitamento em termos de produtividade. Mato Grosso Safra 09 Safra 10 Var % Área (mil há) 1,9 3,3 73,7% Produtividade (kg/há) 1,135 1200 5,7% Produção (mil ton) 2,2 4,0 81,8% Paraná Safra 09 Safra 10 Var % Área (mil há) 6,1 11,5 89,3% Produtividade (kg/há) 1.278 1.647 28,9% Produção (mil ton) 7,8 18,9 81,8% Santa Catarina Safra 09 Safra 10 Var % Área (mil há) - 0,4 - Produtividade (kg/há) - 1.500 - Produção (mil ton) - 0,6 - Rio Grande do Sul Safra 09 Safra 10 Var % Área (mil há) 23 30 30,4% Produtividade (kg/há) 1.400 1.544 10,3% Produção (mil ton) 32,2 46,32 40,9%
  10. 10. ►Gratuita; ►Parceria com cooperativas e Cerealistas; ►A Portaria 60 do MAPA permitiu o seguro agrícola aos produtores não habilitados ao PRONAF e para os Agricultores Familiares o PRONAF Mais ►Garantia de Comercialização, preço equivalente a soja O Programa Produção Canola BSBIOS (PPCB), é considerado pioneiro e referência para esta cultura no Brasil Em 2010 o fomento BSBIOS atenderá 60 municípios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná ►Utilização de Sementes Híbridas; ►Novo sistema de Plantio e corte-enleiramento; Programa Produção Canola BSBIOS ►Assistência Técnica ►Zoneamento agroclimático ►Segurança ao Produtor ►Implantação de novas tecnologias de produção
  11. 11. O PPCB realiza ações periódicas junto e conta com parceiros estratégicos Segunda Abertura Nacional da Safra da Canola – 27/09/2010 Em 2010 o fomento BSBIOS atenderá 60 municípios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná
  12. 12. Vídeo - Depoimento de Produtores Rurais: Relato das experiências dos produtores de canola VIDEO a anexar
  13. 13. 3.500 7.000 10.000 15.000 2007 2008 2009 2010 1.080 1.200 1.200 1.560 2007 2008 2009 2010 Em 04 anos de vida, o Programa Produção Canola BSBIOS apresenta bons resultados positivos Evolução da área (ha) de cultivo de canola fomentada pela empresa BSBIOS Produtividade (kg/ha) Incremento de 44% no períodoCrescimento médio de 62% a.a.
  14. 14. 35 500 630 130 20 18 38 550 760 210 27 20 42 650 840 190 22 20 40 620 1.040 420 40 26 Preço de Venda (R$/sc) Custo de Produção (R$/ha) Margem Bruta (R$) Margem Líquida (R$) Margem Líquida (%) Produtividade (sc/ha) 2007 2008 2009 2010 O sucesso do programa pode ser observado através do incremento de margens obtidos pelos produtores parceiros ao programa Resultados Anos / Safra 100% 44%14% 24% 65% 223% Incrementos no Período
  15. 15. Embora o programa tenha obtido bons resultados a BSBIOS almeja e vislumbra ainda melhores resultados Desafio BSBIOS – Crescimento para área cultivada de canola 200.000 ha 2020 200.000 2010 15.000 185 mil ha adicionais
  16. 16. Precisamos de um novo Marco Regulatório para o Programa Nacional de Biodiesel Projeção de Produção de Biodiesel X Projeção de Mistura Obrigatória Fonte: FGV Capacidade instalada já suficiente para o B10 2.350 5.562 14.321 0 2.500 5.000 7.500 10.000 12.500 15.000 2005 2006 2007 2008 2009 2010 B5 2011 2012 2013 2014 B10 2015 2016 2017 2018 2019 2020 B20 Volume (1000 m³) Capacidade instalada 5.100
  17. 17. Imagens - Programa Produção Canola BSBIOS Agricultura Familiar
  18. 18. Imagens - Programa Produção Canola BSBIOS Áreas de plantio de canola
  19. 19. Imagens - Programa Produção Canola BSBIOS Áreas de plantio de canola
  20. 20. Imagens - Programa Produção Canola BSBIOS Suporte Técnico / Tecnológico
  21. 21. Imagens - Programa Produção Canola BSBIOS Abertura da Safra da Canola 2010 - Colheita
  22. 22. A BSBIOS aposta na Canola como cultura de inverno alternativa, com maior potencial de sucesso frente as demais oleaginosas CANOLA “A SOJA DO INVERNO”
  23. 23. Temos todas as condições de garantir o crescimento para B10 em 2014 e B20 em 2020 Muito obrigado Conclusão Erasmo Carlos Battistella Diretor Superintendente Tel.: (54) 2103-7100 (54) 2103-7110 E-mail: erasmo.carlos@bsbios.com Elaboração:

×