Emfernidade da Alma

535 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
535
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Emfernidade da Alma

  1. 1. A Paz do Senhor! Estamos no 2º trimestre de 2014 e o tema da revista é Enfermidades da Alma, tendo o Pastor Israel Maia, Psicanalista e Presidente da Assembleia de Deus Campo de Bento Ribeiro (RJ), como comentarista. Nessa semana estudaremos a 1ª lição, cujo o tema é: Cura para enfermidades da alma
  2. 2. “Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos” Salmos 126.6
  3. 3. Aula Expositiva “Cura para enfermidades da alma” Lição 01 06 de abril de 2014
  4. 4. Texto Áureo “E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do Reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo” Mt 9.35
  5. 5. Verdade Aplicada O Senhor sabe quem verdadeiramente somos e conhece todas as nossas dificuldades.
  6. 6. Objetivos da Lição 1. Explicar o que é cura interior; 2. Definir os sintomas da enfermidade da alma; 3. Mostrar o processo da cura.
  7. 7. Textos de Referência Ora, em Jerusalém há, próximo à porta das ovelhas, um tanque, chamado em hebreu Betesda (casa de misericórdia”), o qual tem cinco alpendres. Nestes jazia grande multidão de enfermos, cegos, mancos e ressicados, esperando o movimento da água. Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque, e agitava a água; e o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse. E estava ali um homem que, havia trinta e oito anos, se achava enfermo. E Jesus, vendo este deitado, e sabendo que estava neste estado havia muito tempo, disse-lhe: Queres ficar são? João 5:2-6
  8. 8. Introdução Todas as pessoas, ao longo de sua existência, sofrem traumas emocionais. Isso acontece quando somos feridos pelos acontecimentos da vida ou por indivíduos, próximos a nós ou não. Os traumas podem deixar feridas profundas na alma. Sua dor é intensificada pelo senso de impotência. Sem o devido tratamento, a pessoa se fecha para o mundo, protege- se por uma muralha construída de amargura, desejo de vingança, autopiedade, medo e desconfiança. Portanto, vamos aprender como restabelecer o equilíbrio entre o corpo e a mente, à luz das Escrituras, para vivermos com mais qualidade de vida (Jo 10.10b).
  9. 9. O QUE É CURA INTERIOR? Cura interior é a cura de nosso homem inte¬rior: da mente, emoções, lembranças desagradá¬veis, sonhos. É o processo pelo qual, por meio da oração, somos libertos de sentimentos de ressen¬timento, rejeição, autopiedade, depressão, cul¬pa, medo, tristeza, ódio, complexo de inferiorida¬de, autocondenação e senso de desvalor, etc.
  10. 10. Em Romanos 12.2, lemos o seguinte: "E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente..." A cura inte¬rior é a renovação de nossa mente.
  11. 11. 1. Identificando os distúrbios emocionais Acontecimentos ruins podem acometer qualquer cristão e deixá-lo triste, amargo e até revoltado. O fato de sermos servos de Deus não nos torna imunes ao sofrimento (2Co 6.4,5); não nos isenta de dores, doenças, acidentes, contrariedades, traições, perdas, separações, injustiças, decepções e tantos outros reveses que fazem parte da existência humana. Existem certas áreas da vida humana que precisam de um toque especial do Espírito Santo, porque nem sempre a conversão do indivíduo traz cura imediata a todas as enfermidades, como acontece com os males emocionais.
  12. 12. Comente1.1. A maturidade para identificar o problema
  13. 13. 1.2. Soluções bíblicas para problemas médicos
  14. 14. •1.3. Quais são os distúrbios (doenças) emocionais?
  15. 15. O coração bem disposto é remédio eficiente, mas o espírito oprimido resseca os ossos. Provérbios 17:22 e 14:30 Quando o meu coração estava amargurado e no íntimo eu sentia inveja, Salmos 73:21
  16. 16. Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração. Hebreus 4:12
  17. 17. Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. Filipenses 4:6
  18. 18. 2. Passos importantes para a restauração “Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza” (Rm 8.26). Essa declaração do Apóstolo Paulo lembra qual é a ação do Espírito Santo na vida do cristão. Ele assiste, ou seja, acompanha em conjunto, passo a passo todo o processo de restauração de cada um. O Espírito Santo se torna companheiro, trabalhando ao lado de quem sofre, participando de todo o processo de cura (At 15.28). Ele é o terapeuta espiritual e eficaz que nos auxilia, orientando naquilo que é preciso fazer (Jo 14.16,26).
  19. 19. Comente 2.1. Ter coragem para falar do problema Crer em DEUS e viver em retidão não nos isenta de problemas e sofrimentos nesta vida. Pelo contrário, a dedicação a DEUS amiúde nos traz provações e sofrimentos (ver Mt 5.10)
  20. 20. 2.2. Humildade e quebrantamento aliados à restauração
  21. 21. •2.3. Saber se queremos ser curados
  22. 22. Cura-me, Senhor, e serei curado; salva-me, e serei salvo, pois tu és aquele a quem eu louvo. Jeremias 17:14 As palavras agradáveis são como um favo de mel, são doces para a alma e trazem cura para os ossos. Provérbios 16:24
  23. 23. 3. Cura e restauração divinas para os enfermos de alma Se analisarmos um exemplo bíblico de um coração ferido, descobriremos José. Foi atitude de perdão que salvou José de tornar- se prisioneiro do seu passado, pois não abrigou, em seu coração, desejos de vingança (Gn 45.5). De uma maneira maravilhosa, os sofrimentos que José experimentou foram usados por Deus, os dias difíceis haviam-se passado e José soube deixá-los para trás.
  24. 24. Comente 3.1. Não permitir o ressentimento
  25. 25. 3.2. Permitir a intervenção de Deus
  26. 26. 3.3. Soltar as amarras emocionais com o perdão
  27. 27. Se vocês perdoam a alguém, eu também perdôo; e aquilo que perdoei, se é que havia alguma coisa para perdoar, perdoei na presença de Cristo, por amor a vocês, a fim de que Satanás não tivesse vantagem sobre nós; pois não ignoramos as suas intenções. 2 Coríntios 2:10-11
  28. 28. Conclusão Feridas na alma são aquelas que doem, mesmo quando já não vemos mais o machucado; ou aquele que causou a ferida não está mais presente e, ainda assim, de vez em quando, elas voltam e incomodam. Às vezes, causam insônia, falta de apetite e tristezas. E doem muito, dói o peito, doem os olhos, dói o coração. Mas, principalmente doem na alma.
  29. 29. Referências Bíblia Sagrada – Concordância, Dicionário e Harpa - Editora Betel Revista Jovens e Adultos: Enfermidades da Alma, 2º Trimestre 2014 - Editora Betel
  30. 30. A paz do senhor Jesus

×