Aula autocad

23.552 visualizações

Publicada em

1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
23.552
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
465
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula autocad

  1. 1. • Rapidez no desenho • Precisão absoluta • Possibilidade de infinitas cópias e revisões • Possibilidade de editar o desenho • Ferramentas de automatização (cotas, textos, etc.) VANTAGENS DO AUTOCAD SOBRE A PRANCHETA:
  2. 2. AMBIENTE DO AUTOCAD 2008
  3. 4. É o objeto de interatividade entre o usuário e os procedimentos computacionais do programa. Por ela você tem clara ideia do processamento da imagem e também por ela você insere os atributos de seu desenho, como medidas, distâncias, ângulos, ou algumas opções. Aparenta-se como uma caixa de texto com um Prompt de comando. CAIXA DE COMANDO:
  4. 5. São flutuantes e podem estar em qualquer lugar do ambiente de trabalho. Possuem opções de acesso a quase todo comando disponível no AutoCAD. Funcionam como qualquer barra de ferramentas de outro programa para Windows. BARRA DE FERRAMENTAS:
  5. 6. Situa-se no extremo inferior da tela e contém informações das coordenadas imediatas do cursor e alguns comandos. BARRA DE STATUS:
  6. 7. A área de desenho no AutoCAD é, por definição, um espaço de três dimensões infinito. Ao abrir um desenho pode-se previamente configurar as dimensões da área deste. No canto inferior da área de desenho encontra-se o símbolo da UCS (Universal Coordinate System) que indica a situação dos eixos coordenados cartesianos, como será visto mais tarde. ÁREA DE DESENHO:
  7. 8. Ao longo do curso serão visto atalhos pelo teclado para comandos, de modo a facilitar o trabalho com o CAD, a título de informação. ATALHOS (TECLADO): Serão apresentados no curso as principais configurações, quando estas se fizerem necessárias, ou poderemos ter aulas específicas com essa finalidade. CONFIGURAÇÕES:
  8. 9. USO DO MOUSE: <ul><li>SELEÇÃO </li></ul><ul><li>CONFIRMAÇÃO (ENTER) </li></ul><ul><li>FERRAMENTAS DE PRECISÃO (+CTRL) </li></ul><ul><li>SE PRESSIONADO: PAN OU FERRAMENTAS DE PRECISÃO </li></ul><ul><li>GIRO: ZOOM REALTIME </li></ul>
  9. 10. CONFIGURAÇÃO DO BOTÃO DIREITO DO MOUSE: Para abrir esta caixa de diálogo: Tools - Options CLICAR NESTE BOTÃO
  10. 11. CONFIGURAÇÃO DO BOTÃO DIREITO DO MOUSE: MARCAR ESTA OPÇÃO
  11. 12. Alguns símbolos/caracteres especiais podem ser introduzidos nas edições dos textos executados no AutoCAD através de combinações de teclas. As principais são descritas abaixo: %%C : obtém o símbolo de DIÂMETRO (Ø); %%D : obtém o símbolo de GRAU ( º ); %%P : obtém o símbolo de MAIS/MENOS ( ± ) Obs : As novas configurações do Autocad já permitem, principalmente dentro do Comando Dimension, somente inserir o símbolo que desejamos, sem precisar digitar as combinações acima. Porém é interessante saber, pois se nos depararmos com uma versão mais antiga do Autocad não conseguiremos inserir estes símbolos. SÍMBOLOS ESPECIAIS:
  12. 13. Sempre existiram dúvidas para começar a trabalhar com o Auto Cad, sobre qual a unidade e escala que se deve trabalhar. Temos que considerar que, por exemplo, se tivermos a distância entre dois pontos de 10 unidades, o AutoCAD interpreta esta unidade como adimensional ou seja, a leitura métrica real será a leitura que você irá adotar para desenvolver seu projeto. Se desenhar uma linha de 10 unidades, estas podem ser 10 mm, 10cm, 10m, 10Km, etc. UNIDADES DE TRABALHO / ESCALA:
  13. 14. Se criar uma planta de uma casa por exemplo, a unidade será metros. Por isso 1 unidade será 1m e você deve considerar o seu projeto utilizando suas medidas em metros: 0,15m, 0,5m, 1m, 10m. Quem trabalha com projetos mecânicos utilizará a unidade de milímetros. Por exemplo: 50mm equivalem a andar 50 unidades na tela do AutoCAD. Neste momento pode parecer um pouco estranho falar sobre tamanho real, mas guarde que, sempre será melhor criar seus desenhos adotando medidas reais que você mediu ou adotou mediante uma unidade. UNIDADES DE TRABALHO / ESCALA:
  14. 15. Quando precisamos construir um desenho com dimensões exatas no AutoCAD, necessitamos orientar esta construção fornecendo dados de sentido e valores pelo mouse ou digitado através do teclado. É o que chamamos de entradas de coordenadas. Mesmo hoje com várias atualizações do AutoCAD, com algumas outras funções que facilitam a entrada de dados, o entendimento das coordenadas é crucial para o posicionamento e um bom desempenho na execução dos desenhos. TRABALHANDO COM COORDENADAS:
  15. 16. <ul><li>A virgula SÓ separa os pontos coordenados (X , Y), em qualquer situação dentro do AutoCAD e o ponto separa números “quebrados” Ex: 3,5.2 ; </li></ul><ul><li>A orientação X sempre será na horizontal; </li></ul><ul><li>para direita: valores positivos (+) </li></ul><ul><li>para esquerda: valores negativos(-). </li></ul><ul><li>A orientação Y sempre será na vertical </li></ul><ul><li>para cima: valores positivos (+) </li></ul><ul><li>para baixo: valores negativos(-). </li></ul>TRABALHANDO COM COORDENADAS:
  16. 17. COORDENADAS ABSOLUTAS Essas coordenadas tem como base o Zero Absoluto (Canto inferior esquerdo da tela gráfica) do AutoCAD (interseção do eixo X com o eixo Y). TIPOS DE COORDENADAS: ZERO ABSOLUTO Sintaxe: x,y
  17. 18. TIPOS DE COORDENADAS: Command : LINE From point: 0,0 <ENTER> Specify next point or [Undo] : 40,0 <ENTER> Specify next point or [Undo] :40,10 <ENTER> Specify next point or [Undo] : 30,10 <ENTER> Specify next point or [Undo] : 30,30 <ENTER> Specify next point or [Undo] :20,50 <ENTER> Specify next point or [Undo] :10,30 <ENTER> Specify next point or [Undo] :10,10 <ENTER> Specify next point or [Undo] : 0,10 <ENTER> Specify next point or [Undo] : 0,0 <ENTER> ou close Specify next point or [Undo] : <ENTER>finalizando Exemplo:
  18. 19. COORDENADAS RELATIVAS especificam uma distância em relação ao último ponto. Para que o AutoCAD entenda a coordena relativa, utiliza-se o símbolo @ antes do par de coordenadas. SINTAXE: TIPOS DE COORDENADAS:
  19. 20. TIPOS DE COORDENADAS: Command : LINE LINE Specify first point: P1 (clique um ponto na Tela) Specify next point or [Undo]: P2 : @50,0 <ENTER> Specify next point or [Undo]: P3 : @0,20 <ENTER> Specify next point or [Close/Undo]: P4 : Specify next point or [Undo] @-60,0 < ENTER > P5 : Specify next point or [Undo] @80,30 < ENTER > P6 : Specify next point or [Undo] @80,-30 < ENTER > P7 : Specify next point or [Undo] @-60,0 < ENTER > P8 : Specify next point or [Undo] @0,-20 < ENTER > P9 : Specify next point or [Undo] @50,0 < ENTER > P10 : Specify next point or [Undo] @0,-15 < ENTER > P11 : Specify next point or [Undo] @-140,0 < ENTER > Exemplo:
  20. 21. Exercício (Coordenadas Relativas):
  21. 22. Exercício (Coordenadas Relativas):
  22. 23. COORDENADAS POLARES Enquanto o coordenadas relativas segue o padrão do plano cartesiano, a coordenada polar segue uma configuração como se fosse um transferidor de 0º a 360º . A Coordenada Relativa Polar necessita do comprimento L (distância) e a inclinação (ângulo) medido entre o eixo 0 (zero) e a linha na qual pretende realizar. Como Default (padrão do autocad) a orientação seguida é a anti-horário – lê-se o ângulo sempre partindo do eixo 0 (Zero). TIPOS DE COORDENADAS: SINTAXE:
  23. 24. TIPOS DE COORDENADAS: Command: Line LINE Specify first point: P1 (Marque um ponto na tela) P2 -Specify next point or [Undo]: @20<315 P3 -Specify next point or [Undo]: @25<0 P4 -Specify next point or [Close/Undo]: @10<300 P5 -Specify next point or [Close/Undo]: @10<240 P6 -Specify next point or [Close/Undo]: @25<180 P7 -Specify next point or [Close/Undo]: @20<225 P8 -Specify next point or [Close/Undo]: @20<90 P9 -Specify next point or [Close/Undo]: @4<0 P10 -Specify next point or [Close/Undo]: @5.6<90 P11 -Specify next point or [Close/Undo]: @4<180 P12 -Specify next point or [Close/Undo]: Close Exemplo:
  24. 25. Exercício (Coordenadas Polares):
  25. 26. Exercício (Coordenadas Polares):
  26. 27. COORDENADAS AUTOMÁTICAS ORTOGONAIS Veremos que As Coordenadas Automáticas Ortogonais facilitarão o nosso trabalho na digitação das coordenadas. Acionamos a função ORTHO (teclando em F8 ou clicando no botão ORTHO na barra de status). A partir de um ponto empurramos o MOUSE para o lado que se quer construir a linha e digitamos somente o valor que queremos e clicamos <ENTER>. TIPOS DE COORDENADAS: (VALOR)
  27. 28. TIPOS DE COORDENADAS: Command : LINE From point: P1 (Ponto Qualquer)< ENTER> Specify next point or [Undo]: 30 -> direita <ENTER> Specify next point or [Undo]:10↑ sobe < ENTER> Specify next point or [Undo]: 10 ← esquerda <ENTER> Specify next point or [Undo]: 20 ↑ sobe <ENTER> Specify next point or [Undo]:@-10,20 <ENTER> Specify next point or [Undo]:@-10,-2 <ENTER> Specify next point or [Undo]: 20 ↓ desce < ENTER> Specify next point or [Undo]: 10 ← esquerda <ENTER> Specify next point or [Undo]: 10 ↓ desce < ENTER> Specify next point or [Undo]: <ENTER> finalizando Exemplo:
  28. 29. Exercício (Coordenadas Automáticas Ortogonais):
  29. 30. COORDENADAS AUTOMÁTICAS POLARES Acionamos o comando Line – Clicamos na opção POLAR (barra de Status) - notamos agora que se movermos o cursor, está preso a ele uma linha track (trilha) levemente pontilhada e marcando uma distância polar em relação ao ponto que está, dentro de uma caixa chamada Tooltips (é exibida quando você move o cursor perto ângulos polares). TIPOS DE COORDENADAS:
  30. 31. COORDENADAS AUTOMÁTICAS POLARES O Default (Polar Tracking) esta configurado em 90 graus. Podemos adicionar outros ângulos, configurando a caixa de diálogo ao lado. Configuramos à esquerda o ângulo que precisamos. Marcamos à direita as opções: para traçar todos os ângulos (Track Using all polar angle settings) e a opção (Absolute) para manter mostrando o padrão de coordenadas em relação ao ponto atual. TIPOS DE COORDENADAS: Para abrir esta caixa de diálogo: Clicar com botão direito do mouse em cima do botão de POLAR na barra de Status) [Opção: Settings].
  31. 32. TUTORIAL COORDENADAS AUTOMÁTICAS POLARES
  32. 34. A partir do autocad 2006 podemos ter uma introdução de comandos e pontos automaticamente, diretamente no cursor – selecionamos o comando DYN na barra de Status. Note que tudo que você digitar não aparecerá no velho prompt (linha de comando) e sim ao lado do cursor. Se isto não aconteceu clique sobre o botão DYN . ENTRADA DINÂMICA DE DADOS: Deve aparecer como o desenho abaixo, mostrando por default as coordenadas absolutas.
  33. 35. Digitamos o comando Line diretamente na tela gráfica ao lado do cursor. ENTRADA DINÂMICA DE DADOS: A partir de um ponto clicado a ferramenta DYN mostrará a distância relativa do ponto clicado. Digitando o primeiro valor seguido de ( ,) (virgula) ele entenderá como relativa cartesiana se digitar o Símbolo (<) ele entenderá que será coordenada polar.
  34. 36. Podemos digitar um valor para nossa distância e “travar” o valor digitando TAB e definir um ângulo rodando o mouse sem que altere esse valor da distância. ENTRADA DINÂMICA DE DADOS: Podemos acessar as opções do comando utilizando a seta down ↓ (seta desce) do teclado e selecionando com o mouse a opção ou clicando a seta down novamente. Aparecerá uma marcação de uma bola preta. Tecle <ENTER> para confirmar a opção. NOTA: PARA COORDENADAS ABSOLUTAS COM DYN LIGADO, USAREMOS (#) ANTES DO VALOR DIGITADO.
  35. 37. COMANDOS DE CRIAÇÃO
  36. 38. Modelo: Command: LINE <ENTER> LINE Specify first point: P1 (Clique com botão esquerdo um ponto na tela) Specify next point or [Undo]:P2 (Clique com botão esquerdo um segundo ponto na tela) Specify next point or [Undo]: (Para Confirmar a linha Tecle <ENTER>)
  37. 39. Funções Botão direito (Caixa Flutuante): ENTER: Confirma o desenho de nossa linha. CANCEL: Cancela o Comando Vigente. RECENTE INPUT: Podemos buscar os últimos pontos executados. CLOSE: Fecha um polígono unindo o último ao primeiro segmento. (C, via Teclado ou acionando a caixa flutuante com o botão direito do mouse e selecionando a opção) UNDO: Desfaz o último segmento desenhado (U, via Teclado ou acionando a caixa flutuante com o botão direito do mouse e selecionando a opção) SNAP OVERRIDES: Para busca de ponto de precisão. Acionamos com mais rapidez caixa de Osnap. PAN e ZOOM: Aciona o comando PAN e ZOOM, para manipulação do desenho.
  38. 40. OBSERVAÇÕES: 1 – Como a maioria dos comandos, para finalizamos teclamos <ENTER> . 2 – Se necessitamos de acionar novamente o comando, podemos teclar <ENTER> para chamar qualquer comando acionado anteriormente (ou outro shortcut menu). 3 – No caso específico de Line e Polyline, se clicarmos <ENTER> novamente ele irá buscar o último ponto da linha criado para continuar partir desse ponto. 4 – Se desejamos criar linhas retas tanto na horizontal como na vertical, podemos acionar o comando ORTHO na Barra de Status ou (teclar F8) para manter a nossa linha “presa” nos eixos ortogonais.
  39. 41. O comando Polyline ou Pline, funciona como o comando Line, só que quando desenhamos com Line, cada segmento e uma entidade, já numa construção de desenho com polyline, constitui em um só desenho. Se desejamos deletar alguma parte, deletamos todo ele. Também podemos na sequência de construção alterar para arcos e formatar espessuras trabalhando com a suas opções, conforme o desenho abaixo.
  40. 42. Formato: Command: PLINE From point: <P1> Current line width is 0,00 Arc/ Close/ Halthwidth/ Length/ Undo/ Width <Endpointof line> Modos: ARC – Desenha segmentos de arcos na polinha. CLOSE – Fecha um polígono, unindo o último ponto ao primeiro. HALFWIDTH- Define a meia espessura inicial e final da pline. LENGTH- Permite desenhar um segmento definindo seu comprimento a partir do último segmento executado (se for positivo, terá o mesmo sentido e se negativo, terá o sentido invertido). UNDO – Defaz o último subcomando utilizado. WIDTH – Define a espessura da linha.

×