02                                        30 de novembro de 2012                             Cidades                      ...
Região                                                              Região                                     30 de novem...
04                                                                30 de novembro de 2012                                  ...
Região                                                  Café                                 30 de novembro de 2012       ...
06                                              30 de novembro de 2012                                 Cidades            ...
Arceburgo - Guaranésia                                                Cidades                                  30 de novem...
08                                              30 de novembro de 2012                                     Café           ...
Jfp noticias 533
Jfp noticias 533
Jfp noticias 533
Jfp noticias 533
Jfp noticias 533
Jfp noticias 533
Jfp noticias 533
Jfp noticias 533
Jfp noticias 533
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jfp noticias 533

640 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
640
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
74
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jfp noticias 533

  1. 1. 02 30 de novembro de 2012 Cidades Monte Santo de Minas Militão recebe transporte escolar para Monte Santo, indicação de Ivair Nogueira Ivair Nogueira e Militão também estiveram na COHAB/MG Monte Santo: Os estudantes da cidade. “É mais um veículo para O deputado Ivair Nogueira e o pre- zona rural de Monte Santo de Minas ajudar as crianças a terem mais feito Militão também estiveram acabam de receber mais um ônibus conforto e segurança para ir para na Companhia de Habitação do para o transporte escolar. A en- a escola”, afirma o parlamentar. O Estado de Minas Gerais (Cohab) trega do veículo, com capacidade prefeito Militão recebeu as chaves para levantar a possibilidade da para 45 lugares, foi feita no último do ônibus e agradeceu o empe- construção de novas casas na ci- dia 23, na Cidade Administrativa e nho dos deputados. “É bom saber dade. Eles foram recebidos pelo é fruto do Programa Caminho da que não estamos sozinhos nessa presidente da Cohab, Otacílio Ma- Escola, do governo federal. A con- busca por melhorias para nossas chado, que prometeu empenho quista deste benefício é resultado crianças e para nossa cidade”. nas ações para ajudar a cidade. dos trabalhos dos deputados Ivair Nogueira (PMDB) e Eros Biondini, que assumiu recentemente a Pasta de Esportes do governo mineiro. A cidade de Monte Santo foi ins- crita no programa há cerca de um ano e, agora, colhe os benefícios desta iniciativa. Para o deputado Ivair Nogueira, Monte Santo ne- cessita de novos ônibus, já que a cidade conduz cerca de 1.500 Militão e o deputado Ivair Nogueira ao lado do ônibus alunos às escolas das redes mu- Ivair Nogueira, Eros Biondini e Militão, na secretaria de escolar destinado para Monte Santo nicipal e estadual da zona rural da Estado de Esportes e Lazer Arantes faz palestra no Congresso de Cooperativismo em Brasília Evento reuniu mais de 400 representantes do setorMonte Santo: O deputado Construção e Evolução. O ob- sobre “Cenário Político – Atua- perativistas. Muitas frentes par- dicato e Organização das Coope- Márcio Lopes de Freitas. “Sãoestadual Antônio Carlos Aran- jetivo é englobar e discutir as ção do Cooperativismo”. Aran- lamentares não atingiram o seu rativas do Estado de Minas Gerais parceiros de grande valor parates (PSC) participou, como questões mais importantes tes lembrou que o movimento objetivo por falta de apoio desse (OCEMG), Ronaldo Scucato, e do o setor e estamos na Frencooppalestrante, do I Congresso para o setor cooperativista. cooperativista caminhava de- segmento. A Frencoop de Minas presidente da Organização das de Minas trabalhando graças aoDistrital de Cooperativismo (I O parlamentar, que é sarticulado do meio político. “A contou com o apoio das lide- Cooperativas Brasileiras (OCB), apoio deles”, disse o deputado.DFCOOP), em Brasília, nesta presidente da Frente Parlamen- consolidação da Frencoop-MG ranças coopera-sexta-feira (23/11) pela ma- tar de Cooperativismo da As- se deu porque o movimento de tivistas mineiras”,nhã. A programação do evento sembleia Legislativa de Minas aproximação entre o setor e os destacou Antônio Foto: Mateus Tozelliabordou três eixos: Inovação, Gerais (Frencoop-MG), falou parlamentares partiu dos coo- Carlos. O depu- tado também fa- lou da história da Frencoop, criada há 15 anos, e citou as conquistas da Frente, além dos principais pontos da Lei Mineira do Cooperativismo. Arantes agradeceu o cons- tante apoio do presidente do Sin-
  2. 2. Região Região 30 de novembro de 2012 03 Região inicia funcionamento do SAMU em 2013 Na última semana o Se- cio Intermunicipal de Saúde para de Suporte Básico (USA) e nove em Passos e Piumhi. O atendimen- passarão a receber verbas públi- cretário de Desenvolvi- Gerenciamento dos Serviços de Unidades de Suporte Avançado to será a 24 municípios da região, cas para o custeio das despesas mento Social, deputado Atendimento de Urgência e Emer- (USB), estrategicamente distri- com uma população estimada em com a contratação de novos pro- Cássio Soares, anun- gência do Sul de Minas (CISGEM). buídas nos municípios da Macro 394 mil habitantes. fissionais. Para o atendimento da ciou que o inicio do A rede de urgência e emergência Região, de acordo com projeto já Na regional de Alfenas, demanda, a Santa Casa de Passos funcionamento Serviço vai atender as Superintendências aprovado nas Comissões Interges- serão atendidas 26 cidades, em irá passar por reformas físicas, de Atendimento Móvel Regionais de Saúde de Alfenas, tores Bipartite (CIB) Micro, Macro um universo de 460 mil habitan- adequações nos leitos e moder- de Urgência (SAMU) Passos, Pouso Alegre e Varginha, e na Estadual”, informou. Até o tes. Para isso, serão destinadas nização dos equipamentos, com na região Sul ocorre- onde será o centro de triagem das momento, apenas Poços de Cal- seis unidades básicas nas cidades recebimento de uma verba mensal rá, no máximo, até o ligações para a emergência a par- das possui o serviço do SAMU, e de Campos Gerais, Carmo do Rio de R$ 400 mil, já a partir de de- primeiro quadrimestre tir do número 192. Para viabilizar a realiza cerca de 2 mil atendimen- Claro, Machado, Guaxupé e Nova zembro. de 2013. Em Passos, prática do funcionamento do ser- tos por mês. As cidades de Passos Resende. A unidade avançada fica- Para o deputado Cássio o atendimento será fei- viço, Passos fará parte do SAMU e Varginha já receberam os veícu- rá em Alfenas. Soares, a implantação do SAMU é to pela Santa Casa de Macro Regional Sul. No município, los, mas eles ainda estão parados Verba a realização de um sonho baseado Passos, que recebeu o serão estruturadas duas bases nos pátios. Para este projeto, os em muito esforço. “O funciona- credenciamento para descentralizadas das USB e USA. Na Gerência Regional de Saúde de hospitais que receberão os pa- mento do SAMU, é uma reivindi- ser referência regional Yamara Fulgêncio Cola- Passos (GRS) serão implantadas cientes do SAMU foram divididos cação antiga e constante da nossa no serviço de urgência res, membro da Coordenação Es- sete Unidades de Suporte Básico. em cinco categorias, que vão de população. É um grande orgulho e emergência graças a tadual de Urgência e Emergência, Uma ficará no município sede e polivalente ao nível quatro. De- poder fazer parte dessa conquis- empenho do deputado. disse a Cássio Soares que o SAMU as demais serão distribuídas nas pendendo da categoria, as verbas ta e poder ajudar nossa região a O atendimento do Macro Sul terá sua Central de Re- cidades de Cássia, Delfinópolis, mensais variam de R$ 40 mil a R$ ter acesso à saúde de qualidade SAMU será coordenado gulação no município de Varginha. Guapé, Piumhi, São Roque de Mi- 400 mil. Para que as modificações e que chegue até os lugares mais Deputado pelo Governo do Esta- “Além da central, serão mais 43 nas e São Sebastião do Paraíso. As sejam feitas, a partir do próximo distantes, atendo o máximo de Cássio Soares do por meio do Consór- ambulâncias, sendo 34 Unidades duas unidades avançadas estarão mês, os hospitais credenciados pessoas possível”, afirma. Cooparaíso eleita a cooperativa do ano por inovação a serviço dos cafeicultores O Prêmio Cooperativa do Ano, entregue a 21 cooperativas, é uma realização da Organização das Cooperativas Brasileiras OCB e da Revista Globo Rural. 2012. A data foi instituída pela Orga- No total, foram inscritos Editora Globo, lançou a premiação se transformando, para que mais nização das Nações Unidas (ONU) 212 projetos de 138 cooperativas com o objetivo de reconhecer os cooperativas pudessem participar como forma de reconhecer o setor do Sistema OCB, de 20 estados melhores trabalhos desenvolvidos e mostrar quantas experiências que é responsável pela geração de brasileiros. Este ano, a premiação pelo cooperativismo agropecuá- exemplares os 13 ramos são capa- trabalho e renda para 1 bilhão de foi dividida por categorias, sendo rio. A cada edição, o prêmio foi zes de promover. pessoas em todo o mundo. “O ob- sete no total. Qualquer cooperati- jetivo é destacar projetos de coope- va, não importa o ramo ou o porte, rativas que tenham proporcionado teve a oportunidade de inscrever benefícios aos seus cooperados e um projeto por categoria. Foram Maurício Lopes, presidente da Embrapa entrega o troféu à comunidade. A temática reflete elas: Desenvolvimento Sustentável; de premiação ao diretor da Cooparaiso, Rogério Araújo. não apenas o espírito cooperativis- Cooperativa Cidadã; Comunicação (foto: Claudio Ventura) ta, mas também o compromisso do e Difusão do Cooperativismo; Fide- segmento com o desenvolvimento lização; Benefícios; Atendimento; e pessoal e a qualidade de vida dos Inovação e Tecnologia.A Cooparaiso ganhou o Prêmio importante premiação reconhece o seus associados”, disse o presiden- O prêmio - A história doCooperativa do Ano 2012, com esforço que a Cooparaiso faz para te do sistema OCB, Márcio Lopes de Prêmio Cooperativa do Ano começao projeto “Tecnologia a serviços servir ao produtor. Esse é o nosso Freitas. “Nosso objetivo foi premiar em 2004. O Sistema OCB, em par-dos cafeicultores”, conquistando papel, buscar soluções, também iniciativas de sucesso desenvolvi- ceria com a revista Globo Rural, daa primeira colocação na categoria no campo tecnológico, que pos- das por cooperativas de todos osInovação e Tecnologia. A entrega sam diminuir custos e aumentar a ramos e portes, que tenham comodo reconhecimento nacional a 21 renda do produtor de café”, pontuou meta a boa gestão e o crescimentocooperativas aconteceu na noite de Rogério Araújo, explicando que as do setor”, ressalta o presidente do20 de novembro, em Brasília, numa máquinas Aranha e Gafanhoto – que Sistema OCB. “Temos que começarrealização do Sistema OCB (Organi- motivaram a premiação, foram alvo a “bater tambor” e mostrar a forçazação das Cooperativas Brasileiras) de atenção nacional pela sua ino- do cooperativismo. Afinal, o movi-e da Revista Globo Rural. O evento vação, funcionalidade e redução de mento tem feito um belo trabalhocontou com a presença de lideran- custos da mão de obra. e muitas pessoas, principalmenteças do cooperativismo nacional e Neste ano, além de mos- nos grandes centros urbanos, aindaautoridades dos setores público e trar o potencial do cooperativismo não o conhecem. O cooperativismoprivado. O Diretor Executivo, Rogé- brasileiro, a premiação foi além. A agrícola e de crédito são exemplosrio Couto Rosa Araújo, e o gerente oitava edição teve como tema “Co- claros dessa expressividade, e osde desenvolvimento, Francisco Pe- operativas constroem um mundo números comprovam isso”, disse oreira Landi, receberam em Brasília melhor”, em comemoração ao Ano diretor de redação da revista Globoa premiação da Cooparaiso. “Essa Internacional das Cooperativas – Rural, Bruno Blecher. Bar e Restaurante Rodoviária Porções / Salgados Lanches / Refrigerantes / Sucos. Construção Civil / Locação de Máquinas e Caminhões Limpeza de Terrenos e Serviços de Engenharia Grandes Produtos com ótimos preços! Venha conferir! Disk Entrega: (35) 3556-1676 Tel: (35) 3556-2305 Fax: (35) 3556-2524 Tel: (35) 3556-1278 R. Olavo Bilac, 1112 / Centro / Arceburgo-MG R. Presidente Getúlio Vargas, 900 / Centro / Arceburgo-MG e-mail: cidadeforte@bol.com.br e-mail: cidadeforte@bol.com.br Aberto das 05:30 às 22:00, todos os dias!
  3. 3. 04 30 de novembro de 2012 Regional Cruzadas Respostas Observando... As regras Respostas Respostas Sudoku Respostas Cruzadas C1 , C2 e C3 Ao percorrer as insti- Se pegarmos um livro em uma Está percebendo que vivemos semelhante que tudo dá certo. S1/S2/S3/S4tuições, os departamentos do biblioteca, começamos a ler, no mundo contrariados pelas O verbo “eu” não existe sozi- respectivamentetrabalho, o trânsito, a socie- o tempo não deu, o livro ficou regras, pois elas afetam nossa nho neste planeta.dade, vamos percebendo que por terminar, temos que entre- individualidade. Então, a éti- Obs.: Do jeito que otudo funciona com regras. gar, pois são regras da bibliote- ca entra no campo de direitos mundo anda alguém deve- Ao invés de termos ca; lá vem contrariedade. humanos e sem a tão sagrada rá pensar que eu não sei quecomportamento nas relações Estamos no trânsito, frase: “O seu direito termina, o pronome “eu” não é verbo,direcionado pela ética e bom com muita pressa, o sinal fe- onde começa o direito do ou- massenso, acabamos sendo movi- chou – lá vem contrariedade. tro”. Quem estabelece onde um EU: SEImentados, contrariados pelas Estamos em uma fes- termina e o outro começa?regras que às vezes vão contra ta, tomando cerveja, vou voltar Para não ficarmos contraria-as atitudes que desejamos to- para casa dirigindo – lá vem dos é só usar o despertadormar. contrariedade. social e a consideração pelo Pronome Verbo Ou reciclamos ou matamos nosso planeta! Embora este assunto meiros sinais de reciclagem já lixo por ano, valores que corres- como a “Central de triagem deseja muito sério e preocupan- havia começado com catadores pondem cerca de1,15 kg de lixo lixo eletrônico”, “E-lixo maps” ete, a maioria das pessoas ainda de garrafas e ferros em 1896. gerado diariamente por cada a “Cempre”. Existem sites quenão tem essa consciência, ou Mas, nessa época, ainda não brasileiro.” * indicam os locais de entrega doseja, a preocupação de separar havia preocupação com o meio O pior lixo para ser lixo eletrônico.o lixo que é lixo mesmo daquilo ambiente. Os catadores visa- descartado é o eletroeletrôni- Mas o mais importanteque pode ser reaproveitado ou vam ao lucro vendendo esses co e, infelizmente, o Brasil é o é conscientizar o consumidor,reciclado. materiais em fábricas para se- campeão nesse item. Esse é um por meio de campanhas, para Os dados são alarman- rem reutilizados. A preocupação enorme problema para o planeta saber usar e saber descartartes! “Atualmente o país gera por com o ambiente, até então, não e seus seres vivos. esse lixo. Afinal, Deus nos deudia por volta de 195 milhões de era levada em conta, mas sim o Hoje os consumidores um “paraíso” para vivermoskg de lixo o que resulta em apro- lucro com a venda do material. têm “sede” de tecnologia. Tro- com ar puro, água potável, ter-ximadamente 55 trilhões de kg Só a partir de 1970 é cam de celular, de aparelhos ra fértil e o verde das plantas,de lixo por ano, valores que cor- que, realmente, começou o pro- eletrônicos, de carro, etc. a cada com frutas saborosas, a cadeiarespondem a cerca de 1,15 kg cesso da reciclagem no Brasil. novo modelo que a indústria lan- alimentar, etc... E o que o bicho-de lixo gerado diariamente por Aí então, surgiram projetos e ça no mercado. E, com isso, há -homem tem feito? Tem usufru-cada brasileiro.” * programas de reciclagem. “Atu- um descarte dos modelos con- ído e destruído! Lamentável! Só depois do ano de almente o país gera por dia por siderados ultrapassados. Até *Fonte: www.educacao.cc/1970, que houve uma conscien- volta de 195 milhões de kg de quando nosso “planetinha” vai ambiental/historia-e-evolu-tização a respeito da reciclagem lixo o que resulta em aproxima- aguentar tanto lixo? Felizmente, cao-da-reciclagem-de-lixo-no-aqui no Brasil. Embora os pri- damente 55 trilhões de Kg de já existem locais de descarte, -brasil/ VESTIBULAR Se todas as escolas com eficácia, constância e o seu conhecimento. em prestigiar diplomas e emfossem boas e se o aluno responsabilidade. É lugar comum ou- desvalorizar a experiênciamoderno fosse como o sa- Um dia, quando to- vir alunos dizerem que não e a competência. A grandemurai, isto é, estudioso, das as escolas forem boas, aprenderam certo assunto, reforma de ensino superiordisciplinado, zeloso, que inclusive a escola da vida, quando na realidade, este é a reforma do Ensino Fun-enfrenta a rotina com prazer os alunos serão bons e a não lhes foi ensinado do damental e médio.e seriedade, que soluciona oportunidade tem de ser modo que é pedido no teste. O vestibular deve-e procura aprender o que para todos, pois isto é jus- Os alunos tem dificuldade se transformar em ENEM-ficou a meio caminho para tiça e todos são iguais pe- em usar o conhecimento em ferramenta que avalia a ca-não acumular problemas e rante a lei ou não?...Assim é situações novas, tem difi- pacidade, aptidão e vocaçãodeixá-los mal resolvidos o provável que não será mais culdade em pensar por eles. do estudante em assimilarque pode implicar derrota necessário o vestibular, Ainda não estão preparados ideias, interpretar textosna hora da batalha- vesti- pois estudar será sinônimo para o imprevisível, isto é, e exercer sua percepçãobular. Seu empenho na luta de prazer e de envolvimen- predisposição para solu- além de sua capacidade dedeve ser como se fosse o to. Para ser mais explícito cionar problemas, fazendo interpretação e julgamentoúltimo com disciplina, ob- Benjamim Franklin disse: com que o aluno teste seus de ideias. Através do ENEMjetivo, estratégia, esforço, “diz-me e eu esqueço, ensi- conhecimentos praticando- deleta-se a decoreba inútilenvolvimento, feedback, , na-me e eu recordo, envol- -os, aprendendo a pensar e e valoriza o raciocínio. E secorreção e adequação de ve-me e eu aprendo”. Por a tomar decisões. fosse administrado pelasconteúdo. O estudante que aí se vê que aprender algo O ENEM deve ser Universidades evitaria cer-levar isto a sério vencerá e é feito pelo estudante e não integralmente jurisdicionado tamente tais “vazamentos”subirá as escadas da Uni- para o estudante. O aluno pelas Universidades confor- pelos apadrinhados do MEC.versidade com o sentimen- compromissado revê, modi- me são sérios os vestibu- “Educar é fazer sur-to de ter cumprido o dever fica, enriquece e reconstrói lares. O MEC é prodigioso gir novos cidadãos” R . D r. J o s é E r n e s t o R i b e i r o , 3 0 1 . ( e m f r e n t e a o p o s t o B r a s i l Pe t r o )
  4. 4. Região Café 30 de novembro de 2012 05 Cooxupé é destaque no agronegócio mineiro em Minas Gerais. A publicação de 2010. Em Patrimônio Líquido destaca a evolução das expor- a COOXUPÉ está em 2º lugar no tações dos produtos agrícolas e ranking geral e em 1º lugar no pecuários do estado. O ranking ranking do ramo Agropecuário. revela ainda que metade das 10 A COOXUPÉ é ainda principais exportadoras do esta- destaque no ranking de núme- do é de café e derivados. ro de empregados, ficando em Já no anuário do Siste- terceiro lugar entre as coope- ma Ocemg – que é formado pelo rativas do estado com 1.995 Sindicato e Organização das Co- empregados e em segundo operativas do Estado de Minas lugar entre as cooperativas do Gerais e pelo Serviço Nacional setor de agro. No mesmo anu- de Aprendizagem do Coopera- ário, a COOXUPÉ ainda aparece tivismo de Minas Gerais (Ses- no ranking de Capital Social (1º coop) e avalia o desempenho lugar entre as 20 maiores coo- de cooperativas de diferentes perativas de agropecuária e 3º setores – a COOXUPÉ ficou em na classificação geral). “Estes primeiro lugar no ranking do Es- resultados refletem um ano tado em Receitas Totais. Neste muito positivo e o resultado ranking aparecem cooperativas do trabalho que a cooperativa de diferentes ramos como saú- tem desenvolvido visando uma de, agropecuário e crédito. Em gestão sólida, com foco no Sede da Cooxupé instalada em Guaxupé - Minas Gerais 2010 a COOXUPÉ ocupava a 2ª benefício contínuo para o co- colocação. A liderança se repe- operado”, explica o Presidente A atuação da COOXU- publicações do estado de Minas cio de Minas Gerais, e no rela- Agronegócio a COOXUPÉ ficou te também no ranking das 50 da COOXUPÉ Carlos Paulino daPÉ no último ano a colocou em Gerais: no anuário Panorama do tório do Sistema Ocemg. No Pa- em primeiro lugar como a princi- maiores cooperativas do estado Costa.destaque em duas importantes Comércio Exterior do Agronegó- norama do Comércio Exterior do pal exportadora do agronegócio em Ativos Totais, mesmo feito Phábrica de Idéias Governo incentiva renovação das máquinas e equipamentos agrícolas Entre julho e outubro mente das contratações do crédi- Redução da taxa de juros deste ano, os empréstimos para to agrícola é realizada pelo Grupo deve elevar contratações aquisição de máquinas agríco- de Acompanhamento do Crédito por meio do Programa las, equipamentos de irrigação Rural, coordenado pela Secretaria de Sustentação de e estruturas de armazenagem de Política Agrícola do Mapa. Investimento nos últimos somaram R$ 2,5 bilhões. As Fonte: Mapa/ Texto: Carlos dois meses do ano. contratações, feitas por meio Mota do Programa de Sustentação do Investimento (PSI-BK), subiram 23% comparado a igual período de 2011. O total financiado re- presenta 42,6% dos R$ 6 bilhões disponíveis entre julho deste ano e junho de 2013. No entanto, a expectativa do De- partamento de Economia Agríco- la do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é de crescimento ainda maior no levantamento de novembro, quando passou a vigorar a redu- ção da taxa de juros desse tipo de operação de 5,5% para 2,5% ao ano até 31 de dezembro de 2012. O bom momento que vive a agricultura brasileira e a redução da taxa de juros anuais – na maioria dos meses do ano- -safra 2011/12 foi de 6,5% – são os principais motivos para a ele- vação das contratações, de acor- do com o secretário substituto de Política Agrícola, Edílson Guima- rães. A avaliação atualizada mensal-
  5. 5. 06 30 de novembro de 2012 Cidades Guaranésia Deputado Arantes está conseguindo três imóveis para Guaranésia Prefeito Minchillo comemora conquistas que vão melhorar atendimento ao cidadão para sanção do governador versos de menor escala, pro- antigo prédio dos Correios Foto Ricardo Gandra de Minas, Antonio Anastasia gramas assistenciais e espor- também seja revertido ao mu- (PSDB). “Esse imóvel do an- tivos, entre outros. Além disso, nicípio. Os três imóveis abri- tigo ginásio já é praticamente como a Prefeitura não dispõe garão órgãos estaduais e mu- certo que a Prefeitura receberá de um almoxarifado municipal, nicipais de forma a melhorar do Estado, pois já temos isso o espaço também servirá para a infraestrutura da Prefeitura acertado com o governador”, isso. Como o imóvel tem aos e, como consequência, será afirmou Arantes. O deputado fundos uma grande área com possível ampliar a oferta e a apontou uma série de vanta- saída para uma outra rua, onde qualidade dos serviços pres- gens para a comunidade de será possível, futuramente, tados à população”, comemo- Guaranésia. Com a doação construir novos espaços que rou Arantes. do antigo ginásio, será possí- atenderão várias demandas da O parlamentar agra- vel preservar o imóvel, evitar comunidade de Guaranésia. deceu o apoio constante do invasões, trazer mais movi- Mais dois imóveis secretário de Estado de Trans- mento para o centro da cida- a caminho portes e Obras Públicas, de- de, facilitar a vida do cidadão Visando o desenvolvimento putado federal Carlos Melles que encontrará vários serviços do município de Guaranésia, (DEM). “O secretário Melles em um mesmo local, além de o deputado Antônio Carlos tem sido um grande parceiro representar uma economia setá trabalhando pela doação junto com o prefeito nessa significativa para a Prefeitura, de mais dois imóveis para conquista. Agradeço também Arantes com Anastasia e o prefeito João Carlos Minchillo: uma parceria que que tem gastado uma grande o município. Está em fase o apoio do governador Anas- aliada a força do secretário Carlos Melles irá trazer enormes benefícios quantia mensal com locação de adiantada tramitação na tasia”, disse Antônio Carlos. ao município com a aprovação do projeto de lei do deputado de imóveis para instalação de ALMG um segundo Projeto de O prefeito agradeceu departamentos municipais e Lei de Arantes que autoriza a parceria de Arantes e do se-Guaranésia: Graças aos pro- Prefeitura. Ali serão instalados sistência Epidemológica, De- estaduais. o Departamento de Estradas cretário Carlos Melles. “Semjetos do deputado estadual de forma gradativa, segundo o fensoria Pública, entre outros O imóvel tem uma de Rodagem de Minas Gerais o apoio dos dois parceirosAntônio Carlos Arantes (PSC), prefeito de Guaranésia, João órgãos públicos. O Projeto de quadra de esportes coberta, (DER-MG) a doar ao município de Guaranésia, não teríamosa Prefeitura de Guaranésia re- Carlos Minchillo, Departamen- Lei 2.818/2012, de autoria de dotada de vestiários, cozinha um imóvel de 6 mil m2 locali- conseguido esses imóveisceberá três imóveis doados to de Saúde, Departamento Arantes, oficializa a doação por e dispensa. Tal espaço irá ge- zado na rua Júlio Tavares. “E que tanto vão melhorar a vidapelo Estado de Minas Gerais. O de Esporte e Lazer, Procon, parte do Estado desse imóvel rar economia e conforto aos depois de quase dois anos de do cidadão”, afirmou Joãoprimeiro imóvel é o antigo gi- Agência Fazendária, Emater, para a Prefeitura. O PL já foi cidadãos, pois comportará os esforços e diversas reuniões, Carlos Minchillo.násio que será reformado pela Junta do Serviço Militar, As- aprovado em 2º turno e seguiu jogos municipais, eventos di- estamos conseguindo que o Texto Ana Karenina. Canteiros da Avenida Deputado Humberto de FOTOGRAFIA Almeida estão em fase final de acabamento Não há cenário que caiba em meu retrato. Guaranésia: Depois de mais população na sua maioria foi Sou personagem sem teatro. de sete meses de serviço, um assimilando que tal esforço Não há rima que complete meu triste poema. projeto controverso no inicio da administração visou o em- Sou verso de pé quebrado. de sua construção, mas que belezamento, a melhor qua- Não há sequência encadeada no meu enredo. dia a dia foi ganhando formas, lidade de vida das pessoas e Sou cena perdida no entreato. contornos e dimensão de uma principalmente a proteção das Não há moldura que limite a minha pintura. obra necessária para o local, árvores, flores, gramados e os Sou a tinta lavada nesse quadro. finalmente vai ser entregue coqueiros que ali estão por dé- Não há bronze nem argila nem mármore a esculpir. neste mês de dezembro os cadas. Sou o meu corpo em forma de dor. canteiros de concreto armado Esta iniciativa do pre- Edgarlook Trabalhadores executando os serviços dos canteiros de da Avenida Deputado Humber- feito João Carlos Minchillo concreto que estão embelezando a Avenida Deputado to de Almeida. Este assunto esbarrou na contrariedade Humberto de Almeida gerou certa polêmica, mas a da oposição, com criticas e tentativas de paralisação do projeto, porém com poucos Agradecimento argumentos plausíveis e pouca força política não conseguiram barrar os trabalhos. Além dos canteiros a Prefeitura insta- lou com orçamento próprio, através da CEMIG, postes de iluminação do inicio ao fim da avenida abrangendo os dois la- dos da mão de direção dos ve- ículos e pedestres e, com isso, a visibilidade fica melhor no período noturno pela claridade das lâmpadas na avenida. Primeiramente gostaria fiscalizando e participando das na sua fase Pré-Hospitalar de agradecer a Deus e a todos futuras reuniões para cobrar (Ambulância – 1º Atendimento a meus Familiares, Amigos e melhorias para nossos filhos e vitima). Irmãos pelo carinho, atenção netos. 3. Protocolo nº: 1677 e respeito que me fora dado Trago ao conhecimento Datado em 05/11/12 durante a Campanha Eleitoral de todos os requerimentos já Assunto: Constituir no e após a mesma. O meu muito protocolados de minha autoria Calendário Municipal o Dia do obrigado. neste ano: Evangélico – Festival Gospel e Infelizmente, ainda 1. Protocolo nº: 1675 Aulas Religiosas Evangélicas nas não foi possível ocupar uma das Datado em 05/11/12 Escolas Municipais. cadeiras da Câmara Municipal Assunto: Constituir Diárias 4. Protocolo nº: 1687 de Guaranésia, mas em respeito para viagens dos Vereadores e Datado em 19/11/12 e gratidão aos 187 votos de Assessores da Câmara Municipal Assunto: Erradicação dos Lixões confiança obtidos nesta Eleição, de Guaranésia – Atualização com Constituição da Cooperativa assumo um compromisso com Regimento Interno. de Catadores de Resíduos. estes amigos, que empenharei 2. Protocolo nº: 1676 Término este agrade- como se eleito fosse, indicando Datado em 05/11/12 cendo novamente a todos pelos Requerimentos/Projetos a Assunto: Adequação da Atividade votos de confiança. Câmara dos Vereadores, na área da Urgência-Emergência Que Deus os abençoe. Variedades e Novidades. Presentes, Utilidades e Confecção Adulto e Infantil
  6. 6. Arceburgo - Guaranésia Cidades 30 de novembro de 2012 07 Toninho da Bolsa se prepara para deixar a Prefeitura com alto índice de aprovação de seu governo família arceburguense. Tanto é desenvolvimento jamais visto se toda mão de obra local, as verdade, que o IDH - Índice de em toda a sua história. empresas instaladas na cidade Desenvolvimento Humano - de Todas as áreas de ainda geram empregos para Arceburgo é um dos melhores atuação da Prefeitura foram dezenas de trabalhadores dos do país e fez da cidade um bom alcançadas, e com êxito, pela municípios vizinhos. Toninho lugar para se viver. administração de Toninho da da Bolsa se orgulha desta nova Desde o início de seu Bolsa. Estabeleceu metas e di- performance de Arceburgo e, primeiro mandato, em 2005, já retrizes e com determinação, de acordo com ele, novas in- demonstrou, pela sua grande bom senso, competência e efi- dustrias estão prontas para se visão empresarial e administra- ciência foi superando todas as instalarem no novo polo indus- tiva, uma voracidade impar na dificuldades, dando um novo trial criado em sua administra- busca do desenvolvimento do rumo de qualidade nos servi- ção. município. Iniciou uma série de ços prestados pela Prefeitura Pronto para deixar a ações que culminou em decor- em favor da população. Isto só Prefeitura e cônscio de que fez rentes melhoramentos e bem foi possível graças a sua visão “o dever de casa” com maes- estar para a população, foi atrás empresarial, que para obter um tria, Toninho da Bolsa terminará de parcerias políticas e conquis- rendimento favorável é preciso esta sua segunda gestão com tou um espaço considerável tan- valorizar os funcionários. E as- um alto índice de aprovação to na esfera estadual quanto na sim foi feito e assim Toninho da de seu governo. Governo este federal e abriu portas importan- Bolsa conquistou o esforço e o que impulsionou Arceburgo Toninho da Bolsa com sua esposa, Dra. Patrícia, e o deputado federal Carlos Melles tes que se constituíram numa rendimento de cada funcionário, para um crescimento invejá- “enxurrada” de convênios, que ganhando com isso a população vel. Diz ele que depois da vida transformaram Arceburgo num com a excelência no atendimen- pública dará um tempo para aArceburgo: O prefeito arce- Prefeitura Municipal local. Pelo “cara” de Arceburgo e implan- grande canteiro de obras e de to público. família, mas, quem sabe, se oburguense Antonio Roberto da seu desempenho nestes oito tou com enorme sucesso uma serviços em favor de cada fa- Arceburgo vive hoje o seu destino político não poderáCosta, o Toninho da Bolsa, entra anos, Toninho da Bolsa é consi- nova forma de governar o mu- mília local. Foram anos de plena pleno emprego, a taxa de de- aportar nas eleições de 2014 ouno último mês de seus oito anos derado o melhor prefeito de toda nicípio, que se traduziu em me- ascensão de Arceburgo, a cida- semprego no município é perto de 2016. Como diz o ditado: “éde administração a frente da a região da Amog. Ele mudou a lhor qualidade de vida para cada de pulsava e experimentava um de zero. Além de ocupar qua- esperar pra ver”. Guaranésia comemora Semana Internacional da Animação com Curtas Metragens na Praça Dona Sinhá Guaranésia: Foi realizado no em outros 30 países. Este dia 25 de novembro na Pra- é o maior acontecimento do ça Dª Sinhá, centro de Gua- gênero, que tem como prin- ranésia (ao lado do coreto), cipal objetivo difundir o ci- às 19h30min, a Semana nema de animação, atraindo Internacional da Animação, novos públicos e proporcio- evento este que ocorreu si- nando aos espectadores o multaneamente em cente- acesso a essa arte cinema- nas de cidades do Brasil e tográfica. A semana de anima- ção foi instituída no dia 28 de outubro, como referência histórica da animação mun- dial na sociedade brasileira. A mostra foi criada em 2002 pela Associação Internacio- nal do Filme de Animação (ASIFA). Em Guaranésia o evento está em sua 4ª edi- ção, lembrando que um curta metragem é de cerca de 30 a 40 minutos, sendo classificado pela associação Internacional Mundial de Fil- mografia. No Brasil, em fun- ção da existência da Lei do Curta, buscou-se uma de- finição de curta-metragem que fosse compatível com a sua exibição antes do longa, nas sessões comerciais de cinema. Por isso, em 1992 a Lei 8.401 já definia o curta- -metragem como o filme “cuja duração é igual ou in- Diretor de Cultura Alberto Emiliano, que vem buscando ferior a 15 minutos”. inovação do conceito de cultura em Guaranésia Ração; Medicamentos; Ferramentas; Peneiras; Panos para a Panha de Café; Sementes de milho e adubos
  7. 7. 08 30 de novembro de 2012 Café Região Produtor de Paraíso ganha trator da Cooparaiso Cooperativa faz sorteio e comemora cumprimento de meta com 1.100 milhões de sacas.O produtor Francisco Carlos Aran- de Paraíso, ganhou o pulverizador. ganhado o trator porque conhece a comprando todos os insumos que Fazenda Marques e ganhador do produtores”, disse entusiasmado.tes, de São Sebastião do Paraíso, A entrega foi realizada em clima de arca e sabe que é um produto de preciso. Nós, produtores, precisa- pulverizador turbo, modelo 400 L, O coordenador do núcleofoi o ganhador do trator Valtra (BF festa, com a presença de cerca de excelente qualidade. “Além de estar mos muito da Cooparaiso, a insti- da marca SM Copling, disse que se da cooperativa em Guapé, Júlio Cé-65, 4 por 4, zero hora), sorteado 200 cooperados, quando também premiando o produtor pelo seu tra- tuição que é capaz de dar fortale- sentia um privilegiado. “Não sou sar Barbon, disse que o momento épela Cooparaiso na sexta-feira foi comemorado o cumprimento de balho, esse tipo de evento aproxi- cimento à nossa classe”. Francisco privilegiado só porque estou rece- de comemoração. “Isso representa(23). Antônio Miguel Arantes, de meta deste ano com 1.100 milhões ma cada vez mais a cooperativa do depositou este ano 4.900 sacas de bendo o prêmio, mas porque faço o fechamento de uma safra de su-Itamogi, levou para sua proprieda- de sacas depositadas. Francisco, cooperado. Como produtor de café café na Cooparaiso. parte desta casa, onde tenho ami- cesso, uma premiação ao produ-de o lavador de café Colombo e An- proprietário da Fazenda Barrinha, eu trabalho somente com a Coopa- O produtor Antônio Apa- gos. Sempre fui um fiel depositan- tor de seu fruto colhido, é de seutônio Aparecido Sanches, também disse que fica muito feliz de ter raiso, depositando lá o meu café e recido Sanches, proprietário da te e tudo o que a gente conquista, merecimento por sua fidelidade à através da cooperativa, vai ajudar Cooparaiso”, pontuou. na nossa estrutura. Estou muito O diretor de Operações satisfeito”, disse Antônio, que de- da Cooparaíso, Rogério do Couto positou nesta safra 2012/13 677 Rosa Araújo disse que “neste ano sacas de café. o sorteio foi diferenciado, premian- O ganhador do lavador de do mais produtores com outros café (com capacidade de 10 mil li- produtos, além do trator. Isso é tros/hora, da marca Colombo, mo- a retribuição da Cooparaiso pelo delo SCC 10), o produtor Antônio o que os cooperados fizeram e Miguel, contou que aprendeu a tra- acreditaram na instituição e assim balhar com café com seu pai, pu- ultrapassamos a marca de 1.100 xando o produto em carro de boi, milhões de sacas. É sinal de que a nos idos de 1960. “Em 1986, eu fui Cooparaiso continua com a credi- contemplado pela Cooparaiso por bilidade que sempre teve e o pro- causa da qualidade do meu café. dutor acreditando cada vez mais na Hoje estou muito satisfeito de ter cooperativa”, disse. ganhado esse equipamento novo e Participaram da festa a quero deixar um recado a todos os diretoria da Cooparaiso e colabora- meus colegas produtores: confiem dores, além de mais de 200 produ- na Cooparaiso e venham negociar tores de várias regiões da atuação com a nossa cooperativa. Eu me da cooperativa. A superintendente, considero um sócio fundador e Cecília Marcolini, fez a entrega ofi- estou satisfeito com o trabalho que cial da chave do trator ao produtor a Cooparaiso desenvolve para os Francisco. Nova fraude no setor de café agita empresariado capixaba ao Funrural, contribuição que inci- na compra do café dos produto- Broca em documentos e computadores de sobre o faturamento dos pro- res – montadas apenas para dar A operação foi deflagra- nas sedes das empresas com o dutores rurais e é revertida para o vazão às fraudes movimentaram da no dia 1º de junho de 2010, auxílio de auditores da Receita pagamento de benefícios a traba- um total de R$ 2.797.987.859,76. com a prisão de 32 envolvidos, Federal. Desde então, o Ministério lhadores do campo. No inquérito policial, obtido com entre eles empresários, corre- Público Federal no Estado (MPF/ Na época, a entidade exclusividade pela reportagem, o tores e funcionários das empre- ES) denunciou 95 pessoas envol- alegou que as fraudes acontecem volume de créditos de PIS/Cofins sas investigadas. Na ocasião, as vidas pelo esquema de obtenção no descaminho do café que não gerados nas transações investiga- equipes da Polícia Federal tam- de vantagens tributárias ilícitas. vai para a exportação. Em teoria, das foi de R$ 252.457.080,20. bém fizeram busca e apreensão Nerter Samora esses grãos deveriam ir todo para a torrefação, porém, a arrecada- ção de tributos não condiz com o cruzamento entre os dados da produção e da exportação de café. Nas contas da CCCV, a dife- rença no recolhimento de tributos é próxima de R$ 5 milhões por mês. Passados mais de dois dulento utilizado por grandes em- Esse novo esquema deanos da deflagração da Operação presas locais. Segundo nota da fraudes seria análogo ao desco-Broca, que revelou um esquema coluna Victor Hugo, publicada no berto durante as investigações dade fraudes na comercialização de jornal A Gazeta, os empresários Operação Broca, que flagrou a “fa-café, o mercado local transpira a do setor cobram uma ação mais bricação” de créditos tributáriosinsatisfação com novas irregulari- incisiva do governo do Estado federais – e, consequentemente,dades no setor. O protesto tímido contra as irregularidades, que já créditos de ICMS que passaramaconteceu durante encontro de li- teriam ultrapassado R$ 100 mi- ao largo das apurações. A simu-deranças empresariais capixabas, lhões aos cofres do Estado. lação na geração dos créditosrealizado nesse final de semana No mês de setembro, a CCCV di- também ocorria no momento dana região de Pedra Azul. Essa não vulgou dados sobre novas perdas exportação do café. Além de nãoé a primeira vez que representan- do setor com fraudes na venda recolherem os tributos, os empre-tes do Comércio do Café de Vitó- dos grãos. A entidade alegou que, sários tinham acesso aos créditosria (CCCV) revelam a existência até naquele momento, o Estado tributários – que variavam entrede novas perdas. teria deixado de recolher R$ 67,73 3% a 9,25% no PIS/Cofins e de até A principal queixa tem milhões apenas com o Imposto 18% do tributo estadual.como alvo um suposto esquema sobre Circulação de Mercadorias Segundo as investiga-montado com auxílio de empre- e Serviços (ICMS), principal tribu- ções da Polícia Federal, um totalsas do estado do Rio de Janeiro, to estadual. Também deixaram de de 23 empresas laranjas – queque rememora o expediente frau- ser recolhidos os valores relativos figuravam como intermediárias DE DOMINGO À SE X TA-FEIR A, TEM 01 HOR A DE CORTESIA.

×