DEFINIÇÃO EFUNÇÃO
01 Tipo de proteína com capacidade bioquímica para atuar sobre
outras moléculas (orgânicas ou inorgânica...
REAÇÃO QUÍMICA
9
REAÇÃO ESPONÂNEA × REAÇÃO NÃO ESPONÂNEA
Não espontânea
10
ENERGIA DEATIVAÇÃO
01 As partículas nem sempre possuem uma quantidade de energia
insuficiente para que as ligações seja...
REAÇÃO BIOQUÍMICA
17
CARACTERÍSTICASIMPORTANTES
01 São produtos naturais
02 Apresentam alto grau de especificidade
04 Reações baratas e segu...
18
CARACTERÍSTICAS ENZIMAS CATALISADORES
Especificidade ao substrato alta baixa
Natureza da estrutura complexa simples
Sen...
30
31
EC CLASSEDAENZIMA TIPO DEREAÇÃO CATALIZADA
1 Oxirredutases
Catalisam reações de oxirredução.
Transferência de H, O ou e...
OXIRREDUTASE
01 Catalisa a transferência de elétrons a partir de uma molécula (redutora)
doadora de elétrons, para outra (...
04 Exemplo:
Pi + Gliceraldeído-3-fosfato + NAD+
→ NADH + H+
+ 1,3-
Bisfosfoglicerato
TRANSFERASE
01 Catalisa a transferência de um grupo de átomos como:
1. Amina −NH2
2. Carbonila
O
∥
− C −
3. Metila −CH3
4....
HIDROLASES
01 Catalisam reações de hidrólise
02 Hidrolases são enzimas que promovem a cisão de um material orgânico
atravé...
NÚMERO EC:
3.7.1.1
NOMES RECOMENDADOS:
Oxaloacetase
Oxalacético hidrolase
CLASSE:
Hidrolases
SUBSTRATO:
Oxaloacetato
H2O
P...
04 Exemplo:
Pi + Gliceraldeído-3-fosfato + NAD+
→ NADH + H+
+ 1,3-
Bisfosfoglicerato
Oxaloacetato + H2O → oxalato + acetato
ISOMERASES
Catalisam o rearranjo estrutural de isômeros:
A ↔ B, onde B é um isômero de A.
D-Gliceraldeído 3-fosfato
Glicerona fosfato
ATP + + ADP
e e
55
X=A,G,U,C
A
B
PPP X
X P P
http://www.iubmb.org/index.php?id=33
http://www.slideshare.net/fabianoeaf/glicidios-24724259
http://www.slideshare.net/fab...
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Enzimas
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Enzimas

4.764 visualizações

Publicada em

Aula de Bioquímica
Enzimas
Prof. Dr. Fabiano de Carvalho

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Enzimas

  1. 1. DEFINIÇÃO EFUNÇÃO 01 Tipo de proteína com capacidade bioquímica para atuar sobre outras moléculas (orgânicas ou inorgânicas). 02 Atuam como catalizador de processos metabólicos, modificando a velocidade de uma reação (acelerando ou retardando), sem experimentar elas mesmas nenhuma modificação. 03 Como catalisadores diminuem a energia de ativação para as reações. Quanto menor for a energia de ativação para a reação, maior a velocidade. 04 Conhecem-se mais de 1.000 enzimas. 05 São moléculas complexas compostas por um grupo prostético ou holoenzimas, que são enzimas conjugadas, pois são constituídas de duas partes independentes: a parte proteica, apoenzima e a parte não proteica, coenzima.
  2. 2. REAÇÃO QUÍMICA
  3. 3. 9 REAÇÃO ESPONÂNEA × REAÇÃO NÃO ESPONÂNEA Não espontânea
  4. 4. 10 ENERGIA DEATIVAÇÃO 01 As partículas nem sempre possuem uma quantidade de energia insuficiente para que as ligações sejam rompidas e formem novas ligações numa colisão. 02 Para que ocorra uma reação é necessário um mínimo de energia (Energia de Ativação - EA), necessária para a formação do complexo ativo. 03 Complexo ativo é o estado intermediário formado entre reagentes e produtos, cuja estrutura é formada por ligações lábeis (instáveis). 04 Termodinamicamente, as enzimas são substâncias que modificam (em geral aumentam) a velocidade de uma reação química, ou seja, são catalizadores que não se alteram nos processos biológicos.
  5. 5. REAÇÃO BIOQUÍMICA
  6. 6. 17 CARACTERÍSTICASIMPORTANTES 01 São produtos naturais 02 Apresentam alto grau de especificidade 04 Reações baratas e seguras 05 Possuem mecanismo de turnover (rotação), desempenhado a mesma função a cada rodada 06 São altamente eficientes (108 a 1011 vezes mais rápidas) 07 São econômicas, reduzindo a energia de ativação necessária para a catálise 08 São biodegradáveis e não tóxicas 09 Condições brandas
  7. 7. 18 CARACTERÍSTICAS ENZIMAS CATALISADORES Especificidade ao substrato alta baixa Natureza da estrutura complexa simples Sensibilidade à T e pH alta baixa Condições de reação (T, Pe pH) suaves drástica (geralmente) Custo de obtenção (isolamento e purificação) alto moderado Natureza do processo batelada contínuo Consumo de energia baixo alto Formação de subprodutos baixa alta Separação catalisadora/ produtos difícil/cara simples Atividade Catalítica (temperatura ambiente) alta baixa Presença de cofatores sim não Estabilidade do preparado baixa alta Energia de Ativação baixa alta Velocidade de reação alta baixa
  8. 8. 30
  9. 9. 31 EC CLASSEDAENZIMA TIPO DEREAÇÃO CATALIZADA 1 Oxirredutases Catalisam reações de oxirredução. Transferência de H, O ou elétrons. 2 Transferases Catalisam transferências de grupos entre moléculas 3 Hidrolases Catalisam reações de hidrólise 4 Liases Catalisam a adição de grupos a ligações duplas e vice-versa 5 Isomerases Catalisam reações de isomerização 6 Ligases Catalisam a união de duas moléculas, associadas à ruptura de ligação trifosfato do ATP
  10. 10. OXIRREDUTASE 01 Catalisa a transferência de elétrons a partir de uma molécula (redutora) doadora de elétrons, para outra (oxidante), receptora de elétrons. 02 Este grupo de enzimas normalmente utiliza NADP ou NAD+ como “cofatores”, substâncias necessárias à atividade catalítica normal da enzima. 03 Exemplo: A − + B → A + B−
  11. 11. 04 Exemplo: Pi + Gliceraldeído-3-fosfato + NAD+ → NADH + H+ + 1,3- Bisfosfoglicerato
  12. 12. TRANSFERASE 01 Catalisa a transferência de um grupo de átomos como: 1. Amina −NH2 2. Carbonila O ∥ − C − 3. Metila −CH3 4. Acila O ∥ O - − C −R 5. Glicosila −GLICOSIL 6. Fosforila −OP(O)O2 -
  13. 13. HIDROLASES 01 Catalisam reações de hidrólise 02 Hidrolases são enzimas que promovem a cisão de um material orgânico através da utilização de água.
  14. 14. NÚMERO EC: 3.7.1.1 NOMES RECOMENDADOS: Oxaloacetase Oxalacético hidrolase CLASSE: Hidrolases SUBSTRATO: Oxaloacetato H2O PRODUTO: Oxalato Acetato ROTA METABÓLICA: Glicólise / Glicogênese COFATOR: NAD 04 Exemplo: Pi + Gliceraldeído-3-fosfato + NAD+ → NADH + H+ + 1,3- Bisfosfoglicerato
  15. 15. 04 Exemplo: Pi + Gliceraldeído-3-fosfato + NAD+ → NADH + H+ + 1,3- Bisfosfoglicerato Oxaloacetato + H2O → oxalato + acetato
  16. 16. ISOMERASES Catalisam o rearranjo estrutural de isômeros: A ↔ B, onde B é um isômero de A.
  17. 17. D-Gliceraldeído 3-fosfato Glicerona fosfato
  18. 18. ATP + + ADP
  19. 19. e e
  20. 20. 55
  21. 21. X=A,G,U,C A B PPP X X P P
  22. 22. http://www.iubmb.org/index.php?id=33 http://www.slideshare.net/fabianoeaf/glicidios-24724259 http://www.slideshare.net/fabianoeaf/agua-24398890 http://www2.bioqmed.ufrj.br/enzimas/lab.htm#espectrofotometro

×