SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
EBD
                         São Paulo, 02 de Agosto de 2009.


                                Aula 03
         Jovens

         A Essência da Adoração
a

    Texto Biblico       Versiculo Chave

Mc. 12.28-31              Mc. 12.30
Índice &                                                    São Paulo, 02 de Agosto de 2009.



           Objetivos
                                                                            Aula 03

                                       Indice
•Introdução Adoração x Amor
•Ponto I         Amor de Todo Coração
•Ponto II        Amor com Toda a Mente
•Ponto III       Amor com Toda Força
•Conclusão Resumo e Exercícios

                                     Objetivos
                                         Entender:

             - Que a verdadeira adoração envolve, corpo, mente, alma e coração.

                  - Que a verdadeira adoração envolve amor integral.
                      - Que a verdadeira adoração requer esforço.
Introdução                                  São Paulo, 02 de Agosto de 2009.



       Adoração x Amor
                                                        Aula 03

- Nas mais variadas formas de culto, haverá um sine qua non na
adoração?
- O que você acha que seria esta condição imprescindível?
       O AMOR
- Dt. 6. 4,5 – O primeiro mandamento era um amor sem limites.
- Mc.12.30 – Jesus ressaltou séculos depois que um dos maiores
mandamentos da lei era amar a Deus sem limites.
- Uma adoração que não expresse ou não aumente o nosso amor
por Deus sempre será falha.
- A essência da adoração é o AMOR.
Cont.                                      São Paulo, 02 de Agosto de 2009.



       Adoração x Amor
                                                       Aula 03
- Amar nossos familiares e amigos é mais fácil de se entender ou
expressar. Porém, como amar um Deus que ninguém jamais viu?
Como ter intimidade e amizade, sendo nós pecadores, e sendo
Deus espírito e santo?


É sobre isto que discutiremos na aula de hoje!
Ponto I                                     São Paulo, 02 de Agosto de 2009.



       Amor de Todo Coração
                                                        Aula 03

- Para um hebreu o coração (Lēb) era o centro da vida espiritual e
intelectual. A alma (nepes) era o centro dos sentimentos e
vontades.Porém tudo isto emanava do coração. O coração
representava o homem interior como um todo.


       Alegria                                 Compreensão
                      Emoção    Intelecto
         Pesar                                 Conhecimento

 Tranqüilidade                                 Raciocínio

    Ansiedade                                  Lembranças
Cont.                                         São Paulo, 02 de Agosto de 2009.



       Amor de Todo Coração
                                                          Aula 03
- Deus desejava que o homem o amasse de todo o coração: com o
   seu intelecto e as suas emoções.
                           emoções
Evidentemente para amar a Deus, precisamos:
1) Crer que Ele se revelou através das palavras por Ele inspiradas.
2) Crer que esta revelação não é apenas através de conceitos
   comunicáveis por linguagem humana, mas inclui:
a) Os atos de Deus que evidenciam seu amor para aqueles que
   ignoram e negligenciam o profundo interesse que Ele tem;
b) A convicção que Ele cria em nossos corações;
   Isto tudo resulta no reconhecimento do testemunho do Espírito,
    “que testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus”.
    Rm. 8.16
Cont.                                      São Paulo, 02 de Agosto de 2009.



       Amor de Todo Coração
                                                       Aula 03
-   Enquanto Deus se revela a nós no intimo do nosso coração
    através da palavra lida, pelo reconhecimento de sua ação no
    mundo e pela comunicação do seu espírito que habita em nós,
    nossa resposta de adoração aprofunda mais nosso amor.
    Nós adoramos o que conhecemos! (Jo. 4.21)
       “Uma História de Amor”
-   O amor é um sentimento aprendido e que progride com o
    tempo. O adorador talvez à principio tenha a adoração com um
    sentimento de obrigação, mas a medida que o conhecimento de
    Deus aumenta, o amor se amplifica até que de todo o coração
    se concentre na beleza de Deus.
    “Ó Deus tu és o meu Deus forte, eu te busco ansiosamente;
    a minha alma tem sede de ti” Sl. 63.1
Cont.                                         São Paulo, 02 de Agosto de 2009.



         Amor de Todo Coração
                                                            Aula 03
-   Deus deseja se relacionar conosco. O evangelho não é apenas uma
    posição doutrinaria, mas é um relacionamento com Deus.
“Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu pai o amará, e
   viremos para ele e faremos nele morada”. Jo. 14.23
“Nós o amamos porque Ele nos amou primeiro”. I Jo 4.19

    “Cada individuo dá seu coração àquilo que considera de máxima
    importância, e esta lealdade determina a direção e o conteúdo da sua
    vida”. Robert E. Coleman – Songs of Heaven.
-   Só devemos estar satisfeitos com a nossa adoração se esta expressa o
    nosso amor verdadeiro por Deus.
-   Certamente nosso amor nunca será um amor perfeito a altura do amor
    de Deus - quando Jesus pergunta a Pedro “Me amas mais que a
    estes?” ele estava se referindo ao amor agapos (amor sacrificial) em
    contraste com o amor da resposta de Pedro philõ (amor de amizade) -
    mas o nosso amor dever ser total.
Ponto II                                      São Paulo, 02 de Agosto de 2009.



       Amor com Toda a Mente
                                                          Aula 03
-    O primeiro mandamento vai além de amor de todo coração e alma.
    Ele fala de um amor com o exercício da mente (dianoia) que é a
    capacidade de pensar e refletir religiosamente.
-    A Adoração deve ocupar a mente, envolver a meditação e a
    consciência do homem. Deve incluir e excluir valores que agradem
    a Deus. Sl. 19.14
-   Um professor seminarista disse o seguinte: há dois elementos que
    motivam as pessoas a participarem de um culto:
1) Satisfação em se apresentarem diante de Deus (como quem bate o
   ponto na fábrica);
2) Satisfação do tipo “o culto me faz bem” (sentimento de culpa
   afastada pelo alivio)
-   Será que vamos a presença de Deus por medo de Deus ou por
    amor a Deus?
Cont.                                     São Paulo, 02 de Agosto de 2009.



       Amor com Toda a Mente
                                                      Aula 03
-   Amar a Deus com entendimento é um desafio constante:
    Devemos buscar conhecer a Deus;
    Receber o seu amor que é derramado pelo seu espírito em
    nossos corações;
    Compreender que amados, perdoados e queridos por Deus
-   Isto tudo permitirá que a nossa adoração seja cada vez mais
    perfeita diante de Deus e sejamos achados como verdadeiros
    adoradores.
Ponto III                                      São Paulo, 02 de Agosto de 2009.



       Amor com Toda Força
                                                           Aula 03
-   O mandamento também fala sobre amor com toda força (ischuos)
    que fala do corpo físico desenvolver sua capacidade e força de
    ação.
-   Força comunica gastar as energias físicas em atos de amor.
-   Mc. 10. 18-20 vemos a história do jovem rico: ele fazia tudo o que
    os mandamento mandavam, mas não conseguia consagrar a sua
    força a Deus – as riquezas aqui podem simbolizar a força utilizada
    para satisfazer unicamente as necessidades do corpo físico.
-   A adoração exige sacrifício e renuncia. Jesus diz em Lc. 14.26 que
    “se alguém vem a mim, aborreça a seu pai...” Frase das mais
    conhecidas, porém sua pratica das mais raras.
-   Em II Co 2.12-17, Paulo coloca em contexto a sua vida e de seus
    companheiros missionários como “um cheiro suave” em referencia
    ao cheiro do incenso queimado na adoração. O sacrifício do corpo
    físico em contraste com o ritual de adoração.
Conclusão                                    São Paulo, 02 de Agosto de 2009.


                                                         Aula 03
-   A adoração sem amor pode até impressionar nosso próximo, porém
    não agradará a Deus. A essência da adoração é o amor que é
    prioritário no primeiro mandamento.
-   Ainda que a vontade, razão, mente e alma se refiram a aspectos
    separados de um individuo, elas são expressões de um todo. Não
    somos incumbidos a amar a Deus com partes especificas da nossa
    personalidade, mas com todo o nosso ser.
-   É importante observar que a palavra chave do primeiro
    mandamento é “todo”: com todo o coração, com toda a alma, com
                  todo
    todo entendimento.
-   Ai está o verdadeiro desafio de alegrar a Deus através da nossa
    adoração.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (17)

Louvor e adoração
Louvor e adoraçãoLouvor e adoração
Louvor e adoração
 
Apostila de louvor e adoracao
Apostila de louvor e adoracaoApostila de louvor e adoracao
Apostila de louvor e adoracao
 
Adoração e adoradores
Adoração e adoradoresAdoração e adoradores
Adoração e adoradores
 
Apostila Juventude Adoração
Apostila Juventude AdoraçãoApostila Juventude Adoração
Apostila Juventude Adoração
 
Disciplinas espirituais
Disciplinas espirituaisDisciplinas espirituais
Disciplinas espirituais
 
Devoção cristã
Devoção cristãDevoção cristã
Devoção cristã
 
Louvor e adoração
Louvor e adoraçãoLouvor e adoração
Louvor e adoração
 
Lectio Divina/Leitura Orante
Lectio Divina/Leitura OranteLectio Divina/Leitura Orante
Lectio Divina/Leitura Orante
 
Lição 11ª Amor, profecias e línguas
Lição 11ª Amor, profecias e línguasLição 11ª Amor, profecias e línguas
Lição 11ª Amor, profecias e línguas
 
Leitura Orante da Bíblia
Leitura Orante da BíbliaLeitura Orante da Bíblia
Leitura Orante da Bíblia
 
O uso dos salmos na devoção cristã
O uso dos salmos na devoção cristãO uso dos salmos na devoção cristã
O uso dos salmos na devoção cristã
 
Biblia leitura orante da bblia..
Biblia   leitura orante da bblia..Biblia   leitura orante da bblia..
Biblia leitura orante da bblia..
 
O poder secreto do jejum e da oracao
O poder secreto do jejum e da oracaoO poder secreto do jejum e da oracao
O poder secreto do jejum e da oracao
 
Leitura orante da bíblia
Leitura orante da bíbliaLeitura orante da bíblia
Leitura orante da bíblia
 
Lectio divina
Lectio divinaLectio divina
Lectio divina
 
Disciplinas espirituais1
Disciplinas espirituais1Disciplinas espirituais1
Disciplinas espirituais1
 
3 os principios que nos levam a vitória
3 os principios que nos levam a vitória3 os principios que nos levam a vitória
3 os principios que nos levam a vitória
 

Destaque

Quando a música esmorece e o resto desaparece
Quando a música esmorece e o resto desapareceQuando a música esmorece e o resto desaparece
Quando a música esmorece e o resto desaparecerafael gomide
 
A essência da adoração
A essência da adoração  A essência da adoração
A essência da adoração Isabella_Silva
 
Essencia da adoração
Essencia da adoraçãoEssencia da adoração
Essencia da adoraçãorafael gomide
 
EssêNcia Da AdoraçãO
EssêNcia Da  AdoraçãOEssêNcia Da  AdoraçãO
EssêNcia Da AdoraçãOluiscandido
 
Não Julgue o Livro pela Capa!
Não Julgue o Livro pela Capa!Não Julgue o Livro pela Capa!
Não Julgue o Livro pela Capa!LH Tools
 
Atrai o meu coração
Atrai o meu coraçãoAtrai o meu coração
Atrai o meu coraçãoibr-bh
 
Adorador por excelência
Adorador por excelênciaAdorador por excelência
Adorador por excelênciaEzekiel Sales
 
LBJ LIÇÃO 8 - A lembrança da essência da adoração
LBJ LIÇÃO 8  - A lembrança da essência da adoraçãoLBJ LIÇÃO 8  - A lembrança da essência da adoração
LBJ LIÇÃO 8 - A lembrança da essência da adoraçãoNatalino das Neves Neves
 
Abre os meus ouvidos
Abre os meus ouvidosAbre os meus ouvidos
Abre os meus ouvidosibr-bh
 
09 atrai meu coração
09  atrai meu coração09  atrai meu coração
09 atrai meu coraçãoLevi Novaes
 
Meu barquinho (2)
Meu barquinho (2)Meu barquinho (2)
Meu barquinho (2)Lukas Silva
 
Atrai o meu coração (2)
Atrai o meu coração (2)Atrai o meu coração (2)
Atrai o meu coração (2)rafael gomide
 
Olha pra mim(eu me humilharei)(min apasc nova iguaçu)(i)
Olha pra mim(eu me humilharei)(min apasc nova iguaçu)(i)Olha pra mim(eu me humilharei)(min apasc nova iguaçu)(i)
Olha pra mim(eu me humilharei)(min apasc nova iguaçu)(i)mmboanova
 
Olha pra mim toque no altar
Olha pra mim   toque no altarOlha pra mim   toque no altar
Olha pra mim toque no altarDieison Moraes
 
Abra os olhos do meu coração - David Quilan
Abra os olhos do meu coração - David QuilanAbra os olhos do meu coração - David Quilan
Abra os olhos do meu coração - David QuilanIsabella Ruas
 

Destaque (20)

Quando a música esmorece e o resto desaparece
Quando a música esmorece e o resto desapareceQuando a música esmorece e o resto desaparece
Quando a música esmorece e o resto desaparece
 
A essência da adoração
A essência da adoração  A essência da adoração
A essência da adoração
 
Essencia da adoração
Essencia da adoraçãoEssencia da adoração
Essencia da adoração
 
EssêNcia Da AdoraçãO
EssêNcia Da  AdoraçãOEssêNcia Da  AdoraçãO
EssêNcia Da AdoraçãO
 
Não Julgue o Livro pela Capa!
Não Julgue o Livro pela Capa!Não Julgue o Livro pela Capa!
Não Julgue o Livro pela Capa!
 
Atrai o meu coração
Atrai o meu coraçãoAtrai o meu coração
Atrai o meu coração
 
Adorador por excelência
Adorador por excelênciaAdorador por excelência
Adorador por excelência
 
LBJ LIÇÃO 8 - A lembrança da essência da adoração
LBJ LIÇÃO 8  - A lembrança da essência da adoraçãoLBJ LIÇÃO 8  - A lembrança da essência da adoração
LBJ LIÇÃO 8 - A lembrança da essência da adoração
 
A ele a glória
A ele a glóriaA ele a glória
A ele a glória
 
Abre os meus ouvidos
Abre os meus ouvidosAbre os meus ouvidos
Abre os meus ouvidos
 
09 atrai meu coração
09  atrai meu coração09  atrai meu coração
09 atrai meu coração
 
Meu barquinho (2)
Meu barquinho (2)Meu barquinho (2)
Meu barquinho (2)
 
Atrai o meu coração (2)
Atrai o meu coração (2)Atrai o meu coração (2)
Atrai o meu coração (2)
 
Adorador por excelência
Adorador por excelênciaAdorador por excelência
Adorador por excelência
 
Adorador por excelência
Adorador por excelênciaAdorador por excelência
Adorador por excelência
 
Olha pra mim(eu me humilharei)(min apasc nova iguaçu)(i)
Olha pra mim(eu me humilharei)(min apasc nova iguaçu)(i)Olha pra mim(eu me humilharei)(min apasc nova iguaçu)(i)
Olha pra mim(eu me humilharei)(min apasc nova iguaçu)(i)
 
Olha pra mim toque no altar
Olha pra mim   toque no altarOlha pra mim   toque no altar
Olha pra mim toque no altar
 
Olha pra mim
Olha pra mimOlha pra mim
Olha pra mim
 
Abra os olhos do meu coração - David Quilan
Abra os olhos do meu coração - David QuilanAbra os olhos do meu coração - David Quilan
Abra os olhos do meu coração - David Quilan
 
Atrai o Meu Coração
Atrai o Meu CoraçãoAtrai o Meu Coração
Atrai o Meu Coração
 

Semelhante a A essência da verdadeira adoração

Adorando a Deus em toda nossa maneira de viver
Adorando a Deus em toda nossa maneira de viverAdorando a Deus em toda nossa maneira de viver
Adorando a Deus em toda nossa maneira de viverDangelo Nascimento
 
O mandamento do amor
O mandamento do amorO mandamento do amor
O mandamento do amorFulvio Leite
 
Estudo 07 3. oração de adoração
Estudo 07   3. oração de adoraçãoEstudo 07   3. oração de adoração
Estudo 07 3. oração de adoraçãoJaed Gomes
 
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei antonio vieira
 
Sermão Dia Mundial Da Oração
Sermão Dia Mundial Da OraçãoSermão Dia Mundial Da Oração
Sermão Dia Mundial Da OraçãoRamón Zazatt
 
Deus Procura Adoradores
Deus Procura AdoradoresDeus Procura Adoradores
Deus Procura AdoradoresRamón Zazatt
 
,- EROS, ÁGAPE - AS 4 FASES DO AMOR EM GREGO E PORTUGUES-ANTONIO INACIO FERRA...
,- EROS, ÁGAPE - AS 4 FASES DO AMOR EM GREGO E PORTUGUES-ANTONIO INACIO FERRA...,- EROS, ÁGAPE - AS 4 FASES DO AMOR EM GREGO E PORTUGUES-ANTONIO INACIO FERRA...
,- EROS, ÁGAPE - AS 4 FASES DO AMOR EM GREGO E PORTUGUES-ANTONIO INACIO FERRA...ANTONIO INACIO FERRAZ
 
A HOMENAGEM REVERENCIAL A DEUS PAI - A ADORAÇÃO A DEUS
A HOMENAGEM REVERENCIAL A DEUS PAI -  A ADORAÇÃO A DEUSA HOMENAGEM REVERENCIAL A DEUS PAI -  A ADORAÇÃO A DEUS
A HOMENAGEM REVERENCIAL A DEUS PAI - A ADORAÇÃO A DEUSEstudiantes Urantia
 
A questao primodial da vida e aprender a amar
A questao primodial da vida e aprender a amarA questao primodial da vida e aprender a amar
A questao primodial da vida e aprender a amarvaleria ferreira
 
Eae 89 Amor a Deus, ao próximo e aos inimigos
Eae 89 Amor a Deus, ao próximo e aos inimigosEae 89 Amor a Deus, ao próximo e aos inimigos
Eae 89 Amor a Deus, ao próximo e aos inimigosPatiSousa1
 
O AMOR MARCA DO CRISTÃO CHEIO DO ESPIRITO.pptx
O AMOR  MARCA DO CRISTÃO CHEIO DO ESPIRITO.pptxO AMOR  MARCA DO CRISTÃO CHEIO DO ESPIRITO.pptx
O AMOR MARCA DO CRISTÃO CHEIO DO ESPIRITO.pptxLucianoMachado52
 
Os Requisitos Da Adoração
Os Requisitos Da AdoraçãoOs Requisitos Da Adoração
Os Requisitos Da AdoraçãoAlexandre Santos
 
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divina
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divinaLBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divina
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divinaNatalino das Neves Neves
 

Semelhante a A essência da verdadeira adoração (20)

Adorando a Deus em toda nossa maneira de viver
Adorando a Deus em toda nossa maneira de viverAdorando a Deus em toda nossa maneira de viver
Adorando a Deus em toda nossa maneira de viver
 
Fundamentos I
Fundamentos IFundamentos I
Fundamentos I
 
O mandamento do amor
O mandamento do amorO mandamento do amor
O mandamento do amor
 
Estudo 07 3. oração de adoração
Estudo 07   3. oração de adoraçãoEstudo 07   3. oração de adoração
Estudo 07 3. oração de adoração
 
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei Lição 12  quem ama cumpre plenamente a lei
Lição 12 quem ama cumpre plenamente a lei
 
Sermão Dia Mundial Da Oração
Sermão Dia Mundial Da OraçãoSermão Dia Mundial Da Oração
Sermão Dia Mundial Da Oração
 
LBA Lição 9 - A nova vida em cristo
LBA Lição 9 - A nova vida em cristoLBA Lição 9 - A nova vida em cristo
LBA Lição 9 - A nova vida em cristo
 
Deus Procura Adoradores
Deus Procura AdoradoresDeus Procura Adoradores
Deus Procura Adoradores
 
,- EROS, ÁGAPE - AS 4 FASES DO AMOR EM GREGO E PORTUGUES-ANTONIO INACIO FERRA...
,- EROS, ÁGAPE - AS 4 FASES DO AMOR EM GREGO E PORTUGUES-ANTONIO INACIO FERRA...,- EROS, ÁGAPE - AS 4 FASES DO AMOR EM GREGO E PORTUGUES-ANTONIO INACIO FERRA...
,- EROS, ÁGAPE - AS 4 FASES DO AMOR EM GREGO E PORTUGUES-ANTONIO INACIO FERRA...
 
O AMOR E A BÍBLIA
O AMOR E A BÍBLIAO AMOR E A BÍBLIA
O AMOR E A BÍBLIA
 
A HOMENAGEM REVERENCIAL A DEUS PAI - A ADORAÇÃO A DEUS
A HOMENAGEM REVERENCIAL A DEUS PAI -  A ADORAÇÃO A DEUSA HOMENAGEM REVERENCIAL A DEUS PAI -  A ADORAÇÃO A DEUS
A HOMENAGEM REVERENCIAL A DEUS PAI - A ADORAÇÃO A DEUS
 
A questao primodial da vida e aprender a amar
A questao primodial da vida e aprender a amarA questao primodial da vida e aprender a amar
A questao primodial da vida e aprender a amar
 
Ofim
OfimOfim
Ofim
 
A prece
A preceA prece
A prece
 
Eae 89 Amor a Deus, ao próximo e aos inimigos
Eae 89 Amor a Deus, ao próximo e aos inimigosEae 89 Amor a Deus, ao próximo e aos inimigos
Eae 89 Amor a Deus, ao próximo e aos inimigos
 
O AMOR MARCA DO CRISTÃO CHEIO DO ESPIRITO.pptx
O AMOR  MARCA DO CRISTÃO CHEIO DO ESPIRITO.pptxO AMOR  MARCA DO CRISTÃO CHEIO DO ESPIRITO.pptx
O AMOR MARCA DO CRISTÃO CHEIO DO ESPIRITO.pptx
 
Um ato de amor
Um  ato  de  amorUm  ato  de  amor
Um ato de amor
 
Os Requisitos Da Adoração
Os Requisitos Da AdoraçãoOs Requisitos Da Adoração
Os Requisitos Da Adoração
 
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divina
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divinaLBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divina
LBA Lição 12 - Quem ama cumpre plenamente a lei divina
 
You are loved portuguese2014
You are loved   portuguese2014You are loved   portuguese2014
You are loved portuguese2014
 

Mais de fa.sodre

John Stott Contracultura Cristã
John Stott   Contracultura CristãJohn Stott   Contracultura Cristã
John Stott Contracultura Cristãfa.sodre
 
Aula 08 - A Essência do Evangelho
Aula 08 - A Essência do EvangelhoAula 08 - A Essência do Evangelho
Aula 08 - A Essência do Evangelhofa.sodre
 
EBD Jovens - Aula 07 - A graça de Deus
EBD Jovens - Aula 07 - A graça de DeusEBD Jovens - Aula 07 - A graça de Deus
EBD Jovens - Aula 07 - A graça de Deusfa.sodre
 
EBD Jovens - Aula 04 Paulo e o Caracter Cristão
EBD Jovens - Aula 04 Paulo e o Caracter CristãoEBD Jovens - Aula 04 Paulo e o Caracter Cristão
EBD Jovens - Aula 04 Paulo e o Caracter Cristãofa.sodre
 
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruz
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da CruzEBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruz
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruzfa.sodre
 
EBD Jovens - Aula 01 - Introdução ao Livro de Galátas
EBD Jovens - Aula 01 - Introdução ao Livro de GalátasEBD Jovens - Aula 01 - Introdução ao Livro de Galátas
EBD Jovens - Aula 01 - Introdução ao Livro de Galátasfa.sodre
 

Mais de fa.sodre (6)

John Stott Contracultura Cristã
John Stott   Contracultura CristãJohn Stott   Contracultura Cristã
John Stott Contracultura Cristã
 
Aula 08 - A Essência do Evangelho
Aula 08 - A Essência do EvangelhoAula 08 - A Essência do Evangelho
Aula 08 - A Essência do Evangelho
 
EBD Jovens - Aula 07 - A graça de Deus
EBD Jovens - Aula 07 - A graça de DeusEBD Jovens - Aula 07 - A graça de Deus
EBD Jovens - Aula 07 - A graça de Deus
 
EBD Jovens - Aula 04 Paulo e o Caracter Cristão
EBD Jovens - Aula 04 Paulo e o Caracter CristãoEBD Jovens - Aula 04 Paulo e o Caracter Cristão
EBD Jovens - Aula 04 Paulo e o Caracter Cristão
 
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruz
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da CruzEBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruz
EBD Jovens - Aula 03 - A superioridade de Jesus e o Poder da Cruz
 
EBD Jovens - Aula 01 - Introdução ao Livro de Galátas
EBD Jovens - Aula 01 - Introdução ao Livro de GalátasEBD Jovens - Aula 01 - Introdução ao Livro de Galátas
EBD Jovens - Aula 01 - Introdução ao Livro de Galátas
 

Último

ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............Nelson Pereira
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequeseanamdp2004
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfnatzarimdonorte
 
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 199ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19PIB Penha
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaDenisRocha28
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .natzarimdonorte
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadofreivalentimpesente
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).natzarimdonorte
 
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusTaoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusVini Master
 

Último (12)

ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina EspíritaMediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
 
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 199ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significado
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
 
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusTaoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
 

A essência da verdadeira adoração

  • 1. EBD São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Aula 03 Jovens A Essência da Adoração a Texto Biblico Versiculo Chave Mc. 12.28-31 Mc. 12.30
  • 2. Índice & São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Objetivos Aula 03 Indice •Introdução Adoração x Amor •Ponto I Amor de Todo Coração •Ponto II Amor com Toda a Mente •Ponto III Amor com Toda Força •Conclusão Resumo e Exercícios Objetivos Entender: - Que a verdadeira adoração envolve, corpo, mente, alma e coração. - Que a verdadeira adoração envolve amor integral. - Que a verdadeira adoração requer esforço.
  • 3. Introdução São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Adoração x Amor Aula 03 - Nas mais variadas formas de culto, haverá um sine qua non na adoração? - O que você acha que seria esta condição imprescindível? O AMOR - Dt. 6. 4,5 – O primeiro mandamento era um amor sem limites. - Mc.12.30 – Jesus ressaltou séculos depois que um dos maiores mandamentos da lei era amar a Deus sem limites. - Uma adoração que não expresse ou não aumente o nosso amor por Deus sempre será falha. - A essência da adoração é o AMOR.
  • 4. Cont. São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Adoração x Amor Aula 03 - Amar nossos familiares e amigos é mais fácil de se entender ou expressar. Porém, como amar um Deus que ninguém jamais viu? Como ter intimidade e amizade, sendo nós pecadores, e sendo Deus espírito e santo? É sobre isto que discutiremos na aula de hoje!
  • 5. Ponto I São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Amor de Todo Coração Aula 03 - Para um hebreu o coração (Lēb) era o centro da vida espiritual e intelectual. A alma (nepes) era o centro dos sentimentos e vontades.Porém tudo isto emanava do coração. O coração representava o homem interior como um todo. Alegria Compreensão Emoção Intelecto Pesar Conhecimento Tranqüilidade Raciocínio Ansiedade Lembranças
  • 6. Cont. São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Amor de Todo Coração Aula 03 - Deus desejava que o homem o amasse de todo o coração: com o seu intelecto e as suas emoções. emoções Evidentemente para amar a Deus, precisamos: 1) Crer que Ele se revelou através das palavras por Ele inspiradas. 2) Crer que esta revelação não é apenas através de conceitos comunicáveis por linguagem humana, mas inclui: a) Os atos de Deus que evidenciam seu amor para aqueles que ignoram e negligenciam o profundo interesse que Ele tem; b) A convicção que Ele cria em nossos corações; Isto tudo resulta no reconhecimento do testemunho do Espírito, “que testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus”. Rm. 8.16
  • 7. Cont. São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Amor de Todo Coração Aula 03 - Enquanto Deus se revela a nós no intimo do nosso coração através da palavra lida, pelo reconhecimento de sua ação no mundo e pela comunicação do seu espírito que habita em nós, nossa resposta de adoração aprofunda mais nosso amor. Nós adoramos o que conhecemos! (Jo. 4.21) “Uma História de Amor” - O amor é um sentimento aprendido e que progride com o tempo. O adorador talvez à principio tenha a adoração com um sentimento de obrigação, mas a medida que o conhecimento de Deus aumenta, o amor se amplifica até que de todo o coração se concentre na beleza de Deus. “Ó Deus tu és o meu Deus forte, eu te busco ansiosamente; a minha alma tem sede de ti” Sl. 63.1
  • 8. Cont. São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Amor de Todo Coração Aula 03 - Deus deseja se relacionar conosco. O evangelho não é apenas uma posição doutrinaria, mas é um relacionamento com Deus. “Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada”. Jo. 14.23 “Nós o amamos porque Ele nos amou primeiro”. I Jo 4.19 “Cada individuo dá seu coração àquilo que considera de máxima importância, e esta lealdade determina a direção e o conteúdo da sua vida”. Robert E. Coleman – Songs of Heaven. - Só devemos estar satisfeitos com a nossa adoração se esta expressa o nosso amor verdadeiro por Deus. - Certamente nosso amor nunca será um amor perfeito a altura do amor de Deus - quando Jesus pergunta a Pedro “Me amas mais que a estes?” ele estava se referindo ao amor agapos (amor sacrificial) em contraste com o amor da resposta de Pedro philõ (amor de amizade) - mas o nosso amor dever ser total.
  • 9. Ponto II São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Amor com Toda a Mente Aula 03 - O primeiro mandamento vai além de amor de todo coração e alma. Ele fala de um amor com o exercício da mente (dianoia) que é a capacidade de pensar e refletir religiosamente. - A Adoração deve ocupar a mente, envolver a meditação e a consciência do homem. Deve incluir e excluir valores que agradem a Deus. Sl. 19.14 - Um professor seminarista disse o seguinte: há dois elementos que motivam as pessoas a participarem de um culto: 1) Satisfação em se apresentarem diante de Deus (como quem bate o ponto na fábrica); 2) Satisfação do tipo “o culto me faz bem” (sentimento de culpa afastada pelo alivio) - Será que vamos a presença de Deus por medo de Deus ou por amor a Deus?
  • 10. Cont. São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Amor com Toda a Mente Aula 03 - Amar a Deus com entendimento é um desafio constante: Devemos buscar conhecer a Deus; Receber o seu amor que é derramado pelo seu espírito em nossos corações; Compreender que amados, perdoados e queridos por Deus - Isto tudo permitirá que a nossa adoração seja cada vez mais perfeita diante de Deus e sejamos achados como verdadeiros adoradores.
  • 11. Ponto III São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Amor com Toda Força Aula 03 - O mandamento também fala sobre amor com toda força (ischuos) que fala do corpo físico desenvolver sua capacidade e força de ação. - Força comunica gastar as energias físicas em atos de amor. - Mc. 10. 18-20 vemos a história do jovem rico: ele fazia tudo o que os mandamento mandavam, mas não conseguia consagrar a sua força a Deus – as riquezas aqui podem simbolizar a força utilizada para satisfazer unicamente as necessidades do corpo físico. - A adoração exige sacrifício e renuncia. Jesus diz em Lc. 14.26 que “se alguém vem a mim, aborreça a seu pai...” Frase das mais conhecidas, porém sua pratica das mais raras. - Em II Co 2.12-17, Paulo coloca em contexto a sua vida e de seus companheiros missionários como “um cheiro suave” em referencia ao cheiro do incenso queimado na adoração. O sacrifício do corpo físico em contraste com o ritual de adoração.
  • 12. Conclusão São Paulo, 02 de Agosto de 2009. Aula 03 - A adoração sem amor pode até impressionar nosso próximo, porém não agradará a Deus. A essência da adoração é o amor que é prioritário no primeiro mandamento. - Ainda que a vontade, razão, mente e alma se refiram a aspectos separados de um individuo, elas são expressões de um todo. Não somos incumbidos a amar a Deus com partes especificas da nossa personalidade, mas com todo o nosso ser. - É importante observar que a palavra chave do primeiro mandamento é “todo”: com todo o coração, com toda a alma, com todo todo entendimento. - Ai está o verdadeiro desafio de alegrar a Deus através da nossa adoração.