Ciclo biologico humano

1.085 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.085
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ciclo biologico humano

  1. 1. Diplofase Haplofase
  2. 2. O sexo de um indivíduo é determinado, geneticamente, de acordo com os cromossomas sexuais que se encontram no ovo. As estruturas masculinas e femininas desenvolvem-se a partir de tecidos embrionários idênticos. Assim sendo, o desenvolvimento embrionário inicial é semelhante em ambos os sexos, e só a partir da 7.ª semana de vida começa a sexos ocorrer a diferenciação dos órgãos sexuais. sexuais
  3. 3.  O sistema reprodutor masculino é constituído por: Gónadas: testículos. Vias genitais: epidídimos, canais deferentes e uretra. Glândulas anexas: vesículas seminais e próstata. Órgãos genitais externos: pénis e escroto.
  4. 4. Vesículas seminais Tecidos esponjosos e cavernosos do pénis Uretra Escroto ou bolsa escrotal Visão geral do aparelho reprodutor masculino.
  5. 5. Órgãos ovóides localizados no exterior da cavidade abdominal. São responsáveis pela produção de testosterona (hormona masculina) que permite o desenvolvimento dos órgãos genitais e dos caracteres sexuais secundários, como: Estimulam os folículos pilosos para que façam crescer a barba masculina e os pêlos púbicos. púbicos Ampliam a laringe e tornam mais grave a voz. voz Produzem o aumento de massa muscular durante a puberdade.
  6. 6. São dois tubos enovelados que se situam no bordo posterior dos testículos. São órgãos onde se acumulam os espermatozóides e onde ocorre a sua maturação.
  7. 7. Canais com cerca de 40 cm de comprimento, continuando os epidídimos. Cada um deles penetra no abdómen, atravessa a próstata e abre, finalmente, na uretra.
  8. 8. É comummente um canal destinado para a urina e para o esperma, ao qual se ligam os canais deferentes. Atravessa o pénis, abrindo na extremidade deste órgão. Por que razão não existe mistura de urina com esperma? R: Os músculos na entrada da bexiga contraem-se durante a erecção para que nenhuma urina entre no esperma e nenhum esperma entre na bexiga.
  9. 9. Duas glândulas, sendo cada uma delas constituída essencialmente por um tubo enovelado intensamente enrolado sobre si mesmo. Segregam o líquido seminal (líquido que contém frutose e serve de nutriente aos espermatozóides), que é armazenado no seu interior, sendo eliminado na ejaculação.
  10. 10. Glândula localizada abaixo da bexiga, cujos canais excretores se abrem na uretra. Elabora o líquido prostático expulso na ejaculação.
  11. 11. Principal órgão do aparelho sexual masculino, sendo formado por dois tipos de tecidos cilíndricos: corpos cavernosos e corpo esponjoso (envolve e protege a uretra). A extremidade mais saliente do pénis constitui a glande, que é glande recoberta por uma pele fina, o prepúcio. prepúcio Estrutura externa do pénis. Estrutura interna do pénis.
  12. 12. Bolsa onde estão contidos os testículos. Qual a função do escroto ou bolsa escrotal? Regular a temperatura, afastando os testículos do corpo, de forma a manter a temperatura mais baixa relativamente à cavidade abdominal, imprescindível à formação dos espermatozóides.
  13. 13. O sistema reprodutor feminino é constituído por: Gónadas: ovários. Vias genitais: trompas de Falópio, útero e vagina. Glândulas anexas: --------------------------------Órgãos genitais externos: (vulva – lábios, clitóris e orifício genital).
  14. 14. Representação esquemática dos órgãos genitais externos. Representação esquemática dos órgãos genitais internos.
  15. 15. Órgãos em forma de amêndoa, localizados na cavidade abdominal, onde são formados os gâmetas (óvulos). Produzem estrogénio e progesterona, hormonas progesterona sexuais femininas. Estrutura de um ovário.
  16. 16. Canais com 12 a 14 cm de comprimento, que se estendem desde cada um dos ovários até à parte superior do útero. Iniciam-se por uma porção em forma de funil pavilhão - que envolve parcialmente o ovário.
  17. 17. O seu epitélio de revestimento é formado por células ciliadas e os batimentos dos cílios microscópicos e os movimentos peristálticos impelem o gâmeta feminino até o útero.
  18. 18. Órgão musculoso e oco revestido por uma membrana mucosa chamada endométrio. É possível distinguir duas partes:a superior ou corpo, mais volumosa onde desembocam as trompas de Falópio; a inferior, mais estreita, chamada colo ou cérvix que comunica com a vagina. Corpo Cérvix Representação esquemática do útero.
  19. 19. Canal de 8 a 10 cm de comprimento, de paredes elásticas, que comprimento liga o colo do útero aos genitais externos. Contém de cada lado de sua abertura, porém, internamente, duas glândulas, que secretam um muco lubrificante. lubrificante A entrada da vagina é protegida por uma membrana circular - o hímen - que fecha parcialmente o orifício vulvo-vaginal.
  20. 20. Pregas cutâneo-mucosas intensamente irrigadas os grandes lábios. Pregas cutâneo-mucosas que envolvem a entrada da vagina - os pequenos lábios. Representação dos órgãos genitais externos.
  21. 21. Pequeno órgão de grande sensibilidade, localizado sobre uma depressão na qual se abrem o orifício urinário e genital. É formado essencialmente por tecido esponjoso. Representação dos órgãos genitais externos.
  22. 22. Orifício que corresponde à abertura da vagina. Representação dos órgãos genitais externos.

×