II Seminário Internacional sobre Revitalização de Rios Recuperação Ambiental de Bacias Hidrográficas: A Experiência de Bel...
Município de Belo Horizonte Brasil Minas Gerais LOCALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE
ASPECTOS GERAIS DA CIDADE DE BELO HORIZONTE  <ul><li>Área superficial : 330 km 2   </li></ul><ul><li>População : 2,5 milhõ...
HIDROGRAFIA E RELEVO  Arrudas Isidoro Velhas Onça Elevação 1505 metros 672 metros
REALIDADE DO SANEAMENTO EM BELO HORIZONTE <ul><ul><li>Sistema de Abastecimento Público de Água:   </li></ul></ul><ul><ul><...
DIAGNÓSTICO DO SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO DE BELO HORIZONTE PMS 2008/2011  Onça Arrudas Isidoro Velhas
DIRETRIZES PARA A GESTÃO DO SANEAMENTO  DE BELO HORIZONTE <ul><li>Definição de investimentos e prioridades; </li></ul><ul>...
PLANO DIRETOR  DE DRENAGEM MUNICIPAL
PLANO DIRETOR DE DRENAGEM MUNICIPAL - PDDU  Artigo 27 - indicativo para a elaboração de um Plano para a drenagem Plano Dir...
PLANO DIRETOR DE DRENAGEM MUNICIPAL - PDDU  Fatores que motivaram a sua elaboração: <ul><li>demanda ambiental pela inclusã...
PLANO DIRETOR DE DRENAGEM MUNICIPAL - PDDU  Diretrizes adotadas: <ul><li>plano multisetorial integrado; </li></ul><ul><li>...
Prinicipais ações: - caracterização e diagnóstico das bacias hidrográficas;  - cadastro de macro e microdrenagem; - avalia...
Principais ações: 2ª FASE DO PDDU  <ul><li>modelagem matemática, hidrológica e hidráulica; </li></ul><ul><li>monitoramento...
PROGRAMA DRENURBS
OBJETIVO GERAL M elhoria da qualidade  de vida da população de Belo Horizonte por meio da  valorização do meio ambiente  u...
HIDROGRAFIA URBANA - DEGRADAÇÃO DOS CÓRREGOS
<ul><li>Objetivos específicos do Programa: </li></ul><ul><li>despoluição dos cursos d’água; </li></ul><ul><li>redução dos ...
<ul><li>Diretrizes do Programa: </li></ul><ul><li>tratamento integrado dos problemas sanitários e  ambientais; </li></ul><...
Poluição por esgotos Ocupação das margens Erosão do solo QUESTÕES A SEREM ENFRENTADAS Resíduos sólidos Inundações
EIXOS DE EXECUÇÃO DO  PROGRAMA DRENURBS <ul><li>Eixo Obras </li></ul><ul><li>Eixo Sócio-ambiental </li></ul><ul><li>Eixo F...
Áreas de Intervenção – 05 sub-bacias 1ª Etapa
OBRAS DO PROGRAMA
SUB-BACIA DO  CÓRREGO 1º DE MAIO
SUB-BACIA DO CÓRREGO 1º de MAIO Situação antes do início das obras
SUB-BACIA DO CÓRREGO 1º de MAIO Situação antes do início das obras
SUB-BACIA DO CÓRREGO 1º de MAIO Situação antes do início das obras
SUB-BACIA DO CÓRREGO 1º de MAIO Valor do empreendimento: R$ 5,8 milhões
OBRAS CONCLUÍDAS 1º de Maio Vista parcial do Parque Área de influência: 0,48 km² População beneficiada: 2.983 habitantes
Vista parcial do córrego a montante OBRAS CONCLUÍDAS 1º de Maio
Bacia de detenção e pista de caminhada OBRAS CONCLUÍDAS 1º de Maio
SUB-BACIA DO  CÓRREGO N. SRA. DA PIEDADE
SUB-BACIA DO CÓRREGO N. SRA. DA PIEDADE Situação antes do início das obras
SUB-BACIA DO CÓRREGO N. SRA. DA PIEDADE Situação antes do início das obras
SUB-BACIA DO CÓRREGO N. SRA. DA PIEDADE Situação antes do início das obras
SUB-BACIA DO CÓRREGO N. SRA. DA PIEDADE Valor do empreendimento: R$ 23,0 milhões
OBRAS CONCLUÍDAS  Nossa Sra. da Piedade Vista parcial do lago Área de influência: 0,73 km² População beneficiada: 6.713 ha...
Pista de skate OBRAS CONCLUÍDAS  Nossa Sra. da Piedade
Vista parcial do lago OBRAS CONCLUÍDAS  Nossa Sra. da Piedade
SUB-BACIA DO  CÓRREGO BALEARES
SUB-BACIA DO CÓRREGO BALEARES Situação antes do início das obras
SUB-BACIA DO CÓRREGO BALEARES Situação antes do início das obras
SUB-BACIA DO CÓRREGO BALEARES Situação antes do início das obras
SUB-BACIA DO CÓRREGO BALEARES Valor do empreendimento: R$ 7,8 milhões
OBRAS CONCLUÍDAS Baleares Córrego tratado Área de influência: 0,43 km² População beneficiada: 3.741 habitantes
Vista parcial do Parque  OBRAS CONCLUÍDAS Baleares
Vista parcial córrego tratado OBRAS CONCLUÍDAS Baleares
BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO
<ul><li>Unidades Habitacionais: </li></ul><ul><li>Previsão de conclusão das obras: julho/10 </li></ul><ul><li>Valor previs...
<ul><li>Construção de 440 unidades habitacionais; </li></ul><ul><li>Tratamento de fundo de vale; </li></ul><ul><li>Bacia d...
BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Situação antes do início das obras
BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Situação antes do início das obras
BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Situação antes do início das obras
Conjunto Habitacional R2 BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento
Conjunto Habitacional R4 BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento
Conjunto Habitacional R5 BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento
BACIA DE CONTENÇÃO DE CHEIAS BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento Vista da ombreira esquerda da barragem com vert...
Evolução da Escavação da Ombreira Esquerda. Ombreira Esquerda – Barragem B1 Área de escavação
Proteção dos taludes e encostas BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento
Execução do vertedouro de operação BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento
CAMPO DE FUTEBOL Execução da Sede do Campo de Futebol Execução de contenções na área do campo de futebol CONTENÇÕES (Muro ...
BACIA DO CÓRREGO  ENGENHO NOGUEIRA
BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA <ul><li>Obras de infra-estrutura: </li></ul><ul><li>Início: setembro/08 </li></ul><ul><l...
BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Escopo das obras: <ul><li>Tratamento de fundo de vale; </li></ul><ul><li>Bacia de Detenç...
BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Situação antes do início das obras
BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Situação antes do início das obras
BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Situação antes do início das obras
BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Obra em andamento Vista geral da bacia de detenção
Execução de proteção dos taludes da barragem BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Obra em andamento
Vista do vertedouro de emergência BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Obra em andamento
Vista Rua Meier com Passa Quatro COMPLEXO DA RUA PASSA QUATRO Rua Passa Quatro - Galeria no interior de quarteirão  R. Pas...
Execução de Praça de Convivência VILA SUMARÉ Alameda Real – PV Esgoto  Ø 400 mm e caixa passagem BACIA DO CÓRREGO ENGENHO ...
Vista do Túnel TÚNEL BALA SOB ANEL RODOVIÁRIO Assentamento de cambotas pré-moldadas de concreto BACIA DO CÓRREGO ENGENHO N...
PROGRAMA DRENURBS Dados gerais
GESTÃO SÓCIO AMBIENTAL
Aspersão de água Preservação da vegetação Proteção de nascente <ul><ul><li>PLANO DE CONTROLE AMBIENTAL DE OBRAS - PCAO </l...
PLANO DE DESAPROPRIAÇÃO, INDENIZAÇÃO E RELOCALIZAÇÃO DE FAMÍLIAS E NEGÓCIOS - PDR Reunião Inicial com a comunidade da Vila...
PLANO DE MOBILIZAÇÃO E COMUNICAÇÃO SOCIAL Vistoria de final de obras com a Comissão Comunitária DRENURBS  Reunião p/ forma...
Elaboração Participativa do Plano Local de Educação Ambiental  Sub-bacia Nossa Sra. da Piedade Sub-bacia 1º de Maio PROGRA...
Índice de Qualidade das Águas do Córrego Baleares PLANO DE MONITORAMENTO DA  QUALIDADE DAS ÁGUAS Campanha Set/03 Abr/05 Ma...
SISTEMA DE MONITORAMENTO HIDROLÓGICO E ALERTA CONTRA INUNDAÇÕES
SISTEMA DE MONITORAMENTO E ALERTA CONTRA INUNDAÇÕES <ul><li>Acompanhamento de eventos de chuva e dos níveis d’água dos cór...
LOCALIZAÇÃO DAS ESTAÇÕES PLUVIOMÉTRICAS A IMPLANTAR
LOCALIZAÇÃO DAS ESTAÇÕES FLUVIOMÉTRICAS A IMPLANTAR
LOCALIZAÇÃO DE TODAS AS ESTAÇÕES A IMPLANTAR E EXISTENTES
EQUIPAMENTOS: SISTEMA DE MONITORAMENTO E ALERTA CONTRA INUNDAÇÕES Exemplo de uma estação telemétrica de fluviometria insta...
Ações desenvolvidas: <ul><li>Modelagem matemática do sistema de macrodrenagem; - Elaboração da Carta de Inundações; - Conc...
Cartas de inundações Elaboradas para cada uma das 9 regionais Ex: Regional Barreiro
- Fornecimento e instalação dos equipamentos;  - Calibração e início de operação das estações; - Implantação do CGE (Centr...
NÚCLEOS DE ALERTA DE CHUVAS - NAC O que são os Núcleos de Alerta de Chuvas – NAC? Os  NAC  são grupos comunitários que mor...
Informações:  +55 31 3277-8168  [email_address] http://www.pbh.gov.br OBRIGADO PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE SMUR...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Programa drenurbs prefeiturabh-ricardoaroeira

5.005 visualizações

Publicada em

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Programa drenurbs prefeiturabh-ricardoaroeiraView more presentations from Expresso das Idéias Produções.<br /><object type="application/x-shockwave-flash" data="http://static.slidesharecdn.com/swf/ssplayer2.swf?doc=programadrenurbs-prefeiturabh-ricardoaroeira-100513143701-phpapp01&stripped_title=programa-drenurbs-prefeiturabhricardoaroeira&userName=expressodasideias" width="350" height="288"><param name="movie" value="http://static.slidesharecdn.com/swf/ssplayer2.swf?doc=programadrenurbs-prefeiturabh-ricardoaroeira-100513143701-phpapp01&stripped_title=programa-drenurbs-prefeiturabhricardoaroeira&userName=expressodasideias"></param><embed src="http://static.slidesharecdn.com/swf/ssplayer2.swf?doc=programadrenurbs-prefeiturabh-ricardoaroeira-100513143701-phpapp01&stripped_title=programa-drenurbs-prefeiturabhricardoaroeira&userName=expressodasideias" width="350" height="288" type="application/x-shockwave-flash"></embed></object>
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.005
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
136
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Programa drenurbs prefeiturabh-ricardoaroeira

  1. 1. II Seminário Internacional sobre Revitalização de Rios Recuperação Ambiental de Bacias Hidrográficas: A Experiência de Belo Horizonte Prefeitura de Belo Horizonte Belo Horizonte, maio/2010
  2. 2. Município de Belo Horizonte Brasil Minas Gerais LOCALIZAÇÃO DO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE
  3. 3. ASPECTOS GERAIS DA CIDADE DE BELO HORIZONTE <ul><li>Área superficial : 330 km 2 </li></ul><ul><li>População : 2,5 milhões de habitantes </li></ul><ul><li>Região Metropolitana – RMBH: 5,4 milhões de habitantes </li></ul><ul><li>Hidrografia: bacia do Rio das Velhas </li></ul><ul><li> afluente do Rio São Francisco </li></ul><ul><li>700km de córregos, sendo: </li></ul><ul><li> </li></ul><ul><li>200km - canalizados </li></ul><ul><li> 200km - leito aberto na malha urbana </li></ul><ul><li> 300km - áreas preservação permanente </li></ul>
  4. 4. HIDROGRAFIA E RELEVO Arrudas Isidoro Velhas Onça Elevação 1505 metros 672 metros
  5. 5. REALIDADE DO SANEAMENTO EM BELO HORIZONTE <ul><ul><li>Sistema de Abastecimento Público de Água: </li></ul></ul><ul><ul><li>99,5% de atendimento </li></ul></ul><ul><ul><li>Sistema de Esgotamento Sanitário: </li></ul></ul><ul><ul><li>90% de coleta, 61% de interceptação e 45% de tratamento </li></ul></ul><ul><ul><li>Sistema de Coleta de Lixo: </li></ul></ul><ul><ul><li>95% de atendimento </li></ul></ul>
  6. 6. DIAGNÓSTICO DO SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO DE BELO HORIZONTE PMS 2008/2011 Onça Arrudas Isidoro Velhas
  7. 7. DIRETRIZES PARA A GESTÃO DO SANEAMENTO DE BELO HORIZONTE <ul><li>Definição de investimentos e prioridades; </li></ul><ul><li>Universalização; </li></ul><ul><li>Recuperação ambiental; </li></ul><ul><li>Controle social e participação popular; </li></ul><ul><li>Gestão pública e integrada. </li></ul>
  8. 8. PLANO DIRETOR DE DRENAGEM MUNICIPAL
  9. 9. PLANO DIRETOR DE DRENAGEM MUNICIPAL - PDDU Artigo 27 - indicativo para a elaboração de um Plano para a drenagem Plano Diretor Municipal - Lei nº 7.165/1996 Necessidade de se instituir um instrumento de planejamento da drenagem
  10. 10. PLANO DIRETOR DE DRENAGEM MUNICIPAL - PDDU Fatores que motivaram a sua elaboração: <ul><li>demanda ambiental pela inclusão dos cursos d’água no ambiente urbano; </li></ul><ul><li>elevado custo para as soluções convencionais; </li></ul><ul><li>crise de funcionamento do sistema convencional. </li></ul>
  11. 11. PLANO DIRETOR DE DRENAGEM MUNICIPAL - PDDU Diretrizes adotadas: <ul><li>plano multisetorial integrado; </li></ul><ul><li>conhecimento do funcionamento real do sistema; </li></ul><ul><li>não transferência de prejuízos; </li></ul><ul><li>garantia da viabilidade do serviço de drenagem urbana; </li></ul><ul><li>organização da gestão do sistema. </li></ul>
  12. 12. Prinicipais ações: - caracterização e diagnóstico das bacias hidrográficas; - cadastro de macro e microdrenagem; - avaliação estrutural de todos os canais; - implantação de SIG para a drenagem urbana. CONCLUÍDA EM 2001 1ª FASE DO PDDU
  13. 13. Principais ações: 2ª FASE DO PDDU <ul><li>modelagem matemática, hidrológica e hidráulica; </li></ul><ul><li>monitoramento da qualidade das águas; </li></ul><ul><li>sistema de monitoramento hidrológico e alerta contra inundações; </li></ul><ul><li>atualização e ampliação do SIG Drenagem; </li></ul><ul><li>proposição de novo modelo de gestão pública das águas urbanas; </li></ul><ul><li>capacitação em Drenagem. </li></ul>
  14. 14. PROGRAMA DRENURBS
  15. 15. OBJETIVO GERAL M elhoria da qualidade de vida da população de Belo Horizonte por meio da valorização do meio ambiente urbano. PROGRAMA DRENURBS PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO AMBIENTAL DE BELO HORIZONTE
  16. 16. HIDROGRAFIA URBANA - DEGRADAÇÃO DOS CÓRREGOS
  17. 17. <ul><li>Objetivos específicos do Programa: </li></ul><ul><li>despoluição dos cursos d’água; </li></ul><ul><li>redução dos riscos de inundações; </li></ul><ul><li>controle da produção de sedimentos; </li></ul><ul><li>fortalecimento institucional da Prefeitura de Belo Horizonte. </li></ul>PROGRAMA DRENURBS
  18. 18. <ul><li>Diretrizes do Programa: </li></ul><ul><li>tratamento integrado dos problemas sanitários e ambientais; </li></ul><ul><li>estocagem de águas pluviais; </li></ul><ul><li>integração dos cursos d’água na paisagem urbana; </li></ul><ul><li>técnicas alternativas de drenagem; </li></ul><ul><li>participação popular. </li></ul>PROGRAMA DRENURBS
  19. 19. Poluição por esgotos Ocupação das margens Erosão do solo QUESTÕES A SEREM ENFRENTADAS Resíduos sólidos Inundações
  20. 20. EIXOS DE EXECUÇÃO DO PROGRAMA DRENURBS <ul><li>Eixo Obras </li></ul><ul><li>Eixo Sócio-ambiental </li></ul><ul><li>Eixo Fortalecimento Institucional </li></ul>
  21. 21. Áreas de Intervenção – 05 sub-bacias 1ª Etapa
  22. 22. OBRAS DO PROGRAMA
  23. 23. SUB-BACIA DO CÓRREGO 1º DE MAIO
  24. 24. SUB-BACIA DO CÓRREGO 1º de MAIO Situação antes do início das obras
  25. 25. SUB-BACIA DO CÓRREGO 1º de MAIO Situação antes do início das obras
  26. 26. SUB-BACIA DO CÓRREGO 1º de MAIO Situação antes do início das obras
  27. 27. SUB-BACIA DO CÓRREGO 1º de MAIO Valor do empreendimento: R$ 5,8 milhões
  28. 28. OBRAS CONCLUÍDAS 1º de Maio Vista parcial do Parque Área de influência: 0,48 km² População beneficiada: 2.983 habitantes
  29. 29. Vista parcial do córrego a montante OBRAS CONCLUÍDAS 1º de Maio
  30. 30. Bacia de detenção e pista de caminhada OBRAS CONCLUÍDAS 1º de Maio
  31. 31. SUB-BACIA DO CÓRREGO N. SRA. DA PIEDADE
  32. 32. SUB-BACIA DO CÓRREGO N. SRA. DA PIEDADE Situação antes do início das obras
  33. 33. SUB-BACIA DO CÓRREGO N. SRA. DA PIEDADE Situação antes do início das obras
  34. 34. SUB-BACIA DO CÓRREGO N. SRA. DA PIEDADE Situação antes do início das obras
  35. 35. SUB-BACIA DO CÓRREGO N. SRA. DA PIEDADE Valor do empreendimento: R$ 23,0 milhões
  36. 36. OBRAS CONCLUÍDAS Nossa Sra. da Piedade Vista parcial do lago Área de influência: 0,73 km² População beneficiada: 6.713 habitantes
  37. 37. Pista de skate OBRAS CONCLUÍDAS Nossa Sra. da Piedade
  38. 38. Vista parcial do lago OBRAS CONCLUÍDAS Nossa Sra. da Piedade
  39. 39. SUB-BACIA DO CÓRREGO BALEARES
  40. 40. SUB-BACIA DO CÓRREGO BALEARES Situação antes do início das obras
  41. 41. SUB-BACIA DO CÓRREGO BALEARES Situação antes do início das obras
  42. 42. SUB-BACIA DO CÓRREGO BALEARES Situação antes do início das obras
  43. 43. SUB-BACIA DO CÓRREGO BALEARES Valor do empreendimento: R$ 7,8 milhões
  44. 44. OBRAS CONCLUÍDAS Baleares Córrego tratado Área de influência: 0,43 km² População beneficiada: 3.741 habitantes
  45. 45. Vista parcial do Parque OBRAS CONCLUÍDAS Baleares
  46. 46. Vista parcial córrego tratado OBRAS CONCLUÍDAS Baleares
  47. 47. BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO
  48. 48. <ul><li>Unidades Habitacionais: </li></ul><ul><li>Previsão de conclusão das obras: julho/10 </li></ul><ul><li>Valor previsto: R$ 31,8 milhões </li></ul>BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO <ul><li>Obras de infra-estrutura: </li></ul><ul><li>Previsão de conclusão das obras: abril/11 </li></ul><ul><li>Valor previsto obras de infra-estrutura: R$ 81,2 milhões </li></ul><ul><li>Valor previsto das desapropriações: R$ 21 milhões </li></ul>Área de influência: 11,92 km² População beneficiada: 34.210 habitantes
  49. 49. <ul><li>Construção de 440 unidades habitacionais; </li></ul><ul><li>Tratamento de fundo de vale; </li></ul><ul><li>Bacia de Detenção de Cheias; </li></ul><ul><li>Interceptores e redes coletoras de esgoto; </li></ul><ul><li>Áreas de convívio social. </li></ul>Escopo das obras BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO
  50. 50. BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Situação antes do início das obras
  51. 51. BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Situação antes do início das obras
  52. 52. BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Situação antes do início das obras
  53. 53. Conjunto Habitacional R2 BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento
  54. 54. Conjunto Habitacional R4 BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento
  55. 55. Conjunto Habitacional R5 BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento
  56. 56. BACIA DE CONTENÇÃO DE CHEIAS BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento Vista da ombreira esquerda da barragem com vertedouro de emergência
  57. 57. Evolução da Escavação da Ombreira Esquerda. Ombreira Esquerda – Barragem B1 Área de escavação
  58. 58. Proteção dos taludes e encostas BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento
  59. 59. Execução do vertedouro de operação BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento
  60. 60. CAMPO DE FUTEBOL Execução da Sede do Campo de Futebol Execução de contenções na área do campo de futebol CONTENÇÕES (Muro de arrimo) SEDE Vestiários:2 Área de Lazer com churrasqueira BACIA DO CÓRREGO BONSUCESSO Obra em andamento CAMPO Dimensões :60 X 40m
  61. 61. BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA
  62. 62. BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA <ul><li>Obras de infra-estrutura: </li></ul><ul><li>Início: setembro/08 </li></ul><ul><li>Término: fevereiro/11 </li></ul><ul><li>Valor previsto: R$ 21,8 milhões </li></ul><ul><li>Valor das desapropriações: R$ 2,8 milhões </li></ul>Área de influência: 6,0 km² População beneficiada: 19.428 habitantes
  63. 63. BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Escopo das obras: <ul><li>Tratamento de fundo de vale; </li></ul><ul><li>Bacia de Detenção de Cheias; </li></ul><ul><li>Interceptores e redes coletoras de esgoto; </li></ul><ul><li>Áreas de convívio social; </li></ul><ul><li>Implantação e melhorias no sistema viário. </li></ul>
  64. 64. BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Situação antes do início das obras
  65. 65. BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Situação antes do início das obras
  66. 66. BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Situação antes do início das obras
  67. 67. BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Obra em andamento Vista geral da bacia de detenção
  68. 68. Execução de proteção dos taludes da barragem BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Obra em andamento
  69. 69. Vista do vertedouro de emergência BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Obra em andamento
  70. 70. Vista Rua Meier com Passa Quatro COMPLEXO DA RUA PASSA QUATRO Rua Passa Quatro - Galeria no interior de quarteirão R. Passa Quatro - Rede de drenagem Ø1000 mm BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Obra em andamento
  71. 71. Execução de Praça de Convivência VILA SUMARÉ Alameda Real – PV Esgoto Ø 400 mm e caixa passagem BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Obra em andamento Pista de skate
  72. 72. Vista do Túnel TÚNEL BALA SOB ANEL RODOVIÁRIO Assentamento de cambotas pré-moldadas de concreto BACIA DO CÓRREGO ENGENHO NOGUEIRA Obra em andamento
  73. 73. PROGRAMA DRENURBS Dados gerais
  74. 74. GESTÃO SÓCIO AMBIENTAL
  75. 75. Aspersão de água Preservação da vegetação Proteção de nascente <ul><ul><li>PLANO DE CONTROLE AMBIENTAL DE OBRAS - PCAO </li></ul></ul>
  76. 76. PLANO DE DESAPROPRIAÇÃO, INDENIZAÇÃO E RELOCALIZAÇÃO DE FAMÍLIAS E NEGÓCIOS - PDR Reunião Inicial com a comunidade da Vila Sumaré (11/02/08) Selagem dos domicílios afetados no bairro Caiçara (abril/08) Cadastro socioeconômico das famílias afetadas na Vila Sumaré (fevereiro/08)
  77. 77. PLANO DE MOBILIZAÇÃO E COMUNICAÇÃO SOCIAL Vistoria de final de obras com a Comissão Comunitária DRENURBS Reunião p/ formação da Comissão Comunitária DRENURBS Reivindicação da Comissão aos engenheiros no escritório de obras sobre o espelho d’água
  78. 78. Elaboração Participativa do Plano Local de Educação Ambiental Sub-bacia Nossa Sra. da Piedade Sub-bacia 1º de Maio PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
  79. 79. Índice de Qualidade das Águas do Córrego Baleares PLANO DE MONITORAMENTO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS Campanha Set/03 Abr/05 Mar/06 Jul/07 Mai/08 IQA 27,1 (ruim) 20,5 (ruim) 15,2 (muito ruim) 20,5 (ruim) 57,7 (bom) Bom Ruim Muito Ruim Médio
  80. 80. SISTEMA DE MONITORAMENTO HIDROLÓGICO E ALERTA CONTRA INUNDAÇÕES
  81. 81. SISTEMA DE MONITORAMENTO E ALERTA CONTRA INUNDAÇÕES <ul><li>Acompanhamento de eventos de chuva e dos níveis d’água dos córregos; </li></ul><ul><li>Permitir o diagnóstico permanente do sistema de drenagem; </li></ul><ul><li>Implantação do sistema de alerta do Município; </li></ul><ul><li>Subsidiar a elaboração de projetos de macrodrenagem; </li></ul><ul><li>Indicar a necessidade de adequações em galerias existentes. </li></ul>PRINCIPAIS OBJETIVOS: VALOR DO INVESTIMENTO: R$ 4,8 milhões
  82. 82. LOCALIZAÇÃO DAS ESTAÇÕES PLUVIOMÉTRICAS A IMPLANTAR
  83. 83. LOCALIZAÇÃO DAS ESTAÇÕES FLUVIOMÉTRICAS A IMPLANTAR
  84. 84. LOCALIZAÇÃO DE TODAS AS ESTAÇÕES A IMPLANTAR E EXISTENTES
  85. 85. EQUIPAMENTOS: SISTEMA DE MONITORAMENTO E ALERTA CONTRA INUNDAÇÕES Exemplo de uma estação telemétrica de fluviometria instalada
  86. 86. Ações desenvolvidas: <ul><li>Modelagem matemática do sistema de macrodrenagem; - Elaboração da Carta de Inundações; - Concepção do sistema de monitoramento e alerta contra inundações; - Contratação do fornecimento e da instalação dos equipamentos; - Criação dos NACs (37 já constituídos). </li></ul>SISTEMA DE MONITORAMENTO E ALERTA CONTRA INUNDAÇÕES
  87. 87. Cartas de inundações Elaboradas para cada uma das 9 regionais Ex: Regional Barreiro
  88. 88. - Fornecimento e instalação dos equipamentos; - Calibração e início de operação das estações; - Implantação do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências); - Treinamento da equipe da PBH; - Manutenção do Sistema. Próximas etapas: SISTEMA DE MONITORAMENTO E ALERTA CONTRA INUNDAÇÕES
  89. 89. NÚCLEOS DE ALERTA DE CHUVAS - NAC O que são os Núcleos de Alerta de Chuvas – NAC? Os NAC são grupos comunitários que moram ou trabalham nas áreas inundáveis e que atuarão como agentes no alerta para os outros moradores. Contribuir para proteger vidas Contribuir para minimizar os danos causados para a população situada nas áreas inundáveis da cidade. Principal função:
  90. 90. Informações: +55 31 3277-8168 [email_address] http://www.pbh.gov.br OBRIGADO PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE SMURBE - Secretaria Municipal de Políticas Urbanas NEPE-SAN - Núcleo de Execução de Projetos Especiais de Saneamento UEP - Unidade de Execução do Programa DRENURBS

×