SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 46
MODELO
TEXTO ÁUREO
“...E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida;
porque toda a carne havia corrompido o seu
caminho sobre a terra...” (Gênesis 6:12)
LEITURA DIÁRIA
• SEG......................................... Ez 23:27,28
A Corrupção envergonha.
• TER......................................... Mq 2:10
A Corrupção traz destruição.
• QUA........................................ 2 Pd 1:4
Escapando da corrupção.
• QUI.......................................... 2 Pd 2:12
Perecendo na corrupção.
• SEX......................................... 2 Pd 2:19
Servos da corrupção.
• SAB......................................... Tg 1:27
Religião pura e imaculada
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Romanos 1:20,21, 25-27,32
• 20 - Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do
mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se
entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão
criadas, para que eles fiquem inescusáveis;
• 21 - Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram
como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se
desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
• 25 - Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e
honraram e serviram mais a criatura do que o Criador,
que é bendito eternamente. Amém.
• 26 - Por isso Deus os abandonou às paixões infames.
Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no
contrário à natureza.
• 27 - E, semelhantemente, também os homens, deixando
o uso natural da mulher, se inflamaram em sua
sensualidade uns para com os outros, homens com
homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos
a recompensa que convinha ao seu erro.
• 32 - Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são
dignos de morte os que tais coisas praticam), não
somente as fazem, mas também consentem aos que as
fazem.
SINTETIZANDO
• O desejo da humanidade em desobedecer a Deus não
tem desculpas, pois todos sabem o que é certo e errado.
• Deus através da natureza fala constantemente,
mostrando quem Ele é e apresentando-se como Pai,
mas os homens não o amam nem o obedecem.
INTRODUÇÃO
• Atualmente temos muita informação sobre os mais
diversos tipos de corrupção, desvio de dinheiro público,
compra de voto, consumo de drogas, prostituição,
roubos, assassinatos.
• Isso tudo porque a humanidade decidiu viver sem Deus.
I – Os Homens Sabem a Verdade
1- A grande verdade.
2- A grande pregação.
3- Sem desculpa
• A coisa mais extraordinária, para um ser humano é
conhecer a Deus.
• O Deus Todo-Poderoso, harmonioso, inteligente,
detalhista, que criou tudo dentro da mais esplêndida
beleza e ordem.
1 – A grande verdade.
"A Verdade vos Libertará" (João 8:32)
• O conceito da "verdade" vem desafiando a humanidade
por milhares de anos. Filósofos da antiga Grécia
debatiam a natureza da verdade. Eles discutiam se ela
era real e absoluta, ou relativa e ilusória. Suas dúvidas
podem ter sido refletidas numa questão de Pilatos: "Que
é a verdade?" (João 18:38).
• Hoje, a mesma pergunta surge continuamente em várias
situações. É de vital importância que achamos a
resposta para esta pergunta na área de religião.
• Para ajudar-nos a responder a estas questões, vamos
focalizar nossa atenção em um versículo do
ensinamento de Jesus. Em João 8:32, ele disse: "E
conhecereis a verdade e a verdade vos
libertará ." Considere as implicações desta afirmação.
"A Verdade"
• Os humanos podem andar em dúvida e incerteza,
“...Jesus é inequívoco...” Ele fala sobre a verdade como
algo exato e objetivo. Em outra parte ele nos fala que a
verdade é a palavra de Deus revelada.
• Quando ele falou com seu Pai (João 17:17), ele
disse: "tua palavra é a verdade". Quando Jesus falou
sobre a verdade, ele não estava falando sobre uma
vaga abstração resultante de um intenso pensamento
humano. Ele não definiu a verdade em termos
subjetivos como uma coisa qualquer que as pessoas
escolheriam acreditar.
• Jesus definiu a verdade como um fato revelado e eterno!
A palavra de Deus é verdadeira independentemente
do fato de eu concordar com isso, de eu aceitar e
obedecer, ou rejeitar e contestar.
"Conhecereis . . ."
• Jesus não mostra a "verdade" como um objetivo ilusório
e inatingível. Ele diz: "Conhecereis a verdade". Jesus
plenamente ensinou que podemos e devemos conhecer
a verdade. Podemos conhecer a verdade hoje do
mesmo jeito que o povo de Beréia o fez no primeiro
século: Eles procuraram por ela nas Escrituras (veja
Atos 17:11). Podemos distinguir o certo do errado. Paulo
instruiu os Tessalonicenses: "Julgai todas as cousas,
retende o que é bom; abstende-vos de toda forma de
mal" (1 Tessalonicenses 5:21-22). Ainda hoje é verdade
que a "lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e
luz para os meus caminhos" (Salmo 119:105).
• Isto pode nos fazer pensar, talvez até um ponto de
medo, sobre a responsabilidade dada por Deus de
conhecermos a verdade. Para prevenir que sejamos
esmagados por esta provocante passagem, não
devemos perder esta grande promessa anexada neste
trecho. Jesus acrescentou: "A verdade vos libertará".
• Paulo nos lembrou deste benefício do evangelho em
Romanos 1:16 ". . .é o poder de Deus para a
salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e
também do grego". Deus escolheu o uso de sua
palavra, que é a verdadeira mensagem da Bíblia, para
salvar-nos de nossos pecados (dos pecados).
• O Senhor em seu grande amor, por intermédio da natureza
tem se revelado aos homens.
• Que grande pregação! Por meio da natureza, podemos, saber
quem é Deus (Sl 8:3,4)
2 – Grande pregação.
2 Coríntios 1:23.
• No versículo que precede nosso texto, Paulo escreve:
“os judeus pedem sinais.”
• Diziam: “Moisés fez milagres; se vemos que se
fazem milagres, então creremos,” esquecendo que
todos os milagres que Moisés fez foram totalmente
obscurecidos pelos milagres feitos por Jesus no homem,
quando esteve aqui na terra.
• Logo, houve certos mestres judaizantes que, para
ganhar os judeus, pregavam a circuncisão,
exaltavam a Páscoa e procuravam demonstrar que o
judaísmo podia existir lado a lado do cristianismo, e
que os antigos ritos ainda podiam ser praticados pelos
seguidores de Cristo.
• Então, Paulo, ‘que a todos os homens foi feito de tudo,
para que de todos os modos salvasse alguns,’ tomou
uma determinação, e disse, com efeito:
• “Independentemente do que os outros façam, nós
pregamos a Cristo crucificado; e não nos atreveríamos a
alterar, nem poderíamos alterar, nem alteraríamos o
grandioso tema de nossa pregação, ‘Jesus Cristo, e a
este crucificado’.”
• Paulo ainda enfoca que os homens “são inescusáveis”
diante da glória da revelação divina pela natureza.
• Eles nunca poderão dizer que não tiveram oportunidade
de se relacionar com Deus.
3 – Sem desculpas.
• TODO MUNDO GOSTA DE IR A FESTAS.
• Mas este texto da Palavra de Deus conta de uma festa
que as pessoas não quiseram ir e por isso deixaram
suas desculpas.
• O anfitrião da comemoração não gostou nem aceitou as
desculpas e mandou convidar outras pessoas.
• Na vida espiritual, muitas pessoas apresentam suas
desculpas para não orar, ler a Bíblia, ir à Escola
Dominical, entregar o Dízimo ou trabalhar na Igreja.
• O próprio Senhor Jesus também enfrentou isso e nos
ensinou que aqueles que não vão às suas festas
espirituais estão perdendo e outros
1ª DESCULPA:
• TEMPO: v.18 “comprei um campo e preciso ir vê-lo”
A primeira desculpa que sempre ouvimos é que ‘não
tenho tempo’. Esta desculpa é relativa porque, afinal
todos têm o mesmo tempo de 24h todos os dias.
• O homem que comprou o campo disse que precisava ir
ver sua compra.
• Esta desculpa está relacionada ao tempo, porque ele
não quis deixar para ver o campo mais tarde.
• Podemos questionar: Como comprou o campo sem ter
visto primeiro? E se já comprou, o campo não ia sair do
lugar, porque não pode esperar para ver depois? A festa
é de noite e não dá pra ver campo bem à noite.
2ª DESCULPA:
• TRABALHO: v.19 “comprei cinco juntas de bois e
vou experimentá-las”
• Esta desculpa também está relacionada a questões
financeiras e materiais, como por exemplo, ‘Estou
trabalhando muito’.
• Cada junta de bois é composta de bois do mesmo
tamanho e força, então foram dez bois que foram
comprados. Para testar tantos bois não era algo tão
simples que pudesse ser feito durante o tempo de uma
festa.
• A pessoa que comprou estas juntas de bois poderia
experimentá-las em outro momento que não coincidisse
com a hora da festa.
3ª DESCULPA:
• FAMÍLIA: v.20 “casei-me e por isso não posso ir”
• A terceira desculpa mais usada é com relação a
questões familiares. Problemas de relacionamento
com pessoas da família muitas vezes se tornam
empecilhos para buscar a Deus.
• O homem que disse que havia se casado, poderia levar
junto a sua esposa. Mesmo que estivesse em ‘lua de
mel’.
• Muitas pessoas colocam a culpa de sua vida
espiritual em seus cônjuges, como Adão que colocou
a culpa em Eva e esta culpou a serpente (Gênesis 3.1-
8). Também muitos jovens colocam a culpa em seus
pais (Mateus 8.21). Isso não adianta nada porque
cada um é responsável pela própria salvação diante
de Deus.
II – Os Homens Desprezam a Verdade
1- Não glorificam a Deus.
2- Discursos “desvanecidos”.
3- Mentes fechadas.
• Pela natureza, os homens podem perceber a existência
de um Ser Supremo mas mesmo assim se fazem de
desentendidos. Mas a igreja, O ADORA.
1 - Não glorificam a Deus.
• Os homens se fazem de desentendidos e a cada vez mais
estão longe de Deus mergulhado no pecado , Esta é a causa
que mais evidencia o estado de corrupção humana: a recusa
do homem em glorificar a DEUS. Se toda a criação glorifica ao
Senhor, por que o homem é o único que se recusa? (SI 148.7-
13).
• O homem sem DEUS exalta e cultua o seu próprio eu. Ele só
pensa em si e tudo faz por atender às suas próprias
concupiscências. O egoísmo humano é sinônimo de rebeldia;
é uma atitude semelhante à de Satanás (Ez 28.2,15-18).
Consideremos também isto: geralmente todo pecado procede
do egoísmo (meu bem-estar, minha reputação, o que eu
quero, meu direito, meu poder...).
• O desprezo pela revelação de Deus faz nascer
discursos ímpios, teorias perversas, filosofias tolas, sem
valor e sem vida, baseadas no próprio homem.
2 – Discursos “desvanecidos”.
SIGNIFICADO DE DESVANECIDO:
• 1. Extinto, desfeito;
• 2. Desbotado;
• 3. Orgulhoso, vaidoso;
• Teorias e discursos orgulhosos os homens fazem de
si quando desprezam a revelação de Deus que
claramente pode ser vista pelas obras da sua
criação essas teorias e discursos vazios, sem base
bíblica, sem a devida interpretação textual.
• Excesso de espiritualidade, introduzem ideologias
de dons em suas mentes carnais.
• “...E sua mente vazia está coberta de escuridão...” (Rm
1:21- NTLH).
• Sem dúvida, a corrupção do gênero humano influenciou
decisivamente na formação moral das pessoas.
• Ou seja, a inclinação carnal, decorrente da Queda.
3 – Mentes fechadas.
• O homem se encontra com a sua mente fechada , O
quadro funesto e aterrorizador em que se encontra o
homem é descrito com precisão pelo Apostolo Paulo em
(Rm 1.18-32).
• A violência e a depravação moral estão no mundo desde
que o homem rejeitou o seu Criador, entregando-se ao
orgulho, altivez, arrogância, egoísmo, rebeldia, etc.
• Só a graça de DEUS pode redimir o homem caído (Tt
2.11,12).
III – O Preço da Corrupção
1- Entregues à própria sorte.
2- Autopunição.
3- Mentes fechadas.
• Em Romanos 1:24, está escrito que “Deus os entregou
ás concupiscências do seu coração, à imundícia”.
• No verso 26 está escrito que ”Deus os abandonou às
paixões infames”.
• No verso 28 está escrito que “Deus os entregou a um
sentimento perverso”
1 – Entregues à própria sorte.
ENTREGUES A PRÓPRIA SORTE (RM 1.24)
• A Expressão “TAMBÉM DEUS OS ENTREGOU”.
• Indica Um sinal evidente de DEUS ter abandonado
qualquer sociedade ou povo é que tais pessoas tornam-
se obcecadas pela imoralidade e perversão sexuais.
(1) A expressão: "também DEUS os entregou" à
imundícia significa que DEUS abandonou essas
pessoas às concupiscências mais baixas.
• A palavra "concupiscência" (gr. epithumia) neste
versículo, denota uma paixão desenfreada por
prazeres sexuais proibidos (cf. 2 Co 12.21; Gl 5.19;
Ef 5.3).
(2) AS TRÊS ETAPAS DO ABANDONO POR DEUS, À
IMPUREZA SÃO:
• (a) Ele entrega as pessoas aos prazeres sexuais
pecaminosos que degradam o corpo (v. 24);
• (b) Ele as entrega a paixões homossexuais ou
lésbicas, vergonhosas (vv. 26,27); a seguir:
• (c) Ele as entrega a um sentimento perverso, i.e., sua
mente justifica as suas ações iníquas e pensam
continuamente no mal e nos prazeres dos pecados
sexuais (v. 28).
• Essas três etapas ocorrem entre todos que rejeitam a
verdade da revelação divina e que buscam o prazer na
iniqüidade (v.18; ver v.27).
• Esse abandono da parte de Deus, trouxe (e traz)
conseqüências terríveis para a humanidade.
• Em Romanos 1:24,26 e 28, Paulo escreveu sobre a
autopunição imposta ao homem pela desobediência a
desonra do próprio corpo.
• Como exemplo disso, mencionou o homossexualismo,
não porque seja mais perverso que outras condutas
sexuais inapropriadas, mas por se tratar de uma
inversão das práticas e dos sentimentos naturais.
2 – Autopunição.
DEUS tem dois propósitos ao abandonar os iníquos
ao pecado:
• (a) permitir que o pecado e suas consequências se
acelerem como parte do seu juízo sobre eles (2.2); e
• (b) levá-los a reconhecer sua necessidade da salvação
(2.4).
• 1.25 MENTIRA. A "mentira", aqui, é a mensagem de
Satanás, o pai da mentira (Jo 8.44): "sereis como
DEUS" (Gn 3.5).
• (1) Crer na mentira é rejeitar "a verdade de DEUS" e
tomar parte na idolatria (Gn 3.5; Cl 3.5; 2 Ts 2.11).
• (2) A Bíblia adverte constantemente contra o orgulho
devido à tendência do ser humano de crer na mentira
e adorar a si mesmo.
• "Visto como se eleva o teu coração, e dizes: Eu sou
DEUS" (Ez 28.2; cf. Pv 6.17; 8.13; 16.18; 1 Tm 3.6; Tg
4.6; 1 Jo 2.16).
• Romanos 1. 24, 26, 28, Deus os entregou.
• Atos 7:42 onde, devido às tendências idolátricas dos
israelitas, "Deus (...) os entregou ao culto da milícia
celestial."
• Os perdidos, diz ele, "gozam para sempre da horrível
liberdade que se pediram, e portanto estão
escravizados por si mesmos".
IV – O Humanismo
1- Definição.
2- Perigo.
3- O Humanismo em nossos dias – o fundo do poço.
• Humanismo é a filosofia moral que coloca os humanos
como principais, numa escala de importância. É uma
perspectiva comum a uma grande variedade de
posturas éticas que atribuem a maior importância à
dignidade, aspirações e capacidades humanas,
particularmente a racionalidade.
1 - Definição.
• Eles recusa explicações transcendentais e preferindo o
racionalismo. São ateus, agnósticos.
• O humanismo renascentista propõe o antropocentrismo.
• O antropocentrismo era a ideia de "o homem ser o
centro do pensamento filosófico".
• Seu surgimento
• No século XV, o termo italiano "umanista" (humanista)
designava originalmente os professores de gramática e
retórica, do mesmo modo em que os termos "jurista" e
"artista" designavam aqueles que ensinavam artes e
leis.
• As humanidades abarcavam as disciplinas que
promoviam o desenvolvimento de uma condição
plenamente humana.
• Com a queda de Constantinopla em 1453 e o
desaparecimento do Império Romano do Oriente, deu-
se a emigração de eruditos que introduziram a cultura
grega no Ocidente. Esta circunstância resultou no que,
muito tempo depois, se denominou humanismo
renascentista.
• O Humanismo é um sistema filosófico que valoriza o Homem
e desprezam os princípios bíblicos estabelecido por Deus,
tornam os homens arrogantes e auto suficiente descartando a
necessidade da dependência de Deus.
• De qualquer forma, o que caracteriza um humanista secular é
a adesão ao ponto de vista filosófico conhecido como
materialismo ou naturalismo.
• As principais teses deles é ante bíblico e uma afronta aos
princípios estabelecido por Deus
2 – O Perigo.
AS TESES DO HUMANISMO SECULAR
1. Deus não existe. Somente existe o universo material
que, de uma ou outra forma, é eterno, não criado, já
que não há tal Criador. A realidade final é a matéria e
a energia.
2. O universo é um sistema fechado. No qual tudo ocorre
segundo determinadas leis naturais.
• Isto exclui a possibilidade de influências externas, como
o são os milagres.
• Tudo quanto pode ocorrer é o resultado da operação
de princípios próprios do universo material.
• O Humanismo é um sistema filosófico que valoriza o
Homem e desprezam os princípios bíblicos estabelecido
por Deus, tornam os homens arrogantes e auto
suficiente descartando a necessidade da dependência
de Deus.
• De qualquer forma, o que caracteriza um humanista
secular é a adesão ao ponto de vista filosófico
conhecido como materialismo ou naturalismo. As
principais teses deles é ante bíblico e uma afronta aos
princípios estabelecido por Deus
3 – O Humanismo em nossos dias – O fundo do poço.
PRESERVAÇÃO.
DEUS, pelo seu poder, preserva o mundo que Ele
criou.
• A confissão de Davi fica clara: “A tua justiça é como as
grandes montanhas; os teus juízos são um grande
abismo; SENHOR, tu conservas os homens e os
animais” (Sl 36.6).
• O poder preservador de DEUS manifesta-se através do
seu filho JESUS CRISTO, conforme Paulo declara em
Cl 1.17: CRISTO “é antes de todas as coisas, e todas as
coisas subsistem por Ele”.
• Pelo poder de CRISTO, até mesmo as minúsculas
partículas de vida mantêm-se coesas.
PROVISÃO.
• DEUS não somente preserva o mundo que Ele criou,
como também provê as necessidades das suas
criaturas.
• Quando DEUS criou o mundo, criou também as
estações (1.14) e proveu alimento aos seres humanos e
aos animais (1.29,30).
• Depois de o Dilúvio destruir a terra, DEUS renovou a
promessa da provisão, com estas palavras: “Enquanto a
terra durar, sementeira e sega, e frio e calor, e verão e
inverno, e dia e noite não cessarão” (8.22).
GOVERNO.
• DEUS, além de preservar sua criação e prover-lhe o
necessário, também governa o mundo.
• DEUS, como Soberano que é, dirige, os eventos da
história, que acontecem segundo sua vontade
permissiva e seu cuidado.
• Em certas ocasiões, Ele intervém diretamente segundo
o seu propósito redentor.
• Mesmo assim, até DEUS consumar a história, Ele tem
limitado seu poder e governo supremo neste mundo.
• As Escrituras declaram que Satanás é “o DEUS deste
século” [mundo] (2Co 4.4) e exerce acentuado controle
sobre a presente era maligna (ver 1Jo 5.19; Lc 13.16; Gl
1.4; Ef 6.12; Hb 2.14).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais as pessoas, menos as coisas
Mais as pessoas, menos as coisasMais as pessoas, menos as coisas
Mais as pessoas, menos as coisasRogerio Sena
 
Lição 9 - A bondade divina e a regra de ouro
Lição 9 - A bondade divina e a regra de ouroLição 9 - A bondade divina e a regra de ouro
Lição 9 - A bondade divina e a regra de ouroErberson Pinheiro
 
14 jo cap 15 ao 28
14   jo cap 15 ao 2814   jo cap 15 ao 28
14 jo cap 15 ao 28PIB Penha
 
O Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul WasherO Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul WasherPortal Cristão
 
A natureza humana de cristo
A natureza humana de cristoA natureza humana de cristo
A natureza humana de cristoMonteiro07
 
Igreja nossa senhora do rosário
Igreja nossa senhora do rosárioIgreja nossa senhora do rosário
Igreja nossa senhora do rosárioJair Bernardo
 
Lição 15 rebelião do anticristo
Lição 15   rebelião do anticristoLição 15   rebelião do anticristo
Lição 15 rebelião do anticristoSandro Araújo
 
A regeneração (j. c. ryle)
A regeneração (j. c. ryle)A regeneração (j. c. ryle)
A regeneração (j. c. ryle)Deusdete Soares
 
Lição_622016_Descanso em Cristo_GGR
Lição_622016_Descanso em Cristo_GGRLição_622016_Descanso em Cristo_GGR
Lição_622016_Descanso em Cristo_GGRGerson G. Ramos
 
O cristão e o naturismo gospel
O cristão e o naturismo gospelO cristão e o naturismo gospel
O cristão e o naturismo gospelJuraci Rocha
 
Lição_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
Lição_132016_A restauração de todas as coisas_GGRLição_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
Lição_132016_A restauração de todas as coisas_GGRGerson G. Ramos
 
A historia do amor de deus
A historia do amor de deusA historia do amor de deus
A historia do amor de deusMarcia Willemann
 

Mais procurados (20)

Licao16
Licao16Licao16
Licao16
 
licao16.pps
licao16.ppslicao16.pps
licao16.pps
 
Mais as pessoas, menos as coisas
Mais as pessoas, menos as coisasMais as pessoas, menos as coisas
Mais as pessoas, menos as coisas
 
Lição 9 - A bondade divina e a regra de ouro
Lição 9 - A bondade divina e a regra de ouroLição 9 - A bondade divina e a regra de ouro
Lição 9 - A bondade divina e a regra de ouro
 
14 jo cap 15 ao 28
14   jo cap 15 ao 2814   jo cap 15 ao 28
14 jo cap 15 ao 28
 
O Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul WasherO Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
 
A visão (1973) david wilkerson
A visão (1973)   david wilkersonA visão (1973)   david wilkerson
A visão (1973) david wilkerson
 
A natureza humana de cristo
A natureza humana de cristoA natureza humana de cristo
A natureza humana de cristo
 
Igreja nossa senhora do rosário
Igreja nossa senhora do rosárioIgreja nossa senhora do rosário
Igreja nossa senhora do rosário
 
Livro o ultimo_dia_-_com_fotos
Livro o ultimo_dia_-_com_fotosLivro o ultimo_dia_-_com_fotos
Livro o ultimo_dia_-_com_fotos
 
A grande tribulação
A grande tribulaçãoA grande tribulação
A grande tribulação
 
Lição 15 rebelião do anticristo
Lição 15   rebelião do anticristoLição 15   rebelião do anticristo
Lição 15 rebelião do anticristo
 
Vivendo Acima da Mediocridade
Vivendo Acima da MediocridadeVivendo Acima da Mediocridade
Vivendo Acima da Mediocridade
 
A regeneração (j. c. ryle)
A regeneração (j. c. ryle)A regeneração (j. c. ryle)
A regeneração (j. c. ryle)
 
Lição_622016_Descanso em Cristo_GGR
Lição_622016_Descanso em Cristo_GGRLição_622016_Descanso em Cristo_GGR
Lição_622016_Descanso em Cristo_GGR
 
O cristão e o naturismo gospel
O cristão e o naturismo gospelO cristão e o naturismo gospel
O cristão e o naturismo gospel
 
Descoberta final
Descoberta finalDescoberta final
Descoberta final
 
Lição_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
Lição_132016_A restauração de todas as coisas_GGRLição_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
Lição_132016_A restauração de todas as coisas_GGR
 
A historia do amor de deus
A historia do amor de deusA historia do amor de deus
A historia do amor de deus
 
BOLETIM Nº 76
BOLETIM Nº 76BOLETIM Nº 76
BOLETIM Nº 76
 

Destaque

Gerados pela palavra da verdade
Gerados pela palavra da verdadeGerados pela palavra da verdade
Gerados pela palavra da verdadeMoisés Sampaio
 
GERADOS PELA PALAVRA DA VERDADE - LIÇÃO 4 - 3°TRI.2014
GERADOS PELA PALAVRA DA VERDADE - LIÇÃO 4 - 3°TRI.2014 GERADOS PELA PALAVRA DA VERDADE - LIÇÃO 4 - 3°TRI.2014
GERADOS PELA PALAVRA DA VERDADE - LIÇÃO 4 - 3°TRI.2014 Pr. Andre Luiz
 
Gerados Pela Palavra da Verdade
Gerados Pela Palavra da VerdadeGerados Pela Palavra da Verdade
Gerados Pela Palavra da VerdadeAdenísio dos Reis
 
A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoasA verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoasAdenísio dos Reis
 
Exercícios sobre classes de palavras: O verbo, tempo, modo, forma e voz
Exercícios sobre classes de palavras: O verbo, tempo, modo, forma e vozExercícios sobre classes de palavras: O verbo, tempo, modo, forma e voz
Exercícios sobre classes de palavras: O verbo, tempo, modo, forma e vozma.no.el.ne.ves
 
O cuidado ao falar e a religião pura
O cuidado ao falar e a religião puraO cuidado ao falar e a religião pura
O cuidado ao falar e a religião puraMoisés Sampaio
 
O Cuidado ao Falar e a Religião Pura
O Cuidado ao Falar  e a Religião PuraO Cuidado ao Falar  e a Religião Pura
O Cuidado ao Falar e a Religião PuraAdenísio dos Reis
 
O Que é Um Ateu
O Que é Um AteuO Que é Um Ateu
O Que é Um Ateuguest9d8b1e
 
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidosLBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidosNatalino das Neves Neves
 
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardoApresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardoProf. Robson Santos
 
Lição 12 - Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina
Lição 12 - Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei DivinaLição 12 - Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina
Lição 12 - Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei DivinaErberson Pinheiro
 
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOS
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOSLição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOS
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOSErberson Pinheiro
 

Destaque (19)

Aviso
AvisoAviso
Aviso
 
Gerados pela palavra da verdade
Gerados pela palavra da verdadeGerados pela palavra da verdade
Gerados pela palavra da verdade
 
GERADOS PELA PALAVRA DA VERDADE - LIÇÃO 4 - 3°TRI.2014
GERADOS PELA PALAVRA DA VERDADE - LIÇÃO 4 - 3°TRI.2014 GERADOS PELA PALAVRA DA VERDADE - LIÇÃO 4 - 3°TRI.2014
GERADOS PELA PALAVRA DA VERDADE - LIÇÃO 4 - 3°TRI.2014
 
Gerados Pela Palavra da Verdade
Gerados Pela Palavra da VerdadeGerados Pela Palavra da Verdade
Gerados Pela Palavra da Verdade
 
O cuidado com a língua
O cuidado com a línguaO cuidado com a língua
O cuidado com a língua
 
A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoasA verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
 
Exercícios sobre classes de palavras: O verbo, tempo, modo, forma e voz
Exercícios sobre classes de palavras: O verbo, tempo, modo, forma e vozExercícios sobre classes de palavras: O verbo, tempo, modo, forma e voz
Exercícios sobre classes de palavras: O verbo, tempo, modo, forma e voz
 
O ateísmo
O ateísmoO ateísmo
O ateísmo
 
O cuidado ao falar e a religião pura
O cuidado ao falar e a religião puraO cuidado ao falar e a religião pura
O cuidado ao falar e a religião pura
 
O Cuidado ao Falar e a Religião Pura
O Cuidado ao Falar  e a Religião PuraO Cuidado ao Falar  e a Religião Pura
O Cuidado ao Falar e a Religião Pura
 
Lição 7 juvenis 3º trim 2016
Lição 7 juvenis 3º trim 2016Lição 7 juvenis 3º trim 2016
Lição 7 juvenis 3º trim 2016
 
O Que é Um Ateu
O Que é Um AteuO Que é Um Ateu
O Que é Um Ateu
 
Ateísmo y agnosticismo
Ateísmo y agnosticismoAteísmo y agnosticismo
Ateísmo y agnosticismo
 
Lição 11 EBD JUVENIS
Lição 11 EBD JUVENIS Lição 11 EBD JUVENIS
Lição 11 EBD JUVENIS
 
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidosLBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
LBJ Lição 12 - A igreja e a salvação dos perdidos
 
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardoApresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
Apresentação seminário de ebd. robson santos & roney ricardo
 
Lição 12 - Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina
Lição 12 - Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei DivinaLição 12 - Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina
Lição 12 - Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina
 
LIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINA
LIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINALIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINA
LIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINA
 
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOS
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOSLição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOS
Lição 12 - A IGREJA E A SALVAÇÃO DOS PERDIDOS
 

Semelhante a Juvenis lição 04 - 3° trimestre 2015

80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz
80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz
80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queirozLeandro Morais Almeida
 
80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz
80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz
80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queirozadalbertovha
 
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibamSermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibamRev. Giovanni Guimarães
 
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOSNatalino das Neves Neves
 
A doutrina da absoluta inabilidade humana john mac arthur
A doutrina da absoluta inabilidade humana   john mac arthurA doutrina da absoluta inabilidade humana   john mac arthur
A doutrina da absoluta inabilidade humana john mac arthurDeusdete Soares
 
Curso Evangelismo Bíblico
Curso Evangelismo BíblicoCurso Evangelismo Bíblico
Curso Evangelismo BíblicoPés Descalços
 
A Noite vem quando ninguém pode trabalhar.pdf
A Noite vem quando ninguém pode trabalhar.pdfA Noite vem quando ninguém pode trabalhar.pdf
A Noite vem quando ninguém pode trabalhar.pdfPastor Robson Colaço
 
Lição 02 - Todos Pecaram.pptx
Lição 02 - Todos Pecaram.pptxLição 02 - Todos Pecaram.pptx
Lição 02 - Todos Pecaram.pptxJoel Silva
 
-licoes-para-estudos-em-casas-igreja-em-celulas
-licoes-para-estudos-em-casas-igreja-em-celulas-licoes-para-estudos-em-casas-igreja-em-celulas
-licoes-para-estudos-em-casas-igreja-em-celulasLuiz Augusto
 
Eu tenho um chamado 160912
Eu tenho um chamado 160912Eu tenho um chamado 160912
Eu tenho um chamado 160912thaquino
 
LIÇÃO 04 - ESTEJA ALERTA E VIGILANTE, JESUS VOLTARÁ
LIÇÃO 04 - ESTEJA ALERTA E VIGILANTE, JESUS VOLTARÁLIÇÃO 04 - ESTEJA ALERTA E VIGILANTE, JESUS VOLTARÁ
LIÇÃO 04 - ESTEJA ALERTA E VIGILANTE, JESUS VOLTARÁLourinaldo Serafim
 
Mordomia umfundamentobiblico
Mordomia umfundamentobiblicoMordomia umfundamentobiblico
Mordomia umfundamentobiblicoJonas Oliveira
 
Jovens-Lição 4: Diga não ao ritmo de vida deste mundo
Jovens-Lição 4: Diga não ao ritmo de vida deste mundoJovens-Lição 4: Diga não ao ritmo de vida deste mundo
Jovens-Lição 4: Diga não ao ritmo de vida deste mundoFrancisco Barbosa
 

Semelhante a Juvenis lição 04 - 3° trimestre 2015 (20)

80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz
80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz
80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz
 
Incomparável
IncomparávelIncomparável
Incomparável
 
80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz
80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz
80625 estudos-para-celulas-sergio-luiz-queiroz
 
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibamSermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
 
A Decisão
A DecisãoA Decisão
A Decisão
 
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
2016 3 TRI LIÇÃO 8 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS RELIGIOSOS
 
A doutrina da absoluta inabilidade humana john mac arthur
A doutrina da absoluta inabilidade humana   john mac arthurA doutrina da absoluta inabilidade humana   john mac arthur
A doutrina da absoluta inabilidade humana john mac arthur
 
Curso Evangelismo Bíblico
Curso Evangelismo BíblicoCurso Evangelismo Bíblico
Curso Evangelismo Bíblico
 
A Noite vem quando ninguém pode trabalhar.pdf
A Noite vem quando ninguém pode trabalhar.pdfA Noite vem quando ninguém pode trabalhar.pdf
A Noite vem quando ninguém pode trabalhar.pdf
 
Profecia e interpretacao
Profecia e interpretacaoProfecia e interpretacao
Profecia e interpretacao
 
Colhemos que plantamos
Colhemos que plantamosColhemos que plantamos
Colhemos que plantamos
 
Boletim IPC LIMEIRA 160717
Boletim IPC LIMEIRA 160717Boletim IPC LIMEIRA 160717
Boletim IPC LIMEIRA 160717
 
Heterodoxo Inveterado
Heterodoxo InveteradoHeterodoxo Inveterado
Heterodoxo Inveterado
 
Lição 02 - Todos Pecaram.pptx
Lição 02 - Todos Pecaram.pptxLição 02 - Todos Pecaram.pptx
Lição 02 - Todos Pecaram.pptx
 
-licoes-para-estudos-em-casas-igreja-em-celulas
-licoes-para-estudos-em-casas-igreja-em-celulas-licoes-para-estudos-em-casas-igreja-em-celulas
-licoes-para-estudos-em-casas-igreja-em-celulas
 
Eu tenho um chamado 160912
Eu tenho um chamado 160912Eu tenho um chamado 160912
Eu tenho um chamado 160912
 
LIÇÃO 04 - ESTEJA ALERTA E VIGILANTE, JESUS VOLTARÁ
LIÇÃO 04 - ESTEJA ALERTA E VIGILANTE, JESUS VOLTARÁLIÇÃO 04 - ESTEJA ALERTA E VIGILANTE, JESUS VOLTARÁ
LIÇÃO 04 - ESTEJA ALERTA E VIGILANTE, JESUS VOLTARÁ
 
Mordomia umfundamentobiblico
Mordomia umfundamentobiblicoMordomia umfundamentobiblico
Mordomia umfundamentobiblico
 
Jovens-Lição 4: Diga não ao ritmo de vida deste mundo
Jovens-Lição 4: Diga não ao ritmo de vida deste mundoJovens-Lição 4: Diga não ao ritmo de vida deste mundo
Jovens-Lição 4: Diga não ao ritmo de vida deste mundo
 
Separacao
SeparacaoSeparacao
Separacao
 

Mais de Joel Oliveira

4º trimestre 2015 juvenis lição 02
4º trimestre 2015 juvenis lição 024º trimestre 2015 juvenis lição 02
4º trimestre 2015 juvenis lição 02Joel Oliveira
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 13
3º trimestre 2015 juvenis lição 133º trimestre 2015 juvenis lição 13
3º trimestre 2015 juvenis lição 13Joel Oliveira
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 12
3º trimestre 2015 juvenis lição 123º trimestre 2015 juvenis lição 12
3º trimestre 2015 juvenis lição 12Joel Oliveira
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 11
3º trimestre 2015 juvenis lição 113º trimestre 2015 juvenis lição 11
3º trimestre 2015 juvenis lição 11Joel Oliveira
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 10
3º trimestre 2015 juvenis lição 103º trimestre 2015 juvenis lição 10
3º trimestre 2015 juvenis lição 10Joel Oliveira
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 09
3º trimestre 2015 juvenis   lição 093º trimestre 2015 juvenis   lição 09
3º trimestre 2015 juvenis lição 09Joel Oliveira
 
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015Joel Oliveira
 
Juvenis lição 07 - 3º trimestre 2015
Juvenis   lição 07 - 3º trimestre 2015Juvenis   lição 07 - 3º trimestre 2015
Juvenis lição 07 - 3º trimestre 2015Joel Oliveira
 
Juvenis lição 06 - 3° trimestre 2015
Juvenis   lição 06 - 3° trimestre 2015Juvenis   lição 06 - 3° trimestre 2015
Juvenis lição 06 - 3° trimestre 2015Joel Oliveira
 
Juvenis lição 05 - 3° trimestre 2015
Juvenis   lição 05 - 3° trimestre 2015Juvenis   lição 05 - 3° trimestre 2015
Juvenis lição 05 - 3° trimestre 2015Joel Oliveira
 
Juvenis lição 03 - 3° trimestre 2015
Juvenis   lição 03 - 3° trimestre 2015Juvenis   lição 03 - 3° trimestre 2015
Juvenis lição 03 - 3° trimestre 2015Joel Oliveira
 
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015Joel Oliveira
 
Juvenis lição 12 - 2° trimestre 2015
Juvenis   lição 12 - 2° trimestre 2015Juvenis   lição 12 - 2° trimestre 2015
Juvenis lição 12 - 2° trimestre 2015Joel Oliveira
 
Juvenis lição 09 - 2° trimestre 2015
Juvenis   lição 09 - 2° trimestre 2015Juvenis   lição 09 - 2° trimestre 2015
Juvenis lição 09 - 2° trimestre 2015Joel Oliveira
 
Juvenis lição 01 - 3° trimestre 2015
Juvenis   lição 01 - 3° trimestre 2015Juvenis   lição 01 - 3° trimestre 2015
Juvenis lição 01 - 3° trimestre 2015Joel Oliveira
 

Mais de Joel Oliveira (15)

4º trimestre 2015 juvenis lição 02
4º trimestre 2015 juvenis lição 024º trimestre 2015 juvenis lição 02
4º trimestre 2015 juvenis lição 02
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 13
3º trimestre 2015 juvenis lição 133º trimestre 2015 juvenis lição 13
3º trimestre 2015 juvenis lição 13
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 12
3º trimestre 2015 juvenis lição 123º trimestre 2015 juvenis lição 12
3º trimestre 2015 juvenis lição 12
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 11
3º trimestre 2015 juvenis lição 113º trimestre 2015 juvenis lição 11
3º trimestre 2015 juvenis lição 11
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 10
3º trimestre 2015 juvenis lição 103º trimestre 2015 juvenis lição 10
3º trimestre 2015 juvenis lição 10
 
3º trimestre 2015 juvenis lição 09
3º trimestre 2015 juvenis   lição 093º trimestre 2015 juvenis   lição 09
3º trimestre 2015 juvenis lição 09
 
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015Juvenis   lição 08 - 3º trimestre 2015
Juvenis lição 08 - 3º trimestre 2015
 
Juvenis lição 07 - 3º trimestre 2015
Juvenis   lição 07 - 3º trimestre 2015Juvenis   lição 07 - 3º trimestre 2015
Juvenis lição 07 - 3º trimestre 2015
 
Juvenis lição 06 - 3° trimestre 2015
Juvenis   lição 06 - 3° trimestre 2015Juvenis   lição 06 - 3° trimestre 2015
Juvenis lição 06 - 3° trimestre 2015
 
Juvenis lição 05 - 3° trimestre 2015
Juvenis   lição 05 - 3° trimestre 2015Juvenis   lição 05 - 3° trimestre 2015
Juvenis lição 05 - 3° trimestre 2015
 
Juvenis lição 03 - 3° trimestre 2015
Juvenis   lição 03 - 3° trimestre 2015Juvenis   lição 03 - 3° trimestre 2015
Juvenis lição 03 - 3° trimestre 2015
 
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015Juvenis   lição 13 - 2° trimestre 2015
Juvenis lição 13 - 2° trimestre 2015
 
Juvenis lição 12 - 2° trimestre 2015
Juvenis   lição 12 - 2° trimestre 2015Juvenis   lição 12 - 2° trimestre 2015
Juvenis lição 12 - 2° trimestre 2015
 
Juvenis lição 09 - 2° trimestre 2015
Juvenis   lição 09 - 2° trimestre 2015Juvenis   lição 09 - 2° trimestre 2015
Juvenis lição 09 - 2° trimestre 2015
 
Juvenis lição 01 - 3° trimestre 2015
Juvenis   lição 01 - 3° trimestre 2015Juvenis   lição 01 - 3° trimestre 2015
Juvenis lição 01 - 3° trimestre 2015
 

Último

Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 

Último (13)

Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 

Juvenis lição 04 - 3° trimestre 2015

  • 2. TEXTO ÁUREO “...E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra...” (Gênesis 6:12)
  • 3. LEITURA DIÁRIA • SEG......................................... Ez 23:27,28 A Corrupção envergonha. • TER......................................... Mq 2:10 A Corrupção traz destruição. • QUA........................................ 2 Pd 1:4 Escapando da corrupção. • QUI.......................................... 2 Pd 2:12 Perecendo na corrupção. • SEX......................................... 2 Pd 2:19 Servos da corrupção. • SAB......................................... Tg 1:27 Religião pura e imaculada
  • 4. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Romanos 1:20,21, 25-27,32 • 20 - Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; • 21 - Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
  • 5. • 25 - Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém. • 26 - Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. • 27 - E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. • 32 - Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.
  • 6. SINTETIZANDO • O desejo da humanidade em desobedecer a Deus não tem desculpas, pois todos sabem o que é certo e errado. • Deus através da natureza fala constantemente, mostrando quem Ele é e apresentando-se como Pai, mas os homens não o amam nem o obedecem.
  • 7. INTRODUÇÃO • Atualmente temos muita informação sobre os mais diversos tipos de corrupção, desvio de dinheiro público, compra de voto, consumo de drogas, prostituição, roubos, assassinatos. • Isso tudo porque a humanidade decidiu viver sem Deus.
  • 8. I – Os Homens Sabem a Verdade 1- A grande verdade. 2- A grande pregação. 3- Sem desculpa
  • 9. • A coisa mais extraordinária, para um ser humano é conhecer a Deus. • O Deus Todo-Poderoso, harmonioso, inteligente, detalhista, que criou tudo dentro da mais esplêndida beleza e ordem. 1 – A grande verdade.
  • 10. "A Verdade vos Libertará" (João 8:32) • O conceito da "verdade" vem desafiando a humanidade por milhares de anos. Filósofos da antiga Grécia debatiam a natureza da verdade. Eles discutiam se ela era real e absoluta, ou relativa e ilusória. Suas dúvidas podem ter sido refletidas numa questão de Pilatos: "Que é a verdade?" (João 18:38). • Hoje, a mesma pergunta surge continuamente em várias situações. É de vital importância que achamos a resposta para esta pergunta na área de religião. • Para ajudar-nos a responder a estas questões, vamos focalizar nossa atenção em um versículo do ensinamento de Jesus. Em João 8:32, ele disse: "E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará ." Considere as implicações desta afirmação.
  • 11. "A Verdade" • Os humanos podem andar em dúvida e incerteza, “...Jesus é inequívoco...” Ele fala sobre a verdade como algo exato e objetivo. Em outra parte ele nos fala que a verdade é a palavra de Deus revelada. • Quando ele falou com seu Pai (João 17:17), ele disse: "tua palavra é a verdade". Quando Jesus falou sobre a verdade, ele não estava falando sobre uma vaga abstração resultante de um intenso pensamento humano. Ele não definiu a verdade em termos subjetivos como uma coisa qualquer que as pessoas escolheriam acreditar. • Jesus definiu a verdade como um fato revelado e eterno! A palavra de Deus é verdadeira independentemente do fato de eu concordar com isso, de eu aceitar e obedecer, ou rejeitar e contestar.
  • 12. "Conhecereis . . ." • Jesus não mostra a "verdade" como um objetivo ilusório e inatingível. Ele diz: "Conhecereis a verdade". Jesus plenamente ensinou que podemos e devemos conhecer a verdade. Podemos conhecer a verdade hoje do mesmo jeito que o povo de Beréia o fez no primeiro século: Eles procuraram por ela nas Escrituras (veja Atos 17:11). Podemos distinguir o certo do errado. Paulo instruiu os Tessalonicenses: "Julgai todas as cousas, retende o que é bom; abstende-vos de toda forma de mal" (1 Tessalonicenses 5:21-22). Ainda hoje é verdade que a "lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para os meus caminhos" (Salmo 119:105).
  • 13. • Isto pode nos fazer pensar, talvez até um ponto de medo, sobre a responsabilidade dada por Deus de conhecermos a verdade. Para prevenir que sejamos esmagados por esta provocante passagem, não devemos perder esta grande promessa anexada neste trecho. Jesus acrescentou: "A verdade vos libertará". • Paulo nos lembrou deste benefício do evangelho em Romanos 1:16 ". . .é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego". Deus escolheu o uso de sua palavra, que é a verdadeira mensagem da Bíblia, para salvar-nos de nossos pecados (dos pecados).
  • 14. • O Senhor em seu grande amor, por intermédio da natureza tem se revelado aos homens. • Que grande pregação! Por meio da natureza, podemos, saber quem é Deus (Sl 8:3,4) 2 – Grande pregação.
  • 15. 2 Coríntios 1:23. • No versículo que precede nosso texto, Paulo escreve: “os judeus pedem sinais.” • Diziam: “Moisés fez milagres; se vemos que se fazem milagres, então creremos,” esquecendo que todos os milagres que Moisés fez foram totalmente obscurecidos pelos milagres feitos por Jesus no homem, quando esteve aqui na terra. • Logo, houve certos mestres judaizantes que, para ganhar os judeus, pregavam a circuncisão, exaltavam a Páscoa e procuravam demonstrar que o judaísmo podia existir lado a lado do cristianismo, e que os antigos ritos ainda podiam ser praticados pelos seguidores de Cristo.
  • 16. • Então, Paulo, ‘que a todos os homens foi feito de tudo, para que de todos os modos salvasse alguns,’ tomou uma determinação, e disse, com efeito: • “Independentemente do que os outros façam, nós pregamos a Cristo crucificado; e não nos atreveríamos a alterar, nem poderíamos alterar, nem alteraríamos o grandioso tema de nossa pregação, ‘Jesus Cristo, e a este crucificado’.”
  • 17. • Paulo ainda enfoca que os homens “são inescusáveis” diante da glória da revelação divina pela natureza. • Eles nunca poderão dizer que não tiveram oportunidade de se relacionar com Deus. 3 – Sem desculpas.
  • 18. • TODO MUNDO GOSTA DE IR A FESTAS. • Mas este texto da Palavra de Deus conta de uma festa que as pessoas não quiseram ir e por isso deixaram suas desculpas. • O anfitrião da comemoração não gostou nem aceitou as desculpas e mandou convidar outras pessoas. • Na vida espiritual, muitas pessoas apresentam suas desculpas para não orar, ler a Bíblia, ir à Escola Dominical, entregar o Dízimo ou trabalhar na Igreja. • O próprio Senhor Jesus também enfrentou isso e nos ensinou que aqueles que não vão às suas festas espirituais estão perdendo e outros
  • 19. 1ª DESCULPA: • TEMPO: v.18 “comprei um campo e preciso ir vê-lo” A primeira desculpa que sempre ouvimos é que ‘não tenho tempo’. Esta desculpa é relativa porque, afinal todos têm o mesmo tempo de 24h todos os dias. • O homem que comprou o campo disse que precisava ir ver sua compra. • Esta desculpa está relacionada ao tempo, porque ele não quis deixar para ver o campo mais tarde. • Podemos questionar: Como comprou o campo sem ter visto primeiro? E se já comprou, o campo não ia sair do lugar, porque não pode esperar para ver depois? A festa é de noite e não dá pra ver campo bem à noite.
  • 20. 2ª DESCULPA: • TRABALHO: v.19 “comprei cinco juntas de bois e vou experimentá-las” • Esta desculpa também está relacionada a questões financeiras e materiais, como por exemplo, ‘Estou trabalhando muito’. • Cada junta de bois é composta de bois do mesmo tamanho e força, então foram dez bois que foram comprados. Para testar tantos bois não era algo tão simples que pudesse ser feito durante o tempo de uma festa. • A pessoa que comprou estas juntas de bois poderia experimentá-las em outro momento que não coincidisse com a hora da festa.
  • 21. 3ª DESCULPA: • FAMÍLIA: v.20 “casei-me e por isso não posso ir” • A terceira desculpa mais usada é com relação a questões familiares. Problemas de relacionamento com pessoas da família muitas vezes se tornam empecilhos para buscar a Deus. • O homem que disse que havia se casado, poderia levar junto a sua esposa. Mesmo que estivesse em ‘lua de mel’. • Muitas pessoas colocam a culpa de sua vida espiritual em seus cônjuges, como Adão que colocou a culpa em Eva e esta culpou a serpente (Gênesis 3.1- 8). Também muitos jovens colocam a culpa em seus pais (Mateus 8.21). Isso não adianta nada porque cada um é responsável pela própria salvação diante de Deus.
  • 22. II – Os Homens Desprezam a Verdade 1- Não glorificam a Deus. 2- Discursos “desvanecidos”. 3- Mentes fechadas.
  • 23. • Pela natureza, os homens podem perceber a existência de um Ser Supremo mas mesmo assim se fazem de desentendidos. Mas a igreja, O ADORA. 1 - Não glorificam a Deus.
  • 24. • Os homens se fazem de desentendidos e a cada vez mais estão longe de Deus mergulhado no pecado , Esta é a causa que mais evidencia o estado de corrupção humana: a recusa do homem em glorificar a DEUS. Se toda a criação glorifica ao Senhor, por que o homem é o único que se recusa? (SI 148.7- 13). • O homem sem DEUS exalta e cultua o seu próprio eu. Ele só pensa em si e tudo faz por atender às suas próprias concupiscências. O egoísmo humano é sinônimo de rebeldia; é uma atitude semelhante à de Satanás (Ez 28.2,15-18). Consideremos também isto: geralmente todo pecado procede do egoísmo (meu bem-estar, minha reputação, o que eu quero, meu direito, meu poder...).
  • 25. • O desprezo pela revelação de Deus faz nascer discursos ímpios, teorias perversas, filosofias tolas, sem valor e sem vida, baseadas no próprio homem. 2 – Discursos “desvanecidos”.
  • 26. SIGNIFICADO DE DESVANECIDO: • 1. Extinto, desfeito; • 2. Desbotado; • 3. Orgulhoso, vaidoso; • Teorias e discursos orgulhosos os homens fazem de si quando desprezam a revelação de Deus que claramente pode ser vista pelas obras da sua criação essas teorias e discursos vazios, sem base bíblica, sem a devida interpretação textual. • Excesso de espiritualidade, introduzem ideologias de dons em suas mentes carnais.
  • 27. • “...E sua mente vazia está coberta de escuridão...” (Rm 1:21- NTLH). • Sem dúvida, a corrupção do gênero humano influenciou decisivamente na formação moral das pessoas. • Ou seja, a inclinação carnal, decorrente da Queda. 3 – Mentes fechadas.
  • 28. • O homem se encontra com a sua mente fechada , O quadro funesto e aterrorizador em que se encontra o homem é descrito com precisão pelo Apostolo Paulo em (Rm 1.18-32). • A violência e a depravação moral estão no mundo desde que o homem rejeitou o seu Criador, entregando-se ao orgulho, altivez, arrogância, egoísmo, rebeldia, etc. • Só a graça de DEUS pode redimir o homem caído (Tt 2.11,12).
  • 29. III – O Preço da Corrupção 1- Entregues à própria sorte. 2- Autopunição. 3- Mentes fechadas.
  • 30. • Em Romanos 1:24, está escrito que “Deus os entregou ás concupiscências do seu coração, à imundícia”. • No verso 26 está escrito que ”Deus os abandonou às paixões infames”. • No verso 28 está escrito que “Deus os entregou a um sentimento perverso” 1 – Entregues à própria sorte.
  • 31. ENTREGUES A PRÓPRIA SORTE (RM 1.24) • A Expressão “TAMBÉM DEUS OS ENTREGOU”. • Indica Um sinal evidente de DEUS ter abandonado qualquer sociedade ou povo é que tais pessoas tornam- se obcecadas pela imoralidade e perversão sexuais. (1) A expressão: "também DEUS os entregou" à imundícia significa que DEUS abandonou essas pessoas às concupiscências mais baixas. • A palavra "concupiscência" (gr. epithumia) neste versículo, denota uma paixão desenfreada por prazeres sexuais proibidos (cf. 2 Co 12.21; Gl 5.19; Ef 5.3).
  • 32. (2) AS TRÊS ETAPAS DO ABANDONO POR DEUS, À IMPUREZA SÃO: • (a) Ele entrega as pessoas aos prazeres sexuais pecaminosos que degradam o corpo (v. 24); • (b) Ele as entrega a paixões homossexuais ou lésbicas, vergonhosas (vv. 26,27); a seguir: • (c) Ele as entrega a um sentimento perverso, i.e., sua mente justifica as suas ações iníquas e pensam continuamente no mal e nos prazeres dos pecados sexuais (v. 28). • Essas três etapas ocorrem entre todos que rejeitam a verdade da revelação divina e que buscam o prazer na iniqüidade (v.18; ver v.27).
  • 33. • Esse abandono da parte de Deus, trouxe (e traz) conseqüências terríveis para a humanidade. • Em Romanos 1:24,26 e 28, Paulo escreveu sobre a autopunição imposta ao homem pela desobediência a desonra do próprio corpo. • Como exemplo disso, mencionou o homossexualismo, não porque seja mais perverso que outras condutas sexuais inapropriadas, mas por se tratar de uma inversão das práticas e dos sentimentos naturais. 2 – Autopunição.
  • 34. DEUS tem dois propósitos ao abandonar os iníquos ao pecado: • (a) permitir que o pecado e suas consequências se acelerem como parte do seu juízo sobre eles (2.2); e • (b) levá-los a reconhecer sua necessidade da salvação (2.4). • 1.25 MENTIRA. A "mentira", aqui, é a mensagem de Satanás, o pai da mentira (Jo 8.44): "sereis como DEUS" (Gn 3.5). • (1) Crer na mentira é rejeitar "a verdade de DEUS" e tomar parte na idolatria (Gn 3.5; Cl 3.5; 2 Ts 2.11).
  • 35. • (2) A Bíblia adverte constantemente contra o orgulho devido à tendência do ser humano de crer na mentira e adorar a si mesmo. • "Visto como se eleva o teu coração, e dizes: Eu sou DEUS" (Ez 28.2; cf. Pv 6.17; 8.13; 16.18; 1 Tm 3.6; Tg 4.6; 1 Jo 2.16). • Romanos 1. 24, 26, 28, Deus os entregou. • Atos 7:42 onde, devido às tendências idolátricas dos israelitas, "Deus (...) os entregou ao culto da milícia celestial." • Os perdidos, diz ele, "gozam para sempre da horrível liberdade que se pediram, e portanto estão escravizados por si mesmos".
  • 36. IV – O Humanismo 1- Definição. 2- Perigo. 3- O Humanismo em nossos dias – o fundo do poço.
  • 37. • Humanismo é a filosofia moral que coloca os humanos como principais, numa escala de importância. É uma perspectiva comum a uma grande variedade de posturas éticas que atribuem a maior importância à dignidade, aspirações e capacidades humanas, particularmente a racionalidade. 1 - Definição.
  • 38. • Eles recusa explicações transcendentais e preferindo o racionalismo. São ateus, agnósticos. • O humanismo renascentista propõe o antropocentrismo. • O antropocentrismo era a ideia de "o homem ser o centro do pensamento filosófico".
  • 39. • Seu surgimento • No século XV, o termo italiano "umanista" (humanista) designava originalmente os professores de gramática e retórica, do mesmo modo em que os termos "jurista" e "artista" designavam aqueles que ensinavam artes e leis. • As humanidades abarcavam as disciplinas que promoviam o desenvolvimento de uma condição plenamente humana. • Com a queda de Constantinopla em 1453 e o desaparecimento do Império Romano do Oriente, deu- se a emigração de eruditos que introduziram a cultura grega no Ocidente. Esta circunstância resultou no que, muito tempo depois, se denominou humanismo renascentista.
  • 40. • O Humanismo é um sistema filosófico que valoriza o Homem e desprezam os princípios bíblicos estabelecido por Deus, tornam os homens arrogantes e auto suficiente descartando a necessidade da dependência de Deus. • De qualquer forma, o que caracteriza um humanista secular é a adesão ao ponto de vista filosófico conhecido como materialismo ou naturalismo. • As principais teses deles é ante bíblico e uma afronta aos princípios estabelecido por Deus 2 – O Perigo.
  • 41. AS TESES DO HUMANISMO SECULAR 1. Deus não existe. Somente existe o universo material que, de uma ou outra forma, é eterno, não criado, já que não há tal Criador. A realidade final é a matéria e a energia. 2. O universo é um sistema fechado. No qual tudo ocorre segundo determinadas leis naturais. • Isto exclui a possibilidade de influências externas, como o são os milagres. • Tudo quanto pode ocorrer é o resultado da operação de princípios próprios do universo material.
  • 42. • O Humanismo é um sistema filosófico que valoriza o Homem e desprezam os princípios bíblicos estabelecido por Deus, tornam os homens arrogantes e auto suficiente descartando a necessidade da dependência de Deus. • De qualquer forma, o que caracteriza um humanista secular é a adesão ao ponto de vista filosófico conhecido como materialismo ou naturalismo. As principais teses deles é ante bíblico e uma afronta aos princípios estabelecido por Deus 3 – O Humanismo em nossos dias – O fundo do poço.
  • 43. PRESERVAÇÃO. DEUS, pelo seu poder, preserva o mundo que Ele criou. • A confissão de Davi fica clara: “A tua justiça é como as grandes montanhas; os teus juízos são um grande abismo; SENHOR, tu conservas os homens e os animais” (Sl 36.6).
  • 44. • O poder preservador de DEUS manifesta-se através do seu filho JESUS CRISTO, conforme Paulo declara em Cl 1.17: CRISTO “é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por Ele”. • Pelo poder de CRISTO, até mesmo as minúsculas partículas de vida mantêm-se coesas.
  • 45. PROVISÃO. • DEUS não somente preserva o mundo que Ele criou, como também provê as necessidades das suas criaturas. • Quando DEUS criou o mundo, criou também as estações (1.14) e proveu alimento aos seres humanos e aos animais (1.29,30). • Depois de o Dilúvio destruir a terra, DEUS renovou a promessa da provisão, com estas palavras: “Enquanto a terra durar, sementeira e sega, e frio e calor, e verão e inverno, e dia e noite não cessarão” (8.22).
  • 46. GOVERNO. • DEUS, além de preservar sua criação e prover-lhe o necessário, também governa o mundo. • DEUS, como Soberano que é, dirige, os eventos da história, que acontecem segundo sua vontade permissiva e seu cuidado. • Em certas ocasiões, Ele intervém diretamente segundo o seu propósito redentor. • Mesmo assim, até DEUS consumar a história, Ele tem limitado seu poder e governo supremo neste mundo. • As Escrituras declaram que Satanás é “o DEUS deste século” [mundo] (2Co 4.4) e exerce acentuado controle sobre a presente era maligna (ver 1Jo 5.19; Lc 13.16; Gl 1.4; Ef 6.12; Hb 2.14).