energia - Os desafios para o crescimento econômico - Harry Schmelzer

524 visualizações

Publicada em

ExpoGestão 2015

Publicada em: Economia e finanças
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

energia - Os desafios para o crescimento econômico - Harry Schmelzer

  1. 1. ENERGIA Os Desafios para o Crescimento Econômico
  2. 2. Cenário Energético Fontes: World Population Prospects The 2012 Revision; Banco Mundial; Relatório 2007 IPCC Crescimento do PIB per capita de 3,9% a.a. Produtividade = Geração de Riqueza = Mais conforto 2012 - 7 Bi 2025 - 8 Bi Crescimento de 1% a.a. Melhoria do Bem Estar Crescimento Populacional Maior Demanda por Energia • 26% da produção de GEE vem da geração de energia. • Maior geração de gases de Efeito Estufa (GEE), se nada mudar!
  3. 3. Eficiência Energética Fontes: Relatório 2007 IPCC Cenários – Aquecimento Global
  4. 4. Eficiência Energética Cenários – Aquecimento Global Objetivos para 2030: • Dobrar a taxa de eficiência energética • Dobrar a participação de fontes renováveis na matriz energética nos países aonde predomina energia não renovável e usar novas fontes de energia renovável em todos os países do mundo • Universalização do acesso a serviços modernos de energia
  5. 5. Cenário Energético EFICIÊNCIA ENERGÉTICA SOLUÇÃO COMPLETA EM ENERGIA RENOVÁVEL E DISTRIBUIDA Drivers Globais para Negócios em Energia Geração Transmissão Distribuição Uso Industrial Tração Elétrica Building Automation A WEG no cenário energético
  6. 6. Eficiência Energética A eficiência energética - Solução Contra o Aquecimento IE3 High Efficiency IE2 E2 IE2 High Efficiency IE2 Premium Efficiency Alto Rendimento Premium Efficiency (2010) IE2 (2010) High Efficiency ** IE1 IE3 (2010) Alto Rendimento (2009) IEC NEMA AS/NZS ABNT * Super Premium * IE4 * E3 * Disponível e praticado no mercado, mas não obrigatório ** Praticado pela maioria dos Mercados que não tem legislação específica E2 (2006)
  7. 7. Eficiência Energética ENERGIA ELÉTRICA - PROJEÇÕES Oferta – Consumo com e sem Energia Conservada Investimento na Expansão da Oferta 16,75% 6,5%
  8. 8. Eficiência Energética Ações e Incentivos para Conservação de Energia Proesco Lei de Eficiência Energética de 2001 Portaria Interministerial 553 08/12/2005
  9. 9. Eficiência Energética O que impede capturar esse potencial? Barreiras Internas nas Empresas:  Concorrência por CAPEX com outros projetos  Baixa competência para identificar oportunidades e executar os projetos  Aversão a riscos relacionados aos projetos e investimentos em eficiência energética  Pouco conhecimento sobre o potencial e os benefícios da eficiência energética
  10. 10. Eficiência Energética ENERGIA ELÉTRICA - PROJEÇÕES Oferta – Consumo com e sem Energia Conservada Investimento na Expansão da Oferta Deterioração da Base Instalada:  Base instalada com mais de 15 anos  Número de motores recuperados vendidos é de 1,8 Milhão de motores  Estima-se que os motores recuperados adicionam 7.000 GWh no consumo anual 6,5% do consumo da indústria
  11. 11. Eficiência Energética Comparativo Geração de Energia Nova x Energia Conservada
  12. 12. Energia Conservada • Desafio para o Governo é tornar o ambiente propício para os negócios acontecerem • O desafio das empresas é desenvolver novas tecnologias e ajudar os usuários a entender e conhecer os benefícios da eficiência energética
  13. 13. Eficiência Energética Evoluação da Tecnologia
  14. 14. Eficiência Energética Soluções para garantir um mundo mais limpo e sustentável
  15. 15. Matriz Energética Matriz China Matriz Brasil Brasil tem feito sua parte na redução das emissões de GEE Termica 66,5 Hidro 16,8 Nuclear 12,9 Eolica 1,7 Biomassa 1,5 Geotermic a 0,3 Solar 0,3 Termic a 68 Hidro 22 Eolica 5 Gás Natural 3 Biomas sa 1 Nuclea r 1 Solar 0,2 Matriz Mundial Termica 4,8 Hidro 76,9 Eolica 0,9 Gás Natural 7,9 [NOME DA CATEG ORIA] [VALO R] Nuclear 2,7 Dados em (%)
  16. 16. Matriz Energética Desafios para expansão da geração hidráulica no Brasil Teles Pires / São Manoel Belo Monte São Luiz do Tapajós/ Jatobá Perdas elétricas (15,3% em 2013) torna a transmissão em longas distancias muito cara 77% do consume esta concentrado nas regiões Sul e Sudeste 91% da expansão estão na Região Norte Grandes reservas são de mais difícil aprovação (capacidade irá crescer 40%, enquanto as reservas irão crescer apenas 2,4% nos próximos 10 anos)
  17. 17. Matriz Energética Capacidade de Geração Elétrica das Usinas Hidrelétricas Fontes: ONS GWh Desafios para expansão da geração hidráulica no Brasil
  18. 18. Matriz Energética Evolução da capacidade instalada hidrotérmica Fontes: EPE - PDE 2023 - 20,000 40,000 60,000 80,000 100,000 120,000 140,000 160,000 180,000 200,000 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 2023 Hydro (UHE) Other Renewables Nuclear Thermal Biomassa: 3,5% CAGR PCH: 3,3% CAGR Eólica: 26,2% CAGR Solar: +3.500 MW 3,4% CAGR 3,9% CAGR 10,5% CAGR MW
  19. 19. Matriz Energética Geração Eólica
  20. 20. Matriz Energética A participação da WEG no desenvolvimento da Geração Eólica brasileira Projeto Bons Ventos da Serra I
  21. 21. Matriz Energética Geração Fotovoltaica
  22. 22. Matriz Energética Geração Fotovoltaica  Irradiação solar diária no Brasil: 4,1 a 6,5 kWh/m2/dia  Maior valor na Alemanha: 3,4 kWh/m2/dia Vantagens:  Confiabilidade  Baixa manutenção  Fácil instalação e manuseio  Limpa, renovável e abundante  Modularidade e mobilidade  Silenciosa  Geração no ponto de consumo, sem custos de transmissão e distribuição Capacidade de geração solar brasileira é cerca de 40% maior que a capacidade de produção da Alemanha (atual referência e lider em produção de energia solar no mundo)
  23. 23. Matriz Energética Geração Fotovoltaica UHE (Hidro Power Plants) R$ 100/MWh EÓLICO R$ 177/MWh SOLAR R$ 215/MWh TERMICA - BIOMASSA R$ 272/MWh INDUSTRIA R$ 305,84/MWh COMERCIAL R$ 348,35/MWh RESIDENCIAL R$ 509,7/MWh (MG) R$ 430,3/MWh (PR) R$ 428,8/MWh (SC) Custos da Energia (Últimos Leilões) Custo Médio Energia (Cativo sem Impostos)
  24. 24. Matriz Energética A participação da WEG no desenvolvimento da Geração Fotovoltaica brasileira Projeto FUSP (450 kWp) Projeto P&D Tractebel e WEG (3 MWp) Projeto Noronha – Celpe (400 kWp)
  25. 25. Matriz Energética A participação da WEG no desenvolvimento da Geração Fotovoltaica distribuida    de 
  26. 26. Energia & Inovação E como avançar para termos uma sociedade com uso cada vez mais eficiente da energia e a redução da dependência de fontes “sujas”? 30 Mil Colaboradores R$ 226 Mi em P&D Fábricas em 11 países M&A 1.592 Engenheiros
  27. 27. Energia & Inovação E como avançar para termos uma sociedade com uso cada vez mais eficiente da energia e a redução da dependência de fontes “sujas” de energia? Mais de 200 trólebus equipados pela WEG circulam em São Paulo e em outras cidades brasileiras Ônibus Híbrido (Eletra/ WEG/ Mercedes Benz/ Moura) EM TESTES Ônibus Híbrido (a Hidrogênio) 30 Mil Colaboradores R$ 226 Mi em P&D Fábricas em 11 países M&A 1.592 Engenheiros Motor Gasolina 32% Motor Diesel 43% Motor Elétrico 95% Eficiência Eficiência
  28. 28. AS NOVAS E FUTURAS GERAÇÕES ESTÃO EXIGINDO UM PLANETA MAIS LIMPO E SUSTENTÁVEL

×