Gêneros Textuais

32.349 visualizações

Publicada em

Essa apresentação faz uma breve visitação a um dos mais importantes temas da prática escolar contemporânea, em língua portuguesa: os Gêneros Textuais.

Publicada em: Educação, Tecnologia
1 comentário
11 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
32.349
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
66
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.202
Comentários
1
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gêneros Textuais

  1. 1. Gêneros Textuais Prof. Ewerton Rezer Gindri
  2. 2. “ A apropriação dos gêneros é um mecanismo fundamental de socialização, de inserção prática nas atividades comunicativas humanas...” (Bronckart)
  3. 3. “ Os gêneros são atividades discursivas socialmente estabilizadas...” (Bronckart)
  4. 4. “ O aspecto discursivo vai muito além do objetivo de comunicação e de informação. É muito mais uma forma de vida e uma forma de ação.” (Wittgenstein)
  5. 5. Os Gêneros na Escola
  6. 6. O trabalho com gêneros de texto na escola é uma extraordinária oportunidade de se lidar com a língua em seus mais diversos usos autênticos no dia-a-dia.Pois nada do que fizermos linguisticamente estará fora de ser feito em algum gênero. (Marcuschi)
  7. 7. Objetivo da Escola <ul><li>Trabalhar a produção de texto como uma forma de dizer o mundo, buscando a competência discursiva do aluno. </li></ul>
  8. 8. Capacidades a serem alcançadas <ul><li>Perceber a produção de textos como uma atividade significativa de linguagem. </li></ul><ul><li>Desenvolver constantemente a competência discursiva de usuário da língua portuguesa. </li></ul><ul><li>Mobilizar conhecimentos e procedimentos em situações diversas. </li></ul><ul><li>Produzir competentemente textos dos gêneros que circulam nos variados ambientes discursivos da sociedade para viver de forma autônoma e cidadã. </li></ul>
  9. 9. Gêneros de texto na escola (Schneuwly e Dolz) <ul><li>É por meio dos gêneros que as práticas de linguagem se materializam nas atividades dos alunos. </li></ul><ul><li>Gênero -> megainstrumento ( suporte nas situações de comunicação e referência aos alunos). </li></ul><ul><li>Utilização na realidade escolar -> como objeto de ensino/aprendizagem e forma de comunicação em uma determinada situação social. </li></ul>
  10. 10. Gêneros de texto na escola (Schneuwly e Dolz) <ul><li>Trabalhar gênero na escola envolve um modelo didático de gênero e a arquitetura interna dos textos (folhado textual). </li></ul><ul><li>Considerar: </li></ul><ul><ul><li>Conhecimentos existentes sobre o gênero </li></ul></ul><ul><ul><li>Objetivos de ensino </li></ul></ul><ul><ul><li>Capacidades observadas dos alunos </li></ul></ul><ul><li>Elaboração da sequência didática (plano de trabalho) referente às atividades a serem desenvolvidas. </li></ul>
  11. 11. Gêneros de texto na escola (Schneuwly e Dolz) <ul><li>Os modelos didáticos de gêneros devem ser vistos como uma possibilidade dentre outras, não como definitivos e intocáveis. </li></ul><ul><li>Devem ser orientados pelos objetivos educacionais pretendidos. </li></ul><ul><li>Trabalhar com gêneros na escola possibilita ao professor quebrar o paradigma da ação didático-pedagógica monológica com a redação escolar. </li></ul>
  12. 12. A questão do suporte de gêneros textuais

×