Teoria Geral Da Administração Aula2

120.795 visualizações

Publicada em

Aula mostrando as principais teorias de TGA

Teoria Geral Da Administração Aula2

  1. 1. Teoria Geral da Administração Um breve resumo Ewerton Alencar 2008
  2. 2. O que é Administração? - Quase tudo é administração. - Qualquer trabalho que seja realizado por duas ou mais pessoas, que tenham graus de poder diferentes, contém elementos de administração. - A Administração é praticada não só entre aqueles que possuem formação acadêmica específica, como também é possível encontrar em diversas organizações administradores que não são formados e contam somente com o prática.
  3. 3. A Administração enquanto ciência - A Teoria Geral da Administração (TGA) corresponde a um compêndio das várias visões da gestão empresarial que surgiram a partir da Revolução Industrial. - Encarar a Administração, como um corpo de conhecimentos dotados de um objeto próprio de estudos, é requisito que a qualifica como ciência. - O principal meio de acesso a ciência administrativa é através da Teoria Geral da Administração.
  4. 4. Abordagem Clássica - A empresa ainda era vista sob extremo racionalismo. Ninguém até aí havia pensado que a empresa é constituída também por gente. - A teoria clássica acrescenta um novo elemento a TGA: a estrutura da empresa, o que representou uma ampliação dos horizontes até então estabelecidos. - A abordagem clássica inclui a Administração científica, idealizada pelo engenheiro Frederick Winslow Taylor(1856-1915) e a teoria clássica da administração idealizada por Jules Henri Fayol (1841-1925).
  5. 5. Taylor <ul><li>Taylor e seus princípios de estudos de tempos e movimentos estavam voltados para o trabalho do executor, com ênfase na tarefa. Os principais pontos do estudos de Taylor foram: </li></ul><ul><li>- Administração com ciência </li></ul><ul><li>Seleção e treinamento do trabalhador </li></ul><ul><li>- Articulação do trabalhador com a ciência </li></ul>
  6. 6. Fayol A teoria de Fayol, representou um avanço em relação a teoria de Taylor, pela sua tentativa de pensar a empresa como um todo, com ênfase na organização. Fayol teve como principais fundamentos: - Funções administrativas - Funções técnicas - Funções humanas - Funções conceituais
  7. 7. Escola das Relações Humanas A Escola das Relações Humanas surgiu efetivamente com a Experiência de Hawthorne. Com as conclusões iniciais novas variáveis são acrescentadas a ciência da administração: - a integração social e comportamento social dos empregados; - as necessidades psicológicas e sociais e a atenção para novas formas de recompensa e sanções não-materiais; - o estudo de grupos informais e da chamada organização formal; - o despertar para as relações humanas dentro das organizações; - a ênfase nos aspectos emocionais e não-racionais do comportamento das pessoas; - a importância do conteúdo dos cargos e tarefas para as pessoas;
  8. 8. Abordagem Comportamental - Behaviorismo A Teoria Comportamental marca a mais profunda influência das ciências do comportamento na administração. Para muitos, representa a aplicação da Psicologia Organizacional à Administração. Outro aspecto importante da Teoria Comportamental é o Processo Decisorial. A organização neste sentido é vista como um sistema de decisões. Maslow apresentou a teoria da motivação, segundo a qual as necessidades humanas estão organizadas e dispostas em níveis:
  9. 9. Abordagem Estruturalista ou Burocrática Burocracia é a organização eficiente por excelência. E para conseguir essa eficiência, a burocracia precisa detalhar antecipadamente e nos mínimos detalhes como as coisas deverão ser feitas. A teoria estruturalista se baseia em alguns princípios: - Formalização - Divisão do Trabalho - Hierarquia - Competência técnica e Meritocracia - Separação entre propriedade e administração - Profissionalização dos funcionários. - Completa previsibilidade do funcionamento
  10. 10. Abordagem Sistêmica Na abordagem sistêmica da organização, a empresa deve ser vista com um sistema aberto, interdependente. A Abordagem Sistêmica da Administração trata de três escolas principais: - Cibernética e Administração - Teoria Matemática da Administração - Teoria de Sistemas
  11. 11. - É possível que para se tornar mais ágil seja necessário dar mais responsabilidade e autoridade aos escalões inferiores, isto, por sua vez, pode acarretar perda de poder e insegurança aos gerentes e demais pessoas que exercem cargos mais altos dentro da empresa - Adaptar-se ao ambiente, entre outras graves implicações, exige mudanças na estrutura da empresa, que demandam mexer com gente. - A abordagem contingencial enfatiza o ambiente e a adequação da empresa a ele. A empresa precisa fazer isso todos os dias porque o ambiente muda todos os dias. Abordagem Contingencial
  12. 12. - Não existe organização certa, existem organizações, cada uma das quais possui pontos fortes, distintas e aplicações específicas. - A organização deve ser transparente. - As pessoas precisam conhecer e compreender a estrutura organizacional na qual vão trabalhar. - A administração deve definir os resultados que espera alcançar e depois organizar os recursos da organização visando obter esses resultados. - A administração é a ferramenta específica, a função específica, o instrumento específico para tornar as instituições capazes de gerar resultados. - A instituição não existe simplesmente dentro da sociedade e para reagir à sociedade. Ela existe para produzir resultados dentro da sociedade e para modificá-la. Novos Paradigmas
  13. 13. Ewerton Alencar Cel.:8122-2093 E-mail: ewerton.alencar@hotmail.com &quot;A única coisa que interfere com meu aprendizado é a minha educação.“ (Albert Einstein) &quot;Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda.&quot; (Paulo Freire)

×