Biografia Graciliano Ramos

1.264 visualizações

Publicada em

Breve biografia de Graciliano Ramos com destaque em sua obras.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.264
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biografia Graciliano Ramos

  1. 1. UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ Curso: Licenciatura em Letras Português Disciplina: Teoria da Literatura II Professor: Erivelton Cavalcante Freitas
  2. 2. Biografia Escritor alagoano (27/10/1892- 20/3/1953). É um dos expoentes da Geração de 30 do Modernismo 1892 - Nascido em Quebrangulo(AL) 1899 - O Primeiro Conto – O Pequeno Mendigo 1925 - Começou a escrever sua primeira grande obra 1928 - é eleito prefeito de Palmeira dos Índios (AL) 1933 - lança seu primeiro romance 1934 - publica uma de suas obras-primas 1936 - Acusado de subversão comunista 1945 - Filia-se ao Partido Comunista. 1955 - Ano de sua morte
  3. 3. Fases do Autor Graciliano foi um escritor que participou apenas do modernismo Obras do Autor Romances * Caetés - 1933 (ganhador do Prêmio Brasil de Literatura) * São Bernardo - 1934 * Angústia - 1936 * Vidas Secas - 1938 * Brandão Entre o Mar e o Amor - 1942 - Escrito com Jorge Amado, José Lins do Rego, Aníbal Machado e Rachel de Queiroz; Correspondências * Cartas - 1980(obra póstuma) * Cartas de amor à Heloísa - 1992(obra póstuma) Traduções * Memórias de um Negro, de Booker T. Washington - 1940 * A Peste, de Albert Camus, J
  4. 4. Obras do Autor Contos * A Terra dos Meninos Pelados - 1939 * Histórias de Alexandre - 1944 * Dois dedos - 1945 * Histórias Incompletas - 1946 * Insônia - 1947 *Alexandre e Outros Heróis - 1962(obra póstuma) Memórias * Infância - 1945 * Memórias do Cárcere - 1953(obra póstuma) Crônicas * Viagem - 1954(obra póstuma) * Linhas Tortas - 1962(obra póstuma) * Viventes das Alagoas - 1962(obra póstuma) Literatura Infantil •O Estribo de Prata - 1984 (obra póstuma))
  5. 5. TEMÁTICAS MAIS FREQUENTES Olhar sobre a Infância – “Trepado na porteira do curral, o menino mais novo torcia as mãos suadas, estirava-se para ver a nuvem de poeira que toldava as imburanas.” Dia a dia do nordestino – “Encontrando resistência, penetrou num cercadinho cheio de plantas mortas, rodeou a tapera, alcançou o terreiro do fundo, viu um barreiro vazio, um bosque de catingueiras murchas, um pé de turco e o prolongamento da cerca do curral.” Sofrimento dos retirantes – “Foi apanhar gravetos, trouxe do chiqueiro das cabras uma braçada de madeira meio roída pelo cupim, arrancou touceiras de macambira, arrumou tudo para a fogueira”. Literariedade Regionalista – “A catinga estendia-se, de um vermelho indeciso salpicado de manchas brancas que eram ossadas”.
  6. 6. Equipe      Evonizio de Castro Francisca Jéssica Borges Lidiany Pereira Mirlene Maciel Suyanne Alves

×