MiguelFalcão
Rousseau
Emílio, ou
Da Educação
“Não se conhece a infância; no caminho das
falsas ideias que se têm, quanto mais se anda,
mais se fica perdido. Os mais sá...
▪ [...] sendo portanto a educação uma
arte, torna-se quase impossível que
alcance êxito total, porquanto a
ação necessária...
Foco da sua educação é a formação do
homem
“saindo de minhas mãos, ele não
será, concordo, nem magistrado,
nem soldado, ne...
A educação não pode negligenciar o
fato de que honrar e amar o autor da
espécie e o ser que a protege é uma
consequência n...
Temos físicos, geômetras,
químicos, astrônomos, poetas,
músicos, pintores; ‘não temos mais
cidadãos’ ou, se nos restam
alg...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Rousseau

672 visualizações

Publicada em

Citações da obra Emílio ou da educação, de Rousseau

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
672
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
52
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rousseau

  1. 1. MiguelFalcão Rousseau Emílio, ou Da Educação
  2. 2. “Não se conhece a infância; no caminho das falsas ideias que se têm, quanto mais se anda, mais se fica perdido. Os mais sábios prendem- se ao que aos homens importa saber, sem considerar o que as crianças estão em condições de aprender. Procuram sempre o homem na criança, sem pensar no que ela é antes de ser homem. (...) Começai, pois, por melhor estudar vossos alunos, pois com toda certeza não os conheceis (...)” (ROUSSEAU, 2004, p. 4).
  3. 3. ▪ [...] sendo portanto a educação uma arte, torna-se quase impossível que alcance êxito total, porquanto a ação necessária a esse êxito não depende de ninguém. Tudo o que se pode fazer, à força de cuidados, é aproximar-se mais ou menos da meta, mas é preciso sorte para atingi-la. (p. 11)
  4. 4. Foco da sua educação é a formação do homem “saindo de minhas mãos, ele não será, concordo, nem magistrado, nem soldado, nem padre, será primeiramente um homem” (Rousseau, 1973, p. 15).
  5. 5. A educação não pode negligenciar o fato de que honrar e amar o autor da espécie e o ser que a protege é uma consequência natural do amor a si nem deve esquecer que a liberdade precisa ser orientada para que não haja abuso do livre arbítrio e que suas faculdades sejam canalizadas para o uso das boas ações: “Ocupai vosso aluno com todas as boas ações a seu alcance” (Rousseau, 1973, p. 280).
  6. 6. Temos físicos, geômetras, químicos, astrônomos, poetas, músicos, pintores; ‘não temos mais cidadãos’ ou, se nos restam alguns deles dispersos pelos nossos campos abandonados, lá perecem indigentes e desprezados (ROUSSEAU, 1999a, p. 210, grifos do autor).

×