Resumo de Estágio

14.976 visualizações

Publicada em

Arquivo descrevendo as observações do estágio

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.976
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
86
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo de Estágio

  1. 1. RESUMO DAS OBSERVAÇOES DE UM ESTÁGIO: O VALOR DO SER HUMANO COMO CARACTERÍSTICA DA DOCÊNCIAEli Carlos Alves de Sousa1José Fernando Vieira2Supervisora: Profª Ms Ermelina G. bontorin Thomacheski3Instituição de ensino superior: CENTRO UNIVERSITÁRIO CAMPOS DE ANDRADE -UNIANDRADECuritiba – PR – 2011 O estágio curricular obrigatório do 3º ano foi realizado no Ensino Médio,sendo que no primeiro semestre ocorreu no Colégio Estadual Sagrada Família deCampo Largo, onde tivemos a oportunidade de observar e atuar como docente nasaulas de filosofia nas três séries do Ensino Médio e na Formação de Docentes. No segundo semestre os estagiários Fernando e Eli realizaram o estágio naturma 3º A, do Colégio Arquidiocesano de Curitiba (CAC), Disciplina de Filosofia. OCAC é uma instituição particular, administrada pelas Irmãs da Sagrada Família eoferece o curso de Ensino Médio, no período matutino. As atividades desenvolvidas foram de observações participativas, ou seja, aprofessora sempre incentivava a participação dos estagiários durante a aula.Também houve a oportunidade de os estagiários regerem uma aula. A professora Maria Domingos, docente da Disciplina de Filosofia, tem umaforma toda particular de ministrar as aulas. Está sempre de bom humor e consegueutilizar esta característica para deixar a aula mais dinâmica; assim ela apresenta oconteúdo de ensino da filosofia de um modo que não pareça tão abstrato aos alunosque nesta etapa do desenvolvimento ainda estão numa fase de transição para opensamento formal4, em que adquirem a capacidade de relacionar os fatos de umadeterminada situação, analisar, comparar com a realidade e prever possibilidades.Percebe-se que a professora Maria sabe quando pode brincar e quando precisa falarmais sério com os alunos, talvez esta percepção seja fruto da experiência adquirida1 Graduando em Filosofia.2 Graduando Em Filosofia.3 Professora das Disciplinas de Didática e Gestão dos Processos Pedagógicos, linha de pesquisateoria e prática da Educação.4 Conferir sobre isso as etapas do desenvolvimento descritas por Jean Piaget.
  2. 2. em sala de aula5. Percebe-se que os alunos têm confiança no trabalho desenvolvido pelaprofessora Maria. A professora sempre dá oportunidade para que os alunosparticipem da aula, dizendo das suas impressões sobre o assunto que está sendodebatido e dialogando bastante com eles. O conteúdo das aulas deste semestre foi o pensamento dos filósofosmodernos e contemporâneos. O material pedagógico utilizado foi a apostila defilosofia do Sistema Ético de Ensino, Ciência Humanas e suas tecnologias, queabordava os seguintes temas:  O idealismo de Hegel e o materialismo de Marx;  Nietzsche, fenomenologia e existencialismo;  A Escola de Frankfurt;  Filosofia versus ciência: do século XIX aos dias atuais. Devido às poucas horas aula disponíveis na Matriz Curricular do EnsinoMédio para a Disciplina de filosofia e a quantidade de conteúdo a ser estudado, aprofessora adotou um método próprio, para possibilitar que todo conteúdo sejatrabalhado: aos alunos ficava a obrigação de ler os capítulos da apostila em casa,anotar as possíveis dúvidas e responder os exercícios, além de fazer um resumo decada capítulo trabalhado; na aula, a professora fazia uma rápida exposição doconteúdo, destacando os pontos principais; após essa exposição, era realizada acorreção dos exercícios, onde a professora explicava a resposta de cada questão. Como os alunos desta turma estão prestes a fazer o vestibular, o colégio tema preocupação de auxiliá-los na preparação para este exame. Desta forma, duranteas aulas são discutidos os textos que foram selecionados pelas faculdades para aprova do vestibular. Neste ano um dos textos estudados em sala por esta turma foiVerdade e Mentira no Sentido Extra-Moral, do filósofo alemão Friedrich Nietzsche,que foi um dos textos a serem avaliados no vestibular da Universidade Federal doParaná, na Disciplina de filosofia. Coube aos estagiários trabalharem este texto com a turma, destacando ospontos principais e explicando o seu sentido. Para tanto, foi necessário expor umpouco do pensamento do autor (Nietzsche), para uma melhor compreensão do que5 Sobre os Saberes Pedagógicos e atividade Docente, Pimenta (1999), enumera os Saberes da experiência, oconhecimento e os pedagógicos como constitutivos da identidade que o professor constrói alo longo de suahistória.
  3. 3. este pretendia dizer no referido texto. Duas das aulas observadas forma ministradas por estagiários de outrainstituição. A partir destas observações foi possível destacar alguns aspectosimportantes na postura do professor em sala.  Cuidado com o vocabulário utilizado: deve-se falar numa linguagem que os alunos compreendam, no entanto, o vocabulário precisa ser adequado para a situação;  Cuidado na utilização do quadro de giz: necessidade de ser previamente planejado o esquema, para que a exposição não prejudique a compreensão do conteúdo;  Cuidado para que a aula não se transforme num show: não é possível fazer da aula um auditório de piadas. A avaliação da aprendizagem dos alunos tem como critérios: a realização deatividades específicas (provas) e dos trabalhos (resumos dos capítulos da apostila)que estes precisam entregar. Outra forma de avaliação são os testes simulados queos alunos realizam como forma de preparação para o vestibular. Estas são asformas de avaliação que ficaram mais evidentes durante as observações realizadasno semestre. Foi possível notar que muitos alunos não conseguiam alcançar a médiaatravés da realização destes procedimentos de avaliação, portanto, era preciso quefizessem outras provas para completarem a nota. Aqueles alunos que já tinhamalcançado a média também poderiam fazer essa nova prova e aumentar a nota jáconseguida. Esta oportunidade parece ser correta, pois, se aqueles que nãoalcançaram a média terão a oportunidade de melhorar a nota, então é justo queaqueles que já conseguiram a média na nota também tenha a oportunidade demelhorar seu desempenho. Em uma das avaliações que tinha seis questões, duas eram sobre o conteúdoque da aula que regemos (sobre a filosofia de Nietzsche). Na correção foi possívelperceber que a maioria conseguiu entender a ideia principal do pensamento doautor. Portanto, é possível afirmar que o objetivo proposto para aquela aula foialcançado. O estágio é um tempo privilegiado de aprendizado, pois oferece aoportunidade de vivenciar na prática o que antes se vive na teoria. A prática muitasvezes é mais difícil, pois as situações presenciadas nem sempre são previstas, mas
  4. 4. é nesses momentos que mais se aprende. O estágio não ensina apenas como serum professor, ou como se comportar dentro de uma sala de aula. A experiência doestágio vai além, nele se evidencia o valor do ser humano e do papel da educaçãocomo prática social onde nos constituímos como “humanos”, historicamentesituados. Tardif e Lessard (2005, p.28) ao tratarem dos elementos que caracterizam otrabalho docente, a especificam como profissão de interações humanas e destacam“o status cada vez mais importante que a docência vem recebendo [...] a presençade um ‘objeto humano’” o qual “modifica profundamente a própria natureza dotrabalho e a atividade do trabalhador”. Os autores diferenciam o trabalho docente do trabalho material e também dosimplesmente cognitivo por se tratar do trabalho sobre o outro, vai muito além dotrato com a informação e o conhecimento para favorecer a apropriação da herançacultural da humanidade. Dessa forma, “[...] esse trabalho sobre o humano evoca atividades [...]” que se“desdobram segundo modalidades complexas em que intervêm a linguagem, aafetividade, a personalidade, ou seja, um meio em vistas de fins: [...] o docente [...]engaja diretamente sua personalidade no contato com as pessoas e estas o julgame o acolhe em função dela” (TARDIF e LESSARD, 2005, p.32).REFERÊNCIASPIMENTA, Selma Garrido. Saberes Pedagógicos e Atividade3 Docente. SãoPaulo: Cortez, 1999.SISTEMA ÉTICO. Filosofia: Ciências Humanas e suas Tecnologias.TARDIF, Maurice; LESSARD, Claude. O Trabalho do Docente: elementos parauma teoria da docência como profissão de interações humanas. Pretrópolis, RJ:vozes, 2005.

×