Que Universidade para o Amanhã?Em busca de uma evolução transdisciplinar para a Universidade         Disciplinaridade, Mul...
PLURIDISCIPLINARIDADE   Estudo de um tópico de pesquisa em várias disciplinas    ao mesmo tempo. Diferentes enfoques, cru...
MULTIDISCIPLINARIDADE   Ultrapassa as fronteiras disciplinares, mas    sua meta permanece nos limites do    quadro de ref...
INTERDISCIPLINARIDADE   Ultrapassa as disciplinas, mas seu    objetivo permanece no mesmo quadro de    referência da pesq...
Graus de interdisciplinaridade          Grau de aplicaçãoQuando os métodos da física nuclear sãotransferidos para a medici...
Graus de interdisciplinaridade        Grau epistemológicoQuando os métodos da lógica formal sãotransferidos para a área do...
Graus de interdisciplinaridade Grau de geração de novas disciplinasQuando métodos da matemática foramtransferidos para a f...
TRANSDISCIPLINARIDADE    Diz respeito ao que está, ao mesmo tempo, entre as    disciplinas, através das diferentes discipl...
METODOLOGIA DE PESQUISA       TRANSDISCIPLINAR   Determinada por 03 pilares: níveis de realidade,    lógica do terceiro t...
A EVOLUÇÃO TRANSDISCIPLINAR DA               EDUCAÇÃO   O surgimento de uma nova cultura implica um    novo tipo de educa...
UM NOVO TIPO DE EDUCAÇÃO     Relatório da UNESCO (Comissão     internacional sobre a educação para o     vigésimo primeiro...
Aprendendo a Conhecer   Consiste no treino nos métodos que podem    ajudar-nos a distinguir o que é real do que é    ilus...
Aprendendo a Fazer   Significa a aquisição de uma profissão;   Criação de um núcleo interior flexível;   "aprendendo a ...
Viver em conjunto   Ultrapassa o princípio de tolerância às    diferenças;   Para que as normas da coletividade sejam   ...
Aprendendo a Ser   Existência como descoberta dos nossos    condicionamentos, da harmonia e desarmonia entre    nossa vid...
Na visão transdisciplinar   Uma educação viável só pode ser uma    educação integral do ser humano ;   A desorientação d...
PROPOSTAS: Declaração de          Locarno1.    Criação De Institutos De Pesquisa Do Sentido2.    Tempo Para Transdisciplin...
CONCLUSÕES    A nova produção de conhecimento implica na    necessidade de uma abertura multidimensional da    Universidad...
CARTA DA      TRANSDISCIPLINARIDADEArtigo 1  Toda e qualquer tentativa de reduzir o ser humano a uma definição e de   dis...
CARTA DA      TRANSDISCIPLINARIDADEArtigo 5 A visão transdisciplinar é completamente aberta, pois, ela ultrapassa o  domí...
CARTA DA      TRANSDISCIPLINARIDADEArtigo 9 A transdisciplinaridade conduz a uma atitude aberta em relação aos   mitos, à...
CARTA DA       TRANSDISCIPLINARIDADEArtigo 13  A ética transdisciplinar recusa toda e qualquer atitude que rejeite o diál...
REFERÊNCIAS   NICOLESCU, B. (1994).Responsabilidade    das Universidades para com a sociedade .    Ciret Unesco
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Carta da Transdisciplinaridade: Que Universidade para o amanhã?

1.532 visualizações

Publicada em

Disciplinaridade, Multidisciplinaridade, Interdisciplinaridade e Transdisciplinaridade.

  • Seja o primeiro a comentar

Carta da Transdisciplinaridade: Que Universidade para o amanhã?

  1. 1. Que Universidade para o Amanhã?Em busca de uma evolução transdisciplinar para a Universidade Disciplinaridade, Multidisciplinaridade, Interdisciplinaridade e Transdisciplinaridade Em meados do século XX, devido a necessidade de pontes entre as diferentes disciplinas, há o surgimento da pluridisciplinaridade e da interdisciplinaridade.
  2. 2. PLURIDISCIPLINARIDADE Estudo de um tópico de pesquisa em várias disciplinas ao mesmo tempo. Diferentes enfoques, cruzamento de várias disciplinas; Enriquece a disciplina, mas a finalidade é sempre inscrita no quadro da pesquisa disciplinar; Há diálogo entre os diversos enfoques, objetiva-se o enriquecimento da investigação sobre o objeto em estudo.
  3. 3. MULTIDISCIPLINARIDADE Ultrapassa as fronteiras disciplinares, mas sua meta permanece nos limites do quadro de referência da pesquisa disciplinar; Aporta um "plus" à disciplina em questão, a serviço da disciplina - foco.
  4. 4. INTERDISCIPLINARIDADE Ultrapassa as disciplinas, mas seu objetivo permanece no mesmo quadro de referência da pesquisa disciplinar; Transferência de métodos de uma disciplina à outra em 03 graus de interdisciplinaridade:
  5. 5. Graus de interdisciplinaridade Grau de aplicaçãoQuando os métodos da física nuclear sãotransferidos para a medicina, resultam noaparecimento de novos tratamentos decâncer
  6. 6. Graus de interdisciplinaridade Grau epistemológicoQuando os métodos da lógica formal sãotransferidos para a área do direito geral,geram análises interessantes deepistemologia do direito;
  7. 7. Graus de interdisciplinaridade Grau de geração de novas disciplinasQuando métodos da matemática foramtransferidos para a física e geraram a físicamatemática e, quando transferidos para osfenômenos meteorológicos ou para osprocessos do mercado de ações, geraram ateoria do caos, mas seu objetivo permanecedentro do mesmo quadro de referência dapesquisa disciplinar.
  8. 8. TRANSDISCIPLINARIDADE Diz respeito ao que está, ao mesmo tempo, entre as disciplinas, através das diferentes disciplinas e além de todas as disciplinas. Objetivo: compreensão do mundo atual pela unidade do conhecimento; Complementar à pesquisa disciplinar e não antagônica; Níveis de realidade inseparáveis dos níveis de percepção; Caminho de auto-transformação.
  9. 9. METODOLOGIA DE PESQUISA TRANSDISCIPLINAR Determinada por 03 pilares: níveis de realidade, lógica do terceiro termo incluso e complexidade; Pilares emergem da física quântica, cosmologia quântica e biologia molecular; Estrutura do espaço determinada pela dinâmica descontínua dos níveis de realidade e implica ação de diversos níveis de realidade ao mesmo tempo.
  10. 10. A EVOLUÇÃO TRANSDISCIPLINAR DA EDUCAÇÃO O surgimento de uma nova cultura implica um novo tipo de educação; No mundo contemporâneo, o sistema de educação moldado por valores de outro século perpetua todas as várias tensões; Há um desequilíbrio acelerado entre as estruturas sociais contemporâneas e as mudanças que estão ocorrendo atualmente; Desarmonia entre os valores e as realidades da vida planetária em um processo de mudança.
  11. 11. UM NOVO TIPO DE EDUCAÇÃO Relatório da UNESCO (Comissão internacional sobre a educação para o vigésimo primeiro século), enfatiza 4 pilares de um novo tipo de educação:1) Aprendendo a conhecer,2) Aprendendo a fazer,3) Aprendendo a viver em conjunto e4) Aprendendo a ser.
  12. 12. Aprendendo a Conhecer Consiste no treino nos métodos que podem ajudar-nos a distinguir o que é real do que é ilusório e a ter acesso inteligente ao fabuloso conhecimento de nossos tempos; O espírito científico é indispensável; Implica em uma flexibilidade permanente sempre orientada na direção da atualização de suas potencialidades interiores.
  13. 13. Aprendendo a Fazer Significa a aquisição de uma profissão; Criação de um núcleo interior flexível; "aprendendo a fazer" é um aprendizado em criatividade . "Fazer" também significa descobrir novidades, trazendo à luz nossas potencialidades criativas; Hierarquia social substituída pela cooperação de níveis estruturais; Em vez de níveis impostos pela competição, haveria níveis de ser;. Fazer em vez de se submeter.
  14. 14. Viver em conjunto Ultrapassa o princípio de tolerância às diferenças; Para que as normas da coletividade sejam respeitadas, precisam ser validadas pela experiência interior de cada ser; Compreensão da nossa própria cultura pela atitude transcultural, transreligiosa, transpolítica e transnacional; A unidade aberta e a pluralidade complexa não são antagônicas.
  15. 15. Aprendendo a Ser Existência como descoberta dos nossos condicionamentos, da harmonia e desarmonia entre nossa vida individual e social, por meio do questionamento e do espírito científico; Permanente aprendizado; A formaçao de uma pessoa passa inevitavelmente por uma dimensão transpessoal. Há uma inter-relação entre os quatro pilares do novo sistema de educação: Como aprender a fazer enquanto aprendendo a conhecer? Como aprender a ser enquanto aprendendo a viver em conjunto?
  16. 16. Na visão transdisciplinar Uma educação viável só pode ser uma educação integral do ser humano ; A desorientação da Universidade tornou- se mundial; A Universidade é o lugar privilegiado para uma educação dirigida às exigências de nossos tempos.
  17. 17. PROPOSTAS: Declaração de Locarno1. Criação De Institutos De Pesquisa Do Sentido2. Tempo Para Transdisciplinaridade3. Criação De Ateliês De Pesquisa Transdisciplinar4. Criação De Centros De Orientação De Pesquisa Transdisciplinar5. Transdisciplinaridade E O Espaço Cibernético: Ateliês - Piloto6. Criação De Uma Cadeira Itinerante Da Unesco E De Teses Transdisciplinares De Doutoramento7. Desenvolvimento Da Responsabilidade8. Fóruns Transdisciplinares9. Inovação Pedagógica E Transdisciplinaridade10. Ateliês Regionais E Fóruns Transculturais Na Internet
  18. 18. CONCLUSÕES A nova produção de conhecimento implica na necessidade de uma abertura multidimensional da Universidade em direção: à sociedade civil; a outros lugares de produção de um novo conhecimento; ao espaço-tempo cibernético; à meta da universalidade; à redefinição de valores que regem a sua própria existência.
  19. 19. CARTA DA TRANSDISCIPLINARIDADEArtigo 1 Toda e qualquer tentativa de reduzir o ser humano a uma definição e de dissolvê-lo no meio de estruturas formais, sejam quais forem, é incompatível com a visão transdisciplinar.Artigo 2 O reconhecimento da existência de diferentes níveis de realidade, regidos por lógicas diferentes, é inerente à atitude transdisciplinar.Artigo 3 A transdisciplinaridade é complementar à abordagem disciplinar; ela faz emergir novos dados a partir da confrontação das disciplinas que os articulam entre si; oferece-nos uma nova visão da natureza da realidade.Artigo 4 A pedra angular da transdisciplinaridade reside na unificação semântica e operativa das acepções através e além das disciplinas
  20. 20. CARTA DA TRANSDISCIPLINARIDADEArtigo 5 A visão transdisciplinar é completamente aberta, pois, ela ultrapassa o domínio das ciências exatas pelo seu diálogo e sua reconciliação não somente com as ciências humanas, mas também com a arte, a literatura, a poesia e a experiência interior.Artigo 6 Em relação à interdisciplinaridade e à multidisciplinaridade, a transdisciplinaridade é multir-referencial e multidimensional.Artigo 7 A transdisciplinaridade não constitui nem uma nova religião, nem uma nova filosofia, nem uma nova metafísica, nem uma ciência da ciência.Artigo 8 A dignidade do ser humano também é de ordem cósmica e planetária
  21. 21. CARTA DA TRANSDISCIPLINARIDADEArtigo 9 A transdisciplinaridade conduz a uma atitude aberta em relação aos mitos, às religiões e temas afins, num espírito transdisciplinar.Artigo 10 Inexiste laço cultural privilegiado a partir do qual se possam julgar as outras culturas.Artigo 11 Uma educação autêntica não pode privilegiar a abstração no conhecimento.Artigo 12 A elaboração de uma economia transdisciplinar é fundamentada no postulado segundo o qual a economia deve estar a serviço do ser humano e não o inverso.
  22. 22. CARTA DA TRANSDISCIPLINARIDADEArtigo 13 A ética transdisciplinar recusa toda e qualquer atitude que rejeite o diálogo e a discussão, qualquer que seja a sua origem – de ordem ideológica, científica, religiosa, econômica, política, filosófica.Artigo 14 Rigor, abertura e tolerância são as características fundamentais da visão transdisciplinar. O rigor da argumentação que leva em conta todos os dados é o agente protetor contra todos os possíveis desvios.ARTIGO FINAL  A presente Carta da Transdisciplinaridade está sendo adotada pelos participantes do Primeiro Congresso Mundial de Transdisciplinaridade, não se reclamando a nenhuma outra autoridade a não ser a da sua obra e da sua atividade.
  23. 23. REFERÊNCIAS NICOLESCU, B. (1994).Responsabilidade das Universidades para com a sociedade . Ciret Unesco

×