Preservativo

2.741 visualizações

Publicada em

Sessão de educação para saúde

Publicada em: Saúde
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.741
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Preservativo

  1. 1. Um preservativo pa mi e pa bó
  2. 2. Educadores  Estudandes do Curso Licenciatura em Enfermagem da Unicv:  José António Fernandes  Ermicson Barbosa  Walter Andrade  Evanilson Delgado
  3. 3. Introdução  Como sabemos a adolescência é uma fase da vida onde ocorrem mudanças tanto ao nível físico e psícologico, onde se começa a formação da nossa personalidade e construção de uma identidade, isso leva muitas vezes a alguns comportamentos de riscos e começam a vivenciar novas experiências, o que leva muitas vezes a por em causa a sua saúde e sua integridade.
  4. 4. Sumário  Sexo na adolescência;  Importância do uso do prevervativo;  Uso correto do preservativo  Demostração do uso correto;  Infeções sexualmente transmissiveis (ISTs);  Mitos sobre o uso;  Algumas curiosidades;
  5. 5.  O que vocês acham do sexo na adolescência?  Qual é o motivo do uso do preservativo?
  6. 6. Sexo na adolescência A iniciação da vida sexual normalmente ocorre por volta dos 14 anos. Mas há casos onde se iniciam com 11, 12 ou antes , e também podemos encontrar os que se iniciarão com 15, 16, 18 ou mais. Na maioria das vezes existem motivos específicos para a iniciação sexual: O mito do “príncipe encantado” para os garotos, e muitas vezes nos rapazes há o medo de ser considerado gay, para poder fazer parte do grupo “dos que sabem”, mesmo que essa iniciação seja algo sem desejo e afeto.
  7. 7. As dúvidas mais frequentes e conflituosas ainda são dos pais das adolescentes.  Existe uma idade mínima para se começar a ter relações sexuais de forma saudável?  Como lidar com essa questão?  Onde meus filhos irão transar?  Quando é aceitável que eles transem?  Todo dia? Uma vez por semana?
  8. 8.  Não se pode dizer que exista uma idade correta, mas uma iniciação sexual muito precoce em geral ocorre sem maturidade necessária para viver o sexo com responsabilidade. Com isso há um grande número de grávidas na adolescência e ainda o enorme risco de infecções sexualmente transmissíveis e a imaturidade para encarar relacionamentos.
  9. 9. Preservativo Preservativo é um método contraceptivo do tipo barreira. Feita de látex ou poliuretano, impede a ascensão dos espermatozoides ao útero, prevenindo a gravidez indesejada e é eficiente na proteção contra infeções sexualmente transmissíveis (ISTs), como AIDS e HPV.
  10. 10. Alguns ISTs
  11. 11. Herpes
  12. 12. Condiloma
  13. 13. Sifilis
  14. 14. Preservativo Masculino São capas ou revestimentos que são colocadas no pênis ereto do homem. A maioria é feita de borracha de látex fina. Funcionam formando uma barreira que mantém os espermatozoides fora da vagina, impedem que infecções existentes no sêmen, no pênis ou na vagina sejam contraídas pelo outro parceiro.
  15. 15. Benefícios à Saúde Ajudam a proteger contra:  Riscos de gravidez  ISTs, inclusive o HIV  Problemas causados por ISTs:  Doença inflamatória pélvica recorrente e dor pélvica crônica.  Câncer cervical. Extremamente raros:  Reação alérgica aguda (entre pessoas com alergia ao látex)
  16. 16. Desfazendo Mitos  Não tornam o homem estéril, impotente ou fraco.  Não diminuem o desejo sexual do homem.  Não se perdem dentro do corpo da mulher.  Não têm furos pelos quais o semen possa passar.  Não causam doença no homem porque o sêmen “fica retido.”  São usados por casais casados. Não se destinam exclusivamente ao uso fora do casamento. (Hopkins, 2007)
  17. 17. Passos básicos para o uso do Preservativo
  18. 18. PRESERVATIVO FEMININO  São feitos de firme plástico fino, transparente e macio, como forma de bainha, que se inserem, de modo frouxo, dentro da vagina da mulher. – Têm anéis flexíveis em ambas as pontas  Um anel na extremidade fechada ajuda na colocação do preservativo  O anel na extremidade aberta retém parte do preservativo fora da vagina
  19. 19. Eficácia do uso do preservativo feminino  A eficácia depende da usuária: o risco de gravidez ou de infecçoes sexualmente transmissível (IST) é maior quando os Preservativo femininos não são usados em cada relação sexual. As poucas gravidezes ou infecções ocorrem devido ao uso incorreto, por escorregarem ou se romperem.
  20. 20. Beneficios a Saúde  Protegem contra:  Riscos de gravidez  ISTs, inclusive o HIV
  21. 21. Desfazendo Mitos  Os Preservativo femininos:  Não se perdem no corpo da mulher.  Não são difíceis de utilizar, mas o uso correto precisa ser aprendido.  Não possui orifícios pelos quais o HIV possa passar.  São utilizados por casais matrimoniais. Não se destinam exclusivamente ao uso fora do casamento.  Não provocam doença numa mulher porque impedem o sêmen ou o esperma de entrarem no corpo dela.
  22. 22. Passos básicos no uso do preservativo feminino
  23. 23. Tipos de Preservativos  Preservativo comum  Preservativo sem lubrificante  Preservativo de sabor  Preservativos hot e ice  Preservativo sensível  Preservativo com efeito retardante  Preservativo com espermicida
  24. 24. Preservativo Comum
  25. 25. Preservativo de sabor
  26. 26. Preservativo hot e ice
  27. 27. Preservativo sensivel
  28. 28. Preservativo com efeito retardante
  29. 29. Preservativo com espermicida
  30. 30. Tamanhos de Preservativos  Normalmente, as marcas oferecem Preservativo masculinos nos tamanhos P, M, G e GG. Algumas também disponibilizam produtos mais largos, para homens que têm o pênis muito grosso. As medidas de comprimento e espessura vêm indicadas na embalagem, mas a melhor forma de descobrir o tamanho ideal é experimentando e certificando-se de que o Preservativo está bem ajustada.
  31. 31. Curiosidades  Estima-se que aproximadamente 5 bilhões de camisinhas sejam usadas todos os anos no mundo;  De acordo com registros históricos, os antigos egípcios já usavam camisinha em 1.350 a.C. e, além disso, usavam cocô seco de crocodilo como “reforço” graças à sua ação espermicida;
  32. 32.  Uma camisinha comum pode acomodar mais de 3 litros de líquido em seu interior;  No passado, os preservativos eram feitos com as bexigas e os intestinos de ovelhas, cabras e carneiros, e muitos deles eram reutilizáveis;  Aproximadamente 40% de todas as camisinhas vendidas no mundo são compradas por mulheres;
  33. 33. Conclusão  Podemos então concluir que o uso do preservativo faz toda a diferença quando se trata da gravidez indesejada ou das ISTs.  Embora hoje em dia o sexo sem uso do preservativo é muito comum entre os jovens, podemos melhorar isso fazendo campanhas de sensibilização e distribuição dos preservativos para que os jovens tenham mais conhecimento sobre o uso correto dos preservativos e prevenir a contaminação dos ISTs.

×