Gestão de mudanças 02

274 visualizações

Publicada em

GERINDO MUDANÇAS NO AMBIENTE DE TRABALHO

Publicada em: Saúde
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
274
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão de mudanças 02

  1. 1. GESTÃO DEGESTÃO DE MUDANÇASMUDANÇAS
  2. 2. Definição de MudançaDefinição de Mudança Qualquer alteração permanente ou temporária em relação a uma situação existente em uma instalação,atividade ou operação, durante todo o ciclo de vida, que modifique os riscos existentes ou altere sua confiabilidade.
  3. 3. Habitualmente, torna-se necessário promover um processo de mudança quando a organização não satisfaz os acionistas. Os sinais evidentes de necessidade de uma intervenção profunda, poderão ser de caráter quantitativo ou qualitativo.
  4. 4. Existem diversas condicionantes que influenciam o processo de mudança de uma organização, como o nível de recursos que a empresa dispõe, o setor onde se insere, a maior ou menor necessidade de mudança, qualidade da gestão e a atual envolvente política, econômica, social, tecnológica, ambiental e legal.
  5. 5. Perda de quota de mercado, aumento de custos, redução de rentabilidade, poderão ser claros sinais de uma deficiente gestão. Insatisfações dos clientes, fornecedores e colaboradores, são também sérios alertas de caráter qualitativo.
  6. 6. De forma a validar e enquadrar a deficiente “performance individual” da empresa ou organização, será de capital importância, a realização de um trabalho de benchmark (processo de comparação do desempenho) com as empresas concorrentes.
  7. 7. As necessidades de mudança, poderão revestir diversas formas, entre as quais destacam-se: •Mudança incremental •Mudança transformacional •Mudança Planejada •Mudança Improvisada •Mudança Emergente •Mudança Radical
  8. 8. Mudança IncrementalMudança Incremental Não gera habitualmente grandes impactos na organização, a intervenção efetua-se através de ligeiros ajustamentos organizativos.
  9. 9. Mudança TransformacionalMudança Transformacional Procede-se a mudanças no clima e cultura da organização, com alterações profundas dos processos de gestão, estruturação e de concepção de trabalho, segundo um plano previamente elaborado.
  10. 10. Mudança PlanejadaMudança Planejada Quando a empresa reformula a sua estratégia, de uma forma claramente pacífica, normalmente ocorre quando a organização apresenta um bom desempenho, no entanto vislumbra a possibilidade de claras melhorias com a indicada reformulação.
  11. 11. Mudança ImprovisadaMudança Improvisada É um tipo de mudança deliberada, mas não resulta de decisões pró- ativas, mas de decisões tomadas em tempo real.
  12. 12. Mudança EmergenteMudança Emergente Processo habitualmente complexo, não planejado/planeado, no qual a organização vai respondendo de forma a ultrapassar as ameaças ou os desafios com que se vai deparando.
  13. 13. Mudança RadicalMudança Radical Habitualmente planejada/planeada, de forma a antecipar acontecimentos futuros ou a inverter uma deficiente performance. Apesar dos diversos tipos de gestão de mudança referidos, existe um conjunto de etapas fundamentais, comuns aos diversos tipos de intervenções.
  14. 14. GIM – Guia de Identificação de Mudança Formulário a ser preenchido durante o processo, conforme definido no macro processo de gerenciamento de mudanças da US-SUB, que permite definir em última instância, se um determinado serviço deve ou não ser enquadrado como mudança.
  15. 15. Tipos de MudançaTipos de Mudança Existem diferentes tipos de mudanças organizacionais, nomeadamente: estruturais, de pessoas/cultura e de estratégia. As organizações podem inovar numa ou mais áreas, dependendo das forças internas e externas de mudança.
  16. 16. Mudanças EstruturaisMudanças Estruturais Envolvem toda a hierarquia da empresa ou organização, as metas, as características estruturais, os procedimentos administrativos e os sistemas administrativos.
  17. 17. Identificação da Mudança Caso, ao final do preenchimento da GIM, seja identificada uma ou mais respostas afirmativas, a mudança é caracterizada. Todas as perguntas da GIM devem ser respondidas. Uma mudança estrutural bem-sucedida realizada por uma abordagem de cima para baixo porque a habilidade para a
  18. 18. melhoria administrativa tem a sua origem nos níveis médio e alto da organização. O processo de cima para baixo não significa que a coerção seja a melhor táctica de implementação. As tácticas de implementação incluem instrução, participação e negociação com todos os empregados.
  19. 19. MudançasMudanças CulturaisCulturais Referem-se a uma mudança nos valores, normas, atitudes, crenças e comportamento dos empregados. Relacionam-se com a maneira como os colaboradores da organização pensam. O treino e formação são as ferramentas frequentemente mais
  20. 20. utilizadas para mudar o pensamento dominante na organização. Uma empresa pode oferecer programas de formação aos seus colaboradores em assuntos como trabalho em equipa, qualidade, administração participativa, atendimento ao cliente.
  21. 21. O desenvolvimento organizacional é um excelente auxiliar dos gerentes para lidar com problemas relacionados associados a fusões/aquisições O péssimo resultado financeiro de muitas aquisições e fusões é causado pela falha dos gestores em determinar se o estilo administrativo e a cultura organizacional das duas empresas
  22. 22. De facto, o desenvolvimento organizacional propõe três etapas distintas para atingir a mudança de atitude e de comportamento: •Descongelamento •Mudança •Recongelamento
  23. 23. DescongelamentoDescongelamento Os colaboradores devem ser informados dos problemas e estar dispostos a mudar. Esta etapa, muitas vezes, utiliza um especialista externo (agente de mudança), que faz um diagnóstico da organização e identifica problemas diretamente relacionados com o trabalho.
  24. 24. Este reúne e analisa dados de entrevistas pessoais, questionários e observações de reuniões. O diagnóstico ajuda a determinar a extensão dos problemas organizacionais e a “descongelar” os gestores ao informá-los dos problemas de seu comportamento;
  25. 25. MudançaMudança Ocorre quando os indivíduos experimentam um novo comportamento e aprendem novas habilidades para serem usadas no local de trabalho. Algumas vezes isso é conhecido como intervenção, durante a qual o agente de mudança implementa um plano específico para formação dos gestores e colaboradores.
  26. 26. RecongelamentoRecongelamento ocorre quando indivíduos adquirem novas atitudes e valores e a organização os recompensa por eles. O impacto de novos comportamentos é avaliado e reforçado. O agente de mudança fornece novos dados que mostram mudanças positivas no desempenho. Gestores e colaboradores participam de cursos de actualização para manter e reforçar os novos comportamentos.
  27. 27. Em um sentido mais amplo, os conceitos de globalização, lucro, competitividade e mudança fazem parte integrante das decisões das organizações, que tem seus objetivos voltados para a garantia da sobrevivência e crescimento sustentável no mercado. Nesse contexto, a mudança é influenciada por fatores internos e externos que se
  28. 28. relacionam positiva ou negativamente. o qual se faz necessário envolvimento de todos, o apoio visível da alta administração também ajuda a superar a resistência à mudança principalmente das pessoas resistentes à mudança.

×