Biomas brasileiros-

1.175 visualizações

Publicada em

como melhor conhecer os biomas brasileiros, e sentir o desejo de preservá-los

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.175
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biomas brasileiros-

  1. 1. Biomas Brasileiros
  2. 2. BIOMA Conjunto de ecossistemas terrestres, climaticamente controlados, que são caracterizados por uma vegetação própria (RAVEN et al., 2001) Sistema de classificar as comunidades biológicas e ecossistemas com base em semelhanças de características vegetais (Ricklefs, 2003)
  3. 3. A distribuição dos biomas resulta de 3 tipos de fatores Abióticos: 1- Distribuição do calor do sol e sazonalidade. 2- padrões globais da circulação de ar. 3- alguns fatores geológicos.
  4. 4. • Amazônia - 49,29% 4.196.943Km2 • Cerrado – 23,92% 2.036.448Km2 • Mata Atlântica – 13,04% 1.110.182Km2 • Caatinga – 9,92% 844.453Km2 • Pampa – 2,07% 176.496Km2 • Pantanal - 1,76% 150.355Km2 ____________________ Total 8.514.877Km2 Biomas continentais brasileiros
  5. 5. FLORESTA DE COCAIS FLORESTA DE ARAUCARIA
  6. 6. Dois grandes conjuntos vegetacionais: • Florestal, que ocupa mais de 60% do território nacional • Campestre. As formações florestais são constituídas pelas: Florestas ombrófilas e Florestas estacionais situadas tanto na região amazônica quanto nas áreas extra amazônicas, mais precisamente na Mata Atlântica.
  7. 7. FLORESTA AMAZÔNICA Localiza-se na região norte do Brasil Precipitações pluviométricas superior a 1.800 mm/ano Floresta apresenta diversos estratos O estrato mais alto localiza-se 30 m e 60 m acima do solo Ocupam zonas de baixa latitude Dominadas por plantas com folhas largas e sempre verdes Amazônia Pouca luz penetra no chão da floresta Apresentam raízes tabulares responsáveis pela sustentação das plantas Árvore mais conhecida da região é a seringueira São abundantes também as epífitas (bromélias) Acre Amapá Amazonas Pára Roraima Rondônia Maranhão Tocantins Mato Grosso
  8. 8. Raizes tabulares Plantas Epífitas
  9. 9. Concentram-se grandes comunidades indígenas
  10. 10. • Região da bacia amazônica ostenta a maior variedade de aves, primatas, roedores, jacarés, sapos, insetos, lagartos e peixes de água doce de todo o planeta. • Por ali circulam 324 espécies de mamíferos, como a onça- pintada, a ariranha, a preguiça e o macacos. • Vivem cerca de 25% da população de primatas do globo e 70 das 334 espécies de papagaios existentes. • Com relação a peixe de água doce, concentra de 2500 a 3000 espécies diferentes. Só no Rio Negro podem ser encontradas 450 espécies enquanto que na Europa não se contam mais de 200.
  11. 11. CERRADO Clima quente, semi-úmido, verão chuvoso e inverno seco Pluviosidade - 800 a 1600 mm/ano Os solos muito antigos, quimicamente pobres e profundos
  12. 12. • As árvores do cerrado são muitos peculiares, com troncos tortos, cobertos por uma cortiça grossa, e de folhas geralmente grandes e rígidas. Muitas plantas herbáceas têm órgãos subterrâneos que armazenam água e nutrientes.
  13. 13. • O cerrado ocupa atualmente cerca de 20% do território nacional. E pode ser dividido em: Cerradão, Cerrado típico, campos de cerrado e campo.  Cerradão é a uma formação florestal do bioma Cerrado com características esclerofilas  (grande ocorrência de órgãos vegetais rijos, principalmente folhas) e xeromórficas (com  características como folhas reduzidas, suculência, pilosidade densa ou com cutícula grossa  que permitem conservar água e, portanto, suportar condições de seca).  
  14. 14. • Cortiça grossa e estruturas subterrâneas podem ser interpretadas como algumas das muitas adaptações desta vegetação às queimadas periódicas. • Acredita-se que, como em muitas savanas do mundo, os ecossistemas de cerrado vêm co-existindo com o fogo desde tempos remotos, inicialmente como incêndios naturais causados por relâmpagos ou atividades vulcânicas e, posteriormente, causados pelo homem.
  15. 15. • Situa-se nos estados de Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no oeste de São Paulo e Paraná • Trata-se de um bioma do tipo savana, com vegetação arbórea esparsa formada por pequenas árvores e arbustos • Entre a diversidade de invertebrados, os mais notáveis são os térmitas (cupins) e as formigas cortadeiras (saúvas).
  16. 16. Figura 2. Área central do Cerrado no Brasil. Adaptado de IBGE (1993). Figura 6. Mapa resultante da  classificação das imagens MODIS  mostrando as áreas desmatadas na parte central do Cerrado e os  principais blocos remanescentes de  vegetação nativa. Fonte:  http://www.conservation.org.br/onde/cerrado/index.php  
  17. 17. CAATINGA • Considerado como o único bioma exclusivamente brasileiro, está localizado na faixa sub-equatorial, entre a floresta amazônica e a floresta atlântica, compreendendo quase 10% da área total do território brasileiro
  18. 18. • Abrange os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Bahia, sul e leste do Piauí e norte de Minas Gerais. • Possui um clima semi-árido com temperaturas médias anuais entre 27ºC e 29ºC, e índices pluviométricos irregulares variando de 250 a 1000mm por ano, concentrando-se durante 3 a 5 meses. Na estação seca a temperatura do solo, que é raso, pedregoso e alcalino, pode chegar a 60ºC.
  19. 19. VISÃO DA CAATINGA EM ÉPOCA DE ESTIAGEM
  20. 20. VISÃO DA CAATINGA EM ÉPOCA DE CHUVA
  21. 21. • A vegetação da caatinga é extremamente diversificada proporcionando a ocorrência de espécies adaptadas às condições do ambiente (solo e clima). As espécies arbóreas e arbustivas apresentam folhas pequenas (caducifolia)ou modificadas em espinhos, outras, com raízes superficiais para absorver o máximo de águas pluviais. • Algumas das espécies nativas da caatinga são: barriguda, amburana, aroeira, umbu, baraúna, maniçoba, macambira, mandacaru e juazeiro MANDACARU
  22. 22. FLORESTAS DE COCAIS (BABAÇUAIS) • Localiza-se em certas áreas dos estados do Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte
  23. 23. • Planta típica é o Babaçu (Orbignya martiana)
  24. 24. • A floresta de babaçu é economicamente importante; das sementes da palmeira extrai-se o óleo, as folhas são utilizadas para a cobertura de casas e para a fabricação de utensílios domésticos
  25. 25. PANTANAL A planície do pantanal é considerada maior área úmida contínua do mundo. Formada por uma grade bacia sedimentar, sua altitude varia de 75 a 100m acima do nível do mar. Este Bioma engloba os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e ainda uma pequena parte do território da Bolívia e Paraguai. A Planície do Pantanal se insere na chamada bacia hidrográfica do alto Paraguai, formada por tributários do Rio Paraguai provenientes das cabeceiras do planalto central do Brasil.
  26. 26. O Pantanal é considerado patrimônio nacional pela Constituição Federal de 1988 e, mais recentemente, intitulado patrimônio da humanidade ou reserva da biosfera pelas Nações Unidas. A fauna é bastante rica e diversificada , porém, com muitas espécies ameaçadas de extinção. Abriga uma das mais ricas reservas de vida selvagem do mundo Em alguns locais mais elevados onde o solo não retém água a vegetação pode apresentar a vegetação típica de caatinga como cactus Nas áreas que são inundadas durante as cheias anuais crescem gramíneas formando pastagens naturais
  27. 27. FLORESTA ATLÂNTICA OU MATA ATLÂNTICA Cobertura florestal perenifolia, encontrada principalmente em regiões montanhosas de clima quente e úmido da Costa Atlântica. Esse ecossistema é composto por uma grande variedade de ambientes, indo do litoral ao topo da Serra do Mar e desde o sul ao nordeste do país como: Floresta Densa ou Mata de Encosta; Floresta Estacional,Matas de Interior; Floresta Ombrófila Mista ou Mata de Araucária; Restinga; Mangue; Praia e Duna. Características ambientais: Ocorre sobre solos pobres e rasos em relevo acidentado. Desta forma, a manutenção da floresta se dá sobretudo pelo processo de ciclagem do materiais orgânicos, num processo de “auto sustentação”.
  28. 28. • Apresenta um alto índice pluviométrico chegando a valores entre 1800 a 3600mm por ano, devido a condensação da brisa oceânica carregada de vapor que é empurrada para as regiões continentais. • Nesse bioma a maioria dos rios é perene, possuindo rios de águas claras e rios de águas pretas.
  29. 29. BIOMA DOS CAMPOS SULINOS No sul do país, a vegetação é composta por campos limpos, as chamadas estepes úmidas. Entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, os Campos formados por gramíneas e leguminosas nativas se estendem como um tapete verde, também conhecida como “Pampa”, que se estende por uma região de mais de 200 mil km2 que vai além das fronteiras com Uruguai e Argentina. São áreas planas, revestidas de gramíneas e outras plantas encontradas de forma escassa, como tufos de capim que atingem até um metro de altura. No litoral do Rio Grande do Sul, a paisagem já se apresenta diferenciada, com ambientes alagados e com vegetação formada por espécies como o junco, gravatás e aguapés. A precipitação anual é de 1200mm, com chuvas concentradas nos meses de inverno. O clima é frio e úmido. A vegetação predominantemente herbácea, com alturas que variam de 10 a 50 cm.
  30. 30. ESTUÁRIO E MANGUEZAL O estuário é o encontro da água doce dos rios e da água salgada do mar,apresentando água salobra. O manguezal é a vegetação deste ambiente, ou seja, das várzeas estuarinas. Características Ambientais: Solo com acúmulo de sedimentos e nutrientes; ambiente pobre em oxigênio. Outra característica marcante desse ecossistema é o cheiro forte, originário da produção de gás sulfídrico por bactérias anaeróbias que decompõe o material orgânico.
  31. 31. • Estende-se do nordeste até o litoral catarinenese É formada por plantas com raízes respiratórias. • Mais importantes (Rhizophora mangle e Avicennia tomentosa) Desenvolve-se em solo lodoso e salgado Tratando-se de um ecossistema sujeito a constantes inundações, com águas salobras e solo muito instável, a maior parte da vegetação é constituída por apenas algumas espécies arbóreas altamente adaptadas. Os sistemas de sobrevivência adotados pelas árvores se tornam uma grande marca visual do ecossistema. Raízes denominadas escoras que saem do caule a diferentes alturas ajudam na fixação. Extensões verticais das raízes dotadas de poros (pneumatóforos), saem para fora do solo ajudando nas trocas gasosas. Essas características demonstram as peculiaridades do mangue. Diz-se que o estuário é o “berço da vida marinha” pois muitas espécies o utilizam para reprodução.
  32. 32. FLORESTAS DE ARAUCÁRIA • Situa-se em certas regiões os estados do RS, SC, PR, SP • Índices pluviométricos em torno de 1400mm anuais
  33. 33. Apresenta 3 estratos bem definidos: • Arbóreo: Pinheiro –do- paraná (Araucaria angustifolia) e Podocarpus
  34. 34. Estrato Arbustivo: • Muito denso • Diversos tipos de arbustos e samabaias (Dicksonia)
  35. 35. • Os “troncos” destas samambaias são formados por rizomas secos e compactados - o xaxim-
  36. 36. Estrato Herbaceo • Vegetação rasteira, epífitas como orquídeas e bromélias

×