Quantas estrelas podemos
ver à noite?
José Gonçalves
www.eufisica.com
astropt.org
Secção introductória e fase de preparação
● Descrição: Os alunos neste cenário estudarão o efeito
da poluição luminosa na ...
● Requisitos Técnicos:
● Professor:
● Computador com o Stellarium, Activ Inspire e Excel
● Projector de dados e, se possív...
Para provocar a
curiosidade, executa-se
estes dois processos:
1. Presentação do vídeo
em timelapse
http://vimeo.
com/chann...
Pré-Experimentação / Observação– Fase 1:
Perguntas Solicitadoras da Activitidade –
PROVOCAR CURIOSIDADE
●Perguntas resulta...
Pré-Experimentação / Observação – Fase 2:
Investigação Activa – PROPÔR EXPLICAÇÕES
PRELIMINARES OU HIPÓTESES
● Não podemos...
Pré-Experimentação / Observação – Fase 2:
Investigação Activa – PLANEAR E REALIZAR UMA
INVESTIGAÇÃO SIMPLES
●Ficha de Trab...
Experimentação / Observação – Fase 3:
Execução – REUNIR EVIDÊNCIAS A PARTIR DA
OBSERVAÇÃO
●Depois de realizar a
primeira t...
Experimentação / Observação – Fase 3:
Execução – REUNIR EVIDÊNCIAS A PARTIR DA
OBSERVAÇÃO
Contagem das estrelas utilizando...
Experimentação / Observação – Fase 3:
Execução – REUNIR EVIDÊNCIAS A PARTIR DA
OBSERVAÇÃO
●Várias observações feitas com o...
Experimentação / Observação – Fase 4:
Discussão – EXPLICAÇÃO BASEADA NAS
EVIDÊNCIAS
Pela utilização do Stellarium os
aluno...
Pós-Experimentação / Observação – Fase 5:
Reflexão – COMUNICAR OS RESULTADOS
Posterelaboradopelosalunos
comajudadoprofesso...
● Ficha de Trabalho 2
Causas da poluição da luz, pela
sua natureza (natural e
antropogénica).
Duas medidas para reduzir a
...
Locais das observações e identificação de zonas de quantidade de astros visualizados.
Pós-Experimentação / Observação – Fa...
Percepção dessas zonas de observação com a imagem de satélite.
Pós-Experimentação / Observação – Fase 5:
Reflexão – ACTIVI...
● Materias desta actividade (EN e PT):
● http://bit.ly/18pnZuV
● Leitura:
● http://www.darksky.org/
● http://www.cleveland...
● Reflexão
pessoal do
Cenário
Avaliação
REFLEXÃO
Informação de Contacto
● José Gonçalves
● Physics teacher at the public schools in
Portugal
● Email:
● eufisica@gmail.com
...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Poluição Luminosa

1.722 visualizações

Publicada em

Apresentação feita para a Conferência Discover the Cosmos (Volos, Grécia) sobre um cenário IBSE da Poluição Luminosa.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.722
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
559
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poluição Luminosa

  1. 1. Quantas estrelas podemos ver à noite? José Gonçalves www.eufisica.com astropt.org
  2. 2. Secção introductória e fase de preparação ● Descrição: Os alunos neste cenário estudarão o efeito da poluição luminosa na observação das estrelas no céu nocturno e irão realizar uma simulação utilizando o software Stellarium. ● Palavras-Chave: Astronomia, Hands-On, Stellarium, IBSE1 , observação, poluição, luz, noite. ● Destinatários: Alunos do 7º ou 8º ano de escolaridade ● Idade: 11+ anos ● Contexto: Depois da abordagem do conteúdo “Constelações” ou “Fontes e Receptores de Luz”, este cenário será implementado em casa e na escola. ● Tempo necessário: 90 min (ou 2 tempos lectivos) 1 Abordagem Exploratória e Investigativa
  3. 3. ● Requisitos Técnicos: ● Professor: ● Computador com o Stellarium, Activ Inspire e Excel ● Projector de dados e, se possível, um quadro interactivo. ● Alunos: ● Computadores com ligação à internet e com o software Stellarium. ● Ligação ao currículo: Astronomia do 7º ou 8º ano, nas aulas de Física. Pode ser estendido ao 10º ano com outra abordagem, mais elaborada. ● Objectivos de Aprendizagem: Verificar qua a luz artificial afecta a observação do céu nocturno; Verificar que a contagem de astros é inversamente proporcional à magnitude da intensidade da luz artificial. Secção introductória e fase de preparação
  4. 4. Para provocar a curiosidade, executa-se estes dois processos: 1. Presentação do vídeo em timelapse http://vimeo. com/channels/eufisicatv/ 24551969 2) Realização, pelos alunos, da Ficha de Trabalho 1 em casa, numa noite anterior à aula. Pré-Experimentação / Observação– Fase 1: Perguntas Solicitadoras da Activitidade – PROVOCAR CURIOSIDADE Timelapse author: Randy Halverson One of the tasks from Worksheet 1
  5. 5. Pré-Experimentação / Observação– Fase 1: Perguntas Solicitadoras da Activitidade – PROVOCAR CURIOSIDADE ●Perguntas resultantes do vídeo: ●Veremos o mesmo número de estrelas se estivermos na mesma região? ●Poderão uns observar mais do que outros? ●Poderão alguns factores (humanos, naturais) influenciar nossa observação? ●Algum factor será mais importante do que outro?
  6. 6. Pré-Experimentação / Observação – Fase 2: Investigação Activa – PROPÔR EXPLICAÇÕES PRELIMINARES OU HIPÓTESES ● Não podemos ver os astros no céu nocturno devido a: ● Luz das cidades (mesmo se estivermos numa região rural); ● Poluição da indústria; ● Nuvens; ● Luar; ● Actividade Vulcânica; ● Atmosfera, Ar; ● Satélites (são muitos). Falha no sistema de abastecimento de electricidade, desde Ontário até à cidade New York, em Agosto de 2003. Crédito: International Dark-Sky Assocation.
  7. 7. Pré-Experimentação / Observação – Fase 2: Investigação Activa – PLANEAR E REALIZAR UMA INVESTIGAÇÃO SIMPLES ●Ficha de Trabalho 1 (em casa) ●Escolher no Stellarium a “Atmosfera” para explicar as diferentes observações ao modificar a luz artificial. ●Apagar e acender a luz do quadro para que os alunos expliquem o sucedido (contando as estrelas). Escolha → Céu a ver e Janela de Opções [F4] Na área “Atmosfera”, seleccione o valor para a luz artificial.
  8. 8. Experimentação / Observação – Fase 3: Execução – REUNIR EVIDÊNCIAS A PARTIR DA OBSERVAÇÃO ●Depois de realizar a primeira tarefa em casa, o professor recolhe os dados ou pede aos alunos para inseri-los numa folha de cálculo e traçar os gráficos. Observation of the Orion’s Constellation. Source: Wikipedia
  9. 9. Experimentação / Observação – Fase 3: Execução – REUNIR EVIDÊNCIAS A PARTIR DA OBSERVAÇÃO Contagem das estrelas utilizando o STELLARIUM e o quadro interactivo.
  10. 10. Experimentação / Observação – Fase 3: Execução – REUNIR EVIDÊNCIAS A PARTIR DA OBSERVAÇÃO ●Várias observações feitas com o STELLARIUM.
  11. 11. Experimentação / Observação – Fase 4: Discussão – EXPLICAÇÃO BASEADA NAS EVIDÊNCIAS Pela utilização do Stellarium os alunos concluiram: ● A atmosfera tem uma pequena influência na observação dos astros; ● A luz artificial influencia bastante a observação do céu nocturno; ● Quanto maior a intensidade da luz artificial, menor é o número de astros observados.
  12. 12. Pós-Experimentação / Observação – Fase 5: Reflexão – COMUNICAR OS RESULTADOS Posterelaboradopelosalunos comajudadoprofessor.
  13. 13. ● Ficha de Trabalho 2 Causas da poluição da luz, pela sua natureza (natural e antropogénica). Duas medidas para reduzir a poluição luminosa. Melhores locais para realizar a observação do céu nocturno. ● Trabalho de Casa Observa a constelação de Orion e regista em: http://www. globeatnight.org/webapp/ (visitar website para conhecer das datas de participação). Pós-Experimentação / Observação – Fase 5: Reflexão – ACTIVIDADES E MATERIAIS SEGUINTES
  14. 14. Locais das observações e identificação de zonas de quantidade de astros visualizados. Pós-Experimentação / Observação – Fase 5: Reflexão – ACTIVIDADES E MATERIAIS SEGUINTES MapaelaboradocomoGoogle FusionTables
  15. 15. Percepção dessas zonas de observação com a imagem de satélite. Pós-Experimentação / Observação – Fase 5: Reflexão – ACTIVIDADES E MATERIAIS SEGUINTES ElaboradocomoGoogle FusionTables
  16. 16. ● Materias desta actividade (EN e PT): ● http://bit.ly/18pnZuV ● Leitura: ● http://www.darksky.org/ ● http://www.cleveland.com/nation/index. ssf/2008/11/bigcity_light_pollution_may_go.html ● http://ngm.nationalgeographic.com/2008/11/light- pollution/klinkenborg-text ● http://www.noao.edu/education/ ● Outras atividades: http://portal.discoverthecosmos.eu/en/node/191453 ● http://portal.discoverthecosmos.eu/en/node/191458 ● http://www.need-less.org.uk/ Pós-Experimentação / Observação – Fase 5: Reflexão – ACTIVIDADES E MATERIAIS SEGUINTES
  17. 17. ● Reflexão pessoal do Cenário Avaliação REFLEXÃO
  18. 18. Informação de Contacto ● José Gonçalves ● Physics teacher at the public schools in Portugal ● Email: ● eufisica@gmail.com ● josegoncalves@eufisica.com

×