LETRAS/LITERATURA
DISCIPLINA: PRÁTICA PROFISSIONAL I
PROFESSORA: ÍRIS FABIÁN
ACADÊMICAS:
ADRIANA DA NATIVIDADE
CLOTILDE AB...
CORRIGIR OU NÃO VARIANTES NÃO
PADRÃO NA FALA DO ALUNO?
 A escola ignora a fala dos alunos e os alunos tem
dificuldade par...
O que dizem os especialistas...
 A sociolinguística rejeita e sempre rejeitou a
ideia de erros no repertório dos falantes...
 Erro ortográfico é como Erro aritmético;
 Transgressão à ortografia
“A alfabetização tem momento para
começar, mas não ...
Chegando à sala de aula
 Para Possenti (1996). “O objetivo da escola é
ensinar o português padrão, ou talvez mais
exatamente, o de criar condiçõe...
As Variantes não-padrão
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As Variantes não-padrão

315 visualizações

Publicada em

As variantes não padrão no ensino de língua portuguesa. Corrigir ou não?

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
315
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As Variantes não-padrão

  1. 1. LETRAS/LITERATURA DISCIPLINA: PRÁTICA PROFISSIONAL I PROFESSORA: ÍRIS FABIÁN ACADÊMICAS: ADRIANA DA NATIVIDADE CLOTILDE ABADE ÉUQUINE JENNIFER GILSILENE COSTA IVANESSA SALES IVANILSE MELO
  2. 2. CORRIGIR OU NÃO VARIANTES NÃO PADRÃO NA FALA DO ALUNO?  A escola ignora a fala dos alunos e os alunos tem dificuldade para entender e assimilar a fala da escola (Labov, 1972/2008). As variantes não padrão de uma regra variável não são erros linguísticos, são tão somente formas diferentes da variante de prestígio.
  3. 3. O que dizem os especialistas...  A sociolinguística rejeita e sempre rejeitou a ideia de erros no repertório dos falantes nativos de uma língua.  “A identidade social linguística, na maioria das vezes, provém do modo pelo qual as pessoas se inscrevem nos círculos sociais hierarquicamente organizados, abertos ou fechados, com maior ou menor possibilidade de ascensão social.” (Roncarati, 2008)
  4. 4.  Erro ortográfico é como Erro aritmético;  Transgressão à ortografia “A alfabetização tem momento para começar, mas não tem para terminar” (Frederick Erickson) O erro deve ser objeto de produtiva discussão entre professor e aluno. “ O erro ortográfico precisa sempre ser corrigido para que o aluno adquira domínio dessa tecnologia” (Bortoni-Ricardo, 2006)
  5. 5. Chegando à sala de aula
  6. 6.  Para Possenti (1996). “O objetivo da escola é ensinar o português padrão, ou talvez mais exatamente, o de criar condições para que ele seja aprendido”. Possenti afirma: a tese que não se deve o português padrão ou exigir o domínio do dialeto padrão dos alunos que conhecem mas não usam dialeto padrão basea-se em parte no preconceito segundo o qual seria difícil aprender o padrão. Isso é falso, tanto do ponto de vista da capacidade dos falantes quanto do grau de complexidade de um dialeto padrão (196: 17).

×