O Jornal da Escola Municipal Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista Ano II/ Nº1 Maio/2012                        Conheça...
2         EscolaMunicipal de Tempo        Integral Professora Ana Lúcia              de Oliveira Batista    A Escola Munic...
Visita Técnica ao Projeto Florestinha                                                                   3A turma do 5º D f...
4                                                              Jogos Olímpicos da                                         ...
Projeto Moafut:                                                        5                                    “Treinar um jo...
6          Apresentações              Culturais                                      Foto:Cristiane Portela    Na quarta-f...
Formação dos                                                     No dia 06 de março de 2012, nossa escola recebeu         ...
8       08 de Março - Dia                      Internacional da Mulher!                                                   ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal blog

236 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
236
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal blog

  1. 1. O Jornal da Escola Municipal Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista Ano II/ Nº1 Maio/2012 Conheça a Escola Municipal Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista. Página 2 Visita do Prefeito Nelson Trad Filho à ETI. Página 2 Visita técnica no Projeto Florestinha. Página 3 Jogos Olímpicos realizados na ETI Ana Lúciade1 9 de abril a 02 de maio Página 4 Projeto Moafut: “Treinar um jogador e formar um cidadão” Página 5 18 de abril: Dia do Livro Infantil Página 6 Apresentações culturais. Página 6
  2. 2. 2 EscolaMunicipal de Tempo Integral Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista A Escola Municipal Professora Ana Lúcia de contribua para a construção de uma sociedade Oliveira Batista representa a concretização de um melhor, mais justa e igualitária; o diálogo projeto inovador da Secretaria Municipal de fundamentado em conhecimento de mundo, das Educação de Campo Grande, MS, no sentido de relações humanas e das questões sócio-políticas que promover a qualidade da educação pública, por envolvem a comunidade escolar. Em seu quarto ano de funcionamento recebe, desde o ano de 2009, crianças residentes no bairro Paulo Coelho Machado para as quais oferece um currículo pleno de conhecimentos e oportunidades de vivências enfatizadas por princípios metodológicos que envolvem o educar pela pesquisa, aprendizagem interativa, desenvolvimento da fluência tecnológica, inserção crítica na realidade e educação ambiental. Esses princípios permeiam as atividades do núcleo comum, tratadas de forma interdisciplinar, por meio da metodologia da problematização, e das complementares das áreas de Artes e de Educação Física. meio do atendimento, em período integral, de Dessa forma, a escola promove a educação integral crianças da Educação Infantil e dos anos iniciais do em período integral oportunizando aos alunos a Ensino Fundamental. A escola assume como missão “proporcionar, em todos os níveis da escolaridade, condições para uma aprendizagem significativa do conhecimento científico e da cultura, por meio do acesso à pesquisa e à tecnologia, de forma a contribuir para a formação de sujeitos conscientes, criativos e participativos, capazes de interagir e intervir na realidade e transformá-la para dar respostas às necessidades emergentes da sociedade”. Para o cumprimento dessa missão, privilegia, no processo educativo, os seguintes valores: a família, como primeiro grupo social do educando que deve ser respeitada e preservada; a solidariedade como princípio que ultrapasse o assistencialismo e participação em atividades complementares, tais permeie todas as relações humanas; o respeito às como: artes cênicas, plásticas, musicais, circenses, diversidades, ao outro e a si próprio; uma educação ginástica artística, dança, judô e futsal para lhes ambiental voltada para a sustentabilidade e o possibilitar a descoberta de potencialidades que desenvolvimento local; tolerância para mudança de contribuam com a elevação da auto-estima e os atitudes e comportamentos que beneficiem as tornem cidadãos produtivos e capazes de interagir, minorias, os excluídos e os desprotegidos; a prática intervir na realidade próxima e contribuir para um de uma educação comprometida com a ética e que mundo melhor.
  3. 3. Visita Técnica ao Projeto Florestinha 3A turma do 5º D fez uma visita técnica no Projeto aprendizagem mais concreta sobre meio ambiente.Florestinha. Localizado na saída de Cuiabá, entre o Os alunos do 5º D da Escola Municipal l Ana Lúciacondomínio Alphavile e o novo Shopping Bosque de Oliveira Batista estiveram visitando o projeto edos Ipês, o Projeto Florestinha possui duas vendo de que forma está sendo recuperada aquelafinalidades: uma ambiental e outra social. Na área. Fomos recebidos pelo Ten. Cel. Carlosquestão ambiental o projeto está fazendo o Sebastião Matoso Braga que nos apresentou de quereflorestamento de uma área que vinha sendo forma aconteceria as atividades programadas.degradada principalmente por causa do processo Iniciou-se, então, o teatro apresentado pelos alunoserosivo. Com a retirada da vegetação nativa e o integrantes do projeto. Ao término, por causa daprocesso de urbanização da região, principalmente chuva, ficamos no espaço destinado à palestra parado Bairro Nova Lima, os sedimentos de areia vinha fazermos o lanche. Assim que a chuva acabou,descendo e assoreando as duas nascentes que lá passeamos pelo parque orientados pelos alunosexistem. Sendo assim, os alunos e as crianças do mais experientes do projeto que demonstravam Foto: Allanprojeto plantaram 1500 mudas nativas de grande como estava sendo feito o reflorestamento paraporte, doadas pela SEMADS- Secretaria Municipal acabar com o processo erosivo que a área vemde Meio Ambiente e Desenvolvimeno Sustentável. sofrendo. Um fato curioso demonstrado pelosO objetivo da parceria dessa Secretaria com a integrantes do projeto foi justamente aPolícia Militar Ambiental é a recomposição da “contribuição” que a obra do novo shopping vemvegetação. Quando for concluído o reflorestamento, ocasionando no processo de assoreamento do local.o parque será aberto à comunidade campo- Com os serviços de terraplanagem os resíduos degrandense tornando-se assim mais um espaço de terra vem-se depositando no fundo dos córregos elazer para todos da cidade. No âmbito social, o aumentando, de forma mais ligeira, o assoreamentoProjeto Florestinha atende alunos do Bairro Nova dos mesmos.Fica ai um alerta para as autoridadesLima que veem apresentando dificuldades em suas competentes: que seja revisto o estudo de impactoescolas, possibilitando assim uma alternativa de ambiental desse novo empreendimento e não sejaatividades no período do contra turno. Em média, colocado em risco todo o excelente trabalhoestão inscritas de 50 a 60 crianças que recebem desenvolvido nessa área, após a implantação doalimentação e desenvolvem diariamente atividades Projeto Florestinha.relacionadas aos cuidados com o meio ambiente. OProjeto em parceria com as escolas recebe osalunos das redes públicas e particulares parademonstrar de que forma o trabalho vem sendodesenvolvido, além de possibilitar uma
  4. 4. 4 Jogos Olímpicos da ETI Ana Lúcia Foto: Marluci Teve como objetivo ampliar conhecimentos relacionados às Olimpíadas.Por meio do reconhecimento histórico de sua origem e desenvolvimento, assim como dos valores propagados pelo espírito olímpico (excelência,amizade e respeito). A equipe de Educação Física juntamente com os alunos do 5º ano da Escola Municipal Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista, entre os dias 19 de abril à 02 de maio de 2012, realizou os “Jogos Olímpicos da Eti Ana Lúcia “que contou com a participação de todos os alunos da escola, professores, equipe administrativa e Grupo Gestor. Foto: Marluci A Cerimônia de abertura dos jogos ocorreu no Ginásio Esportivo da Escola, no dia 19 de abril, às 8h da manhã. Os Jogos foram divididos da seguinte forma: as crianças da Educação Infantil e do 1ºano participaram de jogos e brincadeiras em forma de estafetas lúdicas. Já os alunos do 2º ao 5º ano participaram das seguintes modalidades esportivas: arremesso de dardo, arremesso de peso, corrida, voleibol, futebol, handebol e basquete. No dia 02 de maio, durante a acolhida dos alunos, foi feito o encerramento com a divulgação do resultado geral Foto: Katiúcia das turmas e dos nomes dos alunos que se destacaram nos jogos. Foto: Marluci
  5. 5. Projeto Moafut: 5 “Treinar um jogador e formar um cidadão” Está sendo realizado o projeto Moafut na Escola de Municipal em Profª: Ana Lúcia de Oliveira Batista que com o apoio da direção e cordenação de Educação Física busca ensinar muito mais que futsal, como, também, contribuir para a formação dos participantes ao propor palestras, oficinas e cursos educativos que contribuirão na construção de um cidadão de bem. Para que essa busca obtenha êxito, alguns critérios devem ser pontuados para atingir o perfil de aluno (cidadão) desejado. São eles : Foto: Moacir • Ser bom filho: que exige um contato mais próximo com as famílias para avaliação desse critério. • Ser bom amigo: os alunos devem demonstrar no dia a dia, atitudes e gestos de respeito e consideração para com os seus colegas e amigos. • Ser bom aluno: o aluno deve estar sempre interessado não somente pelas práticas esportivas, mas também, pela aprendizagem e desenvolvimento intelectual. Seu boletim é a forma de avaliar esse critério. • Ser bom jogador: para ser bom jogador o aluno não precisa ser o melhor tática e Foto: Marluci tecnicamente, mas aquele que pensa Acredito que o esporte pode contribuir para coletivamente e gosta de aprender.construção de uma sociedade mais justa e harmoniosaem que os alunos possam conhecer seus limites epossibilidades e ter a capacidade de transferir os valores aprendidos no esporte para o seucotidiano. O projeto funciona:nas segundas e quartas-feira das17h às 18h e 30min. para alunos de 09 a 12 anos- Pré-mirim/Mirim. E das 18h e 30min. às 20h para alunosde 13 a 16 anos Infantil/ infanto juvenil. Maiores informações com o professor responsável=Moacir Castro ou no moafut.blogspot.com. foto:Regiele
  6. 6. 6 Apresentações Culturais Foto:Cristiane Portela Na quarta-feira, dia 04 de abril, as crianças da educação infantil fizeram duas apresentações culturais, que foram assistidas por todos os alunos das demais turmas, transmitindo uma mensagem Foto: Cláudia do verdadeiro sentido da páscoa: ressurreição de Dia 18 de Abril é o Dia Nacional do Livro Infantil, e, Cristo e renovação da fé. também é a data de nascimento de um dos principais escritores de literatura infantil do Brasil, Monteiro Lobato. Carnaval da ETI Ele criou aventuras com figuras bem brasileiras, recuperou os costumes e lendas do folclore nacional, misturou todos eles com elementos da literatura universal, da mitologia grega, dos quadrinhos e do cinema. Nesse dia tão especial, a bibliotecária Cláudia, da ETI Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista, preparou na biblioteca uma exposição, com as obras de Monteiro Lobato. Cada turma da escola pode visitá-la durante todo o dia. Na exposição os alunos assistiram um breve documentário sobre a vida e obra de Monteiro Lobato, assim como partes do programa “Sitio do Picapau Amarelo” e também puderam manusear algumas de suas obras. Fotos:Cristiane Portela O Carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. Tem sua origem no entrudo português, em que, no passado, as pessoas jogavam uma nas outras, água, ovos e farinha. O entrudo acontecia num período anterior a quaresma e, portanto, tinha um significado ligado à liberdade. Este sentido permanece até os dias de hoje no Carnaval. A Educação Infantil comemorou o Carnaval com muita alegria, fantasia e apresentações animadíssimas. Todas as professoras, a Foto: Cláudia coordenadora e as diretoras participaram desse momento de alegria.
  7. 7. Formação dos No dia 06 de março de 2012, nossa escola recebeu 7 professores a visita do Ilustríssimo Prefeito Nelson Trad Filho, que fez questão de entregar os materiais escolares e uniformes aos alunos da Rede Municipal de Ensino. Nesse dia, os alunos do grupo de streetNo dia 16 de março, os professores da ETI dance da Escola Viva realizaram uma apresentaçãoProfessora Ana Lúcia de Oliveira Batista, sob orientação do professor Leonardo Liziero emreceberam o Professor Silvio da Costa Pereira – agradecimento ao investimento na educaçãodo corpo de jornalismo da Universidade Federal realizado durante a sua gestão, específicamentede Mato Grosso do Sul com a palestra : “ Mídia- nesta Escola de Tempo Integral que prioriza umaEducação Escolar” , que abordou um pouco da educação diferenciada e com ênfase nos recursoshistória das mídias e como elas podem fazer tecnológicos. Na oportunidade, nossa instituiçãoparte da educação. recebeu o selo de qualidade da Escola Segura AGETRAN, por ter desenvolvido atividades Sala de Recursos pedagógicas relacionadas ao trânsito. Multifuncionais“Primeiramente é necessário conhecer maissobre cada uma delas e quais contribuições serão Foto: Lucimarfavoráveis no processo de aprendizagem do A Escola Municipal Professora Ana Lúcia dealuno: aprender a escrever, ampliar horizontes Oliveira Batista possui uma sala de Atendimentode leitura, pois possibilita conhecer as técnicas, Educacional Especializado (AEE) e conta comlinguagens e formatos de produção de profissional de formação em educação especial, quemensagens; reflexão crítica sobre as mídias” diz desenvolve um trabalho em parceria com osSilvio . Foi um momento de estudo e reflexão professores do ensino regular, as famílias, serviçosque contribuiu muito para o crescimento da saúde, assistência social e outros necessários aoprofissional de todos os educadores. atendimento dos alunos. É um espaço diferenciadoVisita do para atender alunos com necessidades educacionais especiais, em que são utilizados vários recursos ePrefeito à ETI técnicas que favorecem sua aprendizagem e participação da vida escolar. Um trabalho que tem mostrado resultados positivos de inclusão social e educacional. Professora Lucimar Dauzacker xpediente O ETI em Questão é uma publicação feita pela professora Marluci R. Fontoura, com a colaboração da Equipe Técnica: Maria Martins, Elaine Vieira Cruz, Rosângeladas Graças Ruas Chelotti, Rosimeire da Conceição Pereira França e professores Moacir, Cristiane, Luciana, Eva Adriana, Silvana, Geni Claudinéia, Luciene, Sueli,Fernanda, Lucimar, e a auxiliar de coocrdenação Regielli, sob a orientação do professor Silvio da Costa Pereira e acadêmicas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.
  8. 8. 8 08 de Março - Dia Internacional da Mulher! Foto: Dilma No Dia Internacional da Mulher, os alunos do 5º ano C homenagearam as funcionárias da escola, realizando uma entrevista sobre suas preferências, sonhos e desejos para um mundo melhor. No mural da escola, as funcionárias ganharam um lugar de destaque, como forma de agradecimento pela colaboração na ETI, valorizando assim a importância de todas na sociedade atual. Tente descobrir! Quem é? Quem é? Quem é? Todo adulto já foi criança um dia. E ela cresceu. Tente descobrir nessa foto antiga quem é ela... Ela trabalha na ETI - Gosta de dançar, pintar, rir, ler e conversar. Ela gosta de teatro, de escutar música, de ver filmes e de desenhar. Você já descobriu? Se você descobriu, escreva para marluci@zem.ms e seu nome aparecerá na próxima edição

×