Origens da orientação educacional slide

3.410 visualizações

Publicada em

SLIDE-ORIGENS DA ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.410
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
66
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Origens da orientação educacional slide

  1. 1. ORIGENS DA ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL Prof.ª JANETH CARVALHO
  2. 2. ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL X ORIENTAÇÃOEDUCACIONAL Tem origem na Orientação profissional que se fazia nos EUA, em torno de 1930; Orientação Profissional é consequência de quê? Mudanças científicas, tecnológicas e industriais dos últimas décadas do século XIX, que provocaram profundas transformações estruturais na sociedade; Século XVIII, revolução que colocou a burguesia no poder; Nova classe dominante/novo modelo econômico;
  3. 3.  A burguesia proclamou a igualdade de direitos, mas posteriormente dominou as outras categorias; A divisão entre o trabalho intelectual para os dominantes e o trabalho manual para os dominados continuou a existir; Nova explicação para a desigualdade e a divisão do trabalho: Antes justificação divina, agora os indivíduos não são igualmente dotados pela natureza. “todos os homens são iguais quanto aos valores essenciais, mas diferemgrandemente nas suas características individuais. Principio básico no qualse funda a orientação profissional.” Pimenta p. 19.
  4. 4. FATORES QUE PROPICIAM A ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL Organização racional da indústria; Taylor introduz a produção baseada em processos racionais; Busca de uma maior eficiência para a produção moderna e em massa; Criação de medidas para aumentar a produção: divisão de cada tarefa do processo produtivo e organização da articulação entre elas; Nítida separação entre o trabalho de concepção e o trabalho de execução;
  5. 5. AVANÇO DO CAPITALISMO A industrialização, desenvolvimento tecnológico e científico; institucionalização da Orientação profissional; Multiplicidade de profissões e a importância de adaptação a elas; Cada função pode ser previamente definida, descrita e normatizada, indicando-se as capacidades do ser humano necessárias para a sua execução; Com a divisão do trabalho surge a necessidade de selecionar as pessoas conforme as capacidades requeridas para o adequado desempenho das funções.
  6. 6. PROCESSO DE SELEÇÃO1º - Nas industrias/empresas Seleção profissional satisfazia as necessidades da empresas, mas gera reação dos trabalhadores por ser considerado um fator de desemprego;2º - Criação dos Escritórios de OrientaçãoProfissional Orientação Profissional tinha a função de convencer os indivíduos que o problema não estava na falta de oferta de empregos, e sim na ausência de capacidade dos indivíduos para ocupar os cargos; Testes psicológicos são desenvolvidos nos países industrializados.
  7. 7. A ESCOLA PASSA A PRODUZIR A FORÇA DO TRABALHO NA SOCIEDADE CAPITALISTA Após 1950 surgem novos estudos que favorecem a ampliação do conceito de seleção/a importância dos teste psicológicos é minimizada; Exigência da “capacitação profissional” deve ser adquirida previamente á entrada no emprego; Conjunto de habilidades básicas para o necessário ajustamento ás funções produtivas; A capacitação profissional deveria ser adquirida na escola;
  8. 8.  A orientação profissional passa a ser solicitada a atuar no interior da escola, como forma de orientar os alunos nos planos de estudo e carreira conforme as aptidões de cada um (Orientação Escolar); A seleção profissional, a orientação profissional e a orientação escolar não eram suficientes para resolver os inúmeros problemas existentes numa empresa; A colocação do homem certo no cargo certo não bastava. Era necessário preocupar-se com o ser humano, ocupante do cargo.
  9. 9.  O que é Orientação educacional?

×