SlideShare uma empresa Scribd logo

Visionários da Cidade

Visionários é Um percurso voltado para a observação urbana, crítica social, aprendizagem e co-criação de projetos que possam agir de forma transformadora em nossa sociedade. Para pessoas que queiram se conectar com empreendedorismo social, artivismo e negócios em rede.

1 de 11
Baixar para ler offline
economia criativa e artivismo 
2ª 
edição
ESSA ATIVIDADE FAZ PARTE DO TRANSLAB: LABORATÓRIO 
CIDADÃO, ambiente de cocriação para pessoas que querem 
inventar novas formas de se relacionar com a cidade. 
Acreditamos no poder de transformação das pessoas.
Visionários é Um percurso voltado para a 
observação urbana, crítica social, aprendizagem 
e co-criação de projetos que possam agir de 
forma transformadora em nossa sociedade. 
Para pessoas que queiram se 
conectar com empreendedorismo social, 
artivismo e negócios em rede.
Em um período de 
aproximadamente dois meses, 
com 7 encontros de trabalho 
intensivo e muita mão na 
massa, vamos da criação de 
ações artivistas à prototipação 
de novos potenciais negócios 
sociais. Os encontros servem 
como momentos pontuais de 
atividade coletiva para debate e 
experimentação inventiva, mas 
o trabalho acontece ao longo 
de todos os 60 dias. O processo 
é crescente com a proposta de 
preparar pessoas, ferramentas 
e suportes, para colocar as 
ações na prática. 
7 
encontros 
muita 
mão na 
massa 
2 
meses
É quase impossível prever o que vai ser criado, mas para deixar um pouco 
menos incerto, aqui tem um resumo das intenções de cada encontro 
Encontro Encontro Encontro Encontro 
1 2 3 4 
4 horas 4 horas 3 horas 4 horas 
Economia Criativa e 
Negócio Social 
Afinidades, vontades, 
sonhos e desejos. 
Qual cidade eu imagino? 
Processo criativo 
para Ação! 
Artivismo e 
Processo Criativo 
Compartilhar o que 
eu sei, posso e quero. 
Então, fazer o que? 
As estruturas da 
cidade, os problemas 
identificados e 
a possibilidade 
de transvenção.
Encontro Encontro Encontro 
5 6 7 
3 horas 3 horas intensivo 8hs 
Co-criação e 
planejamento de um 
negócio social 
E agora, para 
onde vamos? 
Colhendo percepções 
e visão de futuro 
Encontrando 
um protótipo 
Testanto 123 
Recheado com 
muitos encontros 
festivos e saídas 
de campo.

Recomendados

Murmuration 003 - Get Inspired
Murmuration 003 - Get InspiredMurmuration 003 - Get Inspired
Murmuration 003 - Get InspiredShoot
 
Rede De Propósito
Rede De PropósitoRede De Propósito
Rede De Propósitofernandacmo
 
Cidades Criativas
Cidades Criativas Cidades Criativas
Cidades Criativas Gab Gomes
 
Qual sua causa? Aula Fractal
Qual sua causa? Aula FractalQual sua causa? Aula Fractal
Qual sua causa? Aula FractalGab Gomes
 
Design para Inovação Social
Design para Inovação SocialDesign para Inovação Social
Design para Inovação SocialVoël
 
Creative Cities - Power to the Crowd
Creative Cities - Power to the CrowdCreative Cities - Power to the Crowd
Creative Cities - Power to the CrowdGab Gomes
 
Planejamento Estratégico Municipal Lagoa da Prata 2013
Planejamento Estratégico Municipal Lagoa da Prata 2013Planejamento Estratégico Municipal Lagoa da Prata 2013
Planejamento Estratégico Municipal Lagoa da Prata 2013Romero Silva
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Design Social: uma necessidade no Brasil
Design Social: uma  necessidade no BrasilDesign Social: uma  necessidade no Brasil
Design Social: uma necessidade no BrasilUTFPR
 
Abertura do Segundo Encontro
Abertura do Segundo EncontroAbertura do Segundo Encontro
Abertura do Segundo Encontrorenascidade
 
Apresentação 2015 Sem Roteiro
Apresentação 2015 Sem RoteiroApresentação 2015 Sem Roteiro
Apresentação 2015 Sem RoteiroAlinesilva.in
 
Encontro Economia Criativa - Angela Carvalho
Encontro Economia Criativa - Angela CarvalhoEncontro Economia Criativa - Angela Carvalho
Encontro Economia Criativa - Angela CarvalhoHumanidade2012
 
ShareFest Porto Alegre - 15/04
ShareFest Porto Alegre - 15/04ShareFest Porto Alegre - 15/04
ShareFest Porto Alegre - 15/04Ph Martins
 
Q|N LAB Na Mesa - Conceito
Q|N LAB Na Mesa - ConceitoQ|N LAB Na Mesa - Conceito
Q|N LAB Na Mesa - ConceitoMateus Bagatini
 
Fabricando Cultura Coletiva - TEDxGoiânia 2011
Fabricando Cultura Coletiva - TEDxGoiânia 2011Fabricando Cultura Coletiva - TEDxGoiânia 2011
Fabricando Cultura Coletiva - TEDxGoiânia 2011Victor L. Pontes
 
Relatório de Atividades | Janeiro - Abril 2013
Relatório de Atividades | Janeiro - Abril 2013Relatório de Atividades | Janeiro - Abril 2013
Relatório de Atividades | Janeiro - Abril 2013Social Good Brasil
 
Shoot the Shit - Estúdio Criativo de Comunicação
Shoot the Shit - Estúdio Criativo de ComunicaçãoShoot the Shit - Estúdio Criativo de Comunicação
Shoot the Shit - Estúdio Criativo de ComunicaçãoShoot
 

Mais procurados (14)

Design Social: uma necessidade no Brasil
Design Social: uma  necessidade no BrasilDesign Social: uma  necessidade no Brasil
Design Social: uma necessidade no Brasil
 
Abertura do Segundo Encontro
Abertura do Segundo EncontroAbertura do Segundo Encontro
Abertura do Segundo Encontro
 
Contemplação
ContemplaçãoContemplação
Contemplação
 
Apresentação 2015 Sem Roteiro
Apresentação 2015 Sem RoteiroApresentação 2015 Sem Roteiro
Apresentação 2015 Sem Roteiro
 
Curso Autoconhecimento
Curso Autoconhecimento Curso Autoconhecimento
Curso Autoconhecimento
 
Curso autoconhecimento 2012
Curso autoconhecimento 2012Curso autoconhecimento 2012
Curso autoconhecimento 2012
 
Cidades Emocionais
Cidades EmocionaisCidades Emocionais
Cidades Emocionais
 
Encontro Economia Criativa - Angela Carvalho
Encontro Economia Criativa - Angela CarvalhoEncontro Economia Criativa - Angela Carvalho
Encontro Economia Criativa - Angela Carvalho
 
ShareFest Porto Alegre - 15/04
ShareFest Porto Alegre - 15/04ShareFest Porto Alegre - 15/04
ShareFest Porto Alegre - 15/04
 
Q|N LAB Na Mesa - Conceito
Q|N LAB Na Mesa - ConceitoQ|N LAB Na Mesa - Conceito
Q|N LAB Na Mesa - Conceito
 
Design de ambientes
Design de ambientesDesign de ambientes
Design de ambientes
 
Fabricando Cultura Coletiva - TEDxGoiânia 2011
Fabricando Cultura Coletiva - TEDxGoiânia 2011Fabricando Cultura Coletiva - TEDxGoiânia 2011
Fabricando Cultura Coletiva - TEDxGoiânia 2011
 
Relatório de Atividades | Janeiro - Abril 2013
Relatório de Atividades | Janeiro - Abril 2013Relatório de Atividades | Janeiro - Abril 2013
Relatório de Atividades | Janeiro - Abril 2013
 
Shoot the Shit - Estúdio Criativo de Comunicação
Shoot the Shit - Estúdio Criativo de ComunicaçãoShoot the Shit - Estúdio Criativo de Comunicação
Shoot the Shit - Estúdio Criativo de Comunicação
 

Semelhante a Visionários da Cidade

Design Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA Cidade
Design Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA CidadeDesign Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA Cidade
Design Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA CidadeGabriel Coelho
 
Amplus encontros estaleiro liberdade
Amplus  encontros estaleiro liberdadeAmplus  encontros estaleiro liberdade
Amplus encontros estaleiro liberdadeLella Sa
 
Smart Cities e Design Estratégico - Hacktown 2018
Smart Cities e Design Estratégico - Hacktown 2018Smart Cities e Design Estratégico - Hacktown 2018
Smart Cities e Design Estratégico - Hacktown 2018Arco | Hub de Inovação
 
Shaker - simulador de criatividade
Shaker - simulador de criatividadeShaker - simulador de criatividade
Shaker - simulador de criatividadeVasco Durão
 
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14Gabriel Coelho
 
Design thinking weekend+SUA Jornada
Design thinking weekend+SUA JornadaDesign thinking weekend+SUA Jornada
Design thinking weekend+SUA JornadaGabriel Coelho
 
Apresentação Aldeia CIRS
Apresentação Aldeia CIRSApresentação Aldeia CIRS
Apresentação Aldeia CIRSRicardo Dória
 
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresasComo espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresasAllan Gonçalves
 
Publicidade Thinking
Publicidade ThinkingPublicidade Thinking
Publicidade ThinkingSergio Muller
 
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresasComo espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresasSheila Ana Calgaro
 
Planner Summit - Report oficial 2017
Planner Summit - Report oficial 2017Planner Summit - Report oficial 2017
Planner Summit - Report oficial 2017Media Education
 
Essa coisa criativa tcc barbara schrage
Essa coisa criativa   tcc barbara schrageEssa coisa criativa   tcc barbara schrage
Essa coisa criativa tcc barbara schrageBarbara Schrage
 
InPulso Comunicação Colaborativa
InPulso Comunicação ColaborativaInPulso Comunicação Colaborativa
InPulso Comunicação ColaborativaGPA
 
Oficina: oportunidades de futuros para cidades criativas
Oficina: oportunidades de futuros para cidades criativasOficina: oportunidades de futuros para cidades criativas
Oficina: oportunidades de futuros para cidades criativasLala Deheinzelin
 
Inventta | ThinkForward
Inventta | ThinkForwardInventta | ThinkForward
Inventta | ThinkForwardInventta
 
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...Bruno Duarte
 

Semelhante a Visionários da Cidade (20)

Design Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA Cidade
Design Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA CidadeDesign Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA Cidade
Design Thinking Weekend + SUA Jornada agora na SUA Cidade
 
SUA Jornada
SUA JornadaSUA Jornada
SUA Jornada
 
Amplus encontros estaleiro liberdade
Amplus  encontros estaleiro liberdadeAmplus  encontros estaleiro liberdade
Amplus encontros estaleiro liberdade
 
Smart Cities e Design Estratégico - Hacktown 2018
Smart Cities e Design Estratégico - Hacktown 2018Smart Cities e Design Estratégico - Hacktown 2018
Smart Cities e Design Estratégico - Hacktown 2018
 
Shaker - simulador de criatividade
Shaker - simulador de criatividadeShaker - simulador de criatividade
Shaker - simulador de criatividade
 
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14
 
Design thinking weekend+SUA Jornada
Design thinking weekend+SUA JornadaDesign thinking weekend+SUA Jornada
Design thinking weekend+SUA Jornada
 
Sua jornada
Sua jornadaSua jornada
Sua jornada
 
Apresentação Aldeia CIRS
Apresentação Aldeia CIRSApresentação Aldeia CIRS
Apresentação Aldeia CIRS
 
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresasComo espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
 
Publicidade Thinking
Publicidade ThinkingPublicidade Thinking
Publicidade Thinking
 
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresasComo espaços criativos podem gerar resultados para empresas
Como espaços criativos podem gerar resultados para empresas
 
Planner Summit - Report oficial 2017
Planner Summit - Report oficial 2017Planner Summit - Report oficial 2017
Planner Summit - Report oficial 2017
 
Ponte
PontePonte
Ponte
 
Essa coisa criativa tcc barbara schrage
Essa coisa criativa   tcc barbara schrageEssa coisa criativa   tcc barbara schrage
Essa coisa criativa tcc barbara schrage
 
Cultura maker
Cultura makerCultura maker
Cultura maker
 
InPulso Comunicação Colaborativa
InPulso Comunicação ColaborativaInPulso Comunicação Colaborativa
InPulso Comunicação Colaborativa
 
Oficina: oportunidades de futuros para cidades criativas
Oficina: oportunidades de futuros para cidades criativasOficina: oportunidades de futuros para cidades criativas
Oficina: oportunidades de futuros para cidades criativas
 
Inventta | ThinkForward
Inventta | ThinkForwardInventta | ThinkForward
Inventta | ThinkForward
 
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...
7 motivos pelos quais acredito que é um ótimo momento para ser designer (de i...
 

Último

1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 

Visionários da Cidade

  • 1. economia criativa e artivismo 2ª edição
  • 2. ESSA ATIVIDADE FAZ PARTE DO TRANSLAB: LABORATÓRIO CIDADÃO, ambiente de cocriação para pessoas que querem inventar novas formas de se relacionar com a cidade. Acreditamos no poder de transformação das pessoas.
  • 3. Visionários é Um percurso voltado para a observação urbana, crítica social, aprendizagem e co-criação de projetos que possam agir de forma transformadora em nossa sociedade. Para pessoas que queiram se conectar com empreendedorismo social, artivismo e negócios em rede.
  • 4. Em um período de aproximadamente dois meses, com 7 encontros de trabalho intensivo e muita mão na massa, vamos da criação de ações artivistas à prototipação de novos potenciais negócios sociais. Os encontros servem como momentos pontuais de atividade coletiva para debate e experimentação inventiva, mas o trabalho acontece ao longo de todos os 60 dias. O processo é crescente com a proposta de preparar pessoas, ferramentas e suportes, para colocar as ações na prática. 7 encontros muita mão na massa 2 meses
  • 5. É quase impossível prever o que vai ser criado, mas para deixar um pouco menos incerto, aqui tem um resumo das intenções de cada encontro Encontro Encontro Encontro Encontro 1 2 3 4 4 horas 4 horas 3 horas 4 horas Economia Criativa e Negócio Social Afinidades, vontades, sonhos e desejos. Qual cidade eu imagino? Processo criativo para Ação! Artivismo e Processo Criativo Compartilhar o que eu sei, posso e quero. Então, fazer o que? As estruturas da cidade, os problemas identificados e a possibilidade de transvenção.
  • 6. Encontro Encontro Encontro 5 6 7 3 horas 3 horas intensivo 8hs Co-criação e planejamento de um negócio social E agora, para onde vamos? Colhendo percepções e visão de futuro Encontrando um protótipo Testanto 123 Recheado com muitos encontros festivos e saídas de campo.
  • 7. ARON KRAUSE LITVIN Fundador e Diretor da Estúdio Nômade, conectado com novas formas de pensar e fazer comunicação. Pensa os negócios e a sua relação de valor com o mundo. Questiona as lógicas, embora tenha feito Administração. É pós graduado em Ciências do Consumo pela ESPM, iniciou a Nômade a partir de um projeto experimental chamado Estante Pública. Ganhador do prêmio Funarte 2010 de Reflexão e Produção Crítica para Internet com o projeto Exorcismos Urbanos, tendo desenvolvido projetos para grupo Santander, Braskem, Mercur, AES SUL, Corsan, Green Social e uMi Compostagem. daniel caminha Psicólogo, empresário e artista, acredita em uma realidade sistêmica e interconectada. Com o objetivo de propor novas abordagens entre pessoas e instituições ajudou a criar a Nômade, estúdio que desenvolve projetos de arte, educação, cultura, empreendedorismo e inovação social para estimular uma nova economia. É um dos idealizadores do TransLAB e cocriador da Estante Pública e Exorcismos Urbanos. Em 2013, Daniel participou do TEDxLuanda, assista o vídeo aqui. Luciano braga Empreendedor social, roteirista e co-fundador da Shoot The Shit, um coletivo que realiza intervenções urbanas com objetivo de alertar para problemas de Porto Alegre. Formado em Publicidade e Propaganda pela UFRGS, já trabalhou em algumas agências como redator publicitário, mas largou o mercado para ir atrás de seus sonhos. O principal deles? Fazer pessoas felizes.
  • 8. Envie um mail para oi@translab.cc dizendo por que você quer participar do Visionários. Conte pra gente suas motivacões, expectativas e experiências. Encontro para conversa com interessados dia 23 de setembro 19:30 Rua Prof. Duplan, 146 primeiro encontro 13 de setembro
  • 9. investimento entre R$800 à R$1200 Quanto você sentir que vale condições parcelado em até 04 vezes Se você tem desejo de participar, mas não tem condições de investir agora, nós podemos conversar. Pense em alguma alternativa e envie-nos uma proposta.
  • 10. Rua Prof. Duplan, 146 Rio Branco, Porto Alegre/Rs Av. Protásio Alves R. SILVA SÓ R. SILVA SÓ PROF. DUPLAN Av. Protásio Alves
  • 11. O objetivo deste percurso é sonhar com o impossível e realizar o que for necessário para iniciar projetos de inovação social. A Duplan 146 fica aberta para todos visionários utilizarem os espaços coletivos para suas iniciativas. Mais informações www.translab.cc oi@translab.cc 51. 41011960