Alcoolica fetal

5.620 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.620
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
148
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alcoolica fetal

  1. 1. Renata Debiazzi- Nutricionista Centro Universitário São Camilo
  2. 2. SÍNDROME ALCOÓLICA FETAL (SAF) Império Romano abortos, natimortos e malformações em recém nascidos de mulheres consumidoras de álcool os 1 relatos de SAF:  1968- Leimone et al. na França;  1973- Jones e Smith nos EUA.  Brasil: estima-se 1/1000 nascidos vivos (GRINFELD et al., 2000)
  3. 3. SÍNDROME ALCOÓLICA FETAL (SAF) Causa: Consumo de álcool durante a gestação.  Não há dose de consumo pré- estabelecida;  Danos no feto dependem: quantidade e período da gestação;  Mecanismo de ação ainda não esclarecido; CUIDADO  O álcool não é retido na placenta  Fígado em formação: demora para metabolização  Álcool fica mais tempo no organismo do feto.
  4. 4. SÍNDROME ALCOÓLICA FETAL (SAF) Conseqüências do consumo de álcool na gestação Mãe  partos prematuros;  aborto espontâneo. Feto  problemas comportamentais e neurológicos;  problemas em seu desenvolvimento;  rosto desfigurado;  baixo peso;
  5. 5. SÍNDROME ALCOÓLICA FETAL (SAF)
  6. 6. SÍNDROME ALCOÓLICA FETAL (SAF) Critérios para diagnósticos: Atraso no desenvolvimento pré e pós natal (peso, comprimento e/ou perímetro da cabeça); Desordens do SNC – atraso no desenvolvimento intelectual e/ou comportamental; Traços craniofaciais anômalos. A criança deve possui pelo menos duas das características mostradas na figura anterior. Caso o paciente não apresentar um dos aspectos de cada categoria citada, usa-se o termo: Efeito Alcoólico Fetal (EAF)
  7. 7. SÍNDROME ALCOÓLICA FETAL (SAF)
  8. 8. SÍNDROME ALCOÓLICA FETAL (SAF) Grande preocupação Diagnóstico tardio (lesões cerebrais)- EAF  Surge com o crescimento natural e idade escolar;  Características: déficit de atenção, distúrbios de conduta, resistência a absorver regras sociais.
  9. 9. SÍNDROME ALCOÓLICA FETAL (SAF) Prevenção Abstinência do álcool no período pré- conceptual e pré- natal; Atuação de equipes multidiscplinares: tratamento de mulheres alcóolatras Alcoolismo Problema social grave: Brasil é um dos maiores consumidores de álcool no mundo; Filhos de mães alcóolatras: abuso sexual, negligência e abandono.
  10. 10. SÍNDROME ALCOÓLICA FETAL (SAF) Decreto de Lei nº 6117/2007 institui: Campanha de Prevenção à Síndrome Alcoólica Fetal Objetivo: divulgação dos prejuízos causados ao feto pelo álcool durante a gravidez através de material gráfico e propaganda na mídia televisiva e escrita. Mudança de foco Repressão e Abordagem + ampla: saúde mental Prevenção e Saúde Pública
  11. 11. SÍNDROME ALCOÓLICA FETAL (SAF) Referências RIBEIRO, E.M.; GONZALES, C.H. Síndrome Alcoólica Fetal: Revisão. Pediatria, São Paulo, v.17, n.1, p.47-56, 1995. MESQUITA, M.A. Sindrome Alcoolica Fetal. Einstein, São Paulo, v.1, n.149, 2003 . THACKRAY, H.; TIFFT, C. Fetal Alcohol Syndrome. Rev Pediatr, v.22, p.47-55, 2001. GRINFELD, H. et al. O alcoolismo na gravidez e os efeitos na prole. Ver Paul Pediatr, São Paulo, v.18, p.41-49, 2000. NATIONAL INSTITUTE ON ALCOHOL ABUSE AND ALCOHOLISM (NIAA). Fetal Alcohol and the brain. Alcohol Alert, n. 50, dec. 2000. Disponível em: http://pubs.niaaa.nih.gov/publications/aa50.htm. Acesso em: 25 jul. 2009.
  12. 12. Agradecimentos www.guida.com.br

×