IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALI n d u s t r i a l
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Definição:Definição: conjunto de transformaçõesconjunto de transformaçõestécnicas...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALARTESANATO MANUFATURA PRODUÇÃOINDUSTRIALTRABALHOINDIVIDUALDIVISÃODOTRABALHOFERRA-ME...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Causas gerais da Revolução Industrial:Causas gerais da Revolução Industrial:– Rev...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL– Aparecimento das máquinas.Aparecimento das máquinas.Tear mecânico, máquina de fi...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Pioneirismo inglês:Pioneirismo inglês:Capitais acumulados (colônias, acordosCapi...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALMatéria prima disponível (reservas deMatéria prima disponível (reservas deferro e ...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALBurguesia no poder (parlamento –Burguesia no poder (parlamento –Revolução Gloriosa...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALAs transformações da sociedade naAs transformações da sociedade naera industrialera...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALA exploração do trabalhadorA exploração do trabalhadorVisando obter os maiores lucr...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL– Proletários destituídos da posse deProletários destituídos da posse demeios de pr...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALAs péssimas condições de trabalhoAs péssimas condições de trabalhoe moradiae moradi...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALO desenvolvimento daO desenvolvimento daprodução –produção –Substituição do trabalh...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Manufatureira:Manufatureira:– Oficinas compostasOficinas compostaspor um grandepo...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Mecanizada:Mecanizada:• A maquinofatura, fruto dosA maquinofatura, fruto dosavanç...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL1ª REV. INDUSTRIAL1ª REV. INDUSTRIAL 2ª REV. INDUSTRIAL2ª REV. INDUSTRIAL1760 - 186...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL1.2. As fases da revolução1.2. As fases da revoluçãoindustrial:industrial:• 1ª fase...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL2ª fase – A industrialização inglesa (1760 –2ª fase – A industrialização inglesa (1...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL3ª fase – A partir da segunda metade3ª fase – A partir da segunda metadedo século X...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Conseqüências da Revolução Industrial:Conseqüências da Revolução Industrial:– Con...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Divisão do trabalho e alienação, a partir dasDivisão do trabalho e alienação, a p...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL–Aumento da produtividade (reduçãoAumento da produtividade (reduçãode preços).de pr...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL– Formação de grandes conglomerados econômicos:Formação de grandes conglomerados ec...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALEm 1911, o engenheiro norte-Em 1911, o engenheiro norte-americano. Taylor publicoua...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Proposta do TaylorismoProposta do Taylorismo::• Fazer um controle sobre o tempo g...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALAprimoramento da produção em série:FORDISMO:O norte-americano Henry Ford foi o prim...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALPrincípios básicos do Fordismo:1)1) Princípio de Intensificação: Diminuir o tempo d...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALExpansão do Imperialismo:Expansão do Imperialismo:Busca de matéria-prima e mercado...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL–DesempregoDesemprego(“exército(“exércitoindustrial deindustrial dereserva”)reserva”)
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL–Ludismo (1811Ludismo (1811– 1818) –– 1818) –movimento demovimento detrabalhadorest...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• CartismoCartismo (1832 –(1832 –1848)1848) – movimento de– movimento detrabalhador...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALTrade Unions – associações deTrade Unions – associações detrabalhadores que deram o...
IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• O surgimento dosO surgimento dosmovimentosmovimentosoperáriosoperáriosDa depredaç...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revolucao industrial cap7

223 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
223
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolucao industrial cap7

  1. 1. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALI n d u s t r i a l
  2. 2. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Definição:Definição: conjunto de transformaçõesconjunto de transformaçõestécnicas, econômicas e sociaistécnicas, econômicas e sociaiscaracterizadas pela substituição dacaracterizadas pela substituição daenergia física pela mecânica, daenergia física pela mecânica, daferramenta pela máquina e daferramenta pela máquina e damanufatura pela fábrica.manufatura pela fábrica.
  3. 3. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALARTESANATO MANUFATURA PRODUÇÃOINDUSTRIALTRABALHOINDIVIDUALDIVISÃODOTRABALHOFERRA-MENTASMANUAISFERRAMENTASMECÂNICAS
  4. 4. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Causas gerais da Revolução Industrial:Causas gerais da Revolução Industrial:– Revolução Comercial (séc XV – XVII)Revolução Comercial (séc XV – XVII)Descoberta de novos continentes e do caminho para asDescoberta de novos continentes e do caminho para asÍndias.Índias.Formação de mercado mundial.Formação de mercado mundial.Incremento do comércio.Incremento do comércio.– Acumulação primitiva de capital.Acumulação primitiva de capital.Entrada de produtos e riquezas de vários pontos doEntrada de produtos e riquezas de vários pontos doplaneta na Europa.planeta na Europa.
  5. 5. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL– Aparecimento das máquinas.Aparecimento das máquinas.Tear mecânico, máquina de fiar, máquina a vapor.Tear mecânico, máquina de fiar, máquina a vapor.Aumento da produtividade.Aumento da produtividade.TEAR MECÂNICOTEAR MECÂNICOMÁQUINAS A VAPORMÁQUINAS A VAPOR
  6. 6. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Pioneirismo inglês:Pioneirismo inglês:Capitais acumulados (colônias, acordosCapitais acumulados (colônias, acordoscomerciais na Europa).comerciais na Europa).Acúmulo de capitais durante a fase doAcúmulo de capitais durante a fase docapitalismo comercial (grandescapitalismo comercial (grandesnavegações);navegações);Posição geográfica privilegiadaPosição geográfica privilegiada
  7. 7. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALMatéria prima disponível (reservas deMatéria prima disponível (reservas deferro e carvão e produção de lã –ferro e carvão e produção de lã –indústria têxtil).indústria têxtil).Mercado consumidor (colônias, paísesMercado consumidor (colônias, paíseseuropeus e assalariados).europeus e assalariados).Crescimento populacional, gerandoCrescimento populacional, gerandogrande oferta de trabalhos para asgrande oferta de trabalhos para asindústrias;indústrias;
  8. 8. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALBurguesia no poder (parlamento –Burguesia no poder (parlamento –Revolução Gloriosa 1688).Revolução Gloriosa 1688).Ética protestante (estímulo ao lucro).Ética protestante (estímulo ao lucro).Marinha mercante poderosa (Atos deMarinha mercante poderosa (Atos deNavegação – Oliver Cromwell).Navegação – Oliver Cromwell).Disponibilidade de mão-de-obra (ControleDisponibilidade de mão-de-obra (Controlecapitalista do campo (cercamentos);capitalista do campo (cercamentos);cercamento dos campos – “enclosures”).cercamento dos campos – “enclosures”).
  9. 9. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  10. 10. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  11. 11. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALAs transformações da sociedade naAs transformações da sociedade naera industrialera industrialEMPRESÁRIOS X PROLETARIADOEMPRESÁRIOS X PROLETARIADOO capitalismo industrial tornou-se oO capitalismo industrial tornou-se oprincipal modo de produção europeu;principal modo de produção europeu;Aumentaram as disparidades entre aAumentaram as disparidades entre aburguesia (detentora dos meios deburguesia (detentora dos meios deprodução) e o proletariado, que troca aprodução) e o proletariado, que troca aforça de trabalho por um salário.força de trabalho por um salário.
  12. 12. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  13. 13. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALA exploração do trabalhadorA exploração do trabalhadorVisando obter os maiores lucrosVisando obter os maiores lucrospossíveis, os patrões pagavampossíveis, os patrões pagavammíseros salários por uma jornadamíseros salários por uma jornadaestafante de trabalho (mais deestafante de trabalho (mais dequinze horas diárias).quinze horas diárias).
  14. 14. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL– Proletários destituídos da posse deProletários destituídos da posse demeios de produção e instrumentos demeios de produção e instrumentos detrabalho.trabalho.– Sem nenhum direito trabalhista.Sem nenhum direito trabalhista.– Exploração do trabalho feminino eExploração do trabalho feminino einfantil.infantil.– Baixos salários.Baixos salários.
  15. 15. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  16. 16. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  17. 17. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALAs péssimas condições de trabalhoAs péssimas condições de trabalhoe moradiae moradiaNão havia segurança, higiene ou instalaçõesNão havia segurança, higiene ou instalaçõesadequadas ao trabalho;adequadas ao trabalho;As habitações dos operários eram cortiços, ouAs habitações dos operários eram cortiços, oufavelas sem qualquer saneamento básico.favelas sem qualquer saneamento básico.
  18. 18. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  19. 19. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  20. 20. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALO desenvolvimento daO desenvolvimento daprodução –produção –Substituição do trabalhoSubstituição do trabalhoartesanal peloartesanal pelotrabalho mecanizado:trabalho mecanizado:• 1.1. Etapas do processo de1.1. Etapas do processo deprodução:produção:* Artesanal:* Artesanal:O artesão executa todas asO artesão executa todas asfases do processo, sendo ofases do processo, sendo odono dos instrumentosdono dos instrumentosutilizados: matéria-prima eutilizados: matéria-prima eFerramenta.Ferramenta.
  21. 21. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Manufatureira:Manufatureira:– Oficinas compostasOficinas compostaspor um grandepor um grandenúmero de operários enúmero de operários eFerramentas ,Ferramentas ,coordenadas por umcoordenadas por umgerente (mestre).gerente (mestre).– Fase de introdução daFase de introdução da“divisão do trabalho”.“divisão do trabalho”.
  22. 22. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  23. 23. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Mecanizada:Mecanizada:• A maquinofatura, fruto dosA maquinofatura, fruto dosavanços técnicos, permitiu oavanços técnicos, permitiu o• aperfeiçoamento daaperfeiçoamento daprodução e a queda dosprodução e a queda doscustos,custos,• o aumento dos lucros. Noo aumento dos lucros. Noentanto, acarretouentanto, acarretoudesempregodesemprego• e “alienação” de milhares dee “alienação” de milhares detrabalhadores.trabalhadores.
  24. 24. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL1ª REV. INDUSTRIAL1ª REV. INDUSTRIAL 2ª REV. INDUSTRIAL2ª REV. INDUSTRIAL1760 - 18601760 - 1860 1860 – 19141860 – 1914ING, FRA e BELING, FRA e BEL ALE, ITA, RUS, EUA, JAPALE, ITA, RUS, EUA, JAPFERRO – CARVÃO - VAPORFERRO – CARVÃO - VAPOR AÇO – PETRÓLEO -AÇO – PETRÓLEO -ELETRICIDADEELETRICIDADECAPITALISMO LIBERAL ECAPITALISMO LIBERAL EINDUSTRIALINDUSTRIALCAPITALISMOCAPITALISMOFINANCEIRO EFINANCEIRO EMONOPOLISTAMONOPOLISTA– Início:Início: Inglaterra, séc XVIII.Inglaterra, séc XVIII.Fases:Fases:
  25. 25. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL1.2. As fases da revolução1.2. As fases da revoluçãoindustrial:industrial:• 1ª fase – A industrialização1ª fase – A industrializaçãoinglesa (1760 – 1860)inglesa (1760 – 1860)• Inglaterra pioneira e únicoInglaterra pioneira e únicopaís industrializado por quasepaís industrializado por quaseum século;um século;• Industrialização emIndustrialização emabundância de carvão e ferro eabundância de carvão e ferro eoutros fatores;outros fatores;• Invenção da máquina a vapor,Invenção da máquina a vapor,acoplada ao tear mecânico, aoacoplada ao tear mecânico, aobarco e à locomotiva a vapor.barco e à locomotiva a vapor.James WattJames Watt
  26. 26. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  27. 27. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL2ª fase – A industrialização inglesa (1760 –2ª fase – A industrialização inglesa (1760 –1860)1860)– França, Alemanha, Bélgica, Itália, etc (Europa),Estados Unidos (América) e Japão (Ásia)– Invenção do motor a combustão interna (Daimler-Benz), do telégrafo, telefone etc;– Utilização do aço (Bessemer), da eletricidade(dínamo) e do petróleo;– Especialização do trabalho (produção em série /fordismo).
  28. 28. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  29. 29. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  30. 30. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL3ª fase – A partir da segunda metade3ª fase – A partir da segunda metadedo século XXdo século XXDesenvolvimentos espetaculares eDesenvolvimentos espetaculares eultrarápidos na microeletrônica,ultrarápidos na microeletrônica,na robótica industrial, nana robótica industrial, nainformatização dos serviços, nainformatização dos serviços, naquímica fina e na biotecnologia.química fina e na biotecnologia.
  31. 31. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  32. 32. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Conseqüências da Revolução Industrial:Conseqüências da Revolução Industrial:– Consolidação do capitalismo e do poder daConsolidação do capitalismo e do poder daburguesia.burguesia.– Desenvolvimento tecnológico.Desenvolvimento tecnológico.– Desenvolvimento dos transportes (barco aDesenvolvimento dos transportes (barco avapor, locomotiva) e das comunicaçõesvapor, locomotiva) e das comunicações(telégrafo e posteriormente o telefone).(telégrafo e posteriormente o telefone).
  33. 33. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Divisão do trabalho e alienação, a partir dasDivisão do trabalho e alienação, a partir daslinhas de Montagem;linhas de Montagem;• Produção em série e padronização dos gostosProdução em série e padronização dos gostos(consumismo);(consumismo);• Desenvolvimento dos transportes e dasDesenvolvimento dos transportes e dascomunicações;comunicações;• Urbanização e crescimento populacional;Urbanização e crescimento populacional;• Desemprego estruturalDesemprego estrutural
  34. 34. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  35. 35. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  36. 36. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  37. 37. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL–Aumento da produtividade (reduçãoAumento da produtividade (reduçãode preços).de preços).–Esgotamento de recursos naturais.Esgotamento de recursos naturais.–Urbanização intensa.Urbanização intensa.–Formação do proletariado urbanoFormação do proletariado urbano(operários).(operários).–Surgimento do CAPITALISMOSurgimento do CAPITALISMOFINANCEIRO – grandes bancosFINANCEIRO – grandes bancoscontrolando indústrias por meio decontrolando indústrias por meio decompra de ações ou dependênciacompra de ações ou dependênciafinanceira (empréstimos).financeira (empréstimos).
  38. 38. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  39. 39. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL– Formação de grandes conglomerados econômicos:Formação de grandes conglomerados econômicos:HOLDINGHOLDING TRUSTETRUSTE CARTÉLCARTÉLEmpresas financeirasEmpresas financeirasque controlamque controlamcomplexos industriais acomplexos industriais apartir da posse de suaspartir da posse de suasações.ações.Empresas que absorvemEmpresas que absorvemseus concorrentes,seus concorrentes,controlando a produção,controlando a produção,preços e dominando opreços e dominando omercado.mercado.Empresas de umEmpresas de ummesmo ramo que semesmo ramo que seassociam para evitarassociam para evitarconcorrência, dividindoconcorrência, dividindoos mercados.os mercados.A ACONTROLEACIONÁRIOCOMPRAB BC C DDACORDOAD CBMONOPÓLIO
  40. 40. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALEm 1911, o engenheiro norte-Em 1911, o engenheiro norte-americano. Taylor publicouamericano. Taylor publicou“Os princípios da“Os princípios daadministração científica”. Eleadministração científica”. Elepropunha uma intensificaçãopropunha uma intensificaçãoda divisão do trabalho, ouda divisão do trabalho, ouseja, fracionar as etapas doseja, fracionar as etapas doprocesso produtivo de modoprocesso produtivo de modoque o trabalhadorque o trabalhadordesenvolvesse tarefas ultra-desenvolvesse tarefas ultra-especializadas e repetitivas;especializadas e repetitivas;diferenciando o trabalhodiferenciando o trabalhointelectual do trabalhointelectual do trabalhomanual.manual.
  41. 41. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• Proposta do TaylorismoProposta do Taylorismo::• Fazer um controle sobre o tempo gasto emFazer um controle sobre o tempo gasto emcada tarefa e um constante esforço decada tarefa e um constante esforço deracionalização, para que a tarefa sejaracionalização, para que a tarefa sejaexecutada num prazo mínimo.executada num prazo mínimo.• Premiar o trabalhador que produzisse maisPremiar o trabalhador que produzisse maisem menos tempo, como incentivo.em menos tempo, como incentivo.
  42. 42. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALAprimoramento da produção em série:FORDISMO:O norte-americano Henry Ford foi o primeiro a pôrem prática, na sua empresa “Ford MotorCompany”, o taylorismo. Posteriormente, eleinovou com o processo do fordismo, que, absorveuaspectos do taylorismo. Consistia em organizar alinha de montagem de cada fábrica para produzirmais, controlando melhor as fontes de matérias-primas e de energia, os transportes, a formação damão-de-obra.
  43. 43. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALPrincípios básicos do Fordismo:1)1) Princípio de Intensificação: Diminuir o tempo dePrincípio de Intensificação: Diminuir o tempo deduração com o emprego imediato dos equipamentos e daduração com o emprego imediato dos equipamentos e damatéria-prima e a rápida colocação do produto nomatéria-prima e a rápida colocação do produto nomercado.mercado.2) Princípio de Economia: Consiste em reduzir ao2) Princípio de Economia: Consiste em reduzir aomínimo o volume do estoque da matéria-prima emmínimo o volume do estoque da matéria-prima emtransformação.transformação.3) Princípio de Produtividade: Aumentar a capacidade de3) Princípio de Produtividade: Aumentar a capacidade deprodução do homem no mesmo período (produtividade)produção do homem no mesmo período (produtividade)por meio da especialização e da linha de montagem. Opor meio da especialização e da linha de montagem. Ooperário ganha mais e o empresário tem maior produção.operário ganha mais e o empresário tem maior produção.
  44. 44. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALExpansão do Imperialismo:Expansão do Imperialismo:Busca de matéria-prima e mercadosBusca de matéria-prima e mercadosconsumidores fora da Europa,consumidores fora da Europa,desencadeando um processo de conquistadesencadeando um processo de conquistae partilha de vastas áreas territoriaise partilha de vastas áreas territoriaisentre as potências européiasentre as potências européiasindustrializadas.industrializadas.Áreas mais atingidas: África e Ásia.Áreas mais atingidas: África e Ásia.
  45. 45. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL
  46. 46. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL–DesempregoDesemprego(“exército(“exércitoindustrial deindustrial dereserva”)reserva”)
  47. 47. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL–Ludismo (1811Ludismo (1811– 1818) –– 1818) –movimento demovimento detrabalhadorestrabalhadoresque destruíamque destruíammáquinas.máquinas.
  48. 48. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• CartismoCartismo (1832 –(1832 –1848)1848) – movimento de– movimento detrabalhadores que redigiamtrabalhadores que redigiamreivindicações trabalhistasreivindicações trabalhistasao parlamento britânico.ao parlamento britânico.Obteve alguns benefíciosObteve alguns benefícioscomo a redução da jornadacomo a redução da jornadade trabalho para 10 horas ede trabalho para 10 horas eregulamentação do trabalhoregulamentação do trabalhoinfantil e femininoinfantil e feminino
  49. 49. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIALTrade Unions – associações deTrade Unions – associações detrabalhadores que deram origemtrabalhadores que deram origemaos sindicatos.aos sindicatos.
  50. 50. IDADE CONTEMPORÂNEAREVOLUÇÃO INDUSTRIAL• O surgimento dosO surgimento dosmovimentosmovimentosoperáriosoperáriosDa depredação dasDa depredação dasmáquinas àmáquinas àconscientização e àconscientização e àorganização sindical,organização sindical,buscando os direitosbuscando os direitostrabalhistas.trabalhistas.

×