SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Baixar para ler offline
Estrutura Atômica QUÍMICA GERAL Escola Superior de Tecnologia
Introdução
Teoria Atômica ,[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object]
Modelo Atômico Atual   A teoria de Bohr explicava muito bem o que ocorria com o átomo de hidrogênio, mas apresentou-se inadequada para esclarecer os espectros atômicos de outros átomos com dois ou mais elétrons.  Até 1900 tinha-se a idéia de que a luz possuía caráter de onda. A partir dos trabalhos realizados por Planck e Einstein, este último propôs que a luz seria formada por partículas-onda, ou seja, segundo a mecânica quântica, as ondas eletromagnéticas podem mostrar algumas das propriedades características de partículas e vice-versa. A natureza dualística onda-partícula passou a ser aceita universalmente.  Em 1924, Louis de Broglie sugeriu que os elétrons, até então considerados partículas típicas, possuiriam propriedades semelhantes às ondas.  A todo elétron em movimento está associada uma onda característica (Princípio da Dualidade)
Modelo Atômico Atual    Ora, se um elétron se comporta como onda, como é possível especificar a posição de uma onda em um dado instante? Podemos determinar seu comprimento de onda, sua energia, e mesmo a sua amplitude, porém não há possibilidade de dizer exatamente onde está o elétron.  Além disso, considerando-se o elétron uma partícula, esta é tão pequena que, se tentássemos determinar sua posição e velocidade num determinado instante, os próprios instrumentos de medição iriam alterar essas determinações. Assim, Heisenberg enunciou o chamado Princípio da Incerteza:  Não é possível determinar a velocidade e a posição de um elétron, simultaneamente, num mesmo instante.
Modelo Atômico Atual ,[object Object],[object Object]
Orbitais e números quânticos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],Números Quânticos subcamada Valor de l s 0 p 1 d 2 f 3
[object Object],Números Quânticos subcamada Valor de l m l  (número de orbitais) s 0 1 p 1 3 d 2 5 f 3 7
[object Object]
Representação dos orbitais ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A forma radial dos orbitais hidrogenóides
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],Orbitais  p
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Quatro dos orbitais têm dois planos nodais perpendiculares que se cruzam em uma linha que passa pelo núcleo. No orbital d z2 , a superfície nodal forma dois cones que se encontram no núcleo Orbitais  d
Uma representação das superfícies-limite dos orbitais f. A superfície-limite de um orbital indica a região dentro da qual o elétron é mais facilmente encontrado; orbitais com o número quântico l possuem l planos nodais Orbitais  f
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],+½ ou   -½ ou   4. número quântico de spin magnético, ms Orbitais e números quânticos
[object Object],[object Object],Números Quânticos
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O princípio do preenchimento
Configurações eletrônicas Diagrama de Linus Pauling ,[object Object],[object Object]
Configurações eletrônicas ,[object Object],[object Object],[object Object]
Configurações eletrônicas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Orbitais e suas energias
Configurações eletrônica condensadas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Configurações eletrônicas e a tabela periódica ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Configurações eletrônicas e a tabela periódica ,[object Object],[object Object]
Configurações eletrônicas e a tabela periódica
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Classificação dos Elementos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
 
[object Object],[object Object],[object Object],Praticando
Praticando ,[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Átomos, iões e as suas nuvens eletrónicas
Átomos, iões e as suas nuvens eletrónicasÁtomos, iões e as suas nuvens eletrónicas
Átomos, iões e as suas nuvens eletrónicasMariaCastanheira1999
 
Propriedades periódicas doselementos
Propriedades periódicas doselementosPropriedades periódicas doselementos
Propriedades periódicas doselementosLaysa Mota
 
Quimica organica
Quimica organicaQuimica organica
Quimica organicaTayse Mota
 
Propriedades das tabelas periódicas
Propriedades das tabelas periódicasPropriedades das tabelas periódicas
Propriedades das tabelas periódicasNatália Santos
 
Química Geral 2016/1 Aula 05
Química Geral 2016/1 Aula 05Química Geral 2016/1 Aula 05
Química Geral 2016/1 Aula 05Ednilsom Orestes
 
Quimica propriedades periodicas
Quimica propriedades periodicasQuimica propriedades periodicas
Quimica propriedades periodicasEstude Mais
 
1 elementos químicos
1   elementos químicos1   elementos químicos
1 elementos químicosdaniela pinto
 
Lista de Exercícios 04 Química Geral
Lista de Exercícios 04 Química GeralLista de Exercícios 04 Química Geral
Lista de Exercícios 04 Química GeralTiago da Silva
 
Aula 10 carga nuclear efetiva
Aula 10   carga nuclear efetivaAula 10   carga nuclear efetiva
Aula 10 carga nuclear efetivaJupira Silva
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicasDamigol Gol
 
ATOMÍSTICA E TABELA PERIÓDICA
ATOMÍSTICA E TABELA PERIÓDICAATOMÍSTICA E TABELA PERIÓDICA
ATOMÍSTICA E TABELA PERIÓDICAneivaldolucio
 
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2estead2011
 
Estrutura atômica aula 3
Estrutura atômica aula 3Estrutura atômica aula 3
Estrutura atômica aula 3Katia Venancio
 
Teoria estrutural 1
Teoria estrutural 1Teoria estrutural 1
Teoria estrutural 1Pam Pires
 
Aula 1 - Estrutura atômica e eletrônica.pptx
Aula 1 - Estrutura atômica e eletrônica.pptxAula 1 - Estrutura atômica e eletrônica.pptx
Aula 1 - Estrutura atômica e eletrônica.pptxDaniDu3
 

Mais procurados (19)

Átomos, iões e as suas nuvens eletrónicas
Átomos, iões e as suas nuvens eletrónicasÁtomos, iões e as suas nuvens eletrónicas
Átomos, iões e as suas nuvens eletrónicas
 
Propriedades periódicas doselementos
Propriedades periódicas doselementosPropriedades periódicas doselementos
Propriedades periódicas doselementos
 
Quimica organica
Quimica organicaQuimica organica
Quimica organica
 
Propriedades das tabelas periódicas
Propriedades das tabelas periódicasPropriedades das tabelas periódicas
Propriedades das tabelas periódicas
 
2012 cap01 estrutura e ligação
2012 cap01  estrutura e ligação2012 cap01  estrutura e ligação
2012 cap01 estrutura e ligação
 
Química Geral 2016/1 Aula 05
Química Geral 2016/1 Aula 05Química Geral 2016/1 Aula 05
Química Geral 2016/1 Aula 05
 
Quimica propriedades periodicas
Quimica propriedades periodicasQuimica propriedades periodicas
Quimica propriedades periodicas
 
1 elementos químicos
1   elementos químicos1   elementos químicos
1 elementos químicos
 
Lista de Exercícios 04 Química Geral
Lista de Exercícios 04 Química GeralLista de Exercícios 04 Química Geral
Lista de Exercícios 04 Química Geral
 
Aula 10 carga nuclear efetiva
Aula 10   carga nuclear efetivaAula 10   carga nuclear efetiva
Aula 10 carga nuclear efetiva
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicas
 
ATOMÍSTICA E TABELA PERIÓDICA
ATOMÍSTICA E TABELA PERIÓDICAATOMÍSTICA E TABELA PERIÓDICA
ATOMÍSTICA E TABELA PERIÓDICA
 
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
 
Estrutura atômica aula 3
Estrutura atômica aula 3Estrutura atômica aula 3
Estrutura atômica aula 3
 
AULA DE QUÍMICA IFTO
AULA DE QUÍMICA IFTOAULA DE QUÍMICA IFTO
AULA DE QUÍMICA IFTO
 
Teoria estrutural 1
Teoria estrutural 1Teoria estrutural 1
Teoria estrutural 1
 
Aula 1 - Estrutura atômica e eletrônica.pptx
Aula 1 - Estrutura atômica e eletrônica.pptxAula 1 - Estrutura atômica e eletrônica.pptx
Aula 1 - Estrutura atômica e eletrônica.pptx
 
Pp Da 1ª Aula 10º Ano
Pp Da 1ª Aula 10º AnoPp Da 1ª Aula 10º Ano
Pp Da 1ª Aula 10º Ano
 

Semelhante a Estrutura Atômica: Teorias e Modelos

Semelhante a Estrutura Atômica: Teorias e Modelos (20)

Números quânticos
Números quânticosNúmeros quânticos
Números quânticos
 
Química inorgânica
Química inorgânica Química inorgânica
Química inorgânica
 
Quimica i quimica_inorganica
Quimica i quimica_inorganicaQuimica i quimica_inorganica
Quimica i quimica_inorganica
 
Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.
Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.
Explicação e exercícios sobre Química Orgânica.
 
Apostila inorganica ufjf
Apostila inorganica ufjfApostila inorganica ufjf
Apostila inorganica ufjf
 
Química Geral - Estrutura Atômica
Química Geral - Estrutura AtômicaQuímica Geral - Estrutura Atômica
Química Geral - Estrutura Atômica
 
Pp 2ª Aula áTomo H
Pp 2ª Aula áTomo HPp 2ª Aula áTomo H
Pp 2ª Aula áTomo H
 
Pp 2ª Aula áTomo H
Pp 2ª Aula áTomo HPp 2ª Aula áTomo H
Pp 2ª Aula áTomo H
 
Modeloquantico!
Modeloquantico!Modeloquantico!
Modeloquantico!
 
E
EE
E
 
AtomíStica
AtomíSticaAtomíStica
AtomíStica
 
quimica atomica
quimica atomicaquimica atomica
quimica atomica
 
Modelo atomico
Modelo atomicoModelo atomico
Modelo atomico
 
Números quânticos
Números quânticosNúmeros quânticos
Números quânticos
 
Naftal Naftal-Tema I-Palestra I-Estrutura Atomica-Tabela Periodica-Quimica Ge...
Naftal Naftal-Tema I-Palestra I-Estrutura Atomica-Tabela Periodica-Quimica Ge...Naftal Naftal-Tema I-Palestra I-Estrutura Atomica-Tabela Periodica-Quimica Ge...
Naftal Naftal-Tema I-Palestra I-Estrutura Atomica-Tabela Periodica-Quimica Ge...
 
Estrutura atômica
Estrutura atômicaEstrutura atômica
Estrutura atômica
 
Atomicidade
AtomicidadeAtomicidade
Atomicidade
 
Atomo vf 775748
Atomo vf 775748Atomo vf 775748
Atomo vf 775748
 
Atomo vf cq108.ppt - recuperado automaticamente
Atomo vf cq108.ppt  -  recuperado automaticamenteAtomo vf cq108.ppt  -  recuperado automaticamente
Atomo vf cq108.ppt - recuperado automaticamente
 
8 orbitais e numeros quanticos
8   orbitais e numeros quanticos8   orbitais e numeros quanticos
8 orbitais e numeros quanticos
 

Mais de estead2011

Propriedades periodicas
Propriedades periodicasPropriedades periodicas
Propriedades periodicasestead2011
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicasestead2011
 
Funcoes inorganicas
Funcoes inorganicasFuncoes inorganicas
Funcoes inorganicasestead2011
 
Funcao inorganica3
Funcao inorganica3Funcao inorganica3
Funcao inorganica3estead2011
 
Estados da materia
Estados da materiaEstados da materia
Estados da materiaestead2011
 
Tópico 4 propriedades periodicas parte 1
Tópico 4   propriedades periodicas parte 1Tópico 4   propriedades periodicas parte 1
Tópico 4 propriedades periodicas parte 1estead2011
 
Tópico 3 estrutura atomica parte 2
Tópico 3   estrutura atomica parte 2Tópico 3   estrutura atomica parte 2
Tópico 3 estrutura atomica parte 2estead2011
 
Tópico 3 estrutura atomica parte 1
Tópico 3   estrutura atomica parte 1Tópico 3   estrutura atomica parte 1
Tópico 3 estrutura atomica parte 1estead2011
 
Tópico 2 funcoes inorganicas
Tópico 2   funcoes inorganicasTópico 2   funcoes inorganicas
Tópico 2 funcoes inorganicasestead2011
 
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 1
Tópico 5   ligacoes quimicas parte 1Tópico 5   ligacoes quimicas parte 1
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 1estead2011
 
Química Geral 1a
Química Geral  1aQuímica Geral  1a
Química Geral 1aestead2011
 
Tópico 1 Estados da matéria
Tópico 1   Estados da matéria Tópico 1   Estados da matéria
Tópico 1 Estados da matéria estead2011
 
Química geral 3 CEDERJ
Química geral 3 CEDERJ Química geral 3 CEDERJ
Química geral 3 CEDERJ estead2011
 
Química Geral 1 CEDERJ
Química Geral 1 CEDERJQuímica Geral 1 CEDERJ
Química Geral 1 CEDERJestead2011
 
Elementos de quimica_geral_vol2
Elementos de quimica_geral_vol2Elementos de quimica_geral_vol2
Elementos de quimica_geral_vol2estead2011
 
Funcoes inorganicas
Funcoes inorganicasFuncoes inorganicas
Funcoes inorganicasestead2011
 
Função inorganica3
Função inorganica3Função inorganica3
Função inorganica3estead2011
 
Estrutura atômica
Estrutura atômicaEstrutura atômica
Estrutura atômicaestead2011
 
Estados da matéria
Estados da matériaEstados da matéria
Estados da matériaestead2011
 

Mais de estead2011 (19)

Propriedades periodicas
Propriedades periodicasPropriedades periodicas
Propriedades periodicas
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicas
 
Funcoes inorganicas
Funcoes inorganicasFuncoes inorganicas
Funcoes inorganicas
 
Funcao inorganica3
Funcao inorganica3Funcao inorganica3
Funcao inorganica3
 
Estados da materia
Estados da materiaEstados da materia
Estados da materia
 
Tópico 4 propriedades periodicas parte 1
Tópico 4   propriedades periodicas parte 1Tópico 4   propriedades periodicas parte 1
Tópico 4 propriedades periodicas parte 1
 
Tópico 3 estrutura atomica parte 2
Tópico 3   estrutura atomica parte 2Tópico 3   estrutura atomica parte 2
Tópico 3 estrutura atomica parte 2
 
Tópico 3 estrutura atomica parte 1
Tópico 3   estrutura atomica parte 1Tópico 3   estrutura atomica parte 1
Tópico 3 estrutura atomica parte 1
 
Tópico 2 funcoes inorganicas
Tópico 2   funcoes inorganicasTópico 2   funcoes inorganicas
Tópico 2 funcoes inorganicas
 
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 1
Tópico 5   ligacoes quimicas parte 1Tópico 5   ligacoes quimicas parte 1
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 1
 
Química Geral 1a
Química Geral  1aQuímica Geral  1a
Química Geral 1a
 
Tópico 1 Estados da matéria
Tópico 1   Estados da matéria Tópico 1   Estados da matéria
Tópico 1 Estados da matéria
 
Química geral 3 CEDERJ
Química geral 3 CEDERJ Química geral 3 CEDERJ
Química geral 3 CEDERJ
 
Química Geral 1 CEDERJ
Química Geral 1 CEDERJQuímica Geral 1 CEDERJ
Química Geral 1 CEDERJ
 
Elementos de quimica_geral_vol2
Elementos de quimica_geral_vol2Elementos de quimica_geral_vol2
Elementos de quimica_geral_vol2
 
Funcoes inorganicas
Funcoes inorganicasFuncoes inorganicas
Funcoes inorganicas
 
Função inorganica3
Função inorganica3Função inorganica3
Função inorganica3
 
Estrutura atômica
Estrutura atômicaEstrutura atômica
Estrutura atômica
 
Estados da matéria
Estados da matériaEstados da matéria
Estados da matéria
 

Estrutura Atômica: Teorias e Modelos

  • 1. Estrutura Atômica QUÍMICA GERAL Escola Superior de Tecnologia
  • 3.
  • 4.
  • 5. Modelo Atômico Atual   A teoria de Bohr explicava muito bem o que ocorria com o átomo de hidrogênio, mas apresentou-se inadequada para esclarecer os espectros atômicos de outros átomos com dois ou mais elétrons. Até 1900 tinha-se a idéia de que a luz possuía caráter de onda. A partir dos trabalhos realizados por Planck e Einstein, este último propôs que a luz seria formada por partículas-onda, ou seja, segundo a mecânica quântica, as ondas eletromagnéticas podem mostrar algumas das propriedades características de partículas e vice-versa. A natureza dualística onda-partícula passou a ser aceita universalmente. Em 1924, Louis de Broglie sugeriu que os elétrons, até então considerados partículas típicas, possuiriam propriedades semelhantes às ondas. A todo elétron em movimento está associada uma onda característica (Princípio da Dualidade)
  • 6. Modelo Atômico Atual   Ora, se um elétron se comporta como onda, como é possível especificar a posição de uma onda em um dado instante? Podemos determinar seu comprimento de onda, sua energia, e mesmo a sua amplitude, porém não há possibilidade de dizer exatamente onde está o elétron. Além disso, considerando-se o elétron uma partícula, esta é tão pequena que, se tentássemos determinar sua posição e velocidade num determinado instante, os próprios instrumentos de medição iriam alterar essas determinações. Assim, Heisenberg enunciou o chamado Princípio da Incerteza: Não é possível determinar a velocidade e a posição de um elétron, simultaneamente, num mesmo instante.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13. A forma radial dos orbitais hidrogenóides
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17. Quatro dos orbitais têm dois planos nodais perpendiculares que se cruzam em uma linha que passa pelo núcleo. No orbital d z2 , a superfície nodal forma dois cones que se encontram no núcleo Orbitais d
  • 18. Uma representação das superfícies-limite dos orbitais f. A superfície-limite de um orbital indica a região dentro da qual o elétron é mais facilmente encontrado; orbitais com o número quântico l possuem l planos nodais Orbitais f
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22. O princípio do preenchimento
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26. Orbitais e suas energias
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31. Configurações eletrônicas e a tabela periódica
  • 32.
  • 33.
  • 34.  
  • 35.  
  • 36.
  • 37.
  • 38.