SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Escola Secundária de Lagoa 
Disciplina de História – 10º E 
Ano Letivo 2014/2015 
A Professora Cooperante: Dra. Elisabete Moniz A Estagiária: Cátia Cardoso
Retórica e Poesia durante o 
Império Romano 
Material Escolar Romano 
DOC. 25, Página 106
 O ENSINO 
Ir à escola era um hábito normal em Roma; 
Quando completavam 7 anos os rapazes e as 
raparigas era enviados a um professor primário – 
Litterator; 
Era-lhes ensinado 
as primeiras letras. 
Os mais ricos estudavam em casa, com 
professores particulares.
 O ENSINO 
o Semelhante ao que se constatava na Grécia ; 
o As primeiras palavras eram aprendidas dos 7 
aos 11 anos de idade. 
o Aprendiam cálculo, escrita, leitura e 
decoravam diversos textos poéticos que 
dignificaram Roma; 
o O ensino obedecia a fins educativos.
 O ENSINO 
FINS EDUCATIVOS valorizados por Cícero: 
o Domínio de si; 
o Obediência a toda a autoridade; 
o Benevolência para com o próximo. 
ENSINO SECUNDÁRIO - Gramático 
- Tinha acesso apenas quem tinha possibilidades 
económicas; 
-Era muito dispendioso; 
- Aperfeiçoamento da língua e do estudo das diferentes 
obras literárias.
 O ENSINO 
Obras literárias mais importantes: 
-Poesia de Virgílio; 
- Retórica de Cícero; 
- História de Salústio; 
- História de Tito Lívio. 
CURRÍCULO
 O ENSINO 
Ocupava um lugar menos importante: 
- Matemática; 
- Geometria; 
- Música; 
- Astronomia. 
Aos 17 anos ingressaram no ensino superior. 
Contudo, eram apenas uma minoria. 
Professor = Rethor (mestre em retórica).
 O ENSINO 
As mulheres não seguiam os seus estudos no 
campo universitário, pois aqui se estudava, 
apenas, Retórica e Direito, destinado apenas aos 
homens . 
Os homens necessitavam de estudar Retórica e 
Direito para poderem seguir a vida política e 
administrativa. 
Única forma de 
aceder aos mais altos 
cargos públicos
 A DIFUSÃO DA REDE ESCOLAR 
Todas as regiões do Império Romano detinham 
várias escolas. 
Poderoso meio de unificação cultural do Império. 
Docs. 26 e 27, página 107
 A DIFUSÃO DA REDE ESCOLAR 
1- Os imperadores queriam que as autoridades 
municipais ficassem incumbidas de criar escolas e 
suportar os seus custos; 
2- Os professores tinham o apoio o Imperador e 
por isso ficaram isentos de impostos; 
3- Financiou gramáticos e retóricos de forma a 
que os ensinamentos fossem ministrados 
gratuitamente.
 A DIFUSÃO DA REDE ESCOLAR 
1- Era na capital que existiam os melhores e mais 
dotados professores; 
2- A Escola era reconhecida em todo o Império; 
3- Era com a escola que se formavam os homens 
bons –”vir bonus”; 
4- Cidadão cumpridor, honesto, inteligente e 
culto.
 A DIFUSÃO DA REDE ESCOLAR 
Pragmáticos por natureza, os Romanos 
sabiam que a educação e a cultura fazem 
tanto ou mais um império do que as 
proezas militares.
 Exercícios 1 a 4, página 107; 
 Realização da ficha 4, do Grupo II e III, 
da página 17 (questões 1 a 4) – Caderno 
do Aluno.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Prenúncios de uma nova ordem
Prenúncios de uma nova ordemPrenúncios de uma nova ordem
Prenúncios de uma nova ordem
cattonia
 
Resumos História - O Modelo Ateniense
Resumos História - O Modelo AtenienseResumos História - O Modelo Ateniense
Resumos História - O Modelo Ateniense
Lojinha da Flor
 
A romanização da hispânia
A romanização da hispâniaA romanização da hispânia
A romanização da hispânia
Susana Simões
 
Modelo romano parte 3
Modelo romano parte 3Modelo romano parte 3
Modelo romano parte 3
cattonia
 
A civilização romana
A civilização romana  A civilização romana
A civilização romana
eb23ja
 
O poder político em roma
O poder político em romaO poder político em roma
O poder político em roma
Carla Teixeira
 
Modelo romano parte 1
Modelo romano   parte 1Modelo romano   parte 1
Modelo romano parte 1
cattonia
 
Uma cultura aberta à cidade
Uma cultura aberta à cidadeUma cultura aberta à cidade
Uma cultura aberta à cidade
Carla Teixeira
 

Mais procurados (20)

Prenúncios de uma nova ordem
Prenúncios de uma nova ordemPrenúncios de uma nova ordem
Prenúncios de uma nova ordem
 
A CodificaçãO Do Direito Romano
A CodificaçãO Do Direito RomanoA CodificaçãO Do Direito Romano
A CodificaçãO Do Direito Romano
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Roma- Resumo de história 10ºano
Roma- Resumo de história 10ºanoRoma- Resumo de história 10ºano
Roma- Resumo de história 10ºano
 
Resumos História - O Modelo Ateniense
Resumos História - O Modelo AtenienseResumos História - O Modelo Ateniense
Resumos História - O Modelo Ateniense
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
A romanização da hispânia
A romanização da hispâniaA romanização da hispânia
A romanização da hispânia
 
Modelo romano parte 3
Modelo romano parte 3Modelo romano parte 3
Modelo romano parte 3
 
Roma, cidade imperial
Roma, cidade imperialRoma, cidade imperial
Roma, cidade imperial
 
A civilização romana
A civilização romana  A civilização romana
A civilização romana
 
Módulo 2 contextualização
Módulo 2   contextualizaçãoMódulo 2   contextualização
Módulo 2 contextualização
 
1. Roma, a cidade que se fez império
1. Roma, a cidade que se fez império1. Roma, a cidade que se fez império
1. Roma, a cidade que se fez império
 
Romanização da Península Ibérica
Romanização da Península IbéricaRomanização da Península Ibérica
Romanização da Península Ibérica
 
Modelo Romano_Educação
Modelo Romano_EducaçãoModelo Romano_Educação
Modelo Romano_Educação
 
O poder político em roma
O poder político em romaO poder político em roma
O poder político em roma
 
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - O renascimento das cidades...
 A identidade civilizacional da Europa Ocidental - O renascimento das cidades... A identidade civilizacional da Europa Ocidental - O renascimento das cidades...
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - O renascimento das cidades...
 
Modelo romano parte 1
Modelo romano   parte 1Modelo romano   parte 1
Modelo romano parte 1
 
10 atenas no século v
10   atenas no século v10   atenas no século v
10 atenas no século v
 
Uma cultura aberta à cidade
Uma cultura aberta à cidadeUma cultura aberta à cidade
Uma cultura aberta à cidade
 
Romanização
RomanizaçãoRomanização
Romanização
 

Destaque (6)

A identidade civilizacional da Europa Ocidental: a fragilidade do equilíbrio ...
A identidade civilizacional da Europa Ocidental: a fragilidade do equilíbrio ...A identidade civilizacional da Europa Ocidental: a fragilidade do equilíbrio ...
A identidade civilizacional da Europa Ocidental: a fragilidade do equilíbrio ...
 
Cultura Romana
Cultura RomanaCultura Romana
Cultura Romana
 
A Integração Dos Povos No Império Romano
A Integração Dos Povos No Império RomanoA Integração Dos Povos No Império Romano
A Integração Dos Povos No Império Romano
 
Teste de avaliação
Teste de avaliaçãoTeste de avaliação
Teste de avaliação
 
Os Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península IbéricaOs Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península Ibérica
 
10º testes leya
10º testes leya10º testes leya
10º testes leya
 

Semelhante a 8. O modelo romano a formação de uma rede escolar urbana uniformizada

História da educação - Roma - Maria e Rosilde
História da educação - Roma - Maria e RosildeHistória da educação - Roma - Maria e Rosilde
História da educação - Roma - Maria e Rosilde
geografia
 
Apresentação o pensamento pedagógico romano
Apresentação o pensamento pedagógico romanoApresentação o pensamento pedagógico romano
Apresentação o pensamento pedagógico romano
PET-PEDAGOGIA2012
 
Hep aula4-antiguidade-romana-a humanitas.12-03-2012
Hep aula4-antiguidade-romana-a humanitas.12-03-2012Hep aula4-antiguidade-romana-a humanitas.12-03-2012
Hep aula4-antiguidade-romana-a humanitas.12-03-2012
Elisa Maria Gomide
 
A educação na grécia antiga
A educação na grécia antigaA educação na grécia antiga
A educação na grécia antiga
turco2802
 
Historia educacao_geral_2
 Historia educacao_geral_2 Historia educacao_geral_2
Historia educacao_geral_2
Joemio Freire
 
Breve panorama da educação medieval
Breve panorama da educação medievalBreve panorama da educação medieval
Breve panorama da educação medieval
Priscila Aristimunha
 

Semelhante a 8. O modelo romano a formação de uma rede escolar urbana uniformizada (20)

EDUCAÇÃO NA ANTIGUIDADE ROMANA
EDUCAÇÃO NA ANTIGUIDADE ROMANAEDUCAÇÃO NA ANTIGUIDADE ROMANA
EDUCAÇÃO NA ANTIGUIDADE ROMANA
 
Educao grega
Educao grega Educao grega
Educao grega
 
História da educação - Roma - Maria e Rosilde
História da educação - Roma - Maria e RosildeHistória da educação - Roma - Maria e Rosilde
História da educação - Roma - Maria e Rosilde
 
Apresentação o pensamento pedagógico romano
Apresentação o pensamento pedagógico romanoApresentação o pensamento pedagógico romano
Apresentação o pensamento pedagógico romano
 
O Ensino em Roma 10ºAno
O Ensino em Roma 10ºAnoO Ensino em Roma 10ºAno
O Ensino em Roma 10ºAno
 
O Modelo Romano_Educação
O Modelo Romano_EducaçãoO Modelo Romano_Educação
O Modelo Romano_Educação
 
Hep aula4-antiguidade-romana-a humanitas.12-03-2012
Hep aula4-antiguidade-romana-a humanitas.12-03-2012Hep aula4-antiguidade-romana-a humanitas.12-03-2012
Hep aula4-antiguidade-romana-a humanitas.12-03-2012
 
Educação romana
Educação romanaEducação romana
Educação romana
 
A educação na grécia antiga
A educação na grécia antigaA educação na grécia antiga
A educação na grécia antiga
 
Historia educacao_geral_2
 Historia educacao_geral_2 Historia educacao_geral_2
Historia educacao_geral_2
 
APRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.ppt
APRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.pptAPRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.ppt
APRESENTACAO_DA_DISCIPLINA_HST_EDUCACAO.ppt
 
Grécia e Roma Antiga
Grécia e Roma AntigaGrécia e Roma Antiga
Grécia e Roma Antiga
 
Historia da educação silvana
Historia da educação  silvanaHistoria da educação  silvana
Historia da educação silvana
 
Educação grega
Educação gregaEducação grega
Educação grega
 
Linhadotempo da filosofia
Linhadotempo da filosofiaLinhadotempo da filosofia
Linhadotempo da filosofia
 
Breve panorama da educação medieval
Breve panorama da educação medievalBreve panorama da educação medieval
Breve panorama da educação medieval
 
Linha Do Tempo
Linha Do TempoLinha Do Tempo
Linha Do Tempo
 
História da educação geral
História da educação geralHistória da educação geral
História da educação geral
 
A Cultura E O Saber Medievais
A Cultura E O Saber MedievaisA Cultura E O Saber Medievais
A Cultura E O Saber Medievais
 
A linha do tempo aula 01
A linha do tempo aula 01A linha do tempo aula 01
A linha do tempo aula 01
 

Mais de Núcleo de Estágio ESL 2014-2015

Mais de Núcleo de Estágio ESL 2014-2015 (9)

A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A expansão agrária e o cre...
 A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A expansão agrária e o cre... A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A expansão agrária e o cre...
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A expansão agrária e o cre...
 
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A unidade da crença
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A unidade da crençaA identidade civilizacional da Europa Ocidental - A unidade da crença
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A unidade da crença
 
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A multiplicidade de poderes
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A multiplicidade de poderesA identidade civilizacional da Europa Ocidental - A multiplicidade de poderes
A identidade civilizacional da Europa Ocidental - A multiplicidade de poderes
 
Introdução à Idade Média
Introdução à Idade MédiaIntrodução à Idade Média
Introdução à Idade Média
 
O espaço civilizacional greco-latino à beira da mudança: O Império em crise;...
O espaço civilizacional greco-latino  à beira da mudança: O Império em crise;...O espaço civilizacional greco-latino  à beira da mudança: O Império em crise;...
O espaço civilizacional greco-latino à beira da mudança: O Império em crise;...
 
O espaço civilizacional greco-latino à beira da mudança: O Império Romano-Cri...
O espaço civilizacional greco-latino à beira da mudança: O Império Romano-Cri...O espaço civilizacional greco-latino à beira da mudança: O Império Romano-Cri...
O espaço civilizacional greco-latino à beira da mudança: O Império Romano-Cri...
 
O Modelo Romano - a padronização do urbanismo
O Modelo Romano - a padronização do urbanismoO Modelo Romano - a padronização do urbanismo
O Modelo Romano - a padronização do urbanismo
 
3. O Modelo Romano - o culto a Roma e ao imperador; a codificação do direito
3. O Modelo Romano - o culto a Roma e ao imperador; a codificação do direito3. O Modelo Romano - o culto a Roma e ao imperador; a codificação do direito
3. O Modelo Romano - o culto a Roma e ao imperador; a codificação do direito
 
2.O Modelo Romano - das magistraturas republicanas ao poder do imperador
2.O Modelo Romano - das magistraturas republicanas ao poder do imperador2.O Modelo Romano - das magistraturas republicanas ao poder do imperador
2.O Modelo Romano - das magistraturas republicanas ao poder do imperador
 

Último

clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
LuanaAlves940822
 

Último (20)

Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasSlide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 

8. O modelo romano a formação de uma rede escolar urbana uniformizada

  • 1. Escola Secundária de Lagoa Disciplina de História – 10º E Ano Letivo 2014/2015 A Professora Cooperante: Dra. Elisabete Moniz A Estagiária: Cátia Cardoso
  • 2. Retórica e Poesia durante o Império Romano Material Escolar Romano DOC. 25, Página 106
  • 3.  O ENSINO Ir à escola era um hábito normal em Roma; Quando completavam 7 anos os rapazes e as raparigas era enviados a um professor primário – Litterator; Era-lhes ensinado as primeiras letras. Os mais ricos estudavam em casa, com professores particulares.
  • 4.  O ENSINO o Semelhante ao que se constatava na Grécia ; o As primeiras palavras eram aprendidas dos 7 aos 11 anos de idade. o Aprendiam cálculo, escrita, leitura e decoravam diversos textos poéticos que dignificaram Roma; o O ensino obedecia a fins educativos.
  • 5.  O ENSINO FINS EDUCATIVOS valorizados por Cícero: o Domínio de si; o Obediência a toda a autoridade; o Benevolência para com o próximo. ENSINO SECUNDÁRIO - Gramático - Tinha acesso apenas quem tinha possibilidades económicas; -Era muito dispendioso; - Aperfeiçoamento da língua e do estudo das diferentes obras literárias.
  • 6.  O ENSINO Obras literárias mais importantes: -Poesia de Virgílio; - Retórica de Cícero; - História de Salústio; - História de Tito Lívio. CURRÍCULO
  • 7.  O ENSINO Ocupava um lugar menos importante: - Matemática; - Geometria; - Música; - Astronomia. Aos 17 anos ingressaram no ensino superior. Contudo, eram apenas uma minoria. Professor = Rethor (mestre em retórica).
  • 8.  O ENSINO As mulheres não seguiam os seus estudos no campo universitário, pois aqui se estudava, apenas, Retórica e Direito, destinado apenas aos homens . Os homens necessitavam de estudar Retórica e Direito para poderem seguir a vida política e administrativa. Única forma de aceder aos mais altos cargos públicos
  • 9.  A DIFUSÃO DA REDE ESCOLAR Todas as regiões do Império Romano detinham várias escolas. Poderoso meio de unificação cultural do Império. Docs. 26 e 27, página 107
  • 10.  A DIFUSÃO DA REDE ESCOLAR 1- Os imperadores queriam que as autoridades municipais ficassem incumbidas de criar escolas e suportar os seus custos; 2- Os professores tinham o apoio o Imperador e por isso ficaram isentos de impostos; 3- Financiou gramáticos e retóricos de forma a que os ensinamentos fossem ministrados gratuitamente.
  • 11.  A DIFUSÃO DA REDE ESCOLAR 1- Era na capital que existiam os melhores e mais dotados professores; 2- A Escola era reconhecida em todo o Império; 3- Era com a escola que se formavam os homens bons –”vir bonus”; 4- Cidadão cumpridor, honesto, inteligente e culto.
  • 12.  A DIFUSÃO DA REDE ESCOLAR Pragmáticos por natureza, os Romanos sabiam que a educação e a cultura fazem tanto ou mais um império do que as proezas militares.
  • 13.  Exercícios 1 a 4, página 107;  Realização da ficha 4, do Grupo II e III, da página 17 (questões 1 a 4) – Caderno do Aluno.