SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTEBOL SUÍÇO
BRAÇO DO TROMBUDO – 2014
REGULAMENTO GERAL
Este regulamento é o conjunto das obrigações que regem o Campeonato Municipal de Futebol Suíço de Braço do
Trombudo - 2013 e que deve ser obedecido por todos aqueles que dele conviverem.
DA ORGANIZAÇÃO
Art. 1º - A competição tem como finalidade o desenvolvimento do intercâmbio esportivo entre as equipes do
município, procurando proporcionar boas relações entre atletas e dirigentes, estabelecer a união segura entre
desportistas e o entrosamento para a formação do cidadão, fazendo surgir novos valores no âmbito municipal.
Art. 2º - A comissão organizadora é formada por membros da comissão municipal de esportes e de pessoas por ela
especialmente convidadas.
CAPÍTULO I
DA PARTICIPAÇÃO
Art. 3º - Poderão participar do Campeonato Municipal de Futebol Suíço de Braço do Trombudo - 2013, equipes
organizadas ou que vierem a se organizar, com sede no Município.
Art. 4º - As despesas de locomoção, bem como eventuais danos materiais e ou pessoais serão de responsabilidade
das equipes.
Art. 5º - O valor da inscrição do Campeonato Municipal de Futebol Suíço de Braço do Trombudo – 2013
será de R$200,00 (Duzentos reais) pago no congresso técnico dia 23 de janeiro.
Art. 6º - A equipe participante poderá inscrever até 15 atletas, 01 técnico, 01 dirigente e 01 massagista e no
mínimo 10 (Dez) atletas.
Art. 7º - Na ficha de inscrição devem constar: nomes completos, assinatura e nº da carteira de identidade e,
entregue a Comissão Organizadora no congresso técnico, impreterivelmente.
Art. 8º - Antes do início de cada jogo o técnico ou dirigente responsável pela equipe deverá apresentar a relação
dos atletas que farão parte do jogo, para a confecção da súmula.
Art. 9º - A equipe participante e constante no lado esquerdo da tabela é considerada mandante do jogo.
Art. 10º - No caso de coincidência na cor do uniforme, a equipe mandante do jogo é responsável pela troca do
mesmo, conforme o artigo 9º deste regulamento.
Parágrafo primeiro – É de competência exclusiva dos dirigentes de equipes, informarem ao árbitro, antes do início
do jogo, situações irregulares no uniforme da equipe adversária.
Parágrafo segundo – O calção térmico poderá ser de qualquer cor.
Parágrafo terceiro – Do calção: entende-se como cor única, a cor predominante, mesmo que contenha algumas
faixas ou listras.
Parágrafo quarto – Não será aceito reclamações ou protestos após o início do jogo, quanto ao uniforme irregular
de uma equipe.
Parágrafo quinto – Caso o árbitro considere uma equipe sem condições de jogo, deverá impedir sua participação
dando-lhe 10 (dez) minutos de tolerância para se apresentar devidamente uniformizada, conforme o disposto nos
artigos 9º e 10º deste regulamento.

CAPÍTULO II DOS ATLETAS
Art. 11º - São condições para o atleta participar dos jogos:
a – estar devidamente inscrito na comissão organizadora;
b – ser portador da carteira de identidade; (apresentar no congresso Técnico)
c – morar ou trabalhar em Braço do Trombudo;
d – estar registrado em empresa do município, mas, presta serviço terceirizado em outro município;
e - votar no município;
f – não estar em débito com a CME quanto a pagamentos de taxas de inscrições, w x o, horários de treinos.
g- Ter idade mínima de 16 anos, com autorização devidamente dos pais ou responsável autenticada no
cartório.
Art. 12º - O atleta inscrito por duas ou mais equipes, será validado somente a inscrição com sua assinatura, se
caso o atleta assinar em mais de uma equipe, ele será automaticamente eliminado.
Art. 13º - Cada equipe será formada por 07 (sete) atletas, sendo um o goleiro.
Parágrafo 1 – Para iniciar uma partida, serão necessários no mínimo 07 (sete) atletas.
Nota:poderão entrar em campo somente, dirigentes e atletas devidamente inscritos e, aptos para a jogo. O
dirigente não poderá atuar como atleta e, ou vice-versa.
Parágrafo 2 – A partida será suspensa se, no decorrer da mesma, a equipe ficar com 04 (quatro) jogadores. Caso
esta equipe estiver vencendo a partida, reverterá o placar para o mínimo de 1 X 0 para o adversário e, Se a equipe
contrária estiver ganhando manterá o resultado do placar.
Parágrafo 3 – O prazo para se considerar um W X O é de 10 minutos, APÓS acionado o cronômetro e, este o será
feito somente com a assinatura do capitão na súmula do jogo e, além dos três pontos ganhos, será conferido o
placar de 3 X 0,( três a zero ) a equipe que comparecer no jogo.
Parágrafo 4 - Em caso de W X O institui-se a multa de R$ 200,00 (duzentos reais) para a equipe faltante,
durante o campeonato a onde a qual estará inscrita, exceto o atleta que compareceu ao jogo uniformizado, no qual
será anotada em súmula a sua presença.
Parágrafo 5 – No caso da equipe não realizar o pagamento até a próxima rodada ela será desclassificada e
a tabela dos jogos remanejada, sendo a divida tornada individualmente sendo 50 reais por atleta registrado
em sumula.
Parágrafo 6 – Após o não pagamento da multa até a próxima rodada ou término do campeonato a multa
passar a ser de 50 reais por atleta faltante na presente data.

DOS CRITÉRIOS TÉCNICOS
Art. 14º - As partidas serão disputadas em 02 (dois) tempos de 20 (vinte) minutos, com 05 (cinco) minutos de
intervalo.
Parágrafo Único – Cada equipe terá o direito de pedir um tempo de 1 minuto por período, mais tempo extra
autorizado pelo arbitro, se achar conveniente. Ex: calor demasiado.
Art. 15º - O goleiro poderá sair da área, desde que jogue com os pés, sendo que a bola tem que estar em jogo. O
goleiro pode receber a bola da lateral com as mãos.
Art. 16º - Em cada trave haverá uma área de gol. Esta área determina a sinalização da penalidade cobrada a (xx)
metros da baliza. A cobrança da penalidade será livre.
Art. 17º - O escanteio deverá ser cobrado com o pé e o tiro lateral com as mãos. É válido o gol de escanteio.
Art. 18º - O tiro de meta (reposição de bola em jogo pelo goleiro) deverá ser com a mão.
Nota: as faltas cometidas durante a partida, do meio de campo para frente serão dois lances e, a falta do
meio de campo para trás, será direta... Com validade de gols.
Art. 19º - É proibido o uso de chuteiras com trava, podendo o atleta jogar com o tênis próprio de suíço ou tênis
comum. É de responsabilidade da equipe o uso de caneleira.
Art. 20º - Quanto às infrações serão utilizados:
-

Advertência: cartão amarelo
Expulsão: cartão vermelho – O atleta será excluído da partida e ficará automaticamente fora da partida
seguinte.
- Não substitui na partida em que o atleta foi expulso.
- Se o atleta receber nos jogos anteriores 02 cartões amarelos e no jogo seguinte mais 01 amarelo e 01
vermelho, cumprirá duas partidas (um pelo cartão amarelo e um pelo cartão vermelho).
- O atleta que acumular 03 cartões amarelos no campeonato (em três partidas seguidas ou em três partidas
alternadas) cumprirá um jogo independentemente da fase.
- Cartões não serão zerados, somente após o cumprimento da penalidade.
- O atleta que tomar o cartão Vermelho na final ficará automaticamente fora do primeiro jogo no próximo
campeonato de futebol suíço.
Art. 21º – O atleta que cometer 5 faltas será desqualificado da partida, podendo ser substituído
imediatamente, devendo deixar o campo pela zona de substituição e não poderá permanecer no banco de reservas.
Art. 22º – A equipe que cometer 5 (cinco) faltas coletivas por período de jogo, sofrerá a cada infração posterior,
um tiro livre direto sem barreira numa distância de 10 metros. Sendo estas zeradas ao final do período.
Art. 23º - Serão considerados os seguintes pontos em uma partida:
- Vitória:
03 pontos;
- Empate:
01 ponto;
- Derrota:
00 ponto;
Art. 24º - Em caso de empate em uma partida onde deverá se conhecer um vencedor adotar-se-á o seguinte
critério:
A) Cobrança de 03 (três) penalidades alternadas,batendo somente os jogadores que acabaram a partida.
B) Se continuar empatado, 01 (um) pênalti alternado, até que se conheça o vencedor, não podendo repetir
o mesmo batedor até que se feche o ciclo de atletas que acabaram a partida.
Art. 25º - Em caso de empate, em uma chave (classificação ou final), será adotado o seguinte critério:
Entre duas equipes:
a) Confronto direto:
b) Maior número de vitórias;
c) Menor número de gols sofridos;
d) Maior número de gols marcados;
e) Menor número de cartões vermelhos na equipe;
f) Menor número de cartões amarelos na equipe;
g) Sorteio.
Entre três equipes:
a) Maior número de vitórias nas partidas realizadas entre si (dentro da chave);
b) Saldo de gols nas partidas realizadas entre si (dentro da chave);
c) Menor número de gols sofridos nas partidas realizadas entre si (dentro da chave);
d) Maior número de gols marcados nas partidas realizadas entre si (dentro da chave);
e) Menor número de cartões vermelhos na equipe de todas as partidas realizadas;
f) Menor número de cartões amarelos na equipe de todas as partidas realizadas;
g) Sorteio.
DAS INFRAÇÕES DISCIPLINARES
Art. 26º- A inobservância das disposições deste regulamento quando não for outro modo sancionado, sujeitarão o
infrator as seguintes penalidades que serão aplicadas pela CO.
b) Suspensão por escrito;
d) Desligamento da competição;
e) Eliminação do campeonato.
Parágrafo 1: O técnico dirigente ou responsável que atuar (jogar) no jogo com atleta irregular (artigo 11º), terá
como penalidade, a eliminação da equipe da competição e, sofrerá w x o, nas partidas restantes na fase em que
estiver competindo e, terão que pagar as multas de w x 0 tantas quantas ocorrerem.

DAS INFRAÇÕES DISCIPLINARES EM GERAL
Art. 27º - As pessoas físicas ou jurídicas direta ou indiretamente envolvidas nas competições da C.M.E. são
passíveis das sanções previstas neste código.
Art. 28º - Constituem infrações disciplinares:
I – Agressão Verbal, dentro ou fora do local da competição, contra órgão vinculado à C.M.E ou árbitros.
Pena – suspensão de 6 meses.
II - desobedecer ou deixar de cumprir determinações da c.m.e ou de qualquer órgão ou autoridade a ela
vinculados ou subordinados.
Pena – suspensão de 90(noventa) dias.
III - Apresentar queixa ou denúncia notoriamente falsa, por motivos vis, erro grosseiro ou mero capricho,
contra qualquer autoridade desportiva.
Pena - suspensão pelo prazo de 30 (trinta) dias.
IV - Agredir fisicamente qualquer membro do poder ou órgão vinculado à c.m.e, por motivos ligados ao
desporto.
Pena - suspensão pelo prazo de 01 (um) ano desportivos.
V - Agredir fisicamente árbitros, auxiliares ou autoridades de ofício, a partir da escalação e até ser
concluída a rodada da competição/prova, por motivos a ela ligados.
Pena - suspensão pelo prazo de 1 (um) desportivos.
VI - falsificar ou usar de documento falso, bem como permitir seu uso, a fim de participar de competição,
promovida pela c.m.e. ou registro para si ou para outrem, ou ainda para servir de prova junto à justiça desportiva,
autoridade ou entidade desportivas da C.M.E.
Pena - cassação do registro, perda dos pontos em favor do adversário, além de suspensão pelo prazo de 02 (dois)
anos desportivos.
VII - contribuir para a falsificação de documentos ou destes servir-se para instruir qualquer tipo de petição
perante a C.M.E. ou seus propósitos.
Pena - suspensão pelo prazo de 01 (um) ano.
VIII - invadir ou concorrer para a invasão do local de competição ou promover desordens em dependências
desportivas durante a competição.
Pena - suspensão pelo prazo de 1 (um) ano.
IX – O atleta já punido, continuar agredindo verbalmente ou fisicamente, se relatado em súmula terá o
acumulo de penalidade.

DAS INFRAÇÕES COMETIDAS PELOS ATLETAS

Art. 29º - O atleta é passível de sansões pela prática das seguintes infrações:
I - agir com deslealdade durante a competição, retardando-lhe o andamento através de propositadas
interrupções;
Pena - suspensão de 02 (dois) jogos.
II - usar de violência durante a competição na forma descrita pelo árbitro em súmulas.
Pena - suspensão de 01 (um) ano.
III - agredir fisicamente pessoa subordinada ou vinculada à C.M.E., ou órgão dirigente, por fatos ligados
ao desporto, ainda que fora do local da competição.
Pena - suspensão de 01 (um) ano desportivo.
IV - agredir fisicamente o árbitro, auxiliares e autoridades correspondentes, desde a escalação até 24 horas
depois de terminada a competição, por fato que a esta diga respeito.
Pena - suspensão de 01 (um) ano desportivo.
V - tentar agredir fisicamente o árbitro, seus auxiliares e autoridades correspondentes, desde a escalação até 24
horas depois de terminada a competição, por fato que a esta diga respeito.
Pena - Pena - suspensão de 01 (um) ano desportivo.
VI - agredir fisicamente companheiro ou adversário durante a competição.
Pena - Pena - suspensão de 01 (um) ano desportivo.
VII - tentar agredir companheiro ou dirigente de sua equipe ou adversário e dirigente de outra equipe durante a
competição.
Pena - suspensão de 1 (um) ano desportivo.
VIII
- reclamar por gestos obscenos ou palavras contra as decisões da arbitragem ou coordenação da modalidade.
Pena - suspensão de 1 (um) dias.
IX - ofender moralmente as pessoas do público durante a competição.
Pena - suspensão de 180 (cento e oitenta) dias.
X- abandonar o local de competição durante o seu andamento, sem permissão do árbitro ou autoridades
correspondentes, exceto por motivo de acidente ou mal súbito, ou recusar-se a prosseguir na disputas de provas
já iniciadas, ainda que permaneça em campo.
Pena - suspensão de 06 (seis) jogos
XI - solicitar inscrição por mais de uma entidade:
Pena – suspensão pelo prazo de 90 (noventa) dias.

DA PREMIAÇÃO
TROFÉUS E MEDALHAS DO 1º AO 4º COLOCADO.
TROFÉU PARA ARTILHEIRO E, GOLEIRO MENOS VAZADO.
1º lugar: R$850,00 2º lugar: R$650,00 3º LUGAR: R$450,00 4º LUGAR: R$250,00
4 caixa de cerveja (lata) para a equipe mais disciplinada (com menos pontuação
Amarelo(05)Vermelho(10)).

de

cartão,

HAVERÁ UM TROFEÚ PARA A EQUIPE QUE MAIS PONTUAR NOS CAMPEONATOS SUIÇOS DE 2013
A 2016 QUE SERÁ ENTREGUE SOMENTE AO VENCEDOR NO FINAL DO CAMPEONATO NO ANO DE 2016. AS
PONTUAÇÕES PARA ESTE TROFÉU SERÁ A SOMATÓRIA DE PONTOS OBTIDOS NOS CAMPEONATOS DE
2013 A 2016. NA PROPORÇÃO DE 10;8;6;4;2;1 PONTOS DO 1º AO 6º COLOCADO, RESPECTIVAMENTE.
A ASSOCIAÇÃO QUE PROMOVER A RODADA TERÁ QUE PROVIDENCIAR, OBRIGATORIAMENTE,
NO MÍNIMO 2 GANDULAS, PARA QUE AS REPOSIÇÕES DE BOLAS DURANTE AS PARTIDAS NÃO
VENHAM ATRASAR O ANDAMENTO DOS JOGOS, CASO NÃO TIVER GANDULAS, NÃO SERÁ MAIS
REALIZADA RODADA NAQUELE CAMPO DURANTE O MESMO CAMPEONATO E OU, SEGUINTES.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2º Torneio de Futsal da SAP
2º Torneio de Futsal da SAP2º Torneio de Futsal da SAP
2º Torneio de Futsal da SAPcipasap
 
Regulamento belos montes
Regulamento belos montesRegulamento belos montes
Regulamento belos montesmm eventos
 
Regulamento inter matrículas 2014
Regulamento inter matrículas 2014Regulamento inter matrículas 2014
Regulamento inter matrículas 2014Tiago Carvalho
 
Regulamento COPINHA OURO
Regulamento COPINHA OURORegulamento COPINHA OURO
Regulamento COPINHA OUROROBSON MASSON
 
Regulamento do torneio de futsal TFSI 2014
Regulamento do torneio de futsal TFSI 2014Regulamento do torneio de futsal TFSI 2014
Regulamento do torneio de futsal TFSI 2014Thiago Monteiro
 
Regulamento Futsal 2014
Regulamento Futsal 2014Regulamento Futsal 2014
Regulamento Futsal 2014diogolcarvalho
 
Regulamento Interno da Associação
 Regulamento Interno da Associação Regulamento Interno da Associação
Regulamento Interno da Associaçãoruivo68
 
Regulamento futsal evangelico 2013
Regulamento futsal evangelico 2013Regulamento futsal evangelico 2013
Regulamento futsal evangelico 2013Júnior Genuca
 
Torneio antônio luiz neto regulamento - sn
Torneio antônio luiz neto   regulamento - snTorneio antônio luiz neto   regulamento - sn
Torneio antônio luiz neto regulamento - snsantinhanews
 
Regulamento Disciplina da Associação
Regulamento Disciplina da AssociaçãoRegulamento Disciplina da Associação
Regulamento Disciplina da Associaçãoruivo68
 
Regulamento do torneio de futsal da Santa Ana 2012
Regulamento do torneio de futsal da Santa Ana 2012Regulamento do torneio de futsal da Santa Ana 2012
Regulamento do torneio de futsal da Santa Ana 2012Lifes123
 
Regulamento copa 2016
Regulamento copa 2016Regulamento copa 2016
Regulamento copa 2016FARLEY SANTOS
 
Regulamento campeonato de férias 2011
Regulamento campeonato de férias 2011Regulamento campeonato de férias 2011
Regulamento campeonato de férias 2011Priscilla Campos
 
Regulamento Juvenil - LAF 2011
Regulamento Juvenil - LAF 2011Regulamento Juvenil - LAF 2011
Regulamento Juvenil - LAF 2011ligafutsalassu
 
Regulamento mineiro individual 2014
Regulamento mineiro individual 2014Regulamento mineiro individual 2014
Regulamento mineiro individual 2014CBFM
 
Regulamento técnico bocha 2014
Regulamento técnico bocha 2014Regulamento técnico bocha 2014
Regulamento técnico bocha 2014ROBSON MASSON
 

Mais procurados (19)

2º Torneio de Futsal da SAP
2º Torneio de Futsal da SAP2º Torneio de Futsal da SAP
2º Torneio de Futsal da SAP
 
Regulamento belos montes
Regulamento belos montesRegulamento belos montes
Regulamento belos montes
 
Regulamento inter matrículas 2014
Regulamento inter matrículas 2014Regulamento inter matrículas 2014
Regulamento inter matrículas 2014
 
Regulamento COPINHA OURO
Regulamento COPINHA OURORegulamento COPINHA OURO
Regulamento COPINHA OURO
 
Regulamento da ii copa
Regulamento da ii copaRegulamento da ii copa
Regulamento da ii copa
 
Regulamento do torneio de futsal TFSI 2014
Regulamento do torneio de futsal TFSI 2014Regulamento do torneio de futsal TFSI 2014
Regulamento do torneio de futsal TFSI 2014
 
Regulamento
RegulamentoRegulamento
Regulamento
 
Regulamento Futsal 2014
Regulamento Futsal 2014Regulamento Futsal 2014
Regulamento Futsal 2014
 
Torneio de futsal
Torneio de futsalTorneio de futsal
Torneio de futsal
 
Regulamento Interno da Associação
 Regulamento Interno da Associação Regulamento Interno da Associação
Regulamento Interno da Associação
 
Regulamento futsal evangelico 2013
Regulamento futsal evangelico 2013Regulamento futsal evangelico 2013
Regulamento futsal evangelico 2013
 
Torneio antônio luiz neto regulamento - sn
Torneio antônio luiz neto   regulamento - snTorneio antônio luiz neto   regulamento - sn
Torneio antônio luiz neto regulamento - sn
 
Regulamento Disciplina da Associação
Regulamento Disciplina da AssociaçãoRegulamento Disciplina da Associação
Regulamento Disciplina da Associação
 
Regulamento do torneio de futsal da Santa Ana 2012
Regulamento do torneio de futsal da Santa Ana 2012Regulamento do torneio de futsal da Santa Ana 2012
Regulamento do torneio de futsal da Santa Ana 2012
 
Regulamento copa 2016
Regulamento copa 2016Regulamento copa 2016
Regulamento copa 2016
 
Regulamento campeonato de férias 2011
Regulamento campeonato de férias 2011Regulamento campeonato de férias 2011
Regulamento campeonato de férias 2011
 
Regulamento Juvenil - LAF 2011
Regulamento Juvenil - LAF 2011Regulamento Juvenil - LAF 2011
Regulamento Juvenil - LAF 2011
 
Regulamento mineiro individual 2014
Regulamento mineiro individual 2014Regulamento mineiro individual 2014
Regulamento mineiro individual 2014
 
Regulamento técnico bocha 2014
Regulamento técnico bocha 2014Regulamento técnico bocha 2014
Regulamento técnico bocha 2014
 

Semelhante a Braço do Trombudo - Regulamento do Municipal de Futebol Suíço de 2014

Regulamento Campeonato Municipal de Futebol Amador Ibertioga/2014
Regulamento Campeonato Municipal de Futebol Amador Ibertioga/2014Regulamento Campeonato Municipal de Futebol Amador Ibertioga/2014
Regulamento Campeonato Municipal de Futebol Amador Ibertioga/2014esporteibertioga
 
Regulamento torneio braskem adulto 2012
Regulamento torneio braskem adulto 2012Regulamento torneio braskem adulto 2012
Regulamento torneio braskem adulto 2012aramisboraso
 
Regularmento campeonato municipal 2017
Regularmento campeonato municipal 2017Regularmento campeonato municipal 2017
Regularmento campeonato municipal 2017marconepedrotrajano
 
REGULAMENTO XVI COPINHA OURO DE FUTSAL
REGULAMENTO XVI COPINHA OURO DE FUTSALREGULAMENTO XVI COPINHA OURO DE FUTSAL
REGULAMENTO XVI COPINHA OURO DE FUTSALROBSON MASSON
 
Regulamento Campeonato Amador 2017
Regulamento Campeonato Amador 2017Regulamento Campeonato Amador 2017
Regulamento Campeonato Amador 2017Leonardo Concon
 
Regulameto futebol campo 2ª divisão 2013.
Regulameto futebol campo 2ª divisão 2013.Regulameto futebol campo 2ª divisão 2013.
Regulameto futebol campo 2ª divisão 2013.Lucas Felino
 
Regulamento Técnico de IIIª Copa Ouro Futebol Suíço
Regulamento Técnico de IIIª Copa Ouro Futebol SuíçoRegulamento Técnico de IIIª Copa Ouro Futebol Suíço
Regulamento Técnico de IIIª Copa Ouro Futebol SuíçoROBSON MASSON
 
Regulamento técnico
Regulamento técnicoRegulamento técnico
Regulamento técnicoaramisboraso
 
Regulamento da liga vitoriense 2012
Regulamento da liga vitoriense 2012Regulamento da liga vitoriense 2012
Regulamento da liga vitoriense 2012panoramape
 
Regulamento técnico de suíço
Regulamento técnico de suíçoRegulamento técnico de suíço
Regulamento técnico de suíçoROBSON MASSON
 
REGULAMENTO DO CAMPEONATO IRAUÇUBENSE DE FUTEBOL 2019
REGULAMENTO DO CAMPEONATO IRAUÇUBENSE DE FUTEBOL 2019 REGULAMENTO DO CAMPEONATO IRAUÇUBENSE DE FUTEBOL 2019
REGULAMENTO DO CAMPEONATO IRAUÇUBENSE DE FUTEBOL 2019 MarciaBarreto10
 
Regulamento geral 2014 atualizado em 29 de agosto
Regulamento geral 2014 atualizado em 29 de agostoRegulamento geral 2014 atualizado em 29 de agosto
Regulamento geral 2014 atualizado em 29 de agostoEsportesjaniopolis
 
Regulamento técnico de suíço
Regulamento técnico de suíçoRegulamento técnico de suíço
Regulamento técnico de suíçoROBSON MASSON
 
Regulamento oficial de futsal
Regulamento oficial de futsalRegulamento oficial de futsal
Regulamento oficial de futsalROBSON MASSON
 
Regulamento 7º Regional da UCASF
Regulamento 7º Regional da UCASFRegulamento 7º Regional da UCASF
Regulamento 7º Regional da UCASFUCASF
 

Semelhante a Braço do Trombudo - Regulamento do Municipal de Futebol Suíço de 2014 (20)

Regulamento Campeonato Municipal de Futebol Amador Ibertioga/2014
Regulamento Campeonato Municipal de Futebol Amador Ibertioga/2014Regulamento Campeonato Municipal de Futebol Amador Ibertioga/2014
Regulamento Campeonato Municipal de Futebol Amador Ibertioga/2014
 
Regulamento
RegulamentoRegulamento
Regulamento
 
Regulamento torneio braskem adulto 2012
Regulamento torneio braskem adulto 2012Regulamento torneio braskem adulto 2012
Regulamento torneio braskem adulto 2012
 
Regularmento campeonato municipal 2017
Regularmento campeonato municipal 2017Regularmento campeonato municipal 2017
Regularmento campeonato municipal 2017
 
REGULAMENTO XVI COPINHA OURO DE FUTSAL
REGULAMENTO XVI COPINHA OURO DE FUTSALREGULAMENTO XVI COPINHA OURO DE FUTSAL
REGULAMENTO XVI COPINHA OURO DE FUTSAL
 
Regulamento Campeonato Amador 2017
Regulamento Campeonato Amador 2017Regulamento Campeonato Amador 2017
Regulamento Campeonato Amador 2017
 
Regulamento amador 2014
Regulamento amador 2014Regulamento amador 2014
Regulamento amador 2014
 
Regulameto futebol campo 2ª divisão 2013.
Regulameto futebol campo 2ª divisão 2013.Regulameto futebol campo 2ª divisão 2013.
Regulameto futebol campo 2ª divisão 2013.
 
Regulamento Técnico de IIIª Copa Ouro Futebol Suíço
Regulamento Técnico de IIIª Copa Ouro Futebol SuíçoRegulamento Técnico de IIIª Copa Ouro Futebol Suíço
Regulamento Técnico de IIIª Copa Ouro Futebol Suíço
 
Regulamento técnico
Regulamento técnicoRegulamento técnico
Regulamento técnico
 
Regulamento da liga vitoriense 2012
Regulamento da liga vitoriense 2012Regulamento da liga vitoriense 2012
Regulamento da liga vitoriense 2012
 
Regulamento liga vitoriense.
Regulamento liga vitoriense.Regulamento liga vitoriense.
Regulamento liga vitoriense.
 
Regulamento técnico de suíço
Regulamento técnico de suíçoRegulamento técnico de suíço
Regulamento técnico de suíço
 
Regulamento 2019
Regulamento 2019  Regulamento 2019
Regulamento 2019
 
REGULAMENTO DO CAMPEONATO IRAUÇUBENSE DE FUTEBOL 2019
REGULAMENTO DO CAMPEONATO IRAUÇUBENSE DE FUTEBOL 2019 REGULAMENTO DO CAMPEONATO IRAUÇUBENSE DE FUTEBOL 2019
REGULAMENTO DO CAMPEONATO IRAUÇUBENSE DE FUTEBOL 2019
 
Regulamento geral 2014 atualizado em 29 de agosto
Regulamento geral 2014 atualizado em 29 de agostoRegulamento geral 2014 atualizado em 29 de agosto
Regulamento geral 2014 atualizado em 29 de agosto
 
Regulamento técnico de suíço
Regulamento técnico de suíçoRegulamento técnico de suíço
Regulamento técnico de suíço
 
Regulamento oficial de futsal
Regulamento oficial de futsalRegulamento oficial de futsal
Regulamento oficial de futsal
 
Regras
RegrasRegras
Regras
 
Regulamento 7º Regional da UCASF
Regulamento 7º Regional da UCASFRegulamento 7º Regional da UCASF
Regulamento 7º Regional da UCASF
 

Braço do Trombudo - Regulamento do Municipal de Futebol Suíço de 2014

  • 1. CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTEBOL SUÍÇO BRAÇO DO TROMBUDO – 2014 REGULAMENTO GERAL Este regulamento é o conjunto das obrigações que regem o Campeonato Municipal de Futebol Suíço de Braço do Trombudo - 2013 e que deve ser obedecido por todos aqueles que dele conviverem. DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º - A competição tem como finalidade o desenvolvimento do intercâmbio esportivo entre as equipes do município, procurando proporcionar boas relações entre atletas e dirigentes, estabelecer a união segura entre desportistas e o entrosamento para a formação do cidadão, fazendo surgir novos valores no âmbito municipal. Art. 2º - A comissão organizadora é formada por membros da comissão municipal de esportes e de pessoas por ela especialmente convidadas. CAPÍTULO I DA PARTICIPAÇÃO Art. 3º - Poderão participar do Campeonato Municipal de Futebol Suíço de Braço do Trombudo - 2013, equipes organizadas ou que vierem a se organizar, com sede no Município. Art. 4º - As despesas de locomoção, bem como eventuais danos materiais e ou pessoais serão de responsabilidade das equipes. Art. 5º - O valor da inscrição do Campeonato Municipal de Futebol Suíço de Braço do Trombudo – 2013 será de R$200,00 (Duzentos reais) pago no congresso técnico dia 23 de janeiro. Art. 6º - A equipe participante poderá inscrever até 15 atletas, 01 técnico, 01 dirigente e 01 massagista e no mínimo 10 (Dez) atletas. Art. 7º - Na ficha de inscrição devem constar: nomes completos, assinatura e nº da carteira de identidade e, entregue a Comissão Organizadora no congresso técnico, impreterivelmente. Art. 8º - Antes do início de cada jogo o técnico ou dirigente responsável pela equipe deverá apresentar a relação dos atletas que farão parte do jogo, para a confecção da súmula. Art. 9º - A equipe participante e constante no lado esquerdo da tabela é considerada mandante do jogo. Art. 10º - No caso de coincidência na cor do uniforme, a equipe mandante do jogo é responsável pela troca do mesmo, conforme o artigo 9º deste regulamento. Parágrafo primeiro – É de competência exclusiva dos dirigentes de equipes, informarem ao árbitro, antes do início do jogo, situações irregulares no uniforme da equipe adversária. Parágrafo segundo – O calção térmico poderá ser de qualquer cor. Parágrafo terceiro – Do calção: entende-se como cor única, a cor predominante, mesmo que contenha algumas faixas ou listras.
  • 2. Parágrafo quarto – Não será aceito reclamações ou protestos após o início do jogo, quanto ao uniforme irregular de uma equipe. Parágrafo quinto – Caso o árbitro considere uma equipe sem condições de jogo, deverá impedir sua participação dando-lhe 10 (dez) minutos de tolerância para se apresentar devidamente uniformizada, conforme o disposto nos artigos 9º e 10º deste regulamento. CAPÍTULO II DOS ATLETAS Art. 11º - São condições para o atleta participar dos jogos: a – estar devidamente inscrito na comissão organizadora; b – ser portador da carteira de identidade; (apresentar no congresso Técnico) c – morar ou trabalhar em Braço do Trombudo; d – estar registrado em empresa do município, mas, presta serviço terceirizado em outro município; e - votar no município; f – não estar em débito com a CME quanto a pagamentos de taxas de inscrições, w x o, horários de treinos. g- Ter idade mínima de 16 anos, com autorização devidamente dos pais ou responsável autenticada no cartório. Art. 12º - O atleta inscrito por duas ou mais equipes, será validado somente a inscrição com sua assinatura, se caso o atleta assinar em mais de uma equipe, ele será automaticamente eliminado. Art. 13º - Cada equipe será formada por 07 (sete) atletas, sendo um o goleiro. Parágrafo 1 – Para iniciar uma partida, serão necessários no mínimo 07 (sete) atletas. Nota:poderão entrar em campo somente, dirigentes e atletas devidamente inscritos e, aptos para a jogo. O dirigente não poderá atuar como atleta e, ou vice-versa. Parágrafo 2 – A partida será suspensa se, no decorrer da mesma, a equipe ficar com 04 (quatro) jogadores. Caso esta equipe estiver vencendo a partida, reverterá o placar para o mínimo de 1 X 0 para o adversário e, Se a equipe contrária estiver ganhando manterá o resultado do placar. Parágrafo 3 – O prazo para se considerar um W X O é de 10 minutos, APÓS acionado o cronômetro e, este o será feito somente com a assinatura do capitão na súmula do jogo e, além dos três pontos ganhos, será conferido o placar de 3 X 0,( três a zero ) a equipe que comparecer no jogo. Parágrafo 4 - Em caso de W X O institui-se a multa de R$ 200,00 (duzentos reais) para a equipe faltante, durante o campeonato a onde a qual estará inscrita, exceto o atleta que compareceu ao jogo uniformizado, no qual será anotada em súmula a sua presença. Parágrafo 5 – No caso da equipe não realizar o pagamento até a próxima rodada ela será desclassificada e a tabela dos jogos remanejada, sendo a divida tornada individualmente sendo 50 reais por atleta registrado em sumula. Parágrafo 6 – Após o não pagamento da multa até a próxima rodada ou término do campeonato a multa passar a ser de 50 reais por atleta faltante na presente data. DOS CRITÉRIOS TÉCNICOS Art. 14º - As partidas serão disputadas em 02 (dois) tempos de 20 (vinte) minutos, com 05 (cinco) minutos de intervalo. Parágrafo Único – Cada equipe terá o direito de pedir um tempo de 1 minuto por período, mais tempo extra autorizado pelo arbitro, se achar conveniente. Ex: calor demasiado. Art. 15º - O goleiro poderá sair da área, desde que jogue com os pés, sendo que a bola tem que estar em jogo. O goleiro pode receber a bola da lateral com as mãos. Art. 16º - Em cada trave haverá uma área de gol. Esta área determina a sinalização da penalidade cobrada a (xx) metros da baliza. A cobrança da penalidade será livre. Art. 17º - O escanteio deverá ser cobrado com o pé e o tiro lateral com as mãos. É válido o gol de escanteio.
  • 3. Art. 18º - O tiro de meta (reposição de bola em jogo pelo goleiro) deverá ser com a mão. Nota: as faltas cometidas durante a partida, do meio de campo para frente serão dois lances e, a falta do meio de campo para trás, será direta... Com validade de gols. Art. 19º - É proibido o uso de chuteiras com trava, podendo o atleta jogar com o tênis próprio de suíço ou tênis comum. É de responsabilidade da equipe o uso de caneleira. Art. 20º - Quanto às infrações serão utilizados: - Advertência: cartão amarelo Expulsão: cartão vermelho – O atleta será excluído da partida e ficará automaticamente fora da partida seguinte. - Não substitui na partida em que o atleta foi expulso. - Se o atleta receber nos jogos anteriores 02 cartões amarelos e no jogo seguinte mais 01 amarelo e 01 vermelho, cumprirá duas partidas (um pelo cartão amarelo e um pelo cartão vermelho). - O atleta que acumular 03 cartões amarelos no campeonato (em três partidas seguidas ou em três partidas alternadas) cumprirá um jogo independentemente da fase. - Cartões não serão zerados, somente após o cumprimento da penalidade. - O atleta que tomar o cartão Vermelho na final ficará automaticamente fora do primeiro jogo no próximo campeonato de futebol suíço. Art. 21º – O atleta que cometer 5 faltas será desqualificado da partida, podendo ser substituído imediatamente, devendo deixar o campo pela zona de substituição e não poderá permanecer no banco de reservas. Art. 22º – A equipe que cometer 5 (cinco) faltas coletivas por período de jogo, sofrerá a cada infração posterior, um tiro livre direto sem barreira numa distância de 10 metros. Sendo estas zeradas ao final do período. Art. 23º - Serão considerados os seguintes pontos em uma partida: - Vitória: 03 pontos; - Empate: 01 ponto; - Derrota: 00 ponto; Art. 24º - Em caso de empate em uma partida onde deverá se conhecer um vencedor adotar-se-á o seguinte critério: A) Cobrança de 03 (três) penalidades alternadas,batendo somente os jogadores que acabaram a partida. B) Se continuar empatado, 01 (um) pênalti alternado, até que se conheça o vencedor, não podendo repetir o mesmo batedor até que se feche o ciclo de atletas que acabaram a partida. Art. 25º - Em caso de empate, em uma chave (classificação ou final), será adotado o seguinte critério: Entre duas equipes: a) Confronto direto: b) Maior número de vitórias; c) Menor número de gols sofridos; d) Maior número de gols marcados; e) Menor número de cartões vermelhos na equipe; f) Menor número de cartões amarelos na equipe; g) Sorteio. Entre três equipes: a) Maior número de vitórias nas partidas realizadas entre si (dentro da chave); b) Saldo de gols nas partidas realizadas entre si (dentro da chave); c) Menor número de gols sofridos nas partidas realizadas entre si (dentro da chave); d) Maior número de gols marcados nas partidas realizadas entre si (dentro da chave); e) Menor número de cartões vermelhos na equipe de todas as partidas realizadas; f) Menor número de cartões amarelos na equipe de todas as partidas realizadas; g) Sorteio.
  • 4. DAS INFRAÇÕES DISCIPLINARES Art. 26º- A inobservância das disposições deste regulamento quando não for outro modo sancionado, sujeitarão o infrator as seguintes penalidades que serão aplicadas pela CO. b) Suspensão por escrito; d) Desligamento da competição; e) Eliminação do campeonato. Parágrafo 1: O técnico dirigente ou responsável que atuar (jogar) no jogo com atleta irregular (artigo 11º), terá como penalidade, a eliminação da equipe da competição e, sofrerá w x o, nas partidas restantes na fase em que estiver competindo e, terão que pagar as multas de w x 0 tantas quantas ocorrerem. DAS INFRAÇÕES DISCIPLINARES EM GERAL Art. 27º - As pessoas físicas ou jurídicas direta ou indiretamente envolvidas nas competições da C.M.E. são passíveis das sanções previstas neste código. Art. 28º - Constituem infrações disciplinares: I – Agressão Verbal, dentro ou fora do local da competição, contra órgão vinculado à C.M.E ou árbitros. Pena – suspensão de 6 meses. II - desobedecer ou deixar de cumprir determinações da c.m.e ou de qualquer órgão ou autoridade a ela vinculados ou subordinados. Pena – suspensão de 90(noventa) dias. III - Apresentar queixa ou denúncia notoriamente falsa, por motivos vis, erro grosseiro ou mero capricho, contra qualquer autoridade desportiva. Pena - suspensão pelo prazo de 30 (trinta) dias. IV - Agredir fisicamente qualquer membro do poder ou órgão vinculado à c.m.e, por motivos ligados ao desporto. Pena - suspensão pelo prazo de 01 (um) ano desportivos. V - Agredir fisicamente árbitros, auxiliares ou autoridades de ofício, a partir da escalação e até ser concluída a rodada da competição/prova, por motivos a ela ligados. Pena - suspensão pelo prazo de 1 (um) desportivos. VI - falsificar ou usar de documento falso, bem como permitir seu uso, a fim de participar de competição, promovida pela c.m.e. ou registro para si ou para outrem, ou ainda para servir de prova junto à justiça desportiva, autoridade ou entidade desportivas da C.M.E. Pena - cassação do registro, perda dos pontos em favor do adversário, além de suspensão pelo prazo de 02 (dois) anos desportivos. VII - contribuir para a falsificação de documentos ou destes servir-se para instruir qualquer tipo de petição perante a C.M.E. ou seus propósitos. Pena - suspensão pelo prazo de 01 (um) ano. VIII - invadir ou concorrer para a invasão do local de competição ou promover desordens em dependências desportivas durante a competição. Pena - suspensão pelo prazo de 1 (um) ano. IX – O atleta já punido, continuar agredindo verbalmente ou fisicamente, se relatado em súmula terá o acumulo de penalidade. DAS INFRAÇÕES COMETIDAS PELOS ATLETAS Art. 29º - O atleta é passível de sansões pela prática das seguintes infrações:
  • 5. I - agir com deslealdade durante a competição, retardando-lhe o andamento através de propositadas interrupções; Pena - suspensão de 02 (dois) jogos. II - usar de violência durante a competição na forma descrita pelo árbitro em súmulas. Pena - suspensão de 01 (um) ano. III - agredir fisicamente pessoa subordinada ou vinculada à C.M.E., ou órgão dirigente, por fatos ligados ao desporto, ainda que fora do local da competição. Pena - suspensão de 01 (um) ano desportivo. IV - agredir fisicamente o árbitro, auxiliares e autoridades correspondentes, desde a escalação até 24 horas depois de terminada a competição, por fato que a esta diga respeito. Pena - suspensão de 01 (um) ano desportivo. V - tentar agredir fisicamente o árbitro, seus auxiliares e autoridades correspondentes, desde a escalação até 24 horas depois de terminada a competição, por fato que a esta diga respeito. Pena - Pena - suspensão de 01 (um) ano desportivo. VI - agredir fisicamente companheiro ou adversário durante a competição. Pena - Pena - suspensão de 01 (um) ano desportivo. VII - tentar agredir companheiro ou dirigente de sua equipe ou adversário e dirigente de outra equipe durante a competição. Pena - suspensão de 1 (um) ano desportivo. VIII - reclamar por gestos obscenos ou palavras contra as decisões da arbitragem ou coordenação da modalidade. Pena - suspensão de 1 (um) dias. IX - ofender moralmente as pessoas do público durante a competição. Pena - suspensão de 180 (cento e oitenta) dias. X- abandonar o local de competição durante o seu andamento, sem permissão do árbitro ou autoridades correspondentes, exceto por motivo de acidente ou mal súbito, ou recusar-se a prosseguir na disputas de provas já iniciadas, ainda que permaneça em campo. Pena - suspensão de 06 (seis) jogos XI - solicitar inscrição por mais de uma entidade: Pena – suspensão pelo prazo de 90 (noventa) dias. DA PREMIAÇÃO TROFÉUS E MEDALHAS DO 1º AO 4º COLOCADO. TROFÉU PARA ARTILHEIRO E, GOLEIRO MENOS VAZADO. 1º lugar: R$850,00 2º lugar: R$650,00 3º LUGAR: R$450,00 4º LUGAR: R$250,00 4 caixa de cerveja (lata) para a equipe mais disciplinada (com menos pontuação Amarelo(05)Vermelho(10)). de cartão, HAVERÁ UM TROFEÚ PARA A EQUIPE QUE MAIS PONTUAR NOS CAMPEONATOS SUIÇOS DE 2013 A 2016 QUE SERÁ ENTREGUE SOMENTE AO VENCEDOR NO FINAL DO CAMPEONATO NO ANO DE 2016. AS PONTUAÇÕES PARA ESTE TROFÉU SERÁ A SOMATÓRIA DE PONTOS OBTIDOS NOS CAMPEONATOS DE 2013 A 2016. NA PROPORÇÃO DE 10;8;6;4;2;1 PONTOS DO 1º AO 6º COLOCADO, RESPECTIVAMENTE. A ASSOCIAÇÃO QUE PROMOVER A RODADA TERÁ QUE PROVIDENCIAR, OBRIGATORIAMENTE, NO MÍNIMO 2 GANDULAS, PARA QUE AS REPOSIÇÕES DE BOLAS DURANTE AS PARTIDAS NÃO VENHAM ATRASAR O ANDAMENTO DOS JOGOS, CASO NÃO TIVER GANDULAS, NÃO SERÁ MAIS REALIZADA RODADA NAQUELE CAMPO DURANTE O MESMO CAMPEONATO E OU, SEGUINTES.