SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Baixar para ler offline
GeografiaTipos de Clima6a. Série ProfessoraJanaínaHolanda
Clima Pode ser definido como sendo o comportamento da atmosfera ao longo do ano, é constante, em um ponto qualquer da superfície da Terra. Não pode ser confundido com o tempo.
Fatores do clima Cada região tem seu próprio clima, isto porque os fatores climáticos modificam os elementos do clima.
Latitude Quanto mais nos afastarmos do Equador, menor a temperatura.  A Terra é iluminada pelos raios solares com diferentes inclinações. Quanto mais longe do Equador a incidência de luz solar é menor.
Altitude Quanto mais alto estivermos, menor será a temperatura.  Isto porque o ar se torna rarefeito, ou seja, a concentração de gases e de umidade à medida que aumenta a altitude, é menor, o que vai reduzir a retenção de calor nas camadas mais elevada da atmosfera. Há a questão também que o oceano ou continente irradiam a luz solar para a atmosfera, ou seja, quanto maior a altitude menos intensa será a irradiação.
Continentalidade A proximidade de grandes quantidades de água exerce influencia na temperatura.  A água demora a se aquecer, enquanto os continentes se aquecem rapidamente. Por outro lado, ao contrário dos continentes, a água demora irradiar a energia absorvida.  Por isso, o hemisfério Norte tem invernos mais rigorosos e verões mais quentes, devido a quantidade de terras emersas ser maior, ou seja, sofre influênciada continentalidade, boa parte deste hemisfério.
Correntes marítimas São massas de água que circulam pelo oceano. Tem suas próprias condições de temperatura e pressão.  Tem grande influência no clima.  As correntes quentes do Brasil determinam muita umidade, pois a elas estão associadas massas de ar quentes e úmidas que provocam grande quantidade de chuva.
Vegetação A vegetação impede a incidência total dos rios solares na superfície.  Por isso, com o desmatamento há diminuição de chuvas, visto a umidade diminuir, e há um aumento da temperatura na região.
Relevo O relevo pode facilitar ou dificultar as circulações das massas de ar, influindo na temperatura.  No Brasil, por exemplo, as serras no Centro-Sul do país formam uma “passagem” que facilita a circulação da massa polar atlântica e dificulta a massa tropical atlântica.
Elementos do clima Umidade Corresponde à quantidade de vapor de água que encontramos na atmosfera. A umidade é relativa ao ponto de saturação de vapor de água na atmosfera, que é de 4%.  Quando a atmosfera atinge essa porcentagem, ou se satura de vapor, ocorrem as chuvas.
Pressão atmosférica ,[object Object]
Quanto maior a altitude, menor a pressão e vice-versa.
Quanto menor a latitude, menor a pressão.
Nas regiões mais quentes, região equatorial, o ar se dilata ficando leve, por isso tem uma baixa pressão.
Próximo aos pólos, o frio contrai o ar, deixando mais denso, tendo uma maior pressão.,[object Object]
E em regiões de baixa temperatura há maior pressão, visto que o ar frio tende a descer.
O movimento do ar decorre da diferença de pressão.
Ele se movimenta das altas para as área de baixa pressão. Esse movimento do ar chamamos de vento.,[object Object]
1 - Polares ,[object Object]
Não há concentração de calor, o sol fica sempre baixo no horizonte na época do verão, e no inverno ele nem aparece. Portanto essas regiões polares (próximas aos círculos polares Ártico e Antártico) estão sempre cobertas de neve e gelo.
As temperaturas mais baixas foram registradas em Vostok, Antártida(-88°C).,[object Object]
Continental: apresenta verões mais quentes e invernos mais frios e secos.,[object Object]
As chuvas ocorrem no outono e inverno. Algumas áreas de sua ocorrência são o sul da Califórnia, parte meridional da África do Sul e sul da Austrália.,[object Object]
Apresenta temperatura elevada o ano inteiro. Tem duas estações bem definidas: verão, quando ocorre as chuvas, e inverno ameno e seco.
Este tipo de clima ocorre na maior parte do território brasileiro.,[object Object]
A temperatura média anual é superior a 24°C. As chuvas são abundantes, cerca de 2000mm, com pequena amplitude entre o dia e a noite.,[object Object]
Apresentam chuvas abundantes, verões quentes e invernos frios.
É característico das médias latitudes.,[object Object]
É comum uma temperatura acima de 42°C durante o dia, mas à noite pode chegar a menos de 0°C principalmente no inverno.
Algumas áreas de desertos são: África do Norte (Saara) e Ásia Ocidental (Arábia).,[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Clima E Climas Do Brasil Aula
Clima E Climas Do Brasil   AulaClima E Climas Do Brasil   Aula
Clima E Climas Do Brasil Aula
 
Climas do-brasil
Climas do-brasilClimas do-brasil
Climas do-brasil
 
Clima
ClimaClima
Clima
 
Geografia 8 ano- Clima
Geografia 8 ano- ClimaGeografia 8 ano- Clima
Geografia 8 ano- Clima
 
El nino e la nina
El nino e la ninaEl nino e la nina
El nino e la nina
 
Os ventos
Os ventosOs ventos
Os ventos
 
Climas do mundo
Climas do mundoClimas do mundo
Climas do mundo
 
Climatologia
ClimatologiaClimatologia
Climatologia
 
Apresentação de tempo e clima
Apresentação de tempo e climaApresentação de tempo e clima
Apresentação de tempo e clima
 
Oceanos e mares
Oceanos e maresOceanos e mares
Oceanos e mares
 
FLORESTAS TROPICAIS
FLORESTAS TROPICAISFLORESTAS TROPICAIS
FLORESTAS TROPICAIS
 
Dinâmica climática
Dinâmica climáticaDinâmica climática
Dinâmica climática
 
Clima e tempo
Clima e tempoClima e tempo
Clima e tempo
 
Os climas da terra
Os climas da terraOs climas da terra
Os climas da terra
 
Clima e vegetação do Brasil
Clima e vegetação do BrasilClima e vegetação do Brasil
Clima e vegetação do Brasil
 
O Clima - 6º Ano (2016)
O Clima - 6º Ano (2016)O Clima - 6º Ano (2016)
O Clima - 6º Ano (2016)
 
Dinâmica climática
Dinâmica climáticaDinâmica climática
Dinâmica climática
 
Climatologia
Climatologia Climatologia
Climatologia
 
Climatologia
ClimatologiaClimatologia
Climatologia
 
Os movimentos da terra
Os movimentos da terraOs movimentos da terra
Os movimentos da terra
 

Destaque (20)

Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
 
Tipos De Clima
Tipos De ClimaTipos De Clima
Tipos De Clima
 
Climas
ClimasClimas
Climas
 
Tipos de Clima
Tipos de ClimaTipos de Clima
Tipos de Clima
 
Clima Brasileiro
Clima BrasileiroClima Brasileiro
Clima Brasileiro
 
Os tipos de Clima e Vegetação do Brasil
Os tipos de Clima e Vegetação  do BrasilOs tipos de Clima e Vegetação  do Brasil
Os tipos de Clima e Vegetação do Brasil
 
1º ANO -Tempo e Clima
1º ANO -Tempo e Clima1º ANO -Tempo e Clima
1º ANO -Tempo e Clima
 
Clima - 1º ano
Clima - 1º anoClima - 1º ano
Clima - 1º ano
 
Tipos de Clima
Tipos de ClimaTipos de Clima
Tipos de Clima
 
Clima
ClimaClima
Clima
 
Slide trabalho de geografia
Slide   trabalho de geografiaSlide   trabalho de geografia
Slide trabalho de geografia
 
Brasil natureza
Brasil naturezaBrasil natureza
Brasil natureza
 
5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos
 
Climatologia - Atmosfera e sua dinamica
Climatologia - Atmosfera e sua dinamicaClimatologia - Atmosfera e sua dinamica
Climatologia - Atmosfera e sua dinamica
 
Cruzadinha vegetaçao
Cruzadinha vegetaçaoCruzadinha vegetaçao
Cruzadinha vegetaçao
 
Santa catarina
Santa catarinaSanta catarina
Santa catarina
 
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-climaFatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
 
Massas de Ar e Climas do Brasil
Massas de Ar e Climas do BrasilMassas de Ar e Climas do Brasil
Massas de Ar e Climas do Brasil
 
O clima
O climaO clima
O clima
 
O continente africano
O continente africanoO continente africano
O continente africano
 

Semelhante a Tipos de Clima no Brasil e no Mundo

Climatologia E Biogeografia Geral E Do Brasil
Climatologia E Biogeografia Geral E Do BrasilClimatologia E Biogeografia Geral E Do Brasil
Climatologia E Biogeografia Geral E Do BrasilProfMario De Mori
 
Fatores do clima e tipos de clima
Fatores do clima e tipos de climaFatores do clima e tipos de clima
Fatores do clima e tipos de climaKaroline Sena
 
Unidade 6 (temas 1 e 2) Clima e Tempo
Unidade 6 (temas 1 e 2) Clima e TempoUnidade 6 (temas 1 e 2) Clima e Tempo
Unidade 6 (temas 1 e 2) Clima e TempoChristie Freitas
 
Climatologia (Parte 1)
Climatologia  (Parte 1)Climatologia  (Parte 1)
Climatologia (Parte 1)Hidrologia UFC
 
Aula 07 clima e domínios morfoclimáticos do brasil
Aula 07   clima e domínios morfoclimáticos do brasilAula 07   clima e domínios morfoclimáticos do brasil
Aula 07 clima e domínios morfoclimáticos do brasilJonatas Carlos
 
Sext oano unidade 6_tema1e2
Sext oano unidade 6_tema1e2Sext oano unidade 6_tema1e2
Sext oano unidade 6_tema1e2Christie Freitas
 
Geografia Física Do Brasil E Mundial Parte 1
Geografia Física Do Brasil E Mundial   Parte 1Geografia Física Do Brasil E Mundial   Parte 1
Geografia Física Do Brasil E Mundial Parte 1ProfMario De Mori
 
Seminário clima
Seminário climaSeminário clima
Seminário climaLUIS ABREU
 
Clima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetaçãoClima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetaçãoDébora Sales
 
O espaço Natural Brasileiro Clima.
O espaço Natural Brasileiro Clima.O espaço Natural Brasileiro Clima.
O espaço Natural Brasileiro Clima.Dênis Almeida
 
Geografia - Clima e domínios Morfoclimáticos do Brasil
Geografia - Clima e domínios Morfoclimáticos do BrasilGeografia - Clima e domínios Morfoclimáticos do Brasil
Geografia - Clima e domínios Morfoclimáticos do BrasilCarson Souza
 
A Diversidade Dos Climas No Nosso Planeta
A Diversidade Dos Climas No Nosso PlanetaA Diversidade Dos Climas No Nosso Planeta
A Diversidade Dos Climas No Nosso Planetaguest6c22b4
 
Aula 1 climatologia_parte_1_enviar
Aula 1 climatologia_parte_1_enviarAula 1 climatologia_parte_1_enviar
Aula 1 climatologia_parte_1_enviarcaduisolada
 
Atmosfera
AtmosferaAtmosfera
Atmosferaaroudus
 

Semelhante a Tipos de Clima no Brasil e no Mundo (20)

Climatologia E Biogeografia Geral E Do Brasil
Climatologia E Biogeografia Geral E Do BrasilClimatologia E Biogeografia Geral E Do Brasil
Climatologia E Biogeografia Geral E Do Brasil
 
Fatores do clima e tipos de clima
Fatores do clima e tipos de climaFatores do clima e tipos de clima
Fatores do clima e tipos de clima
 
Clima
ClimaClima
Clima
 
Unidade 6 (temas 1 e 2) Clima e Tempo
Unidade 6 (temas 1 e 2) Clima e TempoUnidade 6 (temas 1 e 2) Clima e Tempo
Unidade 6 (temas 1 e 2) Clima e Tempo
 
Climatologia (Parte 1)
Climatologia  (Parte 1)Climatologia  (Parte 1)
Climatologia (Parte 1)
 
Aula 07 clima e domínios morfoclimáticos do brasil
Aula 07   clima e domínios morfoclimáticos do brasilAula 07   clima e domínios morfoclimáticos do brasil
Aula 07 clima e domínios morfoclimáticos do brasil
 
Sext oano unidade 6_tema1e2
Sext oano unidade 6_tema1e2Sext oano unidade 6_tema1e2
Sext oano unidade 6_tema1e2
 
6º ano unidade 6
6º ano unidade 6 6º ano unidade 6
6º ano unidade 6
 
Geografia Física Do Brasil E Mundial Parte 1
Geografia Física Do Brasil E Mundial   Parte 1Geografia Física Do Brasil E Mundial   Parte 1
Geografia Física Do Brasil E Mundial Parte 1
 
Seminário clima
Seminário climaSeminário clima
Seminário clima
 
Clima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetaçãoClima ,hidrografia e vegetação
Clima ,hidrografia e vegetação
 
O espaço Natural Brasileiro Clima.
O espaço Natural Brasileiro Clima.O espaço Natural Brasileiro Clima.
O espaço Natural Brasileiro Clima.
 
Se Virem Nos 40
Se Virem Nos 40Se Virem Nos 40
Se Virem Nos 40
 
Geografia - Clima e domínios Morfoclimáticos do Brasil
Geografia - Clima e domínios Morfoclimáticos do BrasilGeografia - Clima e domínios Morfoclimáticos do Brasil
Geografia - Clima e domínios Morfoclimáticos do Brasil
 
A Diversidade Dos Climas No Nosso Planeta
A Diversidade Dos Climas No Nosso PlanetaA Diversidade Dos Climas No Nosso Planeta
A Diversidade Dos Climas No Nosso Planeta
 
Clima do brasil
Clima do brasilClima do brasil
Clima do brasil
 
Aula 1 climatologia_parte_1_enviar
Aula 1 climatologia_parte_1_enviarAula 1 climatologia_parte_1_enviar
Aula 1 climatologia_parte_1_enviar
 
Clima
ClimaClima
Clima
 
Atmosfera e climas
Atmosfera e climasAtmosfera e climas
Atmosfera e climas
 
Atmosfera
AtmosferaAtmosfera
Atmosfera
 

Mais de espacoaberto

Exercício de trigonometria 3o. ano
Exercício de trigonometria   3o. anoExercício de trigonometria   3o. ano
Exercício de trigonometria 3o. anoespacoaberto
 
Binômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascalBinômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascalespacoaberto
 
Função logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - ExercíciosFunção logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - Exercíciosespacoaberto
 
Função Exponencial 2
Função Exponencial 2 Função Exponencial 2
Função Exponencial 2 espacoaberto
 
Função exponencial - Exercícios
Função exponencial - ExercíciosFunção exponencial - Exercícios
Função exponencial - Exercíciosespacoaberto
 
Aulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - MatemáticaAulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 22 - Matemática
Aula 22 - MatemáticaAula 22 - Matemática
Aula 22 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 21 - Matemática
Aula 21 - MatemáticaAula 21 - Matemática
Aula 21 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - MatemáticaAula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 18 - Matemática
Aula 18 - MatemáticaAula 18 - Matemática
Aula 18 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 17 - Matemática
Aula 17 - MatemáticaAula 17 - Matemática
Aula 17 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 16 - Matemática
Aula 16 - MatemáticaAula 16 - Matemática
Aula 16 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - MatemáticaAula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - Matemáticaespacoaberto
 
Aulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - MatemáticaAulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - Matemáticaespacoaberto
 
Aulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - MatemáticaAulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - Matemáticaespacoaberto
 
Aulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - MatemáticaAulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 06 - Matemática
Aula 06 - MatemáticaAula 06 - Matemática
Aula 06 - Matemáticaespacoaberto
 

Mais de espacoaberto (20)

Exercício de trigonometria 3o. ano
Exercício de trigonometria   3o. anoExercício de trigonometria   3o. ano
Exercício de trigonometria 3o. ano
 
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
 
C a n a d á
C  a  n  a  d  áC  a  n  a  d  á
C a n a d á
 
Binômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascalBinômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascal
 
Fatorial
Fatorial  Fatorial
Fatorial
 
Função logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - ExercíciosFunção logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - Exercícios
 
Função Exponencial 2
Função Exponencial 2 Função Exponencial 2
Função Exponencial 2
 
Função exponencial - Exercícios
Função exponencial - ExercíciosFunção exponencial - Exercícios
Função exponencial - Exercícios
 
Aulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - MatemáticaAulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - Matemática
 
Aula 22 - Matemática
Aula 22 - MatemáticaAula 22 - Matemática
Aula 22 - Matemática
 
Aula 21 - Matemática
Aula 21 - MatemáticaAula 21 - Matemática
Aula 21 - Matemática
 
Aula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - MatemáticaAula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - Matemática
 
Aula 18 - Matemática
Aula 18 - MatemáticaAula 18 - Matemática
Aula 18 - Matemática
 
Aula 17 - Matemática
Aula 17 - MatemáticaAula 17 - Matemática
Aula 17 - Matemática
 
Aula 16 - Matemática
Aula 16 - MatemáticaAula 16 - Matemática
Aula 16 - Matemática
 
Aula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - MatemáticaAula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - Matemática
 
Aulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - MatemáticaAulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - Matemática
 
Aulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - MatemáticaAulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - Matemática
 
Aulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - MatemáticaAulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - Matemática
 
Aula 06 - Matemática
Aula 06 - MatemáticaAula 06 - Matemática
Aula 06 - Matemática
 

Último

A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 

Último (20)

A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 

Tipos de Clima no Brasil e no Mundo

  • 1. GeografiaTipos de Clima6a. Série ProfessoraJanaínaHolanda
  • 2. Clima Pode ser definido como sendo o comportamento da atmosfera ao longo do ano, é constante, em um ponto qualquer da superfície da Terra. Não pode ser confundido com o tempo.
  • 3. Fatores do clima Cada região tem seu próprio clima, isto porque os fatores climáticos modificam os elementos do clima.
  • 4. Latitude Quanto mais nos afastarmos do Equador, menor a temperatura. A Terra é iluminada pelos raios solares com diferentes inclinações. Quanto mais longe do Equador a incidência de luz solar é menor.
  • 5. Altitude Quanto mais alto estivermos, menor será a temperatura. Isto porque o ar se torna rarefeito, ou seja, a concentração de gases e de umidade à medida que aumenta a altitude, é menor, o que vai reduzir a retenção de calor nas camadas mais elevada da atmosfera. Há a questão também que o oceano ou continente irradiam a luz solar para a atmosfera, ou seja, quanto maior a altitude menos intensa será a irradiação.
  • 6. Continentalidade A proximidade de grandes quantidades de água exerce influencia na temperatura. A água demora a se aquecer, enquanto os continentes se aquecem rapidamente. Por outro lado, ao contrário dos continentes, a água demora irradiar a energia absorvida. Por isso, o hemisfério Norte tem invernos mais rigorosos e verões mais quentes, devido a quantidade de terras emersas ser maior, ou seja, sofre influênciada continentalidade, boa parte deste hemisfério.
  • 7. Correntes marítimas São massas de água que circulam pelo oceano. Tem suas próprias condições de temperatura e pressão. Tem grande influência no clima. As correntes quentes do Brasil determinam muita umidade, pois a elas estão associadas massas de ar quentes e úmidas que provocam grande quantidade de chuva.
  • 8. Vegetação A vegetação impede a incidência total dos rios solares na superfície. Por isso, com o desmatamento há diminuição de chuvas, visto a umidade diminuir, e há um aumento da temperatura na região.
  • 9. Relevo O relevo pode facilitar ou dificultar as circulações das massas de ar, influindo na temperatura. No Brasil, por exemplo, as serras no Centro-Sul do país formam uma “passagem” que facilita a circulação da massa polar atlântica e dificulta a massa tropical atlântica.
  • 10. Elementos do clima Umidade Corresponde à quantidade de vapor de água que encontramos na atmosfera. A umidade é relativa ao ponto de saturação de vapor de água na atmosfera, que é de 4%. Quando a atmosfera atinge essa porcentagem, ou se satura de vapor, ocorrem as chuvas.
  • 11.
  • 12. Quanto maior a altitude, menor a pressão e vice-versa.
  • 13. Quanto menor a latitude, menor a pressão.
  • 14. Nas regiões mais quentes, região equatorial, o ar se dilata ficando leve, por isso tem uma baixa pressão.
  • 15.
  • 16. E em regiões de baixa temperatura há maior pressão, visto que o ar frio tende a descer.
  • 17. O movimento do ar decorre da diferença de pressão.
  • 18.
  • 19.
  • 20. Não há concentração de calor, o sol fica sempre baixo no horizonte na época do verão, e no inverno ele nem aparece. Portanto essas regiões polares (próximas aos círculos polares Ártico e Antártico) estão sempre cobertas de neve e gelo.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24. Apresenta temperatura elevada o ano inteiro. Tem duas estações bem definidas: verão, quando ocorre as chuvas, e inverno ameno e seco.
  • 25.
  • 26.
  • 27. Apresentam chuvas abundantes, verões quentes e invernos frios.
  • 28.
  • 29. É comum uma temperatura acima de 42°C durante o dia, mas à noite pode chegar a menos de 0°C principalmente no inverno.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34. As chuvas são abundantes e maior parte de convecção.
  • 35. Este tipo de clima fica na região Norte do Brasil.
  • 36. Com temperaturas que variam de 24°C a 27°C.
  • 37.
  • 38. No inverno se formam frentes frias e em alguns dias a temperatura fica baixa.
  • 39. As chuvas ocorrem no verão, apenas no litoral nordeste que chove mais no inverno.
  • 40.
  • 41. As médias de temperatura variam de 20° a 28°C.
  • 42. Chove por volta de 1500mm por ano.
  • 43.
  • 44. As temperaturas são mais baixas que as registradas nas áreas típicas de clima tropical.
  • 45. Apesar de ocorrerem durante todo o ano, as chuvas estão mais concentradas no verão.
  • 46.
  • 47. É seco e árido, mas não como o deserto.
  • 48.
  • 49. Tem temperaturas médias nem quentes e nem frias, com chuvas abundantes e bem distribuídas durante todo o ano.
  • 50. O verão é bem quente e o inverno é bem frio, em lugares mais altos ocorrem geadas.
  • 51.
  • 52. As mudanças climáticas têm provado, na atualidade, o derretimento das calotas polares e a intensificação do processo de desertificação.