SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Reino Monera




Sônia Lopes
Célula bacteriana

                            Membrana plasmática
                 Citoplasma              Parede celular
                            Mesossomo           Cápsula
           Ribossomos
                                                             Fímbrias
Enzimas relacionadas
com a respiração,
ligadas à face
interna da membrana
plasmática
                                                Plasmídeos
                         Nucleóide
             Flagelo                 DNA associado
                                     ao mesossomo
Parede celular: método de Gram

Bactéria gram-positiva
              Esquema de bactéria com
              parte da célula removida.

                                                            Parede celular
                                                            formada por camada
                                                            espessa de
                                                            peptidoglicano




                                                            Membrana plasmática


                  Esquema de parte da parede celular e da membrana
                  plasmática de bactéria gram-positiva.
Parede celular: método de Gram

Bactéria gram-negativa
                 Esquema de bactéria com
                 parte da célula removida.

                                 Fosfolipídios                        Camada lipoprotéica
                                                 Lipopolissacarídeo




                                                                                               Parede celular
                                                                      externa, espessa,
                      Proteína                                        semelhante à membrana
                                                                      plasmática, com
                                                                      lipopolissacarídeos

                                                                Camada de peptidoglicano



      Lipoproteínas
                                                                         Membrana plasmática
                      Esquema de parte da parede celular e da
                      membrana plasmática de bactéria gram-negativa.
Reprodução das bactérias:
   divisão
    Parede celular
                     Duplicação do DNA
Membrana
plasmática

Molécula de DNA




                                 Separação das células
Transformação
Molécula de DNA circular
                                                      Fragmentos de          Célula bacteriana
                                                       DNA doador


                    Lise celular               Quebra
Célula bacteriana                                                     Fragmentos de DNA
                                               do DNA
                                                                      ligam-se à superfície
                                                                      da célula receptora.



                                                  O fragmento de DNA é
                                                  incorporado à célula receptora.


                              O fragmento de DNA é integrado
                              ao cromossomo da célula receptora.

       Célula transformada
Transdução
  Fago
                                    O DNA do fago         Quando o profago inicia o ciclo
                                   integra-se ao DNA      lítico, o DNA da bactéria é
                                    da bactéria como      degradado e novos fagos podem
  O DNA de                             um profago.        conter algum trecho do DNA
um fago penetra                                           da bactéria.
  na célula de
 uma bactéria.
                                                                               DNA do fago
                                                                               com genes da
                                                                                 bactéria
         Genes de outra bactéria                                          A célula
           são introduzidos e            O fago infecta                 bacteriana se
          integrados ao DNA              nova bactéria.                rompe e libera
         da bactéria hospedeira.                                      muitos fagos, que
                                                                       podem infectar
                                                                       outras células.
Conjugação
           Plasmídeo   DNA bacteriano

Célula “macho”


    Ponte
citoplasmática

Célula “fêmea”




                                        Célula “macho”


                                            Separação
                                            das células


                                        Célula “macho”
Antraz: contaminação




   Através da pele              Inalação                     Ingestão
 Primeiros sintomas:      Sintomas: tosse seca,      Sintomas: cólicas, dores
 úlceras cutâneas que    dor no corpo e febre. Se    abdominais e diarréia que
podem ser tratadas com     a infecção se agrava     pode se agravar e ser fatal.
                           pode levar à necrose
medicamento. Casos de       pulmonar e morte.       É a forma de contaminação
    morte são raros.                                 mais rara e a mais grave.
Como fazer uma vacina comestível
                       Célula bacteriana     Célula da planta
Gene para o antígeno                                            Transferência de genes
                                       DNA
Plasmídeo
                          Gene que
                     confere resistência
                     a certo antibiótico
                                                      Calo
     Suspensão de bactérias                                  Meio com
   Agrobacterium tumefaciens                   Células       antibiótico
                                               mortas




                                                                 Batatas transgênicas que
                                                                 podem atuar como “vacina”
Como a vacina comestível
             confere proteção?
                    Antígeno
Vacina comestível   da vacina
                                                    Anticorpos      Patógeno para o qual se produziu a vacina


                            Célula M



                                         Célula B                                                Célula T auxiliar
                                                                                                   de memória
                                       Secreções estimulantes

                    Macrófago


                                          Resposta
                                                                  Célula T
                                           inicial               citotóxica



                                Célula T auxiliar
                                                                      Quando há infecção
Conteúdo

Sônia Lopes
   Produção e diagramação
 Maria Júlia Chelini

        Realização

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Doenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoáriosDoenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoáriosMarcos Santos
 
Aula de Biologia Molecular sobre Síntese de Proteínas
Aula de Biologia Molecular sobre Síntese de ProteínasAula de Biologia Molecular sobre Síntese de Proteínas
Aula de Biologia Molecular sobre Síntese de ProteínasJaqueline Almeida
 
7º ano cap3 a evolução dos seres vivos
7º ano cap3  a evolução dos seres vivos7º ano cap3  a evolução dos seres vivos
7º ano cap3 a evolução dos seres vivosISJ
 
Composiçao quimica da celula
Composiçao quimica da celulaComposiçao quimica da celula
Composiçao quimica da celulaPedro Lopes
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosJuliana Mendes
 
Aulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaAulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaCésar Milani
 
Classificação dos seres vivos.
Classificação dos seres vivos.Classificação dos seres vivos.
Classificação dos seres vivos.Lara Lídia
 
VI.1 Sistema ósseo
VI.1 Sistema ósseoVI.1 Sistema ósseo
VI.1 Sistema ósseoRebeca Vale
 
1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celularFlávio Silva
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a geneticaUERGS
 

Mais procurados (20)

Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
 
Doenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoáriosDoenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoários
 
Aula de Biologia Molecular sobre Síntese de Proteínas
Aula de Biologia Molecular sobre Síntese de ProteínasAula de Biologia Molecular sobre Síntese de Proteínas
Aula de Biologia Molecular sobre Síntese de Proteínas
 
7º ano cap3 a evolução dos seres vivos
7º ano cap3  a evolução dos seres vivos7º ano cap3  a evolução dos seres vivos
7º ano cap3 a evolução dos seres vivos
 
Composiçao quimica da celula
Composiçao quimica da celulaComposiçao quimica da celula
Composiçao quimica da celula
 
Mitose e Meiose
Mitose e MeioseMitose e Meiose
Mitose e Meiose
 
Virus e viroses
Virus e virosesVirus e viroses
Virus e viroses
 
Características gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivosCaracterísticas gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivos
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Aulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaAulão a origem da vida
Aulão a origem da vida
 
Especiação
EspeciaçãoEspeciação
Especiação
 
Aula bactérias
Aula bactériasAula bactérias
Aula bactérias
 
Os invertebrados
Os invertebrados Os invertebrados
Os invertebrados
 
Classificação dos seres vivos.
Classificação dos seres vivos.Classificação dos seres vivos.
Classificação dos seres vivos.
 
2 os tecidos
2   os tecidos2   os tecidos
2 os tecidos
 
VI.1 Sistema ósseo
VI.1 Sistema ósseoVI.1 Sistema ósseo
VI.1 Sistema ósseo
 
1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
 

Destaque (20)

Monera
MoneraMonera
Monera
 
Fotossintese Sonia Lopes
Fotossintese Sonia LopesFotossintese Sonia Lopes
Fotossintese Sonia Lopes
 
Bacterias
BacteriasBacterias
Bacterias
 
Tarefa 2º ano
Tarefa 2º anoTarefa 2º ano
Tarefa 2º ano
 
Animais Sonia Lopes
Animais Sonia LopesAnimais Sonia Lopes
Animais Sonia Lopes
 
La mitocondria q
La mitocondria qLa mitocondria q
La mitocondria q
 
Diversidad Y Estructura Función
Diversidad Y Estructura FunciónDiversidad Y Estructura Función
Diversidad Y Estructura Función
 
3rd lab spore stain
3rd lab spore stain3rd lab spore stain
3rd lab spore stain
 
2 s aula 3_monera _março_2014
2 s aula 3_monera _março_20142 s aula 3_monera _março_2014
2 s aula 3_monera _março_2014
 
microbiologia introdução
microbiologia introduçãomicrobiologia introdução
microbiologia introdução
 
2364097 microbiologia
2364097 microbiologia2364097 microbiologia
2364097 microbiologia
 
158525481 aula-9-parede-celular
158525481 aula-9-parede-celular158525481 aula-9-parede-celular
158525481 aula-9-parede-celular
 
Imprimir 2
Imprimir 2Imprimir 2
Imprimir 2
 
Mycobacteruim tuberculosis - Renato Varges
Mycobacteruim tuberculosis - Renato VargesMycobacteruim tuberculosis - Renato Varges
Mycobacteruim tuberculosis - Renato Varges
 
Vírus e reino monera
Vírus e reino moneraVírus e reino monera
Vírus e reino monera
 
Tuberculose pulmonar
Tuberculose pulmonarTuberculose pulmonar
Tuberculose pulmonar
 
Vírus e reino monera
Vírus e reino moneraVírus e reino monera
Vírus e reino monera
 
Evolucao Sonia Lopes
Evolucao Sonia LopesEvolucao Sonia Lopes
Evolucao Sonia Lopes
 
Deuses EgíPcios
Deuses EgíPciosDeuses EgíPcios
Deuses EgíPcios
 
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
 

Semelhante a Reino monera (20)

Monera
MoneraMonera
Monera
 
Monera Para 19032010
Monera Para 19032010Monera Para 19032010
Monera Para 19032010
 
Monera
MoneraMonera
Monera
 
REINO MONERA
REINO MONERAREINO MONERA
REINO MONERA
 
Aula bacteriologia
Aula   bacteriologiaAula   bacteriologia
Aula bacteriologia
 
Reino monera
Reino monera Reino monera
Reino monera
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
 
Vírus e bactérias
Vírus e bactériasVírus e bactérias
Vírus e bactérias
 
Vírus e bactérias
Vírus e bactériasVírus e bactérias
Vírus e bactérias
 
Reino monera
Reino moneraReino monera
Reino monera
 
Reino Monera Para Anglo
Reino Monera Para AngloReino Monera Para Anglo
Reino Monera Para Anglo
 
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
 
Os vírus
Os vírusOs vírus
Os vírus
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
 
62c05818cebed49aba5e8892b766d77a (1).pdf
62c05818cebed49aba5e8892b766d77a (1).pdf62c05818cebed49aba5e8892b766d77a (1).pdf
62c05818cebed49aba5e8892b766d77a (1).pdf
 
Aula Fundamentos Engenharia Genetica
Aula Fundamentos Engenharia GeneticaAula Fundamentos Engenharia Genetica
Aula Fundamentos Engenharia Genetica
 
A celula
A celulaA celula
A celula
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
3S_Terapias genicas
3S_Terapias genicas3S_Terapias genicas
3S_Terapias genicas
 
Métodos de Transformação Genética
Métodos de Transformação GenéticaMétodos de Transformação Genética
Métodos de Transformação Genética
 

Mais de espacoaberto

Exercício de trigonometria 3o. ano
Exercício de trigonometria   3o. anoExercício de trigonometria   3o. ano
Exercício de trigonometria 3o. anoespacoaberto
 
Binômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascalBinômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascalespacoaberto
 
Função logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - ExercíciosFunção logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - Exercíciosespacoaberto
 
Função Exponencial 2
Função Exponencial 2 Função Exponencial 2
Função Exponencial 2 espacoaberto
 
Função exponencial - Exercícios
Função exponencial - ExercíciosFunção exponencial - Exercícios
Função exponencial - Exercíciosespacoaberto
 
Aulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - MatemáticaAulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 22 - Matemática
Aula 22 - MatemáticaAula 22 - Matemática
Aula 22 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 21 - Matemática
Aula 21 - MatemáticaAula 21 - Matemática
Aula 21 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - MatemáticaAula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 18 - Matemática
Aula 18 - MatemáticaAula 18 - Matemática
Aula 18 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 17 - Matemática
Aula 17 - MatemáticaAula 17 - Matemática
Aula 17 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 16 - Matemática
Aula 16 - MatemáticaAula 16 - Matemática
Aula 16 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - MatemáticaAula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - Matemáticaespacoaberto
 
Aulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - MatemáticaAulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - Matemáticaespacoaberto
 
Aulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - MatemáticaAulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - Matemáticaespacoaberto
 
Aulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - MatemáticaAulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 06 - Matemática
Aula 06 - MatemáticaAula 06 - Matemática
Aula 06 - Matemáticaespacoaberto
 

Mais de espacoaberto (20)

Exercício de trigonometria 3o. ano
Exercício de trigonometria   3o. anoExercício de trigonometria   3o. ano
Exercício de trigonometria 3o. ano
 
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
 
C a n a d á
C  a  n  a  d  áC  a  n  a  d  á
C a n a d á
 
Binômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascalBinômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascal
 
Fatorial
Fatorial  Fatorial
Fatorial
 
Função logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - ExercíciosFunção logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - Exercícios
 
Função Exponencial 2
Função Exponencial 2 Função Exponencial 2
Função Exponencial 2
 
Função exponencial - Exercícios
Função exponencial - ExercíciosFunção exponencial - Exercícios
Função exponencial - Exercícios
 
Aulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - MatemáticaAulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - Matemática
 
Aula 22 - Matemática
Aula 22 - MatemáticaAula 22 - Matemática
Aula 22 - Matemática
 
Aula 21 - Matemática
Aula 21 - MatemáticaAula 21 - Matemática
Aula 21 - Matemática
 
Aula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - MatemáticaAula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - Matemática
 
Aula 18 - Matemática
Aula 18 - MatemáticaAula 18 - Matemática
Aula 18 - Matemática
 
Aula 17 - Matemática
Aula 17 - MatemáticaAula 17 - Matemática
Aula 17 - Matemática
 
Aula 16 - Matemática
Aula 16 - MatemáticaAula 16 - Matemática
Aula 16 - Matemática
 
Aula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - MatemáticaAula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - Matemática
 
Aulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - MatemáticaAulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - Matemática
 
Aulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - MatemáticaAulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - Matemática
 
Aulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - MatemáticaAulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - Matemática
 
Aula 06 - Matemática
Aula 06 - MatemáticaAula 06 - Matemática
Aula 06 - Matemática
 

Último

Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Susana Stoffel
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptxthaisamaral9365923
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 BrasilGoverno Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasillucasp132400
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptx
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptxPedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptx
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptxleandropereira983288
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinhaMary Alvarenga
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEM
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEMCOMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEM
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEMVanessaCavalcante37
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 

Último (20)

Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx
“Sobrou pra mim” - Conto de Ruth Rocha.pptx
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 BrasilGoverno Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
Governo Provisório Era Vargas 1930-1934 Brasil
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptx
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptxPedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptx
Pedologia- Geografia - Geologia - aula_01.pptx
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinha
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEM
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEMCOMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEM
COMPETÊNCIA 1 DA REDAÇÃO DO ENEM - REDAÇÃO ENEM
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 

Reino monera

  • 2. Célula bacteriana Membrana plasmática Citoplasma Parede celular Mesossomo Cápsula Ribossomos Fímbrias Enzimas relacionadas com a respiração, ligadas à face interna da membrana plasmática Plasmídeos Nucleóide Flagelo DNA associado ao mesossomo
  • 3. Parede celular: método de Gram Bactéria gram-positiva Esquema de bactéria com parte da célula removida. Parede celular formada por camada espessa de peptidoglicano Membrana plasmática Esquema de parte da parede celular e da membrana plasmática de bactéria gram-positiva.
  • 4. Parede celular: método de Gram Bactéria gram-negativa Esquema de bactéria com parte da célula removida. Fosfolipídios Camada lipoprotéica Lipopolissacarídeo Parede celular externa, espessa, Proteína semelhante à membrana plasmática, com lipopolissacarídeos Camada de peptidoglicano Lipoproteínas Membrana plasmática Esquema de parte da parede celular e da membrana plasmática de bactéria gram-negativa.
  • 5. Reprodução das bactérias: divisão Parede celular Duplicação do DNA Membrana plasmática Molécula de DNA Separação das células
  • 6. Transformação Molécula de DNA circular Fragmentos de Célula bacteriana DNA doador Lise celular Quebra Célula bacteriana Fragmentos de DNA do DNA ligam-se à superfície da célula receptora. O fragmento de DNA é incorporado à célula receptora. O fragmento de DNA é integrado ao cromossomo da célula receptora. Célula transformada
  • 7. Transdução Fago O DNA do fago Quando o profago inicia o ciclo integra-se ao DNA lítico, o DNA da bactéria é da bactéria como degradado e novos fagos podem O DNA de um profago. conter algum trecho do DNA um fago penetra da bactéria. na célula de uma bactéria. DNA do fago com genes da bactéria Genes de outra bactéria A célula são introduzidos e O fago infecta bacteriana se integrados ao DNA nova bactéria. rompe e libera da bactéria hospedeira. muitos fagos, que podem infectar outras células.
  • 8. Conjugação Plasmídeo DNA bacteriano Célula “macho” Ponte citoplasmática Célula “fêmea” Célula “macho” Separação das células Célula “macho”
  • 9. Antraz: contaminação Através da pele Inalação Ingestão Primeiros sintomas: Sintomas: tosse seca, Sintomas: cólicas, dores úlceras cutâneas que dor no corpo e febre. Se abdominais e diarréia que podem ser tratadas com a infecção se agrava pode se agravar e ser fatal. pode levar à necrose medicamento. Casos de pulmonar e morte. É a forma de contaminação morte são raros. mais rara e a mais grave.
  • 10. Como fazer uma vacina comestível Célula bacteriana Célula da planta Gene para o antígeno Transferência de genes DNA Plasmídeo Gene que confere resistência a certo antibiótico Calo Suspensão de bactérias Meio com Agrobacterium tumefaciens Células antibiótico mortas Batatas transgênicas que podem atuar como “vacina”
  • 11. Como a vacina comestível confere proteção? Antígeno Vacina comestível da vacina Anticorpos Patógeno para o qual se produziu a vacina Célula M Célula B Célula T auxiliar de memória Secreções estimulantes Macrófago Resposta Célula T inicial citotóxica Célula T auxiliar Quando há infecção
  • 12. Conteúdo Sônia Lopes Produção e diagramação Maria Júlia Chelini Realização