SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 36
Professor Marcelo Brilhante REINO PROTISTA
INTRODUÇÃO O termo  protista  deriva do grego e significa “ primeiros de todos” , dando a idéia de que eles teriam sido os primeiros eucariontes a surgir no curso da evolução. Reino protista Os protozoário As algas
Types : ,[object Object],[object Object],[object Object],CONDITIONAL  SENTENCES
Divisão do Reino Protista ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Características  dos protozoários ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Classificação  dos protozoários   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
rizópodes ou sarcodíneos GRUPOS ciliados flagelados ou mastigóforos esporozoários
Classificação  dos protozoários   Sarcodíneos ou Rizópodos Locomoção por pseudópodos. Nutrição por fagocitose. Digestão intracelular. Vida livre (aquáticos) ou parasitas. Vacúolos   Pulsáteis  ou  Contráteis  para controle osmótico. Reprodução assexuada por divisão binária. Nome genérico    Amebas. Ex.:  Amoeba   proteus  (vida livre) e  Entamoeba   histolytica  (parasita).
Movimento  por pseudópodes
Flagelados  ou mastigóforos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Exemplos de flagelados
CILIADOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Exemplos de ciliados
ESPOROZOÁRIOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
ESPOROZOÁRIOS plasmodium
As algas Protistas   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Filo Euglenophyta  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Euglena  sp.
Importantes para industria: abrasivos em creme dentais, polidores especiais, catalisadores, antibióticos, isolantes térmicos e etc. Filo Chrysophyta  (diatomáceas)
Filo Pyrrophyta  (Dinoflagelados)   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Maré vermelha A super população de dionoflagelados provoca o fenômeno das “marés vermelhas”. Nessa circunstância, a grande quantidade de catabólicos tóxicos eliminados na água por esses protistas provoca a morte de peixes, crustáceos, tartarugas, focas e etc.
 
Filo Rhodophyta ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Filo Phaeophyta  (algas pardas) ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Trypanosoma cruzi Mal de Chagas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Protozoário (Parasita)
Triatomíneos mais importantes na transmissão da doença de Chagas
Locais preferidos por barbeiros
Sintomas TRANSMISSÃO No momento em que  o barbeiro pica ele também defeca, a pessoa coça o local da picada se auto-infectando, havendo um novo ciclo dentro de seu organismo  ,[object Object],[object Object],[object Object]
Fase crônica:  Cardiomegalia e aneurisma de ponta
Hepatomegalia
Leishmaniose tegumentar ou Úlcera de Bauru Leishmania brasiliensis Lutzomyia  sp. Agente etiológico Vetor
Sintomas Ciclo de vida ,[object Object],[object Object],[object Object]
 
Giardíase ,[object Object],[object Object],[object Object]
SINTOMAS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
TRICOMONÍASE Causador :  Trichomonas vaginalis Transmissão:   É considerada doença sexualmente transmissível, embora raramente, possa ser transmitida por vias não sexuais, como por exemplo, objetos contaminados  (toalhas, vasos sanitários de locais públicos etc.) Sintomas  No homem, a sintomatologia é mais discreta: corrimento uretral, geralmente pela manhã, antes da primeira micção, bem como irritação da uretra. Na mulher, corrimento abundante, amarelo ou amarelo-esverdeado, com mau cheiro; vaginite e uretrite, etc

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Moluscos - Biologia
Moluscos - BiologiaMoluscos - Biologia
Moluscos - Biologia
 
Doenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoáriosDoenças causadas por protozoários
Doenças causadas por protozoários
 
Aula reino-protista
Aula reino-protistaAula reino-protista
Aula reino-protista
 
7º ano cap 5 vírus
7º ano cap 5   vírus7º ano cap 5   vírus
7º ano cap 5 vírus
 
Briófitas
BriófitasBriófitas
Briófitas
 
Biologia- Virus
Biologia- VirusBiologia- Virus
Biologia- Virus
 
Reino Animal
Reino AnimalReino Animal
Reino Animal
 
Zoologia dos Vertebrados
Zoologia dos VertebradosZoologia dos Vertebrados
Zoologia dos Vertebrados
 
Bacterias
BacteriasBacterias
Bacterias
 
Protozoarios
ProtozoariosProtozoarios
Protozoarios
 
Zoologia o estudo dos animais
Zoologia   o estudo dos animaisZoologia   o estudo dos animais
Zoologia o estudo dos animais
 
ReproduçãO Nas Angiospermas (1)
ReproduçãO Nas Angiospermas (1)ReproduçãO Nas Angiospermas (1)
ReproduçãO Nas Angiospermas (1)
 
Nomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomiaNomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomia
 
Aula sistematica vegetal
Aula sistematica vegetalAula sistematica vegetal
Aula sistematica vegetal
 
Aula bactérias
Aula bactériasAula bactérias
Aula bactérias
 
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Protozoários
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitas
 
Reprodução nas Plantas
Reprodução nas PlantasReprodução nas Plantas
Reprodução nas Plantas
 
Reino protista protozoarios
Reino protista protozoariosReino protista protozoarios
Reino protista protozoarios
 

Destaque

Destaque (10)

Ciências - Reino Protista
Ciências - Reino ProtistaCiências - Reino Protista
Ciências - Reino Protista
 
Protozoários
ProtozoáriosProtozoários
Protozoários
 
Protozoários.
Protozoários.Protozoários.
Protozoários.
 
Reino Protista 7 ano
Reino Protista 7 anoReino Protista 7 ano
Reino Protista 7 ano
 
Protozoarios
ProtozoariosProtozoarios
Protozoarios
 
Biologia - Protozoários
Biologia - ProtozoáriosBiologia - Protozoários
Biologia - Protozoários
 
Protozoários e protozooses
Protozoários e protozoosesProtozoários e protozooses
Protozoários e protozooses
 
Reino Protista
Reino ProtistaReino Protista
Reino Protista
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 

Semelhante a Marcelo Brilhante Reino Protista

Reino protista novo
Reino protista  novoReino protista  novo
Reino protista novopaula aragao
 
A.P.Point.Protistas.ProtozoáRios2007.Grav
A.P.Point.Protistas.ProtozoáRios2007.GravA.P.Point.Protistas.ProtozoáRios2007.Grav
A.P.Point.Protistas.ProtozoáRios2007.GravAlbano Novaes
 
Protozooses.Reino Protista: Protozooses Curso Técnico: Agente Comunitário de ...
Protozooses.Reino Protista: ProtozoosesCurso Técnico: Agente Comunitário de ...Protozooses.Reino Protista: ProtozoosesCurso Técnico: Agente Comunitário de ...
Protozooses.Reino Protista: Protozooses Curso Técnico: Agente Comunitário de ...BethniaOliveira
 
Aula 1 reino protista
Aula 1  reino protistaAula 1  reino protista
Aula 1 reino protistaNeila
 
Aula 1 reino protista
Aula 1  reino protistaAula 1  reino protista
Aula 1 reino protistaNeila
 
Reino Protoctista
Reino ProtoctistaReino Protoctista
Reino Protoctistainfoeducp2
 
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino ProtistaSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino ProtistaTurma Olímpica
 
Aula completa reino protista
Aula completa reino protistaAula completa reino protista
Aula completa reino protistaMLGGS
 

Semelhante a Marcelo Brilhante Reino Protista (20)

Aula protista
Aula protistaAula protista
Aula protista
 
Protozooses
Protozooses Protozooses
Protozooses
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
Reino protoctista
Reino protoctistaReino protoctista
Reino protoctista
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
 
Reino protista novo
Reino protista  novoReino protista  novo
Reino protista novo
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
A.P.Point.Protistas.ProtozoáRios2007.Grav
A.P.Point.Protistas.ProtozoáRios2007.GravA.P.Point.Protistas.ProtozoáRios2007.Grav
A.P.Point.Protistas.ProtozoáRios2007.Grav
 
Proto
ProtoProto
Proto
 
C:\Fakepath\ApresentaçãO1 Atv Zoologia Geral
C:\Fakepath\ApresentaçãO1   Atv  Zoologia GeralC:\Fakepath\ApresentaçãO1   Atv  Zoologia Geral
C:\Fakepath\ApresentaçãO1 Atv Zoologia Geral
 
Protozooses
ProtozoosesProtozooses
Protozooses
 
Reino protoctista
Reino protoctistaReino protoctista
Reino protoctista
 
Protozooses.Reino Protista: Protozooses Curso Técnico: Agente Comunitário de ...
Protozooses.Reino Protista: ProtozoosesCurso Técnico: Agente Comunitário de ...Protozooses.Reino Protista: ProtozoosesCurso Técnico: Agente Comunitário de ...
Protozooses.Reino Protista: Protozooses Curso Técnico: Agente Comunitário de ...
 
Aula 1 reino protista
Aula 1  reino protistaAula 1  reino protista
Aula 1 reino protista
 
Aula 1 reino protista
Aula 1  reino protistaAula 1  reino protista
Aula 1 reino protista
 
Reino Protoctista
Reino ProtoctistaReino Protoctista
Reino Protoctista
 
Reino protoctista e Protozooses
Reino protoctista e ProtozoosesReino protoctista e Protozooses
Reino protoctista e Protozooses
 
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino ProtistaSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Reino Protista
 
Proctista
ProctistaProctista
Proctista
 
Aula completa reino protista
Aula completa reino protistaAula completa reino protista
Aula completa reino protista
 

Mais de espacoaberto

Exercício de trigonometria 3o. ano
Exercício de trigonometria   3o. anoExercício de trigonometria   3o. ano
Exercício de trigonometria 3o. anoespacoaberto
 
Binômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascalBinômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascalespacoaberto
 
Função logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - ExercíciosFunção logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - Exercíciosespacoaberto
 
Função Exponencial 2
Função Exponencial 2 Função Exponencial 2
Função Exponencial 2 espacoaberto
 
Função exponencial - Exercícios
Função exponencial - ExercíciosFunção exponencial - Exercícios
Função exponencial - Exercíciosespacoaberto
 
Aulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - MatemáticaAulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 22 - Matemática
Aula 22 - MatemáticaAula 22 - Matemática
Aula 22 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 21 - Matemática
Aula 21 - MatemáticaAula 21 - Matemática
Aula 21 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - MatemáticaAula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 18 - Matemática
Aula 18 - MatemáticaAula 18 - Matemática
Aula 18 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 17 - Matemática
Aula 17 - MatemáticaAula 17 - Matemática
Aula 17 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 16 - Matemática
Aula 16 - MatemáticaAula 16 - Matemática
Aula 16 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - MatemáticaAula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - Matemáticaespacoaberto
 
Aulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - MatemáticaAulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - Matemáticaespacoaberto
 
Aulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - MatemáticaAulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - Matemáticaespacoaberto
 
Aulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - MatemáticaAulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - Matemáticaespacoaberto
 
Aula 06 - Matemática
Aula 06 - MatemáticaAula 06 - Matemática
Aula 06 - Matemáticaespacoaberto
 

Mais de espacoaberto (20)

Exercício de trigonometria 3o. ano
Exercício de trigonometria   3o. anoExercício de trigonometria   3o. ano
Exercício de trigonometria 3o. ano
 
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
 
C a n a d á
C  a  n  a  d  áC  a  n  a  d  á
C a n a d á
 
Binômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascalBinômio de newton e triângulo de pascal
Binômio de newton e triângulo de pascal
 
Fatorial
Fatorial  Fatorial
Fatorial
 
Função logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - ExercíciosFunção logarítmica - Exercícios
Função logarítmica - Exercícios
 
Função Exponencial 2
Função Exponencial 2 Função Exponencial 2
Função Exponencial 2
 
Função exponencial - Exercícios
Função exponencial - ExercíciosFunção exponencial - Exercícios
Função exponencial - Exercícios
 
Aulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - MatemáticaAulas 23 e 24 - Matemática
Aulas 23 e 24 - Matemática
 
Aula 22 - Matemática
Aula 22 - MatemáticaAula 22 - Matemática
Aula 22 - Matemática
 
Aula 21 - Matemática
Aula 21 - MatemáticaAula 21 - Matemática
Aula 21 - Matemática
 
Aula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - MatemáticaAula 19 e 20 - Matemática
Aula 19 e 20 - Matemática
 
Aula 18 - Matemática
Aula 18 - MatemáticaAula 18 - Matemática
Aula 18 - Matemática
 
Aula 17 - Matemática
Aula 17 - MatemáticaAula 17 - Matemática
Aula 17 - Matemática
 
Aula 16 - Matemática
Aula 16 - MatemáticaAula 16 - Matemática
Aula 16 - Matemática
 
Aula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - MatemáticaAula 14 a 15 - Matemática
Aula 14 a 15 - Matemática
 
Aulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - MatemáticaAulas 11 a 13 - Matemática
Aulas 11 a 13 - Matemática
 
Aulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - MatemáticaAulas 09 e 10 - Matemática
Aulas 09 e 10 - Matemática
 
Aulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - MatemáticaAulas 07 e 08 - Matemática
Aulas 07 e 08 - Matemática
 
Aula 06 - Matemática
Aula 06 - MatemáticaAula 06 - Matemática
Aula 06 - Matemática
 

Último

Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxMartin M Flynn
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 

Marcelo Brilhante Reino Protista

  • 2. INTRODUÇÃO O termo protista deriva do grego e significa “ primeiros de todos” , dando a idéia de que eles teriam sido os primeiros eucariontes a surgir no curso da evolução. Reino protista Os protozoário As algas
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. rizópodes ou sarcodíneos GRUPOS ciliados flagelados ou mastigóforos esporozoários
  • 8. Classificação dos protozoários Sarcodíneos ou Rizópodos Locomoção por pseudópodos. Nutrição por fagocitose. Digestão intracelular. Vida livre (aquáticos) ou parasitas. Vacúolos Pulsáteis ou Contráteis para controle osmótico. Reprodução assexuada por divisão binária. Nome genérico  Amebas. Ex.: Amoeba proteus (vida livre) e Entamoeba histolytica (parasita).
  • 9. Movimento por pseudópodes
  • 10.
  • 12.
  • 14.
  • 16.
  • 17.
  • 19. Importantes para industria: abrasivos em creme dentais, polidores especiais, catalisadores, antibióticos, isolantes térmicos e etc. Filo Chrysophyta (diatomáceas)
  • 20.
  • 21. Maré vermelha A super população de dionoflagelados provoca o fenômeno das “marés vermelhas”. Nessa circunstância, a grande quantidade de catabólicos tóxicos eliminados na água por esses protistas provoca a morte de peixes, crustáceos, tartarugas, focas e etc.
  • 22.  
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26. Triatomíneos mais importantes na transmissão da doença de Chagas
  • 28.
  • 29. Fase crônica: Cardiomegalia e aneurisma de ponta
  • 31. Leishmaniose tegumentar ou Úlcera de Bauru Leishmania brasiliensis Lutzomyia sp. Agente etiológico Vetor
  • 32.
  • 33.  
  • 34.
  • 35.
  • 36. TRICOMONÍASE Causador : Trichomonas vaginalis Transmissão: É considerada doença sexualmente transmissível, embora raramente, possa ser transmitida por vias não sexuais, como por exemplo, objetos contaminados (toalhas, vasos sanitários de locais públicos etc.) Sintomas No homem, a sintomatologia é mais discreta: corrimento uretral, geralmente pela manhã, antes da primeira micção, bem como irritação da uretra. Na mulher, corrimento abundante, amarelo ou amarelo-esverdeado, com mau cheiro; vaginite e uretrite, etc